(1) 2 3 4 ... 12 »
Coluna Agricultura : Campanha de declaração de rebanhos fecha com adesão recorde ao sistema online
Enviado por alexandre em 13/06/2024 10:39:18


Número de declarações presenciais registrou uma leve queda, reflexo da adesão do produtor ao sistema online da Idaron

Campanha de declaração de rebanhos fecha com adesão recorde ao sistema online
Por Toni Francis
Publicada em 13/06/2024 às 08h33
Nos acompanhe pelo Google News

Com quase 99% de adesão em pouco mais de 30 dias, a Campanha de Declaração de Rebanhos encerrada no dia 9 de junho registrou um dado histórico: o aumento no número de produtores rurais que optaram pela declaração online, através do site da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron). Foram 48,2 mil declarações feitas pela internet, cerca de 35% do total declarado.

O número, é o maior já registrado pela entidade desde a pandemia da covid-19, quando o sistema online foi disponibilizado e teve o leque de serviços ampliado. Em 2023, o número de declarações na internet chegou a 42 mil, e no ano anterior foram 36,9 mil.

De acordo com o presidente da Idaron, Julio Cesar Rocha Peres, com investimentos que chegam à casa dos R$ 80 milhões, o Executivo estadual, além de renovar a frota e ampliar a infraestrutura da Autarquia, conectou a Idaron ao homem do campo, por meio de inteligência analítica e registro de dados referentes aos processos de produção agrícola. “A evolução decorre dos investimentos feitos pelo governo do estado em tecnologia de comunicação, bem como, da maior divulgação do serviço”, pontuou.

Para o governador de Rondônia, Marcos Rocha, o empenho favorece a gestão estadual e federal, mediante o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), na tomada de  decisões estratégicas e assertivas para promover o desenvolvimento sustentável do agronegócio no estado.

ATUALIZAÇÃO DOS REBANHOS 

A atualização dos rebanhos e de outros dados agropecuários ajuda o serviço veterinário oficial a monitorar a produção, e adotar medidas que resultem na sustentabilidade das práticas na cadeia produtiva do agronegócio.

Conforme o diretor-executivo da Idaron, Licério Corrêa Magalhães, a implementação do sistema online tem contribuído para aumentar a produtividade e reduzir os custos ao pecuarista, visto que, já não precisa gastar com deslocamento para declarar os rebanhos nem resolver problemas relacionados a documentos e registros simples.

Segundo o gerente de Defesa Sanitária Animal, Fabiano Alexandre, a declaração de rebanhos é feita em duas etapas anuais, em maio e novembro, e é obrigatória para criadores de bovinos, bubalinos, ovinos, caprinos, suínos, equídeos e aves. Os produtores que deixam de declarar são impedidos de emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA), até que atualizem a situação cadastral.

“Após o encerramento do prazo de declaração, a Idaron realiza o levantamento dos produtores que não efetuaram a declaração, a fim de notificá-los e solicitar explicações pelo não cumprimento da obrigação”, explicou o gerente de Defesa Sanitária Animal da Idaron.

Imprimir

Coluna Agricultura : Mais um ano de sucesso e de recordes; assim foi a Rondônia Rural Show Internacional 2024
Enviado por alexandre em 27/05/2024 16:19:49


A 11ª Rondônia Rural Show Internacional foi marcada pela inovação voltada ao fomento do agronegócio sustentável rondoniense

Mais um ano de sucesso e de recordes; assim foi a Rondônia Rural Show Internacional 2024
Por Governo de Rondônia


Mais um ano de sucesso e de recordes; assim foi a Rondônia Rural Show Internacional 2024A Rondônia Rural Show Internacional 2024 se consolida como mais uma edição de sucesso, após uma semana intensa de novidades, tecnologias e muitas atrações, que movimentaram a maior feira do agronegócio da região Norte do país. Durante o evento, que reuniu produtores, expositores, investidores e autoridades, foram apresentados os mais recentes avanços tecnológicos e oportunidades de investimento no setor agrícola, enaltecendo o agronegócio para o desenvolvimento econômico e sustentável do estado e, trazendo este ano o tema: “Agricultura da Amazônia”. Confira algumas das ações realizadas.

ULTRAPASSANDO RECORDES: R$ 4,4 BI


A Rondônia Rural Show Internacional 2024 vence os próprios recordes e dispara com maior volume de negócios alcançando R$ 4,4 bilhões e consolidando-se como a maior feira do agronegócio da região Norte do país. Esse número representa a força do agronegócio rondoniense, com centenas de negócios feitos, aquisição de tecnologias sustentáveis, maquinários modernos, produtos e equipamentos para a agricultura e pecuária de alta qualidade.  Este ano, a feira atraiu 276 mil visitantes que puderam presenciar a evolução do evento

INCENTIVOS TRIBUTÁRIOS

O governo de Rondônia garantiu a concessão de incentivos tributários, nos termos do convênio ICMS 28/24, para os participantes da Rondônia Rural Show Internacional. A medida buscou ampliar o prazo de pagamento do ICMS, e permitir o parcelamento do imposto em até três parcelas mensais, beneficiando produtores rurais e empresários. Conforme definido no Decreto N° 29.123, de 21 de maio de 2024, fica concedida a ampliação do prazo de recolhimento do ICMS cujos fatos geradores estejam atrelados à edição deste ano do evento.

QUEIJOS DE QUALIDADE

Produtores dos municípios de Candeias do Jamari e Teixeirópolis foram os ganhadores do 3º Concurso de Queijos de Rondônia (ConQueijo), realizado na sexta-feira (24), como parte da programação da 11ª Rondônia Rural Show Internacional. A premiação deste ano ultrapassou R$ 44 mil, distribuídos nas categorias Muçarela, Coalho e Provolone. No total, 13 queijos de oito agroindústrias de várias regiões do estado concorreram aos prêmios.

MAIS PRÊMIOS DO NOTA LEGAL

Na sexta-feira (24), durante a 11ª Rondônia Rural Show, o Programa Nota Legal Rondoniense realizou o segundo sorteio trimestral de 2024, distribuindo um total de R$ 50 mil em prêmios, que foram divididos em valores de R$ 5 mil, R$ 10 mil, R$ 15 mil e R$ 20 mil. Através do  programa, os participantes, além do sorteio trimestral, têm a oportunidade de concorrer a prêmios por meio das raspadinhas, nos valores de R$ 50 a R$ 500, e fazer doação de até R$ 0,25 por nota fiscal para entidades sociais cadastradas.

RONDÔNIA É TERRA DO CAFÉ

A trajetória exitosa do café em Rondônia foi comemorada na sexta-feira (24), Dia Nacional do Café, como caso de sucesso da agricultura na Amazônia, estando presente do plantio à degustação na 11ª Rondônia Rural Show Internacional. Rondônia produz cada vez mais cafés especiais, de qualidade, com sustentabilidade e que são premiados, o que mostra a força da agricultura familiar no estado.

CADEIA PRODUTIVA DO LEITE

A Exposição Rondoniense do Agronegócio do Leite (RondoLEITE) se destaca como uma grande vitrine para a pecuária rondoniense, sendo uma das atrações da Rondônia Rural Show Internacional. Em sua 5ª edição do RondoLEITE foi realizado no Pavilhão da Bovinocultura, reunindo visitantes de diversos municípios e tem proporcionado oportunidades de negócios para os criadores participantes.

CURSOS PROFISSIONALIZANTES

O público da Rondônia Rural Show Internacional, que trouxe esse ano o tema “Agricultura da Amazônia” pode participar, gratuitamente, de cursos voltados à piscicultura e frigorífico, garantidos pelo Instituto Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional (Idep), que foram ofertados todos os dias da programação do maior evento do agronegócio do Norte do país.

EXPOTURISMO

Com o objetivo de impulsionar o potencial turístico do estado, o governo de Rondônia lançou a 1ª Feira Estadual de Turismo – ExpoTurismo Rondônia. A cerimônia oficial aconteceu na terça-feira (21), no Pavilhão Empresarial Internacional, durante a 11ª Rondônia Rural Show Internacional, no Centro Tecnológico Vandeci Hack, em Ji-Paraná.

VITRINES TECNOLÓGICAS

A Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO) fortaleceu o incentivo ao investimento em tecnologia sustentável, visando a redução do impacto ambiental gerado, e a melhoria da qualidade de vida das famílias que vivem no campo. A casa sustentável apresentada na Rondônia Rural Show Internacional vem como uma inovação na forma de gerir os resíduos da propriedade.

ARTESANATO

Entre os destaques da maior feira de agronegócio do Norte do país, o Pavilhão de Artesanato chamou atenção e atraiu um público diversificado e interessado nas riquezas culturais da região, que ganha cada vez mais espaço em meio ao agronegócio, com a exposição e comercialização de peças produzidas por artesãos locais de todo o estado. Este ano, o pavilhão apresentou um número recorde de expositores: de 35 em 2023, o número subiu para 55 nesta edição.

EXPOSITORES SATISFEITOS 

A 11ª edição da Rondônia Rural Show Internacional tem se mostrado um grande sucesso, tanto para visitantes quanto a expositores de diversos setores, que destacam o reflexo de suas participações, impulsionando a economia do estado. O sucesso de vendas e visibilidade dos produtos foram destacados pelos expositores, que já fazem planos para 2025.

HACKATHON É DESTAQUE

A 11ª Rondônia Rural Show Internacional foi marcada pela inovação voltada ao fomento do agronegócio sustentável rondoniense. O Pavilhão Empresarial Internacional foi palco do Hackathon, um desafio de soluções tecnológicas inéditas para as cadeias produtivas do café, cacau, piscicultura, grãos e economia da floresta, que premiou na sexta-feira (24), a proposta que revoluciona a produção de cacau no estado como campeã.

Coluna Agricultura : Mais um ano de sucesso e de recordes; assim foi a Rondônia Rural Show Internacional 2024
Enviado por alexandre em 27/05/2024 10:06:07

A 11ª Rondônia Rural Show Internacional foi marcada pela inovação voltada ao fomento do agronegócio sustentável rondoniense

Mais um ano de sucesso e de recordes; assim foi a Rondônia Rural Show Internacional 2024
Por Governo de Rondônia

Mais um ano de sucesso e de recordes; assim foi a Rondônia Rural Show Internacional 2024A Rondônia Rural Show Internacional 2024 se consolida como mais uma edição de sucesso, após uma semana intensa de novidades, tecnologias e muitas atrações, que movimentaram a maior feira do agronegócio da região Norte do país. Durante o evento, que reuniu produtores, expositores, investidores e autoridades, foram apresentados os mais recentes avanços tecnológicos e oportunidades de investimento no setor agrícola, enaltecendo o agronegócio para o desenvolvimento econômico e sustentável do estado e, trazendo este ano o tema: “Agricultura da Amazônia”. Confira algumas das ações realizadas.

ULTRAPASSANDO RECORDES: R$ 4,4 BI


A Rondônia Rural Show Internacional 2024 vence os próprios recordes e dispara com maior volume de negócios alcançando R$ 4,4 bilhões e consolidando-se como a maior feira do agronegócio da região Norte do país. Esse número representa a força do agronegócio rondoniense, com centenas de negócios feitos, aquisição de tecnologias sustentáveis, maquinários modernos, produtos e equipamentos para a agricultura e pecuária de alta qualidade.  Este ano, a feira atraiu 276 mil visitantes que puderam presenciar a evolução do evento

INCENTIVOS TRIBUTÁRIOS

O governo de Rondônia garantiu a concessão de incentivos tributários, nos termos do convênio ICMS 28/24, para os participantes da Rondônia Rural Show Internacional. A medida buscou ampliar o prazo de pagamento do ICMS, e permitir o parcelamento do imposto em até três parcelas mensais, beneficiando produtores rurais e empresários. Conforme definido no Decreto N° 29.123, de 21 de maio de 2024, fica concedida a ampliação do prazo de recolhimento do ICMS cujos fatos geradores estejam atrelados à edição deste ano do evento.

QUEIJOS DE QUALIDADE

Produtores dos municípios de Candeias do Jamari e Teixeirópolis foram os ganhadores do 3º Concurso de Queijos de Rondônia (ConQueijo), realizado na sexta-feira (24), como parte da programação da 11ª Rondônia Rural Show Internacional. A premiação deste ano ultrapassou R$ 44 mil, distribuídos nas categorias Muçarela, Coalho e Provolone. No total, 13 queijos de oito agroindústrias de várias regiões do estado concorreram aos prêmios.

MAIS PRÊMIOS DO NOTA LEGAL

Na sexta-feira (24), durante a 11ª Rondônia Rural Show, o Programa Nota Legal Rondoniense realizou o segundo sorteio trimestral de 2024, distribuindo um total de R$ 50 mil em prêmios, que foram divididos em valores de R$ 5 mil, R$ 10 mil, R$ 15 mil e R$ 20 mil. Através do  programa, os participantes, além do sorteio trimestral, têm a oportunidade de concorrer a prêmios por meio das raspadinhas, nos valores de R$ 50 a R$ 500, e fazer doação de até R$ 0,25 por nota fiscal para entidades sociais cadastradas.

RONDÔNIA É TERRA DO CAFÉ

A trajetória exitosa do café em Rondônia foi comemorada na sexta-feira (24), Dia Nacional do Café, como caso de sucesso da agricultura na Amazônia, estando presente do plantio à degustação na 11ª Rondônia Rural Show Internacional. Rondônia produz cada vez mais cafés especiais, de qualidade, com sustentabilidade e que são premiados, o que mostra a força da agricultura familiar no estado.

CADEIA PRODUTIVA DO LEITE

A Exposição Rondoniense do Agronegócio do Leite (RondoLEITE) se destaca como uma grande vitrine para a pecuária rondoniense, sendo uma das atrações da Rondônia Rural Show Internacional. Em sua 5ª edição do RondoLEITE foi realizado no Pavilhão da Bovinocultura, reunindo visitantes de diversos municípios e tem proporcionado oportunidades de negócios para os criadores participantes.

CURSOS PROFISSIONALIZANTES

O público da Rondônia Rural Show Internacional, que trouxe esse ano o tema “Agricultura da Amazônia” pode participar, gratuitamente, de cursos voltados à piscicultura e frigorífico, garantidos pelo Instituto Estadual de Desenvolvimento da Educação Profissional (Idep), que foram ofertados todos os dias da programação do maior evento do agronegócio do Norte do país.

EXPOTURISMO

Com o objetivo de impulsionar o potencial turístico do estado, o governo de Rondônia lançou a 1ª Feira Estadual de Turismo – ExpoTurismo Rondônia. A cerimônia oficial aconteceu na terça-feira (21), no Pavilhão Empresarial Internacional, durante a 11ª Rondônia Rural Show Internacional, no Centro Tecnológico Vandeci Hack, em Ji-Paraná.

VITRINES TECNOLÓGICAS

A Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO) fortaleceu o incentivo ao investimento em tecnologia sustentável, visando a redução do impacto ambiental gerado, e a melhoria da qualidade de vida das famílias que vivem no campo. A casa sustentável apresentada na Rondônia Rural Show Internacional vem como uma inovação na forma de gerir os resíduos da propriedade.

ARTESANATO

Entre os destaques da maior feira de agronegócio do Norte do país, o Pavilhão de Artesanato chamou atenção e atraiu um público diversificado e interessado nas riquezas culturais da região, que ganha cada vez mais espaço em meio ao agronegócio, com a exposição e comercialização de peças produzidas por artesãos locais de todo o estado. Este ano, o pavilhão apresentou um número recorde de expositores: de 35 em 2023, o número subiu para 55 nesta edição.

EXPOSITORES SATISFEITOS 

A 11ª edição da Rondônia Rural Show Internacional tem se mostrado um grande sucesso, tanto para visitantes quanto a expositores de diversos setores, que destacam o reflexo de suas participações, impulsionando a economia do estado. O sucesso de vendas e visibilidade dos produtos foram destacados pelos expositores, que já fazem planos para 2025.

HACKATHON É DESTAQUE

A 11ª Rondônia Rural Show Internacional foi marcada pela inovação voltada ao fomento do agronegócio sustentável rondoniense. O Pavilhão Empresarial Internacional foi palco do Hackathon, um desafio de soluções tecnológicas inéditas para as cadeias produtivas do café, cacau, piscicultura, grãos e economia da floresta, que premiou na sexta-feira (24), a proposta que revoluciona a produção de cacau no estado como campeã.

Coluna Agricultura : Trigo em alta: preços seguem firmes no mercado brasileiro em meio a tensões internacionais e clima adverso
Enviado por alexandre em 22/05/2024 10:34:18


O mercado brasileiro de trigo atravessa um período de lentidão, caracterizado por negócios pontuais e preços firmes em ascensão. De acordo com especialistas do setor, os preços atuais atingiram os patamares mais elevados desde julho de 2023, influenciados por uma série de fatores tanto no cenário internacional quanto doméstico.

Um dos principais fatores que têm pressionado os preços é o clima adverso na região do Mar Negro, uma área crucial para a produção mundial de trigo. As condições climáticas desfavoráveis estão comprometendo a safra, o que impacta negativamente a oferta global. Paralelamente, as tensões entre Rússia e Ucrânia, exacerbadas pela guerra em curso, geram incertezas no mercado, dificultando o fluxo de grãos e, consequentemente, elevando os preços.

Nos Estados Unidos, a situação também é preocupante. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgou dados recentes indicando uma piora nas condições das lavouras de trigo de inverno, o que contribui para a alta nos preços internacionais do cereal. Além disso, o custo de importação do trigo para o Brasil tem aumentado significativamente, adicionando mais pressão sobre os preços internos.

Apesar da firmeza nos preços, a demanda por trigo no mercado brasileiro mantém-se cautelosa. Muitos moinhos possuem estoques suficientes para enfrentar boa parte da entressafra, o que os torna reticentes em realizar novas compras a preços elevados.

No Paraná, principal estado produtor de trigo no Brasil, a tonelada do cereal tipo 01 é cotada em média a R$ 1.433 no FOB interior. Este valor representa um aumento de 1,9% em relação à semana passada e de 7% em comparação com o mesmo período do mês anterior.

No Rio Grande do Sul, segundo maior produtor de trigo do país, a cotação média nas principais regiões de produção é de R$ 1.345 por tonelada. Esse valor indica um aumento de 1,5% em relação à semana passada e de 3,9% quando comparado ao mesmo período do mês anterior.

Com a combinação de fatores internacionais e domésticos pressionando os preços, a expectativa é que o mercado de trigo continue firme no curto prazo. No entanto, a demanda cautelosa dos moinhos e a sazonalidade da entressafra podem introduzir alguma volatilidade nos preços nas próximas semanas. A indústria permanece atenta às dinâmicas do mercado global e aos desdobramentos internos que possam afetar a oferta e demanda do trigo no Brasil.

Fonte: Pensar Agro

Coluna Agricultura : RO é Agro: apoio parlamentar assegura boa safra do café em São Miguel do Guaporé
Enviado por alexandre em 18/05/2024 01:45:57

RO é Agro: apoio parlamentar assegura boa safra do café em São Miguel do Guaporé

Equipamento próprio reduziu gastos e garantiu rentabilidade ao setor

Texto: Cícero Moura I Secom ALE/RO Fotos: Antônio Assis I Secom ALE/RO

facebook sharing button
twitter sharing button
whatsapp sharing button
email sharing button
print sharing button
copy sharing button
sharethis sharing button
telegram sharing button
RO é Agro: apoio parlamentar assegura boa safra do café em São Miguel do Guaporé

Equipamento ensaca em média 40 sacas de café a cada nove horas (Foto: Antônio Lucas)

Os tratores aguardando para descarregar as sacas de café significam que a colheita está em alta. Bom para quem plantou e melhor ainda para os associados das cooperativas que fazem a secagem e entregam o produto em tempo recorde, coisa que até pouco tempo atrás poderia levar mais de mês.

Na Associação Bons Amigos, localizada na Linha 98, no km 4, em São Miguel do Guaporé, por exemplo, a chegada de um secador elétrico conseguido por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Ismael Crispin (MDB) mudou a realidade dos associados.

Com o equipamento estão sendo ensacadas em média 40 sacas de café a cada nove horas, o que dá uma média de 2400 sacas de 61 kg por mês. A Associação tem 80 associados e durante toda a safra embala 7800 sacas de café.


Secador elétrico é utilizado para secar a colheita do café na região (Foto: Antônio Lucas)

Antes do equipamento próprio, a entidade dependia de secador alugado e nem sempre havia algum à disposição. Às vezes os produtores aguardavam até 30 dias na fila para poder conseguir secar apenas parte da colheita de café.

Welisson Martins de Souza, presidente da Associação Bons Amigos, diz que são mais de 3 mil produtores na região que dependem de uma boa colheita para alavancar negócios. O mercado financeiro também influencia bastante, já que as vendas são feitas tendo o dólar como referência.

Na primeira semana de maio, a saca de café estava sendo comercializada em média por R$ 850,00, preço bem menor do que em meados de abril quando a saca chegou a alcançar o valor de R$ 1.180,00.


Cooperativas fazem a secagem e entregam o produto em tempo recorde (Foto: Antônio Lucas)

RONDÔNIA RURAL SHOW INTERNACIONAL

O estado se prepara para receber, no período de 20 a 25 de maio, o Brasil e o mundo na 11ª Rondônia Rural Show Internacional, no Centro Tecnológico Vandeci Rack, em Ji-Paraná. Com o tema “Agricultura da Amazônia”, a feira do agronegócio rondoniense é realizada pelo Governo do Estado, e a cada edição apresenta evolução, chegando a alcançar mais de R$ 3,5 bilhões em movimentação econômica, em 2023, se consolidando como o maior segmento do agronegócio, do Norte do Brasil.

ALERO NA RONDÔNIA RURAL SHOW

A cidade de Ji-Paraná recebe, no próximo dia 23 de maio (quinta-feira), a sessão itinerante extraordinária da Assembleia Legislativa de Rondônia (Alero). A decisão foi confirmada no último dia 10 de abril (quarta-feira), por meio do Projeto de Resolução 577/2024, de autoria da Mesa Diretora, estabelecendo a transferência do Poder Legislativo durante a realização da 11ª edição do Rondônia Rural Show Internacional.

SÉRIE "RO É AGRO"

As matérias da série "RO é Agro" serão veiculadas no Portal da Alero, pelo canal da TV Assembleia, 7.2, e ainda pelo canal no YouTube. Os vídeos produzidos também serão disponibilizados no estande da Casa de Leis, durante a realização da 11ª Rondônia Rural Show Internacional.

(1) 2 3 4 ... 12 »
Publicidade Notícia