Regionais - Contratada por Gleisi, namorada de Lula tem salário de R$ 17 mil em estatal - Notícias
(1) 2 3 4 ... 8222 »
Regionais : Contratada por Gleisi, namorada de Lula tem salário de R$ 17 mil em estatal
Enviado por alexandre em 24/05/2019 23:57:18


-
Foto: Reprodução e AFP

Namorada e futura esposa do ex-presidente Lula (PT), a socióloga Rosângela da Silva é funcionária da estatal Itaipu Binacional e tem salário superior a R$ 17 mil, segundo a revista Veja.

A publicação afirma que “Janja Lula da Silva”, como ela é conhecida, foi contratada sem processo seletivo após a primeira eleição do petista e assumiu o escritório em Curitiba. Na época, a empresa tinha como diretora financeira Gleisi Hoffmann, atual presidente do PT. 

Com a saída de Lula da presidência para dar o cargo a Dilma Rousseff, Janja passou a trabalhar como assessora de comunicação e relações institucionais da Eletrobrás. Em 2017, um mês antes de Lula ser preso, ela foi realocada para Itaipu onde permanece até hoje, com o salário de R$ 17.537.

Rosângela é filiada ao PT desde os anos 80 e teve namoro assumido com Lula na semana passada, por amigos do ex-presidente.

Segundo a publicação, ela foi vista na sede da Polícia Federal em visita ao petista por sete vezes. A primeira, em junho de 2018, foi para comemorar o Dia dos Namorados. 

De acordo com o jornal O Globo, Janja costuma controlar as visitas a Lula na cela e não recebeu aprovação de todos os filhos do ex-presidente.

Lula é viúvo desde 2017, quando sua ex-esposa Marisa Letícia morreu de derrame, aos 66 anos. O ex-presidente afirmou que pretende se casar com a socióloga quando sair da prisão, onde responde por corrupção e lavagem de dinheiro. (Correio)


Regionais : Com rosto desfigurado, cabeleireiro denuncia agressão:’Sou gay e isso não vai mudar’
Enviado por alexandre em 24/05/2019 23:52:51


-
Jackson no dia em que o homem quebrou o copo na cabeça dele, em Juazeiro — Foto: Arquivo Pessoal

Um cabeleireiro de 23 anos ficou com rosto desfigurado após ser agredido por um homem com um copo de vidro, no bairro Novo Encontro, em Juazeiro, norte da Bahia. Em entrevista ao G1, nesta sexta-feira (24), Jackson Ruan Rodrigues dos Santos contou que nunca tinha visto o suspeito e disse ter sido vítima do crime de homofobia.

Em uma postagem nas redes sociais, ele conta que na noite do último sábado (18), quando deixava a casa da avó, o homem o seguiu, tentou cheirá-lo e perguntou se ele era menino ou menina.

“Ele tentava me pegar e eu continuei andando sem dar atenção. Fiquei com medo. Quando ele perguntou se eu era menino ou menina, eu parei e olhei para ele. Então ele veio em cima de mim e quebrou um copo no meu rosto. Eu corri e meus familiares me socorreram. Se eu não tivesse corrido, poderia ter acontecido algo pior. Isso aconteceu a uns 40 metros da casa da minha avó, em um bairro que eu cresci, onde todos me conhecem”, contou o jovem.

A vítima disse que o homem estava em um bar, quando começou a perseguição. “Eu acho que ele estava bebendo em um bar e, quando eu passei, ele começou a me seguir com o copo na mão”, disse.

Jackson relatou que procurou a polícia com dois advogados. A delegacia da cidade confirmou que a ocorrência foi registrada quinta-feira (23) e que está investigando o caso.

A denúncia do jovem não ocorreu somente na esfera policial. Antes mesmo de ir à delegacia, Jackson contou sobre a agressão em uma rede social.

“Eu não vou me esconder e nem me privar por uma coisa que eu não fiz, muito menos mudar o meu jeito de ser. Eu sou gay e isso não vai mudar em nada”, destacou na rede social.

Jackson, que precisou levar pontos na bochecha e na sobrancelha, se recupera da agressão, mas diz que está preocupado e com medo de que essa situação se repita. “É uma mistura de sentimento. Ódio, rancor, medo por estar apanhando de graça, e trauma também. É tudo”, contou.

O jovem contou que a polícia expediu guias para que ele fizesse exames de corpo de delito e que ele já passou pelos procedimentos.

Ele destacou também que após revelar a agressão nas redes sociais, tem recebido apoio de pessoas.

“Quando eu postei, foi mais um desabafo porque eu apanhei sem saber o porquê. Mas eu tenho recebido muito apoio e isso tem feito bem para mim”, contou.

Leia a publicação do jovem nas redes sociais:

Sinceramente eu não queria falar sobre isso por medo ou vergonha, mas eu preciso desabafar. Sábado à noite, por volta de umas 19h, eu estava indo para casa, saindo da casa da minha avó, quando um indivíduo me seguiu, começou a tirar brincadeiras sem graça comigo e eu sem dar atenção a ele. Ele, por não satisfeito, simplesmente quebrou um copo na minha cara, na rua da casa da minha avó, onde eu fui criado. Tinham pessoas na porta e isso não intimidou ele nem um pouco, eu não tive reação nenhuma porque nem eu sabia porque aquilo estava acontecendo. Só voltei correndo para casa da minha avó, atrás de socorro, ensaguentado no meio da rua. Minhas primas, todas assustadas, sem entender, nada chamaram a polícia. Até hoje estamos esperando. Samu, a mesma coisa. Fui socorrido por um amigo, às presas porque eu estava perdendo muito sangue. Toda noite quando estou só eu choro só por me fazer uma pergunta e não ter resposta.
– Por que ele fez isso?
– O que foi que eu fiz?
E não consigo entender. Nós somos gays, não pedimos pra ser assim, simplesmente somos.
A gente vê isso acontecendo com os outros e acha que isso nunca vai acontecer com você ou com alguém da sua família, mas a maldade está aí, pessoas ruins existem sim. 
Por tanto, eu não vou me esconder e nem me privar por uma coisa q eu não fiz, muito menos mudar o meu jeito de ser.
EU SOU GAY E ISSO NÃO VAI MUDAR EM NADA.

(G1/Bahia)

Regionais : Médico pede R$ 46 mil a Neymar por parto de Davi Lucca
Enviado por alexandre em 24/05/2019 23:51:05


-
Foto: Instagram/ Arquivo Pessoal

Neymar terá que desembolsar R$ 46 mil para quitar uma dívida com o médico Hebert Kramer e seus assistentes pelo serviço prestado pelo profissional no parto de Davi Lucca, primogênito do atacante, em 2011.

De acordo com o ‘UOL Esporte’, o craque do PSG foi notificado pela Justiça em março deste ano para pagar o valor, porém o doutor alega não ter recebido a quantia.

O UOL teve acesso a documentos da operação que indicam que um depósito no valor de R$ 46 mil foi feito logo após a notificação judicial. A assessoria do jogador afirma ter feito o pagamento, mas pessoas ligadas a Kramer informam que o valor depositado diz respeito apenas a dois profissionais que trabalharam com ele.

Na época do parto, Neymar não fez o pagamento por acreditar que o profissional estava querendo lucrar com a fama do jogador ao pedir um valor muito acima do mercado. (Bahia.Ba)

Regionais : Eduardo Bolsonaro usará gravata cinza no casamento com terno parcelado em três vezes
Enviado por alexandre em 24/05/2019 23:42:34

Eduardo Bolsonaro usará gravata cinza no casamento com terno parcelado em três vezes Foto: reprodução/instagram e divulgação
Pedro Capetti

Se o vestido de noiva é uma peça guardada a sete chaves antes de um casamento, o terno do noivo não merece tamanho segredo. Que o diga Eduardo Bolsonaro. O deputado federal se casa com a psicóloga Heloisa Wolf neste sábado, 25, com terno azul claro, colete prata e gravata cinza. O look foi parcelado em três vezes. Os preços de um terno confeccionado por Eduardo Guinle, o estilista escolohido pelo casal, varia entre R$ 8mil e R$ 27 mil.

O traje foi divulgado por Guinle nesta sexta-feira, 24. Segundo o estilista, "trata-se de um traje chique, clean e leve, para um casamento diurno".

“A noiva pediu algo em tom de azul, Apresentei 12 opções diferentes e sugeri esse da foto. É um tom um pouco mais claro, na cor do céu, apropriado para o local da cerimônia, que será em uma casa em Santa Teresa. Os noivos concordaram com a sugestão”, conta Guinle.

Eduardo Bolsonaro usará gravata cinza e não lilás ou rosa como foi cogitado
Eduardo Bolsonaro usará gravata cinza e não lilás ou rosa como foi cogitado Foto: divulgação

O traje tem modelagem slim fit, com lapela de bico e um botão. O terno poderia ser mais informal: “Porém, o Eduardo Bolsonaro quis fazer algo mais sofisticado para estar de acordo com o vestido da Heloísa, que é mais luxuoso. Ele optou por esse colete prata claro, que, além trazer leveza à roupa, agrega um toque mais sofisticado”.

A dúvida pairava justamente na cor da gravata. A sugestão era rosa ou lilás. “A gravata não poderia ser diferente. Na dúvida entre rosa e lilás, a opção do deputado foi pela prata, em seda pura, de jacquard floral, que remete ao local da cerimônia, com muitas flores. O lenço de bolso, no mesmo tom, complementa o look. Já a camisa tem detalhes importantes, para sair do lugar comum. É feita em tecido maquinetado e ressalta o detalhe da gola, que é um diferencial e confere mais sofisticação”, explica Guinle, responsável também pelas roupas que o político usou para o ensaio fotográfico pré-wedding.

Eduardo Guinle é o estilista de Eduardo Bolsonaro
Eduardo Guinle é o estilista de Eduardo Bolsonaro Foto: divulgação

O estilista vem trabalhando no look de Eduardo Bolsonaro há três meses e revela que ele é extremamente bem humorado e tranquilo. Para criar uma alfaiataria exclusiva e sob medida, o próprio Eduardo atende cada cliente, como o deputado, com hora marcada, na loja do Shopping da Gávea, no Rio.


extra

Regionais : DJ é preso desembarcando no aeroporto de Porto Velho com drogas
Enviado por alexandre em 24/05/2019 23:39:11

DJ é preso desembarcando no aeroporto de Porto Velho com drogas

Porto Velho, RO - Policiais do Departamento de Narcóticos (Denarc) prenderam o DJ Kelvin Miranda Velarde, de 29 anos, conhecido como DJ KVN. As prisão aconteceu na tarde desta sexta-feira (24), quando ele desembarcava no Aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira na capital.


O suspeito estava em Ribeirão Preto, interior de São Paulo. Na sua bagagem, os policiais encontraram haxixe, considerado droga para usuários da classe alta, e farto apetrechos como dichavadores, baladores, estojos para armazenar maconha, além de uma quantia em dinheiro. 

Os policiais já estavam investigando o suspeito, quando receberam uma denúncia informando que ele estava retornando para Porto Velho com droga. Apesar de ser 70 gramas de 'Haxixe' ele poderia conseguir uns R$ 8 mil, pois a grama é vendida nas festas por R$ 100.

Todos os apetrechos que ele estava trazendo não tinham nota fiscal foram apreendidos juntamente com a droga. Ele foi levado para o Denarc onde foi ouvido pelo delegado responsável pelas investigações e ficará à disposição da justiça

(1) 2 3 4 ... 8222 »