Painel Político - Painel Politico por Alan Alex - Notícias
(1) 2 3 4 ... 133 »
Painel Político : Painel Politico por Alan Alex
Enviado por alexandre em 21/11/2014 18:32:20

Discrição

A Operação Platéias iniciou de forma discreta. Ao passar pela residencia oficial, nem dava para perceber a movimentação. Por um bom tempo achei que a informação era “furada”, que não estava acontecendo nada, mas estava. Logo veio a confirmação, a Polícia Federal estava na residência oficial, a casa do governador do Estado de Rondônia, a autoridade máxima do Executivo estadual, sofria uma devassa por agentes da Polícia Federal que apreenderam documentos e levaram, à força, o governador para prestar esclarecimentos sobre uma série de crimes, que já haviam sido revelados pela imprensa.

Eu havia escrito

No dia seguinte após a eleição deste ano, que só voltaria a citar o nome de Confúcio Moura quando a casa dele caísse, disse ainda que não iria demorar. E não demorou. Na verdade ele sequer foi diplomado ainda e deve explicações, e muitas, para a população de Rondônia. Não apenas ele, mas toda a “organização criminosa”, segundo o Ministério Público, que se instalou no poder executivo estadual. Confúcio não foi à polícia “por livre e espontânea vontade”, como dizem alguns cupinchas do governo, ele foi “sob vara”, ou seja, ou ia ou ia.

Amnésia

No momento em que a polícia chegou na residência oficial, Confúcio voltava de sua caminhada matinal. Ao ser abordado declarou, “isso nunca aconteceu antes”. Na verdade aconteceu sim, em 2011, quando os agentes da PF bateram em sua porta e levaram preso seu afilhado, Rômulo Lopes, que também fez delação premiada. Acho que faltou o “lembrador” para informar o governador.

Parêntese

A residência oficial não é meramente uma “caso do governador”. É um símbolo de Estado, o que aconteceu nesta quinta-feira foi a União intervindo diretamente no Estado de Rondônia, revirando tudo. É essa simbologia que precisa ser compreendida.

Outro

Que também vai dar explicações à Polícia Federal é Expedito Júnior, que detinha um dos mais altos contratos do governo, que foi cancelado no final do ano passado sem grandes explicações. Ele, assim como uma centena de fornecedores do Estado, terão que mostrar como funcionava o esquema de extorsão por parte do governo em relação as empresas que detinham contratos. Expedito sempre declarou que “nunca deu um centavo” de propina. Nos próximos dias saberemos os detalhes desse depoimento.

Essa operação

É um desdobramento da Operação Termópilas, deflagrada em 2011. As investigações foram conduzidas pelo Ministério Público do Estado, que mais uma vez dá um show de competência em operações de grande porte. Para se ter uma idéia, foram emitidos 193 mandados judiciais, sendo 163 pessoas conduzidas coercitivamente, 26 buscas e 4 prisões temporárias. Os mandados são cumpridos em nove estados: Rondônia, Acre, Amazonas, Bahia, Goiás, Pará, Rio de Janeiro, São Paulo, Sergipe, além do Distrito Federal. Uma das conduções coercitivas ocorre na Espanha. Em Goiás, um dos conduzidos é primo do governador daquele estado. Trata-se de Marcelo Reis Perillo, ele é sócio numa indústria farmacêutica envolvida no esquema de desvio de dinheiro que teria alimentado campanhas políticas do PMDB em Rondônia.

Falando em campanhas

O dinheiro desviado pela “quadrilha da cooperação” chega a R$ 57 milhões, e parte desse recurso foi usado em campanhas municipais em 2012. A Polícia investiga se nas eleições desse ano o esquema de propinas estava operando.

Onda amarela

Essa operação deve complicar, e muito o futuro político de Confúcio Moura. Além de responder criminalmente (entenda, o STJ não expede mandados contra governadores se as acusações não forem robustas), ele também está enrolado na justiça eleitoral, por abuso de poder econômico e político. Na atual condição, esse pode ser o último mandato político de Confúcio, já que, caso venha a ter condenação, e certamente terá, não será mais candidato, enquadrado na lei do ficha limpa. E não, se acontecer dele ser afastado ou preso, Expedito não assume.

Empresas

Vale lembrar que na Operação Termópilas, empresários que eram extorquidos chegaram a ser presos e estão respondendo por crime de corrupção. Os responsáveis devem responder por fraude a licitação, concussão (exigir pagamento de vantagem indevida), corrupção ativa e passiva e formação de quadrilha.

Aqui não

O senador Valdir Rapp, que já anda muito preocupado com o depoimento de Fernando Baiano, apontado pela PF como operador do PMDB em um espantoso propinoduto envolvendo a Petrobras, tratou de emitir rapidamente uma nota negando que Wagner Luiz, o “Wagner Bocão”, preso em Brasília, fizesse parte de sua assessoria. Raupp disse que “Wagner nunca nem visitou seu gabinete, nem como assessor ou prestador de serviços”. O mesmo ele não pode dizer de Francisco de Assis, cunhado de Confúcio, que era lotado em seu gabinete no passado recente.

Mesmo assim

A imprensa nacional tem dado mais destaque no fato de Confúcio ser aliado de Raupp e ser peemedebista. Por essa o senador não esperava.

Pelo jeito

O mais honesto nessa história toda era José Batista, que ajudou todo mundo e ainda foi enganado quando achou que ia ganhar alguma coisa, lhe tomaram o contrato.

Buscas e conduções coercitivas

Praticamente todos os que aparecem no depoimento de Batista estiveram depondo na Polícia Federal na última quinta-feira. Abaixo a listagem dos que ocupam cargos públicos em Rondônia e algunes empresários apontados por Batista. Todos foram encaminhados à Polícia Federal na mesma condição de Confúcio, ou seja, eles foram arrastados e obrigados a permanecer na delegacia até serem ouvidos ou dispensados.

Confúcio Aires Moura

Francisco de Assis Moreira de Oliveira (PRESO TEMPORÁRIO – 5 DIAS)

Alexandre Árabe Martins de Oliveira (PRESO TEMPORÁRIO – 5 DIAS)

Gilvan Ramos de Almeida (PRESO TEMPORÁRIO – 5 DIAS)

Winston George Saíta (Empresa de alimentação – pivô da confusão)

José Paulo do Nascimento Neto (vulgo Paulo da Condor)

Irineu Gonçalves Ferreira (Irmão de Expedito, dono da Rocha)

Expedito Gonçalves Ferreira Júnior (sócio da Rocha)

Wagner Luis de Souza (PRESO TEMPORÁRIO – 5 DIAS)

5º Batalhão Engenharia e Construção (5º BEC) – Busca e apreensão do processo n. 0079/2010 (pregão presencial 44/2010 CPL)

CAERD - Busca e apreensão do processo n 0786-9-CAERD

CGAC/SEGESP  – Apreensão dos processos 01.1109.00129-00-2012 e 01.1109.00042-00-2013

FHEMERON – Processo 01.1732.00068-00/2011

SEAGRI - Processo 01.2401.00733-00/2011

SEAS - 01.2301.00121-00/2011

SEDAM - Processo 01.1801.00146-00/2011

SEDUC - Processos 01.1601.00255-00-2010 – 01.1601.01929-00-2011

SEJUS - 01.2101.00231-01-2010 – 01.2101.01172-00-2008 – 01.2101.00531-00-2011 – 01.2101.00472-00/2011 – 01.2101.00032-00-2010 – 01.2101.00010 -00-2012

SESAU – FORAM APREENDIDOS 22 PROCESSOS

SUPEL – 01.1421.00244-00-2012

 

CONDUÇÃO COERCITIVA

 

Antônio Martins dos Santos (BRASÍLIA)

Braim Ali Abdul Rahim (SANTOS-SP)

Carlos Alberto Zafred Marcelino (SANTANA DE PARNAÍBA-SP)

Eleazar Queiroz de Mendonça (BRASÍLIA)

Elisângela Joergensen (JATAÍ-GO)

Givanilton Silva de Souza (MANAUS – AM)

Glaucione Maria Rodrigues (CACOAL-RO)

Godofredo Gonçalves Filho (SOBRINHO DE CONFÚCIO MOURA – BRASÍLIA)

Jellel Mohamad Assaf (PRAIA GRANDE-SP)

Marcelo Reis Perillo (GOIÂNIA – GO)

Marcelo Ribeiro de Almeida (SÃO PAULO – SP)

Maria Aparecida Conde (NITERÓI – RJ)

Maria Vendete Aires Moura (IRMÃ DE CONFÚCIO MOURA – BRASÍLIA)

Mariana Braga Aitken (CORREDOR DA VITÓRIA – BAHIA)

Moisés de Oliveira Neto (GOIANIA – GO)

Roberto Alves Moura (RIO BRANCO – AC)

Sandra Honório de Oliveira de Souza (GOIANIA – GO)

Terezinha Caetano de Freiras (GOIANIA – GO)

Vanderley Maia Menezes (MANAUS – AM)

Zanone Alves de Carvalho Júnior (GOIANIA – GO)

Abelardo Townes Castro Neto (ex-sec. de Obras PORTO VELHO)

Alexandre Carlos Macedo Muller (ex-sec. de Saúde ORTO VELHO)

Carla Mangabeira (ex-diretora financeira SESAU – PORTO VELHO)

Celso Augusto Mariano (BRASÍLIA)

Cristiano Teixeira dos Santos (BRASÍLIA)

Florisvaldo Alves da Silva (Secretário SUGESEP PORTO VELHO)

Gilvan Cordeiro Ferro (PORTO VELHO)

Gilvan Ramos de Almeida (PORTO VELHO)

Josefa Lourdes Ramos (PORTO VELHO)

Júlio Olívar Benedito (PORTO VELHO)

Márcio Rogério Gabriel (PORTO VELHO)

Maurício Marcondes Gualberto (PORTO VELHO)

Milton Luiz Moreira (PORTO VELHO)

Míriam Spreáfico (PORTO VELHO)

Anselmo de Jesus Abreu (JI-PARANÁ)

Sérgio Silveira (RIO DE JANEIRO)

Suely Alves Aragão (ENDEREÇO A CONFIRMAR)

Williames Pimentel de Oliveira (PORTO VELHO)

Zaqueu Vieira Ramos (PORTO VELHO)

 

Painel Político : Painel Politico por Alan Alex
Enviado por alexandre em 19/11/2014 21:22:34

E os precatórios?

Alguém tem alguma notícia sobre os precatórios do TRT de Rondônia? Uma auditoria nas contas teria que ter encerrado no último dia 18 e deveria ir para pagamento. O Conselho Nacional de Justiça chegou a conclusão que está tudo certo nas contas, inclusive os cálculos atualizados devem subir ainda mais o valor. A justiça deveria encerrar logo esse processo, afinal o dinheiro já está na conta e tem um monte de servidores aguardando o desfecho. Teve gente que já morreu e até hoje, nada.

Manobras

Lúcio Mosquini, ex-diretor do DER vem trabalhando pesado na eleição de Maurão de Carvalho para a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa. Vem arquitetando também o controle da SEDAM, já que o DER deverá ficar com o deputado Lebrão, que abriu mão de disputar a presidência da Assembleia em troca do comando do órgão. Ese materlo já está batido e o prego com a ponta virada.

No caso da Sedam

Mosquini arranjou um café da manhã nesta quarta-feira entre o prefeito de Ouro Preto Alex Testoni, seu irmão o deputado estadual Jaques Testoni e o governador, na residência oficial. O menu foi a direção da SEDAM. Jaques vem sendo cortejado em função de sua proximidade com Mosquini, que deverá indicar também o secretário de Obras do Estado. Eminência parda, Lúcio vem trabalhando pesado para ocupar espaço no governo, sua preocupação é que Daniel Pereira, o vice que queria demitir todos os comissionados que não estavam fazendo campanha durante o processo eleitoral, assuma o controle.

Um dos empecilhos

Chama-se Hermínio Coelho. O deputado foi o responsável pela denúncia de enriquecimento ilícito de Lúcio Mosquini, encaminhando ao Ministério Público provas de compra de fazenda, postos de gasolina e casas em Jaru. Também não é nenhuma novidade a briga entre Coelho e o governador. O problema é que Maurão quer Hermínio como seu vice, e o governo não quer nem ouvir falar nessa possibilidade. Está armada a celeuma.

Mesmo assim

Mosquini vem conseguindo trabalhar o nome de Maurão. O governo quer mandar na Assembleia, e já tem a seu lado cerca de 10 parlamentares, que inclusive estiveram reunidos com o governador e Mosquini na semana passada na residência oficial. Esta semana, Lúcio conversou, e convenceu, a deputada Glaucione a fazer parte do grupo de apoio de Maurão. Eles querem chapa única para não ter disputa, portanto, estção acomodando todo mundo agora, para evitar surpresas de última hora.

Então

Por enquanto está assim, Maurão de Carvalho será o próximo presidente da Assembleia, Lebrão será o diretor do DER e Jaques Testoni o secretário da SEDAM. E Mosquini será, bem, continua sendo o Mosquini.

Não vai acontecer

Tem ex-secretário apostando alto que será reempossado e outros acreditando que continuarão onde estão. A nova diretriz do governo é fazer alguma coisa funcionar, já que em quatro anos, com a atual equipe, as únicas coisas que andaram mesmo foram as denúncias de corrupção e negociatas.

Aos que acreditam

Na conversa fácil, basta lembrar do ex-Chefe da Casa Civil Ricardo Sá. Ele foi “demitido” pela coluna da Casa Civil, depois foi “demitido” pela coluna quando estava no Porto. Em ambos os casos, quando tentou confirmar sua demissão ouvia “Ricardo, não se preocupe, cuide de seu trabalho, isso é fofoca desse Alan Alex”.

Enquanto isso

A Procuradoria Regional Eleitoral apresentou denúncia (com farta documentação, filmagens e depoimentos) de práticas de abusos políticos e financeiros durante a campanha eleitoral dos candidatos Confúcio Ayres Moura e Daniel Pereira (governo e vice) durante as eleições deste ano. Entre as denúncias apresentadas estão a distribuição de comida e picolés em convenção do PMDB, a coação de servidores públicos para que comprassem “convites” para o jantar de arrecadação de fundos para a campanha e outras. Se condenados, ambos perdem os mandatos e ficam inelegíveis.

Nessas eleições

Foram cometidos todos os tipos de abusos possíveis e imagináveis por parte dos candidatos, principalmente pelo lado do atual governo, que disputava a reeleição. Por denúncias bem menores que essas candidatos foram presos em diversos estados, mas por aqui a impunidade, ao menos aparente, rolou solta. Resta saber se a Corte Eleitoral vai agir conforme tem que ser ou vai ser aquela calabresa com mussarela.

Relembrando

Vocês lembram da história do suposto golpe aplicado em Rondônia pela empresa chinesa Sustainable Forest Holdings Limited (Susfor) em 2010? (se não sabe do que estou falando, CLIQUE AQUI e AQUI) pois bem, em 2009 eles voltaram para a China e ganharam milhões na bolsa de valores apresentando os contratos que haviam sido feitos com as usinas.

Pois bem

A casa de muita gente que estava enrolada nessa história vai cair, e não vai demorar. A companhia alega que desde 2011 alguns de seus executivos vinham sendo abordados, através de e-mails e telefonemas ameaçadores de um representante dela no Brasil. Em função disso, foi registrado um boletim de ocorrências em São Paulo em outubro de 2011. A empresa afirma ainda ter alienado os contratos com a usina hidrelétrica de Santo Antônio ao preço de $ 114 milhões de dólares para alguns clientes, e os contratos foram assinados sob a lei de Hong Kong (China). De acordo com os termos e condições dos contratos de venda, os clientes eram responsáveis por organizar o transporte após a inspeção e aceitação da entrega. Mas a empresa teria vendido apenas os papéis, a madeira continuava aqui em Rondônia e seria retirada pelos compradores.

Porém

Em setembro de 2011 o acesso à área onde estava a madeira foi negado pela usina,sem qualquer explicação lógica, segundo a SUSFOR. Em função disso, a empresa devolveu o dinheiro aos compradores, entendendo que a responsabilidade não era deles, e sim do próprio grupo. Desde então, a SUSFOR mantém advogados no Brasil que estão acompanhando o caso e afirma que está em curso, pela Polícia Federal do Brasil, uma investigação nos estados de Rondônia, Acre e São Paulo.

Portanto

Quem andou se lambuzando nessa história da SUSFOR, pode começar a se preparar, porque em breve teremos novidades sobre essa caso. Por aqui, a propina rolou solta e pipocaram denúncias de todos os lados. Vamos aguardar. Essas informações foram retiradas de um relatório de auditoria independente feita pela SUSFOR. Quem quiser ler basta CLICAR AQUI (em inglês e chinês).

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no http://www.facebook.com/painel.politico e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Alerta aos pais

O afogamento mata mais crianças abaixo de 15 anos por ano do que o sarampo ou a tuberculose, alertou um novo relatório da OMS (Organização Mundial da Saúde). Segundo o órgão da ONU, a asfixia debaixo d’água está entre as dez principais causas de óbito de crianças e jovens em todo o mundo. De acordo com estimativas da OMS, 372 mil pessoas morreram afogadas em 2012. Mais da metade delas tinha menos de 25 anos. No grupo de pessoas com menos de 15 anos, essa foi a causa de morte de mais de 140 mil meninos e meninas, duas vezes mais que o número de mortes por tuberculose (quase 70 mil). O sarampo, em comparação, matou 145 mil pessoas, em todos os grupos etários, em 2013, segundo a OMS. O órgão da ONU informou que a maior parte das mortes por afogamento em 2012 (cerca de 90%) está concentrada em países menos desenvolvidos, especialmente na África, no sul da Ásia e nas regiões do Pacífico ocidental. Os homens têm o dobro de chance de ser vítimas de afogamento que as mulheres, acrescentou o relatório. No Brasil, 3,3 pessoas em cada 100 mil morreram afogadas em 2011 – o último dado disponível. A taxa é inferior à de países como Belarus (8) ou Belize (10), mas está acima da de vizinhos sul-americanos como Argentina (1,7), Colômbia (2,4) e Venezuela (2,1). Foi a primeira vez que a OMS fez um levantamento exclusivamente sobre o número de mortes provocadas por afogamento no mundo.

 

Painel Político : Painel Politico por Alan Alex
Enviado por alexandre em 18/11/2014 21:35:33

o Senado Valdir Raupp é contra a convocação de tesoureiros dos partidos na CPI da Petrobras

Continua um lixo

No Brasil tem certas coisas que não mudam, uma delas é a qualidade dos serviços prestados pelas empresas de telefonia, energia elétrica e água. A primeira, por exemplo, deveria estar entregando, desde o dia 1º deste mês, 80% da velocidade contratada nos serviços de banda larga. Mas isso é igual cabeça de bacalhau, todo mundo sabe que existe, mas ninguém vê. Pelo contrário, parece que desde o dia 1º os serviços pioraram. E nem adianta ligar para reclamar, no “sistema deles” está tudo certo.

Já a eletricidade

Bem, esse é um caso de polícia. Por causa da falta de investimentos e uma política séria no setor, Rondônia viva na idade da pedra. Por falta de energia elétrica confiável não temos como atrair indústrias, a instabilidade queima seu ventilador e sua geladeira, imagine o que não faz com máquinas industriais caríssimas. Recentemente a cidade de Ariquemes ficou mais de 48 horas sem energia elétrica e ninguém sabe, ninguém viu.

Já a água

É aquela bagunça que todos conhecemos. Não está dando para confiar nem nas “águas minerais” que estão sendo vendidas, que dirá na distribuída pela CAERD, que aliás continua com um débito impagável, um cabide de empregos para os apaniguados do governo da cooperação e com serviço porco. Em Ouro Preto do Oeste, por exemplo, a população está a três dias sem água. E tem gente que ainda reclama da imprensa, acusando de querer o “quanto pior melhor”. Se com tudo isso continuamos na lama, imagine se ninguém cobrasse, ou divulgasse.

“Amigos de Patas”

E lá pelas bandas da Assembleia Legislativa, mais uma entidade passa a ter “utilidade pública”. Trata-se da “Associação Protetora dos Animais Desamparados – Amigos de Patas”. A indicação é do deputado Jean Oliveira e é o primeiro passo para que a entidade possa receber recursos públicos, inclusive emendas parlamentares.

Lava-jato

Pelo menos duas empresas que estão sendo investigadas na Operação Lava-Jato da Polícia Federal, que envolve um gigantesco esquema de pagamentos de propinas milionárias em troca de contratos públicos, fizeram doações de campanhas para os candidatos Roberto Sobrinho e Fátima Cleide em Rondônia, desde as eleições de 2004. Tratam-se da Construtora Barbosa Mello S/A e ENPA Engenharia. A Barbosa financiou as campanhas de Fátima e Roberto, já a ENPA apenas Sobrinho. Evidente que por aqui ninguém “sabe de nada”.

Enquanto isso

As investigações avançam e prometem ainda muito barulho nos próximos dias. Um dos problemas é que, segundo a Polícia Federal, eram através de “doações de campanha” que as empresas pagavam propina a políticos. O propinoduto atinge principalmente PT, PMDB e PP. Em depoimento prestado em outubro à Justiça Federal do Paraná, Paulo Roberto Costa afirmou que alguns contratos celebrados pela Petrobras eram superfaturados e cerca de 3% do faturamento era destinado à partidos políticos. Nas investigações surgiu o nome da Usina de Jirau, em Porto Velho, que está sendo investigada. Existe a possibilidade real de existir um esquema de corrupção similar no setor energético, o que não é nenhuma novidade.

Parece que foi ontem

Há três anos, no dia 18 de novembro, Rondônia amanhecia com a notícia da prisão do presidente da Assembleia Legislativa, Valter Araújo, além de empresários, assessores do primeiro escalão do governo e funcionários públicos. Era deflagrada a Operação Termópilas, uma investigação do Ministério Público Estadual com o apoio da Polícia Federal. Nos dias posteriores, eram revelados detalhes sobre os meandros da corrupção em Rondônia, algumas coisas permanecem obscuras e preso mesmo até hoje apenas Valter Araújo, ex-presidente da Assembleia Legislativa.

As investigações

Também atingiram em cheio o Executivo, mas por lá a casa não caiu, ainda.

Figuras carimbadas

O assassinato brutal de um jovem ocorrido na semana passada em Porto Velho está revelando uma rede de fraudes com cartões de crédito clonados. Os envolvidos são figuras conhecidas, sendo que algumas já chegaram a ser presas por diversos golpes na cidade. Nos próximos dias a “playboyzada” deve cair.

No CREA

Nesta quarta-feira engenheiros e arquitetos vão às urnas para escolher a direção do CREA. Uma grande oportunidade para mudar a direção da entidade, que vem sendo dirigida inclusive por pessoas que sequer podem ser contratadas pelo poder público, como é o caso de Ronaldo José Borges Guimarães, condenado na Ação Civil Pública por Improbidade Administrativa movida pelo Ministério Público Federal, na ação 2006.39.00.002647-6, cuja condenação prevê a impossibilidade de contratar com o poder público por um período de 10 anos. A decisão foi do dia 29 de julho deste ano, mas ele continua na Superintendência Administrativa do CREA-RO.

Também pairam

Sobre a atual diretoria do CREA, uma série de situações não esclarecidas, como por exemplo o aumento do débito da entidade, que era de pouco mais de R$ 300 mil, quando assumiu e agora chega aos R$ 2 milhões. Alguns questionamentos também estão sendo feitos em relação a publicidade da instituição, que gasta cerca de R$ 28 mil por mês, mas não consegue justificar onde esse dinheiro está sendo gasto, já que não são veiculadas peças publicitárias que alcancem esse valor.

Portanto

Na dúvida, o melhor é oxigenar a entidade. Se a atual direção, no decorrer dos próximos três anos conseguir explicar esses questionamentos, poderá voltar pelo voto, do contrário, melhor não arriscar.

Tecnologia

A Faculdade Uniron vem com uma grande novidade para o mercado de Tecnologia da Informação em Porto Velho. Se trata do Núcleo Integrado de Tecnologia – NIT – Uniron, um programa exclusivo que possibilita ao acadêmico concluir três graduações em 10 semestres, sendo elas: Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Redes de Computadores e Sistemas de Informação. No NIT Uniron o acadêmico cursa disciplinas integradas até o terceiro semestre. A partir do quarto período o curso é segmentado para a área escolhida pelo futuro profissional. Após a conclusão de uma das graduações, o acadêmico tem a opção de permanecer no programa e concluir o segundo e/ou o terceiro curso num período máximo de cinco anos. O programa é válido para acadêmicos que ingressarem a partir do primeiro semestre de 2015. Mais informações no www.uniron.edu.br/vestibular.

Tá com medo

Nesta terça-feira o Senado aprovou a convocação dos  ex-diretores da Petrobras, Renato Duque (Serviços), preso na última sexta-feira (14), e Ildo Sauer (Gás e Energia) e ainda do presidente licenciado da Transpetro, Sérgio Machado. Além disso, está prevista uma acareação entre os ex-diretores Nestor Cerveró (Internacional) e Paulo Roberto Costa (Abastecimento), um dos principais delatores do esquema. Cerveró também será reconvocado a depor na CPI. O senador Valdir Raupp (PMDB-RO), por sua vez, disse que a convocação de todos os tesoureiros só servirá para prejudicar ainda mais a imagem das legendas. – Qual o papel de um tesoureiro de partidos? Arrecadar fundos para seu partido. Não é outra coisa. Todos os tesoureiros cumprem esse papel de angariar fundos legais. A mídia está dizendo que o PMDB tinha um operador. O PMDB nunca teve operador e nem precisaria disso – declarou Raupp, referindo-se ao lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, preso nesta terça-feira e apontado pela imprensa como ligado ao PMDB. Não se surpreendam se nos próximos dias começarem a surgir ligações de Raupp com todo o esquema da Petrobras.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no http://www.facebook.com/painel.politico e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Vacina contra coqueluche para grávidas é oferecida no SUS

Para proteger principalmente os recém-nascidos, o Ministério da Saúde anunciou, neste segunda-feira, que já está disponível em 35 mil postos de saúde a vacina acelular contra difteria, tétano e coqueluche (dTpa). No Brasil, 87% dos casos de coqueluche se concentram em crianças menores de seis meses. O objetivo é vacinar 2,9 milhões de gestantes, levando as mães a passar a proteção também a seus bebês, até que eles consigam cumprir o calendário de vacinação. A recomendação é aplicar a dose entre as 27ª e a 36ª semanas de gestação — período em que a vacina tem eficácia de 91% para a criança. Entretanto, a dose também pode ser administrada até, no máximo, 20 dias antes da data provável do parto.

Painel Político : Painel Politico por Alan Alex
Enviado por alexandre em 17/11/2014 20:13:41

ainda: depoimento de Batista e Rômulo foram em vão? As denúncias vão ficar impunes?

Virou lenda

A transposição dos servidores públicos de Rondônia para os quadros da União virou uma grande piada em Brasília, do tipo “eles acreditaram”. Aprovada em função de uma manobra política de Expedito Júnior, pouco antes de deixar o Senado, parecia que a coisa ia dar certo. Não deu. A partir daquele momento começou um jogo rasteiro, de empurra-empurra e questões técnicas e burocráticas daquelas bem chicaneiras. O resultado foi um rombo nas contas do governo do Estado que gastou por conta antes mesmo de receber e um monte de servidores desamparados, sem saber o que fazer.

A questão

Vinha sendo tratada de forma oportunista por toda a classe política de Rondônia. A transposição elegeu deputados federais, ajudou a eleger até governador, mas quando a coisa vem para o mundo real, o jogo muda. No passado havíamos falado que essa situação só seria resolvida no Supremo Tribunal Federal, após muita briga, e é o que deverá acontecer.

Com a recessão

Que se aproxima, e a necessidade da União em contratar servidores, vai ficando cada vez mais longe a possibilidade do governo federal querer receber em sua folha, os servidores de Rondônia. O que aconteceu, e já havíamos falado sobre isso no passado, foi que a bancada federal, na época composta entre outros pelo senhor Confúcio Moura, comeu bola, perdeu o “timing”, deveríamos ter feito a transposição junto com Amapá e Roraima, mas nossos parlamentares naquela ocasião tinham preocupações mais importantes, pelo visto.

Portanto

Quem guarda expectativa de se aposentar só quando sair a transposição, pode ir se preparando para sentar e esperar muito. Nos próximos anos as agendas estarão cheias de temas nacionais que deverão ocupar boa parte da máquina pública brasileira, como reeleição, reformas administrativas e políticas e quem sabe até do judiciário. E nem sabemos ainda como vai terminar a novela da Petrobrás, que a cada dia trás uma novidade.

Na eleição

Chamamos a atenção para as doações de campanha. Os técnicos do Tribunal Regional Eleitoral estão de parabéns pelas observações que estão sendo feitas nas documentações apresentadas pelos candidatos. como notas fiscais e CPF dos doadores.

Falando em doadores

É bom lembrar que quem fez doação responde pelas irregularidades, sem contar que pode ter problemas com a receita federal.

Como tudo

Que acontece em Rondônia, o Teatro Estadual está interditado. Falta alvará de funcionamento, expedido pela prefeitura, coisa básica para qualquer estabelecimento funcionar. Mas por essas bandas, as coisas são assim mesmo. A ponte sobre o Rio Madeira, por exemplo, continua às escuras e sem a proteção lateral do lado esquerdo, sentido Humaitá (AM). No lado de cá do Madeira, alguns barracos que não foram completamento destruídos, começam a ser ocupados novamente. Se não for feita alguma coisa no local, em breve teremos moradores de novo na área.

Enquanto isso

No final de semana, em andanças pelo centro da cidade, pude perceber que as três principais praças do Centro estão tomadas por ambulantes, uma verdadeira favela, que lembra os mercados de países como a África e Bolívia. A Praça dos Pioneiros, na Rogério Weber com Sete de Setembro, virou um amontoado de botecos, sujos, uma coisa totalmente sem sentido. A praça do Fórum também está ocupada, não apenas a praça, como as calçadas dela, impossível transitar ali.

Mais adiante

Temos a praça Jonathas Pedrosa, que já emendou com o camelódromo e virou uma esculhambação só. As calçadas da Sete de Setembro estão intransitáveis, ambulante para todo o lado. Porto Velho parece uma corrutela, como eram chamados os acampamentos de garimpeiros nos anos 80. O camelódromo da Barão do Rio Branco é uma arapuca, uma tragédia anunciada, com rabichos elétricos, lonas, compensados e produtos plásticos, só aguardando uma faísca para incendiar. Nenhum prefeito teve coragem até hoje de resolver aquela situação ridícula. Já falamos sobre isso no passado, infelizmente só vão tomar providências quando for tarde demais.

Letargia

Tem alguma coisa acontecendo com nossas autoridades. Situações como a do camelódromo, por exemplo, competiria ao Corpo de Bombeiros fazer uma interdição, a prefeitura retirar o pessoal, realoca-los em outro espaço e resolver o problema. Em relação a venda nas praças a mesma coisa. E os ambulantes devem ser retirados, doa a quem doer. Comerciante paga imposto, paga energia, aluguel, alvarás, funcionários e ainda tem que competir com quem não tem nenhuma responsabilidade? Que cidade é essa?

No CREA

Nesta quarta-feira, 19, o Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura realiza eleição e será uma grande oportunidade de renovar a diretoria. A atual vem sendo alvo de uma série de desconfianças, acumula um débito de cerca de R$ 2 milhões, vem atrasando os salários e gasta acima do que arrecada. Mais sobre isso na próxima coluna.

Em Pimenta Bueno

A vereadora Scheilla Cassol quer saber porque o prefeito Jean Mendonça não comprou o aparelho de mamografia, cujos recursos foram disponibilizados no começo desse ano através de emenda dos deputados Hermínio Coelho e Luiz Goebel. O equipamento, que em maio custava R$ 330 mil e poderia ter sido comprado, já está custando quase R$ 500 mil e o prefeito fica empurrando com a barriga. Enquanto isso, centenas de mulheres precisam se deslocar para Cacoal para fazerem exames, quen já deveriam estar sendo realizados em Pimenta.

E o depoimento?

Durante a campanha eleitoral os depoimentos de José Batista (ex-secretário adjunto de saúde) e Rômulo Lopes (afilhado e ex-assessor do governador) dados à polícia federal em delação premiada vazaram (PARA SABER MAIS CLIQUE AQUI, AQUI, AQUI e AQUI), revelando detalhes sobre um mega-esquema de corrupção no governo, envolvendo pagamentos de propina, acertos em troca de apoio político, enfim, uma verdadeira “cooperação entre amigos”. A pergunta que fica é, essa turma toda vai ficar impune? O depoimento de Batista serviu para que então?

Alguém duvida?

Que a Operação Lava-Jato vai chegar em Rondônia, com força? Tem muita casa para cair antes do Natal. Tic-tac.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no http://www.facebook.com/painel.politico e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Mais de três milhões de brasileiros não sabem que têm diabetes

No Brasil, um total de 3,2 milhões de pessoas têm diabetes e não sabem – número que cresceu 14% em relação ao ano passado, conforme apontou uma atualização com dados deste ano da sexta edição do Atlas da Diabetes divulgada nesta sexta-feira. O levantamento, realizado pela Federação Internacional da Diabetes, revelou, ainda, que o Brasil tem 11,6 milhões de diabéticos de 387 milhões de casos registrados no mundo. De acordo com o presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), Walter Minicucci, o resultado é alarmante. Outro resultado crítico é a estimativa de um aumento de 205 milhões de casos a nível mundial até 2035, totalizando 592 milhões. Um dos principais motivos para esse crescimento seria o fato de que é uma doença silenciosa, com uma evolução mais lenta, sintomas poucos claros, e, consequentemente, diagnóstico tardio, diz o endocrinologista. Com esse número crescente, Minicucci ratifica que é necessário levar mais conhecimento sobre a doença para a população. Do total de casos pelo mundo atualmente, em que uma pessoa morre de diabetes a cada sete segundos, 77% vivem em países de média e baixa renda.

Painel Político : Painel Politico por Alan Alex
Enviado por alexandre em 14/11/2014 02:34:09

Unanimidade

Por 7 votos a 0  Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acatou a tese de flagrante forjado e determinou a posse de Edwilson Negreiros na Câmara de Vereadores de Porto Velho. Um policial militar teria armado a situação, que culminou com a prisão do então candidato. O TSE determinou ainda que a corregedoria do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) investigue os motivos, que levaram a Corte local a manter Edwilson fora do cargo, j´que na época, dois juízes, Juacy Loura e Herculano Nacif haviam alertado para a situação, mas foram votos vencidos.

Com isso

O jornalista Everaldo Fogaça perde o mandato, já que ele era o primeiro suplente de Edwilson. Apesar da temporariedade do mandato, Fogaça até que não fez feio, e conseguiu manter um trabalho que lhe deu certa visibilidade.

Agora

Quem deverá ficar na linha de fogo é Léo Moraes, que também tem como suplente Everaldo Fogaça. Moraes está vivendo um inferno astral devido a uma ação que tramita na justiça eleitoral em relação as eleições deste ano, por abuso de poder econômico. Mas o problema maior é que um segmento dentro da câmara está trabalhando para cassar o mandato dfe vereador de Léo por suposta quebra de decoro. Caso isso aconteça, ele fica fora tanto da câmara quanto da Assembleia, já que a cassação pode impedir que ele seja diplomado e consequentemente tome posse como deputado em fevereiro de 2015.

Falando em Léo

Ele estava sumido desde as eleições e reapareceu, ao menos no Facebook nesta quinta-feira, usando botas ortopédicas e com o tradicional “orem por mim”. Ele afirma estar se recuperando de uma cirurgia, mas ele escolheu um péssimo momento para fazer tratamento de saúde. O circo está pegando fogo e ele tem que estar por perto, do contrário corre um risco enorme de ver encerrada prematuramente, uma carreira promissora na política rondoniense.

Voltando ao julgamento

O retorno de Edwilson se deveu a atuação do advogado Nelson Canedo, que desde o princípio defendia a tese do flagrante forjado e mesmo contra todas as expectativas, conseguiu devolver o mandato que acreditava-se estar perdido.

Brutalidade

A população de Porto Velho acordou com a revelação da identidade do corpo que havia sido encontrado na quarta-feira, carbonizado, dentro de um Corolla, na BR 319, que liga Porto Velho a Humaita (AM). Tratava-se de Pedro Affonso, um jovem de 23 anos, cujos motivos da morte não foram esclarecidos ainda. Popular entre os jovens da capital, chama a atenção o método utilizado para seu assassinato. O corpo estava com as mãos algemadas nas costas, e certamente deve ter sido bastante torturado, levando em consideração que o rapaz estava desaparecido desde o meio-dia de quarta-feira, quando saiu para almoçar e não foi mais visto.

Enquanto o Brasil

Não alterar a legislação penal, vamos continuar sendo o país de bárbaros, com crimes brutais, comparados aos que ocorrem em países como México e África. Outro caso que chamou a atenção foi de um homem de 43 anos que tentou prender um ladrão, que minutos antes havia assaltado um estabelecimento onde a vítima se encontrava. No vídeo, a imagem mostra ele entregando algo ao marginal, possivelmente sua carteira. Quando o vagabundo sai, ele sai atrás e começa a lutar com o vadio, que efetua um disparo e foge na garupa de outro vagabundo. Mais uma vida que se perde na longa história de violência que atinge esse país.

Falando nisso

A SESDEC é uma verdadeira bagunça no que diz respeito a dados sobre criminalidade. Ano passado tentamos levantar dados simples, como a quantidade de sequestros ocorridas no Estado e ninguém sabia informar. Da mesma forma como ninguém sabia informar nenhuma estatística. Portanto, os dados encamainhados ao Relatório Anual da Segurança Pública tem uma grande probabilidade de estarem furados. A única instituição que consegue manter um controle sobre crimes é a Polícia Militar. A Polícia Civil, por exemplo, perdeu Iphones que haviam sido apreendidos. Ninguém sabia onde estavam, e até hoje não acharam.

Sabe o que fizeram?

Compraram um telefone novo para o pai de um dos meninos que havia tido o telefone retido na operação “Fogo de Héstia”. Perícia mesmo, não fizeram nenhuma. Então, como confiar naqueles números enviados ao anuário?

Olha essa

Tem um monte de secretários do governo achando que vão continuar no cargo a partir de 2015 e outros acreditam que conseguem voltar. Nao vão. Na verdade a maioria deverá sair e os que já foram vão continuar assim mesmo, como ex. A idéia é montar uma equipe nova, a atual já mostrou que não consegue dar conta. Vai ser um chororô danado depois do recesso de fim de ano, vai vendo.

No Brasil

O Itamaraty se mobiliza para proibir a entrada de um sujeito que diz “ensinar qualquer um a pegar qualquer mulher”, mas não se mobilizou para proibir a entrada do terrorista italiano Cesare Battisti, nem dos milhares de pedófilos que circulam pelo Nordeste anualmente, a maioria cadastrado em sistemas internacionais. Sei não, mas às vezes acho que tem alguma coisa muito errada nesse país.

Enquanto isso

Seis funcionários e ex-funconários da Petrobrás estão sendo investigados por “fortes indícios de recebimento de propina” da empresa SBM Offshore, responsável pela construção de plataformas de petróleo. Sabe qual a punição? A empresa, se e quando condenada, ficará proibida de contratar com a Petrobrás, já os funcionários, acusados de terem recebido algo em torno de U$ 30 milhões juntos, podem ser demitidos (os que ainda estão trabalhando) ou terem suas aposentadorias cassadas. Devolver dinheiro que é, nada. Ao mesmo tempo, a SBM, que é holandesa, fez uma acordo com o governo daquele país para pagar uma multa de U$ 240 milhões por ter pago propina a servidores públicos no Brasil e na África, onde ela opera, em troca de não ser processada. No Brasil, a SBM alega ter pago U$ 139 milhões em propinas. Você acha que o cara está preocupado com a cassação da aposentadoria dele? De fato, creio que o Brasil está de cabeça para baixo.

Entre em contato

Deixe sua sugestão, faça suas críticas, reclame, elogie. Temos canais de comunicação para interagir direto com você, leitor. Pelo Facebook estamos no painel.politico. Também estamos no Whatsapp no 69 9248 8911, ou ainda no email alan.alex@gmail.com. Visite também nosso site, e fique sempre bem informado, no www.painelpolitico.com.

Comer mais gordura pode ser bom para a saúde

Ao contrário do que diz o senso comum e os conselhos de muitos médicos dos últimos anos, comer mais gordura pode ser benéfico para a saúde. Diversos estudos recentes apontam para o fato de que certos tipos de gorduras – e não todos – podem sair da lista de “vilões”, seja para quem quer emagrecer ou evitar problemas cardíacos, afirma o médico Michael Mosley, que apresenta o programa da BBC Trust me, I’m a Doctor (Confie em mim, eu sou médico, em tradução livre). “Essas pesquisas são o tipo de notícia que faz com quem você queira jogar na pia aquele leite desnatado que você usa no seu cappuccino”, diz Mosley. Se a crença era a de que gorduras saturadas criavam coágulos nas artérias e engordavam, novas evidências mostram que consumi-las pode, na verdade, ajudar a perder peso e ser benéfico para o coração. No início do ano, por exemplo, um estudo liderado pela British Heart Foundation causou polêmica. Cientistas de Oxford, Cambrige e Harvard, entre outros, examinaram a ligação entre o consumo de gordura saturada e doenças cardíacas. Apesar de analisar o resultado de quase 80 estudos envolvendo mais de meio milhão de pessoas, eles não encontraram evidências convincentes de que comer gorduras saturadas implicava em um maior risco de problemas cardíacos.

(1) 2 3 4 ... 133 »