Painel Político - Marcos Rocha poderia ter vetado o repasse para a imprensa, mas não fez, vetou o PCCS do agentes - Notícias
(1) 2 3 4 ... 179 »
Painel Político : Marcos Rocha poderia ter vetado o repasse para a imprensa, mas não fez, vetou o PCCS do agentes
Enviado por alexandre em 16/01/2019 00:41:39

E ainda, nunca os deputados foram tão necessários. Parlamento será a principal linha de defesa dos servidores públicos, produtores e sociedade contra medidas que possam ser arbitrárias do governo de Marcos Rocha e sua equipe
Independência

Os deputados estaduais que iniciam a legislatura em 1 de fevereiro terão um enorme desafio e devem exercer seu papel com responsabilidade, e acima de tudo, não pedir nada ao governo. E quando digo “nada” é nada mesmo, nem cargos nem liberação de emendas, nem favores de nenhuma espécie, para que possam garantir a independência do poder Legislativo. Caso eles não façam isso, a sociedade corre o risco de amargar quatro anos com ações truculentas e totalmente descabidas, como foram os vetos do governador Marcos Rocha (PSL) a uma série de despesas que já estavam previstas no orçamento de 2019, como o PCCS dos agentes penitenciários e a criação do Instituto de Terras de Rondônia (ITERON).
A justificativa

É que ele precisa ver primeiro a situação para poder decidir. Mas, onde ele estava mesmo durante a transição que não viu isso? O governador, através do Facebook, resolveu chamar todo mundo que notícia qualquer coisa que ele discorde, de mentiroso. Aproveitou para tentar justificar o pagamento de diárias para sua esposa, em uma viagem onde ela não deveria ter recebido. Disse que “não sabia” e só “descobriu quando estava lá”. E claro, que “tudo está dentro da legalidade”.
Aliados, ‘pero no mucho’

O governador gosta de repetir que foi eleito sem ajuda de ninguém, e considera isso um grande feito. Queixas de que virou às costas a companheiros de primeira hora pipocam em vídeos e áudios que circulam nos grupos de Whatsapp por todo o Estado, criando a impressão que não foi bem assim. Mas, isso é um problema dele com seus aliados, o mais importante é que ele dê início ao que de fato interessa à população, reformas, geração de emprego e fortalecimento do setor produtivo.
Não reduziu não

Em seu desabafo, Rocha alegou que “vai reduzir o quadro de comissionados, pois é isso que a população espera dele”. O problema é que o Diário Oficial mostra outra coisa. Rocha já nomeou pelo menos 1 mil pessoas em cargos comissionados, contrariando seu discurso de “mudança”. Também rasgou o compromisso que havia feito com setores da segurança pública, incluindo os agentes penitenciários.
Receita para economizar

Que o Estado precisa ser gerenciado com responsabilidade, isso é um fato, mas temos uma população carcerária gigantesca que não pode ser ignorada e precisa ser vigiada. Quando era secretário de Justiça, Rocha concedia entrevistas falando que não tinha recursos, não tinha como resolver os problemas. O governador poderia começar cancelando os contratos de alimentação com presídios e implantar uma cozinha industrial no sistema, com mão de obra dos próprios presos, só aí sobraria fácil cerca de R$ 11 milhões por ano apenas com os presídios de Porto Velho. Esses aí são os gastos que poderiam ser reduzidos a apenas R$ 3 milhões, para todas as unidades, caso fosse montada uma cozinha industrial do próprio presídio, e poderiam cair ainda mais, se a colônia agrícola de fato fosse agrícola.

Socioeducativo: R$ 2.264.680,80 / Edvan Mariano: R$ 3.950.489,45 / Enio pinheiro: R$ 3.280.551,98 / Milton soares: R$ 1.289.886,00
Papel dos deputados

Historicamente os deputados costumam fazer um “toma-lá-dá-cá” com o governo de plantão. Legislaturas anteriores aprontaram todo tipo de lambança, do loteamento de cargos no governo a recebimento de propina em dinheiro. Mas a atual legislatura vai passar por um controle maior. Em tempos de redes sociais, fica mais difícil esconder as traquinagens. Os deputados precisarão garantir sua independência para poder fazer aquilo para o qual foram eleitos, legislar e fiscalizar os atos do governo. É necessário que o legislativo passe a protagonizar o cenário político, trabalhando em sintonia com o governo quando for o caso, e impedindo desmandos e uso indiscriminado da máquina em ações nada republicanas, como o grampo ilegal em telefones de autoridades, conforme boatos que já circulam.
Brainstorm coisa nenhuma

Marcos Rocha disse que, “em reunião com seu grupo de assessores, fizeram uma ‘brainstorm’ que foi de onde surgiu a idéia de usar o prédio da Assembléia (o antigo) como uma extensão do Pronto Socorro João Paulo II. Mas, pera lá. Essa idéia foi minha (minha mesmo, Alan Alex), em conversa no gabinete do deputado Cleiton Roque, que desconhecia o fato de que naquele prédio funcionou um hospital no passado, que depois virou Assembleia, portanto poderia ser novamente adaptado para uma unidade de extensão do JPII. O deputado gostou da idéia, comentou com Maurão de Carvalho, que comentou com Daniel Pereira e esse por sua vez, me ligou para cumprimentar pela idéia, que chegou a ser divulgada pela própria Assembleia. Dias depois, em conversa com Daniel Pereira ele me disse que a proposta era viável, mas a possibilidade seria remota de acontecer ainda em sua gestão.
Corte, mas corte mesmo!

O governador disse ainda em seu desabafo que “pretende cortar despesas”. Ele poderia começar cortando a verba de publicidade da TV Rondônia, TV Allamanda, TV Meridional, SIC TV, e REDE TV!. Seria uma economia fantástica e os cofres públicos agradecem. Enquanto ele não rever essa questão do pagamento de publicidade para estes veículos de comunicação, todo o resto será papo furado.
Vai ser difícil

Helena Campanari, chefe do cerimonial do governo é mulher de Antônio Campanari que vem a ser o diretor da TV Rondônia. Eles são pais do advogado Richard Campanari, conselheiro do governador, que por sua vez é sócio de Érika Gerhardt, adjunta da Casa Civil. Entenderam quem é a “mídia lixo” que recebe dinheiro público? Entenderam porque os sites, que cobram a tão propalada honestidade do governador são considerados por ele como “jornalecos que só pregam mentiras”?
Enquanto isso

Jair Bolsonaro flexibiliza a posse de armas no Brasil. Mas, antes de sair comemorando é bom saber quanto custa ter um revólver daqueles bem chinfrim. Vai ter que vender um rim pra comprar. Quer saber quanto é? CLICA AQUI.
Pré-eclâmpsia associada a risco de AVC: AAS pode ajudar

A pré-eclâmpsia e outras formas de hipertensão gestacional aumentam o risco de acidente vascular cerebral (AVC) para a mulher, o que pode ser reduzido com o uso regular de ácido acetilsalicílico (AAS), sugere novo estudo. “Mulheres com alto risco de pré-eclâmpsia são tratadas com ácido acetilsalicílico durante a gestação e nós sabemos que isto diminui o risco desta complicação, mas o AAS costuma ser suspenso após o parto. Ainda não temos resposta se o medicamento deve ser mantido para estas mulheres”, disse ao Medscape a primeira autora do estudo, Dra. Eliza C. Miller, médica da Columbia University Mailman School of Public Health, na cidade de Nova York. “Este estudo não responde a esta questão, mas nós demonstramos alguns achados interessantes e sugestivos”, disse a pesquisadora. “Observamos uma tendência de benefício do ácido acetilsalicílico para as mulheres com hipertensão gestacional neste estudo, mas o efeito não foi significativo no grupo inteiro. Entretanto, mulheres entre 40 e 50 anos de idade tiveram o maior benefício e o efeito foi significativo nesta faixa etária. É possível que o efeito esmaeça à medida que a mulher envelhece”. No entanto, a médica advertiu que, por este estudo ser observacional, os dados devem ser considerados preliminares. “Não podemos fazer recomendações definitivas do tratamento regular com ácido acetilsalicílico das mulheres com história de hipertensão gestacional com base nestes dados, mas me parece que devemos levá-los em consideração ao avaliarmos o risco de doença cardiovascular e de acidente vascular cerebral nestas mulheres”.

Painel Político : Sobre a candidatura de Eyder Brasil: “Ele terá dois votos, o dele e o do Lebrão”
Enviado por alexandre em 10/01/2019 20:02:55

Deputados se irritam com intrusão do governo na eleição da Mesa Diretora da Assembléia. Relatório da SESDEC podia ter sido usado para cancelar contrato milionário com a TB Serviços, mas foi ignorado. OAB não reajustou anuidade
Alone

“Ele terá dois votos, o dele e o do Lebrão”, a fala é de um deputado novato sobre a candidatura de Eyder Brasil para a presidência da Assembleia Legislativa “com apoio de Marcos Rocha” (que não foi oficializado pelo governador). Eyder passou o dia compartilhando mensagens de apoiadores de sua candidatura em seu perfil no Facebook. Em uma delas, ele chama os colegas de “ratos”. Se a idéia era conseguir votos, realmente ele está no caminho errado.
Emergência

E a quarta-feira está sendo agitada na Assembleia. Deputados passaram o dia entrando e saindo de reuniões para tratar da eleição da Mesa. Alguns que estavam no interior foram chamados “com emergência” por emissários de Brasil. Nos corredores, fala-se em propostas de “40 cargos no governo” para cada um que der apoio à candidatura do único deputado estadual do PSL. Para quem foi eleito falando em “moralidade”, a contradição é gritante. Se de fato for isso que estiver acontecendo, é vergonhoso.
Sem reajuste

A OAB de Rondônia foi uma das poucas seccionais do país que não deu reajuste na anuidade. Os boletos já estão sendo emitidos com os mesmos valores de 2016. Quem pagar até o dia 10/01 tem 15% de desconto na anuidade.
Falando em OAB

Elton Assis, o novo presidente assumiu em 1 de janeiro sem barulho. A solenidade de posse foi discreta, e reuniu um pequeno grupo. Elton pretende implementar uma série mudanças após o fim do recesso do judiciário, dia 20/1, que é quando o “ano judicial” começa de fato.
Sem chance

O deputado federal do MBL, Kim Kataguiri, em um completo desconhecimento da independência dos poderes, ingressou no STF para obrigar a Câmara a promover o voto aberto na eleição da Mesa. Toffoli, presidente da Corte, informou em despacho que “a escolha do presidente da Câmara é um assunto interno do Legislativo” e enterrou a pataquada.
Então…

Um relatório de fiscalização da SESDEC, de março de 2018, apontou uma série de irregularidades no contrato da empresa TB Serviços (que aluga carros para o governo) que permitiam o cancelamento do contrato. Entre as irregularidades apontadas estava a falta de seguro dos veículos, o que, segundo indicou o documento, “há o risco de que, não tendo sido feito o seguro dos veículos locados nos exatos termos da previsão contratual, as obrigações apontadas nas alíneas “a”, “b”, “g” e “n” muito embora estejam sendo adimplidas pela Contratada, não se pode olvidar que esta empresa poderá pleitear, futuramente, o ressarcimento dos valores gastos na manutenção dos veículos em situações nas quais certamente o seguro cobriria, independentemente de culpa do agente público”.
CLIQUE NO BOTÃO PARA LER O RELATÓRIO
Download
Indo além

O relatório, de 15 páginas, indicou ainda uma série de faltas por parte da empresa, que era notificada formalmente, mas não corrigia as falhas. Mesmo assim, o contrato foi mantido, a nota paga e a TB segue feliz. À título de complementação da informação, o “representante” da empresa que é amigo pessoal do atual superintendente de Gestão e Gastos Públicos, Júnior Gonçalves, chama-se Geraldo Romera P S Gomes, que vem a ser filho da proprietária da empresa. Eles seguem sendo amigos. A TB segue com o contrato. E a gente segue com a conta.
Estudo genético comprova que o diabetes tipo 2 pode causar disfunção erétil

O diabetes tipo 2 pode ser um fator causal na etiologia da disfunção erétil (DE), com a resistência à insulina como provável via de mediação, sugerem resultados de uma análise de associação genômica ampla. Os dados também revelaram um locus genético relacionado com a disfunção erétil. O Dr. Bovijn Jonas, Ph.D., do Big Data Institute, na University of Oxford, no Reino Unido, e colaboradores, reuniram dados de mais de 220.000 homens provenientes de três coortes, dos quais mais de 6.000 tinham disfunção erétil. Os pesquisadores inicialmente mostraram que uma região no cromossomo 6 está associada à disfunção erétil. Sua localização sugere que este quadro seja associado à desregulação do hipotálamo. A seguir, os autores fizeram uma análise de randomização mendeliana que examinou a relação entre as mutações genéticas conhecidamente associadas, neste caso, a fatores cardiometabólicos e ao desfecho de disfunção erétil. A pesquisa, publicada on-line em 20 de dezembro no periódico American Journal of Human Genetics, mostrou que a predisposição genética ao diabetes tipo 2 aumentou o risco de disfunção erétil. Este risco foi impulsionado principalmente pela tendência à resistência à insulina .

Painel Político : Painel Político Alan Alex
Enviado por alexandre em 27/12/2018 00:58:36

Primeiro o meu

Na lista parcial de secretários, anunciada pelo governador eleito Marcos Rocha (PSL), está o nome de sua esposa, Luana, como secretária de Ação Social (porque é papel de quase toda primeira-dama) justificou o coronel que foi eleito com o compromisso de “fazer diferente”. A SEAS tem um orçamento milionário e no governo de Confúcio Moura não serviu para absolutamente nada.
Olha essa

Estava eu zapeando pela Netflix e eis que encontro uma série sobre as prisões mais perigosas do mundo, e lá estava o “Ênio Pinheiro” de Porto Velho. O apresentador gringo, se dispôs a passar uma semana no sistema prisional de Rondônia e mostrar como é a realidade dos apenados. Ele estava por aqui quando Rocha era secretário de Justiça. Duas coisas me chamaram a atenção no programa.
Duas coisas

A primeira foi a alimentação dos detentos. Lá pelo terceiro dia, o apresentador inglês Raphael Rowe acompanhou a entrega dos marmitex aos presos, e os detentos reclamaram (e com razão) da comida. Em determinada cena, um preso pega um pedaço de carne da marmita e tenta dar a um filhote de cachorro, que rejeita. É o suficiente para que todos comecem a dizer que “nem cachorro come aquilo”. Os presos então mostram que eles fazem comida em uma cozinha improvisada na própria cela. A segunda coisa que me chamou a atenção foi a fragilidade do sistema, e a percepção que todo mundo manda ali, menos os agentes penitenciários.
Ainda a comida

Semanas atrás em conversa com o presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia, desembargador Walter Waltenberg, falávamos sobre a incrível inércia do sistema em relação a alimentação dos detentos. Waltenberg disse que os presos deveriam trabalhar em uma fazenda, porque isso ajudaria na ressocialização. Concordo com ele, mas vou além. Se os presos rejeitam a comida, que é produzida em cozinhas externas, porque o Estado não implanta uma cozinha industrial no presídio, monta uma equipe com os próprios detentos e eles mesmo ficam responsáveis por isso? Qual a dificuldade? Porque o Ênio Pinheiro não tem uma horta própria? A resposta é simples, isso não dá lucro.
E o efetivo?

Agentes penitenciários estão largados à própria sorte quando saem de suas casas e vão para o presídio. Um efetivo que beira o ridículo, mostra que basta uma carreira e os detentos tomam todo o complexo, usando os agentes como reféns. Em sua curtíssima aparição no programa, Marcos Rocha se limita a dizer que nada é feito por falta de orçamento. Pois bem, veremos agora qual será a desculpa.
Um acerto

José Hélio Cysneiros Pachá no comando da Secretaria de Defesa. Oficial reconhecidamente competente em sua área, e se tiver carta branca para agir, vai conseguir resultados positivos. O maior desafio será trabalhar com orçamento apertadíssimo em 2019.
Um erro

Nomear para Sibra uma pessoa que não conhece absolutamente nada em Brasília. Nada contra a senhora que vai assumir a representação do governo na capital federal, exceto o fato de que a função exige um pré-requisito que se chama experiência. Brasília não é para amadores, e para que a representação funcione mesmo, e não seja um mero cabide de empregos, é preciso ter gente que conheça gente.
Não vai rolar

Marcos Rocha pretende estar em Brasília no dia 3 de janeiro onde quer “discutir com Bolsonaro” a dívida do Beron. O problema é que a dívida está judicializada, e a decisão é do Supremo. A dívida tem que ser paga até 2020, é o que diz a lei. O STF pode reduzir de R$ 2 bilhões para R$ 1 bi, e parcelar, mas o Estado tem que pagar. Não depende do Executivo, e se dependesse, os demais estados entrariam na briga para perdões de dívidas também. Portanto, se a pauta da viagem for apenas essa, pode ficar aqui mesmo em Rondônia.
Acharam o Queiroz

A jornalista Débora Bergamasco, do SBT, encontrou o tal motorista dos Bolsonaro, Fabrício Queiroz que concedeu entrevista ao SBT Brasil que vai ao ar na noite desta quarta-feira. Na internet, dizem que ele está apenas fazendo uma “defesa prévia” e que a entrevista, na verdade, não passa de uma “conversa de comadres”. Vamos aguardar.
Enquanto isso

Em Vitória (ES) o ex-governador e ex-senador por três mandatos pelo Espírito Santo, Gerson Camata foi assassinado no meio da rua em Vitória, com pelo menos três tiros. Um crime chocante, cuja motivação ainda não foi esclarecida. Um homem, apontado como autor dos disparos foi preso. Gerson era irmão do radialista Valdemar Camata, radicado em Ji-Paraná.
Infecções na infância podem desencadear doenças psiquiátricas

Um grande estudo populacional dinamarquês descobriu fortes evidências de uma associação entre infecção na infância, tratamento antimicrobiano e transtorno psiquiátrico subsequente. Os pesquisadores descobriram que o risco de transtorno psiquiátrico aumentou mais de 80% após internação por infecção grave. O uso de medicamentos contra a infecção, especificamente antibióticos, foi associado a risco 40% maior de transtorno psiquiátrico subsequente. “Apesar das várias limitações que impossibilitam estabelecer qualquer relação de causalidade, nossos achados sobre a relação entre as infecções e as doenças psiquiátricas em um cérebro em desenvolvimento trazem novas informações sobre a conexão entre o corpo e o cérebro”, disse ao Medscape o Dr. Ole Kohler-Forsberg, da unidade de pesquisa em psicoses do Aarhus Universitetshospital, na Dinamarca. O estudo foi publicado on-line em 05 de dezembro no periódico JAMA Psychiatry.

Painel Político : Painel Político Alan Alex
Enviado por alexandre em 21/12/2018 00:52:56

De volta ao caso do motorista

Dias Toffoli cedeu à pressão e derrubou a liminar do ministro Marco Aurélio Mello, que derrubava a prisão após condenação em segundo grau, que é inconstitucional mas está em vigor desde 2016, quando o Supremo Tribunal Federal decidiu que poderia legislar sobre cláusulas pétreas da Constituição. O mérito da questão será debatida pelo STF em abril de 2019, data marcada por Toffoli que preferiu não polemizar agora no fim do ano. Em tempo, sua decisão também é passível de discussão, tendo em vista que apenas o Pleno poderia rever a liminar de Marco Aurélio. Agora podemos falar sobre o motorista dos Bolsonaro.
“Crise de saúde”

Um atestado médico apresentado pelos advogados ao Ministério Público foi o argumento usado pelo ex-motorista de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz para não ir ao Parquet prestar esclarecimentos sobre R$ 1,2 milhão que passou pela sua conta em um período de um ano. Curioso é que os procuradores da Lava Jato, que falam pelos cotovelos por qualquer espirro que eles consideram “de corrupção”, não se manifestaram sobre a ausência de Queiroz. Posso apostar que se fosse algo ligado a qualquer legenda, que não fosse a do presidente eleito, Deltan Dallagnoll estaria esperneando no Twitter sobre o caso. E certamente uma viatura teria buscado Queiroz em casa.
Ainda sobre a prisão em segundo grau

Independente de ideologias ou vontade popular, o Supremo Tribunal Federal vem rasgando a Constituição sobre esse tema. O Artigo 5º, “LVII – ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória;” que trata da presunção de inocência é claro e qualquer interpretação contrária fere a Carta Magna. Pense que, não fosse a pressão política pela prisão do ex-presidente Lula e outros réus da Lava Jato, esse assunto sequer seria debatido. Ocorre que uma cláusula pétrea não pode, nem deve, ser questionada. Atravessamos um período turbulento de total insegurança jurídica, onde o Judiciário passou a interferir na política de forma acintosa. Procuradores fazem panfletagens, magistrados passam a se portar como tietes em redes sociais. A liminar de Marco Aurélio não soltou ninguém, mas mostra com clareza como a justiça, que deveria ser para todos, está seletiva no Brasil.
Tá difícil

Alguns membros do primeiro escalão do prefeito Hildon Chaves estão virando fregueses da polícia. Nesta quarta-feira foram presos Constantino Pessoa Chaves (proprietário da empresa Imagem Sinalização Viária), Carlos Henrique da Costa (secretário de transportes), Fábio Sartoni Vieira (adjunto de transportes), Jean Marcos Mensth (servidor), Jair Oliveira da Silva (servidor), Stainer Barbosa – (arquiteto Semtram), Nathan Mariano da Silva Júnior (engenheiro) e Sebastião Fernandes de Souza. Todos envolvidos em supostas falcatruas em um contrato milionário de “sincronização semafórica”. E o rolo começou na gestão de Hildon Chaves. Isso desmonta aquele argumento da campanha que viralizou, “conheço bandido com dois minutos de conversa”. O prefeito deve estar usando óculos escuros e não consegue enxergar à sua volta.
Não deu

O suplente do deputado estadual eleito Jair Monte (PTC), Geronildo Oliveira tentou ganhar o mandato no tapetão, atravessando um pedido de liminar para ser empossado no cargo, no lugar de Monte, que está preso após ter sido condenado em Primeiro Grau por encrencas na Operação Apocalipse. O advogado de Jair, Nelson Canedo conseguiu derrubar o pedido.
Outro

Quem também ficou fora da Assembleia foi o ex-prefeito de Pimenta Bueno, Jean Mendonça que tentava assumir vaga no lugar de Geraldo da Rondônia. Nelson Canedo também atuou neste caso e garantiu que Geraldo seja diplomado e empossado. Não cabe recurso da decisão, tomada pelo Pleno do Tribunal Superior Eleitoral nesta quarta-feira.
Confusão no CNJ

Uma desavença entre o presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia, Walter Waltenberg e o promotor de Justiça Geraldo Henrique foi parar no Conselho Nacional de Justiça e envolveu ainda o advogado e empresário Samuel Pereira, suplente de Marcos Rogério no Senado, e o pagamento de um precatório milionário. O caso ganhou força após uma denúncia de Geraldo Henrique ter sido compartilhada em grupos de Whatsapp esta semana. Se você ainda está por fora desse assunto, CLIQUE AQUI para entender direitinho.
Suplementos alimentares não previnem doenças crônicas

Embora o mercado norte-americano de suplementos nutricionais e alimentares permaneça forte ( estimam-se 41,1 bilhões de dólares em vendas em 2016 ) [1] a Academy of Nutrition and Dietetics alerta contra o uso rotineiro e indiscriminado desses suplementos . Em um artigo de opinião atualizado publicado on-line em 20 de novembro no periódico Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics, a sociedade afirmou que, embora os suplementos vitamínicos e minerais com um ou mais componentes possam beneficiar muitos norte-americanos com alimentação deficiente em micronutrientes, não há evidências científicas para justificar o uso regular na prevenção de doenças crônicas em pessoas saudáveis. Esta conclusão se baseia em revisões de evidências feitas por vários órgãos, como os National Institutes of Health, a Agency for Healthcare Research and Quality (AHRQ) e a US Preventive Services Task Force (USPSTF). Cerca de um terço dos adultos norte-americanos tomam algum suplemento multivitamínico-mineral, observaram os autores. Suplementos usados com prudência podem ajudar nas alimentações deficientes; uma análise anterior dos dados do National Health and Nutrition Examination Survey[2] mostrou que 25% a 70% dos norte-americanos têm baixa ingestão de cálcio, magnésio e vitaminas A, C, D e. Suplementos de micronutrientes podem beneficiar especificamente mulheres que pretendem engravidar ou gestantes ; bebês, principalmente em aleitamento materno ; pessoas com dependência de álcool e pessoas com degeneração macular relacionada com a idade, de acordo com a declaração da AHRQ. No entanto, o uso indiscriminado dos suplementos pode elevar o consumo de certos micronutrientes acima dos níveis máximos de ingestão toleráveis, provocando riscos à saúde, como interações medicamentosas adversas e inibição de outros micronutrientes essenciais. Embora a maioria dos usuários adultos não ultrapasse os níveis máximos tolerados, os autores alertaram que alguns podem consumir involuntariamente quantidades excessivas de ferro (9,0%), zinco (9,0%), ácido fólico (7,0%), cálcio (6,0%), magnésio (6,0%), vitamina B6 (3,5%), vitamina A (3,0%) e vitamina C (1,6%).

Painel Político : Presentão de natal para a Energisa, que comprou a Ceron com desconto de 1%, quase 30% de reajuste nas contas dos rondonienses
Enviado por alexandre em 12/12/2018 00:58:49

Não atrasa

Os servidores do poder judiciário de Rondônia estavam apreensivos com a informação que vem circulando sobre a possibilidade de um atraso nos salários de dezembro e pagamento do 13º. A informação ganhou ainda mais força após o sindicato da categoria solicitar dados sobre remanejamentos orçamentários e as datas dos pagamentos. De acordo com o sindicato, “o TJRO busca fazer um remanejamento orçamentário das contas do Fundo de Aperfeiçoamento do Judiciário – FUJU (Fonte 101) para a fonte 100, rubrica utilizada para pagamento de pessoal” e por isso, ainda segundo o sindicato, “existe sim o risco de atraso”.
Porém

O presidente do TJRO desembargador Walter Waltenberg rechaçou com veemência tal afirmação. Ele fez circular um vídeo internamento descartando essa possibilidade, “não tem nem perigo disso acontecer”, afirma o presidente.
Enquanto isso

Vocês lembram que a Energisa ganhou a Ceron do governo federal por ter concedido mísero 1% de desconto na tarifa de energia elétrica em Rondônia, no leilão que aconteceu em agosto deste ano? Pois é. Na época, falei aqui mesmo na coluna que era o maior golpe que a população do Estado tinha levado este ano. E eis que nesta terça-feira,11, a Agência Nacional de Energia Elétrica, ANEEL, autorizou um presentaço de natal para a Energisa. A partir desta quinta-feira, 13, os consumidores terão um reajuste em suas contas de de 25,34%, sendo que os clientes da Baixa Tensão (residencial e comercial) terão correção de 24,75% e os da Alta Tensão 27,12%.
Segundo a ANEEL

“O principal motivo para o aumento é o gasto com a geração de energia e com o pagamento de dívidas acumuladas com a compra de energia nos últimos dois anos, um dos itens que compõem a Parcela A, e que não são de responsabilidade da Ceron”. Na verdade tudo não passa de um tremendo engodo, daqueles que o governo adora aplicar na população. Quer mais? A Energisa quer convencer você que “foi feito um enorme favor”, porque não fosse o fantástico desconto 1,81% que ela ofertou na “compra” da Ceron, o aumento seria ainda maior, 27.15%.
Quer um conselho?

Compre tochas e velas, porque viver em Rondônia com energia elétrica vai ser impossível. Realmente, quem achava que já havíamos chegado no fundo do poço em relação ao valor das contas de energia, se enganou. Pelo jeito ainda tem muito buraco pela frente.
Sabe o que não aumentou?

A vergonha na cara. Nesta terça-feira a Polícia Federal deflagrou a Operação Ross, tendo como alvo principal o senador Aécio Neves que só não foi preso graças a indulgência do ministro Marco Aurélio Mello. Aécio, segundo as investigações, teria recebido mais de R$ 110 milhões em propinas apenas da JBS. Na eleição de 2014, na qual foi derrotado por Dilma, comprou partidos como quem compra laranja na feira, tudo pago, claro, com dinheiro sujo. “Não podemos aceitar que delações de criminosos se sobreponham aos fatos”, foi o que disse Aécio a respeito das denúncias.
Tragédia

Uma tragédia se abateu nesta terça-feira sobre a cidade de Campinas, interior de São Paulo, quando um homem armado efetuou uma série de disparos dentro da catedral da cidade, matando quatro pessoas, e suicidando-se em seguida. Outras quatro pessoas ficaram feridas. Euler Fernando Grandolpho, tinha 49 anos, sem passagens pela polícia e chegou a trabalhar como auxiliar de promotoria no Ministério Público. Foram disparados cerca de 20 tiros. Ainda não descobriram os motivos que o levaram a cometer esse ato.
Mais de 240

João de Deus, um dos médiuns mais conhecidos e reconhecidos do mundo, já foi acusado por mais de 240 mulheres (a filha entre elas) de abuso sexual. É um dos maiores escândalos, que supera, e muito, o ex-médico Roger Abdelmassih, condenado a 278 anos de prisão por 52 estupros e quatro tentativas de estupro a 39 mulheres.
Licopeno: o antioxidante que ajuda a prevenir câncer e faz bem para o coração

Você conhece o licopeno? Ele é um antioxidante vermelho como os enfeites de Natal. Além de combinar com esta época do ano, ajuda a prevenir câncer e ainda faz bem para o coração. Os molhos de tomate apresentam maior biodisponibilidade de licopeno por causa do aquecimento que rompe a parede celular e libera mais o oxidante. O licopeno é o responsável pela pigmentação vermelha. Por ser uma substância lipossolúvel tem maior absorção quando consumido junto com gordura. Está presente em alimentos de cores avermelhadas como tomate, melancia e pitanga. O licopeno, por ser um antioxidante, promove a redução do estresse oxidativo, combatendo os radicais-livres e o processo inflamatório. Só por isso, já melhora a qualidade do envelhecimento celular. Mas ele tem outras funções comprovadas que estão ligadas diretamente com o sistema cardiovascular. Para acontecer um infarto, as artérias são obstruídas por placas de gordura formadas pela oxidação do colesterol LDL. O licopeno consegue evitar essa oxidação, ou seja, previne a formação das placas e também o infarto. A redução da inflamação também melhora a qualidade dos vasos sanguíneos. Vale ressaltar que esses benefícios só são possíveis quando a pessoa tem uma alimentação equilibrada e hábitos saudáveis.

(1) 2 3 4 ... 179 »