Painel Político - Painel Político por Alan Alex - Notícias
(1) 2 3 4 ... 120 »
Painel Político : Painel Político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 21/07/2014 23:53:16

Segurando

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) deve julgar nos próximos dias o pedido de registro de candidatura de Expedito Júnior e este é, sem dúvida alguma, o fato mais aguardado desta eleição. É esse julgamento quem vai definir os rumos das demais candidaturas.

Explico

Com a briga Expedito/Cassol, o mais confortável no cenário é o atual governador Confúcio Moura. Ele olha com um olho essa peleja e com o outro vigia o Padre Ton. O governador avalia que, se Expedito ficar fora, ele pode até pensar em vencer no primeiro turno. Mas a coisa pode não ser tão fácil quanto os governistas pensam. As candidaturas de Jaqueline e Ton ainda não foram lançadas oficialmente, portanto, fica complicado ter um parâmetro para avaliar o cenário.

Certo mesmo

É que muita gente que deve se surpreender com a disputa ao Senado. É esperar para conferir, mas o que parece certo, está longe de ser.

Na pauta

O TRE começa a julgar nesta terça-feira os pedidos de registro dos candidatos a deputado estadual, federal, senado e governo. Mas o pedido de Expedito não deve entrar na pauta desta semana. Por se tratar de um caso mais complexo, deverá ser um dos últimos a ser analisado. Os primeiros a serem avaliados serão os que não tem pedidos de impugnação.

Com isso

Expedito continua segurando seu bloco.

Lançando

E nesta quinta-feira Jaqueline e Ivone Cassol devem lançar suas candidaturas oficialmente ao governo e senado em Porto Velho. Data, horário e local ainda serão divulgados. O governador Confúcio Moura lança na sexta-feira, 25, em vários municípios simultâneamente.

Andanças

No último fim de semana o casal Raupp esteve visitando os municípios de Guajará-Mirim e Nova Mamoré. Por lá também andou a candidata a deputada federal Scheilla Cassol, que esteve ainda em Buritis, Jaru, Ouro Preto e Presidente Médici. Scheilla lança sua candidatura oficialmente no sábado, 26, em Pimenta Bueno.

Sobre candidaturas

A coluna informa que estará publicando agenda de candidatos aos cargos de deputado federal, governo e senado, se elas forem enviadas pelas assessorias. O e-mail é o alan.alex@gmail.com. Não vamos divulgar as agendas de candidatos a deputado estadual devido ao grande número. Estaremos publicando resumos dessas agendas, desde que sejam enviadas. Não publicaremos fotos.

Descrença

De norte a sul de Rondônia a reclamação é uma só, a falta de compromisso da classe política com a população. Nos mais diversos municípios que andei nos últimos meses as pessoas dizem a mesma coisa, que político ‘A’ se comprometeu com tal coisa e não cumpriu, que político ‘B’ só aparece em época de campanha e por ai vai. De fato, os problemas continuam exatamente os mesmos do passado. E pelo cardápio atual, pouca coisa se salva.

Isolada

A rodovia BR 425 está intrafegável. Extremamente perigosa, com trechos de visibilidade zero. Isso na seca. Quando chove a coisa piora, já que a poeira vira uma lama pegajosa. Em Guajará-Mirim os supermercados e farmácias estão com as prateleiras vazias, a cidade parece um deserto. Os preços que haviam disparados durante a enchente, ainda estão altos, mas faltam diversos produtos.

Atenção candidatos

Liguem no 9984-8906 e peçam um orçamento para impressão de banners, adesivos perfurados e praguinhas. O melhor preço do estado e entrega garantida dentro do prazo.

Enfim

A polícia resolveu se mexer em relação ao cerol, que é usado em linhas de pipas na cidade de Porto Velho. No fim de semana, uma ação da PM no conjunto Santo Antônio acabou com a brincadeira dos marmanjos que ficavam na praça empinando pipas com linhas cortantes. Dezenas de motociclistas já sofreram com essa brincadeira sem graça, outros tantos morreram com o pescoço cortado.

Rebuliço

Desde que a coluna acionou o tic-tac na semana passada que a correria está grande em Rondônia. Tem gente desligando o telefone quando alguém fala em obra, operação ou qualquer coisa do tipo. Interessante é que estão adotando métodos de encontros pessoais com a famosa frase “preciso falar pessoalmente com você”. Parece que a turma esqueceui da Operação Termópilas. Um recado, se não quer ser ouvido, não fale.

Exemplo

A RJ Reynolds Tobacco, segunda maior fabricante de cigarros dos EUA, foi condenada a pagar compensações de US$ 23,6 bilhões a uma viúva na Flórida, que perdeu o marido em 1996 por causa de um câncer no pulmão. A decisão foi tomada na noite de sexta-feira e, se mantida, será a maior ação individual daquele estado. Cynthia Robinson, moradora de Pensacola, na Flórida, abriu processo contra a fabricante em 2008. Seu falecido marido, Michael Johnson, fumava entre um e três maços de cigarro por dia durante mais de vinte anos. Aos 36, morreu sem abandonar o vício. – Ele não conseguir parar. Ele estava fumando no dia em que morreu – disse à Reuters Chris Chestnut, um dos advogados da viúva. O julgamento durou quatro semanas e, após 11 horas de deliberações, o júri condenou a RJ Reynolds, dona da marca Camel, a pagar US$ 7,3 milhões à viúva, além de US$ 9,6 milhões ao filho do casal, por danos compensatórios. Além disso, a empresa foi condenada a pagar US$ 23,6 bilhões por danos punitivos. Em comunicado, Jeffery Raborn, vice-presidente da RJ Reynolds, afirmou que “o veredicto vai além do reino da razoabilidade e da equidade, e é completamente inconsistente com a evidência apresentada”. Ainda cabe recurso.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância. Também estamos com grupos no aplicativo Telegram. Para mais informações acessehttp://painelpolitico.com/grupos-de-noticias.

Remédio para asma é usado para tratar um tipo de paralisia

Um remédio usado para o tratamento da asma pode ser uma nova esperança para pacientes que sofrem de miastenia congênita, doença genética caracterizada pela produção de anticorpos que agem contra o próprio organismo, especificamente nos componentes responsáveis pelo sistema motor. Em alguns casos, a síndrome pode causar problemas de locomoção. O britânico Jimmy Webster, de 18 anos, passou os últimos sete sem conseguir andar sozinho. Em apenas três dias com o tratamento em teste, já conseguia se levantar sem a ajuda de ninguém e, em uma semana, já estava andando. A droga mágica é o salbutamol, presente em sprays para o tratamento da asma, como o Aerolin e Pulmoflux. O componente age diretamente sobre as comunicações nervosas dos músculos, alvo da miastenia. A miastenia pode ser congênita ou adquirida. A dificuldade no tratamento da doença herdada geneticamente é que ela é causada por uma variedade de mutações genéticas, sendo que cada uma precisa de uma combinação diferente de drogas. As pesquisas buscam a melhor terapia para cada tipo de desordem.

Painel Político : Painel Político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 18/07/2014 10:47:33

Relembrando

Em 2011 tomava posse como Procurador Geral do Ministério Público o promotor de Justiça Héverton Alves de Aguiar, e o Ministério Público de Rondônia saía de uma letargia que durava alguns anos. Eleito com 88 votos contra 43 do segundo colocado, Héverton não disse muito quando assumiu, mas começou a fazer. No mesmo ano o MP deflagrou uma das maiores operações policiais de Rondônia, com o apoio da Polícia Federal, a Termópilas desarticulou um esquema envolvendo o legislativo e o executivo e era o pontapé inicial em uma série de outras ações do Ministério Público.

Em pouco menos

De 3 anos, Héverton Aguiar conseguiu dar visibilidade e credibilidade a uma instituição que até então era duramente criticada pela imprensa e pela sociedade devido a omissão em questões relevantes. Foi na gestão de Aguiar que a suposta organização criminosa que agia na prefeitura da Capital foi desarticulada, mandando para a cadeia o então prefeito Roberto Eduardo Sobrinho e vários secretários municipais, que agora respondem a ações na justiça. Também foi pelas mãos de Aguiar que o Ministério Público atuou em diversos municípios e até no SEBRAE de Rondônia.

Agora

Em 15 de maio de 2015, Aguiar deixa o comando do Ministério Público. Ele já foi reconduzido ao cargo e a legislação não permite uma terceira reeleição, o que é uma pena. O processo eleitoral do MP inicia no fim deste ano e só nos resta torcer para que o sucessor de Héverton Aguiar tenha o mesmo empenho, e não permita que o Ministério Público adormeça novamente.

Caótico

Um míssil derrubou um avião da Malaysa Airlines nesta quinta-feira com 295 pessoas a bordo, quando a aeronave sobrevoava o espaço aéreo na Ucrânia. O atentado foi confirmado por agências de inteligência de vários países e agrava o delicado equilíbrio na região. Ao mesmo tempo, Israel iniciou nesta quinta-feira uma invasão terrestre na faixa de Gaza, atacando palestinos. Nos últimos meses, várias crises estão se agravando em diversas regiões do planeta e a recessão em alguns países da Europa acende uma luz vermelha na geopolítica mundial. Especialistas alertam para um conflito de grandes proporções e vamos torcer para que estejam errados.

Enquanto isso

No Tribunal de Justiça de Rondônia tramita a Ação Civil Pública 0004080-21.2014.8.22.0004, que pede, entre outras, o afastamento do prefeito de Ouro Preto do Oeste Alex Testoni do cargo. Para o juiz Jose Antonio Barretto, da 1ª Vara Cível, relator do processo, “o autor não apresenta qualquer prova efetiva de suas acusações.Ademais, a liminar que pede é no sentido de determinar à Prefeitura do Município de Ouro Preto do Oeste a nulidade do convênio firmado e todos os atos advindos do mesmo (sic).Evidente que a nulidade de um ato administrativo (contrato, convênio etc) não é passível de determinação de nulidade, mas sim, quando for o caso, de declaração de nulidade, e essa declaração pressupõe efetiva comprovação dos vícios.Observo que o convênio em questão envolve o Estado de Rondônia, pessoa jurídica de direito público interno não incluída pelo autor na ação.Também pede o afastamento imediato do réu Juan Alex do cargo de prefeito.Não é o caso, pois o afastamento de detentor de mandato decorrente de escolha popular é medida excepcional e somente justificável quando patente o risco gerado por sua permanência; além disso, exige-se plausibilidade nas alegações. Nenhuma das situações está demonstrada.” O ex-secretário de Obras do governo, Lúcio Mosquini também é réu na Ação.

R$ 2,7 milhões

Foi o valor repassado pelo governo do Estado através da Secretaria de Agricultura para feiras agropecuárias. O Ministério Público está de olho. E o Tribunal de Contas também. Foi instaurado um procedimento de tomada de contas para apurar o repasse de quase R$ 2 milhões pagos ano passado a uma emissora de TV que fez a “cobertura” do arraial Flor do Maracujá, em Porto Velho.

A pergunta é…

Se a emissora é de propriedade privada, vende espaços publicitários para sua programação, qual o interesse público para que o governo pague um volume tão grande de dinheiro? O que justifica tal medida? Tomada de contas é pouco…

Abriu mão

O grupo político comandado pelo senador Ivo Cassol abriu mão do Solidariedade (SDD) em sua coligação. A legenda, cuja situação ainda não foi resolvida, estava compondo duas coligações, a de Cassol e a de Expedito Júnior. Mas a “generosidade” de Ivo tem um motivo, material de campanha.

Explico

No material publicitário dos candidatos majoritários, obrigatoriamente tem que aparecer o nome da coligação e os partidos que a compõe. Como o Solidariedade não fica com Cassol de jeito nenhum (ou vai sozinho ou com Expedito), não tem como ele aparecer no material de campanha de Jaqueline e Ivone. Se as peças contivessem o nome do SDD (como aparecia no sistema do TRE), elas deveriam ser recolhidas e corrigidas. Então, para não ter esse trabalho, Cassol preferiu deixar para lá.

Porém

O estrago foi feito. A manobra atrasa e complica a vida dos candidatos do SDD, entre eles Expedito Netto, filho de Júnior. Mas nos próximos dias a situação deverá estar resolvida. A probabilidade maior é de que a legenda componha a coligação de Expedito Júnior.

Corrida presidencial

Pesquisa do Instituto Datafolha sobre as intenções de voto para as eleições à presidência da República, divulgada na noite desta quinta-feira (17), mostra pela primeira vez o candidato do PSDB, Aécio Neves, tecnicamente empatado com Dilma Rousseff (PT) caso ocorra um eventual segundo turno. De acordo com o levantamento, que ouviu 5.377 eleitores em 223 municípios brasileiros entre terça (15) e quarta-feira (16), se a fase derradeira do pleito fosse disputada hoje Dilma teria 44% dos votos e Aécio, 40%. Como existe uma margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos, o cenário teria os dois empatados. O Datafolha também analisou a possibilidade de um eventual segundo turno disputado entre a petista e o candidato do PSB, Eduardo Campos. Mais uma vez, a diferença entre Dilma e um rival diminuiu notadamente, ainda que desse a ela a vitória, com 45% dos votos – o ex-governador de Pernambuco contaria com 38%. A diferença entre a oposição e a presidente é a menor desde que foi iniciada pelo instituto a série de pesquisas para as eleições 2014, em agosto do ano passado. Comparado ao último levantamento, divulgado no início deste mês, no primeiro turno Dilma caiu de 38% para 36%, Aécio manteve seus 20% e Campos foi de 9% para 8%. Como os rivais somam 36%, mesma porcentagem de votos da petista, ainda não é possível avaliar se haveria segundo turno.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância. Também estamos com grupos no aplicativo Telegram. Para mais informações acessehttp://painelpolitico.com/grupos-de-noticias.

Remédios para asma afetam o crescimento das crianças

Duas novas revisões de estudos da publicados pela Biblioteca Cochrane envolvendo corticoides inalados — as bombinhas usadas por quem sofre de asma — sugerem que estes medicamentos afetam o crescimento das crianças. Uma revisão estudou os efeitos dessas drogas no crescimento quando comparadas com placebos e não esteroides, enquanto outra ficou concentrado nas doses dos medicamentos. A primeira revisão sistemática examinou os resultados de 25 pesquisas com 8.471 crianças com asma de suave a moderada. Dos 25 estudos, 14 envolvendo 5.717 crianças mediu o crescimento durante um ano. A maioria dos corticoides inalados foram testados e os resultados sugeriram que eles suprimiam o crescimento, quando comparados com placebos e drogas não esteroides. A segunda revisão sistemática investigou os resultados de 22 pesquisas nas quais as crianças asmáticas eram tratadas com doses baixas ou médias de corticoide inalado. Dos 22 estudos, apenas três seguiram 728 crianças por um ano ou mais. Um desses estudos também testou três doses diferentes da droga. Nos três estudos que seguiram os participantes por um ano ou mais, as doses baixas melhoraram o crescimento em 0,25 cm por ano.

Painel Político : Painel Político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 16/07/2014 21:01:50

Impugnações

O Ministério Público Eleitoral (MPE) divulgou nesta quarta-feira um listão com 22 candidatos que estão com problemas nos registros de candidaturas, entre eles o pai e primeiro suplente do senador Acir Gurgacz, o empresário Assis Gurgacz, que segundo o MPE “está condenado pelo Tribunal de Justiça de Rondônia e teve as contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União”. Candidatos com condenação pelo Tribunal de Contas do Estado também tiveram pedidos de impugnação feitos pelo MPE, são eles, Amado Rahhal, Dinho Souza, Cletho Muniz Brito e Antenor da Sithathi. Condenados pelo Tribunal de Justiça estão Moreira Mendes, Lindomar Garçon, Joarez Jardim e Vera Paixão. Pelo TRE estão na lista, Expedito Júnior, Garçon, Joarez Jardim e Edvilson Negreiros. Vale lembrar que a lista é de pedido de impugnação. O pleno do Tribunal Regional Eleitoral ainda vai analisar cada caso.

Também na lista

Roberto Sobrinho que apresentou “irregularidades na documentação”, além de Laerte Gomes, com o mesmo problema e Ana da 8, que deixou de apresentar uma certidão da Assembleia Legislativa.

Aviso

“E no balanço das horas tudo pode mudar”…

Na briga

Dois pesos pesados da política rondoniense estão em campo em uma das maiores e mais complicadas eleições dos últimos anos, trata-se de Ivo Cassol e Expedito Júnior. Ambos prepararam seus grupos para o embate e fazem as contas dos votos de seus candidatos. Cassol entrou mais pesado, resolveu apostar em sua irmã na disputa ao governo e sua esposa, na concorrência pela vaga ao senado. Além disso, o grupo de Cassol lançou 22 candidatos a deputado federal (eram 23, mas Odacir Soares renunciou a candidatura). Já Expedito saiu com 25 candidatos (dois estão indefinidos, que são do Solidariedade – Expedito Netto e Assis da Força).

Freio

Mas tanto Ivo quanto Expedito estão cautelosos em relação a colocar o “bloco na rua”. O italiano observa a movimentação de sua irmã, que divide colégio eleitoral com Júnior e Expedito aguarda uma definição em relação a candidatura de seu senador, Moreira Mendes que vem tentando reverter uma condenação no Superior Tribunal de Justiça. De outro lado, Ivo bate cabeça com a possível impugnação de Carlos Magno, vice de sua irmã. Cassol também pode perder o segundo suplente de sua esposa, Jânio Silva, que segundo o Ministério Público Eleitoral “não se desincompatibilizou de função pública”.

Confusão

E o Ministério Público Eleitoral também apontou uma série de falhas em algumas coligações, como a ausência de assinaturas, atas sem registro, sem lista de presença e a não observância de percentual mínimo de 30% para cada sexo (os partidos precisam lançar o mínimo de 30% e o máximo de 70% de candidatos de cada sexo). Claro que eles tem prazo para resolver, mas a confusão demonstra que o jogo está bruto.

Largando

E alguns candidatos já estão com suas campanhas nas ruas. Carros adesivados já podem ser vistos em diversas cidades e principalmente na capital, que concentra o maior eleitorado do Estado. Ao mesmo tempo, Porto Velho é o terror dos candidatos, já que por aqui existe muita divisão e centenas de falsas lideranças vendendo apoios. É tanta gente, que se for somar os votos prometidos, o colégio eleitoral dobra. Tem “liderança” cobrando atá R$ 50 mil para “ajudar” nas campanhas. Aos incautos, um alerta, cuidado. Que o diga o ex-prefeito Carlinhos Camurça, que foi candidato a deputado estadual em 2010 e considerava-se eleito, confiando nas tais “lideranças”. Camurça teve 6.016 votos, e contava com 20 mil.

Em Rolim

O PTN requereu ao Ministério Público do Estado de Rondônia, o cumprimento da sentença que determinou a perda da função pública e suspensão dos direitos políticos de Jairo Primo Benetti, atual presidente da Câmara de Vereadores de Rolim de Moura. A legenda alega que já se passaram dois meses desde que a sentença foi proferida, e até hoje a Câmara de Vereadores não cumpriu a determinação, nem deu posse ao suplente.

Em Porto Velho

O Tribunal de Justiça acatou recurso do Ministério Público e condenou o ex-deputado estadual Valter Araújo à pena de dois anos e oito meses de reclusão e 26 dias-multa. O irmão do ex-deputado, Wanderley Araújo Gonçalves, foi condenado a dois anos meses e quatro meses de reclusão e 23 dias-multa. Ambas as condenações são para o regime aberto e podem ser substituídas por duas penas restritivas de direitos, consistentes na prestação de serviços à comunidade, pelo mesmo período, e prestação pecuniária no valor de 20 salários mínimos.

Também na capital

Wagner Strogulski, acusado de participar do estupro e assassinato da jovem Naiara Carine em janeiro do ano passado, e estava foragido, teve o pedido de prisão revogado pela justiça estadual. A magistrada Euma Mendonça Tourinho, da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Porto Velho, alegou na sentença, ““A persistir o decreto de prisão do postulante possivelmente não será interrogado eis que a polícia nacional (incluída todas as suas especializações) não conseguiu localizá-lo. Diante de tal situação entendo importante, por ora, suspender a execução do mandado a fim de viabilizar o interrogatório do referido réu, especialmente porque a família da vítima, como notoriamente se veiculou, não mais reside na presente comarca”, afirmou.

Em São Paulo

O músico rondoniense Marcelo Johnson é o novo integrante da equipe de MC Guiné, um dos maiores expoentes do chamado “funk ostentação” no país. Marcelinho também tem carreira solo como músico e guitarrista. Para conferir o trabalho dele e o perfil, vai aqui – https://www.facebook.com/marcelo.johnson.7?fref=ts

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância. Também estamos com grupos no aplicativo Telegram. Para mais informações acessehttp://painelpolitico.com/grupos-de-noticias.

 

Palavras-cruzadas e quebra-cabeças podem protelar e até prevenir Alzheimer

 

Mais uma boa notícia para a luta contra o Alzheimer. Estudo apresentado na Conferência Internacional da Associação de Alzheimer em Copenhague revelou que fazer jogos de memória como cartas e quebra-cabeças regularmente pode retardar e até inibir os sintomas da doença, em alguns casos. De acordo com cientistas americanos do Instituto do Alzheimer de Wisconsin, autores do estudo, isso ocorre porque pessoas que passam mais tempo em atividades estimulantes para o cérebro também são as mais propensas a terem um melhor desempenho em testes de processamento de aprendizagem, memória e informação. Eles examinaram 329 pessoas com idade média de 60 anos consideradas saudáveis, mas em maior risco de desenvolver a doença por conta da origem genética ou do histórico familiar. Todos os participantes foram submetidos a uma bateria de testes, que incluiu o mapeamento do cérebro e avaliações cognitivas. Eles foram questionados com que frequência praticavam de atividades como leitura de livros, ir a museus, jogar cartas ou fazer quebra-cabeças. Após cruzar os resultados, os pesquisadores puderam constatar que as pessoas que relataram jogar cartas, damas, palavras-cruzadas ou quebra-cabeças apresentavam um maior volume de atividade cerebral nas regiões do órgão diretamente envolvidas na doença de Alzheimer. Além disso, esse grupo teve pontuação mais alta em testes cognitivos. Para alguns dos participantes, tais jogos puderam ajudar até a prevenir a doença. Os cientistas, no entanto, são cautelosos quanto a esse último resultado. Em entrevista ao jornal The Guardian, a médica Laura Phipps, responsável pela comunicação do estudo, afirmou que a pesquisa serve mais para entender como a doença ataca a memória do que criar um modo de prevenção.

Painel Político : Painel Político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 15/07/2014 22:55:57

Em Brasília

O ex-senador Odacir Soares assumiu nesta terça-feira a vaga de Ivo Cassol no Senado Federal. Após 16 anos, ele realiza o sonho de voltar a Câmara Alta. Ele é o segundo suplente de Ivo deve permanecer no cargo pelos próximos três meses. O primeiro suplente, Reditário Cassol, também preferiu ficar afastado para ajudar na campanha da filha (Jaqueline – governo) e da nora (Ivone – Senado). Nesta terça-feira também renunciou ao Senado, o empresário Clézio Andrade, irmão do ex-deputado federal por Rondônia, Oscar Andrade. Clézio alegou problemas de saúde.

Por aqui

Está cada vez mais difícil acreditar nos resultados das pesquisas eleitorais que são apresentadas por determinados institutos. São tantos números desencontrados, que fogem completamente da realidade. Candidatos que acredita em pesquisa, ao menos em algumas que andam circulando por aí, está fadado a dormir eleito e acordar sem mandato.

Luminus

E o Ministério Público Estadual apresentou nesta terça-feira, sete denúncias contra os  envolvidos na Operação Luminus, que investigou desvios de recursos através da Empresa de Desenvolvimento Urbano de Porto Velho (EMDUR) durante a gestão de Roberto Sobrinho (PT). Foram denunciados o ex-presidente da Emdur Mário Sérgio Leiras Teixeira, os servidores públicos Wilson Gomes Lopes, Wilson Gondim Filho, Walter Fernandes Ferreira, Vera Lúcia da Silva Gutierre e Eleonise Bentes Ramos, além da empresária Mariana Matos Marques de Miranda, proprietária da Empresa Rondônia, seu marido Bergson Miranda de Oliveira, a época servidor da Emdur; a advogada Noêmia Fernandes Saltão e Deodato da Silva Matos, proprietário da empresa Exactos, Cleomar Frota de Souza e Olávio José Guimarães, donos das empresas Luguimar e Dupolen, Jeová Brauna de Souza e Daniel Nogueira Machado, donos das empresas Vidraçaria Oriente e Artevidro, Antônio Alves de Sousa, dono da J. de Lima e de outras empresas. Também foi denunciado por falsidade ideológica Denerval José de Agnelo.

Interdição ética

O médico Hiran Gallo, que está disputando a vaga de conselheiro federal para o Conselho Federal de Medicina, fez uma importante colocação ao tratar da questão da chamada “interdição ética” que fechou o centro cirúrgico do hospital de Cacoal no último fim de semana porque a unidade dispõe de 5 anestesistas ‘apenas’ em seu quadro funcional. O centro foi fechado por determinação do CREMERO (Conselho Regional de Medicina) e quase custou a vida do paciente Valmir Suruí, que deu entrada na unidade coim ferimento de arma de fogo. Os médicos Cláudio Queiroz e Neila Witt Silva, romperam os lacres do centro cirúrgico e realizaram o procedimento, que salvou a vida do paciente.

Para Gallo

“Não se pode, em hipótese alguma, vulgarizar a interdição médica”. O médico esclarece que o mais correto é caminhar ao lado do medico que se sentir prejudicado, ajudando a ele e o gestores para uma solução adequada. Segundo Hiran, a falta de profissionais é crônica, e ele citou como exemplo uma unidade de saúde de Ji-Paraná, onde ele visitou a uma semana e percebeu que lá tinha apenas um obstetra para atender toda a demanda do hospital (pré-parto, parto e centro cirúrgico), “É obvio que se partirmos do pressuposto da falta de profissionais,  iremos interditar todos os hospitais dos 52 municípios”.

Expoente

Hiran Gallo é um dos mais respeitados representantes de Rondônia fora do Estado. Tem coerência e sabe bem o que fala. Pelo jeito anda faltando bom senso lá pelas bandas do CREMERO, assim como faltam medicamentos em várias unidades de saúde do Estado e não vemos o Conselho questionando esse problema.

Abrindo

A Edição Pastoral da Bíblia sustenta que o livro de Eclesiastes (Livro de Salomão) é profundamente crítico, lúcido e realista sobre a condição do povo, por volta do século III AC, quando a Palestina era então colônia da dinastia macedônica dos Ptolomeus, ao qual devia pagar pesados tributos, que eram arrecadados pela família dos Tobíadas, que controlava o comércio, a economia e a política interna. O autor escreveu durante esse tempo de exploração interna e externa, que não deixava esperanças de futuro melhor para o povo. Num mundo sem horizontes, ele fez um balanço sobre a condição humana, buscando apaixonadamente uma perspectiva de realização. O Eclesiastes ou Coélet denuncia portanto as conseqüências de uma estrutura social injusta. O povo não tem presente, quando é impedido de usufruir do fruto do próprio trabalho. Conseqüentemente, fica sem vida, que lhe foi roubada não por esta ou aquela pessoa, mas por todo um sistema social dependente que, para privilegiar uma minoria, acaba espoliando a nação inteira. E aqui, o autor mostra que isso se trata, em primeiro lugar, de um pecado teológico: Deus dá a vida para todos; se ela é roubada, o roubo é um desvio na própria fonte da vida.

Dito isto

Só me resta fechar da seguinte forma, TIC, TAC, TIC, TAC…

Expectativa

A partir da próxima semana os candidatos começam a colocar o bloco na rua e partem para os lançamentos oficiais de campanha, inauguração de comitês eleitorais e o barulho, de fato. Por enquanto, as candidaturas estão colocadas, mas nada de concreto aconteceu. A expectativa maior é em relação ao comportamento do Tribunal Regional Eleitoral no caso de Expedito Júnior.

Cá entre nós

Essa situação sequer deveria estar sendo discutida pelo TRE. Até mesmo o parecer da Procuradoria Eleitoral foi no sentido que o Tribunal Superior Eleitoral já pacificou a questão em situações análogas, sendo, em minha modesta opinião, uma perda de recursos e principalmente de tempo. Melhor seria pedir a impugnação de candidaturas dos envolvidos no escândalo da máfia das ambulâncias e que podem ser condenados em breve.

Sem contar

Que se eu que não sou candidato não aguento mais responder a pergunta, “e aí, o Expedito registra ou não”?, imagino ele. Tá igual cantor de um único sucesso…

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância. Também estamos com grupos no aplicativo Telegram. Para mais informações acessehttp://painelpolitico.com/grupos-de-noticias.

Homens brasileiros têm mais medo de impotência do que da violência

O homem brasileiro tem mais medo de ficar impotente do que ser traído pela mulher ou mesmo de perder o emprego. É o que revela uma pesquisa patrocinada pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). Divulgada no Dia do Homem, comemorado nesta terça-feira, a sondagem ouviu 3.500 homens com mais de 40 anos, no mês passado, em sete cidades do país. Dos entrevistados nacionalmente, 28% responderam que o maior receio era ficar impotente. Para 25%, ser traído é o principal temor. O mesmo percentual se aplicou ao item perder o emprego, enquanto, para 18%, a maior aflição se relaciona ao medo de sofrer um assalto. Ficar doente, sofrer acidentes, ficar sozinho ou não conseguir pagar as dívidas, juntos, somaram 4% dos “fantasmas” do homem, de acordo com a pesquisa. Mas nem todos pensam igual. Enquanto 56% dos cariocas e dos gaúchos têm mais medo da impotência, para os homens de Salvador o pior é ser traído (42%). Em Goiânia, a infidelidade também é o principal medo deles, com 36%. Em Brasília, perder a ereção é tão ruim quanto ser traído (28% cada). Os paulistanos, hoje, temem mais um assalto (28%) do que a impotência (23%). Já para o mineiro, pior é perder o emprego (48%).

Painel Político : Painel Político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 14/07/2014 23:41:11

Olha essa

Quando Suely Aragão (PMDB) administrava Cacoal, a deputada federal Marinha Raupp (PMDB) destinou uma emenda parlamentar, através do Ministério da Cultura, no valor de R$ 1 milhão, para a construção da 3ª etapa do Teatro Municipal de Cacoal. O município deveria dar, como contrapartida, R$ 242.929,20. O convênio é o 947/2005- MinC/SE/FNC. A vigência era de 31/12/2005 a 28/02/2009. Percebe-se, portanto, que a bomba iria estourar no colo do próximo gestor, afinal, o mandato de Suely acabou em 2008, quando Padre Franco foi eleito.

Pois bem

Foi o que aconteceu. A prefeitura, ainda na gestão de Suely, não prestou contas do dinheiro, e em 2009, primeiro ano de mandato de Franco, o Ministério Público do Estado instaurou o inquérito civil 004/009 para apurar irregularidades na obra. Agora em 2014, mais precisamente no dia 12 de junho, o Ministério da Cultura enviou o ofício 83/2014, informando, entre outras que, o município de Cacoal tem que devolver aos cofres da União o valor de R$ 2.345.503,91, que no caso é R$ 1 milhão corrigido ao longo desses anos.

No documento

O Ministério da Cultura informa ainda que Cacoal tem um prazo de 10 dias, a contar do recebimento do ofício, para quitar o débito, sob pena de ser inscrito no SIAFI como “inadimplência efetiva” e ainda determina uma Tomada de Contas Especial por parte do Tribunal de Contas da União e a inclusão do nome do atual prefeito como responsável no SIAFI.

Pelo jeito

Esse pessoal do PMDB tem problemas com teatros. Aqui em Porto Velho tivemos problemas semelhantes com o tal teatro estadual, cujas obras iniciaram ainda no governo Raupp e só foram concluídas agora há pouco tempo. Apesar das obras terem ficado paralisadas por mais de 12 anos, elas geraram despesas durante todo esse periodo. A falta de planejamento e responsabilidade por parte dos gestores do PMDB é histórica e mais um exemplo é o teatro de Cacoal. O ruim dessa história é que outros terminam sendo envolvidos nos malfeitos dessa turma e tem que responder. O padre de Cacoal já está todo complicado, e mais essa agora…

Falando no padre

Um vídeo virou febre em Cacoal, mostra o padre Franco, prefeito de Cacoal, sendo ofendido por frequentadores de um bar. O episódio terá ocorrido na semana passada, o padre parou em um estabelecimento para acompanhar umas obras que estão em andamento em determinado bairro. Um dos frequentadores passa a reclamar com o prefeito sobre os problemas da cidade. O padre retruca e outros entram na conversa. Após cerca de quatro minutos de bate-boca,  padre vai embora. O vídeo feito por um celular circula no whatsapp dos cacoalenses.

Atrapalho

A confusão armada pelo partido Solidariedade (SDD) deve deixar a legenda fora de qualquer coligação, e os candidatos, se aceitarem, vão para a disputa sozinhos, e dificilmente elege alguém. Com a coligação montada por Ivo Cassol ele não pode ir pelo simples fato que os outros partidos não deliberaram sobre o SDD, ele não consta em ata de nenhuma convenção. Já com os tucanos, devido a intervenção, ele também não pode ir.

O caso

Atrapalha a vida dos candidatos majoritários das duas coligações. Já que o SDD está na coligação tucana e na de Cassol, obrigatoriamente deve aparecer no material de campanha dos majoritários. Se ele de fato ficar fora, o material produzido deverá ser recolhido para correção. A previsão de julgamento é no fim desse mês.

Já os proporcionais

Podem fazer seu material sem problema, nesse caso, basta colocar o nome da coligação e a legenda a qual ele, candidato, pertence. O prejuízo, por enquanto, está com os candidatos a estadual Alex Redano (Ariquemes), Gilvane Fernandes (Ouro Preto), Ivaneide Ramos (Guajará-Mirim) e Vanderlei Graebin (Vilhena). No caso dos candidatos a federal estão prejudicados Expedito Netto e Assis da Força (presidente da legenda e responsável pela confusão).

Na VEJA

Levantamento de PAINEL POLÍTICO sobre a possibilidade de Rondônia ter cinco ex-presidentes de Assembleia Legislativa presos simultâneamente renderam uma nota na coluna do articulista político da Revista Veja, Ricardo Setti, no último domingo. Enquanto isso, Natanel Silva (PP), continua foragido da justiça rondoniense.

Acabou

A tal ‘Copa das Copas’ de onde saímos humilhados após sucessivas derrotas no futebol. Torço agora para que a população volte suas atenções para as eleições, e tenha um décimo da dedicação que teve em fazer análises sobre times, equipes técnicas e defesas, em quem serão nossos representantes pelos próximos quatro anos. O Brasil atravessa um momento delicado politicamente falando, e precisa de atenção redobrada em questões que só são resolvidas através da política.

Um conselho

Procure saber em quem você está votando, o que essa pessoa que busca seu voto fez pela cidade, pela sociedade, e o que ela poderá oferecer. Dessa forma podemos ter representantes limpos em Brasília, em nossa Assembleia e no governo. PAINEL POLÍTICO, passará, nos próximos dias em nosso site, a apresentar a você eleitor, quem são os candidatos, pontos positivos e negativos de cada um deles. Vamos começar apresentando os que pleiteiam uma das 24 vagas da Assembleia (415 até o momento), em seguida os candidatos a deputado federal, oito vagas (95 até o momento), depois os candidatos ao governo (5) e por último, Senado (5).

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância. Também estamos com grupos no aplicativo Telegram. Para mais informações acessehttp://painelpolitico.com/grupos-de-noticias.

Um em cada três casos de Alzheimer poderia ser evitado

Um em cada três casos de Alzheimer no mundo poderia ser evitado, de acordo com uma pesquisa da Universidade de Cambridge. Os principais fatores de risco para a doença são falta de exercício, fumo, depressão e baixa escolaridade, diz o novo estudo publicado na “Lancet Neurology”. A equipe de Cambridge analisou dados de base populacional para trabalhar os principais sete fatores de risco para doença de Alzheimer — diabetes, hipertensão na meia idade, obesidade na meia idade, falta de atividade física, depressão, fumo e baixa escolaridade — e descobriu que um terço dos casos está relacionado ao estilo de vida, que poderia ser modificado. A redução de cada fator de risco em 10% poderia evitar cerca de nove milhões de casos da doença até 2050. Estimativas sugerem que mais de 106 milhões de pessoas no mundo estariam vivendo com Alzheimer até 2050 — número mais de três vezes maior que o de 2010. Dos sete fatores de risco, a maior proporção de casos de Alzheimer nos EUA, Reino Unido e no resto da Europa pode ser atribuída à inatividade física, que também está relacionado a outros problemas de saúde como câncer e doenças cardiovasculares.

(1) 2 3 4 ... 120 »