Mais Notícias - Sem aliados e sem discurso, Marina fica no meio do caminho - Notícias
« 1 2 3 4 (5) 6 7 8 ... 13320 »
Mais Notícias : Sem aliados e sem discurso, Marina fica no meio do caminho
Enviado por alexandre em 16/07/2018 09:16:08

Sem aliados e sem discurso, Marina fica no meio do caminho

Postado por Magno Martins

Em sua terceira tentativa de chegar à presidência da República, Marina Silva se destaca, desta vez, pela ausência de posições relevantes sobre qualquer tema, a não ser a defesa do punitivismo judicial que poderá excluir o ex-presidente Lula da disputa presidencial. No último domingo, quando Lula quase foi solto, Marina, que começou sua vida política no PT, defendeu a prisão do ex-presidente.

"Acompanho com atenção e preocupação o desenrolar dos últimos acontecimentos. O estado de Direito é pilar da Democracia e a observância às normas e regras processuais é o caminho pela qual é possível legitimar a proteção jurídica a quem quer que seja. A atuação excepcional de magistrado, durante um plantão judicial de fim de semana, não sendo o juiz natural da causa, não deveria provocar turbulências políticas que coloquem em dúvida a própria autoridade das decisões judiciais colegiadas, em especial a do Supremo Tribunal Federal", escreveu ela, em nota.

Com um partido nanico e sua repulsa em formar alianças, ela não poderá dizer muito mais do que 'Meu nome é Marina' no horário político e, mesmo com a simpatia de banqueiros e grupos de mídia, como o Itaú-Unibanco e a Folha, ela não deve ir muito longe desta vez. (BR 247)

Mais Notícias : As novas inimigas do PT
Enviado por alexandre em 16/07/2018 09:15:37

As novas inimigas do PT

Postado por Magno Martins

Basta tomar uma decisão, qualquer decisão, contra o partido para ganhar o ódio eterno de seus líderes e militantes

Ascânio Seleme – O Globo

Com a sua infinita capacidade de procurar e achar fantasmas, o Partido dos Trabalhadores tem, desde o início desta semana, mais três inimigas. A ministra Laurita Vaz, presidente do Superior Tribunal de Justiça, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e a juíza da 12ª Vara de Execuções Penais do Paraná, Carolina Moura Lebbos. As três se opuseram a duas novas jogadas do PT. Mais grave ainda, tiveram a ousadia de atingir o ex-presidente Lula com as suas ações, impedindo que ele fosse solto naquela manobra da tropa de choque do partido de domingo passado e proibindo-o de fazer campanha desde a sala em que está preso da PF de Curitiba.

As três passaram imediatamente a receber ataques de lideranças políticas do PT na Câmara e no Senado e viraram objeto da ira da militância nas redes sociais. A presidente do STJ denunciou e refutou a tramoia dos deputados petistas com o desembargador plantonista que pretendia livrar Lula num fim de semana. A ministra também rejeitou mais de uma centena de habeas corpus em favor do ex-presidente com teor idêntico. A procuradora-geral pediu que o desembargador que quis soltá-lo seja investigado pelo STJ e pelo Conselho Nacional de Justiça, e a juíza do Paraná proibiu Lula de fazer campanha da cadeia.

Laurita, Raquel e Carolina exerciam seu ofício e cumpriam o seu dever. Não foram instadas ou manobradas por forças externas. Responderam a demandas que lhes foram colocadas e tomaram decisões legais em razão das funções públicas que ocupam, ao contrário do desembargador Rogério Favreto, que extrapolou de seu mandato ao tentar interferir solitariamente, num plantão oportunista dominical, em sentenças promulgadas por colegiado de seu tribunal e por instâncias superiores. O PT viu “criminalização judicial” nestes atos.

Mais Notícias : Briga de aliados ameaça imagem de bom gestor de Alckmin
Enviado por alexandre em 16/07/2018 09:15:02

Briga de aliados ameaça imagem de bom gestor de Alckmin

Postado por Magno Martins
Ponto de discórdia é um projeto que reforçaria o caixa do estado

Sílvia Amorim – O Globo

A candidatura do presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB) ganhou mais um problema em São Paulo. O discurso do tucano de gestor preparado, que deixou em dia as contas do estado na crise econômica, está a perigo devido à disputa entre os pré-candidatos a governador João Doria (PSDB) e Márcio França (PSB).

A gestão fiscal em São Paulo é usada pelo presidenciável como seu “cartão de visita” na eleição. Por onde anda, ele carrega numa pasta dois gráficos que comparam a evolução dos gastos públicos dos governos paulista e federal. O tucano explica que, apesar da recessão econômica, seu governo fez a lição de casa, cortou gastos e fechou as contas sem déficit, ao contrário do governo federal.

— As contas estão rigorosamente em dia — repete Alckmin, na pré-campanha.

Uma semana antes de deixar o cargo, em abril, Alckmin enviou um projeto de lei com poder de injetar R$ 1,5 bilhão no caixa do governo paulista ainda este ano. O dinheiro é uma poupança de contribuintes do antigo Instituto de Previdência do Estado de São Paulo (Ipesp), que seria extinto, e os recursos passariam para o cofre estadual. E esse é o centro da discórdia.

Deputados tucanos, aliados de João Doria, mostravam, na semana passada, a intenção de votar a proposta somente após a eleição, para não favorecer a administração de França.

Sem divulgar em sua agenda, Alckmin esteve na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) na última semana de junho, onde o PSDB dificulta a votação do texto. Encontrou-se com o presidente, Cauê Macris (PSDB), responsável por pautar o projeto.

Macris negou que o motivo da visita fosse o projeto, mas a campanha de Alckmin confirmou que o pré-candidato tem feito esforços para a aprovação do texto. “O ex-governador é totalmente favorável a que o projeto seja aprovado. Nesse sentido, estamos ajudando, pois é de interesse público e necessário”, informou a campanha, em nota ao GLOBO.

Nos gabinetes da Assembleia os relatos são de que Alckmin está preocupado. Ele procurou também o ex-líder de governo, deputado Barros Munhoz, hoje no PSB. O tucano quer afastar qualquer chance de dificuldades para as contas que venham gerar divulgações de dados negativos sobre sua vitrine durante a campanha.

— Quero fazer esse apelo. É o mesmo apelo que recebi do governador Geraldo Alckmin. Vamos votar esse projeto. Tem muita gente agoniada — afirmou Munhoz, na sessão do último dia 4.

Mas a votação não aconteceu. Aliados de França acusam tucanos de obstruírem o processo por interesses eleitorais.

— Quem fez o orçamento foi a equipe do Alckmin. Ele pode ser o grande prejudicado se isso continuar — disse um deputado do PSB.

Mais Notícias : A Lei, ora a Lei...
Enviado por alexandre em 16/07/2018 09:14:19

A Lei, ora a Lei...

Postado por Magno Martins

Carlos Brickmann

Pela Lei da Ficha Limpa, Lula não pode ser candidato, mesmo que seja libertado: foi condenado em segunda instância. Mas no Brasil nunca se sabe. Até já tiraram um mandato de presidente sem mexer em seus direitos políticos. De repente... é difícil, mas aqui nenhum absurdo é impossível.

O PT iniciou há dias um movimento para registrar a candidatura de Lula, com atos espalhados pelo país. A campanha vai até 15 de agosto, quando o PT tentará registrá-lo. Caso a tentativa fracasse, haverá o Plano B.

Mas o próprio Lula parece convencido de que não irá disputar. Vetou o apoio do PT a Ciro Gomes (que foi seu ministro e se propunha a fazer um Governo de esquerda, seja lá o que isso for), e deixou de sobreaviso dois fiéis entre os fiéis, Jaques Wagner, ex-governador da Bahia, e Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo, para se candidatarem caso seja preciso.

Ao mesmo tempo, Wagner conversa com Josué Gomes da Silva em busca do apoio do PR. Josué parece interessado em ser vice: até já mudou o nome para “Josué Alencar”, para relembrar seu pai, que foi vice de Lula.

E não se imagine que Wagner converse sem o aval de Lula: isso não ocorreria. Já outra informação ainda não foi confirmada: a de que Lula poderia aceitar Josué como candidato à Presidência, dando-lhe formalmente seu apoio.

Mais Notícias : O paraíso das delações furadas
Enviado por alexandre em 16/07/2018 09:13:37

O paraíso das delações furadas

Postado por Magno Martins

Bernardo Mello Franco – O Globo

Dedo-duro, X-9, linguarudo, ganso. A Lava-Jato reabilitou a figura do delator, o criminoso que entrega os comparsas para se safar da cadeia. As colaborações premiadas ajudaram a desmontar quadrilhas e a encontrar dinheiro no exterior. O instrumento deu bons resultados, mas começa a demonstrar seus furos.

Na quinta-feira, a Justiça Federal absolveu o ex-presidente Lula e o banqueiro André Esteves da acusação de obstruir investigações. A denúncia era baseada na delação do ex-senador Delcídio do Amaral, que chegou a ser preso em flagrante no fim de 2015.

Para o juiz Ricardo Leite, o delator não foi capaz de apresentar provas do que disse, como exige a lei. “A colaboração premiada, bem como o testemunho de outros réus, não possui credibilidade suficiente para qualquer juízo condenatório”, escreveu o titular da 10ª Vara Criminal de Brasília.

Na sentença, Leite lembrou que palavra de delatores deve ser analisada “com ressalvas”, e só pode ser aceita se estiver acompanhada de “provas idôneas”. É uma obviedade, mas obviedades costumam ser esquecidas quando há muita pressa para denunciar.

Em junho, o Supremo absolveu a senadora Gleisi Hoffmann e o ex-ministro Paulo Bernardo. Eles haviam sido acusados sem provas por dois super-delatores da Lava-Jato: Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef. “São tantas as incongruências e as inconsistências nas delações que elas se tornam imprestáveis para sustentar qualquer condenação”, disse o ministro Ricardo Lewandowski.

A Polícia Federal também apontou problemas no acordo de Sérgio Machado, o ex-presidente da Transpetro. Ele ajudou a entender o impeachment quando gravou o senador Romero Jucá dizendo que era preciso “estancar essa sangria”. No entanto, não conseguiu provar as acusações contra figurões do MDB.

Se quiser evitar novos fiascos, a Justiça terá que decidir o que fazer com os autores das delações furadas. Hoje eles continuam a desfrutar o paraíso dos alcaguetes. Delcídio passeia de Harley-Davidson, Paulo Roberto descansa em Itaipava e Sérgio Machado curte o sol de Fortaleza.

« 1 2 3 4 (5) 6 7 8 ... 13320 »