Painel Político - Painel político por Alan Alex - Notícias
« 1 ... 167 168 169 (170) 171 172 173 ... 175 »
Painel Político : Painel político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 07/06/2011 09:38:29

As empresas
Idéia3 Comunicação e Expansão de Negócios; DPZ – Dualipi Petit Zaragoza Propaganda, Casa D´ídeias Marketing e Propaganda, Staff de Comunicação , Staff Brasil, Cannes Publicidade, Engenho Propaganda, PNA Publicidade, NDA Comunicação Integrada, R2 Comunicação, Debrito Propaganda, Eskritório de Comunicação, Norte Comunicação, LTM Comunicação, Minha Agência Propaganda e Marketing, Oana Publicidade, C.F.Agência e Produtora, Casa Brasil Comunicação e TFP Comunicação Visual são as empresas que retiraram envelopes para a licitação da publicidade do governo.
Fora
Já de cara estão fora às empresas locais, NDA (que atendia o governo Cassol), representada por Jari Luiz por problemas técnicos e a PNA (que atende a Assembleia Legislativa) representada por Eurípedes Claiton Rodrigues Campos (Claiton Pena), cujo envelope continha uma pequena marca, podendo ser identificado. Outras também foram desclassificadas por questões técnicas. Mas a DPZ continua no páreo.
Criatividade zero
Algumas propostas apresentadas fizeram bem em ser desclassificadas. Para se ter uma idéia, uma das campanhas sugeria o seguinte slogan para o governo, “quem quer fazer uma Rondônia melhor, levante a mão”. Já dá até para visualizar as peças publicitárias. Seria mais ou menos assim, uma foto com várias pessoas com as mãos levantadas e todo mundo olhando feio para aquele com as mãos abaixadas.
Agora
Resta aguardar as análises técnicas para saber qual será a agência vencedora.
Confusão
Mas se engana quem acha que essa licitação vai ser tranqüila. Dificilmente o governo vai conseguir finalizar esse processo ainda este ano. E se isso acontecer, o governo vai ter que “espichar” o emergencial feito no início do ano. A conferir.
Ainda a Vera
Muita gente não sabe, mas a irmã do governador, Cira Moura continua agindo pesado nos bastidores. Ela foi a principal articuladora para que Neodi aceitasse a função de líder do governo na Assembléia. Foi dela que partiu a sugestão de demitir Vera Paixão. Isso porque com a reforma administrativa sugerida por Vera Paixão, que havia deixado o governador encantado, mas que ele ainda não havia assinado, Cira perderia poder dentro do governo. Por isso, ela criou uma comissão composta por ela, e servidores da Sead, Sefin e Seplan, responsável por todas as nomeações. A comissão só tem pessoas indicadas por ela, inclusive Rui Vieira, que assumiu interinamente a SEAD, no lugar de Vera.
Mudanças
E o médico Amado Rahal pode voltar à direção do Hospital de Base nos próximos dias. O convite foi feito e ele analisa a proposta. Amado foi o responsável pela reforma e é muito querido por servidores, pacientes e acompanhantes. Pelo visto, as “experiências” do governador com seus novos assessores não vêm dando muito certo.
Arapongagens
Sávio Mayer Gomes Pinto é Primeiro-Tenente-de-Infantaria da Aeronáutica, atualmente a disposição do Gabinete de Segurança Institucional, trabalhando na superintendência da Abin de Porto Velho. Não era ele quem pilotava o helicóptero, mas foi ele quem mandou que a aeronave pousasse no pátio da FIMCA para “resgatar” a namorada. Na condição da militar das forças armadas o tenente Sávio não pode exercer qualquer outro tipo de atividade remunerada, seja ela pública ou privada conforme dispõe o art. 29 do Estatuto dos Militares. Entretanto Sávio trabalhou como professor e agora trabalha como agente financeiro. Sávio é sócio cotista da empresa Euro Investimentos (do grupo XP Investimentos), mas na verdade ele é sócio administrador, inclusive fez curso para ser agente financeiro e deu entrevista em jornal de Porto Velho, demonstrando que exerce a atividade de agente financeira, ao invés de apenas participar do capital da empresa como é permitido.
E mais
Sávio pode até alegar que na verdade não exerce estas funções, tratando-se apenas de um disfarce para exercer atividade de inteligência. Porém o disfarce deve ser aprovado pela Aeronáutica ou pela Abin. Caso tenha sido aprovado, qualquer lucro deve ser depositado em favor da União. Se o disfarce não foi aprovado, ele está exercendo funções particulares cumulativamente à função militar. Em ambos os casos está cometendo improbidade administrativa.
Porém
Como estamos no Brasil e quase tudo é permitido, resta saber o que vai acontecer no desenrolar desses acontecimentos. Para quem não sabe ou não lembra, em 2009 um helicóptero de treinamento do PARASAR, usado em resgate de vítimas, pousou no pátio da Faculdade FIMCA, por volta de 10 horas da manhã e “resgatou” uma aluna. A moça era namorada do oficial. O pousou causou a maior confusão, alunos não sabiam o que estava acontecendo, tampouco a direção da faculdade. O caso nunca havia sido esclarecido. Resta agora saber se a aeronáutica vai punir não apenas Sávio, mas os demais tripulantes do vôo.
Links
Abaixo os links para as informações divulgadas pela coluna em relação a prerrogativas de militares.
http://www.exercito.gov.br/web/guest/caracteristicas-da-profissao-militar (estatuto) http://www.jusmilitaris.com.br/uploads/docs/acumulacao_cargos(1).pdf (lei) http://www.esa.ensino.eb.br/Concurso_Divulgacao/conteudo/0106Exigencias.htm (lei) http://twitter.com/#!/saviomayer (Twitter) - http://www.questoesdeconcursos.com.br/perfil/saviomayer (perfil) - http://www.ieex.com.br/site/CursoDetail.action?id=25 (detalhes da aula no curso Excelência) - http://www.youtube.com/watch?v=UL--UKLnIWw (vídeo aula)
Vai cair
O ministro Palocci está, como dizem, “no bico do corvo”. Questão de dias para que ele deixe o cargo. A pressão aumentou e o surgimento de um suposto “laranja”, complicou ainda mais a frágil situação do Chefe da Casa Civil do governo Dilma. Mas o PT parece que gosta de ver os seus sangrarem dia a dia. Já se sabia, desde o começo que a pancadaria seria grande, mesmo assim resolveram pagar para ver.
Anticoncepcional masculino
Pesquisadores da Universidade Médica de Columbia estão envolvidos em uma pesquisa que pode resultar no primeiro medicamento contraceptivo masculino sem esteroides. O resultado dos testes prévios em camundongos foram publicados na revista científica Endocrinology. De acordo com o estudo, um composto interrompeu a associação do ácido retinóico, ligado a dieta de vitamina A, com o receptor deste ácido, o que causou esterilidade nos animais parando a produção de espermatozoide. A fertilidade foi restaurada com o fim da administração do composto. O estudo é um avanço na área, porque os métodos conhecidos que usam esteroides causam efeitos colaterais indesejáveis, como o risco de desenvolver doenças cardiovasculares e a diminuição da libido, por exemplo. Mas os resultados ainda precisam passar por revisão, é preciso provar que a administração do medicamento por um longo período realmente não produz efeitos colaterais. Os pesquisadores já estudam uma pesquisa a longo prazo com seres humanos também para saber exatamente como o comporto interfere na fertilidade e se ela é totalmente recuperado com a interrupção do tratamento.
Contatos
Contatos com a coluna podem ser feitos pelo alan.alex@gmail.compainelpolitico@hotmail.comwww.painelpolitico.com - @painelpolitico – telefones 3225-7495 e 9248-8911.

Painel Político : Painel político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 03/06/2011 18:44:04

Transferindo
O governo do Estado, que desde o começo anda atrapalhado, resolveu transferir a culpa das lambanças para a Assembleia Legislativa. Nos últimos dias, emissários palacianos andam espalhando que “quem atrapalha o governo é a Assembleia” e que os deputados “mais atrapalham do que ajudam”.
Óbvio
Que Confúcio precisa achar culpado. Sua gestão vem sendo marcada por um trabalho constante de bombeiro, praticamente todos os dias ou ele ou assessores diretos precisam estar dando explicações sobre as trapalhadas governistas, como crise nos quartéis, crise na saúde, crise na educação, desentendimento entre secretários, paralisação de licitações, enfim, todos os problemas que os rondonienses vem acompanhando desde janeiro, quando Confúcio assumiu o governo.
Aprovando
Com raras exceções a Assembleia refutou o governo. Praticamente todos os projetos encaminhados foram aprovados, da criação de cargos a flexibilização no orçamento. A Casa se colocou contrária a nomeação de José de Oliveira para a Defensoria por acreditar, amparada em documentos, que ele não possui condições de exercer o cargo, como da mesma forma pressionou o governo no incidente em Vilhena, em relação a apresentação de uma banda gospel em uma escola.
Fiada
Pura conversa fiada a do governador Confúcio Moura ao afirmar que a saída de Vera Lúcia Paixão da secretaria de Administração foi por causa de “desentendimentos entre os secretários”. O governo sentiu que precisa de uma liderança forte na Assembleia e optou por Neodi Oliveira, que em ocasiões anteriores se mostrou um aliado nada confiável. Neodi também foi o responsável pela saída de Josenildo Nascimento da Sedam. Como já havia uma insatisfação do adjunto do meio ambiente, ele aproveitou para empurrar Francisco Sales, que é seu aliado em Machadinho.
Mas
A demissão de Vera Lúcia pode custar caro ao governo. Ela era indicada pela cota do PSB, de Mauro Nazif, que na noite de quinta-feira estava atônito com a saída de sua protegida. Ela não foi informada pelo governador, que já demonstrou não ter lá muita consideração por seus assessores diretos. Para se ter uma idéia, nem mesmo a assessoria de comunicação do governo havia sido informada dessas mudanças. Total falta de respeito com a população e principalmente com seus assessores, que bem ou mal, são a linha de frente do governo.
Peculiar
Essa mania de demitir os outros pela internet, além de ser deselegante é desrespeitosa. Na hora de contratar é só amor e promessas de felicidade e na hora de demitir sequer tem coragem de olhar no olho e dizer os motivos. Realmente, Confúcio está errando feio.
Voltando
Neodi como líder do governo não vai ser lá essas coisas. Como presidente da Assembleia era mais ou menos como a rainha da Inglaterra e Alexandre Muller na secretaria de Saúde, tinha o cargo, mas não mandava nada. Na Assembleia quem mandava mesmo na época de Neodi era Nelci Batiston, seu todo-poderoso secretário geral. Como líder do governo vai ser a mesma coisa. Na hora que o “pau quebrar” de verdade, vai abandonar o barco, como fez em situações anteriores. É esperar para conferir.
Explicações
Neodi ainda responde a uma série de ações judiciais referentes a Operação Dominó e ainda foi acusado, pelo irmão do ex-deputado Carlão de Oliveira, Moisés Oliveira, de ter comprado um avião e alugado a aeronave para a Assembleia. A aeronave teria sido apreendida no aeroclube transportando cerca de meia tonelada de maconha. Esse é o líder do governo na Assembleia Legislativa.
Falha
Erramos na última coluna ao informar a saída de Carla Ito, adjunta da SEAD. É que a informação havia chegado truncada, mas tão logo confirmamos as novas informações, fizemos as correções. Pedimos desculpas pela falha.
Seguindo
Quem conhece diz que Orlando Ramires é um nome complicado para a secretaria de Saúde do Estado. Ele foi secretário de saúde em Ji-Paraná enquanto José Batista era secretário de Administração. Batista se referia a Ramires como “secretário preguiçoso e incompetente”, resta saber se mudou a opinião de Batista ou mudou o perfil de Ramires, que sempre foi um dos “queridinhos” de José Bianco, prefeito de Ji-Paraná.
Ainda a saúde
Os pedidos de emergência para compra de medicamentos e aquisição de produtos ortopédicos quase dobrou em relação ao governo anterior. Estão criando situações para vender soluções e apenas algumas secretarias estão atendendo a secretaria com presteza. Bom a Assembleia ficar de olho e dar uma “atrapalhada” nesse contrato emergencial feito pelo governo em janeiro deste ano. Pela Saúde, nada mudou.
Pipoco
Ivo Cassol foi a um programa de TV acompanhado do gerente da concessionária Saga (Volks, Hyundai) e juntos fizeram uma grave denúncia contra o secretário de saúde do município, Williames Pimentel, que chegou a ser cotado para assumir a secretaria estadual de Saúde, indicado pelo senador Valdir Raupp. Cassol acusou o secretário de comprar 85 carros em Belo Horizonte (MG) de uma empresa cujo capital social é de R$ 50 mil. Como o negócio envolveu uma soma de R$ 2,6 milhões, o capital da empresa deveria ser de no mínimo 10% desse valor.
Vai sair
Beto Bertagna, que está à frente do Instituto de Patrimônio Histórico e Arquitetônico Nacional – IPHAN deve deixar o cargo nas próximas semanas. Em seu lugar deve assumir Ariel Argob, cuja documentação já está em Brasília. Uma série de reportagens produzidas pelo Rondoniaovivo sobre o descaso em Rondônia com o patrimônio deram um “empurrãozinho” nessa saída. Bertagna havia sido indicado pela ex-senadora Fátima Cleide.
Voando
Passado pouco mais de dois anos, desde que um helicóptero da Força Aérea Brasileira pousou no estacionamento da FIMCA, para buscar uma acadêmica cujo namorado estava no “asas rotativas”, finalmente foi revelada a identidade do namorado voador. Trata-se do tenente da Base Aérea de Porto Velho, Sávio Mayer. A ventania provocada pela força das hélices chegou a balançar as vidraças das salas de aulas. Em pesquisa nas redes sociais, no perfil do Twitter - http://twitter.com/#!/saviomayer o militar se apresenta como “Empreendedor, Consultor e Professor de Matemática, Estatística, Finanças, do Mercado Financeiro e de Capitais”.
Alerta máximo
Cientistas que estão testando a cepa mortal de E. Coli, que provocou um surto na Europa, descobriram que a bactéria combina uma toxina altamente venenosa, mas bem comum, com uma "cola" raramente vista que a gruda no intestino das pessoas. Pode demorar meses até que a equipe de pesquisadores entenda por completo as características da bactéria que já matou 18 pessoas na Europa. Eles acreditam que esta cepa seja a mais tóxica a atacar o ser humano. A maioria das bactérias Escherichia coli, ou E. Coli, são inofensivas. A cepa que está fazendo as pessoas adoecerem, conhecida como 0104:H4, é parte de uma classe de bactérias conhecidas como Shiga, que produz uma toxina. Esta classe tem a habilidade de se grudar na parede intestinal, onde bombeia a toxina, causando diarreia e vômito. Nos casos graves, causa a Síndrome Hemolítico-Urêmica (SHU), que ataca os rins levando ao coma, ataque epilético e derrame. A cepa alemã parece combinar a toxina encontrada no tipo mais comum de bactéria desta classe nos Estados Unidos, conhecida como E. coli O157:H7, com um agente incomum de "cola". A Organização Mundial da Saúde confirmou que esta cepa "nunca foi isolada em pacientes antes", e revelou que a bactéria aparentemente adquiriu genes extras que a tornou mortal.
Contatos
Contatos com a coluna podem ser feitos pelo alan.alex@gmail.compainelpolitico@hotmail.comwww.painelpolitico.com - @painelpolitico – telefones 3225-7495 e 9248-8911.

Painel Político : Painel político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 02/06/2011 18:38:00

Cadeiras
Orlando Ramires é o novo secretário de Saúde do Estado de Rondônia. Ele assume a pasta no lugar de Alexandre Muller, que desde que foi nomeado não mostrou a que veio. Há tempos que as relações entre Muller e seu adjunto, José Batista estavam azedas e essa mudança já era esperada. Orlando Ramires estava como assessor especial da Sesau. O decreto de exoneração de Muller seguiu nesta quinta-feira para o Diário Oficial. A posse de Ramires deve acontecer na segunda-feira, quando o governador retorna de Brasília.
Parêntese
Confúcio Moura está em Brasília e se reuniu nesta quinta-feira com a presidente Dilma Roussef para tratar de uma série de assuntos referentes à Rondônia. Entre os temas estaria a transposição.
Cadeiras
Outro que deixou o cargo, mas porque pediu para sair foi Josenildo Jacinto Nascimento, que era secretário-adjunto da Secretaria de Desenvolvimento Ambiental. Rumores revelam que Josenildo “estava cansado da bagunça” e pediu exoneração. O governo estuda uma nova colocação para o ex-secretário. Em seu lugar assumiu Francisco Sales, que é engenheiro agrônomo e representava a SEDAM em Machadinho do Oeste.
Quase fora
Vicente Moura, também conhecido como Vicente Cambuquira, atual coordenador geral de apoio à governadoria, deve sair nas próximas semanas. Sua situação no cargo está insustentável e ele ainda não saiu por falta da definição do nome de seu substituto. Confúcio está com uma lista, mas ainda não fechou.
Outra
Carla Ito, secretária-adjunta de Administração deve sair na próxima semana, quando Confúcio retornar de Brasília.
Dia de jogo
Dados da delegacia especializada em crimes contra a mulher revelam um dado curioso e preocupante, o número de agressões aumenta em dias de jogos de futebol, quartas e domingos. Ou seja, a mulher apanha se o time perde ou ganha.
Violência
Neste ano assistimos a diversos casos de violência contra a mulher e os agressores estão cada vez mais brutais. Eles chegaram a conclusão que é menos complicado responder por homicídio que por agressão. Em Vilhena uma jovem de 18 anos foi morta por um ex-namorado com seis tiros. Mais recentemente o Brasil ficou chocado com a sessão de tortura a qual uma adolescente de 16 anos foi submetida por seu companheiro, que está foragido. Ela morreu por complicações das mais de 12 horas de surra que levou.
Bebidas
Autoridades já identificaram que um dos fatores que mais influenciam na violência doméstica é o consumo de bebidas e aqui em Porto Velho foi encaminhado para a Câmara de Vereadores um projeto de autoria da Secretaria de Defesa, visando colocar limite nos horários de venda de bebidas alcoólicas nos pontos considerados mais complicados.
É certo
Que se depender apenas dos vereadores esse projeto dificilmente será aprovado. Mas entidades religiosas e ligadas à defesa das mulheres estão se organizando para pressionar e prometem fazer barulho. Se os vereadores acharam complicado lidar com os mototaxistas, imagine a zuada que vai ser quando reunirem-se pastores e mulheres na porta da Câmara pedindo a aprovação de tal projeto.
Menos vagas
O Ministério da Educação suspendeu cerca de 11 mil vagas de 136 cursos de direito que tiveram resultados insatisfatórios em avaliações da pasta. A medida, publicada no "Diário Oficial da União" desta quinta-feira, que receberam notas 1 e 2, em uma escala de 1 a 5, no CPC (Conceito Preliminar de Curso). Em Rondônia a FARO teve nota 1,51 e por isso vai sofrer redução na quantidade de vagas. A medida vale para o próximo vestibular da instituição e os alunos que estão matriculados e estudando não são afetados. A FARO pode recorrer ao MEC nos próximos 30 dias.
Atenção
Não recebe em hipótese alguma cédulas de Real manchadas de tinta rosa ou vermelha. Essas notas estão sem validade desde quarta-feira (01) e o Banco Central não vai ressarcir o dono do dinheiro danificado. É que como virou moda arrombar caixas eletrônicos e muitas cédulas danificadas pelo dispositivo de segurança continuavam em circulação e o sistema bancário não perde nunca, eles decidiram que o prejuízo deve ser repassado a quem recebe o dinheiro manchado.
Como agir
No caso de saque em terminal eletrônico, a pessoa que se deparar com uma cédula marcada deve retirar um extrato imediatamente para comprovar o saque e se dirigir ao banco para fazer a reclamação. Se a questão não for resolvida, ou se o saque for feito fora do expediente bancário, o cidadão deve registrar um boletim de ocorrência e apresentar os documentos à instituição financeira assim que possível para receber uma nota válida, segundo o Banco Central. A norma do BC só prevê ressarcimento para os bancos. Claro.
Golpe
Já que o assunto é segurança, vale lembrar que as instituições bancárias não enviam e-mail aos clientes. Diariamente PAINEL POLÍTICO recebe pelo menos três e-mails pedindo “atualização de segurança” de bancos como Santander, Bradesco e Caixa Econômica. Se você clicar para abrir esse e-mail, certamente seu computador será infectado por algum vírus. Entre em contato com seu banco e denuncie a fraude.
Registro
Nesta quinta-feira, 02, o jornalista Eliânio Nascimento, que também é advogado, completa 42 anos. Ele é editor do site Rondoniagora.com.
Fim do plástico
A Receita Federal informou que a partir da próxima segunda-feira (6) deixará de emitir o cartão CPF em formato plástico, e passará a emitir, somente, o comprovante de inscrição ou impresso a partir da página na internet. O comprovante é gerado na solicitação junto ao Banco do Brasil, Correios ou Caixa Econômica Federal. A Receita informou que órgãos públicos e empresas não devem solicitar ao cidadão a apresentação do cartão do CPF em formato plástico. A comprovação, segundo a Receita, pode ser feita por outros documentos, como carteira de identidade, Carteira Nacional de Habilitação, Carteira de Trabalho, carteira de identidade profissional, carteiras funcionais emitidas por órgãos públicos, cartão magnético de movimentação de conta corrente bancária, talonário de cheque bancário ou outros documentos de acesso a serviços de saúde pública, de assistência social ou a serviços previdenciários, desde que conste neles o número de inscrição no CPF.
Chegando perto
Cientistas australianos do Instituto de Pesquisa Médica Garvan, em Sydney, conseguiram identificar uma molécula responsável por fazer com que o câncer de mama do tipo basal, um dos mais agressivos, cresça e se espalhe pelo organismo. A descoberta, que foi divulgada na publicação científica internacional Cancer Research, pode ajudar a desenvolver medicamentos capazes de diminuir o tumor, facilitando o tratamento da doença. O pesquisador Alex Swarbrick diz que encontrar um medicamento para este tipo de câncer é uma prioridade. O tumor do tipo basal tem células que se assemelham às células musculares normais da mama. E, segundo Swarbrick, não pode ser tratado com os mesmos medicamentos utilizados em outros casos de câncer de mama. As células do câncer, segundo o estudo, criam as condições para sua própria sobrevivência comunicando suas necessidades para as células saudáveis que as rodeiam. A molécula "porco-espinho", que tem esse nome por causa de sua aparência espinhosa, contribui com essa comunicação, transmitindo sinais bioquímicos entre as células cancerígenas e as saudáveis do organismo.

Painel Político : Painel político
Enviado por alexandre em 01/06/2011 21:14:27

Contestando

O senador Ivo Cassol enviou nota através de sua assessoria informando que deve mesmo se afastar durante alguns meses de seu mandato em Brasília. Abaixo a íntegra da nota:

Resposta à coluna Painel Político

O colunista Alan Alex em sua coluna "Painel Político" divulgou que "estou tranquilo, sabendo que é questão de tempo a perda de meu mandato". Tal afirmação está parcialmente correta: estou realmente tranquilo no exercício de meu mandato de senador conferido pela população de Rondônia, um reconhecimento ao meu trabalho como governador por dois mandatos. Fui eleito para representar o estado no Senado e assim tenho pautado minhas ações nesta Casa, ciente das armadilhas jurídicas preparadas pelos meus adversários políticos que nunca aceitaram as vitórias que obtive legalmente nas urnas, diferente de outros candidatos.

Sou inocente e acredito na Justiça, tanto que fui absolvido de todas as acusações recebidas, e assim continuarei procedendo, apelando até a última instância da Lei se for preciso.

Pretendo realmente me afastar por alguns meses do Senado, mas por vontade própria - conforme prevê o Regimento Interno, única e exclusivamente com o objetivo de montar a estrutura partidária de meu partido, o PP, em todos os 52 municípios de Rondônia visando às próximas eleições, o que seria impossível exercendo meu mandato comparecendo a todas as seções da Casa sem nenhuma falta, conversando com deputados, senadores e ministros para defender os interesses da população que me elegeu, como fiz até hoje. Ir às ultimas instâncias para defender meu mandato seria no mínimo demonstrar respeito aos meus eleitores e aos votos que recebi.

Àqueles que estão à espreita de que eu perca meu mandato, aconselho a irem trabalhar honestamente em benefício do povo de Rondônia. Quem sabe nas próximas eleições consigam o que Deus e a população meu concedeu: a graça e a honra de defender o meu estado e o meu povo, mesmo que eventualmente tenha "gritar e bater na mesa".

Ivo Cassol – Senador

Publicidade

Chama-se DPZ o nome da agência de publicidade que deve vencer a licitação do governo do Estado, prevista para acontecer nesta quinta-feira. O certame que inicialmente estava previsto para a última terça-feira, teria sido adiado porque representantes da agência não conseguiriam chegar à tempo em Porto Velho. Por isso, acharam uma brecha para o adiamento.

Claro

Que essa informação vai ser negada pelo governo, assim como vão negar viagens e convites feitos à membros do primeiro escalão que estiveram recentemente em São Paulo tratando desse assunto. Passagens foram pagas pela DPZ, assim como hospedagens e “custos de permanência” na terra da garoa.

Enrosco

Atualmente a publicidade governista vem sendo mantida através de um contrato emergencial, que está sendo esmiuçado pelo Ministério Público e Tribunal de Contas. Aparentemente está vigorando sob o manto da legalidade, mas em breve devem concluir que não existe emergência para propaganda. E aí que a porca vai torcer o rabo, porque lá pelo Palácio, ninguém se dispôs ainda a assumir tamanha responsabilidade. Até porque foi a publicidade a responsável pelos maiores problemas que o peemedebista Valdir Raupp teve durante seu governo em Rondônia. Os erros já são conhecidos, mas parece que a turma gosta mesmo é do errado.

Aqui não

Vicente Cambuquira, o responsável pelo cancelamento do contrato de publicidade e outras trapalhadas, recebeu dia desses um cidadão em seu gabinete que tinha sido enviado por Francisco de Assis, cunhado do governador, para ser nomeado em alguma função comissionada. Cambuquira, ao receber o rapaz, disse-lhe, “eu só recebo ordens do senhor Confúcio Moura, essa pessoa que o senhor está se referindo, não sei quem é, e mesmo se soubesse, aqui quem manda, depois do governador, sou eu”.

Claro

Que o rapaz foi embora sem ser atendido e o “primeiro cunhado” ficou em maus lençóis com seu apadrinhado.

“Dedo-duro”

O vereador Marcelo Reis aprovou uma alteração no Código de Postura do município que obriga a identificação do cidadão que acionar a Polícia Ambiental para reclamar do barulho feito por bares e estabelecimentos que costumam brindar os vizinhos com estilos musicais de gosto duvidosos. Traduzindo, a barulheira está liberada porque ninguém vai mais reclamar, já que as pessoas temem retaliações.

Pífia

Esse projeto na verdade beneficia apenas os proprietários dos inferninhos, já que a população não ganha em nada com isso. E a lei também vai na contramão do que vem ocorrendo no restante do país, que é exatamente proteger os denunciantes para evitar retaliações. Agora resta torcer para que o prefeito vete essa insanidade.

Silêncio

Até hoje o senador Acir Gurgacz, cacique do PDT no Estado, não se manifestou sobre o caso envolvendo o vereador de seu partido, Chico Caçula, que foi condenado a seis anos de prisão por manter relações sexuais com uma menina de 13 anos.

Volta

É grande a probabilidade de retorno de Mário Sérgio para a Câmara. Atualmente ele ocupa a direção da Emdur e por causa da condenação de Caçula, que é seu suplente, ele deve retornar ao cargo.

Ameaças

O deputado Lebrão demonstrou mais uma vez seu despreparo para lidar com situações que exigem o bom senso e o respeito. Nervoso porque seu irmão foi preso pela Polícia Federal em uma operação que teve repercussão nacional, telefonou para o jornalista Gerson Costa do Rondoniagora, fez diversas ameaças e usou palavras de baixo calão em seus impropérios. O deputado precisa rever suas atitudes e aprender a respeitar o trabalho da imprensa.

Elogios

Palestrantes que estiveram em Porto Velho para o II Seminário de Direito Eleitoral promovido pelo IDERO, como o senador Pedro Taques, teceram elogios ao instituto rondoniense e ele chegou inclusive a ressaltar, durante o jantar após o encerramento, que ficou gratificado pelo fato de Rondônia estar discutindo a reforma eleitoral, enquanto o tema vem sendo deixado de lado em outros estados.

Doações

Após o sucesso do evento, o IDERO doou para entidades filantrópicas, cerca de quatro toneladas de alimentos arrecadados nas inscrições.

Moral

O deputado Moreira Mendes gravou na tarde desta quarta-feira uma entrevista ao programa Espaço Aberto, da Globonews com o jornalista Alexandre Garcia. O programa será exibido nesta quarta-feira, às 21 horas (horário de Brasília).

Assumiu

Vagner Boscato assumiu nesta quarta-feira a coordenadoria de Indústria e Comércio do governo do Estado. A posse foi na manhã desta quarta-feira, na Secretaria de Desenvolvimento Social.

Perigo capilar

A Sociedade Britânica de Tricologia pediu a proibição do alongamento capilar, o mega hair, devido ao dano que estes alongamentos trariam aos cabelos. Segundo os especialistas estes alongamentos, que usam cola para juntar os fios de cabelo originais aos fios mais longos, deveriam ser proibido pois, ao fazer a ligação, o processo causa alopecia por tração, o que arranca os fios de cabelo pela raiz gerando espaços sem cabelos no couro cabeludo. O problema pode continuar se espalhando mesmo depois da paciente fazer tratamento e os danos podem ser irreversíveis. Um dos mais famosos especialistas em cabelos da Grã-Bretanha afirmou que houve um aumento no número de mulheres que procuram ajuda devido aos danos causados pelo mega hair. De acordo com Steve O'Brien, do Centro de Tricologia de Londres, houve um aumento de 15% destes pedidos de ajuda nos últimos dois anos e isto se deve ao uso de cola no alongamento capilar. O tricologista afirma ainda que há dois anos o centro recebia cerca de 30 pessoas por mês, mas que agora esse número subiu para 50. A procura está aumentando e o número de consultas relativas a este procedimento também tem aumentado. Steve O'Brien diz que o fato de celebridades usarem os alongamentos e fazerem parecer muito fácil conseguir cabelos longos piora ainda mais a situação.

Painel Político : Painel político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 31/05/2011 18:12:58

Tranqüilo
O senador Ivo Cassol sabe que é questão de tempo a perda de seu mandato no Senado em função de ações judiciais que estão “na biqueira”. Apesar de ter conseguido passar por todas as tempestades durante seu mandato como governador, o italiano não anda muito disposto ao confronto. À interlocutores próximos já declarou que, caso a justiça determine seu afastamento, fará isso sem pestanejar. Disse que não quer “repetir a história de Expedito Júnior”.
Diferenças
Expedito Gonçalves Ferreira Júnior era senador e teve o mandato cassado devido a acusações de compra de voto. Esgotou todos os recursos até que no final do terceiro ano de seu mandato foi derrotado e perdeu o cargo para Acir Gurgacz. Mas Expedito, ao contrário de Cassol, tem um grande carisma e tem vasta experiência no legislativo. Ivo sempre foi Executivo e a diferença principal entre um e outro é o poder de argumentar, de convencer. E isso Expedito faz com maestria.
Já Cassol
É bom em mandar e delegar tarefas. Por isso o italiano anda sorumbático nos corredores do Senado. Por lá gritar e bater na mesa não funciona. O que resolve é a conversa e o poder de articulação. Isso sobra em Expedito e falta em Cassol. Tem ainda o fator financeiro. Quem conhece Ivo Cassol sabe que ele briga por um centavo com a mesma determinação que luta por um milhão. A confusão é a mesma. Quem conviveu com o italiano diz que se alguém quiser perder a amizade de Ivo é só lhe pedir dinheiro.
Daí
Qualquer advogado do País sabe que dinheiro é uma coisa que não faz falta nos cofres de Cassol. Mas ele não está com vontade de gastar uma fortuna com advogados. Já disse que se for o caso, sai antes da sentença, entrega o cargo para seu pai, Reditário Cassol (que é seu suplente), e se o patriarca quiser brigar, que custeie de seu bolso, porque do bolso de Ivo Cassol não sai “uma cibalena” sequer para uma batalha que ele sabe, está perdida.
Observando
De longe está Fátima Cleide e a companheirada do PT. Ela é quem assume com a saída de Ivo Cassol.
Explicando
O vereador Chico Caçula é suplente de Mário Sérgio, atual presidente da Empresa de Desenvolvimento Urbano - EMDUR. Caçula foi condenado a seis anos de prisão por ter mantido relações sexuais com uma menina de 13 anos e teria pago com um celular. Depois continuou com o relacionamento, até que a criança engravidou. Aí ele, junto com a tia da menina, a induziram a fazer aborto. A tia foi condenada a sete anos de prisão.
Maneiras
De acordo com a legislação vigente no Brasil, Chico Caçula não pode ser cassado pela Câmara. Para que isso ocorra é necessário que a sentença tenha transitado em julgado, ou seja, que não existam possibilidade de recurso, o que ainda vai demorar. Mesmo que a Câmara resolva tomar seu mandato, ele voltará pelas mãos do Judiciário. Parece injusto. E é. Mas é o que determina a lei e se a lei diz que é assim, terá que ser dessa forma.
Mas
Mário Sérgio poderia voltar para a Câmara. O rapaz já está há muito tempo na Emdur, e apesar do trabalho elogiável que vem desenvolvendo, esse seria um bom momento para voltar ao legislativo. A sociedade agradeceria esse gesto. Com o retorno de Mário Sérgio, Chico Caçula sairia da Câmara. Essa é a alternativa mais rápida, como representante do povo ele não pode ficar. Não merece. Quebrou a confiança depositada pela sociedade. Sua permanência é uma afronta às famílias e entidades que lutam contra a exploração de crianças e adolescentes.
Além do mais
O povo brasileiro está cansado dessas chicanas judiciais, desse descaso, dessa impunidade.
Por isso
Mário Sérgio precisa voltar para a Câmara. Uma outra boa razão para isso é que a esposa do vereador está para ganhar bebê e ficando na Emdur, não sobra tempo para a mulher e filho que está à caminho. Por isso, volta para a Câmara Mário Sérgio. Nos livre desse Chico Caçula. Faça esse favor à Porto Velho, afinal você é quem foi eleito e não Chico Caçula. Esse aí é um presente de grego que ninguém quer.
Sucessão
Agnaldo Muniz deve lançar seu nome para disputar a prefeitura de Porto Velho em 2012. Ele foi candidato em 2010 ao Senado e sua votação na capital foi expressiva. Ele acha que dá.
Perrengue
Roberto Sobrinho tem andado aperreado com o inferno astral que vem tomando conta de seus últimos meses de administração. Com raras exceções, o secretariado de Roberto não serve para nada. Ele não soube escolher grande parte de sua equipe, privilegiou amigos que não tem a menor idéia de como funciona a máquina pública e suas duas gestões foram caóticas. Apesar disso, ele goza de grande popularidade entre as camadas mais baixas, graças a ações populistas que ele tanto criticava nas gestões anteriores a sua, como asfalto e reforma de praças. E os erros de seus antecessores também vêm sendo repetidos por ele.
Enxurrada
Nos próximos meses, devem começar a sair as primeiras sentenças de dezenas de ações movidas pelo Ministério Público contra a gestão de Roberto. Se ele acha que a coisa está ruim agora, é bom se preparar. Vai ficar muito pior.
Paralisação
Na próxima terça-feira servidores do Tribunal de Justiça se reúnem em assembléia para decidir se fazem uma paralisação a partir do dia 13. Eles reivindicam o encaminhamento para a Assembleia Legislativa do reajuste de salários que não serão repassados a eles, incluindo os 6% anunciados pelo governo recentemente.
Transposição
Nesta sexta-feira está marcada uma reunião entre sindicatos que querem enviar uma caravana à Brasília para pressionar a Casa Civil, afim de que seja assinado o quanto antes o decreto da transposição. Uma corrente defende a ida da caravana e outra defende que a pressão seja feita sobre os parlamentares rondonienses aqui no Estado. E faz sentido. Em Brasília os manifestantes não vão conseguir chegar nem perto da Casa Civil.
Bancada
Os sindicatos precisam fazer pressão sobre o senador Valdir Raupp. Se tem alguém que pode resolver esse problema é ele, que é presidente nacional do PMDB e está com toda a moral em Brasília. Ir para a Capital Federal em caravana é jogar dinheiro fora e os efeitos são nulos. A presidência ignora manifestações que reúnem 15, 20 mil pessoas. Imagine uma manifestação com 150, 200 pessoas.
Seis milhões
É o número de pessoas que morrerão este ano vítimas do tabaco, incluindo 600 mil não fumantes, porque os governos não estão fazendo o suficiente para persuadir as pessoas a deixar de fumar ou proteger outras da fumaça, disse na terça-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS). Como frequentemente há um período de muitos anos entre o momento em que as pessoas começam a fumar e o momento em que isso afeta sua saúde, a epidemia de doenças e mortes relacionadas ao tabagismo apenas começou, disse a OMS. Mas até 2030 é possível que o número de mortes por ano chegue a 8 milhões. O tabaco mata até metade de seus usuários e é descrito pela OMS como "uma das maiores ameaças à saúde pública que o mundo já enfrentou". O fumo causa câncer do pulmão, que frequentemente é fatal, e outras doenças respiratórias crônicas. Também é um importante fator de risco para doenças cardiovasculares, a maior causa de morte no mundo. A OMS disse que o fumo é um dos maiores fatores que contribuem para uma epidemia mundial de doenças crônicas, como ataques cardíacos, derrames cerebrais, câncer e enfisema, que respondem por 63 por cento de todas as mortes no mundo, quase 80 por cento das quais ocorrem em países mais pobres.
Contatos
Contatos com a coluna podem ser feitos pelo alan.alex@gmail.compainelpolitico@hotmail.comwww.painelpolitico.com - @painelpolitico – telefones 3225-7495 e 9248-8911.

« 1 ... 167 168 169 (170) 171 172 173 ... 175 »