Política - INVESTIMENTOS - Notícias
(1) 2 3 4 ... 572 »
Política : INVESTIMENTOS
Enviado por alexandre em 26/08/2016 16:23:51


Aeroporto receberá investimentos por ação de Laerte Gomes

Do arquiteto e engenheiro que acompanharão a obra, o deputado Laerte Gomes recebeu a informação de que em 10 dias o projeto estará pronto

O Terminal do aeroporto de Ji-Paraná receberá investimentos da ordem de R$ 200 mil para reformas em toda a estrutura. O investimento se faz necessário pela exigência das empresas aéreas e pela defasagem de alguns setores, como a parte elétrica, que é a mesma desde a década de 70. Os recursos para que a reforma seja possível vieram da ação parlamentar do deputado Laerte Gomes (PSDB- Ji-Paraná), que esteve no local no início da tarde desta quinta-feira (25) juntamente com representantes da Camara de Dirigentes Lojistas (CDL), Ji-Cred, empresários e Departamento de Estradas e Rodagens (DER), que estará responsável pela execução da obra.

Acompanhando a comitiva que esteve no aeroporto, o diretor de Obras Civis do DER, Josafá Marreiro, disse que para dar agilidade a reforma, o DER vai pegar “carona“ (modalidade que aproveita uma licitação já homologada) em uma ata de registro de preços pronta.

Do arquiteto e engenheiro que acompanharão a obra, o deputado Laerte Gomes recebeu a informação de que em 10 dias o projeto estará pronto e que a intenção é dar toda agilidade aos trabalhos.

Para o deputado, todos os investimentos que puderem ser feitos para que novos voos venham a Ji-Paraná são importantes, mas também é fundamental manter o voo que atende a cidade. Os pedidos de toda a sociedade também foram fundamentais para que esses recursos fossem destinados ao aeroporto segundo Laerte Gomes, que mantém contato direto com todos os segmentos em Ji-Paraná.

ASCOM

Política : ELEIÇÕES 2016
Enviado por alexandre em 25/08/2016 19:40:00


Charles Gomes inicia campanha a prefeito de Vale do Paraíso com uma grande reunião
O candidato do PSDB à prefeitura de Vale Do Paraíso, Charles Luiz Pinheiro Gomes ao lado do seu vice na chapa Ronaldo Estevão da Silva (PMDB) iniciou oficialmente sua campanha na disputa eleitoral com uma grande reunião em sua residência. A reunião que contou com a presença do suplente de senador pelo PMDB Tomas Correia, deputado estadual Laerte Gomes, candidatos a vereador que estão apoiando a chapa liderada pelo candidato tucano, entre outras lideranças políticas e comunitárias do Estado.

Charles Gomes afirmou que vai fazer uma campanha propositiva, onde levará suas propostas ao povo, de forma clara e objetiva. “O foco da nossa campanha será no debate de idéias, pois é o que interessa à população. Vamos realizar uma campanha propositiva, sem ataques pessoais e com respeito aos nossos adversários. O que queremos é apresentar nossas propostas, e é o que vamos fazer, confiantes no que desempenhamos quando estivemos a frente do Poder Executivo municipal por duas oportunidades e no tanto que ainda vamos realizar”, disse o candidato do PSDB que destacou ainda que sua campanha será pautada na gestão do desenvolvimento. “Não existe formula mágica, existe planejamento, organização, competência, transparência, vontade política, sensibilidade, compromisso e dialogo com as pessoas”, são com esses princípios que a nossa candidatura está comprometida, disse o candidato.

Como o período de campanha será de apenas 45 dias, Charles Gomes e o candidato a vice-prefeito Ronaldo Estevão irão se dividir ao longo dos dias para conseguir cumprir todos os compromissos. “Nós estamos com uma agenda muito apertada. Já temos muitos eventos programados. Nos primeiros dias estaremos juntos, depois vamos dividindo”, explicou o candidato a vice-prefeito.

Já a esposa do candidato, Suely Loredo pediu para que os vereadores trabalhem sempre em prol dos mais necessitados, “queremos uma campanha limpa com propostas” concluiu.

A coligação Vale do Paraíso Pode Mais é formada por 8 partidos: PSDB, PMDB, PTB, PDT, PEN, PR, PSD e PSB








Fonte:ouropretoonline.com

Política : INOCENTES
Enviado por alexandre em 24/08/2016 15:32:40


E ai, você sabe qual a função do vereador?

Luanna Brandão

Tendo em vista que a campanha eleitoral está acelerada e que este ano haverá uma diferença no horário que é reservado aos candidatos, é hora de começar a nos preparar para o pleito. De acordo com a nova lei que regulamenta a propaganda eleitoral, candidatos a vereador não têm mais direito ao horário no guia eleitoral. Eles irão dispor de, apenas, inserções que poderão ser ouvidas e vistas durante a programação normal das rádios e emissoras de TV. As inserções serão de 30’ (trinta segundos) para cada candidato a vereador se apresentar e mostrar o que propõe.

Escolher um candidato a vereador não é uma tarefa das mais fáceis, sobretudo pela grande quantidade de postulantes ao cargo e o nível de comprometimento que os mesmos apresentam. Não pense que escolher um vereador é brincadeira! Embora na maioria das vezes não cumpram com suas funções, os vereadores são peças importantes para representatividade de um povo: eles são a representação das comunidades nas decisões do governo. Por isso, nós precisamos saber a quem daremos a incumbência de fiscalizar os mandos e desmandos administrativos.

Vereadores têm funções claras e específicas e nenhuma delas inclui a assistência pessoal ou favorecimento individual. Muito pelo contrario! Eles são eleitos para representar o povo como um todo e “brigar” para que os gestores cumpram com suas obrigações. A câmara de vereadores é responsável pela aprovação das contas de um gestor, elaboração de leis do município e fiscalização dos atos administrativos. Os vereadores, portanto, devem trabalhar para melhorar a qualidade de vida da população, ouvindo as reclamações e sendo ponte entre o povo e o governo.

Nós, enquanto eleitores, temos a obrigação de saber em quem votamos, para que no futuro possamos cobrar de quem elegemos. Ser vereador é muito mais do que balançar a cabeça - como uma lagartixa - durante reuniões: é ser povo na Casa do Povo - ciente do dever de apresentar sugestões para a melhoria do governo, sem deixar de questioná-lo (se necessário) sobre o motivo de algumas ações governamentais estarem ‘fora do prumo’ (caso estejam). O vereador deve ter coragem para cobrar empenho por uma obra que deveria ter sido entregue e ter atitude em favor do serviço de saúde procurando saber se as políticas de prevenção de contra epidemias estão sendo aplicadas com eficiência, por exemplo, entre outros questionamentos. Eles são FISCALIZADORES.

Assim, então, insisto: é importante escolher bem em quem votar - por tudo o que já foi exposto aqui. Não dá para eleger ou reeleger um candidato a vereador que só representa a si e vive de fechar acordos com prefeitos, ‘brincando’ com as pessoas, dizendo que quer o melhor para o município, sem cobrar do gestor que políticas públicas sejam implantadas... Não da para brincar de ser vereador e não dá para brincar de ser eleitor! Eleição é coisa séria! E é nossa responsabilidade eleger os representantes das comunidades. Procure conhecer melhor os candidatos. Analise, pergunte, veja e reveja o histórico deles enquanto cidadãos, principalmente daqueles que buscam a reeleição. Avalie se eles cumpriram suas funções - se a resposta for negativa, você já sabe: use o seu voto para fazê-los procurar outra ocupação.

Política : FARTURA
Enviado por alexandre em 23/08/2016 14:17:55


Edis Farias é o mais rico entre os candidatos a vereador e prefeito de Ouro Preto
Com patrimônio de R$ R$8.046.356,70 milhões, o vereador e presidente da Câmara municipal de Ouro Preto do Oeste, Edis Farias do Amaral (PSD) é o mais rico entre os que disputam a reeleição e eleição de vereador e prefeito e já tiveram a lista de bens publicada no Sistema de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Os bens do vereador Edis Farias estão uma fazenda 178 alqueires localizada na linha 203 zona rural de Ouro Preto do Oeste avaliada em R$ 7.040.000,00 e imóveis e gado soma que ultrapassa a bagatela dos R$ 8 milhões de reais, para ter uma idéia do patrimônio do candidato a reeleição sua declaração supera a do governador do Estado Confúcio Moura (PMDB) que nas eleições de 2014 declarou um patrimônio de R$ 6.514.675,89 até mesmo o governador do Estado de São Paulo um potencia industrial Geraldo Alckmin (PSDB) perde de longe em patrimônio para Edis Farias o mandatário paulistano declarou ter bens avaliados em R$ 1.069.498,27.

De uma coisa o presidente da Câmara municipal pode falar que está sendo verdadeiro que é declarar seus bens bem diferente de outros candidatos que declararam bens que não condiz com a realidade de vida que leva o político com sua família. Existem casos em que o candidato declarou ter uma residência em local que o mesmo não mora com sua família além de declarar que não possui veículo neste caso o cidadão está sendo no mínimo desonesto e querendo fazer o eleitor de palhaço e massa de manobra com uma informação leviana que pode ser classificada como pilantragem.

A declaração de bens dos candidatos, disponível ao público no http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2016/divulgacao-de-candidaturas-e-contas-eleitorais site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deve ser feita de acordo com a declaração de imposto de renda.


De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a Justiça Eleitoral recebe as informações como verdadeiras e não cabe a ela fiscalizar. O que a Justiça Eleitoral pode fazer é julgar casos individuais, quando surge uma denúncia de irregularidade na declaração, que deve ter origem no Ministério Público (MP), informa o TRE. Se comprovada alguma irregularidade, o caso seria enquadrado como falsidade ideológica.

De acordo com a lei eleitoral, a inserção de declaração falsa ou diversa da que devia estar escrita leva à punição de reclusão até cinco anos e pagamento de cinco a quinze dias-multa, se o documento é público, e reclusão até três anos e pagamento de três a dez dias-multa se o documento é particular — informa o Ministério Público.



A assessoria de imprensa do TSE, entretanto, informou que não há uma determinação mínima para se declarar no caso do candidato que não tem bens. Nesse caso, a informação seria "candidato não tem bens a declarar".

Fonte: Alexandre Araujo com informações do TSE


Política : GESTÃO ESCOLAR
Enviado por alexandre em 23/08/2016 12:08:07


Escola Estadual Joaquim de Lima Avelino de Ouro Preto recebe prêmio em solenidade oficial
A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Joaquim de Lima Avelino localizada no município de Ouro Preto do Oeste foi agraciada com o Prêmio Gestão Escolar. A solenidade de entrega da outorga foi feita na noite da última segunda-feira (22) durante o III Encontro de Gestores Escolares que está sendo realizado no município de Cacoal até esta quarta-feira (24).

O diretor da unidade escolar professor Sandro Mauro Guirro juntamente com sua equipe recebeu o prêmio das mãos do governador do Estado Confúcio Moura que estava ladeado pelo vice-governador Daniel Pereira, presidente da Assembleia Legislativa do Estado – ALE/RO, deputado Maurão de Carvalho secretária estadual de Educação, Fátima Gavioli o seu adjunto Márcio Felix e o secretário de Educação Básica do Ministério da Educação, Rossieli Soares da Silva. Das 475 escolas estaduais de Rondônia a Escola Joaquim de Lima Avelino que tem 760 alunos matriculados ficou entre as 12 melhores colocadas. “Fico feliz pelo prêmio e divido o mesmo com todos que deram suas contribuições para que a nossa escola pudesse ser reconhecida e isso nos motivar mais ainda a buscamos uma educação de qualidade com a participação de toda comunidade imbuídos em um só foco”, disse o competente diretor Sandro Mauro.

O Prêmio Gestão Escolar 2016 é o reconhecimento ao trabalho da direção, professores, funcionários de apoio, alunos e os profissionais da Coordenação Regional de Educação – CRE tendo a frente a pedagoga Marivone Resende de Araujo.

O Prêmio é um reconhecimento do Consed a projetos inovadores e gestões competentes na Educação Básica do ensino público brasileiro. O objetivo da premiação é estimular que escolas públicas mostrem o desenvolvimento de suas gestões, além de incentivar o processo de melhoria contínua na escola, pela elaboração de planos de ações, tendo como base uma auto-avaliação.

Prêmio Gestão Escolar – O Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed) acredita no fortalecimento e na qualificação das equipes gestoras das escolas públicas como estratégias essenciais para a melhoria da qualidade de ensino. Essa crença se materializa no Prêmio Gestão Escolar, uma das iniciativas do Consed que vem se constituindo em um instrumento de mobilização das escolas para focar o olhar da comunidade nos diferentes processos envolvidos na gestão escolar.

Concebido em 1998 e desde a primeira premiação, em 1999, o Prêmio Gestão Escolar vem ganhando reconhecimento da comunidade educacional brasileira. Ao longo de sua trajetória, aproximadamente 34 mil escolas de todas as regiões do país participaram do Prêmio. A partir de 2014, o PGE passou a ser uma premiação bianual. Nos anos ímpares concentram-se o processo seletivo das escolas e a premiação, enquanto que, nos anos pares, são promovidas ações de formação para os gestores inscritos no ano anterior com o PGE.



Fonte: Alexandre Araujo/WWW.ouropretoonline.com

(1) 2 3 4 ... 572 »