Regionais - Javali rouba notebook e é perseguido por homem pelado – VEJA IMAGENS - Notícias
(1) 2 3 4 ... 9446 »
Regionais : Javali rouba notebook e é perseguido por homem pelado – VEJA IMAGENS
Enviado por alexandre em 08/08/2020 20:55:09


A 2 - Javali rouba notebook e é perseguido por homem pelado - VEJA IMAGENS

Um praticante de nudismo teve que perseguir um javali que roubou a sacola onde estava seu notebook, como mostram fotos publicadas em rede social. A cena incomum aconteceu perto de um lago em Berlim. No fim, o homem conseguiu reaver seu computador e foi aplaudido pelos demais frequentadores do local.

A mulher que registrou os momentos de tensão disse que o nudista autorizou a divulgação das imagens. Nas fotos, o javali “ladrão” aparece com dois outros porquinhos selvagens menores dando um pique com a sacola do banhista.

“A natureza dá o troco”, escreveu a coach e atriz Adele Landauer, no Facebook. “Mostrei as fotos ao homem, ele riu com entusiasmo e me deu permissão para torná-las públicas”.

O homem estava tomando banho de sol pelado no lago Teufelssee, no oeste de Berlim, uma prática comum na Alemanha.

Como informa o jornal “The Guardian”, o javali aparentemente foi atraído por uma pizza que outros banhistas estavam comendo. Então ele se apoderou da sacola amarela, provavelmente supondo que ali havia mais comida, e saiu em disparada, só que dentro havia o computador do homem que aparece correndo nas fotos.

O bicho acabou se atrapalhando com uma caixa de papelão que havia em seu caminho e, depois que o dono do notebook fez barulho e bateu com um galho no chão, acabou largando a sacola.

Casos de javalis aprontando nos arredores são cada vez mais comuns em Berlim e em outras cidades pelo mundo. Os animais se multiplicam na floresta e se aproximam de locais habitados em busca de alimento.

Confira

B 1 - Javali rouba notebook e é perseguido por homem pelado - VEJA IMAGENS C 1 - Javali rouba notebook e é perseguido por homem pelado - VEJA IMAGENS A 2 - Javali rouba notebook e é perseguido por homem pelado - VEJA IMAGENS

Regionais : Paraibano compra faculdade de medicina em Rondônia por R$ 150 milhões
Enviado por alexandre em 08/08/2020 20:50:40

O grupo Ser Educacional, que tem como fundador e acionista controlador o paraibano e colunista do portal Fatospb, Janguiê Diniz, é um dos maiores grupos privados de educação do Brasil. O grupo anunciou na última quinta-feira (06), a aquisição da Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal – FACIMED, em Rondônia. A negociação faz parte da estratégia de crescimento da Companhia, buscando ainda mais relevância nas regiões Norte e Nordeste do país, e com presença significativa nas demais regiões do Brasil.

A FACIMED tem 19 anos de atuação no mercado de educação rondoniense e acaba de ter as aprovações do Ministério da Educação (MEC) para transformar-se em Centro Universitário e oferecer ensino a distância.  Reconhecida por sua tradição, rigor acadêmico, qualidade de ensino, além de corpo docente e administrativo altamente capacitados, a Instituição foi pioneira no segmento de cursos de Saúde no interior de Rondônia. Destacam-se os cursos de Medicina, Medicina Veterinária, Enfermagem, Psicologia, Odontologia e Farmácia. Atualmente, a Faculdade conta com 2,7 mil alunos matriculados, em 26 opções de cursos de graduação presenciais em dois campi, além de cursos de pós-graduação, extensão e projetos de pesquisa, sendo referência na área de Medicina.

De acordo com Jânyo Diniz, presidente do grupo Ser Educacional, a aquisição faz parte das estratégias de crescimento da Companhia. “Os desafios de 2020 nos trouxeram novas possibilidades. Estamos em um momento de fortalecimento do Grupo, com a implantação de novos projetos digitais e, também, de expansão das nossas atividades, especialmente no segmento da Medicina. A FACIMED tem um curso de medicina com quase 100 vagas anuais e é referência em qualidade de ensino na área de saúde em uma região que queremos fortalecer nossa atuação. Essa aquisição faz parte do nosso posicionamento de mercado. Além dela, seguimos analisando outras instituições para compra”, explica.

Para o fundador e acionista controlador do Ser Educacional, Janguiê Diniz, “o Norte e o Nordeste são regiões que seguem em desenvolvimento no Brasil e Rondônia, especificamente, aponta um grande potencial para isto. É neste cenário que pretendemos ampliar as atividades do Grupo e trabalhar com afinco, oferecendo ensino de qualidade, especialmente na área médica, visando o desenvolvimento de uma mão de obra especializada em saúde e nas demais profissões do futuro”.

A aquisição, cujo valor nominal será de R$ 150 milhões, está sujeita ao cumprimento de determinadas condições precedentes usuais em operações similares, incluindo a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), e será concluída tão logo referidas condições sejam cumpridas.

Sobre o grupo Ser Educacional 

Fundado em 2003 pelo paraibano Janguiê Diniz, com sede no Recife, o Grupo Ser Educacional (B3 SEER3) é um dos maiores grupos privados de educação do Brasil e líder nas regiões Nordeste e Norte em alunos matriculados. A Companhia oferece cursos de graduação, pós-graduação, técnicos e ensino a distância e está presente em 26 estados e no Distrito Federal, em uma base consolidada de aproximadamente 185 mil alunos. A Companhia opera sob as marcas UNINASSAU, UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau, UNINABUCO – Centro Universitário Joaquim Nabuco, Faculdades UNINABUCO, Escolas Técnicas Joaquim Nabuco e Maurício de Nassau, UNIVERITAS/UNG, UNAMA – Universidade da Amazônia e Faculdade da Amazônia e UNIVERITAS – Centro Universitário Universus Veritas, Faculdades UNIVERITAS e a UNINORTE – Centro Universitário do Norte, por meio das quais oferece 1.904 cursos.



Minha História

Da infância pobre e rural em pequenas cidades do interior que, na época, sequer apareciam no mapa do país, vieram a vontade incansável de vencer na vida. “Apenas através da educação é que o Brasil dará o salto em desenvolvimento”, esta é a frase inspiradora de Janguiê Diniz, empreendedor que figurou na lista da Forbes, mestre e doutor em Direito e fundador do grupo Ser Educacional, o maior grupo de educação do Norte e Nordeste e um dos maiores do país, além de fundador e presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo.

José Janguiê Bezerra Diniz nasceu no distrito de Santana dos Garrotes, na Paraíba. Aos seis anos, sua família deixou o Sertão paraibano e seguiu para o município de Naviraí, no Mato Grosso do Sul. Aos 8 anos, montou seu primeiro “empreendimento”: uma caixa de engraxate. Pouco depois, trocou a graxa nos sapatos pela venda de laranjas, depois de picolés de porta em porta. Até que seus pais decidiram mais uma vez mudar de região. Seguiram para Pimenta Bueno, em Rondônia. Quando terminou o Ensino Fundamental, aos 14 anos, Janguiê se deparou com uma encruzilhada: não havia Ensino Médio em Pimenta Bueno e, para continuar estudando, seguiu para o Recife, onde procuraria um tio que nunca conhecera, mas que logo se tornaria um segundo pai. Ganhou um emprego como datilógrafo e um lugar para morar.

A trajetória de vida de Janguiê foi baseada na educação. Trabalhava de dia e estudava à noite. Prestou vestibular para Direito em 1983 e foi aprovado na UFPE. A experiência no escritório de advocacia do tio fez com que, ainda no 4º ano do curso, já tivesse montado uma empresa de cobranças com 30 funcionários. Em 1992, tornou-se, por concurso público, juiz federal do Trabalho do TRT 6ª Região. Nesta época, já havia se formado em Letras na Unicap e era professor na Faculdade de Direito de Olinda. Em 1993, para não ter que ir morar no interior, resolveu pedir exoneração do cargo de juiz do Trabalho, vindo a passar no concurso público para procurador do Trabalho do Ministério Público da União e no de professor efetivo da Faculdade de Direito do Recife, da UFPE.

Em 1994, fundou o Bureau Jurídico, um dos cursos preparatórios para concursos públicos de maior sucesso na região e que obteve altos índices de aprovação, atraindo alunos de todo o país. No mesmo ano, convidando grandes nomes do país e do mundo como palestrantes, começou a investir na realização de congressos nacionais e internacionais na área jurídica, chegando a reunir num único evento, mais de 7 mil participantes. Em 1998, fundou o BJ Colégio e Curso, atualmente Escola Conecta, que oferece turmas da Educação Infantil ao Pré-Vestibular.

Em 2003, criou, no Recife, a Faculdade Maurício de Nassau, hoje UNINASSAU, mantida pelo grupo Ser Educacional. Hoje, o Grupo é um dos maiores do Brasil, atendendo mais de 190 mil alunos em mais de 60 unidades distribuídas por todos os estados da Federação, contando com mais de 11 mil colaboradores. O Grupo inclui as marcas UNINASSAU, UNINABUCO, UNAMA, UNG, UNIVERITAS e UNINORTE.

Mais recentemente, em 2019, Janguiê Diniz fundou, junto com mais 33 grandes empreendedores nacionais, o Instituto Êxito de Empreendedorismo, que atua levando educação empreendedora a jovens brasileiros. Hoje já são mais de 400 sócios que compactuam do propósito de fazer do empreendedorismo a turbina para alavancar vidas e histórias. Sem fins lucrativos, seu principal plano de ação está em oferecer uma plataforma online de cursos gratuitos, além de diversas ações voltadas para o fomento ao empreendedorismo. Mais informações no site: www.institutoexito.com.br.

Janguiê Diniz já tem 24 livros publicados, entre eles sua autobiografia, intitulada “Transformando sonhos em realidade – a trajetória do ex-engraxate que chegou à lista da Forbes”, “Inovação em uma sociedade disruptiva”, “Fábrica de Vencedores – Aprendendo a ser um gigante”, “Passos para o Sucesso”, “A Arte de Empreender”, “Axiomas da Prosperidade” e “Inovação em uma sociedade disruptiva”.

Regionais : Trabalho em conjunto entre as Polícias Militar Civil resulta na apreensão de mais de 12 quilos de drogas em Ji-Paraná
Enviado por alexandre em 08/08/2020 00:59:15

Trabalho em conjunto entre as Polícias Militar Civil resulta na apreensão de mais de 12 quilos de drogas em Ji-Paraná

Segundo a Polícia, os 10 quilos de Maconha já estava embalada e pronta para serem transportadas para o Estado do Acre, onde seria comercializada.

Uma ação em conjunto entre a PM e a PC, na tarde desta sexta-feira, dia 07, resultou na prisão de cinco pessoas que estavam traficando na região Central do Estado já há algum tempo. Com os criminosos, a Polícia apreendeu mais de 12 Kg de drogas, como Maconha, Cocaína e Crack.

De acordo com a PM, a primeira apreensão aconteceu na BR 364, saída para Presidente Médici. Um Policial Militar, que estava de folga, andava pelo bairro Novo Ji-Paraná, quando avistou um indivíduo saindo de um local conhecido como “Boca da Tia”, localizada na Rua Pedro Lira Pessoa, e colocando uma porção considerável de drogas no bolso. Em seguida, ele montou na garupa de um mototaxista e saiu do local, sentido ao Anel Viário.

Diante da suspeita, o militar solicitou apoio e uma Guarnição de Rádio Patrulha abordou a dupla já na BR 364. Com o passageiro, identificado como Adriano Ferreira Guedes, os PM’s localizaram 01 tablete de Maconha, 100 gramas de Crack e aproximadamente R$ 500 reais em dinheiro. O mototaxista falou que não tinha conhecimento sobre a droga e que estava apenas fazendo uma “corrida” para seu amigo, porém acabou se contradizendo em vários momentos.

Continuando com as diligências, já com o apoio de Policiais Civis, coordenados pelo Delegado Dr. Henrique Mendonça Bittencourt, a equipe se dirigiu até a “Boca da Tia” e lá, localizaram quase meio quilo de Maconha, uma certa quantidade de Crack e Cocaína, balança digital e dinheiro. A proprietária da casa, que já cumpre pena por Tráfico de Drogas e está usando tornozeleira eletrônica, assumiu o comércio de drogas e também foi conduzida para a UNISP. Ela foi identificada como sendo Elizete Moreira da Rocha, vulgo “Tia”.

Já em outra casa, localizada na Rua Shalon, ainda no mesmo bairro, os policiais encontraram mais de 10 quilos de Maconha e uma porção considerável de Crack. Neste local, foram presos Rafael Lourenço da Silva e Jhonatan Paiva da Conceição.

Segundo a Polícia, os 10 quilos de Maconha já estava embalada e pronta para serem transportadas para o Estado do Acre, onde seria comercializada.


 

 

Fonte: Comando190

Regionais : Arsenal apreendido em carro pela PRF é avaliado em mais de R$ 3 milhões
Enviado por alexandre em 08/08/2020 00:55:58


O arsenal apreendido pela PRF Foto: Polícia Rodoviária Federal / Divulgação

O Globo

O arsenal apreendido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) dentro de um carro, na Rodovia Presidente Dutra, na altura de Seropédica, na Baixada Fluminense, na madrugada desta quinta-feira, está avaliado em mais de R$ 3 milhões, informou a corporação. Foram encontrados 22 fuzis de origem estrangeira – 21 de calibre 556 e outro de calibre 762, com uma mira telescópica -, 21 pistolas, todas com mira a laser, e pelo menos 300 quilos de maconha que saíram do Paraguai e iriam ser entregues na Vila dos Pinheiros, no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio.

Dois homens foram presos. Um deles dirigia o carro onde estavam às armas e as drogas e o outro dirigia um veículo que seguia na frente – era o batedor, responsável por avisar sobre possíveis fiscalizações.

Os presos – que não tiveram os nomes revelados – confessaram que entregariam as armas e a droga na Vila dos Pinheiros, informou a PRF. Eles e o material apreendido foram levados para a Polícia Federal.

Arsenal moderno

O instrutor de tiro e militar da reserva Rildo Anjos destacou que o arsenal apreendido é moderno. Segundo ele, o uso de mira a laser é proibido pela legislação brasileira. O recurso ajuda a identificar o alvo, mas também entrega a posição do atirador. Em relação a fuzis equipados com luneta, Rildo diz que o equipamento não aumenta a letalidade da arma, mas potencializa a capacidade de acerto do disparo. Continue lendo


CRUELDADE! Cachorro morre após ser esquecido pelo dono dentro do porta-malas em meio a caixas de cerveja. VEJA VÍDEO


As autoridades encontraram o animal já sem vida no fundo do porta-malas, junto a caixas de cerveja e outros entulhos.

Um homem foi detido e encaminhado para uma delegacia da cidade de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, capital de Mato Grosso, após provocar a morte de seu cachorro de estimação. O animal foi esquecido dentro do porta-malas do carro, e acabou morrendo. A ocorrência foi registrada nesta última terça-feira (4).

 

Informações apuradas pela Guarda Municipal de Várzea Grande apontam que o caso aconteceu no supermercado Atacadão, localizado no Bairro Jardim Glória I, em Várzea Grande, por volta das 17 horas. A denúncia foi feita por funcionários do estabelecimento, que notaram as condições nas quais o animal estava sendo mantido, e ficaram preocupados.

 

Veja também

NOJENTA E PERIGOSA! Saiba o que acontece quando uma mosca pousa na sua comida

 

Um bar na Irlanda começa a cobrar 'taxa de Covid-19' na conta dos clientes
 

Quando as autoridades chegaram para apurar a ocorrência, já era tarde demais. O cachorro estava sem vida, junto a caixas de cerveja e demais entulhos depositados no porta-malas de um Ford Verona. As imagens circulam de maneira viral pelas redes sociais, causando indignação em boa parte dos internautas, tendo em vista o descaso com a vida do animal.

 

Encaminhado para a Delegacia de Polícia Judiciária Civil, o proprietário do cachorro terá uma grande dor de cabeça com a Justiça. Ele deverá responder por maus-tratos a animais, por conta do abandono em condições inapropriadas e sem ventilação, que acabou resultando na morte.

 

Imagens publicadas na internet pelo portal O Livre mostram o cão já sem vida no fundo do porta-malas. O automóvel estava parado no estacionamento do mercado. O proprietário do animal não teve a identidade revelada.

 


VEJA VÍDEO: https://portaldozacarias.com.br/site/noticia/crueldade--cachorro-morre-apas-ser-esquecido-pelo-dono-dentro-do-porta-malas-em-meio-a-caixas-de-cerveja.-veja-vadeo/

 

I7News 

Regionais : Banco Central estuda colocar vira-lata caramelo na nota de R$ 200
Enviado por alexandre em 08/08/2020 00:53:42


A internet mais uma vez mostra a sua força e um bichinho muito conhecido dos brasileiros pode ser o novo personagem das cédulas do país: o vira-lata caramelo. É que o Banco Central (BC), responsável pela produção das notas, informou que está estudando a possibilidade de colocar o cachorrinho na estampa das novas notas de R$ 200. A ideia é fazer da campanha de conscientização à extinção de animais, também uma campanha de conscientização aos maus-tratos.

O tema viralizou na internet após o anúncio da proposta de colocar o lobo-guará, animal típico do cerrado, como personagem da nova nota. Os internautas, entretanto, não concordaram com a proposta: uma petição online que já ultrapassou a marca de 60 mil assinaturas até a publicação desta matéria, justifica que o vira-lata caramelo é “um símbolo da sociedade e da cultura brasileira” e cita o bichinho sem raça definida como “animal mais popular do Brasil”. A brincadeira também conscientiza para o sofrimento dos animais abandonados e controle da espécie.

Viral

Após o anúncio da nova nota, a brincadeira com o personagem que deveria ser escolhido caiu no gosto da internet, que mais uma vez não perdoou. Relembre alguns memes do vira-lata Caramelo na nota de R$ 200.


Jair Bolsonaro e a esposa, Michelle, durante a posse Foto: Jorge William

O Globo

A quebra do sigilo bancário de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro na época em que ele era deputado estadual no Rio, mostra que a primeira-dama Michelle Bolsonaro recebeu R$72 mil em sua conta em cheques depositados pelo ex-funcionário entre 2011 e 2018. Em dezembro de 2018, relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), referente aos anos de 2016 e 2017, revelou o repasse de R$ 24 mil de Queiroz para a primeira-dama. Na ocasião, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o valor total seria, na verdade, R$ 40 mil, e que a justificativa seria o pagamento de um empréstimo. Os dados foram divulgados pela revista “Crusoé” e confirmados pelo jornal O Globo.

Os extratos bancários mostram que pelo menos 21 cheques foram depositados na conta de Michelle. Ela recebeu de Queiroz três cheques de R$ 3 mil em 2011, seis cheques no mesmo valor em 2012 e mais três de R$3 mil em 2013. Em 2016, foram mais nove depósitos, totalizando R$ 36 mil. Segundo a “Crusoé”, os cheques foram compensados em 25 de abril, 19 e 23 de maio, 20 de junho, 13 de julho, dois em 22 de setembro, 14 de novembro e 22 de dezembro.

Além das transferências feitas por Queiroz à primeira-dama, a mulher do ex-assessor, Márcia Aguiar, depositou pelo menos quatro cheques na conta de Michelle em 2011, no valor total de R$ 11 mil. A informação foi revelada pelo jornal “Folha de S. Paulo”.

No período da quebra de sigilo, Queiroz recebeu em sua conta R$1,6 milhão de salários da PM e da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), R$2 milhões em 483 depósitos de servidores do gabinete de Flávio Bolsonaro enquanto ele era deputado estadual e R$ 900 mil depositados em dinheiro em espécie sem identificação. No total, o ex-assessor recebeu 6,2 milhões entre 2007 e 2018.

Os extratos não apontam nenhum depósito de Jair Bolsonaro na conta de Queiroz.

(1) 2 3 4 ... 9446 »