Painel Político - Painel Politico por Alan Alex - Notícias
(1) 2 3 4 ... 129 »
Painel Político : Painel Politico por Alan Alex
Enviado por alexandre em 20/10/2014 21:09:22

Desabafo

Em texto divulgado no Facebook, o deputado estadual Cláudio Carvalho (PT) fez um longo desabafo sobre o apoio que seu partido, através do deputado federal Padre Ton, canddiato derrotado ao governo, está dando ao candidato Confúcio Moura (PMDB). De acordo com Carvalho, “depois de tudo o que sofri a mando deste Senhor, jamais em minha vida política ou particular venho a apoiá-lo, não restando assim, qualquer outra opção, a não ser a de votar e pedir votos pra  quem for adversário deste Governo corrupto”.

Apocalipse

O deputado alega ter sido envolvido “de forma muito covarde” na Operação Apocalipse (realizada em 2013 pela Polícia Civil), que segundo Carvalho, “foi para acabar com os inimigos políticos do Governador”, e como prova dessa afirmação ele alega que o Ministério Público pediu arquivamento da ação e ele sequer foi indiciado, “nesta desastrosa Operação”. O parlamentar atribui a esse episódio sua derrota nas urnas.

Racha

As declarações de Claudio Carvalho comprovam uma situação que está agravando a cada eleição, o desgaste na cúpula do PT atingiu níveis inimagináveis e o grande responsável foi Padre Ton. Desde que assumiu a presidência do partido, Ton vem adotando posturas, digamos, nada republicanas. Uma delas foi “passar a mão” na cabeça de Roberto Sobrinho, permitindo que o ex-prefeito, cujo mandato encerrou de forma lacônica, permanecesse nas fileiras do partido e ainda saísse candidato a deputado federal. Nessa situação Carvalho também tem sua parcela de culpa, afinal integra o grupo de Ton no PT. Ou integrava.

“Cão sarnento”

Em seu desabafo, Cláudio Carvalho relembra que assumiu “uma cadeira na Assembléia Legislativa do Estado de Rondônia no dia 24 de dezembro de 2012, sempre cumprindo as orientações do meu Partido, determinadas pelas suas instâncias, exatamente no mês que o Governador Confúcio Moura, enxotou o PT de seu governo, algo que não se faz nem com um cão sarnento”. Ele também acusa o governo de não concluir o programa Luz para Todos (do governo federal) que segundo ele “deveria ter chegado em todas as casas do campo dos rondonienses” e isso não aconteceu pela falta da contra-partida de 10% do convênio que deveria ser paga pelo governo do Estado e acusa, “como sempre, covarde, mudou o nome do Programa”.

“Vergonha de Dilma”

Ainda em seu texto, Cláudio Carvalho acusa o governador de “ter vergonha de pedir votos para a presidente Dilma, em reuniões, debates e programas eleitorais”. Carvalho conclui afirmando que ele e seu grupo irão apoiar o candidato opositor “sendo acompanhado pela maioria absoluta do grupo”. Vamos ver como isso vai funcionar.

Grevistas

A Associação dos Praças e Familiares da Polícia e Bombeiros Militares de Rondônia (ASSFAPOM) divulgou notícia nesta segunda-feira alertando para a Ação Direta de Inconstitucionalidade movida pelo governo do Estado contra a Lei 3.275/2013, que entre outras beneficiou, com perdão, os policiais militares que participaram dos movimentos grevistas de 2011. De acordo com a entidade, se for dado ganho de causa ao governo de Rondônia, cerca de 400 policiais poderão ser expulsos da corporação.

No Tribunal de Justiça

No dia 16 de junho deste ano a Assembleia Legislativa (autora da lei) impetrou agravo regimental, já que a sentença de primeiro grau foi favorável ao governo do Estado. No dia 4 de julho o processo estava concluso, porém está parado desde então, podendo ser julgado a qualquer momento. Se for mantida a decisão, as expulsões podem de fato ocorrer, independente de quem seja o governante de plantão.

Infidelidade em alta

Os prefeitos e vereadores que estão apoiando abertamente candidatos adversários estão correndo um grande risco de serem expulsos de seus partidos e consequentemente perderem seus mandatos, e acredite, finalizada esta eleição a caça aos infiéis será grande. Como essa questão já está pacificada pelos tribunais, a turma vai perder o mandato rapidinho e a fila do desemprego vai ser grande. E isso vale para os dois lados. Se bem que quem anda “queimando” os prefeitos com todo o gás é o grupo do PMDB, e até comemora afirmando “ter mais um tucano apoiando Confúcio”. Depois não adianta reclamar.

Uso da máquina

E falando em campanha, o ex-secretário de Confúcio, Lúcio Mosquini entrou na campanha governista na semana passada e começou botando pressão total em prefeitos, vereadores e lideranças e cobra apoio afirmando que “só pode ajudar quem colaborar com a reeleição”. Em Pimenta Bueno, durante reunião no último sábado, Mosquini cobrou a presença do deputado estadual Kaká Mendonça em um reunião. Segundo ele, “Kaká teve tudo que pediu do governo e não pode virar as costas ao projeto da reeleição”. O prefeito de Pimenta, Jean Mendonça irmão de Kaká estava na reunião e baixou a cabeça para Mosquini.

Pavoroso

Dessa forma podemos classificar as informações dadas pelo ex-secretário de Saúde do governo José Batista, cuja delação premiada que havia sido dada a Polícia Federal em fevereiro de 2012 vazou na semana passada pela imprensa. Grande parte dos esquemas haviam sido denunciados por Painel Político, mas não tínhamos os detalhes pormenorizados. Difícil de digerir. Pode até demorar um pouco, mas essa casa vai cair.

Pior

É ver pessoas afirmando que Batista vazou o próprio depoimento. Ele esteve na semana passada na Polícia Federal e pediu proteção policial, alegando estar correndo risco de vida. Se ele fez isso, está com sérios problemas de cabeça.

Baixaria

E este segundo turno das eleições a coisa descambou para a baixaria em níveis cavernosos. São ataques de todas as formas, uma coisa que sinceramente, melhor seria se não tívessemos. Mas, fazer o que….é a nossa classe política.

Relento

E os desabrigados pela enchente continuam no Parque dos Tanques.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no https://www.facebook.com/alan.alex.pvh e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Sentar de forma errada mata a libido e aumenta o estresse

Sentar de maneira errada não dá só dor nas costas não. Postura errada causa depressão, raiva, dificulta a digestão, reduz a energia e mata a libido. Um estudo realizado na Nova Zelândia concluiu ainda que pessoas que sentam de maneira torta são mais negativas, autocríticas, usam mais palavrões e têm humor mais amargo. Manter a postura ereta – enquanto anda, deita ou principalmente sentado na mesa de trabalho – é importante para manter a curvatura ideal da coluna e prevenir dores. “Além dos problemas óbvios, sentar errado ‘aperta’ a área abdominal, reduzindo o fornecimento de oxigênio e nutrientes. Além de atrapalhar a digestão, causa lentidão e aumentando o cansaço”, explica Sammy Margo, porta-voz da Chartered Society of Physiotherapists. Maus hábitos em relação a postura dificultam também a respiração. “Quando isso acontece, o corpo percebe que está sendo atacado, então responde de forma pior ao estresse, dificultando o sono e reduzindo os níveis de energia”, continua. E é aí que entra a libido ou a falta dela. Com tão pouca energia, o corpo não tem forças para uma noite animada sob os lençois e, inclusive, começa a nem querer mais ter uma. O estudo comparou os resultados de estresse, humor e respostas do corpo a outros estímulos de pessoas que se sentam de maneira certa e errada. Além dos resultados já ditos acima, quem mantém a postura ereta a maior parte do parte disse sentir menos medo e menos vontade de falar. Um estudo anterior da York University, do Canadá, já havia concluído que as pessoas acham mais fácil ter pensamentos positivos quando estão sentadas de forma regular.

Painel Político : Painel Politico por Alan Alex
Enviado por alexandre em 11/10/2014 01:41:50

Olha essa

Os vereadores Ellis Regina, Cabo Anjos e Márcio do Sitetuperon estiveram na secretaria municipal de esportes de Porto Velho e solicitaram detalhes do processo 014-2013. Eles não conseguiram, porque a pessoa responsável não estava. Mesmo assim, eles foram ao almoxarifado para verificar o estoque, já que o referido processo, cujo valor é de R$ 136 mil, foi para a compra de bolas. Eles detectaram a total falta de controle do estoque e informações desencontradas. Como resultado, existe a possibilidade da Câmara abrir, na próxima semana, a “CPI das Bolas”.

Detalhe

Os três vereadores fazem parte da base aliada do prefeito na Câmara. Na segunda-feira, a partir das 9 horas, estarão na Câmara de Vereadores o secretário de Serviços Básicos de Porto Velho e o coordenador de limpeza urbana. Eles foram convocados pelo vereador Fogaça para prestarem esclarecimentos sobre a contratação da empresa LARA, por R$ 14 milhões, em regime emergencial, ou seja, sem licitação. Existe a possibilidade, segundo Fogaça, da Câmara pedir a anulação do contrato.

Parêntese

Na última coluna foram feitas algumas observações em relação a atitude do candidato a vice de Confúcio Moura, o sindicalista Daniel Pereira, que afirmou em reunião com os filiados de seu partido, PSB, ter pedido que Confúcio Moura publicasse decreto reduzindo horário de atendimento do serviço público para que os servidores pudessem fazer campanha à reeleição. Alguns leitores acharam isso “normal”, outros afirmam que “a coluna foi comprada”. Não se trata disso. Não é “normal”. Não existe “normalidade” em crime. Essa é uma tática de abuso de poder político e é criminosa. Conheço Daniel Pereira há anos e sempre o tive em alta estima, inclusive saindo em sua defesa por diversas vezes.

Só para relembrar

Quando ele foi expulso do PT por dar apoio político ao então presidente da Assembleia Legislativa, Natanael Silva (hoje foragido), eu sai em sua defesa por acreditar que já naquela época o PT estava sendo hipócrita com ele, afinal, Daniel era um expoente do partido e era um bom parlamentar. O PT na época, por exemplo, passou a mão na cabeça do então deputado Edézio Martelli, esse sim, enrolado até o pescoço com Natanael, e sequer o puniu, já Daniel sofreu expulsão. O mesmo PT que se recusou a expulsar, por exemplo, Roberto Sobrinho e Epifânia Barbosa.

Portanto

Não esperava esse tipo de atitude por parte de Daniel, que é servidor público e sabe bem o que essa categoria passa. Creio que ele deve um pedido público de desculpas por tal sugestão. O mesmo posso dizer em relação a sua declaração que “comissionado que não está na campanha deve ser exonerado”. Que isso companheiro?!

Em relação a Expedito

Já falei, e torno a repetir, tentam lhe imputar uma pecha que não é condizente com a verdade. Júnior foi condenado pela acusação de compra de votos. Ponto. Dizer que ele roubou dinheiro público ou é “ficha suja” é leviano. Seu registro foi concedido pelo Tribunal Regional Eleitoral e confirmado pelo Tribunal Superior Eleitoral esta semana. Já em relação ao atual governo não podemos dizer o mesmo e quem acompanha a coluna sabe que antes mesmo de Confúcio assumir já criticávamos, por exemplo, a contratação de Mangabeira Unger (http://migre.me/mdpET). Também já alertávamos para as movimentações do cunhado do govenador, que mandava e desmandava (http://migre.me/mdq19). O mesmo cunhado que, segundo Confúcio afirmou no debate “nunca ocupou cargo em seu governo”. Lamento, mas o governador mentiu (http://migre.me/mdwFk).

Ele também

Faltou com a verdade em relação a isenção fiscal das usinas. O Rondoniaovivo fez ampla cobertura sobre o caso (http://migre.me/mdqD2), portanto, temos que ser justos em relação a algumas questões. Ao eleitor cabe avaliar a ficha de serviço de cada candidato e temos apenas dois. Quem acompanha o noticiário político rotineiramente sabe que não existe favorecimento por parte da coluna em relação a candidato A ou B. Confúcio tem seus méritos, e são inquestionáveis, a conclusão do teatro estadual é um deles, a ajuda aos municípios, sendo que alguns haviam sido deixados de lado por questões políticas. Portanto, na minha modesta opinião, creio que enalteceríamos mais o debate se picuinhas fossem deixadas de lado e tivessemos propostas que trouxessem soluções a nossos problemas, que são crônicos. O que assisti no primeiro debate entre os candidatos foi quase uma luta de UFC. Rondônia merece mais.

Apoios

Neste segundo turno os grupos se reorganizam e começa tudo de novo, no zero a zero. Em Pimenta Bueno, uma reunião juntou no mesmo espaço 7 dos 13 vereadores e eles declararam apoio a candidatura de Expedito Júnior, capitaneados pelo deputado estadual Kaká Mendonça, Brito do Incra e Scheilla Cassol, as três maiores lideranças do município. Confúcio Moura reuniu em Porto Velho prefeitos de mais de vinte municípios rondonienses, de deputados eleitos e não eleitos, lideranças locais, colaboradores de campanha, dentre outros. Confúcio conseguiu o apoio de José Rover, prefeito de Vilhena, Júnior tem o vice, Jacier Dias. Em Ouro Preto, Carlos Magno cai em campo a favor de Expedito e em Jaru, Lúcio Mosquini tenta garantir a liderança.

No Whatsapp

Aécio Neves lançou um “vídeo-selfie” direcionado aos grupos de whatsapp. Confúcio e Expedito entraram no clima e já espalham uma série de videos pedindo votos e conclamando os eleitores a irem às urnas neste segundo turno. E é uma iniciativa louvável de ambos. A abstenção foi altíssima, assim como os votos brancos e nulos. É importante votar, democracia se consolida através do voto.

E agora?

O deputado federal Amir Lando disse que a transposição de servidores estaduais aos quadros da União só poderá acontecer, caso o governador Confúcio Moura determine à Procuradoria Geral do Estado (PGE) o ingresso de um Mandado de Segurança por Omissão à Constituição Federal junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir que a norma fundamental seja respeitada pelo governo federal. “É inadmissível essa demora no ingresso desse mandado ou outra ação que queira a PGE, afinal, são os mais beneficiados e os servidores não podem mais esperar”. De concreto posso afirmar o seguinte, esqueçam transposição nesse ano.

Alerta máximo

Um caso de ebola foi registrado no Paraná e acendeu a luz vermelha. O Brasil não tem estrutura para conter uma epidemia desse porte. As autoridades precisam adotar medidas drásticas em relação a essa questão. O fechamento das fronteiras para quem vier de países com casos registrados e a colocação dessas pessoas em quarentena. Isso só para começar. Se o ebola chegar em estados pobres como Maranhão, Piauí e regiões com alto índice populacional, a coisa vai fugir ao controle.

Elefantíase

A coluna já havia alertado sobre a possibilidade de registro de casos de filariose (elefantíase) com a chegada dos imigrantes haitianos. No Acre já foram registrados 15 casos. Não se trata de xenofobia, trata-se de responsabilidade, coisa que anda faltando em nossas autoridades.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no https://www.facebook.com/alan.alex.pvh e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

‘Gorduras do bem’ podem ser chave contra diabetes

Dois estudos publicados na edição desta semana da revista científica “Cell” podem abrir novos caminhos no combate ao diabetes, à obesidade e às doenças a ela relacionadas. No primeiro, cientistas do Centro Médico Beth Israel Deaconess (BIDMC, na sigla em inglês) e do Instituto Salk, ambos nos EUA, identificaram uma nova classe de “gorduras do bem” que melhoram a capacidade do corpo de usar a insulina que produz e controlar os níveis de açúcar no sangue. Já no segundo, pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade de Yale, também nos EUA, descobriram as bases moleculares de um processo cerebral ligado ao controle do apetite que regula a taxa de transformação da chamada “gordura branca”, usada pelo corpo para armazenar energia, na “gordura marrom”, queimada pelo organismo para gerar energia. Durante muito tempo, achava-se que as gorduras, como o colesterol, estavam sempre associadas a problemas de saúde. Mas a nova classe de lipídios, batizada como ácido graxo hidroxilizado de ácidos graxos (FAHFAs, na sigla em inglês), agora se junta a outras, como o ômega 3, que hoje se sabe serem benéficas para o organismo.

Painel Político : Painel Politico por Alan Alex
Enviado por alexandre em 09/10/2014 23:29:20

Encolhendo

O PSB de Mauro Nazif está encolhendo em Rondônia. Elegeu apenas um deputado estadual, e isso graças a um esforço gigantesco, inclusive com denúncias de abuso de poder político que estão sendo investigadas pelo Ministério Público e Câmara de Porto Velho, já que o maquinário utilizado seria da Secretaria Municipal de Agricultura. O PSB perdeu uma cadeira na Câmara dos Deputados e não fosse a competência de Jesualdo Pires à frente da prefeitura de Ji-Paraná, a situação do partido estaria bem complicada. Se depender dos Nazif, a coisa desanda de vez.

Ameaças

Daniel Pereira, um dos expoentes do partido, e candidato a vice-governador de Confúcio Moura esteve reunido esta semana com militantes da legenda em Ji-Paraná. Entre as articulações propostas pelo líder sindical estava a demissão dos servidores comissionados que não estariam fazendo campanha para a reeleição de Confúcio, “uma outra coisa, que eu pedi pro Governador hoje é o seguinte: nós passamos noventa dias de campanha dizendo o seguinte “Ó, tem gente que tem cargo comissionado no Governo e que tá fazendo campanha contra o Governo.” A conta é simples: se o cara tem cargo comissionado no Governo e ele não defende esse Governo, nós não precisamos dele. Manda ele embora, que ou você economiza dinheiro pro erário público e ele deixa de incomodar a gente, ou então a gente pega e acomoda um outro companheiro nosso que possa exercer essa mesma função. Eu sou muito pragmático nas coisas, e pra mim, a menor distância entre dois pontos é uma reta…não tem que ficar fazendo curva pra discutir nada não. Agora, isso cabe ao Governador fazer, se ele vai exonerar ou não é algo dele, né?! Eu faria isso de imediato”.

Não é só isso

Em postagem em seu perfil no Facebook, Pereira, que é presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Federais (Sindsef) vai mais além .Ele afirma que “o pessoal do Governo, amanhã, o Governador vai fazer duas coisas que eu queria que ele fizesse já no primeiro turno. Vai mudar o horário de atendimento do serviço público, pra a tarde liberar todo mundo que quer fazer campanha”. Ele ainda afirma que vai pedir ao prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires que faça o mesmo, assim como “todos os prefeitos que estão nos apoiando, e pedir se possível que façam isso para nos ajudar, por que isso é muito importante pra gente”.

Essa ação

É criminosa e isso carateriza abuso de poder político, uso descarado da máquina pública em prol de uma candidatura. Modificar o horário de atendimento do serviço público apenas para uma campanha de segundo turno chega a ser uma afronta, já que a maioria da população, que precisa desse atendimento, encontra dificuldades em horário normal devido ao grande volume de trabalho, imagine em horário corrido. O próximo passo vai ser qual, obrigar os servidores a ficarem parados em esquinas balançando bandeirinhas amarelas?

Essa reunião

Em que foram dadas as declarações de Daniel Pereira mostram que o “jeito PT” de administrar continua enraizado no dirigente sindical. Daniel foi deputado estadual por dois mandatos e foi expulso do PT por dar sustentação política a gestão do então presidente da Assembleia Legislativa Natanael Silva (atualmente foragido da justiça, condenado a 14 anos de prisão), mais ou menos nos moldes do grupo flagrado na Operação Termópilas, que prendeu o também ex-presidente da Assembleia, Valter Araújo. Na época, o PT ainda era um partido com ideais e ideologias sérias. Natanael havia contratado a então esposa de Daniel na Assembleia. Ao ser denunciado, Daniel Pereira devolveu o dinheiro recebido por ela, mas mesmo assim foi expulso da legenda.

Essa mania

De achar que servidor comissionado e prefeituras devem trabalhar em prol de reeleição é típica de militância de esquerda. É bom olhar se Mauro Nazif não andou publicando nenhum decreto para alterar os horários de trabalho na prefeitura de Porto Velho também. Isso, se concretizado, pode virar ação de improbidade contra o prefeito.

Falando em prefeitura

Na próxima terça-feira o tempo deve fechar lá pelas bandas da Câmara de Vereadores em relação a prefeitura de Porto Velho. Os vereadores tem recebido farta documentação com uma série de denúncias de supostos atos de corrupção por parte do primeiro escalão da gestão Nazif.

Um dos assuntos

A ser discutido será o contrato “emergencial” entre a prefeitura e a empresa paulista Lara, para a coleta de lixo na capital. Um dia antes da licitação, Painel Político antecipou que a empresa sairia vencedora do certame. O Tribunal de Contas pediu explicações sobre o ocorrido e o secretário municipal de serviços públicos disse que “o contrato vai continuar”. É bom o secretário lembrar que seu antecessor saiu daquela secretaria preso, e pelo andar da carruagem…

Na coordenação

Mariana Carvalho, a “namoradinha” de Porto Velho vai coordenar a campanha de Expedito Júnior na capital. Ela já está organizando o ninho e a partir de segunda-feira todo seu time vai estar em campo.

No outro time

O governo escalou o deputado federal milionário Lúcio Mosquini, que assume a coordenação de campanha e já chegou botando pressão nos prefeitos. Telefonou para vários na tarde desta quinta-feira e determinou apoio incondicional a reeleição, sob pena de ficarem vetados no governo. Mosquini está sendo investigado pelo Ministério Público por enriquecimento ilícito.

Violência

O que deveria ser uma “ilha de tranquilidade” vem se tornando palco de uma série de eventos violentos nos últimos anos. Apesar de não ser possível prever reações, esta semana, uma mulher efetuou três disparos contra um rapaz dentro do Porto Velho Shopping e o evento poderia ter virado uma tragédia. Na semana passada uma mulher sofreu sequestro relâmpago no estacionamento, e o incidente terminou com ela batendo seu carro e o assaltante sendo capturado. O shopping precisa rever seus protocolos de segurança com urgência, antes que ocorra algo pior.

Na verdade

A escalada da violência está atingindo patamares assustadores em Rondônia. Reflexo de uma gestão desastrosa.

Ebola

O governo adotou algumas medidas para conter a entrada do vírus ebola. No aeroporto, onde não chega nenhum imigrante. Eles entram de carro ou de ônibus vindo pelo Acre ou por Guajará-Mirim, via Bolívia. A fiscalização tem que ser intensificada nas estradas e não no aeroporto. Refugiado não tem dinheiro para comprar passagem aérea.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no https://www.facebook.com/alan.alex.pvh e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Deficientes visuais têm quatro vezes mais pesadelos do que pessoas com visão normal
Um novo estudo dinamarquês revela que as pessoas cegas têm consideravelmente mais pesadelos do que as pessoas com visão normal e aqueles que se tornaram cegos mais tarde na vida. O estudo, recentemente publicado na revista “Sleep Medicine”, mostra que uma média de 25% dos sonhos vividos por pessoas que nasceram cegas são pesadelos – enquanto eles representam apenas 6% dos sonhos de pessoas cuja visão é intacta. Durante um período de quatro semanas, a equipe de cientistas da Universidade de Copenhague e Glostrup Hospital seguiram 11 pessoas que nasceram cegas, 14 que se tornaram cegas mais tarde na vida e 25 pessoas com a visão normal. Eles pediram aos participantes para tomarem nota do que eles sonharam. Os resultados mostram que as pessoas que nascem cegas não têm sonhos com conteúdo visual e 25% dos seus sonhos eram pesadelos. Já as pessoas que perderam a visão mais tarde na vida podem ter conteúdo visual em seus sonhos, embora quanto mais tempo eles estão sem a visão, menos são os sonhos que têm com qualquer conteúdo visual. Sete por cento dos seus sonhos eram pesadelos. Os sonhos das pessoas com vista normal são baseados em imagens e elas têm pesadelos apenas 6% do tempo. Os assuntos dos sonhos dos participantes da pesquisa “foram muitas vezes relacionados com ameaças vividas no cotidiano”. Uma mulher muitas vezes tinha pesadelos sobre ser atropelada por um carro ou entrar em situações sociais embaraçosas, como derramar uma xícara de café.

Painel Político : Painel Politico por Alan Alex
Enviado por alexandre em 09/10/2014 02:02:22

Preocupação

O governo começa a se movimentar para tentar vencer Expedito Júnior neste segundo turno das eleições. O candidato a vice-governdor, Daniel Pereira andou declarando por ai que “servidor que tem cargo em comissão (CDS) no Governo e não trabalha pela reeleição de Confúcio deve ser imediatamente mandado embora”, e afirmou já ter tratado desse assunto com o próprio governador. Bom, não é nenhuma novidade que CDS é cargo de confiança, mas pelo tom de Pereira devem ocorrer demissões no governo em breve.

Vale lembrar

Que o cargo comissionado não é propriedade particular do gestor, muito menos do candidato. A natureza jurídica do cargo (ad nutum) correspondente à oportunidade e conveniência ao efetivo interesse da Administração Pública. Não do gestor/candidato particularmente. O cargo comissionado é disponível apenas ao interesse público. Nunca ao gestor, ao seu talante, ao seu arbítrio. O uso de cargo comissionado no interesse particular constitui prática de ato de improbidade administrativa, previsto no art. 9º, IV, da Lei Federal nº 8.429/92. A simples declaração pública já é merecedora de intervenção do Ministério Público.

Portanto

Essa história pode render muita dor de cabeça a coligação de Confúcio Moura. A “onda amarela” pode virar uma “onda marrom”.

Abusos

Ainda no começo do processo eleitoral a coluna chamava a atenção para inúmeros abusos que vinham sendo cometidos por alguns pré-candidatos, entre eles o ex-diretor do DER, que foi eleito deputado federal, Lúcio Mosquini. Mesmo estando fora do governo, ele participava de solenidades e chegava a sentar na mesa de autoridades. Qualquer pessoa que tenha percorrido o Estado durante a campanha eleitoral percebeu a quantidade absurda de material de campanha do então candidato. E Mosquini declarou ter arrecadado R$ 319 mil e alega ter gasto R$ 178.951,24. Mariana Carvalho, cuja campanha foi focada apenas em Porto Velho declarou ter gasto R$ 264.984,28. Então tem coisa muito, mas muito errada mesmo nessas contas.

Para exemplificar

Um dos supostos doadores de campanha de Mosquini fez contato com a coluna quando teve seu nome divulgado. Ele alegou não ter feito nenhuma doação. Ao ser confrontado com o sistema do Tribunal Regional Eleitoral, onde constava o nome de sua empresa e CNPJ, ele contactou Mosquini. O então candidato alegou “erro de digitação” e para evitar maiores problemas encaminhou uma declaração “corrigindo” a falha. Mas seria bem interessante o Tribunal Regional Eleitoral olhar com lupa essas contas. Se procurar, acha.

Alerta

Já que estamos em época de “ficha limpa” e “renovação na política”, as autoridades competentes poderiam esmiuçar com mais calma essas contas de campanha e impedir esses abusos antes da diplomação dos eleitos. Essa história a gente já sabe como termina, o sujeito é empossado e as ações emperram nas instâncias superiores. E nem adianta culpar o eleitorado. Se brasileiro soubesse votar não precisaríamos de uma lei para impedir que condenados fossem candidatos. Nem os que abusam do poder político e econômico.

Falando nisso

No Ministério Público do Estado avançam as investigações sobre a denúncia de enriquecimento ilícito por parte do ex-secretário de Confúcio Moura. Quem conhecia Mosquini antes dele ser assessor do governo, garante que ele tinha uma vida modesta. Não é bem assim atualmente. Ele é dono de postos de combustíveis em Jaru e Porto Velho, além de ter comprado uma fazenda e caminhões de transporte de combustíveis. Isso tudo durante o período em que estava no governo.

No Paraná

O empresário Assis Gurgacz, pai do senador Acir Gurgacz concedeu entrevista a uma rádio de Cascavel e tentou explicar a investigação do Tribunal de Contas da União e a denúncia do Ministério Público Federal sobre um suposto desvio de recursos públicos através da Fundação Assis Gurgacz em um programa de inclusão digital. O projeto previa a compra de dois ônibus, mas o patriarca afirma ter “comprado quatro usados”. O problema é que os usados pertenciam a empresas dele próprio e foram pagos, segundo o TCU, “os quatro veículos, ano 1996 com os equipamentos e adaptações discriminadas no edital não excederia a R$ 120 mil a unidade, ou R$ 480 mil no total, indicando um sobrepreço de cerca de R$ 528 mil, e isso se cada veículo, sem os equipamentos, fosse comprado no mercado a R$ 50 mil, situação que não ocorreu, visto que os veículos já eram de propriedade do mesmo grupo empresarial”.

Ele também

Não esclareceu uma série de outros apontamentos feitos pelos técnicos do TCU. No último dia 30 de setembro o Ministério Público Federal apresentou denúncia contra o presidente e diretores da Fundação Assis Gurgacz (FAG), Assis Gurgacz, Jaqueline Aparecida Gurgacz Ferreira e Assis Marcos Gurgacz, entre outros envolvidos, por crimes de peculato e fraude em licitação. De acordo com o MPF, os acusados desviaram R$ 4.571.825,50 em valores atualizados, do Governo Federal. Durante a campanha, PAINEL POLÍTICO publicou essa denúncia. Gurgacz pediu direito de resposta ao Tribunal Regional Eleitoral alegando “não ter nada a ver com a Fundação”. A justiça eleitoral entendeu ser im possível dissociar o senador dos atos da instituição, “principalmente porque um dos denunciados é primeiro suplente do senador”. O pedido foi indeferido.

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no https://www.facebook.com/alan.alex.pvh e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Consciência pode permanecer por até três minutos após a morte, diz estudo

Aquele túnel com uma luz brilhante no fundo e uma sensação de paz descritos por filmes e outras pessoas que alegaram ter passado por experiência de quase morte podem ser reais. No maior estudo já feito sobre o tema, cientistas da Universidade de Southampton disseram ter comprovado que a consciência humana permanece por ao menos três minutos após o óbito biológico. Durante esse meio tempo, pacientes conseguiriam testemunhar e lembrar depois de eventos como a saída do corpo e os movimentos ao redor do quarto do hospital. Ao longo de quatro anos, os especialistas examinaram mais de duas mil pessoas que sofreram paradas cardíacas em 15 hospitais no Reino Unido, Estados Unidos e Áustria. Cerca de 16% sobreviveram. E destes, mais de 40% descreveram algum tipo de “consciência” durante o tempo em que eles estavam clinicamente mortos, antes de seus corações voltarem a bater. O caso mais emblemático foi de um homem ainda lembrou ter deixado seu corpo totalmente e assistindo sua reanimação do canto da sala. Apesar de ser inconsciente e “morto” por três minutos, o paciente narrou com detalhes as ações da equipe de enfermagem e descreveu o som das máquinas.

Fonte: Alan Alex (www.PAINELPOLITICO.COM)

Painel Político : Painel Politico por Alan Alex
Enviado por alexandre em 08/10/2014 00:36:02

Deixa eu ver se entendi

Desde que teve início o processo eleitoral circulam vídeos, adesivos, montagens fotográficas e postagens em perfis de Facebook atribuindo a pecha de “corrupto” ao candidato Expedito Júnior. A maioria das postagens e envios são de pessoas ligadas ao governo ou a campanha de Confúcio Moura. Não que ele tenha algo a ver com isso, mas como se trata de sua reeleição, atribui-se a sua campanha esse tipo de material. Mas, espera, eu acho que tem algo errado nessa história.

Ficha limpa

Expedito teve o mandato cassado por uma denúncia de “compra de votos” em uma disputa onde ele teve mais de 60 mil votos de diferença em relação ao segundo colocado, Acir Gurgacz. Posteriormente a conclusão do processo, foi comprovado que os denunciantes receberam dinheiro para fazer a denúncia, eles chegaram a ser gravados por um estudante, que os teria arregimentado para fazer a denúncia. Eles não apenas confirmaram o recebimento de dinheiro como declararam que todo o esquema foi armado pelo ex-deputado Carlão de Oliveira, que na época estava preso devido denúncias apresentadas pelo então governador Ivo Cassol. Veja detalhes no link – http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/defesa-de-expedito-e-cassol-ganha-nova-versao/

Pois bem

Essa é uma questão ultrapassada. Como o processo já havia transitado, Junior terminou pagando por uma situação até hoje nebulosa. De qualquer forma, ele pagou um preço alto, perdeu o mandato de senador e não pode registrar candidatura em 2010. Porém, no caso do atual governo, não podemos dizer o mesmo. Assessores de primeiro escalão de Confúcio foram presos por desvio de recursos da área da saúde, até mesmo seu afilhado foi preso no apartamento do governador, e em depoimento afirmou que tinha dinheiro embaixo de sua cama, “a Polícia não procurou”, disse Rômulo em depoimento. Ele era uma espécie de filho de criação de Confúcio.

Onde andam?

No meio desse turbilhão, algumas figuras saíram das sombras, como Francisco Assis, cunhado de Confúcio que após ter sido flagrado falando em nome do governo sem sequer ocupar cargo oficialmente, deu uma sumida. Outro foi Wagner Souza, conhecido como “Bocão”. O primeiro está acomodado em uma diretoria do SEBRAE de Rondônia e o segundo foi para Brasília, onde ocupa uma função na representação do Estado. Ambos protagonizaram uma série de “negócios” no governo, do contrato de marmitas para o presídio a isenção fiscal das usinas, passando pelo escândalos episódio dos empréstimos consignados.

Portanto

Para esse atual governo tentar atribuir a alguém, seja lá quem for, a pecha de corrupto, tem que olhar primeiro o próprio rabo. E ele é grande. Como diria o ‘cumpanheiro’, “nunca na história desse país…”. A coisa estava tão bagunçada que até cocaína foi roubada da delegacia de crimes contra o tráfico de drogas. Então, para fechar esse assunto, não sei bem como uma administração desse naipe quer acusar alguém de ser corrupto. É bom lembrar que não se pode perpetuar uma pena, nem pagar pelo mesmo crime duas vezes. No caso de Expedito, ele já está com a situação resolvida. Já no caso de Confúcio e seu secretariado…

Segundo turno

Padre Ton, conforme já era esperado, se bandeou para o lado de Confúcio Moura e não assumiu abertamente, mas deixou nas entrelinhas que pode ir a integrar o segundo mandato, se houver. Ele e a “companheirada” e ai você inclui Roberto Sobrinho e Cláudio Carvalho, que foram rejeitados nas urnas, mas não querem ficar desempregados. Já o senador Ivo Cassol e seu grupo foram para o lado de Expedito. Em reunião na tarde desta terça-feira no Rondon Palace Hotel ficou acertado que o PP, PR, PV, PTC e PROS vão estar juntos no ninho tucano.

Porém

Mesmo com Expedito e Cassol continuarem sem se falar e a decisão ter sido do grupo, e não do próprio Ivo, tem muita gente que não está gostando nem um pouco dessa história. Mas vale ressaltar que esse era um caminho natural e Cassol declarou que “só apóia porque ele é amigo de Neodi”. Na última segunda-feira o Supremo Tribunal Federal (STF) publicou no Diário da Justiça a ata da sessão que rejeitou os embargos declaratórios do senador. Nos próximos dias o STF deve publicar o acórdão da decisão e a partir disso Cassol deve tentar um último recurso, que costuma não ser aceito pela Corte. Cassol foi condenado a 4 anos, 8 meses e 26 dias de prisão em regime semi-aberto.

O povo reclama…

E mesmo assim reelege Nilton Capixaba para o Congresso Nacional. O deputado, agora reeleito, responde ação penal por uma série de crimes que ficaram nacionalmente conhecidos na operação Sanguessuga, da Polícia Federal. Ele foi acusado pelo Ministério Público Federal de integrar uma quadrilha que desviava recursos do Ministério da Saúde através da venda de ambulâncias. Outro que também está no mesmo processo é Agnaldo Muniz, que por pouco não foi eleito, mesmo assim é suplente de Mariana Carvalho e Expedito Neto. Juntos, Capixaba e Agnaldo tiveram 67.557 votos.

O mesmo

Podemos falar de Vilhena, que presenteou Rosângela Donadon, esposa de Marcos Donadon, ex-deputado estadual que está preso por roubar milhões da Assembleia Legislativa na época que presidiu aquele poder. Ela foi eleita deputada estadual com 11.108 votos. Seu cunhado, Natan, ex-deputado federal também está preso em Brasília por condenação no mesmo processo.

Enquanto isso

O conselheiro Wilber Coimbra, do Tribunal de Contas de Rondônia,determinou a abertura de investigação devido a contratação, pela Prefeitura de Porto Velho, da empresa Lara Central de Tratamento de Resíduos Ltda, supostamente especializada em serviço de limpeza urbana, no valor de R$ 14.196.400,32 por meio de Dispensa de Licitação, alegando Emergencialidade.Chamou a atenção do conselheiro o fato da coluna Painel Político  ter adiantado, bem antes da abertura da concorrência, o nome da empresa vencedora. Na sua decisão, Wilber Coimbra anota: “chama a atenção desta Corte as notícias veiculas nos sítios eletrônicos locais dando conta que – ao que parece, em caráter premonitório, uma vez que anterior à data da abertura da Concorrência Pública, cuja sessão de abertura estava prevista para o dia 02.09.2014, o que por si só, divorcia-se do espírito da lei de regência aplicável à matéria – sagrar-se-ia exitosa em referida competição a empresa Lara Central de Tratamento de Resíduos Ltda”. É…por aqui a gente só não conseguiu adivinhar os números da mega…

Para contatos

Fale conosco pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no https://www.facebook.com/alan.alex.pvh e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Whatsapp 9248-8911.

Seu nariz pode indicar quando você vai morrer
Se as coisas não estiverem cheirando muito bem, talvez seu tempo no mundo esteja chegando ao fim. De acordo com um estudo feito por pesquisadores da Universidade de Chicago, nos EUA, problemas no nosso olfato podem indicar que a morte está próxima. O grupo de cientistas, liderado por Dr. Jayant M. Pinto, testou a capacidade de detecção de cheiros em 3.005 homens e mulheres com idade entre 57 e 85 anos nos EUA. Eles precisavam reconhecer o cheiro de rosas, laranja, peixe e hortelã-pimenta. E aqueles com mais dificuldade de olfato eram aqueles com menos tempo de vida – a chance deles morrerem em até cinco anos era três vezes maior do que aqueles sem problemas de olfato. Com isso, os pesquisadores acreditam que o declínio na capacidade de reconhecer cheiros pode ser um indicativo de alguma outra degeneração relacionada à idade – e eles realmente acreditam que a perda do olfato seja um dos sinais de que a morte se aproxima, de acordo com o estudo publicado no PLOS One.

(1) 2 3 4 ... 129 »