Brasil - Visita - Notícias
« 1 ... 417 418 419 (420) 421 422 423 ... 462 »
Brasil : Visita
Enviado por alexandre em 04/11/2010 19:26:58



MP/RO recebe visita de Governador eleito


O Ministério Público de Rondônia recebeu a visita do Governador eleito, Confúcio Moura, nessa quarta-feira (3/11), para um encontro cordial sobre as ações que deverá desenvolver durante sua gestão.

Reunido com o Procurador-Geral de Justiça, Ivanildo de Oliveira, o Subprocurador-Geral de Justiça, Ivo Scherer, e o Corregedor-Geral do MP, Airton Pedro Marin Filho, o Governador falou de suas intenções para Rondônia, declarando o interesse em bem servir o estado.


O encontro também teve a presença do Secretário-Geral, Promotor de Justiça Héverton Alves de Aguiar, do Chefe de Gabinete da Procuradoria-Geral de Justiça, Promotor de Justiça Marcos Valério Tessila de Melo, do diretor do Centro de Controle Disciplinar, Promotor de Justiça Jorge Romcy Auad Filho, do diretor do CAO-Criminal, Promotor de Justiça Alexandre Jésus de Queiroz Santiago, e do Promotor de Justiça da Saúde, Hildon de Lima Chaves.




Autor: MP/RO

Brasil : Religião
Enviado por alexandre em 03/11/2010 02:15:49



Deus aplica lição nos fariseus de Rondônia
A participação da Igreja Assembléia de Deus na política deste ano em Rondônia foi desastrosa







A participação da Igreja Assembléia de Deus na política deste ano em Rondônia foi desastrosa. O Fariseu Mor da igreja no Estado, Pastor Nelson Lutchemberg, cometeu diversos erros durante as eleições. Se estivesse conduzindo seu rebanho para o Céu, teria acertado em cheio o inferno.



Falo como evangélico que sou, há cerca de 15 anos, e não tenho medo de errar. No artigo que escrevi no dia 16 de junho de 2010, intitulado “A Igreja rodando bolsinha” causou polêmica, mas acertou em cheio nos prognósticos. No artigo falei sobre a prepotência e arrogância dos religiosos ao impor candidaturas goela abaixo dos fiéis, e constrangê-los a votarem nos escolhidos, então profetizei: “Nenhum milagre vai fazer com que Agnaldo se eleja ao Senado. Expedito também não vai ser eleito Governador. Apenas o Capixaba tem chance de ser eleito Deputado Federal nesse contexto. Isso porque ele se converteu ao evangelho depois dos escândalos”.



O erro dos representantes da igreja foi além. No segundo turno Lutchemberg e seus falsos profetas saíram a campo para tentar eleger o atual governador João Cahula. Usaram de todas as armas possíveis, como calúnias, injúrias e difamação ao candidato Confúcio Moura, hoje governador eleito com quase 60% dos votos. Eles taxaram Confúcio de satanista, macumbeiro e simpatizante da causa gay, tudo isso para desestimular os evangélicos a votarem nele.



A tropa de choque comandada por Lutchemberg percorreu o Estado, em companhia de alguns fundamentalistas, numa verdadeira cruzada contra Confúcio. A ação lembrava os inquisitores da idade média na caça às bruxas. Essa atitude retrógada arremete-me ao pior período da história da humanidade, onde a igreja matou milhares de pessoas em nome de Deus. Se dependesse deles, Confúcio seria queimado vivo, já que foi declarado herege pelos “inquisitores”.



Como Cristão e evangélico, dou graças a Deus pelos resultados das eleições. Se Lutchemberg estivesse agindo sob a orientação espiritual, e não pela mera ganância, certamente agiria diferente ou o resultado seria outro. Sei que Deus está no comando, e os fiéis da Igreja Assembléia de Deus, meus queridos Irmãos, não se deixarão mais enganar por falsas profecias.



* Jeff Canguru é jornalista e também evangélico em Ji-paraná


Autor: Jeff Canguru

Brasil : Opinião
Enviado por alexandre em 01/11/2010 21:52:02




Única saída é o conformismo?


Educação, saúde, desemprego e segurança são os maiores desafios para as administrações públicas em todo o país. Nestas quatro áreas, praticamente todos os municípios têm alguma carência e/ou dificuldade de atuação. Esta é uma realidade anunciada há mais de vinte anos através de conferências, estudos e publicações. As previsões foram feitas, mas as providências tomadas foram mínimas nesta última década considerando apenas as quatro áreas.

A educação e o desemprego possuem indicadores oficiais que afirmam ter havido alguma evolução nos últimos anos, mas não existe “um medidor” de como vai a segurança e o atendimento de saúde pública no país, nos estados ou nos municípios. Mesmo diante de aparentes melhoras, a visão geral do estado brasileiro é de falência e inoperância nos serviços prestados à população.

Não é exatamente “culpa” de alguém ou de algum governante. É, certamente, um sequencial de omissão ao longo de anos de prioridade dada a outras áreas – exceto as quatro anteriormente citadas. Apesar da enorme carga de impostos, o Brasil ainda peleja em levar a sua população condições dignas, ou mesmo mínimas, de assistência.

O país é um continente, mas, em geral, os municípios, os estados e a união são, reconhecidamente, entes inchados financeiramente e à disposição, sobretudo, para empregar e beneficiar aliados políticos. Tudo gira em torno de interesses financeiros, eleitorais e pessoais. Poucas vezes, ver-se algum exemplo que fuja a esta quase regra; se existir alguma exceção, de tão rara, ela parece inexistir.


Talvez por isso (e por outros motivos) é que na população exista tanto descrédito e pessimismo com relação ao futuro da nação, de seus estados e municípios. Com raras exceções, as pessoas estão se “acostumando”, cada vez mais, com a pouca eficiência do estado brasileiro e, em geral, também não têm conseguido escolher bem os seus representantes.

Fechar os olhos; fingir que nada acontece de errado; que tudo é normal e aceitável; que nada se pode fazer e que se acomodar é a única opção, parece ser o destino da maioria da população. Afinal, a maior parte dela está assim há séculos: acomodada e conformada com um cenário que apenas “uma meia dúzia” consegue (ou conseguiu) enxergar. Tradicionalmente, a maioria diz que tem mais o que fazer do que ficar tentando arrumar o mundo...


Autor: Alexandre Araujo


Fonte: ouropretoonline.com


Brasil : Mundo Cão
Enviado por alexandre em 30/10/2010 11:46:24



A prefeitura municipal de Ouro Preto paga e muito bem a um médico ortopedista que na realidade só serve para emitir laudo e prescrever receita médica.

Coluna Mundo Cão

Por Alexandre Araujo

Imprensa x Prefeito

O embate que o grupo de jornalistas de Ouro Preto do Oeste, teve com o prefeito Alex Testoni (PTN) do qual este que vos escreve faz parte não teve qualquer conotação política ou tentativa de extorsão conforme o próprio prefeito pregou. O que queremos de fato é que o prefeito Alex mostre onde está sendo gasto o dinheiro da publicidade e que estes valores tenham sim a publicidade institucional da prefeitura contida e não maquiada conforme vem dando mostras, quanto ao prefeito procurar o MP é um direito de qualquer cidadão, apenas para refrescar a memória do Senhor Alex o MP não é advogado de ninguém e sim o guardião da sociedade logo não devemos temer e sim valorizar esta respeitada instituição que ainda podemos confiar.

Extorsão

A palavra extorsão é um termo forte e que ao ser pronunciada o acusador tem o dever moral de provar o que fala sob pena de ser penalizado conforme preconiza a legislação vigente no país. Quem acusa cabe o ônus da prova logo assim entendo que é de bom arbítrio que o acusador tenha prova do que fala afinal de contas estamos no Brasil um país democrático e não na Venezuela que tem o regime chavista o mesmo que Ouro Preto do Oeste teima em implantá-lo.

Ortopedista qual a serventia?

A prefeitura municipal de Ouro Preto paga e muito bem a um médico ortopedista que na realidade só serve para emitir laudo e prescrever receita médica. A verdade é que o HM e os Postos de saúde não têm nem gesso imagina outros materiais necessários para a área e como perguntar não ofende será que isso é ter saúde pública como modelo conforme alardeia o prefeito Alex Testoni(PTN)?

Proibido TV por assinatura

Um morador do Conjunto habitacional Ouro Preto (ex-Dom Bosco) foi intimado por um assessor do prefeito Alex Testoni (PTN) a retirar a antena de uma TV por assinatura sob o pretexto de que a Caixa Econômica Federal – CEF agente financiador das moradias não permite tal luxo conforme disse o assessor. E todo prepotente o tal assessor ameaçou o humilde morador de perder a sua casa caso não obedecesse a ordem que é uma arbitrariedade e que precisa urgentemente ser chamado para uma conversa seria com o prefeito Alex. Por enquanto não vamos divulgar o nome do assessor assim como o nome do mutuário uma pessoa simples e trabalhadora.


Código de Postura

O prefeito Alex Testoni (PTN) anuncia que vai fazer modificações no Código de Posturas do município até ai tudo bem, mas o que me intriga será que as tais modificações serão elaboradas pelas mesmas pessoas que fizeram nas coxas o Plano Diretor. E o que é pior tem uma figurinha que há muito tempo está em desvio de função que se intitula o supra-sumo da sabedoria, mas que na verdade não passa de um ctrl, c + v e o dito cujo poderá fazer parte da equipe o que é uma pena é bom o prefeito Alex ficar esperto com a tal figurinha.

Vaquinha para comida

A coisa está preta no HM este jornalista recebeu a informação de que tem dias que os abnegados servidores daquela unidade hospitalar estão fazendo vaquinha para comprar comidas. O caso é tão sério que o prefeito Alex Testoni (PTN) esteve no HM para saber se o boato era ou não verdadeiro e certamente o prefeito não gostou do que viu a Menina dos seus olhos que é o HM está passando por dificuldades.

Hospitais não estão nem ai

A Lei de n° 3.359 de 07/01/02 – (Depósitos Antecipados) e publicada no Diário Oficial em 09/01/2002 diz:
Art.1° - Fica proibida a exigência de depósito de qualquer natureza, para possibilitar internação de doentes em situação de urgência e emergência, em hospitais da rede privada.'
Art 2° - Comprovada a exigência do depósito, o hospital será obrigado a devolver em dobro o valor depositado ao responsável pela internação.
Art 3° - Ficam os hospitais da rede privada obrigados a dar possibilidade de acesso aos usuários e a afixarem em local visível a presente lei. Mas aqui em Ouro Preto do Oeste os Hospitais da rede particular simplesmente ignoram a Lei e zomba da Justiça é chegada a hora do Ministério Público fazer uma fiscalização sobre o setor de saúde particular no município que tira o couro e tudo que puder do paciente.


Guerra religiosa I

Vale tudo para ganhar os votos e assim ser urgido vencedor nas eleições que diga os candidatos ao governo do Estado de Rondônia Confúcio Moura (PMDB) e João Cahulla (PPS), ambos estão fazendo acordos com tudo mundo até com porteiro de cabaré. E neste ínterim entra a guerra religiosa será que nas cabeças de Cahulla e Confúcio passa que os não-cristãos rondonienses não são cidadãos, que não têm direitos, não merecem respeito e tratamento igual? Não seria isso um estúpido preconceito e intolerância inaceitável ? Será que já não basta os horrores, as perseguições por que já passaram e continuam passando, mundo afora, judeus, mulçumanos e umbandistas afinal de contas Senhores candidatos somente quem tem valor são os católicos e evangélicos?

Guerra religiosa II

Uma vergonha o que estamos presenciando padres e pastores misturando política com religião e o que é pior tudo isso em nome de Deus conforme eles gostam de pregar. Mas na verdade por trás disso tudo está a sede pelo poder ou seja não deixar de ficar mamando nas tetas públicas, como cristão repudio esta vergonha e você eleitor de todos os credos vamos dá a resposta nas urnas no dia 31 de Outubro e escolher quem é melhor pra para sociedade e não para o padre ou pastor, já que ambos são falhos como todo ser humano.

Agri-Show Norte

Os vereadores de Ji-Paraná Projeto de Lei nº 2520/2010 de autoria do vereador Nilton Cezar Rios (PSB) proibindo o repasse de recursos financeiros para entidades que cobrem ingresso. Este bom exemplo deveria ser seguido pelos vereadores de Ouro Preto já que a Agri-Show Norte somente este ano recebeu mais de R$ 100 mil dos cofres públicos e ainda cobraram ingressos, ou seja, o cidadão paga duas vezes, mas duvido que os vereadores aprovem um projeto idêntico aqui já que os nobres edis são soldados obedientes do prefeito Alex Testoni.

Preconceito e boçalidade

Vejo repórteres que denunciaram o analfabetismo (sic) de Tiririca, na revista Época, dando entrevistas na TV, virando, enfim, “celebridades” (ô palavrinha antipática, moço!).
Honroso seria ficar célebre por denunciar os corruptos, seja de que partido for, que esvaziam os cofres públicos para refestelar-se em mordomias, enquanto dezenas de milhões neste país continuam analfabetos. Mas votando!

Brasil : Repulsa
Enviado por alexandre em 30/10/2010 02:03:05



STPMOP de Ouro Preto do Oeste repudia atitude do prefeito Alex Testoni

O Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Ouro Preto do Oeste – STPMOP, com o desagravo sofrido pelos servidores municipais, com o projeto de lei do executivo municipal e aprovado pela Câmara municipal, onde há retrocesso em direitos adquiridos por todos da coletividade, pais, alunos e da categoria da educação, quando revoga a lei municipal 980/2003 que trata das eleições de diretores nas escolas públicas municipais. Assim, o STPMOP está em luto e inconformado e quer o apoio de todos para que possa agir em todas as esferas e órgãos necessários para que esse desmando arbitrário se reverta, haja vista ter oficiado (ofício 79 do dia 20/10/2010) à Câmara municipal para emendas à lei e por infortúnio não foi atendido e muito menos terem sido comunicados do dia e da referente lei para participar do plenário e discussão.





O processo de Gestão Democrática nas escolas municipais foi um grande avanço conquistado pela comunidade escolar após anos de debate com o poder executivo. O diretor indicado não passa de um capataz do Senhor da Senzala. O Compromisso democrático de discutir as mudanças da Lei 980 com as entidades representativas e a comunidade escolar não fazem parte das ações dessa administração. Os alunos, pais, professores e funcionários de apoio das escolas nem sequer foram ouvidos. O Executivo considerou apenas a vontade de meia dúzia de professores (que hoje estão diretores), mas certamente amanhã, pela vontade de um, deixarão o cargo. O poder na cabeça dos fracos vislumbra, tenta, aliena, corrompe. Atitudes como essa é uma demonstração de autoritarismo e imposição.





O diretor e vice-diretor é professor. Mas nem todos tiveram essa percepção. Não foi isso que vimos em algumas escolas municipais. Em razão do cargo, do status e do dinheiro maquiaram o processo democrático para agradar somente a um, virando as costas para aqueles que o elegeram. Evidencia-se que dar continuidade ao que não funcionou ou foi mal administrado não é sinônimo de democracia. Gestão democrática não é apenas eleger o diretor. Ouvir os alunos, debater com os pais a escola como um todo, aceitar as críticas, mudar conceitos, dialogar com professores e servidores de apoio os problemas e apontar soluções, exigir do executivo o cumprimento de compromissos assumidos com a comunidade. “Isso é Gestão Democrática”.



A realidade é que a comunidade escolar se vive numa democracia onde não se deve impor a outros o capricho de uns poucos. A democracia não se constrói com uso da força, de ameaças e com arrogância. Democracia se constrói com diálogo e com humildade.





Delisio F. Almeida Silva

Presidente do STPMOP


« 1 ... 417 418 419 (420) 421 422 423 ... 462 »