Amor e Sexo - Veja algumas dicas para transar com o seu amigo e manter a amizade - Notícias
(1) 2 3 4 ... 64 »
Amor e Sexo : Veja algumas dicas para transar com o seu amigo e manter a amizade
Enviado por alexandre em 24/03/2019 20:18:37


Veja algumas dicas para transar com o seu amigo e manter a amizade
|

Pode ser que uma noitada tenha esticado para casa de alguém e o sexo aconteceu. Pode ser que você tenha saído de casa com a transa meio combinada. O importante é saber que transar com o amigo não significa mudar o jeito como o relacionamento entre vocês vem rolando até o momento.

Vocês não precisam impor uma distância entre os dois ou transformar um caso puramente sexual em namoro só porque acham que esse é o desfecho ideal. Podem, sim, transar sem acabar com o companheirismo e a intimidade existente nessa amizade.

Alinhar as expectativas é o ponto-chave. Ambos precisam estar sintonizados sobre o que esperam desse novo passo na amizade. Se a ideia inicial é puramente viver a experiência sexual, não deve existir espaço para envolvimento romântico.

Respondam três perguntas cruciais. A primeira: o que esperam da relação? A segunda: será apenas uma vez? E, por último, se quiserem transar mais, como vai ser?

Repetiu a dose?

Se repetirem a dose e as coisas começarem a sair do planejado, conversem. O sinal amarelo pode acender se a paixão começar a rolar, por exemplo, ou se alguém se interessar por outra pessoa. Um bom papo vai colocar tudo em pratos limpos e, assim, os dois podem decidir qual rumo irão seguir.

Segurem a expectativa Reflita: o fato de se conhecerem bem ajuda a evitar expectativas pouco realistas. Qualquer relação corre sérios riscos se um dos dois alimentar esperanças fantasiosas. Só porque transaram, ninguém deve se achar, por exemplo, no direito de controlar a vida do outro, ser ciumento e cobrar algo - atitudes que podem acabar com a amizade.

Cumplicidade é a chave da relação 

Invistam na cumplicidade. Na maior parte das vezes, o amigo também é um confidente e sabe o que você gosta, deseja, detesta. Por compartilharem aventuras e desventuras, o sexo pode ser muito gratificante e livre de cobranças, incômodos e até decepções.

"Treino" para as próximas 

Encarem a transa como uma espécie de "treino" para futuras relações. Todo relacionamento serve como experiência, pois sempre aprendemos algo: sobre nós, sobre o outro, o que podemos repetir nas próximas relações e, principalmente, quais erros não queremos mais cometer.

Dá para quebrar tabus 

Pensem que vocês vão conseguir se soltar mais na cama, já que a amizade leva a isso. A confiança e o vínculo já estabelecidos ao longo da convivência facilitam na hora de abrir o jogo sobre preferências  e fantasias. Provavelmente, vocês vão até descobrir coisas novas juntos e quebrar certos tabus.

Amizade melhora!

Use o argumento de que a ciência favorece! A pesquisadora Heidi Reeder, da Universidade Estadual de Boise (EUA) perguntou a 300 pessoas, homens e mulheres, se já haviam feito sexo com amigo- 20% disseram que sim. E a maioria (76%) contou que a amizade melhorou depois da transa, aumentando o vínculo e a cumplicidade.



Amor e Sexo : Conchinha: A posição que sempre funciona no sexo
Enviado por alexandre em 22/03/2019 01:00:32

Conchinha: A posição que sempre funciona no sexo


Ficar deitado de conchinha não recebe todo o crédito que merece: se você é preguiçoso, mas também quer namorar com um certo conforto, então não existe outra posição melhor. As informações são do Huffpost Brasil.

“A conchinha é uma posição realmente gostosa e íntima”, disse Vanessa Marin, terapeuta sexual e criadora de um curso de terapia sexual online. 

“E para as mulheres, também é fácil fazer que seu parceiro (a) toque no clitóris ou até mesmo usar um brinquedo para que você possa obter a estimulação clitoriana se houver a penetração”, explica.

De acordo com um estudo recente da Universidade de Indiana, realizado em parceria com a OMGYes, 36% das mulheres precisam de algum tipo de estimulação clitoriana para atingir o orgasmo durante o sexo. 

Mas vamos voltar à parte “preguiçosa” dessa posição... Logisticamente falando, é relativamente simples ficar na conchinha. Vocês dois simplesmente deitam de lado, olhando na mesma direção. O parceiro que vai ser penetrado deve estar na frente.

Dependendo do diferencial de altura entre você e seu parceiro, a penetração pode envolver um pouco de sutileza.

“A penetração inicial pode ser um pouco complicada”, disse Marin. “O parceiro penetrado pode querer levantar a perna de cima ou dobrar para a frente na cintura, enquanto o parceiro penetrante guia o pênis ou a mão.”

Aqui está um pequeno auxílio visual (sim, você também pode ter um pouco de peitos ali):

Ilustração do sexo de conchinha
Ilustração do sexo de conchinha    ISABELLA CARAPELLA/HUFFPOST

 

Ilustração do sexo de conchinha.

Fora dessa pequena manobra, a posição da conchinha exige muito pouca energia de um dos parceiros. 

“Qualquer um dos parceiros pode fazer encaixe da posição, enquanto o outro fica parado”, disse Sadie Allison, sexóloga.

Allison disse que também é uma ótima posição para explorar o sexo anal pela primeira vez, porque o parceiro receptor pode estar “relaxado e com controle da intensidade da penetração”.

Ficar de conchinha sem necessariamente fazer sexo também tem suas vantagens. Quando você abraça o seu parceiro depois do sexo (ou a qualquer momento, na verdade), a oxitocina (também conhecida como “o hormônio do aconchego”) é liberada, fazendo com que você se sinta quentinho e tranquilo por dentro.

O hormônio também tem sido associado à intimidade. Então, você deve se sentir um pouco mais perto do parceiro depois de uma conchinha.

Outro privilégio não celebrado da posição? É ótima para o sexo matinal porque você não tem contato cara a cara e provavelmente não consegue sentir o mau hálito de manhã do seu amor... Um baita alívio!

Ou seja, a conchinha é realmente a posição que continua dando muito certo.


Fonte: Com informações do Huffpost Brasil

Amor e Sexo : Quer melhorar o sexo em casa? Estas são as 11 dicas da Escola de Medicina de Harvard
Enviado por alexandre em 12/03/2019 22:02:05

Quer melhorar o sexo em casa? Estas são as 11 dicas da Escola de Medicina de Harvard


O declínio dos níveis hormonais e as alterações no funcionamento neurológico e circulatório

As transformações físicas que o corpo sofre com a idade têm uma grande influência na sexualidade. O declínio dos níveis hormonais e as alterações no funcionamento neurológico e circulatório podem levar a problemas sexuais, como disfunção erétil ou dor vaginal.

 

Essas mudanças físicas geralmente indicam que a intensidade do sexo juvenil pode dar lugar para uma qualidade ou frequência menor quando se trata de sexo.

 

Veja também 

Você consegue saber se está gordo ou só inchado? Desta maneira dá para descobrir

 

 

No entanto, conforme indicado em um artigo publicado na revista Health Harvard, muitas pessoas não conseguem perceber todo o potencial do sexo na vida adulta. Nesse sentido, eles fizeram uma listinha com 11 coisas que podem ajudar a manter a chama acesa. É importante ter em mente que ao entender os elementos físicos e emocionais que permitem um sexo satisfatório, você pode navegar melhor pelos problemas que surgirem.

 

Dicas para melhorar o sexo



Eduque-se


Muitos materiais de autoajuda estão disponíveis para todos os tipos de questões sexuais. Navegue pela Internet ou pela livraria local, escolha alguns recursos que se aplicam a você e use-os para ajudar você e seu parceiro a se informarem melhor sobre o problema. Se falar diretamente é muito difícil, você e seu parceiro podem sublinhar passagens das quais você gosta particularmente e mostrá-las um ao outro.

 

Dê tempo a si mesmo


À medida que envelhece, suas respostas sexuais diminuem. Você e seu parceiro podem melhorar suas chances de sucesso encontrando um ambiente tranquilo, confortável e sem interrupções para o sexo. Além disso, entenda que as mudanças físicas em seu corpo significam que você precisará de mais tempo para ficar excitado e atingir o orgasmo. Quando você pensa sobre isso, passar mais tempo fazendo sexo não é uma coisa ruim; trabalhar essas necessidades físicas em sua rotina sexual pode abrir as portas para um novo tipo de experiência sexual.

 

Use lubrificação


Muitas vezes, a secura vaginal que começa na perimenopausa pode ser facilmente corrigida com líquidos lubrificantes e géis. Use-as livremente para evitar sexo doloroso - um problema que pode causar uma sensação de repulsa na libido e tensões crescentes nos relacionamentos. Quando os lubrificantes não funcionarem, discuta outras opções com o seu médico.


Mantenha afeição física


Mesmo se você está cansado, tenso ou chateado com o problema, se envolver em beijar e abraçar é essencial para manter um vínculo emocional e físico.

 

 

Pratique tocar


As técnicas de foco sensorial que os terapeutas sexuais usam podem ajudá-lo a restabelecer a intimidade física sem se sentir pressionado. Muitos livros de auto-ajuda e vídeos educativos oferecem variações nesses exercícios. Você também pode pedir ao seu parceiro para tocar em você de uma maneira que ele ou ela gostaria de ser tocado. Isso lhe dará uma noção melhor de quanta pressão, de suave a firme, você deve usar.

 

Tente posições diferentes


Desenvolver um repertório de diferentes posições sexuais não apenas acrescenta interesse ao ato sexual, mas também pode ajudar a superar problemas. Por exemplo, o aumento da estimulação para o ponto G que ocorre quando um homem entra em sua parceira por trás pode ajudar a mulher a atingir o orgasmo.

 

Anote suas fantasias


Este exercício pode ajudá-lo a explorar possíveis atividades que você acha que podem ser estimulantes para você ou seu parceiro ou parceira. Tente pensar em uma experiência ou em um filme que tenha despertado você e compartilhe sua memória com seu parceiro. Isso é especialmente útil para pessoas com pouca libido.

 

 

Faça exercícios de Kegel


Tanto homens quanto mulheres podem melhorar sua aptidão sexual exercitando seus músculos do assoalho pélvico. Para fazer esses exercícios, aperte o músculo que você usaria se estivesse tentando parar a urina no meio do caminho. Segure a contração por dois ou três segundos e solte. Repita 10 vezes. Tente fazer cinco sets por dia. Estes exercícios podem ser feitos em qualquer lugar - durante a condução, sentado em sua mesa, ou em pé em uma fila de check-out. Em casa, as mulheres podem usar pesos vaginais para aumentar a resistência muscular. Converse com seu médico ou terapeuta sexual sobre onde obtê-los e como usá-los.

 

Tente relaxar

 

Fotos: Reprodução


Faça algo calmante antes de fazer sexo, como jogar um jogo ou sair para um bom jantar. Ou tente técnicas de relaxamento, como exercícios de respiração profunda ou yoga.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no Facebook e no Twitter.  

 

Use um vibrador


Este dispositivo pode ajudar uma mulher a aprender sobre sua própria resposta sexual e permitir que ele mostre a ela o que ela gosta.

 

Não desista


Se nenhum dos seus esforços parece funcionar, não perca a esperança. O seu médico pode determinar a causa do seu problema sexual e pode identificar tratamentos eficazes. Ele também pode colocar você em contato com um terapeuta sexual que pode ajudá-lo a explorar questões que podem estar no caminho de uma vida sexual satisfatória.

 

Vix.com

Amor e Sexo : Confira sete posições sexuais para você realizar no primeiro encontro
Enviado por alexandre em 05/03/2019 00:35:14

É comum que o sexo com alguém novo não seja tão incrível quanto você imagina. Na verdade, ficar com alguém pela primeira vez pode ser um pouco confuso e até constrangedor. Isso acontece tanto pela falta de experiência com essa pessoa quanto pelo fato de que você ainda não sabe o que funciona com o outro, quais são as posições sexuais favoritas e o que o outro não curte na hora do sexo.

Inspire-se em sete posições sexuais e saiba por que elas são interessantes para a primeira vez no sexo com alguém:

1. Deitados de costas

Deitados de costas, o homem fica por cima da mulher e a penetra por trás.          

Por que é interessante?  A posição é interessante por ser intensa e íntima, mas sem exigir o contato visual que, às vezes, você ainda não está preparada para a primeira noite. Além disso, é confortável.

Renato Munhoz (Arte iG)


2. Mulher por cima sentada

Nessa posição ambos ficam sentados e a mulher contrata a intensidade e profundidade da penetração. Pode ser feita tanto na cama, quanto em uma cadeira ou no chão apoiados na parede.           

Por que é interessante? É uma posição mais gentil, confortável e o casal fica juntinho durante a penetração. 

Renato Munhoz (Arte iG)


3. De ladinho

Deitados de lado, o homem penetra a mulher a mulher por trás e, se quiser, estimula o clitóris.

Por que é interessante? Além de ser intensa e íntima, a penetração é mais fácil nessa posição.

Renato Munhoz (Arte iG)


4. Em uma cadeira

Em uma cadeira, a mulher fica por cima controlando o ritmo da penetração          

Por que é interessante? Além ser de fácil, dá a possibilidade de a mulher controlar a situação, o que pode dar mais segurança à ela.

Renato Munhoz (Arte iG)


5. De quatro

Nessa posição a mulher apoia os joelhos e cotovelos em uma superfície e o homem a penetra por trás. É ele quem controla o ritmo.                

Por que é interessante? Se vocês já estão em sintonia e querem algo mais “intenso” e “selvagem” a posição sexual de quatro é uma boa pedida.

Renato Munhoz (Arte iG)


6. Missionário

Nessa posição o homem fica deitado por cima da mulher e a penetra.

Por que é interessante? Essa posição é clássica e dificilmente vai desagradar algum dos envolvidos. É uma boa forme de se divertir com um novo parceiro.

Renato Munhoz (Arte iG)


7. 69

O “69” também é uma posição clássica onde ambos fazem sexo oral ao mesmo tempo.

Por que é interessante? Essa é uma daquelas posições sexuais que provavelmente vai agradar os envolvidos. Além disso, sexo oral sempre é uma boa pedida.                  

Renato Munhoz (Arte iG)





Amor e Sexo : Conheça 10 dicas infalíveis dadas por gays para arrasar no sexo oral
Enviado por alexandre em 28/02/2019 01:43:48


Conheça 10 dicas infalíveis dadas por gays para arrasar no sexo oral
|
Fazer sexo oral é uma ótima opção para dar e ver o prazer do outro até o orgasmo. Quem o recebe só tem a agradecer, desde que o outro seja cuidadoso e não machuque, é claro. Que tal praticá-lo?

Confira as dicas para executá-lo, listadas pelo urologista, sexólogo e terapeuta sexual Celso Marzno, autor do livro O Prazer Secreto ; e do escritor e professor Carlos Kadosh, autor dos livros Potência Sexual Masculina – A Ginástica do Kama Sutra , Pompoarismo – O Caminho do Prazer  e Poesias Eróticas – O Caminho da Paixão e do Tesão.

1. Saúde 

Para receber sexo oral, nada melhor que fazer a higiene da região genital, certo? Tome um banho antes. Que tal a dois? “Tenha um olhar cuidadoso e discreto em busca de verrugas, secreções, feridas ou inflamações no órgão genital. Se presentes, o sexo oral deve ser evitado. O homem quando excitado libera pelo orifício do pênis uma secreção transparente e sem cheiro, que vem de glândulas pela excitação e é normal”, disse o sexólogo Marzano.

2. Camisinha

Prevenir é a melhor opção. Portanto, como as doenças sexualmente transmissíveis também são transmitidas pelo sexo oral, use camisinha também na hora de praticá-lo e de preferencia aquelas com sabores, recomendou Marzano.

3. Atenção 

Cuidado para não extrapolar! Dentes e aparelhos podem ferir, cortar ou ficar enroscados. Use os lábios, OK?

4. Treine 

Treinar pode ser muito útil para aumentar suas habilidades orais, o que pode melhorar até o seu beijo.

Ao fazer sexo oral no ânus, conhecido como cunete, Kadosh recomenda massagear com os lábios toda a região ao redor.

Para quem for praticar no pênis, a dica é a banana. “Podem treinar lambendo e sugando, como fazem as indonesianas. Você pode até achar engraçado ou estranho, mas são por esses segredos que muitas mulheres orientais são verdadeiras mestras em sexo oral”, comentou.

5. Língua 

A língua também precisa de treinamento. “Abra bem a boca e faça movimentos com ela de trás para frente, da direita para a esquerda, de baixo para cima e assim por diante. Depois, coloque a ponta da língua para fora e desenhe círculos ou outras formas”, ensinou Kadosh. 

6. Massagem

Estimule a glande e a extensão do pênis com massagem feita com os lábios e sugue. “Sem muita força de aperto com as mãos na masturbação, que muitas vezes ocorre simultaneamente ao sexo oral. Use as mãos em carícias na região peri-pênis para aumentar a excitação”, acrescentou Marzano.

“Use sua criatividade para beijar, lamber e sugar outras regiões do genital. Varie os movimentos usando diversas pressões e velocidades, e capriche nos detalhes que você sentir que o seu parceiro (a) gostar mais”, completou Kadosh.

7. Pergunte

Não tenha vergonha. Pergunte como o parceiro gosta mais. “Cada pessoa tem seu jeito de se masturbar e gosta de certas carícias especiais no sexo oral”, explicou Marzano. Com certeza, as respostas dele só vão ajudar a aumentar o prazer!

8. Prazer

Demonstre o seu prazer na prática do sexo oral. “A excitação de quem faz o sexo oral aumenta a excitação do outro e dá muito mais prazer”, comentou Marzano. Aproveite o momento!

9. Acessórios 

“Pode-se usar cosméticos de sex shop para dar gostinhos ou cheirinhos especiais. Os produtos devem ser bem escolhidos e estudados antes para não provocar alergias e inflamações”, recomendou Marzano.

10. Fantasie

Deixe o pudor de lado e realize suas fantasias. Crie situações eróticas com o uso de mel, chantilly. Que tal?


(1) 2 3 4 ... 64 »