(1) 2 3 4 ... 61 »
Ciência & Tecnologia : Dublagem de Wolverine por IA reacende debate no mercado audiovisual
Enviado por alexandre em 23/05/2024 00:37:17

Dois casos recentes chamaram a atenção para a disputa entre dubladores e a Inteligência Artificial (IA), que tem gerado debates constantes

O uso da Inteligência Artificial (IA) na dublagem está marcando uma nova era no setor de entretenimento, principalmente no Brasil, um país com uma longa tradição na arte da dublagem. A tecnologia traz consigo uma série de desafios legais e éticos, redefinindo o papel dos dubladores e a natureza da propriedade intelectual, o que causa debates sobre a utilização do recurso.

 

Nesta semana, dois casos chamaram atenção para o assunto. Nessa terça-feira (21/5), Scarlett Johansson criticou diretamente o CEO da OpenAI, Sam Altman, por usar de uma voz copiada da sua em um novo sistema da IA ChatGPT.Em um comunicado publicado em suas redes sociais, Johansson revelou os detalhes de um convite feito por Altman para a utilização de sua voz, que ela recusou – mas mesmo assim a empresa seguiu em frente, o que a deixou “chocada, irritada e sem acreditar que o Sr. Altman tinha usado uma voz tão estranhamente semelhante que nem os amigos próximos e meios de comunicação perceberam a diferença”.

 

O outro caso aconteceu no Brasil. João Bardavid, neto do ator e dublador Isaac Bardavid, dublador de Wolverine que morreu em fevereiro de 2022, fez um desabafo no Instagram oficial do artista a respeito do uso de Inteligência Artificial (IA) na dublagem. O rapaz se posicionou contra a substituição de humanos por robôs que imitam falas no cinema e na TV.

 

Veja também  

 

Dream Chaser chega a complexo da NASA para voo histórico

 

Rumor: Apple planeja melhorar bateria do iPhone (com um porém)

Vale destacar que o pronunciamento ocorreu após um canal no YouTube recriar o trailer de Deadpool & Wolverine com a voz do Isaac Bardavid por IA, o que gerou revolta, especialmente entre os dubladores profissionais. O vídeo foi publicado e feito por um fã para mostrar como ficaria o resultado caso Logan fosse dublado pelo artista que dedicou sua carreira ao personagem.

 

Em entrevista recente ao canal Hall da Ideia, Guilherme Briggs, um dos maiores dubladores do país, deu sua opinião sobre o assunto e ressaltou a importância da regulamentação do uso da Inteligência Artificial.Guilherme ainda ressalta que fica triste com a IA “roubando” o estilo dos artistas e usando sem descrição. “Tem que ter alguma forma de regular isso, se não vai virar bagunça”, afirma.Vale destacar que, neste ano, dubladores brasileiros criaram um movimento para pedir a regulamentação do uso de inteligência artificial em filmes, séries, jogos de videogame e outras produções audiovisuais.

 

“Nosso interesse não é proibir nenhuma evolução tecnológica, queremos apenas garantir que o que é apenas uma ferramenta de criação não passe a ser entendido como o nosso criador”, diz um manifesto da campanha Dublagem Viva.Em entrevista ao Metrópoles, o professor de Direito do Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), Leonardo Aquino, afirmou que usar a voz de qualquer pessoa sem o seu consentimento é ilegal e passível a processo e indenização.

 

“A voz de um indivíduo é um direito da personalidade, ou seja, é um direito da pessoa humana. A pessoa humana pode, segundo o Código Civil, autorizar o uso da sua voz ou não autorizar o uso da sua voz em qualquer mídia. Então, em relação à pessoa viva, cabe exatamente a ela essa autorização, se uma empresa poderá ou não explorar a sua voz. Estou tomando como ideia as músicas, as falas. Então, o primeiro ponto é um direito da personalidade. Quem a utilizar sem a sua autorização tem direito a uma indenização na forma do Código Civil”, afirma.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram

 

Quanto à pessoa que já morreu, como o caso de Isaac Bardavid, Leonardo explica: “Se for um morto, o uso da voz de alguém que já faleceu, ele pode deixar isso em testamento dizendo que não pode ou que pode, e em caso de não existência de previsão testamentária, terá a legitimidade para proteger o direito, essa medida de cessar a ameaça ou a lesão, o cônjuge sobrevivente ou qualquer parente em linha reta, ou colateral até o quarto grau”.

 

Fonte: Tv Foco 

LEIA MAIS

Ciência & Tecnologia : Dream Chaser chega a complexo da NASA para voo histórico
Enviado por alexandre em 22/05/2024 15:00:08

O Dream Chaser Tenacity, primeiro avião espacial comercial, está prestes a estrear na ISS, transportando cargas e dados científicos

O primeiro avião espacial comercial do mundo Dream Chaser DC-100, chamado de Tenacity, chegou ao Kennedy Space Center da NASA, na Flórida, para as preparações finais antes de sua primeira missão à Estação Espacial Internacional (ISS), que acontece ainda este ano.

 

Após completar rigorosas avaliações no Neil Armstrong Test Facility em Ohio, o Tenacity está pronto para passar pelos procedimentos finais de pré-lançamento, incluindo a finalização de seu sistema de proteção térmica e a integração de cargas úteis. O avião espacial será lançado a bordo de um foguete Vulcan da United Launch Alliance (ULA), transportando 3.540 kg de alimentos, água e experimentos científicos para a ISS.

 

O projeto Dream Chaser, desenvolvido pela Sierra Nevada Corporation (SNC) e agora gerenciado por seu braço independente, Sierra Space, está em andamento desde seu anúncio em setembro de 2004. Inicialmente concebido como parte do programa Commercial Crew da NASA, o Dream Chaser visava transportar astronautas para a ISS.No entanto, em 2014, os contratos do programa foram concedidos à Boeing e à SpaceX, deixando o Dream Chaser de lado.

 

Veja também 

 

Rumor: Apple planeja melhorar bateria do iPhone (com um porém)

 

Este ano tem eclipse solar anular; saiba quando e onde

Em 2016, a NASA retomou o interesse pelo Dream Chaser, desta vez como um avião espacial não tripulado para missões de carga para a ISS. Esta decisão veio em meio a atrasos e problemas com o Starliner da Boeing, que ainda está pendente de seu primeiro lançamento tripulado, agora reprogramado para 25 de maio.Tenacity será lançado do Space Launch Complex-41 na Cape Canaveral Space Force Station, passará aproximadamente 45 dias acoplado à ISS e retornará com até 1.588 kg de carga, incluindo dados científicos valiosos.

 

avião espacial

 Foto: Reprodução

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram

 

A Sierra Space planeja manter uma linha de produção para módulos de carga, essenciais para cada missão, e visa pelo menos sete missões de carga com a NASA, potencialmente estendendo a duração e a capacidade das missões do avião espacial. 

 

Fonte: Olhar Digital

LEIA MAIS

Ciência & Tecnologia : Hubble flagra amanhecer de estrelas similares ao Sol; veja
Enviado por alexandre em 21/05/2024 16:22:03

Sistema de estrela tripla em questão são HP Tau, HP Tau G2 e HP Tau G3

O Telescópio Espacial Hubble, da NASA, flagrou, nesta sexta-feira (17), o amanhecer de trio de estrelas que se assemelham ao nosso Sol.O sistema de estrela tripla em questão são HP Tau, HP Tau G2 e HP Tau G3, informa a agência espacial estadunidense.Veja, a seguir, a imagem obtida pelo Hubble do trio de estrelas variáveis HP Tau, HP Tau G2 e HP Tau G3, que parecem com nosso Sol, ao amanhecer:

 

Cientistas descobriram a primeira estrutura de disco já encontrada ao redor de estrela fora da Via-Láctea. O disco rodeia uma estrela jovem e massiva que está se formando em uma creche estelar chamada N180.

 

Veja também  

 

Cientistas dizem ter desvendado mistério sobre construção de pirâmides egípcias

 

Japão surpreende o mundo com nova tecnologia para carros voadores

Essa estrela está localizada na Nuvem de Magalhães, galáxia anã vizinha da nossa. O disco está a uma distância de 163 mil anos-luz da Terra – o que significa que não apenas é o primeiro disco detectado fora de nossa galáxia, mas, também, é o disco mais distante já observado.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram

 

Fonte; Olhar Digital

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Ciência & Tecnologia : Sistema conectado a satélite protege 98% das Terras Indígenas do país
Enviado por alexandre em 21/05/2024 10:34:54

Sistema conectado a satélite protege 98% das Terras Indígenas do país

Dados do Centro de Monitoramento Remoto da Funai, construído e mantido pela Norte Energia, serão usados em sete desintrusões nos próximos 12 meses.
Por
Redação

A 705 Km da Terra, o Brasil tem olhos que zelam pela proteção de 98% das Terras Indígenas (TIs) do país, onde vivem 867,9 mil indígenas. Conectado ao satélite americano Landsat-8, o Centro de Monitoramento Remoto (CMR) da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai), em Brasília, monitora e analisa imagens e dados para combater desmatamentos, degradação, incêndios florestais e ocupação e uso criminosos em cerca de 600 TIs da Amazônia Legal. Com esse poderoso instrumento, a Funai planeja fazer mais sete processos de desintrusão em TIs, nos próximos doze meses.

De acordo com o órgão indigenista, o CMR foi fundamental para planejar e executar as ações nas Terras Alto Rio Guamá, em agosto de 2023, e em Apyterewa e Trincheira Bacajá, em novembro passado, todas no Pará. A vigilância do país nas TIs cobertas pelo CMR tem precisão de 15 metros e forma uma base de imagens e dados vetorizados, gerados de forma autônoma a partir de uma varredura espacial que ocorre a cada 16 dias.

“Considerando a dimensão das TIs, 1.086.950 km, o CMR tem sido capaz de proporcionar maior efetividade da política pública, com tomadas de decisões mais rápidas, assertivas e de menor custo para o Estado, sobretudo no planejamento e nas ações de segurança. Uma incursão que antes durava 30 dias, atualmente conseguimos efetivá-la em 15”, afirma a Presidente da Funai, Joenia Wapichana, destacando também que além de funcionarem como imensas barreiras contra o avanço do desmatamento, as TIs desempenham papel crucial na preservação da biodiversidade.

“Neste dia dos Povos Indígenas, 19 de abril, precisamos chamar atenção para a proteção dos territórios indígenas. Proteger as TIs é proteger a humanidade. Devido aos modos tradicionais de vida, essas terras são as mais conservadas, em comparação com qualquer outro tipo de ocupação do solo”, diz.

O sistema da Funai também utiliza dados públicos de instituições do país inteiro. São informações fidedignas que o Estado já produz e juntas fazem um emaranhado de conhecimentos gerados e analisados diariamente pela equipe do CMR. A ferramenta permite o cruzamento de informações de diferentes temas como jurisdição das TIs, município, bioma, limitações com Unidades de Conservação, Cadastro Ambiental Rural, áreas quilombolas, imóveis certificados públicos e privados, rodovias, faixas de fronteira, dados e planos de mineração e planos de gestão territorial e ambiental. Para o trabalho de campo, em muitas situações o órgão indigenista conta com o apoio do Incra, Ibama, órgãos estaduais do Meio Ambiente, Polícia Federal e Força Nacional.

“Conseguimos atuar de forma mais estratégica nos pontos mais sensíveis. Por exemplo, desde o início das desintrusões em Apyterewa e Trincheira Bacajá, o monitoramento nos mostra que nenhuma árvore foi derrubada nessas terras, ou seja, tivemos zero desmatamento”, comemora Thais Dias Gonçalves, mestre em Engenharia Florestal e coordenadora do CMR.

O CMR foi estruturado e mantido nos últimos nove anos pela Norte Energia, concessionária da Usina Hidrelétrica Belo Monte. A empresa destacou ainda 12 profissionais dedicados ao desenvolvimento do software, engenheiros e especialistas em infraestrutura de rede, cartografia e geoprocessamento. O sistema fica disponível em uma plataforma composta por um painel interativo de fácil compreensão para o usuário, onde é permitido gerar gráficos, tabelas e mapas de forma ágil e intuitiva.

“Nosso objetivo, para além das responsabilidades pela concessão de Belo Monte, foi ajudar a implantar algo que, de fato, pudesse contribuir de forma significativa para os Povos Indígenas e seus territórios, e consequentemente, com o trabalho da Funai e dos órgãos de segurança”, diz o Diretor-Presidente da Norte Energia, Paulo Roberto Pinto.

O CMR também espacializa uma importante rede de comunicação, fundamental para o fortalecimento das atividades de monitoramento das TIs e para estabelecer contatos com as unidades descentralizadas da Funai e em aldeias localizadas em áreas remotas da Amazônia Legal. São as antenas de comunicação via satélite (VSAT), o único meio de contato das comunidades e das equipes de servidores da Funai, em muitas regiões.

*Com informações da Funai ... - Veja mais em https://portalamazonia.com/meio-ambiente/sistema-da-funai-conectado-a-satelite-protege-98-das-terras-indigenas-do-pais/

Ciência & Tecnologia : Rumor: Apple planeja melhorar bateria do iPhone (com um porém)
Enviado por alexandre em 20/05/2024 14:48:29

Um analista apontou que futuros modelos de iPhone terão baterias com densidade de energia maior; entenda o que isso significa (e o "porém")

A Apple planeja aprimorar a autonomia das baterias em seus futuros iPhones. Pelo menos, é o que aponta o renomado analista Ming-Chi Kuo, que tem histórico de fornecer informações precisas sobre os planos da empresa.

 

Kuo informou, numa postagem no Medium, que os futuros modelos de iPhone terão baterias com maior densidade de energia, possibilitando à Apple manter a atual duração da bateria com um pacote menor ou aumentar a vida útil da bateria sem alterar suas dimensões.

 

Além disso, Kuo revelou que a Apple pretende substituir a caixa de bateria de alumínio atualmente usada em seus aparelhos por uma de aço inoxidável.Embora o aço inoxidável não seja tão eficiente na dissipação de calor quanto o alumínio, ele oferece maior robustez e resistência à corrosão, o que pode aumentar a durabilidade dos futuros iPhones.

 

Veja também 

 

Este ano tem eclipse solar anular; saiba quando e onde

 

NASA anuncia projeto de núcleo de motor a jato sustentável

Essa mudança também tem implicações regulatórias. Kuo sugere que essa alteração facilitará a remoção da bateria, ajudando a Apple a atender às futuras exigências regulatórias da União Europeia relacionadas à substituição das baterias em dispositivos móveis.No entanto, as atualizações mencionadas por Kuo inicialmente se aplicarão apenas ao iPhone 16 Pro Max, que deve ser lançado em 2024.

 

iOS iPhone

 Foto: Reprodução

 

Com o aumento esperado no tamanho do iPhone 16 Pro Max para 6,9 polegadas, comparado ao modelo anterior de 6,7 polegadas, a Apple terá mais espaço interno para acomodar esses novos componentes, mesmo que opte por reduzir o tamanho da bateria.O analista indica que, após um período de testes e avaliação de produção, a Apple planeja estender essas melhorias a todos os modelos de iPhone a partir de 2025.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram

 

Isso significa que os consumidores que não optarem pelo modelo Pro Max terão que esperar mais um ano para aproveitar esses avanços tecnológicos.Essa estratégia de implementação gradativa não é nova para a Apple, que frequentemente introduz novidades primeiro em seus modelos mais caros para justificar os preços elevados. 

 

Fonte: Neofeed

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRI

(1) 2 3 4 ... 61 »
Publicidade Notícia