(1) 2 3 4 ... 129 »
Amor e Sexo : EXPLORANDO O PRAZER: conheça os benefícios dos vibradores para as mulheres
Enviado por alexandre em 10/04/2024 09:08:15

EXPLORANDO O PRAZER: conheça os benefícios dos vibradores para as mulheres

EXPLORANDO O PRAZER: conheça os benefícios dos vibradores para as mulheres


Por: Eli Cavalcante Fonte: Blog Eli Cavalcante
https://blogelicavalcante.com.br/noticia/5721/explorando-o-prazer-conheca-os-beneficios-dos-vibradores-para-as-mulheres">
EXPLORANDO O PRAZER: conheça os benefícios dos vibradores para as mulheres

 

No universo da saúde sexual feminina, os vibradores têm se destacado como aliados poderosos para o prazer e o bem-estar das mulheres. Longe de serem apenas dispositivos de entretenimento, esses acessórios oferecem uma série de benefícios que vão além do prazer sexual. Vamos explorar como os vibradores podem contribuir para a saúde e a felicidade das mulheres.

Aumento da Satisfação Sexual

Os vibradores podem ajudar as mulheres a descobrir suas zonas erógenas e entender melhor o que as excita. Isso pode levar a uma maior satisfação sexual tanto durante a masturbação quanto durante o sexo com um parceiro.

Alívio do Estresse e da Ansiedade

O orgasmo liberado pelo uso de vibradores estimula a liberação de endorfinas e outros neurotransmissores responsáveis pela sensação de prazer e bem-estar. Isso pode ajudar a reduzir o estresse, a ansiedade e até mesmo melhorar o humor.

Melhora da Saúde Vaginal

O uso regular de vibradores pode ajudar a fortalecer os músculos do assoalho pélvico, o que pode ser especialmente benéfico para as mulheres após o parto ou durante a menopausa. Um assoalho pélvico mais forte pode contribuir para o controle da bexiga, prevenir a incontinência urinária e melhorar a saúde sexual.

Promoção da Autoconfiança e Autoestima

 Explorar o próprio corpo e descobrir o que proporciona prazer pode aumentar a autoconfiança e a autoestima das mulheres. O conhecimento e o domínio de sua própria sexualidade podem ter efeitos positivos em outros aspectos da vida.

Em resumo, os vibradores podem desempenhar um papel significativo no bem-estar sexual e emocional das mulheres, proporcionando prazer, alívio do estresse e contribuindo para uma melhor compreensão e aceitação do próprio corpo. Ao normalizar a conversa sobre a sexualidade feminina e promover a educação sobre esses recursos, podemos ajudar as mulheres a desfrutar de uma vida sexual mais satisfatória e saudável.

 

Veja também

Amor e Sexo : É NORMAL TER ENXAQUECA DEPOIS DE UM ORGASMO? ENTENDA CONDIÇÃO
Enviado por alexandre em 08/04/2024 09:20:50

Especialista comenta se é comum ter enxaquecas após o orgasmo, condição que acomete a atriz Fabiana Karla

Quando se fala em orgasmo, a última coisa que a maioria das pessoas é em uma forte dor de cabeça. Contudo, não é assim para Fabiana Karla. Durante participação no programa Surubaum, a atriz afirmou que sofre de fortes enxaquecas após ter orgasmos.

 

Por incrível que possa parecer, a condição é mais comum do que se imagina. Trata-se da “dor de cabeça sexual”, chamada cientificamente de cefaleia orgástica. De acordo com o urologista e sexólogo Danilo Galante, ainda que seja raro, esse problema acontece em alguns pacientes.

 

“Essa cefaleia é uma dor de cabeça que acontece devido ao aumento da frequência cardíaca e da pressão arterial. Éa mesma que pode acontecer após um exercício físico intenso, e costuma aparecer mais em pessoas que estão cansadas fisicamente”, explica.

 

Veja também 

 

'Impossível de escapar': conheça a penitenciária conhecida como 'Alcatraz da Rússia'

 

Receita flagra carretas com 292 toneladas de grãos irregulares

 

Apesar de poder acontecer durante o ato sexual, a cefaleia orgástica tende a aparecer mais comumente no momento do orgasmo. “Ela aparece um pouquinho antes do orgasmo, quando é maior o aumento de frequência cardíaca e pressão arterial, e dura todo o clímax”, diz.

 

Mulher deitada na cama de olhos fechados se masturbando com cara de prazer - Metrópoles

( Foto: Reprodução)

 

O médico garante, porém, que não há com o que se preocupar. A dor de cabeça sexual não traz maiores perigos, e seu tratamento se dá da mesma forma de uma dor de cabeça comum – analgésicos ou antiinflamatórios.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram

 

Sem contar que, normalmente, a dor dura pouco tempo, passando assim que o orgasmo termina. “Não é algo que dure muito, como uma enxaqueca. E também é importante frisar que essa dor é muito ocasional, logo, as pessoas não têm sempre, mas sim vez ou outra”, finaliza.

 

Fonte: Curiosamente

LEIA MAIS

Amor e Sexo : É 'ESCANDALOSA' NO SEXO? ENTENDA A FUNÇÃO DO GEMIDO NO PRAZER
Enviado por alexandre em 05/04/2024 11:51:20

Após Fabiana Karla afirmar que é escandalosa no sexo, entenda como o gemido interfere no prazer durante o sexo

Durante participação no programa Surubaum, Deborah Secco afirmou que Fabiana Karla é “escandalosa” no sexo, e a atriz confirmou. A verdade é que o gemido é, de fato, um dos mais famosos indicativos de prazer no sexo.

 

“O gemido para quem ouve é quase um orgasmo auditivo. E também tem gente que se excita ao gemer. Muitas mulheres, inclusive, sentem prazer em gritar e até gostam que outras pessoas escutem. É saudável, desde que os envolvidos sintam prazer também”, afirma o sexólogo João Ribeiro.

 

Contudo, vale ficar atento para não confundir uma externação natural de prazer com uma performance forçada e gritada. Afinal, por conta da pornografia, existe uma crença de que a pessoa — principalmente a mulher — precisa gemer para demonstrar que está gostando da relação.

 

Veja também

 

Quer jogar pingue-pongue com a vagina? Veja como

 

Como lavar de forma correta a vagina: uso de água deve ser feito com cuidado

“Se aquele indivíduo aprendeu que precisa gemer para agradar o parceiro(a) mesmo que não haja prazer, ele irá forçadamente gemer. Isso é visto em pessoas que aprenderam sexo com pornografia e seus gemidos encenados”, explica o terapeuta sexual André Almeida.

 

foto desfocada de uma mulher deitada semi nua apertando a cama com os dedos - Metrópoles

 

Junto a isso, percebe-se uma tendência contrária quando o gemido vem do homem. De acordo com o terapeuta sexual André Almeida, isso tem raiz na visão machista do sexo.

 

“Como qualquer coisa em nossa sexualidade, o gemido também tem sua composição social. Ele ficou associado a uma demonstração de prazer mais feminina e, no imaginário machista, se o homem geme, pode estar denotando pouca virilidade”, explica.

 

Gemer alto e demonstrar o que sente são as chaves do sucesso no sexo, diz  expert

 

Apesar disso, o especialista afirma que a crença não passa de um mito. “Vocalizações espontâneas durante o sexo podem estar relacionadas com a atividade física do sexo, prazer e até dor. Não são indicadores de orientação sexual”, garante.

 

Desta forma, para curtir o prazer de forma plena e livre, é necessário que esses homens deixem de lado a crença de que a masculinidade é ratificada por rituais e controles comportamentais sem sentido.

 

Fotos: Reprodução

 


 

“Gemer espontaneamente não faz de ninguém nada. Muito pelo contrário, talvez possa até servir para sinalizar que os comportamentos da sua parceria estão lhe dando prazer”, indica.

 

Fonte: Metrópoles

LEIA MAIS
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Amor e Sexo : QUER JOGAR PINGUE-PONGUE COM A VAGINA? VEJA COMO
Enviado por alexandre em 04/04/2024 12:26:05

Após Deborah Secco afirmar que consegue arremessar uma bolinha de pingue-pongue com a vagina, saiba mais sobre a técnica do pompoarismo

Em uma lista de suas habilidades inusitadas, você poderia colocar “arremessar bolas de pingue-pongue com a vagina”? Provavelmente não, mas Deborah Secco sim. Segundo a atriz, em participação no programa Surubaum, após nove anos de pompoarismo, ela consegue até mesmo arremessar bolas de pingue-pongue com a “pepeca”.

 

Por mais improvável que possa parecer, fazer isso não só é possível como já até ganhou vez em Hollywood. Em Priscilla, A rainha do deserto, filme de 1994, uma das cenas mais icônicas do longa é da protagonista em um palco arremessando uma bolinha para o público.

 

O pompoarismo — técnica responsável por esse “dom” — também é conhecido como ginástica íntima. A prática milenar de fortalecimento da região pélvica traz diversos benefícios, não só para a sexualidade, como também para a saúde.

 

Veja também

 

Como lavar de forma correta a vagina: uso de água deve ser feito com cuidado

 

Incontinência urinária: urologistas alertam para aumento de casos em mulheres jovens; entenda as causas

De acordo com a fisioterapeuta pélvica e sexóloga Débora Pádua, entre os benefícios para as mulheres, estão o aumento do prazer durante a penetração, uma maior percepção do pênis, o aumento da irrigação de sangue na região e a melhora da lubrificação.

 

“Também há vantagens para os homens, que sentem mais prazer pelo aumento do atrito que ocorre durante a penetração. Várias partes do pênis são estimuladas quando a mulher consegue realizar movimentos em conjunto com a contração dos músculos do assoalho pélvico”, explica.

 

Para quem não sabe por onde começar a praticar o pompoarismo, existe um exercício simples que pode ser feito em qualquer lugar, sem acessórios: o tic tac.

 

“Como se fosse o ‘tic tac’ do relógio, é um exercício simples que consiste na contração e relaxamento da musculatura do períneo. Quando a gente contrai a gente faz o tic, e quando relaxa faz o tac. Na hora de fazer xixi, basta interromper a urina e será possível sentir os músculos que precisam ser trabalhados”, explica a ginecologista Giani Cezimbra, especialista em saúde integrativa.

 

O ideal é que a pessoa contraia por dois segundos e relaxe por dois segundos, cerca de 200 vezes por dia. Pode parecer muito, mas fazendo o movimento ao longo do dia fica mais fácil. “Faça 50 quando acordar, 50 durante as tarefas do dia, 50 enquanto estiver no trânsito e mais 50 a noite. É um bom primeiro passo e já traz alguns benefícios”, pontua.

 

POSIÇÕES SEXUAIS POMPOARISMO


Algumas posições sexuais facilitam a execução de manobras específicas durante o sexo. Para as mulheres que já são adeptas ao pompoarismo ou querem começar a fazer, Débora indica três:

 

Ilustração colorida em azul e rosa de posição sexual com a mulher por cima - Metrópoles

 

Ilustração colorida em azul e rosa de posição sexual com a mulher por cima - Metrópoles

 

Ilustracolorida em azul e rosa de posição sexual com a mulher de quatro - Metrópoles

 

ACESSÓRIOS

 

A quem quer avançar ainda mais na prática do pompoarismo, existem alguns acessórios eróticos que podem ajudar. O principal deles são as bolinhas tailandesas. Elas podem ter diversas finalidades na cama: desde ajudar na dessensibilização do ânus para o sexo anal até auxiliar em exercícios de ginástica íntima. 

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram

 

Fonte: Metrópoles

LEIA MAIS

Amor e Sexo : Jovens também podem ter morte súbita durante o sexo, indica estudo
Enviado por alexandre em 02/04/2024 10:39:55

Pesquisa relata que a idade média de pessoas que morrem durante o sexo é de 38 anos. Veja o que diz a ciência sobre essas mortes súbitas

As mortes súbitas durante o sexo são raras, mas estão longe de ser uma preocupação exclusiva da terceira idade. Cerca de 0,6% de todas as pessoas que tiveram morte súbita estava transando, e isso pode acontecer também na juventude.

 

Embora sejam comumente divulgados os casos de pessoas com mais idade que morreram durante o sexo, como o pai do ator Matthew McConaughey, que perdeu a vida no decorrer de ato sexual, em 1992, a fatalidade pode acontecer em qualquer idade – os fatores de riscos envolvem malformações cardíacas e uso de drogas.

 

A idade média das pessoas que morreram durante o sexo encontrada em um estudo de 2022 foi de 38 anos. A análise reuniu dados de 17 casos relacionados a óbitos dessa natureza registrados em um hospital do Reino Unido entre 1994 e 2020: 11 homens e 6 mulheres. Apenas quatro deles tinham histórico prévio de doenças cardíacas.

 

Veja também 

 

É POSSÍVEL FAZER SEXO POR 100 DIAS CONSECUTIVOS? ENTENDA O 'DESAFIO'

 

PÁSCOA EM FAMÍLIA: como incluir os pets na comemoração sem riscos

Mais da metade dos indivíduos analisados no estudo perdeu a vida por causa da síndrome de morte arrítmica súbita (SADS, em inglês), que acontece quando há uma parada cardíaca súbita sem motivo aparente. Há indícios que conectam o óbito a sutis alterações cardíacas transmitidas geneticamente.

 

Em um artigo publicado no site de divulgação científica The Conversation a respeito do histórico de pesquisas sobre o tema, o patologista químico David Gaze ressaltou que, em geral, esses casos são consequência de uma combinação de esforço físico e drogas (lícitas ou ilícitas).Tanto os produtos quanto a atividade física têm em comum o fato de aumentarem o fluxo cardíaco, o que pode engatilhar condições coronárias preexistentes ou levar à movimentação de coágulos até o coração.

 

Por que o sexo pode causar morte súbita em homens e mulheres jovens

Foto: Reprodução

 

Em um estudo semelhante apresentado em uma conferência da American Heart Association, em 2017, pesquisadores descreveram o caso de 32 homens e duas mulheres vítimas de morte súbita durante o sexo. Em apenas um terço dos casos, os parceiros das vítimas tentaram fazer massagens cardíacas para reanimá-las.

 

Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram.

Entre no nosso Grupo de WhatAppCanal e Telegram

 

Em nenhum dos estudos analisados pelo pesquisador a média de idade de morte súbita superou os 59 anos. “Mesmo que o risco seja baixo até para pessoas com cardiomiopatias, o mais aconselhável é não esperar para consultar um cardiologista em casos de morte súbita na família”, aconselha o médico.

 

Fonte: Uol

LEIA MAIS

(1) 2 3 4 ... 129 »
Publicidade Notícia