Regionais - Empresa admite nos EUA suborno a médicos no Brasil - Notícias
« 1 ... 3 4 5 (6) 7 8 9 ... 10785 »
Regionais : Empresa admite nos EUA suborno a médicos no Brasil
Enviado por alexandre em 19/01/2017 14:18:13

Empresa admite nos EUA suborno a médicos no Brasil


Orthofix International diz ter usado esquema com ‘pagamentos impróprios’ para induzir profissionais contratados pelo governo brasileiro a usar seus produtos

VEJA - Da Redação

A Comissão de Valores Imobiliários dos Estados Unidos, conhecida como SEC, anunciou nesta quarta-feira, 18, um acordo com a Orthofix International, em que a empresa admite ter cometido fraude contábil e também ter pago médicos em hospitais públicos brasileiros para utilizarem seus produtos e, assim, aumentar suas vendas. A empresa concordou em pagar mais de US$ 14 milhões para encerrar as investigações.

Em comunicado, a SEC afirmou que a subsidiária brasileira da empresa de implantes de equipamentos e acessórios médicos teria violado a Lei de Combate a Práticas de Corrupção no Exterior (FCPA) ao produzir “um esquema com fortes descontos e pagamentos impróprios através de representantes e distribuidoras” para induzir médicos contratados pelo governo brasileiro para utilizar seus produtos. No Brasil, o caso ficou conhecido como “máfia das próteses”.

“A Orthofix não teve controles internos adequados em sua subsidiárias e falhou em detectar e prevenir pagamentos impróprios no Brasil que eram destinados a incrementar as vendas”, afirmou Kara N. Brockmeyer, diretora da divisão da SEC que cuida de práticas corruptas praticadas no exterior.

Fraude contábil

No caso da fraude contábil, a empresa teria registrado certas receitas antes do permitido, ou ainda registrado receita mesmo tendo concedido a clientes novo prazo para pagamento. Esses erros teriam feito a companhia produzir relatórios financeiros incorretos entre 2011 e o início de 2013.

“As falhas de contabilidade foram bastante difundidas e significativas, levando a Orthofix a emitir falsos comunicados ao público sobre suas condições financeiras”, afirmou Antonia Chion, diretora associada da divisão de execução da SEC.

Dos cerca de US$ 14 milhões que serão pagos pela Orthofix, US$ 8,25 milhões são por causa da fraude contábil e outros USD$ 6 milhões em multas relacionadas à violação do FCPA. Quatro executivos da empresa também admitiram culpa e receberam multas menores.

Regionais : Mais de três mil pacientes com problemas de audição são atendidos por programa mantido pelo governo de Rondônia
Enviado por alexandre em 19/01/2017 14:15:44

Mais de três mil pacientes com problemas de audição são atendidos por programa mantido pelo governo de Rondônia

A audiometria é um exame que avalia a capacidade do paciente para ouvir sons. Esse exame é pedido quando numa consulta médica o paciente ou seus familiares alegam que está ouvindo pouco, mas pode servir também para complementar outros diagnósticos traumas, infecções, condições hereditárias, segundo a literatura médica.

João Carlos, 51 anos; e dona Maria Belém, 68 anos, mãe e filho, têm problemas auditivos há três anos. Moradores do município de Machadinho do Oeste, eles fazem todo o tratamento pelo o Sistema Único de Saúde (SUS), em Porto Velho. Os dois são sitiantes e vieram para a capital em busca de melhor qualidade de vida. Fizeram o tratamento e hoje usam o aparelho que possibilitou terem uma vida normal.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), o tratamento considerado de alta complexidade é oferecido pelo o governo de Rondônia através de um convênio firmado com a Clínica de Avaliação e Reabilitação da Audição (Limiar). No total, são atendidos cerca de 300 pacientes por dia, segundo a Sesau.

De acordo com a fonoaudióloga responsável pela clínica, Eliane Taira, a parceria com a Sesau é antiga, e tem como meta melhorar a vida de muitas pessoas. São atendidos pacientes de todas as cidades de Rondônia e dos Estados do Acre, Amazonas e Mato Grosso. O número de consultas chega a três mil pacientes por mês. Eles fazem o exame de audiometria e pelo menos 1.500 passam a usar aparelho, dependendo da avaliação médica e da perda da audição de cada paciente.


A bebê de Adriele Souza, de 19 anos, teve detectado através do teste da orelhinha problema na audição. De acordo com a mãe da crianças, esta é a segunda avaliação, mas Adriele afirma que está tranquila porque sabe que o atendimento é de qualidade e, caso a filha necessite de mais cuidados, sabe que terá, tudo pelo o SUS.

Conforme a Sesau, cerca de R$ 180 mil são investidos pelo governo de Rondônia para custear o atendimento, que inclui exames e o aparelhos. A clínica Limiar, que faz todo o procedimento de audição, é conceituada, conta com profissionais capacitados que participam de cursos, congressos, e com equipamentos modernos, isso nos garante que o usuário terá um atendimento digno e com qualidade, disse o secretário estadual de Saúde, Williames Pimentel.

O secretário destacou que o fato de poder ouvir direito, devolver a audição, evitar a depressão e também a melhoria da vida em sociedade para as pessoas, não tem preço, e a Sesau vai continuar priorizando esse atendimento.

Texto: Antônia Lima
Fotos: Ítalo Ricardo
Secom Governo de Rondônia

Regionais : POLICIA MILITAR E CIRETRAN REALIZAM BLITZ EDUCATIVA EM VALE DO PARAÍSO.
Enviado por alexandre em 19/01/2017 14:13:38


POLICIA MILITAR E CIRETRAN REALIZAM BLITZ EDUCATIVA EM VALE DO PARAÍSO.
Aconteceu na manhã desta quinta-feira (19), no município de Vale do Paraíso, uma Blitz Educativa realizada pela Policia Militar, representada pelo CB PM Prates e Sd -PM Nunes, juntamente com os funcionários da CIRETRAN local tendo a frente o chefe Emanoel Benivaldo Guimarães dos Santos, com o intuito de conscientizar os condutores sob o uso de equipamento de segurança como capacete e cinto de segurança.

A Blitz Educativa foi feita no esquema de Pit stop e foi idealizada pelo Comando da Policia Militar de Vale do Paraíso com apoio do órgão estadual de trânsito.

"A chave para a redução da mortalidade no trânsito está na educação de cada condutor, se cada um fizer a sua parte, respeitando a sinalização, e o direito à vida, poderemos ter um trânsito mais seguro. O ator do trânsito deve ser tratado como alguém que tem o poder de decidir o seu destino e que é responsável pelas próprias ações e vai sofrer as consequências de suas escolhas. Cada um de nós é responsável por mudanças de atitudes no trânsito para que possamos cada vez mais preservar vidas", frisou o Cb -PM Prates atual Comandante do destacamento local da Polícia Militar.

Trânsito é uma questão de cidadania e que faz parte do dia a dia de todas as pessoas, assim, estamos sempre convocando toda a sociedade para refletir sobre a importância de um comportamento mais responsável e mudar de uma vez por todas a atitude no trânsito.







ASCOM

Saúde : BOLÃO
Enviado por alexandre em 19/01/2017 10:14:32


Musa do Figueirense tira a roupa e exibe corpão em ensaio sensual

Foto: Walmor de Oliveira

A bela decidiu mostrar alguns de seus atributos a todo o público masculino

Ela tem 23 anos, está concorrendo ao título de Musa do Brasileirão pelo Figueirense e ama futebol! Seus 1,72 m de altura e 104 cm de bumbum chamam a atenção por onde passam.

Katlen já beijou mulheres, é viciada em academia e até já havia feito um ensaio sensual antes, mas só para ela.

Agora ela decidiu mostrar alguns de seus atributos a todo o público masculino e confessa: não sentiu nem um pouquinho de vergonha ao tirar a roupa. “Tenho que confiar no profissional que está tirando a foto. Meu pensamento é: isso é uma mulher nua! Nunca viu?”

Confira!






Brasil : TERRA SAGRADA
Enviado por alexandre em 19/01/2017 10:04:49


Povo Munduruku sofre os impactos de grandes hidrelétricas
Munduruku também não sabiam o quanto seriam prejudicados com a implementação das barragens
Povo Munduruku sofre os impactos de grandes hidrelétricas Guerreiros Munduruku (foto:Mauricio Torres)

“É um tempo de morte. Os Munduruku vão começar a morrer. Vão começar a se acidentar e até acidente simples vai matar o Munduruku. Vai cair raio e matar o índio. O índio vai tá trabalhando na roça e um pau vai cair em cima do índio e não é à toa que o pau vai cair em cima dele. Ponta de pau afiado vai furar o índio que estiver caçando. E é impacto porque o governo mexeu no lugar sagrado”.


Krixi Biwün (ou Valmira Krixi Munduruku, como consta em seu batismo cristão) é uma guerreira e importante matriarca da aldeia Teles Pires, localizada à margem direita do rio de mesmo nome na divisa entre Pará e Mato Grosso (ver mapa). A sabedoria sobre antigas histórias de seu povo fazem de Biwün uma grande liderança da aldeia. Seu conhecimento tradicional ensina desde como se deve banhar uma menina com ervas para que se torne uma brava guerreira até as histórias da cosmologia de seu povo.

O local sagrado a que se refere a matriarca Munduruku era um trecho encachoeirado do rio Teles Pires conhecido como Sete Quedas ou Paribixexe em Munduruku. Em 2013, o consórcio responsável pela construção da usina hidrelétrica de Teles Pires — composto pelas empresas Odebrecht, Voith, Alston, PCE e Intertechne — obteve autorização judicial para iniciar a obra e acabou com as corredeiras. Ao explodir as pedras e abrir o leito do rio, o empreendimento destruiu também o que, na cosmologia dos povos indígenas da região, seria o equivalente ao “céu” ou “paraíso” na cultura cristã.

“A gente tinha esse lugar sagrado e quando morria ia pra lá. Mas como o governo agora tá dinamitando tudo, mesmo indo pra ser espírito, a gente vai acabar. A gente vai morrer no espírito também”, acrescenta a matriarca.

Veja reportagem na íntegra AQUI

Fonte: theintercept.com

« 1 ... 3 4 5 (6) 7 8 9 ... 10785 »