Justiça - DENTRO DA LEI - Notícias
(1) 2 3 4 ... 118 »
Justiça : DENTRO DA LEI
Enviado por alexandre em 17/12/2014 01:50:00


Diretor do HM de Vale do Paraíso esclarece fato com geladeira
Diretor do Hospital Municipal de Vale do Paraíso apresenta parecer técnico da GEVISA

O diretor do Hospital municipal de Vale do Paraíso Silas Xavier de Souza em contato com a reportagem do ouropretoonline esclareceu os fatos ocorridos (http://www.ouropretoonline.com/modules/news/article.php?storyid=37919), naquela unidade hospitalar de saúde. Segundo o diretor um grupo de vereadores acompanhados da Polícia Militar foi averiguar algumas situações de possíveis irregularidades entre os quais o suposto uso de uma geladeira utilizada para acondicionar alimentos.

Na denúncia relatada pelos estava o uso de uma geladeira que pertencia ao laboratório de analises clinicas, onde eram armazenadas todas as coletas: fezes, urina e sangue. No primeiro os vereadores questionaram o diretor que responde que tudo foi feito obedecendo às normas sanitárias e que para isso tinha um laudo da Agência Estadual de Vigilância em Saúde – GEVISA.

Em resposta a denuncia o diretor do HM Silas Xavier apresentou a cópia do parecer técnico da GEVISA assinados por Vanessa Alves de Souza (fiscal sanitária; nutricionista) e Andrea Godinho Ferreira (enfermeira. Gerente técnica de vigilância sanitária). O Ministério Público Estadual – MP através da Promotoria de Justiça da Comarca de Ouro Preto do Oeste recebeu cópia do referido parecer técnico assim como a Câmara municipal de vereadores.


Fonte: ouropretoonline.com

Justiça : MUNDO CÃO
Enviado por alexandre em 14/12/2014 20:20:00


Prisão Mamão com açúcar para os corruptos é assim que deseja um ministro do STF

Magno e Marcelino: Tapas e Beijos
Os deputados: Carlos Magno (federal) e Marcelino Tenório (estadual), antes viviam em constante lua de mel, mas parece que agora ao invés do mel quem dar o tom da musica é o fel. Marcelino entrou na vida publica pelas mãos do deputado federal Carlos Magno, político experimente detentor de um grande carisma junto a população, mas este até então solido casamento ruiu nas eleições deste ano quando cada um caminhou em sentidos opostos e parece que a cada dia a reconciliação fica mais distante este cenário o que é um prenúncio do que vem por ai.

Joselita quer deixar sua marca

Joselita Araujo (PMDB) assumiu interinamente o comando da prefeitura de Ouro Preto, após a prisão do prefeito Alex Testoni (PSD) durante a Operação Lunus. Política experimente Joselita disse que primeiro quer se inteirar de toda situação política em que se encontra a prefeitura, mas adiantou que sua prioridade agora é honrar com a folha de pagamento dos funcionários públicos, incluindo o 13º salário. Quanto a mudança na equipe de assessores conhecendo a precavida política é certo que o time será mudado até mesmo para dar nova combustão administrativa.

2015 sem festa

O ano de 2015 ficará marcado para o povo ouropretense como sendo um ano sem os tradicionais eventos artísticos que ocorrem na Praça da Liberdade a exemplo do: carnaval, micaouro e agora o réveillon, evento este que foi consolidado como sendo um dos melhores de Rondônia. Foram dadas desculpas para que o tradicional evento não seja realizado, mas, no entanto a verdade é que há muito tempo o povo de Ouro Preto vem sendo privado de festas coletivas aberta em detrimento do capricho de alguns, lamentável que meia dúzia continue decidindo por uma população toda.

Festival de diárias

A falta de respeito com o erário público por parte de políticos da região central do Estado é uma vergonha, ocorre que alguns prefeitos e uma considerada parcela de vereadores recebem diárias para não fazerem nada. No caso de vereadores é publico que a maioria pegam diárias para se deslocarem para Porto Velho com a desculpa de irem atrás de projetos, uma balela já que na verdade quando vão para capital é para desfrutar do comercio e da noite e em outros casos simplesmente o nobre edil fica “mocozado” em uma propriedade rural, são verdadeiros corruptos disfarçado de representante do povo.

Saúde bucal o que é isso?

A doença chamada cárie ainda está presente em níveis inaceitáveis em diversos bairros de Ouro preto. Por conhecida falta de informação e de consciência dos pais, de um lado, o grave indicador de saúde bucal conta com a deficiência estrutural e de ação do poder público. A rede pública apenas um centro de saúde oferece este tipo de tratamento e mesmo assim deficitário o problema só não é maior porque profissionais odontólogos voluntários fazem o trabalho que deveria ser executado no caso pela prefeitura. O descaso é tanto que recentemente foi reformado o centro de saúde do bairro Jardim Aeroporto I, e não foi reservada uma sala para abrigar um gabinete odontológico o que comprova que a saúde bucal em Ouro Preto só existe no papel.

Insatisfação dentro do PMDB

Eles evitam falar publicamente sobre o assunto, mas pelos cantos, peemedebistas históricos revelam a insatisfação existente dentro do diretório municipal. Segundo um pedetista, "o clima dentro da legenda não é de festa nem de harmonia como muitos pensam ser, o que está existindo é muita cruzetagem, principalmente com a presidente Maria Araujo que detém um gordo CDS no governo da “enrolação” e administra o parido como feudo familiar.

Prisão Mamão com Açúcar

O ministro do STF, Luís Roberto Barroso defendeu o uso da prisão domiciliar como alternativa à superlotação e degradação do sistema carcerário brasileiro. De acordo com o ministro, a prisão domiciliar monitorada deveria ser usada no caso de condenados não violentos ou perigosos. Para Barroso, esses condenados só deveriam ir para o sistema prisional caso violassem as regras da domiciliar. Esse tipo de prisão, irá beneficiar corruptos que hoje estão entranhados no Poder público sob o manto da impunidade.

Falar a verdade

O que está escrito nos termos da Lei serve também para os que a executa, portanto, falar a verdade é um predicado duro, mas que precisamos adotá-lo como conseqüência para nosso futuro. Recuar nunca. Devemos ser mansos, porém não coniventes ou lenientes. A vida segue em frente, por isso não abandonemos nossos princípios, jamais. A justiça será feita, o que deve ao povo, ao povo pagará.

Mascote Ladrão

Segundo uma pesquisa, os nomes preferidos para os mascotes dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos do Rio 2016 são Mensalinho e Petrolão.

Justiça : ALERTOU OU NÃO?
Enviado por alexandre em 10/12/2014 18:16:37


Raupp alertou Confúcio sobre investigações ou não?
A Ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça, relatora do inquérito 784, que apura crimes contra a administração publica em Rondônia, atendendo expediente da subprocuradora Geral da Republica Lindôra Maria Araujo, solicitou ao Procurador Chefe do Ministério Publico do Estado de Rondônia Dr. Heverton Aguiar, para que o mesmo confirmasse se esteve a convite, na casa do governador, onde lhe foi perguntado por Confúcio, se haveria uma investigação que iria “Abalar Rondônia”, conforme havia lhe dito o Senador Valdir Raupp, e que esta investigação envolveria o próprio governador e pessoas ligadas a sua administração Estadual.

heverton

O Procurador Geral do Ministério Publico do estado de Rondônia Dr. Herveton, através do oficio n. 790 do gabinete do procurador, relatou que todas as informações são verdadeiras, que encaminhou cópia da informação a Policia Federal, e se colocou a disposição da Ministra para quaisquer esclarecimentos que se fizerem necessária.

O posicionamento do procurador chefe do ministério publico estadual, ao relatar o acontecido na residência oficial do governador, demonstra claramente que nada irá atrapalhar o serviço sério, e obstinado do MP estadual, da Policia Federal e do MP Federal, e que a ação do Senador Valdir Raupp caminha contrario ao pensamento dos órgãos que investiga a quadrilha que há quatro anos dilapida o Tesouro Estadual.

Toda essa máfia que esta sendo investigada em Rondônia, se não sabia, agora ficou sabendo que o procurador geral chefe do MP do Estado é um “osso duro de roer”.  Resta agora toda a sociedade Rondoniense aguardar o termino das investigações, e que se depender o pulso firme da Ministra do STJ Dra Laurita Vaz, e do procurador geral de justiça chefe do MP de Rondônia, o sistema prisional, pode aumentar sua capacidade, pois em breve vai faltar espaço para alojar tantos corruptos que infestam o estado.

Da Folha Rondoniense

Vejam Pedido da Sub-procuradora do MP/FEDERAL

mp2

 

 Ministra Laurita Vaz pede confirmação do Procurador Chefe do MO /RO

Oficio Dr Laurita

 

Procurador Geral do MP/RO confirma os fatos

Herverton Confirma

Justiça : GESTÃO DEMOCRÁTICA
Enviado por alexandre em 07/12/2014 16:29:37


Fortalecimento da Educação como caminho para um aprendizado de vida é a proposta da Chapa 1
No próximo dia 10/12 (quarta-feira) todas as Escolas da rede pública estadual de ensino vão eleger seus diretores e vice em uma eleição democrática. E dentro deste contexto de gestão democrática os professores Erlani Caetano e Luiz Carlos Polini educadores da Escola Estadual Monteiro Lobato vão concorrer aos cargos de diretor e vice respectivamentes, a chapa 1 divulgou um cronograma de ação voltada para o bem da comunidade estudantil.
CHAPA 01

Diretor: Prof. Erlani Caetano

Vice-Diretor: Prof. Luiz Carlos Polini

Programa de Gestão Escolar - Escola Monteiro Lobato.


• Estabelecer um calendário escolar que designe as atribuições com um cronograma de execução.
• Promover projetos em prol dos alunos realizando feiras de conhecimentos científicos, históricos, geográficos, biológicos, físicos, químicos, culturais, artísticos, ambientais como atividades pré-acadêmicas.
• Iremos construir coletivamente o planejamento escolar, e dar autonomia para que cada profissional desempenhe suas tarefas.
• Estaremos abertos para opiniões favoráveis e contraditórias por parte dos alunos(as) criando o Grêmio Estudantil e o Com-Funcionários, de modo que as discussões e garantam espaço para que todos se manifestem.
• Criaremos um modelo de co-responsabilidade, junto ao Conselho Escolar, em que todos se envolvam com o que o conselho decidiu, sem transferir a outros a culpa ou os méritos pelos resultados obtidos.
• Buscar resultados que possamos obter com o trabalho de nossa equipe, ou seja, devemos estabelecer metas, pois será o primeiro passo para conseguirmos melhorar a realidade do IDEB e do SAERO de nossa escola.
• Organizar reuniões periódicas de avaliação para saber quais são as impressões de cada um sobre as ações propostas e o que deve ser mudado.
• Preocuparmos com o que interessa, ou seja, o aprendizado dos nossos alunos (as).
• Não ficar apenas cuidando de assuntos burocráticos ou relacionados à estrutura da escola, queremos saber o que está acontecendo dentro das salas de aula, planejamento, critérios avaliativos para a melhoria do ensino.
• Dar atenção aos alunos, pois os mesmos percebem que quando os gestores não acompanham o dia a dia da escola, eles ficam frustrados e com total razão.
• Fazer um trabalho de formação focado nas dificuldades dos professores e dos alunos (as).
• Ter acesso a uma rede de contatos de especialistas em cada disciplina, dentro e fora da Secretaria de Educação, isso promoverá uma melhor qualidade do ensino.
• Garantir a eficácia do LABIN com internet com velocidade rápida e acesso contínuo, para as pesquisas e atividades virtuais e liberação do sinal WI-FI.
• Promover aulas itinerantes, envolvendo instituições de ensino superior.
• Inserir a escola Monteiro Lobato em eventos poliesportivos, dando suporte ao treinamento e inserção dos alunos (as) nas diferentes modalidades esportivas.
“O passado não pode ser mudado, mas o futuro está em nossas mãos”Dia 10 de Dezembro/2014, venham conosco nesta mudança, vote chapa 01, pois juntos nós podemos.
Um estimável abraço dos Professores Erlani Caetano e Luiz Carlos Polini.

Justiça : JORNALISMO
Enviado por alexandre em 05/12/2014 21:15:51


MP premia vencedores do 4º Prêmio de jornalismo
Ministério Público premia vencedores do 4º Prêmio de Jornalismo e avaliza papel da imprensa para a democracia

O Ministério Público de Rondônia, por meio da Procuradoria-Geral de Justiça, realizou nesta sexta-feira (05) a cerimônia de entrega do 4º Prêmio MPRO de Jornalismo, com a presença de profissionais da imprensa, Membros da Instituição e sociedade em geral. O evento  teve como tônica a importância do direito à informação para a construção de uma sociedade livre e democrática.

“O Ministério Público e a imprensa possuem atuações distintas, que, realizadas com rigor e baseadas em princípios éticos, são fundamentais para a transparência dessas instituições dentro do sistema democrático”, disse o Subprocurador-Geral de Justiça,  Cláudio José de Barros Silveira, ao abrir a solenidade.

Com o tema 'Ministério Público como Defensor da Sociedade', o concurso obteve 28 trabalhos inscritos em 2014. O Grande Prêmio MPRO de Jornalismo, no valor de R$ 8 mil, destinado  ao autor do trabalho com maior nota, foi concedido aos jornalistas Paulo Andreolli e João Paulo Prudêncio, do Site Rondoniaovivo, que produziram, conjuntamente, a  matéria 'A história de Chico, o cidadão que conseguiu economizar quase um R$ 1 bilhão para o Estado de Rondônia'.

Os outros quatro vencedores receberam premiação no valor de R$ 3 mil, cada. Na categoria Jornalismo On Line, a vencedora foi a jornalista Ivonete Gomes, do site Rondoniagora, com a matéria 'Óh! Agora quem poderá nos defender do empobrecimento pela corrupção'. Em telejornalismo, o prêmio foi concedido à jornalista Karina Quadros, da RedeTV, pela matéria 'Bullying'. O ganhador da categoria Jornalismo Impresso foi Gerson Costa, do jornal Rondoniagora, com o trabalho 'Cheia do Madeira: MP reforça apoio às vítimas e exige esforço conjunto'. Em Radiojornalismo, a vencedora foi Andréa Machado, da Rádio de Vilhena, Onda Sul, que concorreu com a matéria “Moradores do Jardim Ipê sofrem com falta de infraestrutura”.

Ao fazer a leitura do relatório final do concurso, o chefe de Gabinete da Procuradoria-Geral de Justiça, Promotor de Justiça Éverson Antonio Pini, parabenizou os participantes do prêmio, ressaltando o crescimento no número de inscritos do concurso, iniciativa que já integra o calendário oficial de atividades do MP. “O Prêmio é o reconhecimento do Ministério Público ao trabalho imprescindível que a imprensa rondoniense presta ao nosso Estado”, afirmou.

A  coordenadora da Assessoria de Comunicação do MPRO, jornalista Maria Fábia Assumpção, agradeceu a presença dos profissionais de imprensa, o empenho da equipe do Ministério Público para a realização da quarta edição do prêmio e a atuação criteriosa da Comissão Julgadora, formada por profissionais da imprensa e Membros do MPRO. “Sabemos que o sucesso dessa iniciativa é resultado do esforço de muitas pessoas, as quais rendemos nossos sinceros agradecimentos”, disse.

Comissão Julgadora

A Comissão Julgadora do concurso foi composta pelos jornalistas Claudinéia Guatura (professora de Jornalismo/SP); Ney Luiz Santana (Ascom TECE/RO); Emília Araújo (DPE/RO); Adriel Diniz (TJ/RO) e Vanessa Ibrahim (Incra/SC). Pelo MP, os julgadores foram o Procurador de Justiça Cláudio José Barros Silveira e os Promotores de Justiça Flávia Barboza Shimizu Mazzini; Alan Castiel Barbosa; Alexandre Jésus Queiroz Santiago e Aluildo de Oliveira Leite.

Finalistas

O edital do 4º Prêmio MPRO de Jornalismo, previa a classificação de três finalistas, detentores das melhores notas, sendo destinada premiação apenas para os primeiros colocados . Assim, foram finalistas na categoria Jornalismo Impresso Minéia Capistrano e Analton Alves, com a 'Série de Reportagens Direitos da Infância' - Jornal Diário da Amazônia e Andréa Machado, com 'Mão na Massa: Vigilância Sanitária fiscaliza padarias de Vilhena' - Revista Imagem. Na categoria Jornalismo On Line, Luizinho Carvalho, com a matéria 'MP, com o apoio do NAE, ajuíza ações visando o ressarcimento de  mais de R$ 500 mil ao erário' - Site Espigão News e Ivonete Gomes, com 'Óh! Agora que poderá nos defender do empobrecimento pela corrupção' - Site Rondoniagora. Na categoria Radiojornalismo, Andréa Machado, com o trabalho 'Moradores do Jardim Ipê em Vilhena sofrem com falta de infraestrutura', Radio  Onda  Sul. Telejornalismo teve como finalistas Marcelo Winter, com 'Justiça Rápida Itinerante chega a sua etapa final em Rondônia' - TV Rondônia e Luiz Martins, com 'Igualdade de Gêneros' - TV Rondônia.


Atenciosamente,


Ascom MPRO
Tel (69) 3216-3755

(1) 2 3 4 ... 118 »