Tambaqui: peixe pode desaparecer devido as mudanças climáticas, declara pesquisa - Regionais - Notícias
Regionais : Tambaqui: peixe pode desaparecer devido as mudanças climáticas, declara pesquisa
Enviado por alexandre em 04/05/2021 01:17:44

Tambaqui: peixe pode desaparecer devido as mudanças climáticas, declara pesquisa

Em grande oferta nesta parte do Brasil, o tambaqui pode ser encontrado facilmente em rios de água doce ou em cativeiro, com criações em lâminas d’água.

Assado, frito, cozido, enfim para o tambaqui o que não faltam são opções para o preparo desse que é considerado um dos peixes mais saborosos e nutritivos da Região Norte. Em grande oferta nesta parte do Brasil, o tambaqui pode ser encontrado facilmente em rios de água doce ou em cativeiro, com criações em lâminas d’água.

Parte do cardápio da mesa de qualquer amazônida e agora ganhando cada vez mais adeptos pelo país e no mundo, o tambaqui está em risco de desaparecer. Pesquisas apontam que o peixe pode ter a sua população reduzida drasticamente até 2100.

Você pode está se perguntando. Mas isso vai demorar bastante. É quando você se engana. Os pesquisadores avaliam para daqui há 79 anos. Mudanças climáticas, como o desmatamento da Amazônia e o aquecimento global são fatores associados para esse triste momento.

De acordo com o pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Adalberto Luz Val, há mais de 40 anos, mudanças climáticas pelo aumento do gás estufa, dióxido do carbono, acabou por induzir deformações nas espécies de tambaqui observadas.

Para chegar nesse cenário, os pesquisadores reproduziram um ambiente previsto para 2100. “Com a pesquisa, nós observamos que os peixes já viviam no limite térmico. No tambaqui, ainda na fase larval, nós observamos que as espécies eram acompanhadas com distúrbios no esqueleto. Tinham anormalidades já na fase embrionária. Num ambiente normal, se você não está bem, alguém vem e preda você. Isso implica na diminuição da população dos animais adultos”, explica o pesquisador.

E falando em criação, Rondônia e o 3º no ranking entre os maiores criadores de peixe em cativeiro do Brasil, com produção de 65,500 toneladas, estando atrás de São Paulo e do Paraná. O tambaqui é a principal espécie exportada. Em 2020, as vendas do pescado cresceram 648%, segundo dados do Anuário da Psicultura.

Fonte - News Rondônia

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo