Painel Político - Painel Político por Alan Alex - Notícias
(1) 2 3 4 ... 125 »
Painel Político : Painel Político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 29/08/2014 21:26:14

Males modernos

Na coluna anterior falamos sobre a epidemia de suicídios que vem afetando a sociedade atual, com um aumento espantoso de 1900% nos últimos anos, atingindo principalmente jovens com idades entre 15 a 24 anos. A coluna teve grande repercussão e recebemos dezenas de mensagens por termos tocado em um tema que chega a ser um tabu na sociedade, já que as famílias sofrem, e muito com a perda e muitas vezes encara como uma “vergonha” o fato de ter algum parente suicida. Essa sensação se deve, principalmente ao fato da sociedade encarar uma pessoa que se mata como um “perdedor” ou alguém “sem coragem de enfrentar os obstáculos que a vida impõe a todos”. Mas sabemos que não é bem assim, muito pelo contrário. Estudos comprovam que que quase todos os indivíduos que se suicidaram estavam padecendo de um transtorno mental. Mas outro problema também vem aumentando sistematicamente, os casos de estupro.

Menores

Por mais chocante que possa parecer, não são as “mulheres boazudas de roupas provocantes” as principais vítimas de estupro no Brasil, são as crianças. Uma radiografia segundo os dados da Saúde divulgados pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) no final do mês passado, demonstram que 50,7% das vítimas de estupro no Brasil têm até 13 anos de idade. Os adolescentes (entre 14 e 17 anos) são vítimas em 19,4% dos casos. As estatísticas revelam o perfil das vítimas baseadas nas notificações feitas ao Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação)  em 2011 e demonstram que mais de 70% dos estupros vitimizaram crianças. Ainda de acordo com a pesquisa, 88,5% das vítimas eram do sexo feminino, 51% de cor preta ou parda e apenas 12% eram ou haviam sido casadas anteriormente.

Agressores

Em relação ao agressor das vítimas até 13 anos, 24,1% são os próprios pais ou padrastos e 32,2% são amigos ou conhecidos da vítima. O estuprador desconhecido é maioria conforme a idade da vida aumenta. O indivíduo desconhecido passa a configurar paulatinamente como principal autor do estupro à medida que a idade da vítima aumenta. Na fase adulta, este responde por 60,5 % dos casos. No geral, 70 % dos estupros são cometidos por parentes, namorados ou amigos/conhecidos da vítima.

Suporte

Inexplicável, contudo, é o fato de indivíduos com menor escolaridade sofrerem um tratamento diferenciado no SUS, o que revela uma desigualdade incompatível com o princípio da universalidade e isonomia do sistema. Outro ponto que merece ser salientado diz respeito à menor chance de tratamento por residentes em regiões rurais, o que deve estar refletindo as mais escassas condições de oferta qualificada de serviços públicos nessas regiões.

Por fim, acerca da probabilidade de a vítima ser encaminhada a outros órgãos públicos, como polícia, ministério público e outros, chama atenção o resultado em que se o agressor foi cônjuge ou namorado, tais chances diminuem 45% em relação aos casos nos quais o perpetrador é conhecido, embora sem relação de parentesco. Como nas situações que envolvem indivíduos adultos essa é uma decisão pessoal, não há qualquer necessidade de o sistema de saúde fazer tal denúncia.

Apoio zero

Rondônia pode ser considerada “terra de ninguém” no quesito apoio a vítima de violência, estupros e apoios psicológicos, como os Centro de Apoio à Vida (CVV). Apenas Porto Velho conta com delegacia especializada em crimes contra a mulher, e mesmo assim atende em horário comercial. O atendimento à vítimas de estupro é feito na central de polícia, e na maioria das vezes as vítimas contam com o apoio de próprios policiais, que não tem preparo adequado, o fazem por solidariedade à condição da própria vítima. O CVV é uma entidade que existe no Brasil há 51 anos, e na regiçao Norte só tem unidades no Pará e Amapá.

Utilidade

Porém, se você precisar de algum apoio psicológico, o CVV mantém plantão 24 horas na internet, com suporte via Skype, Chat ou e-mail. O endereço da entidade na web é www.cvv.org.br, no facebook é https://www.facebook.com/cvv141 e no Twitter https://twitter.com/cvv141oficial. O CVV também distribui uma cartilha on-line intitulada “Falando abertamente sobre suicídio”, que pode ser baixada neste endereço http://www.cvv.org.br/images/stories/saibamais/falando_abertamente_sobre_suicidio.pdf

Drama

Casos complicados também são os que envolvem mulheres estupradas por amigos ou pessoas próximas. E não são poucos os casos, o problema é que a maioria não é relatado, ou por vergonha ou por medo. E os números são aterradores. A cada hora, 16 mulheres enfrentam estupradores; Uma mulher é estuprada a cada seis minutos; A cada 18 segundos uma mulher é espancada; Desde 1974, a taxa de agressões contra as mulheres jovens (idades 20-24) saltou 50 por cento; Três em cada quatro mulheres serão vítimas de pelo menos um crime de violência durante a sua vida; Apenas 50 por cento dos estupros são comunicados e nunca daqueles relatados, inferior a 40 por cento irá resultar em prisões; Uma em cada sete mulheres atualmente cursando faculdade foi estuprada; As mulheres jovens entre 16 e 19 anos de idade são mais susceptíveis de ser estuprada.  A falta de uma base nacional de dados oficiais, além de dificultar formulação de políticas de segurança pública, torna difícil a interpretação dos números. “Sem padronização e registro sistemático, não sabemos se os estupros estão aumentando ou se a notificação está melhorando. O que podemos afirmar, sem medo de errar, é que as mulheres estão se conscientizando da importância de procurar a polícia”, explica a delegada Ana Cristina Melo Santiago, chefe da Delegacia da Mulher no Distrito Federal.

Percebe-se

Que o problema é difícil de ser resolvido.

Bolotha clickou

Vocês devem ter reparado a nova imagem de Painel Político. Todas as fotos para a produção dessa e outras peças que estarão sendo veiculadas nas próximas semanas foram feitas pelo fotógrafo e produtor Bolotha. Além de otos publicitárias, seu estúdio também produz fotos de família e para candidatos. Ele está no Facebook (https://www.facebook.com/bolotha.clickou).

Auxílio da confusão

Em 2013 Painel Político trouxe à público a vergonhosa verba conhecida como “auxílio-moradia” que os deputados estaduais de Rondônia estavam recebendo. Só que ninguém mexe nesse angu por um motivo muito simples, todos os poderes se lambuzam nesse pote. O Tribunal de Justiça paga o auxílio a juízes e desembargadores, o Ministério Público também e acredite, até o governo de Rondônia tentou emplacar um auxílio de R$ 4.500 aos secretário de Estado, como podemos ver nessa reportagem.

No caso dos deputados

A atual legislatura poderia fazer a gentileza de revogar a lei que garante esse auxílio, que apesar de ser “legal” é tremendamente “imoral”, afinal a grande maioria dos deputados, senão todos, possuem residência fixa em Porto Velho, e quem não tiver, que compre ou alugue, mas sem o auxílio. Não existe justificativa para a manutenção dessa benesse, que há tempos vem sendo questionada, inclusive judicialmente. Os tribunais contam com argumentos diversos, como a mobilidade de juízes, o MP também, que estão sempre trocando promotores de comarcas, mas a Assembleia não tem nenhuma desculpa. Tem que extinguir.

Test-drive

Já dirigiu uma Pajero Dakar? Sinta essa experiência, visite a LF Imports na BR 364 e agende um test-drive na Dakar 2014, tenho certeza que você vai se surpreender com o desempenho e conforto da SUV mais top da categoria. E ela anda bem tanto no asfalto quanto no barro.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Depressão em pacientes com câncer é subestimada

Quase três quartos dos pacientes com câncer e que também têm depressão clínica não recebem qualquer tratamento para a depressão. Essa foi a principal conclusão de um estudo conduzido por pesquisadores das universidades de Oxford e Edimburgo, que também desenvolveram um tratamento contra os sintomas da doença que demonstrou ser mais eficaz do que o convencional. A depressão clínica é muito maior entre os pacientes com câncer do que na população em geral. Enquanto em todo o mundo, cerca de 2% das pessoas sofrem com a doença mental, o número de casos sobre para 13% entre os com câncer de pulmão, e 6% em pessoas com câncer geniturinário. O estudo, publicado na revista “The Lancet” nesta quinta-feira (28), envolveu 500 voluntários com as duas doenças. Constatou-se que 62% dos pacientes que se submeteram ao Tratamento contra Depressão em Pessoas com Câncer (DCPC, em inglês) responderam positivamente, com redução de pelo menos 50% na severidade da depressão, contra 17% que receberam tratamento convencional. Os pesquisadores explicaram que seu foco era a qualidade de vida dos pacientes, em vez de duração da vida. Acredita-se que pessoas com câncer têm uma taxa de sobrevivência reduzida, já que elas tendem a ter uma menor adesão ao programa de tratamento.

 

Painel Político : Painel Político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 29/08/2014 00:53:27

E agora?

A decisão que havia anulado os ritos da Operação Apocalipse ao vereador Jair Montes foi estendida na manhã desta quinta-feira a todos os réus, o que não havia sido feito antes. Os réus Márcio César Gomes, Fernando Braga Serrão e Alberto Siqueira impetraram o mesmo pedido feito pelo vereador Jair Montes e por unanimidade o Tribunal de Justiça acatou o pedido, estendendo aos demais a decisão.

Com isso

O Tribunal de Justiça coloca uma pedra sobre a atrapalhada operação, que consumiu centenas de horas de trabalho e envolveu, segundo a própria SESDEC, 80 delegados, 420 agentes e escrivães, 10 peritos, 10 datiloscopistas e 5 médicos legistas. De acordo com o então secretário de Defesa, Marcelo Bessa, em entrevista concedida logo após a operação, “foram inicialmente apuradas ações relacionadas ao tráfico de drogas e ao financiamento do tráfico”. Foram exatamente essas acusações, sem nenhuma prova, que enterraram todo o trabalho.

Epidemia

No Brasil, nos últimos anos, as mortes por suicídio de pessoas entre 15 e 24 anos cresceram 1.900%. Apenas este ano, em uma rápida pesquisa feita no noticiário regional, encontramos 22 casos que foram registrados. E nesta quinta-feira, mais uma jovem tirou a vida. Trata-se de Emily Soares, 19 anos, que estava grávida e saltou de uma laje no bairro Embratel. Ela estava com depressão. Emily era neta do senador Odacir Soares e faleceu após ser atendida no pronto-socorro de um hospital particular.

No Brasil

O suicídio representa a terceira principal causa de morte de pessoas em plena vida produtiva. As conseqüências atingem também a família. Pesquisas mostram que cada morte afeta – profundamente e por tempo prolongado – pelo menos cinco pessoas. As estatísticas revelam a extensão de um problema que merece a nossa reflexão. Nos últimos 40 anos, as taxas de mortalidade mundial por suicídio subiram cerca de 60%. Nada menos do que um milhão de pessoas morrem por ano por essa causa – uma morte a cada 40 segundos, praticamente todas elas em conseqüência de depressão ou de algum transtorno mental.

Soluções

No final de junho, entre os dias 28 e 30, 80 conferencistas de 16 países se reuniram em Belo Horizonte (MG) para trocar as suas experiências sobre o assunto durante o II Congresso Latino-americano de Suicidologia. “Uma das nossas tarefas é convencer donas de- casa, pais, educadores, jornalistas, publicitários, líderes comunitários e de opinião de que o debate sobre o suicídio não é uma questão moral ou religiosa, mas um assunto de saúde pública e que pode ser prevenido. Aceitar essa idéia é o primeiro passo para poupar milhares de vidas”, conclui Humberto Corrêa, que presidiu o evento. Essas informações são da Revista Planeta deste mês.

Alerta

Leve a sério quando alguém ou um parente diz que a vida não vale a pena e se mostra deprimido. Por baixo disso pode estar a intenção de interromper a vida. Estudos em diversas regiões do planeta mostram que quase todos os indivíduos que se suicidaram estavam padecendo de um transtorno mental. A Inglaterra conseguiu reduzir o número de mortes por suicídio com um amplo programa de tratamento de depressão. No Rio de Janeiro há um serviço especializado para quem perdeu pessoas próximas por suicídio, o Projeto Conviver. Outro começará a funcionar em Belo Horizonte, em Minas Gerais, este mês.

A pergunta

Que na maioria das vezes nem a família nem amigos consegue responder é: porque? O que leva uma pessoa, na maioria das vezes jovem, com estrutura familiar sólida a tirar a própria vida. Há mais ou menos um século, tanto o sociólogo Émile Durkheim, quanto o psicanalista Sigmund Freud apresentaram algumas explicações. Durkheim, não surpreendentemente, viu as causas do suicídio em fatores sociais, como por exemplo, a incapacidade que uma pessoa tem de se integrar na sociedade, enquanto Freud enraizou sua explicação em impulsos instintivos, especialmente no que ele chamou de Instinto de Morte. Explicações mais recentes têm tendência a concentrarem-se em fatores como depressão, desesperança e dor emocional, mas nenhuma delas teve muito sucesso na resposta à pergunta fundamental sobre o suicídio: por que algumas pessoas se matam, enquanto outras continuam vivendo em circunstâncias idênticas?

Mais estudos

Segundo o psicólogo da Universidade de Harvard, Matthew Nock, que estuda suicídio e auto-mutilação, alguns progressos foram feitos processando grandes quantidades de dados sobre suicídio. Os pesquisadores detectaram, por exemplo, que o índice mundial de suicídios está cada vez maior. O suicídio é a segunda principal causa de morte em pessoas entre 15 e 24 anos, vindo atrás de acidentes de carro. As mulheres são mais suscetíveis do que os homens a tentar suicídio, mas eles têm muito mais probabilidade de êxito. A maioria das pessoas que cometem suicídio tem algum transtorno mental. Dentre estes, as principais causas de suicídio são: Depressão, Dependência a drogas, Transtorno bipolar, Anorexia, Esquizofrenia e Transtorno de personalidade. Esses dados e informações são Banco de Saúde.

Errata

Na última coluna cometemos uma pequena falha no primeiro parágrafo, “o próximo governador de Rondônia assume no dia 1 de janeiro e já vai herdar uma dívida de R$ 3,3 bilhões, ou seja, 66% da receita do Estado estará comprometida apenas com empréstimos. O restante, 44% é o que sobra para folha de pagamento, projetos sociais e investimentos”. Na verdade sobram 34%. Obrigado a todos que observaram essa pequena distração matemática.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Barulhos demais podem causar doença cardíaca e ganho de peso

Estudos mostram que os problemas causados pela barulheira da vida cotidiana não são somente nos ouvidos, mas também nos vasos sanguíneos e coração. Na última semana, especialistas se reuniram no Japão para discutir a relação da poluição sonora com o ganho de peso. Pesquisadores da Universidade de Karolinska, na Suécia, descobriram ainda no ano passado que quanto mais alto e ruído do tráfego as pessoas eram expostas, maior era a circunferência de suas cinturas. No último mês a descoberta dos pesquisadores da universidade foi ainda mias dramática em relação ao barulho emitido por aviões. Após acompanhar a vida de 5 mil pessoas por 10 anos, relataram que as cinturas aos mais expostos ao ruído das aeronaves aumentaram, em média, 6 centímetros. Pesquisadores do Imperial College de Londres descobriram que altos níveis de exposição ao ruído ainda pode elevar em 20% o risco de hospitalização por doenças cardíacas. Os efeitos da poluição sonora são ainda sentidos por bebês no útero. Em outros estudos apresentados na conferência da semana passada, pesquisadores da Universidade de Utrecht, na Holanda, examinaram dados de mais de 68 mil nascimentos e descobriram que, para cada aumento de seis decibéis do ruído do tráfego, houve uma queda de 15g a 23g no peso do bebê no nascimento. O baixo peso ao nascer está associado a uma série de problemas de saúde a longo prazo, como pressão arterial alta, diabetes e doenças cardíacas.

 

Painel Político : Painel Político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 27/08/2014 22:22:14

Abrindo

O próximo governador de Rondônia assume no dia 1 de janeiro e já vai herdar uma dívida de R$ 3,3 bilhões, ou seja, 66% da receita do Estado estará comprometida apenas com empréstimos. O restante, 44% é o que sobra para folha de pagamento, projetos sociais e investimentos. Na prática isso quer dizer que nos próximos anos, se a máquina não aumentar a arrecadação e o Estado reduzir despesas, e isso inclui corte de pessoal, a economia vai estagnar. E esses reflexos são sentidos logo na ponta, os índices de desemprego subiram. De abril de 2013 até abril deste ano, 61.600 vagas foram criadas, mas o número de desempregados foi maior, 71 mil. O aumento do desemprego em Porto Velho segue uma tendência em todo o estado. De acordo com dados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Rondônia foi o único estado da região norte que registrou desempenho negativo nos últimos doze meses. O número de desempregados foi 2,38% menor do que o número de empregados.

Ainda

Segundo o MTE, um dos fatores que contribui para estes números é a falta de qualificação dos alguns candidatos para preencher as vagas existentes. E isso não deve mudar muito nos próximos anos, já que a implantação e principalmente, a manutenção de escolas técnicas tem custos elevados e não existem projetos do governo estadual, tampouco dos municípios. O governo tende a amenizar o quadro, dizendo que os índices caíram em função das usinas, que elevava os números da construção civil. Mas não é verdade. O setor privado também parou de construir, os empreendimentos em execução atualmente estão com número reduzido de funcionários e isso se deve a recessão nas vendas. Reflexo da economia estagnada.

Além disso

Segundo dados do Conselho Nacioal de Justiça, Rondônia deve 7,5% de seu Produto Interno Bruto (PIB) apenas em precatórios judiciais, e esse é o maior índice do país. A folha de pagamento de Rondônia já compromete 46,6% da receita. Em 2011, quando Confúcio assumiu, esse índice era de 39,3%, o que representa um aumento de 18,6% no número de servidores. Os valores ultrapassaram o limite de alerta e já alcançam o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal, fixado em 46,55%. O patamar máximo é de 49%.

Planejamento

Apontar problemas é fácil, o mais complicado é mostrar soluções e colocá-las em prática. Confúcio mostrou que tem dificuldades em montar e gerenciar equipes. A principal prova disso foram os sucessivos escândalos (e não foram poucos) ocorridos em seu governo. A gestão atual não apenas gastou demais, como desperdiçou muito. A falta de planejamento é gritante e como exemplo mais visível temos a desnecessária obra do Espaço Alternativo, que está custando mais de R$ 23 milhões e não tem nenhuma função prática, já que há anos uma das pistas da Avenida Jorge Teixeira é fechada para caminhadas. Quem deveria investir nesse tipo de obra seria o município. Mas não agora.

Educação

Entre 2011 a 2013 os investimentos em educação realmente aumentaram em Rondônia, porém apenas 0,34%, saindo de 25,76 para 26,10%. Nesses índices do governo esta incluso o Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS). O governo afirma que está tudo certo, mas é contestado pelo SINTERO. Vale lembrar que nessa conta entra ainda os gastos com pinturas e a cara obra da escola Murilo Braga, em Porto Velho, um elefante branco plantado na região central da cidade. O governo também poderia ter executado uma obra desse porte em regiões mais densamente povoadas, como a zona leste da cidade, que tem deficiência de vagas. Reflexo da falta de planejamento.

Saúde

Em 2011 o Estado investia 14,24% em saúde e fechou 2013 com um aumento de 1,77%. Nessa conta estão inclusas reformas, compras e construções, muitas ainda não concluídas. A melhoria no setor não é perceptível como o governo prega, pacientes continuam nos corredores, existe uma deficiência na quantidade de leitos e faltam profissionais Rondônia gasta uma fortuna com contratos que estão sendo investigados por órgãos fiscalizadores como o Tribunal de Contas, responsável por fechar o ralo pelo qual escoaria milhares de reais. Mesmo assim, o desperdício continua, e esse será outro problema a ser enfrentado pelo próximo governante.

Segurança

Delegacias caindo aos pedaços, falta de equipamentos, efetivo reduzido e uma imensa área geográfica são os problemas na área de segurança. Rondônia tem um dos mais altos efetivos da Polícia Militar do país, são 5.528 policiais, que dá uma média de 1 PM para cada 282 habitantes. A menor média é Brasília, que tem 1 policial para cada 180. O DF conta com um efetivo de 14.179 homens. Não existe um critério de quantitativo entre policiais por número de habitantes, o que existe é bom senso na hora de dividir o efetivo. Regiões como o vale do Jamary (grande Ariquemes), deveria ter mais policiais em função das estradas vicinais e clandestinas, porém não é o que ocorre. Além disso, os municípios de Rondônia não conseguem investir em segurança, o que também desoneraria o Estado. E não vamos nem falar do sistema prisional.

Fechando

Podemos concluir com esses dados compilados do CNJ, Revista Exame, Governo de Rondônia e Folha de São Paulo que Rondônia tem graves problemas a serem enfrentados nos próximos anos. A maioria das cidades não possui rede de saneamento, sequer conseguem dar destinação ao lixo produzido por elas próprias. O próximo governante vai precisar do apoio da bancada federal, que precisa ser qualificada e precisará elaborar um planejamento de pelo menos 20 anos a ser seguido pelos sucessores. É com investimento continuado que se chega ao desenvolvimento. Enquanto nosso Estado manter essa política mesquinha de grupos que defendem apenas seus próprios interesses, vamos continuar iguais a cães correndo atrás de veículos, quando ele alcança, não sabe o que fazer.

Reeleito

Para o Conselho Federal de Medicina como conselheiro, o médico Hiran Gallo. A eleição foi na última segunda-feira e a apuração dos votos foi concluída na terça. Ele venceu a Chapa 1 por uma diferença de mais de 50 votos.

Não estendeu

A anulação de toda a instrução processual da Operação Apocalipse aplicou-se tão somente ao vereador Jair Montes, que foi preso acusado de chefiar uma organização criminosa. Porém, a decisão não se estendeu aos demais réus, que totalizam 49 que continuam sendo processados. No dia 29 de julho deste ano, um ofício encaminhado a desembargadora Ivanira Feitosa, responsável pelo julgamento no Tribunal de Justiça, informou que “o trâmite nos autos principais seguiu seu curso normal em relação aos demais acusados, tendo sido retomado o prazo de abertura das alegações finais por parte da defesa, tendo em vista que Ministério Público e assistente de acusação já apresentaram”.

O processo

Está parado desde então, já que novas diligências foram solicitadas, porém, uma das investigações mais atrapalhadas que se teve notícia da história deve virar um imenso pacote de volumes processuais encostados em algum almoxarifado judicial. Desde que a Apocalipse se mostrou um fiasco monumental, a equipe responsável pelas investigações foi dissolvida e ninguém mais ouve falar na tal delegacia especializada, que consumiu meses de recursos financeiros e pessoal e não resultou em nada. Melhor seria ter colocado esse pessoal para investigar a morte de Naiara Karine, os homicídios de Alto Paraíso e a morte dos auditores fiscais.

Olha essa

O ex-deputado Natan Donadon (PMDB) que está preso por desvio de recursos da Assembleia Legislativa de Rondônia quando seu irmão, que também cumpre pena, Marcos Donadon presidia aquela Casa, confeccionou uma carta aos eleitores de Vilhena recomendando voto a sua irmã, Raquel, candidata a deputada federal e Rosângela, esposa de Marcos e disputa uma cadeira na Assembleia. Em determinado trecho ele diz, “digo com toda a verdade que estou pagando por algo que não devo. Sinto-me injustiçado, pois minha vida pública sempre foi pautada nos princípios da ética, legalidade, da lealdade, da transparência e da honestidade”. Então tá. Deve ser por isso que ele está preso.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Donos de cachorro agem como se fossem 10 anos mais jovens

Os cachorros são conhecidos como os melhores amigos do homem e agora também como rejuvenescedores. Segundo uma pesquisa da St Andrews University, na Escócia, simplesmente ter um cachorro atrasa o relógio biológico, já que a companhia de um pet pode fazer o dono agir como se tivesse 10 anos a menos. As informações são do site inglês Daily Mail. “Se você tem um cachorro em casa, seu nível de atividade física é equivalente ao de uma pessoa 10 anos mais jovem. Isso pode não acrescentar uma década à sua vida, mas com certeza é muito benéfico porque tem a ver com levantar, sair e se movimentar”, explica o responsável pelo estudo Dr. Zhiqiang Feng. Donos de cachorros tendem a se movimentar 12% a mais do que quem não tem um cachorro em casa. Além dos benefícios físicos, a companhia dos cachorros também faz bem para a saúde mental das pessoas. “Os donos de pets têm níveis menores de depressão e ansiedade”, explica o especialista. Os benefícios são ainda maiores e mais significativos para idosos. “O estudo sugere que donos de cachorros com mais de 65 anos têm ainda maiores taxas de ajuda física”, afirma o médico.

Painel Político : Painel Político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 25/08/2014 23:23:48

Preocupação

Tem gente atenta a movimentação na FIERO. O atual presidente, Denis Baú, que não pode mais ser reconduzido ao cargo de deixa a entidade no fim desse ano, anda gastando muito, mas muito dinheiro mesmo em construções de “escolas preparatórias” que não conseguirão ser mantidas por falta de recursos. A previsão é de que se gaste, até dezembro, R$ 25 milhões. O problema é que as escolas não contam com quadro de profissionais para manutenção, tampouco existe qualquer previsão nesse sentido. Baú, que está à frente da FIERO desde 2009, foi afastado do cargo, retornou e tentou diversas manobras para garantir sua permanência. A justiça do Trabalho determinou novas eleições ainda este ano e ele não poderá participar.

Falando em justiça do trabalho

Muita gente anda reclamando da forma que alguns magistrados daquela instância anda tratando alguns processos. De acordo com uma ex-empresária, ela saiu da empresa em 2009, inclusive do contrato social, já que ela não morava mais em Porto Velho. Em 2012 a empresa, que continuou com seu ex-sócio, mas em uma atividade completamente diferente. Um empregado entrou com uma ação trabalhista e o advogado, irresponsavelmente a colocou como parte da ação (segundo ela, ele deve ter procurado no Google e não na junta comercial). Ela teve seus bens bloqueados, inclusive sua conta salário. E sabe o que o juiz falou?

Olha essa

O magistrado mandou que ela localizasse os bens de seu ex-sócio, pessoa com a qual ela não mantém contato há anos, sob pena dela ter que arcar com o débito. Esse tipo de atitude por parte da justiça do trabalho é extremamente irresponsável. Quem tem que procurar bens são os advogados e para isso existe os convênios com Detran e Banco Central. A justiça do trabalho já é extremamente complicada no trato com empresários e lidera a quantidade de reclamações entre eles. Interessante que não se observa esse grau de dureza com as grandes empresas.

Aliás

A justiça do trabalho só pega pesado mesmo com os pequenos e médios empresários. As grandes empresas e bancos entopem as audiências com advogados e recorrem até a última instância. Como essas empresas não tem “donos”, ninguém paga a conta. Passou do hora do Brasil rever essa legislação trabalhista e começar a levar mais a sério o setor produtivo, que é o responsável pela geração de emprego e pagamento de impostos.

3 meses

O jornal Estadão de São Paulo lembrou nesta segunda-feira, em reportagem que o governador Confúcio Moura foi condenado a 3 meses de prisão por descumprir o pagamento de precatório enquanto governador. Evidente que ele está recorrendo e não cumpriu a pena. Segundo o jornal, 63 participantes das corridas eleitorais nos Estados respondem por 327 ocorrências, sendo que 46 já foram condenados – 10 deles em Tribunais de Justiça, por improbidade administrativa e outras irregularidades.

Falando em Confúcio

No último fim de semana ele esteve em uma caminhada na zona sul de Porto Velho e assessores dele distribuíam camisetas com dizeres direcionados ao candidato Expedito Júnior. O governador chegou a tirar fotos exibindo as vestes e isso deverá lhe render uma tremenda dor de cabeça. Isso porque a distribuição de vestuário, como camisetas e bonés, além de quaisquer outros tipos de brindes são proibidas pela lei eleitoral, mesmo que não seja material explícito de pedido de votos, previsto no artigo 41-A que estabelece“para a caracterização da conduta ilícita, é desnecessário o pedido explícito de votos, bastando a evidência do dolo, consistente no especial fim de agir”.

Foram feitas

Gravações e tiradas fotografias de assessores de Confúcio fazendo farta distribuição dessas camisetas. A legislação nesses casos costuma ser batante rígida, vamos aguardar o resultado.

Fogaréu

Porto Velho neste último fim de semana estava com uma extensa camada de fumaça que cobria grande parte da cidade. As fumaças são consequência das queimadas e causam sérios problemas respiratórios, principalmente nas crianças. Não bastasse o calor intenso e a baixa umidade do ar, ainda temos que conviver com essa maluquice de queimar pastos e florestas. Não sei, mas acho que inventaram algo chamado trator que entre outras coisas serve para limpar pastos e afins. Ou estou enganado?

Em Vilhena

Foram registrados ventos de aproximadamente 80 quilômetros por hora nesta segunda-feira. Em Campo Novo, uma forte chuva de granizo abateu sobre a cidade. Pelo visto, este ano teremos várias anomalias meteorológicas.

Debate

A TV Allamanda abriu nesta segunda-feira a temporada de debates entre os candidatos ao governo do Estado. O formato foi ruim, tempo curto e a iluminação do estúdio não ajudou em nada. Uma falha primária a questão de iluminação que não poderia ocorrer. Atrapalha os candidatos, sem contar que o sinal da emissora, mesmo em HD não ajuda. Jaqueline Cassol, que estava usando uma camisa rosa, só aparecia um borrão pink, e o Pimenta de Rondônia, um tomate, devido ao terno vermelho. Pior que nem o áudio ajudou.

Nesta terça

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO) realiza por meio da Escola Superior de Advocacia de Rondônia (ESA/RO), o ato cívico pela “Ética na Política e contra a Corrupção Eleitoral”. Todos os candidatos já confirmaram participação no evento que acontece na sede da Ordem a partir das 19h. O formato do ato foi aprovado pelos coordenadores de campanha durante reunião coordenada pelo diretor geral da ESA, Rochilmer Mello da Rocha Filho, o diretor executivo da ESA, Eduardo Abílio Diniz e o presidente da Comissão Especial Eleitoral Juacy dos Santos Loura Júnior, ocorrida na última quarta-feira (20).

Todos contra um

Pimenta de Rondônia disse que “vai mandar os policiais para a Inglaterra fazer treinamento” e “vai pagar melhores salários”. Jaqueline, segura, partiu para cima de Confúcio e criticou a tal “Secretaria da Paz”, que segundo Confúcio atende jovens em situação de risco. O governador estava visivelmente nervoso e se atrapalhou com as respostas, como os números da segurança pública. Confúcio, como era esperado, foi criticado por todos os candidatos. E deverá continuar sendo, por toda a campanha. No segundo bloco, a artilharia voltou pesada contra Confúcio, que bem que tentou, mas não convenceu. Principalmente quando o assunto é saúde e educação.

Educação integral

Jaqueline Cassol criticou duramente o programa de escola em tempo integral adotado pelo governo. Segundo ela, as escolas não funcionam como deveriam “faltam professores e condições de trabalho para os atuais”. O tema pautou o segundo bloco, todos os candidatos criticaram o atual modelo implantado pelo governo. Na próxima coluna falaremos sobre o debate.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Cientistas criam órgão em laboratório a partir de células geneticamente modificadas

Uma boa notícia pode ajudar pacientes que estão à espera em filas intermináveis por transplante de órgãos ligados ao sistema imunológico. Pela primeira vez, cientistas conseguiram construir um timo completo com células reprogramadas, criadas em laboratório. A técnica, até agora só testada em ratos, poderia fornecer órgãos de reposição para as pessoas com imunidade baixa. O estudo em questão reconstruiu um timo, um “centro nervoso” localizado perto do coração. Em vez de seguir o caminho usual de células-tronco, os pesquisadores utilizaram células do tecido conjuntivo de um embrião de rato, que foram convertidas diretamente em uma cepa de células através de uma alteração genética em seu DNA. Se o sistema de imunidade fosse comparado a um exército, o timo atuaria como a sua base de operações. Aqui, as células T produzidas na medula óssea são prontas para atacar os invasores estrangeiros, assim como os soldados estão armados e informados antes de ir para a batalha. Uma vez implantadas por timo, as células T protegem o corpo de invasores infecciosos, tais como bactérias e vírus, ou células anormais como tumores. Pessoas com um timos defeituosos carecem de células T, ficando altamente vulneráveis a infecções. Isto é especialmente perigoso para pacientes que receberam transplantes de medula óssea, que precisam de um timo trabalho para reconstruir seus sistemas imunológicos após a cirurgia.

Painel Político : Painel Político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 22/08/2014 18:40:10

Susto

Estava almoçando tranquilamente quando ouvi alguém gritando. Quase saltei da cadeira em posição de sentido. Quando olhei em volta vi que era a televisão ligada e estava passando o horário eleitoral gratuito e um candidato, que é oficial da Polícia Militar berrava com os eleitores tal qual grita com seus subordinados. Realmente, a coisa está fugindo ao controle. Pior foi a sequência, de candidato chamado “Bagunça” a “Bob Marley de Rondônia”. Sinceramente, é melhor que um show de standup comedy. Perde os candidatos que de fato poderiam estar apresentando propostas.

Curioso

É ver o candidato ao senado, Aluízio Vidal “apresentando” seus candidatos a deputado estadual. Eles não falam, se limitam a dar um sorriso amarelo e levantar o polegar.

Ataques

E a turma do PMDB de Confúcio Moura anda espalhando, via whatsapp um meme afirmando que o site Painel Político, que por acaso é meu, “não é confiável” e estaria “vendido para o Expedito”. Isso só pega os desavisados, porque quem acompanha meu trabalho sabe que teço críticas ao governo de Confúcio antes mesmo dele assumir o cargo. O mesmo posso dizer em relação a Júnior. Mantenho absolutamente todas as críticas que fiz em relação ao atual governo e continuarei fazendo. E farei também contra o próximo governante, seja ele quem for.

Falando em ataques

“Andava com roupas do Aqui Agora e passava férias em Vitória. E tinha uma empresinha de fundo de quintal. Hoje ele usa camisa importada da Ralph Lauren, calça Diesel e passa férias duas vezes por ano na Europa e tem posto de gasolina de Vilhena a Guajará-Mirim”. A fala é de uma ex-secretária do governo Confúcio a respeito de um candidato governista.

Fora do ar

E nesta sexta-feira o programa eleitoral de Confúcio ficou fora do ar nas rádios porque a peça veiculada não trazia o nome de seu candidato a vice, Daniel Pereira.

Chega de Confúcio

Vamos falar de seu vice, Daniel Pereira que nesta sexta-feira colocou o seguinte questionamento em seu perfil no Facebook, “onde estavam algumas figuras publicas (Deputados Federais e Senadores) quando foram demitidos injustamente 10.000 pais e mães de famílias em Rondônia. Ninguém se manifestou. Eu o Mauro Nazif, juntamente com os sindicatos, estávamos nas ruas, sofrendo com os servidores. Onde será que andavam os outros? Vocês sabem?”.

Bom

Sobre isso podemos perguntar, onde andava o deputado federal Confúcio Moura, que na época não fez nenhum tipo de questionamento ou defesa em prol dos demitidos, que ficaram meses acampados em frente ao Palácio Presidente Vargas esperando um milagre. Em resposta a essa pergunta Daniel respondeu, “O Confucio nuca esteve lá. Quem estava era eu o e Mauro Nazif. Também nunca vimos lá o Senador Moreira Mendes e o então deputado federal Expedito Junior”. Bom, se era para ajudar o Confúcio, não funcionou. Percebe-se então que ninguém estava lá muito preocupado com os demitidos, que só seriam reintegrados anos mais tarde, na gestão de Ivo Cassol. E por força de medida judicial.

Recordar é viver

Só para relembrar, naquela fátidica época eram deputados federais por Rondônia as seguintes figuras, Agnaldo Muniz (candidato agora ao mesmo cargo), Confúcio Moura (candidato a governo), Marinha Raupp (candidata a reeleição), Nilton Capixaba (candidato a reeleição), Expedito Júnior (candidato a governo), Oscar Andrade (vive atualmente em Minas Gerais), Carlos Cury (foragido por práticas ilegais na medicina), Eurípedes Miranda (fora da vida pública) e Sérgio Carvalho (falecido). Cury não foi eleito. Ele era suplente.

Procurando

Oficiais de Justiça estão à caça do deputado Kaká Mendonça para entregar uma intimação. Estão com dificuldades porque não o localizam na Assembleia e em Pimenta Bueno ele anda despistando a turma. Se alguém souber do paradeiro do deputado, pode ligar para o (69) 3217-1152 e pedir para falar na sala dos oficiais de Justiça. É só uma intimação, e não o mandado de prisão. Ainda.

Na segunda

25, os médicos de Rondônia escolhem os conselheiros federais para representar o Conselho Regional em Brasília. Atualmente o cargo é ocupado pelo médico Hiran Gallo, que vem prestando um serviço de extrema relevância para a classe e representa Rondônia com desenvoltura.

Providências

Painel Político havia feito alguns questionamentos sobre a atuação do Ministério Público Eleitoral nestas eleições. Em resposta a nossas observações, a Procuradora Regional Eleitoral Gisele Dias de Oliveira Bleggi Cunha enviou ofício a nossa redação, respondendo a nossas críticas, informando sobre as providências que foram adotadas (e eles estão apurando, de fato). Entre elas a questão da “gráfica fantasma”, distribuição de combustíveis em troca de votos, pedido de votos em cultos e eventos religiosos e a mágica financeira que alguns candidatos conseguem fazer, declarando ter gasto uma mixaria, tendo uma campanha ostensiva nas ruas.

Pelo documento

Podemos perceber que a vida da turma que anda fazendo mágica não vai ser fácil, e muita gente corre o risco de “ganhar e não levar”. Agradecemos as informações prestadas pela Procuradoria e informamos que vamos estreitar os laços, inclusive repassando para eles as denúncias que chegam até nós via whatsapp, telefone e email.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Botox pode ajudar no tratamento de câncer de estômago, diz estudo

Um estudo publicado na revista “Science Translational Medicine” mostrou que a substância pode ser capaz de ajudar no combate ao câncer de estômago. Os resultados preliminares foram obtidos através de experimentos com camundongos. Ao aplicar as toxinas nos tumores dos animais, os pesquisadores descobriram que o botox consegue eliminar nervos em volta do tumor e, assim, conter a doença. O produto deixa ainda o câncer mais vulnerável à quimioterapia. O nervo vago, ou pneumogástrico, liga o cérebro ao sistema digestivo do corpo e tem papel fundamental no desenvolvimento de câncer no estômago. Cientistas acreditam que, uma vez cortada essa ligação, as chances de aparecerem tumores se reduziria – mas não é garantida a extirpação do tumor para sempre. Os cientistas ressaltaram ainda que as chances de desenvolvimento de tumores diminuem de forma proporcional a quanto mais cedo o botox for aplicado no paciente.

 

(1) 2 3 4 ... 125 »