Mulher sexualmente atraída por objetos se casa com uma maleta - Regionais - Notícias
Regionais : Mulher sexualmente atraída por objetos se casa com uma maleta
Enviado por alexandre em 21/07/2021 15:16:42

Foto: Reprodução / Portal do Zacarias

Ela se relaciona com o objeto desde 2015, quando o comprou em uma loja de ferragens

Uma mulher que se diz sexualmente atraída por objetos resolveu se casar com nada mais nada menos que: uma maleta! Ela diz que seu ‘novo marido’ é o amor de sua vida.

 

Rain Gordon, de 24 anos, diz que sempre se sentiu cativada por objetos e isso acabou virando uma atração sexual e até romântica. Ela se casou a maleta, que ganhou o nome de Gideon, durante uma cerimônia celebrada por um amigo, em junho deste ano.

 

A jovem, de Moscou, na Rússia, diz que já se relacionou com homens no passado, mas sempre se sentiu muito mais atraída por objetos do que por pessoas. Ela também fala que foi mais feliz durante os relacionamentos com os objetos.

  

Veja também

 

Com 99% do corpo tatuado, recordista corta o nariz e vira o 'Caveira': 'Sempre gostei de ser diferente'. VEJA FOTOS E VÍDEOS

 

Jovem vai a hospital tomar vacina antitetânica e descobre ter o coração no lado direito do peito

 

 Ela conheceu seu ‘marido’ em agosto de 2015, após compra-lo em uma loja de ferragens como uma acessório para uma sessão de fotos. Mas, com o passar do tempo, a moça se apaixonou pela maleta.

 

Segundo Rain, que é professora do jardim de infância, seu relacionamento com a maleta se tornou oficial alguns meses depois, em novembro de 2015.

 

“Meu fascínio por objetos começou aos 8 anos de idade. Desde minha infância acreditei que a alma está embutida nos objetos, assim como tudo ao nosso redor. Acredito no animismo, o que significa que há vida em tudo”, conta Rain.

 

 

“Durante minha infância e início da adolescência, me apaixonei por lugares como o novo shopping center que foi inaugurado na minha cidade. Eu sabia que era errado e estava além das normas da sociedade. Não contei a ninguém”, revelou a jovem.

 

Segundo a professora, ela não fazia ideia de que poderia se apaixonar pela maleta, pois admirou só sua aparência, mas não mais que isso. Quando percebeu, já estava apaixonada por Gideon. “Eu gostaria de olhar para ele por horas e sentir sua presença”, relembra.

 

 

"Nós compartilhamos nosso primeiro abraço e beijo, e passamos mais tempo juntos à noite. Poderíamos ter conversas filosóficas por três ou quatro horas. Nossa conexão espiritual e comunicação são mostradas telepaticamente. Eu o ouço, e ele me ouve, mas do lado de fora parece um monólogo. Gideon é mais do que apenas um parceiro para mim. Ele é um marido, um amigo e um mentor. Seu apoio moral me ajuda mais do que qualquer outra pessoa. Às vezes, sinto que Gideon me conhece melhor do que eu”, diz Rain.

 

 

Ela também relembra que se relacionou com um homem em 2017, estando em um relacionamento com Gideon, mas que não trocaria a maleta por nenhum ser humano. Ela conta que o companheiro descobriu o vício dela por objetos e isso acabou atrapalhando a relação.

 

Fotos: Reproduções

 

 

Depois de cinco anos juntos, Rain e Gideon se casaram em junho deste ano com direito até a alianças especiais com gravuras individuais.

 

Fonte: Diário Online

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo