Política - FALOU NÃO - Notícias
Tópico Número de Notícias Para Exibir

(1) 2 3 4 ... 379 »
Política : FALOU NÃO
Enviado por em 18/04/2014 14:32:27


Confúcio diz não ao projeto de recomposição salarial para os PM's
A Associação Círculo Militar dos Oficiais do Estado de Rondônia informa aos seus associados, às autoridades constituídas e a sociedade rondoniense que o projeto com pedido de recomposição salarial de oficiais e praças, encaminhado no início do corrente ano pelos Comandantes Gerais da PMRO e CBMRO ao Governo do Estado de Rondônia, não será atendido, embora construído sobre incontestáveis e justos argumentos. A resposta negativa do Governo, apesar de não ter sido dada formalmente até o presente momento, foi prestada verbalmente pelo Sr. George Alessandro Gonçalves Braga, Secretário de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão, ao presidente da ACMO.

Desta forma, só resta à ACMO lamentar profundamente a postura do Governo do Estado, que se mostra mais uma vez insensível e indiferente à grave situação salarial dos policiais e bombeiros militares, mesmo sendo sabedor que em relação aos postos e graduações mais elevados, conforme estudo apresentado no mencionado projeto encaminhado ao Executivo, os militares rondonienses possuem salários que estão entre os piores do país, quando comparados com a Polícia Civil de Rondônia e às demais Instituições Militares do Brasil.

A ACMO sempre irá buscar o caminho da legalidade e do diálogo com as autoridades na luta pelos direitos e interesses legítimos dos seus associados e da tropa em geral. Entretanto, não podemos fechar os olhos para o fato de o atual Governo – assim como o Governo anterior – só ter efetivamente atendido aos principais pleitos dos militares estaduais após o estabelecimento do caos na segurança pública, por meio de manifestações e paralizações, o que acaba, lamentavelmente, passando à tropa a ideia de que só mediante tais expedientes ocorre a sensibilização do Governo. Derivam daí sérios prejuízos a todos: aos policiais e bombeiros militares envolvidos nos atos de indisciplina; às Corporações, em razão da quebra da hierárquica e disciplina; e principalmente à população rondoniense, pelo abalo à paz e à tranquilidade social.

A despeito do Comando da PMRO ser exercido por Coronel do quadro federal, cuja remuneração é quase o dobro da remuneração percebida pelo Coronel estadual (fora a alta gratificação decorrente do exercício do cargo), e apesar do pensamento crescente de que por tal motivo o Comando não se preocupa com a situação dos militares estaduais, a ACMO pensa de forma diversa e continua acreditando nos esforços dos Comandos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar – de quem se esperava muito maior comprometimento com a causa, já que é exercido por Oficial BM estadual – junto ao Governo para a melhoria da situação salarial dos militares estaduais.

Uma coisa, porém, é certa: o ritmo dos esforços PRECISA MUDAR! O problema é grave e a situação vem se tornando insustentável. É preciso trabalhar de fato na sua solução, todos os dias, diuturnamente, até que se tenha ao menos uma proposta para execução durante os próximos anos, como fizeram as coirmãs! Os Comando não podem permitir que os subordinados precisem resolver problemas que não são da sua esfera de atribuições!

Porto Velho, Rondônia, 16 de abril de 2014.

José Luís de Jesus GABRIEL – CAP BM RR
Presidente da ACMO

Comentários?
Política : MISTÉRIO
Enviado por em 18/04/2014 00:56:10


Documentos da Prefeitura de Ouro Preto são encontrados enterrados em terreno do Governo do Estado
Uma grande quantidade de documentos públicos a priori pertencente a prefeitura de Ouro Preto do Oeste foram encontrados em um terreno que está sendo executada a obra da sede da Unidade Integrada de Segurança Pública – Unisp. Os documentos foram encontrados quando uma retroescavadeira estava abrindo os buracos para as fundições do prédio, tão logo do achado o engenheiro civil Tácio Bezerra Soares acionou a Polícia Civil.

O delegado Júlio César Ferreira esteve no local e constatou que uma grande quantidade de documentos como: contra cheques, processos de compra de medicamentos e peças de veículos leves e pesados entre outros. O delegado comunicou o fato aos promotores de Justiça Evandro Araujo e Alba Lima da Silva que estiveram no local, mas não falaram com a imprensa, mas orientaram a autoridade policial a solicitar a presença do perito criminal.

A perícia criminal constatou que os documentos foram enterrados a uma profundidade de mais de 3 metros e parte dos mesmos estão queimados. O delegado informou que uma analise preliminar verifica que os documentos têm data de 2002 para trás, o local foi isolado para uma investigação mais apurada, mas a obra não foi embargada. Local era uma espécie de sede do governo do Estado no interior na gestão do coronel Jorge Teixeira, depois ficou sendo um hotel de trânsito até ser abandonado pelo atual governo de Confúcio Moura (PMDB), e anexo ao prédio funcionou o Sine até meados do ano de 2013.

O delegado disse que vai ser aberto um inquérito criminal com base em dois crimes: Supressão de documento Art. 305 do Código Penal Brasileiro - CPB - Destruir, suprimir ou ocultar, em benefício próprio ou de outrem, ou em prejuízo alheio, documento público ou particular verdadeiro, de que não podia dispor e possivelmente crime ambiental.

“Ainda é prematuro para falar algo de concreto sobre o fato, mas a Polícia Civil juntamente com o Ministério Público, irá trabalhar para elucidar e desta forma punir o ou os responsáveis. Sabemos que o local não é apropriado para este tipo de ação o que posso garantir é que a investigação será feita com transparência a exemplo de todas as investigações que a instituição Policia Civil faz”, assegurou o delegado.

Mesmo com a recomendação que a pilha de documentos fosse coberta com uma lona e o local isolado, nada disso foi notado na noite desta quinta-feira (17). O local não tem qualquer tipo de vigilância o que pode favorecer a subtração dos documentos afinal de contas se foram enterrados é porque algo de ilícito deve haver.







Alexandre Araujo/ouropretoonline.com

Comentários?
Política : CAIO COELHO
Enviado por em 17/04/2014 19:36:50


Deputado federal Carlos Magno emite nota de pesar pela morte do amigo Caio Coelho
O deputado federal Carlos Magno (PP) emitiu nota de pesar pelo falecimento de José Carlos Coelho o popular Caio Coelho, figura exemplar de Ouro Preto do Oeste, que faleceu na cidade de São Mateus – ES na noite de quarta-feira (16).

NOTA DE PESAR

Carlos Magno, consternado, vem nesta oportunidade manifestar à família do amigo particular Caio Coelho sua mais profunda e sincera condolência em razão do seu falecimento. Caio Coelho pessoa por mais do que conhecido de todos, em vida provou que os obstáculos reservados jamais foram empecilhos para alcançar seus objetivos. Falar de Caio Coelho é falar de um amigo, daqueles que encontramos no caminho da vida sua lembranças será de um ser alegre que sempre estava com sua inseparável filmadora, registrando os momentos de alegria daqueles que hoje desejam e roga a Deus, com sua bondade infinita, receba o Caio Coelho na morada celestial e que conforte os parentes e amigos que ora choram pela dor de sua partida.

Nesse momento de dor e tristeza pedimos ao Espírito Santo Consolador que transforme essa dor em saudade e esperança, pois são elas que mantêm vivos os nossos entes queridos no único lugar onde eles não podem morrer: nosso coração.

Deputado federal Carlos Magno e família

Comentários?
Política : CARLOS MAGNO
Enviado por em 16/04/2014 20:50:49


Esposa do deputado Carlos Magno emite nota de otimismo sobre sua saúde
Hoje esta completando 9 dias que o Carlos foi submetido a cirurgia de transplante. Dia este que ficará registrado, em que Deus lhe concedeu uma nova oportunidade de vida. Ele passa bem, continua hospitalizado mas logo receberá alta, pois esta se sentido cada dia melhor. E sempre agradecendo a Deus, a família do doador e aos amigos.
 
Dandy Andrade

Comentários?
Política : APOIANDO
Enviado por em 16/04/2014 14:14:51


Deputado Jaques Testoni recebe a visita da prefeito interina Joselita Araújo para falar sobre Segurança Pública
A prefeita de Ouro Preto do Oeste, Joselita Araújo, solicitou nesta terça-feira ao deputado Jaques Testoni (PSD) que interceda junto ao Governo do Estado para que seja aumentado o efetivo da Polícia Militar no Município. A prefeita em exercício esteve reunida com Jaques na Assembleia Legislativa de Rondônia. “Viemos pedir esse auxílio através da força do Legislativo para juntos apresentarmos a demanda do Município ao governador Confúcio Moura para atendermos a população. Houve aumento de alguns índices de criminalidade na região, contudo a estrutura da PM não evoluiu na mesma proporção”, explicou Joselita.

Para Jaques Testoni, é um dever dos líderes do Município e do Governo zelarem pela população. “A demanda será prontamente encaminhada ao governador Confúcio com o apresso dos pares da casa, uma vez que, segurança pública deve ser uma das principais premissas do cidadão”, acrescentou Jaques.

ASCOM

Comentários?
(1) 2 3 4 ... 379 »