Amor e Sexo - Vai fundo! Entenda os motivos do gosto pela penetração profunda - Notícias
(1) 2 3 4 ... 76 »
Amor e Sexo : Vai fundo! Entenda os motivos do gosto pela penetração profunda
Enviado por alexandre em 22/10/2020 09:43:20


Especialista explica o porquê que tantas pessoas optam por mais intensidade no sexo e se a prática traz algum risco

 Ainda que repertório sexual seja uma coisa relativa, que varia de cada pessoa, não é difícil notar uma preferência de muitas pessoas pela penetração profunda na transa – ainda que seja no calor do momento.

 

De acordo com o urologista e sexólogo Dr. Danilo Galante, um dos motivos de muitas pessoas serem tão adeptas da penetração profunda é a sensação de proximidade que ela traz, além do próprio prazer proporcionado.

 

“Na penetração profunda as pessoas ficam mais grudadas. Sem contar que podem ter mais prazer, porque o órgão genital tem sensibilidade por área de contato. Logo, quanto mais dentro o órgão estiver, maior pode ser o prazer para as duas partes”, explica.

 

Veja também

 

Por que sinto vontade de fazer xixi durante o sexo?

 

 

Confira oito hábitos de higiene para mulheres e homens após o sexo

 

Relógio dos benefícios do sexo informa como podem ser melhor aproveitados  de acordo com cada horário | Blog do BG

 

Por outro lado, há quem sinta incômodo durante uma penetração mais profunda – principalmente entre as mulheres. O médico aponta que isso acontece pelo contato com o colo do útero, que pode machucar.

 

Dor na hora do sexo após a retirada do útero é comum? - Amor e Sexo - iG

 

“Dependendo do caso pode causar alguns hematomas e cólicas, então nem sempre agrada. Mas, a longo prazo, não é algo que traga complicações”, afirma.

 

Sinto dor na penetração, por que isso acontece? Delas responde - Amor e  Sexo - iG

Fotos: Reproduções

 

Para as mulheres que usam DIU, Dr. Danilo garante que não precisam restringir a penetração profunda, a não ser que cause incômodo.

 

Metrópoles

Amor e Sexo : Testei a calcinha absorvente e parei de ter medo da menstruação
Enviado por alexandre em 19/10/2020 22:59:58


Repórter do iG Delas usou a calcinha absorvente por três meses e compartilha como foi a experiência

Nos últimos anos, pessoas que menstruam estão cada vez mais engajadas em buscar alternativas para substituir o absorvente descartável. Para isso, a calcinha absorvente tem sido muito buscada.

 

Os motivos variam entre diminuir o impacto ambiental produzindo menos lixo, gastar menos dinheiro ou tornar o momento da menstruação mais confortável.

 

Eu me considero uma dessas pessoas, principalmente porque os dias de menstruação para mim são marcados por muito desconforto. Conversei com muitas amigas que aderiram e fiz muitas pesquisas para saber se valia a pena investir.

 

Veja também

 

Gengibre, o ingrediente de beleza que você precisa usar. VEM CONHECER SEUS BENEFÍCIOS

 

Confira 7 dicas de saúde e beleza que valem ouro

O que me fez buscar por uma calcinha absorvente


Meu ciclo sempre foi uma bagunça e meu fluxo tende a ser intenso. Vou abrir o jogo: isso me fez ter “trauma de menstruar”, porque todo mês tenho medo de o absorvente não aguentar e eu acabar sujando tudo.

 

Quando eu era mais nova e a menstruação ainda não tinha se estabilizado, passei por momentos em que a blusa amarrada na cintura era minha melhor amiga e nem mesmo três absorventes noturnos davam conta do recado (acredite, eu sei do que estou falando). Os vazamentos eram frequentes. Na escola, eu sempre era a garota da sala de aula que saía por último para que o estrago fosse um segredo entre as faxineiras e eu.

 

 

Esse trauma até que se aquietou e hoje encaro a situação com um pouco mais de leveza. Mesmo assim, penso que o melhor para mim é viver os dias de menstruação da maneira mais confortável e acolhedora possível. É aí que entra o meu desejo de experimentar outros tipos de absorventes, como a calcinha absorvente.

 

Pensando que outras pessoas podem ter perguntas e anseios similares aos meus, decidi compartilhar minha experiência. Para isso, usei como base minhas três primeiras menstruações depois que ela chegou oficialmente na minha vida.

 

Primeiro mês usando a calcinha absorvente


Comprei a minha calcinha absorvente pelo site da marca Pantys. O modelo escolhido foi uma hot pant de fluxo intenso, que custa R$ 99 sem o frete. O preço pode parecer salgado, mas parei para fazer as contas e fiquei chocada ao descobrir que, por ano, gasto uma média de R$ 590 com absorventes descartáveis.

 

A calcinha chegou em uma embalagem cheirosíssima, confesso que fiquei até com um pouco de dó de usar. O modelo é lindo e ficou bem adaptado no meu corpo. Percebi que fiquei esperando ansiosamente pela minha menstruação, pois estava doida para testar.

 

 

Mas quando a menstruação finalmente veio fiquei receosa. "E se eu usar e vazar tudo?". "E se eu não lavar direito?". Decidi que seria melhor testar a calcinha pela primeira vez nos dias em que meu fluxo não estivesse tão intenso. Lá pelo terceiro dia, combinei a calcinha com um absorvente interno . Não rolou muita absorção, justamente porque o interno deu conta do recado.

 

Lavei na hora do banho em água corrente com sabonete líquido. Esfreguei devagar e fui apertando até a água parar de sair avermelhada. Pensei que ficaria com odor devido ao sangue, mas isso não acontece. Fica bem limpinha mesmo.

 

Percebendo que a menstruação já estava em fluxo menos intenso, criei coragem para usar somente a calcinha para dormir. O máximo que poderia acontecer era manchar minha calça do pijama e um pouco do lençol, pensei. Mas não foi o que aconteceu. Acordei com a calcinha pouco pesada, o que significava que não estava cheia, mas que conseguiu comportar o sangue na madrugada.

 

Segundo mês usando a calcinha absorvente


Comecei o segundo mês mais confiante. Usei a calcinha absorvente na primeira noite em que menstruei, quando meu fluxo tende a ficar mais intenso. Quando acordei no dia seguinte, me senti colocando a mão em cima da calcinha e alisando toda a minha calça para saber se estava úmida ou se meus dedos saíam manchados de vermelho. Tudo estava bem sequinho.

 

Consegui ainda passar mais uma hora depois de acordar com a calcinha, o que faria com que ela completasse 12 horas no meu corpo. Esse é o período máximo, se não vaza. E foi o que aconteceu.

 

 

Fui para o banho, lavei e aproveitei o dia de sol para secar rápido e usar de novo no dia seguinte. O uso durante o dia também foi tranquilo. Pensei que, por me movimentar mais, o sangue teria mais brecha para vazar. Não rolou nada disso. Achei incrível ver que a pele fica bem sequinha e nada pegajosa, como sinto acontecer comigo durante o uso dos absorventes descartáveis.

 

Fiquei tão empolgada que acabei usando a calcinha em praticamente todo período menstrual . Precisei intercalar com os absorventes normais porque só tenho uma calcinha. Era o tempo de lavar, secar e reutilizar.

 

Terceiro mês usando a calcinha absorvente


O terceiro mês me castigou com fluxo mais intenso nos dois primeiros dias de menstruação. A calcinha me salvou muito nesses momentos, já que comecei a sentir que estava segura e protegida e não precisei me preocupar com nada além da minha cólica terrível e das dores de cabeça. Notei que minha frequência de idas ao banheiro ou de toques na região para ver se estava tudo bem diminuíram, o que me deixou bem feliz.

 

Fotos: Reprodução

 

Demorou um pouco, mas foi quando consegui estabelecer uma relação de confiança com a calcinha e sabia que poderia contar com ela para me livrar de qualquer imprevisto.

 

 

Afinal, a calcinha absorvente vale a pena?


A calcinha absorvente superou minhas expectativas: diminuiu minhas idas à farmácia, me fez poupar dinheiro e me fez dar mais um passo em direção à uma rotina sustentável e com menos resíduos. Também recomendo muito para quem já passou por perrengues envolvendo vazamentos e horas esfregando as manchas das roupas. Agora, minha meta é ter uma coleção de calcinhas absorventes para chamar de minha e diminuir cada vez mais o uso os absorventes descartáveis.  

 

iG

Amor e Sexo : O melhor das posições sexuais: veja como ter mais prazer no sexo oral
Enviado por alexandre em 18/10/2020 11:55:50


Muita paciência e dedicação são necessárias para o sexo oral perfeito (e vale a pena!). Veja dicas para sentir e dar mais prazer

O iG Delas quer esquentar suas sextas-feiras com dicas infalíveis para ter mais prazer na cama. Dando continuidade a série O Melhor das Posições Sexuais , que já falou sobre sexo anal , papai-e-mamãe e “de quatro”. Hoje (16) o assunto é sexo oral.

 

Tem quem espere mais pelo sexo oral do que pelo momento da penetração . A modalidade é uma das preferidas dos casais, pois o toque da boca nos genitais traz mais sensibilidade.

 

Muitas pessoas só chegam ao orgasmo depois de um bom sexo oral . Mais do que saber usar as mãos, a língua e ditar o ritmo, existem algumas técnicas que podem ajudar a tornar esse momento ainda mais quente.

 

Veja também

 

Veja 8 coisas que você não sabe sobre sexo e precisa ter domínio

 

Jonas conta que ele e Mari Gonzalez já fizeram sexo por mais de 12 horas seguidas. VEJA

 

Para tornar esse momento ainda melhor, o iG Delas conversou com Débora Pádua, fisioterapeuta pélvica e sexóloga, Carla Cecarello, sexóloga, e Giovane Oliveira, sexólogo e apresentador do podcast DSex.

 

Não tenha pressa

 

Posições sexuais x prazer: especialista dá dicas para aumentar a intimidade  no Dia do Sexo | NSC Total

 

 

Também não tenha pressa para chegar logo ao genital. Explore o corpo da outra pessoa com a boca e com o toque. Mantenha a atenção para saber quais são os “pontos fracos” do seu amor para lhe proporcionar mais prazer.

 

Inove nas posições

 

12 posições sexuais possíveis para inovar na transa

 

Meia-nova, sentar na boca do parceiro ou pedir beijo por trás. Existem uma gama de posições sexuais para fazer e receber o sexo oral. Débora afirma que essa é uma boa maneira de sair da rotina e descobrir outras maneiras de incrementar a diversão. Além do mais, o casal pode descobrir outras maneiras excitantes de se olhar enquanto o ato acontece.

 

Use lubrificante

 

11 dicas de Harvard para melhorar o sexo

 

Carla afirma que o gel lubrificante pode causar muitas sensações prazerosas. Pode ser usado na cabeça do pênis ou no clitóris, que podem ser estimulados com as mãos enquanto o sexo oral acontece.

 

Tenha uma bala de hortelã a postos


Que tal intensificar as sensações? Giovane sugere que o casal aposte em artifícios simples para se aventurar no sexo oral. Para intensificar a sensibilidade, chupe uma bala de hortelã ou beba água gelada antes de fazer.

 

“Só tome cuidado para no sexo oral vaginal não deixar a bala entrar na vulva, isso pode causar desconfortos”, alerta Giovane.

 

Aposte nos brinquedos eróticos

 

Brinquedos eróticos para homens: saiba como explorar o prazer - Sexo - iG

Fotos: Reproduções

 

 

Brinquedos eróticos são grandes aliados para tornar o sexo mais excitante. Além dos vibradores e dildos comuns, outros acessórios sensoriais pode intensificar a hora H.

 

 

Segundo Carla, o colar de pérolas usado envolta do pênis tem sido muito usado para massageá-lo com a língua e com sucções. “Também é possível introduzir um colar tailandês dentro da vagina e ir retirando ao mesmo tempo em que se suga o clitóris”, sugere a sexóloga.

 

IG

Amor e Sexo : Por que mulheres héteros também se excitam com lésbicas. VEJA O QUE DIZ ESPECIALISTA
Enviado por alexandre em 16/10/2020 09:01:26


Não são só os homens que se sentem atraídos pela relação homossexual, mas isto vai além da opção sexual de cada pessoa, explicam terapeutas sexuais

Segundo o Pornhub, maior site de conteúdo pornográfico, o termo “lésbica” está sempre entre os tópicos mais pesquisados por mulheres – quando não é o termo mais pesquisado pelas usuárias . Estudo feito pelo “Journal of Personality and Social Psychology” reforça a ideia, indicando que o público feminino responde fisicamente a vídeos com nus tanto masculinos quanto femininos.

 

A terapeuta sexual Vanessa Marin explica que nossas fantasias sexuais não representam 100% dos nossos desejos. “A maioria das pessoas têm fantasias sobre coisas que elas não querem, de fato, fazer na vida real. Às vezes, fantasiar sobre alguma coisa que sabemos que não faríamos é o que torna esta fantasia tão excitante”, afirma a especialista em entrevista à versão americana da revista “Glamour”.

 

Especialistas em sexo garantem que não é porque você se sente excitada com duas pessoas do mesmo sexo se beijando ou fazendo sexo que você é homossexual. O fato está na hora de conseguir um orgasmo. A dúvida pode existir quando, se para chegar ao clímax durante uma relação heterossexual, você precisa imaginar essa relação homossexual.

 

Veja também

 

Veja 8 coisas que você não sabe sobre sexo e precisa ter domínio

 

Anitta relembra affair com francês: 'Melhor sexo da vida'. VEJA FOTOS

 

Mulheres lésbicas gozam mais. O que há de errado com os casais héteros? |  BLOGSABORDOAMOR.COM.BR

 

Vanessa conta também que ter fantasias com pessoas do mesmo sexo pode ser uma forma de encontrarmos a própria sexualidade em um nível que não nos sentimos confiantes o bastante para fazermos por conta própria.

 

Pornôs

 

Entenda por que lésbicas estão assistindo pornô heterossexual - iGay - iG

 

Já a terapeuta sexual Kat Van Kirk explica que muitas acham os vídeos com pornografia heterossexual ofensivos pela forma como as parceiras da relação são tratadas. A pornografia homossexual seria mais leve e melhor de assistir.

 

Como sentir prazer no sexo entre mulheres? Delas responde dúvida de leitora  - Amor e Sexo - iG

Fotos: Reproduções

 

 

Pesquisa feita na Universidade de Boise ajuda a entender melhor esta ideia. Segundo o levantamento, 60% das mulheres admitem que já se sentiram atraídas por outras pessoas do mesmo sexo. O motivo é que elas se sentem mais conectadas umas às outras, aumentando as chances de intimidade e romantismo.

 

IG

 

Amor e Sexo : Qual o tamanho ideal do pênis? Especialistas esclarecem dúvidas
Enviado por alexandre em 11/10/2020 01:40:24

No universo masculino o pênis é considerado um dos órgãos mais importante do corpo humano. Quando se trata do tamanho do membro reprodutor é inevitável que os homens associem o comprimento com a masculinidade. Para muitos, é por meio do tamanho do membro que os homens podem ocasionar mais prazer para as mulheres na hora do ato sexual. Especialista e estudos explicam a relação dos homens com o pênis.

Em quase todas as sociedades patriarcais o tamanho do pênis está associado a forma e a potência deferida ao homem, na cultura ocidental o homem é quem assume a liderança da vida e da sexualidade. Na antiguidade, os homens eram respeitados pelo tamanho de seu membro, por isso criou-se a cultura masculina de que o tamanho do órgão reprodutor é uma das temáticas mais importantes quando se trata se sua sexualidade e também sua relação externa com as mulheres.

Embora a temática seja recorrente na vida masculina, o médico urologista Dr. Eugênio Rocha, destacou que o tamanho do pênis não está ligado a um bom desempenho sexual como muitos acreditam.

“Essa associação é um equívoco cultural, no entanto não há estudos que comprovem que homem com pênis maiores proporcionam mais prazer para as mulheres. O desempenho sexual só será comprometido se o homem estiver inseguro quanto ao ato o que provoca nervosismo e complexos que podem a pessoa a não concluir o sexo, o tamanho do pênis não é um desses fatores”, revela Rocha.

Comprovação científica

De acordo com estudos, muitos homens sofrem do distúrbio dismórfico corporal, em que muitos acreditam que não importa o tamanho do membro ele sempre será pequeno e insuficiente para suas companheiras. Em 2014, uma revisão de 20 pesquisas analisou os pênis de mais de 15 mil homens e concluiu que as médias de tamanho dos membros flácidos eram de 9,16 cm, esticado de 13,24 cm, ereto de 13,12 cm.

Já os estudos mais recentes publicados em 2018, um grupo de urologistas fez uma revisão de 17 estudos sobre o assunto e concluiu que existem poucos dados sobre a melhor técnica para medir o comprimento do pênis e por esse motivo há uma variação significativa nas dimensões dos pênis. Os resultados mostraram que comprimentos médios dos pênis flácidos em alguns estudos variavam de 8,21 cm a 8,8 cm, esticado era de 10,88 cm a 12,4 cm, e ereto era de 12,9 cm a 13,01 cm.

“Normalmente o pênis varia de 5 a 10 cm quando está totalmente flácido, com cerca de 2 cm de diâmetro. Durante a ereção o tamanho pode chegar a 12 cm e 3 cm de diâmetro. A orientação para os homens que se sentem inseguros quanto ao tamanho do seu membro podem procurar um urologista que esclareça as dúvidas e inseguranças sobre a temática”, esclarece o especialista.

O urologista destacou ainda que as brincadeiras, crenças e preconceitos voltados ao tamanho do pênis podem ser prejudiciais aos homens, criando insegurança na hora da relação sexual durante a vida adulta e pode ser confundido como uma anomalia do pênis.

“O que existe são situações de micro pênis, no entanto a patologia é identificada ainda na fase infantil do homem, em que o membro passa a se desenvolver. Questões como essas devem ser anuladas, pois cada indivíduo se desenvolve de uma maneira particular e existem outras situações que podem resultar em uma boa relação sexual”, explica o médico.

Para as mulheres o tamanho importa?

Em 2012, um outro estudo britânico reuniu 300 mulheres identificou que 60% afirmaram que o tamanho do pênis não faz diferença, no entanto ressaltaram a preferência por pênis mais longos.

Já para outras mulheres, como a acadêmica de enfermagem, que não se identificar, o que realmente importa é o desenvolvimento do parceiro na hora do sexo.

“O sexo não se resume a pênis grande, o orgasmo da mulher está diretamente ligado aos toques, movimentos e até mesmo o sexo oral, que para mim é mais prazeroso que a penetração. Acredito que os homens podiam deixar o tamanho do pênis de lado e se aprofundarem em outras orientações sexuais”, analisou.

Tamanho do pênis de Jason Derulo em fantasia viraliza nas redes sociais

O rapper Jason Derulo viralizou no TikTok, em maio deste ano, ao postar um vídeo fantasiado de Homem-Aranha. Apesar dos efeitos especiais impecáveis, o que chamou a atenção dos internautas foi o volume destacado pela calça apertada do personagem.

O resultado do desafio feito por Derulo foi visto mais de 2,6 milhões de vezes e recebeu nada menos que 7 mil comentários no aplicativo. Desde que entrou no TikTok, ele já conquistou 20 milhões de seguidores e 300 milhões de curtidas, entre vídeos de dancinhas sensuais e pegadinhas.

(1) 2 3 4 ... 76 »