Amor e Sexo - Conheça dicas para ter um sexo anal sem dor e com muito prazer - Notícias
(1) 2 3 4 ... 57 »
Amor e Sexo : Conheça dicas para ter um sexo anal sem dor e com muito prazer
Enviado por alexandre em 20/07/2017 00:45:27


Conheça dicas para ter um sexo anal sem dor e com muito prazer



Lembranças de bons momentos são ótimas, os homens adoram sexo anal, segue umas dicas para aumentar o prazer e fazer um sexo anal inesquecível:

Posições para o sexo anal

Escolha posições mais tranquilas para não lhe trazer dor. Deitada de lado é uma ótima pedida. De quatro e por cima, a menos que você já esteja muito acostumada, melhor não.

Lubrificação no sexo anal

Agora é a hora que todo mundo fala que já sabia, mas levar gel para a hora H, ninguém leva… Gel à base de água é essencial! Não sei se é uma boa ideia utilizar os que esquentam, pois, caso aconteça algum corte, pode arder. Também esqueça o gel anestésico. Perder o controle do cu não é bom negócio. A coisa pode ficar bem feia. Se o cidadão for dos bons, saberá muito bem usar a língua para relaxar a região. Sim! Beijo grego, sem frescura!

Paciência na hora do sexo

Faça como quando o sistema operacional trava. Desligue tudo! Respire! Recomece com calma, esperando tudo funcionar. Não adianta ter pressa nessa hora. Coloque o pênis na entrada do ânus aos poucos. Espere relaxar. Coloque mais um pouco e por aí vai.

Atritos

Nem sempre o cidadão que deseja fazer a coisa tem consciência de que o atrito é seu grande inimigo, avise-o de que ficar colocando e retirando tudo não é bacana. Quanto menos vai e vem, mais confortável.

Estimulação durante a penetração

Estimular o clitóris com os dedos, desde que, com unhas bem aparadas, é uma boa ideia. Se o cidadão não souber onde fica, presenteie-o com um GPS, mande procurar no Google. A estimulação pode diminuir o estresse da coisa toda. Como vocês têm um relacionamento há algum tempo, avise-o que dedo atrás não pode ser colocado na frente, pois levará bactérias. É incrível, mas tenho amigos que não sabiam disso…

Alimentação pré-sexo anal

Feijoada é uma delícia, porém pode ser evitada, você não acha? Tente outros pratos, salada é melhor…

Higiene

Usar uma ducha para dar uma limpada na região também é bom e não causa embaraços a nenhuma parte. O leitor que não teve seu “bilhete” premiado nenhuma vez que atire a primeira pedra!

Tenho outras dicas, mas vamos deixar essas aí. Quanto a você ficar “larga”, continuo achando que é balela… Veja o caso da famosa garota de programa, “Bruna Surfistinha”, dar o “boga” mais que ela, eu acho que ninguém deu, por sinal, sua principal propaganda era a de queimar a rosca sem maiores consternações, ela ia de um buraco para o outro sem cerimônia alguma.

Dizem também que uma moça recém casada quis acabar o casamento por causa desse problema, o marido, muito rico, só queria sexo anal e após um tempo de casados, aquilo que antes era do tamanho de uma moeda de 1 centavo passou para de 1 Real. O pai proibiu o rompimento: “Você não vai estragar um casamento por causa de 99 centavos!”.


Cinco experiências sexuais para você realizar com seu parceiro


1. Sexo na praia
Você terá que tentar isso uma vez em sua vida, mas eu aviso: terá areia em todos os lugares. Em toda parte. Coloque uma toalha. Ou dez toalhas. A areia colada no seu corpo não vai fazer você se parecer com Kim Kardashian. Será um pesadelo granulado e com muita coceira.

2. Sexo do hotel
É o melhor sexo de sempre e ninguém sabe por quê. Quero dizer, talvez aquela roupa de cama bem limpinha possa ter um efeito sob nossos cérebros.

3. Maratona do sexo durante todo o dia
Cancelar tudo ou colocar um domingo inteiro à parte só para transar com o boy pode ser mágico. Tudo o que você precisa é um edredom e alguns deliverys de comida, então você estará pronto para uma maratona sexual. Ah, e lembre-se de ficar bem hidratada.

4. Sexo no chuveiro
A menos que você tenha apoios incríveis e um tapete que te traga segurança, isso será um desafio. Mas você tem que aprender por si mesmo. Apenas tenha cuidado.

5. Sexo em um vestiário
Você vai se sentir mais confortável do que no vaso sanitário, mas fique atento, pois seus pés podem ser visíveis na parte inferior da porta ou cortina. Esse medo de estar vigiado vai trazer adrenalina para o casal.


Guia do Sexo Oral: pra ELE fazer e ser inesquecível para os dois


Sexo oral bem feito é outra coisa né? Quando o gato escorrega para debaixo do cobertor a gente já se prepara para curtir muito. Mas não é toda mulher que tem tido esse privilégio. Por isso, elaborei um guia pro gato saber como fazer direitinho. É só dar aquele Ctrl+C e Ctrl+V como quem não quer nada e se preparar para uma noite daquelas.

Atice antes

O sexo oral é uma preliminar, mas não é assim chegou e fez. Comece com beijos calientes na boca, no pescoço … vá descendo pelo corpo da gata e deixando clara sua intenção. O homem tende a sentir tesão com a mulher que chega e faz o sexo oral, mas quando é o contrário isso tende a assustar e pode deixar a mulher desconfortável. Relaxe e vá com calma.

NÃO morda

Se a região do pênis é muito sensível, amigo, a vulva também é. Morder está no topo de coisas que nunca devem ser feitas durante o sexo oral. Combinado?

Mantenha a língua sob controle

Lamber o clitóris como se estivesse chupando um picolé vai deixar sua parceira desconfortável e não relaxada. Não tem nada mais broxante do que quando o cara fica lambendo e lambuzando – e pior, achando que está arrasando. Então a dica é: menos é mais. Dê lambidas sensíveis e mais sequinhas, para que a gata consiga sentir sua língua e o movimento da sua boca. Isso sim vai fazer com que ela enlouqueça.

Alterne com os dedos

Agora que você já sabe como trabalhar com a língua, é bom saber que também não precisa ficar só nela. Use dedos para complementar, como para penetrá-la, com cuidado ok, lembre-se que os dedos podem ser ásperos.

Não pare

O sexo oral é o momento de você deixar o prazer da mulher em evidência, por isso observe as reações dela enquanto você ‘trabalha’. Isso evita algo clássico nos homens: pararem do nada. Sexo oral deve durar, não é só uma rapidinha para poder lubrificar pra penetração. Faça e faça com gosto, acredite, nós gostamos tanto quanto vocês!

Fonte: Com informações da Cosmopolitan e fotos iStock/Think Stock/Getty Images

Amor e Sexo : Saiba o que é sexo tântrico e leve o seu parceiro a loucura
Enviado por alexandre em 27/06/2017 22:53:31


Saiba o que é sexo tântrico e leve o seu parceiro a loucura


Fazer sexo com quem se ama pode ser a melhor coisa do mundo, né? Porém, a rotina leva muitos casais a perderem o pique, diminuindo mais e mais a frequência das transas.

Quem tem criatividade e ousadia não precisa passar por isso, visto que não faltam opções de sexo para apimentar qualquer relação.

É o caso do sexo tântrico, que é considerado por muita gente como uma coisa de outro mundo, mas você vai ver que essa prática pode ser aplicada por você e sua gata. Mas, afinal, o que é sexo tântrico e como funciona?

Pois então, o sexo tântrico nada mais é do que uma forma de fazer sexo que foca o prazer gerado pela duração da relação sexual, ou seja, quanto menos pressa o casal tiver para alcançar o orgasmo, maior será o prazer.

É como se a noção de tempo acabasse durante o ato sexual. Sendo assim, a satisfação se dá por meio da excitação gerada a cada toque, cada carícia.

Em vez de ficar naquele pensamento de que o orgasmo é o grande objetivo, quem faz sexo tântrico precisa ter em mente que o objetivo é ter o máximo de prazer no caminho percorrido até o orgasmo.

Veja o que é sexo tântrico e como funciona

A duração média de uma relação sexual convencional varia entre 10 e 15 minutos. Claro que o tempo depende de vários fatores, mas uma transa tradicional jamais chega ao tempo que uma relação de sexo tântrico leva: horas!

Por conta disso, o casal deve estar bem relaxado ao começar, para não deixar que preocupações atrapalhem o andamento da relação.

Eu já vivenciei isso e afirmo com todas as letras: para o sexo tântrico ser bom, tudo à minha volta era insignificante diante da minha gata e dos prazeres que nós proporcionamos um ao outro.

Um dos pontos de destaque do sexo tântrico é o poder conferido à figura feminina, vista como uma espécie de divindade. Logo, as mulheres são as grandes responsáveis pela condução da transa tântrica.

A dominação da mulher sobre o homem ocorre de várias formas, incluindo nas posições escolhidas, especialmente aquelas em que a mulher fica por cima do corpo do homem.

Para dar certo, o sexo tântrico deve incluir muita troca de carícias, contemplação do corpo da outra pessoa e troca de palavras cheias de afeto. A entrega precisa ser TOTAL!

Para a visualização do corpo da gata, e para que ela faça o mesmo com o seu, não apague as luzes. Além disso, certifique-se de que o ambiente esteja em uma temperatura agradável. Logo, nem pensar em fazer sexo tântrico no banco do carro, por exemplo.

Como praticar o sexo tântrico em 8 passos

1. Começo com carícias sutis

Para começar, nada melhor do que ficar de frente para a sua parceira, trocando olhares de carinho e paixão, bem como dizendo palavras de afeto, incluindo elogios ao corpo e à personalidade da garota.

Aos poucos, vá tocando o corpo dela suavemente, passando para carícias mais fortes à medida que o tesão aumenta.

2. Penetração diferenciada

Na hora da penetração, nem pense em colocar o seu pênis inteiro dentro na mulher, fazendo movimentos rápidos como de costume. O ideal é inserir o pênis delicadamente apenas até a altura da glande, mexendo o corpo sem pressa, para que a excitação aumente aos poucos.

No decorrer da transa, faça breves pausas na penetração, usando os outros momentos para outros tipos de estímulos. E não se esqueça de incluir um passo importante no sexo tântrico: a chamada penetração profunda, em que a mulher forma um ângulo em V ao afastar as pernas.

Entretanto, no lugar do convencional vai e vem, é necessário penetrar profundamente sem movimentos bruscos, dando tempo para a gata fazer contrações dos músculos da vagina enquanto seu pênis estiver dentro dela.

3. Afeto sem parar

Por fim, lembre que as carícias devem ocorrer a todo instante, especialmente nas zonas erógenas, como nuca, orelhas, entre outras partes do corpo. Assim, o aproveitamento do sexo tântrico será muito maior.

4. O preparo do ambiente

Como já dito, não faça tântrico no carro. Será impossível e pouco confortável.Essa forma de sexo é uma conexão única entre você e sua gata. Pense livre e vai perceber que todos os preconceitos e tabus serão quebrados em prol do prazer.

O ambiente deve ser limpo e tranquilo. Faça com que sua gata se sinta à vontade e confortável com a situação. Aconselho que use incensos, velas, flores, frutas, tudo é valido, desde que nada muito sexual ou apelativo. Use lenços, vendas e o corpo todo.

Lembre-se que a ideia final é o orgasmo, mas as etapas devem ser aproveitadas com muito tesão até chegar ao resultado esperado. Até porque a intenção não é o sexo comum ou selvagem, mas sim a conexão espiritual.

5. Massagem tântrica

O sexo tântrico envolve muitas coisas, mas a principal é a massagem. Use as mãos, a boca, os braços, pernas, tudo, mas sempre de forma carinhosa.

A massagem é o recuso principal. Existem exercícios mentais e corporais que ajudam bastante para conexão entre o casal.

Abuse dos óleos e cremes de massagem. Explore partes do corpo da sua gata que nunca pensou em tocar, isso fará com que descubra novas formas de prazer para ela.

Uma das finalidades é ter uma conexão além de sexual, é conhecer intimamente o outro e ter prazer com isso. Já sacou que algumas vezes o tesão chega pelo simples fato de sua gata olhar você nos olhos?

É isso! A conexão espiritual vai além do que se possa imaginar. Como a mulher domina a situação, deixe que ela comece a massagem, não tenha pressa e aproveite cada segundo, mas não pense em nada além do toque.

Contar os minutos não ajuda na concentração e será preciso muita para manter a conexão.

Por falar em concentração, uma dica que pode funcionar é olhar fixamente para a chama de uma vela durante algum tempo.

Isso ajuda a manter olhares mais profundos. Olhe e permita-se ser olhado, não tem coisa melhor que sentir o amor da gata através do olhar.

Existem vários tipos de sexo, mas vamos combinar que o tântrico é uma explosão de prazer misturando preliminar, massagem e muito carinho. Repito: NÃO TENHA PRESSA!

6. Pompoarismo

Aposto que conhece isso, Pompoarismo é de enlouquecer qualquer um, mas se nunca ouviu falar. Pois bem, é uma técnica usada por mulheres (ou homens) para enrijecer a musculatura da vagina (ou pênis). Veio do Oriente, foi desenvolvida na Tailândia, mas chegou ao Brasil para fazer nossa felicidade.

O Pompoarismo faz com que a mulher mexa a musculatura da vagina sem movimentos do corpo, já pensou? Existem alguns movimentos básicos com nomes específicos:

Chupitar: o movimento é parecido uso de chupeta;
Estrangular: apertar o pescoço da glande por um dos anéis da vagina;
Expelir: expulsa o pênis, deixando somente a glande dentro da vagina;
Sugar: suga o pênis todo para dentro;
Travar: impede a saída do pênis através de contração;
Torcer: torção dos anéis da vagina;
Revirginar: Fecha os lábios e primeiro anel da vagina, dificultando a entrada do pênis.
Claro que esses movimentos precisam de treinamento, mas já é uma boa para aguçar a sua vontade, compartilha com sua gata também e tenham ideias juntos.

7. As zonas erógenas dela

Para as mulheres existem algumas zonas que nunca pensamos que poderia ser prazeroso para elas quando tocar, vou passar umas dicas, mas é preciso que experimente qual é a mais indicada pra sua gata.

Cabelo, esse é fácil! Só puxar com firmeza, mas delicadamente, elas sempre gostam.

Orelha! Toques, sussurros e palavras calientes são infalíveis.

A nuca já tá bem próxima, então siga a trilha e use a criatividade para arrepiar o corpo todo.

A parte interna das coxas está bem próxima da vagina e funciona muito bem pra causar gemidos, tanto para começar, quanto para variar no sexo oral.

As costas ou coluna lombar é cheia de terminações nervosas que estão ligadas a vulva e vagina, a massagem será muito bem-vinda nessa região.

Seios. Lembra-se dos lenços? É hora de usar! Os seios têm grande sensibilidade ao toque e qualquer sensação diferente agradará muito, use chantili, chocolate, etc.

Preciso falar sobre a vagina e clitóris? Bom, em todo caso, explore a região!

Não tenha só a penetração como foco. Use os dedos, a língua, os lábios, o que mais puder, mas não foque somente no objetivo final, lembre-se do caminho para chegar até ele.

Não explorar os momentos antes do orgasmo é como viajar de carro para ver a paisagem e não dar a mínima atenção a todo o percurso.

8. As suas zonas erógenas

Se desconhecer as suas zonas erógenas é uma boa hora da gata entrar em ação e descobrirem juntos.

Uma dica é que são diversas e, assim como as dela, as suas também precisam ser exploradas e assim você descobrirá quais regiões te deixam com tesão.

Se não tiver vergonha em pedir, algumas das principais são: nuca, lábio inferior, pescoço, parte interna da coxa (também por ser próxima ao pênis), mamilos (sensíveis tanto quanto os femininos), virilha, períneo.

Sim! Esse tabu é perigoso, mas extremamente prazeroso. Deixe a gata explorar essa região. Se não souber onde fica, é o local entre o saco escrotal e o ânus. Por estar próximo à próstata tem diversas terminações nervosas que causarão muito prazer ao ser tocado ou lambido.

Se ainda é do tipo que tem tabus e proibições na hora do sexo, talvez seja a hora de quebrar a regra. Para o sexo tântrico não cabe à vergonha ou preconceito!

Vai muito, além disso. O prazer está em primeiro lugar.

Para sentir o orgasmo prometido por esse tipo de prazer será preciso conectar-se com o mundo interno, seu e da sua gata, sem frescuras ou receios.

Com essas informações já dá pra ter um belo momento de sexo tântrico, né? Tenho certeza que nunca pensou em como pode ser maravilhoso ficar horas fazendo o que mais gosta: SEXO!

Mas de uma forma mais prazerosa e intensa, quebrando tabus e deixando de priorizar o orgasmo.

Fonte: Com informações de Santo Papo
Tópicos

Funciona,Sexo,Tântrico


Conheça seis coisas que as mulheres odeiam depois do sexo



Não adianta ter um desempenho excepcional em uma transa se você fizer algo que deixe a sua parceira com vontade de revirar os olhos e até se arrepender de ter ido para a cama com você.

Para que você não provoque esse tipo de reação, preparamos uma lista com 6 coisas que as mulheres odeiam depois do sexo.

Ao se empenhar para caprichar no sexo e evitar os fatores que causam desgosto para a mulherada, você terá mais chances de despertar nela a vontade de repetir a dose.

Por isso, é fundamental agir racionalmente e se controlar para não dar nenhuma bola fora após uma noite que tinha tudo para ser incrível.

O que as mulheres odeiam depois do sexo

1. Perguntar se a mulher gozou

O ideal é que você tenha condições de perceber se uma mulher alcançou ou não o orgasmo. Caso você não note se a gata conseguiu gozar, é melhor não perguntar, pois esse tipo de questionamento pode ser identificado como um indicador de inexperiência ou falta de percepção.

2. Pedir a opinião da garota

Após uma relação sexual, evite pedir a opinião da garota sobre a sua performance. Se ela gostar, você provavelmente vai notar no olhar ou em algum elogio espontâneo. Além disso, observe o comportamento da mulher, uma vez que algumas ações demonstram insatisfação, como a recusa para te beijar depois do ato sexual.

3. Ir embora sem falar nada

Mesmo que você tenha um compromisso urgente, por exemplo, nem pense em ir embora sem falar nada. Claro que não é necessário ter uma DR após o sexo, mas isso não quer dizer que você deve agir com indiferença.

4. Expulsar a mulher da cama

Até quando você não curtir a transa, tente agir educadamente. Sendo assim, dê tempo para a gata se recuperar do esforço físico antes de pedir para ela sair da cama e se arrumar para te deixar sozinho, caso você não queira ou não possa ter a companhia da garota. Seja sempre um cavalheiro e jamais expulse uma mulher da cama ou a apresse para ir embora.

5. Agradecer pelo momento maravilhoso

Se você agradecer por bons momentos com uma mulher, você correrá o risco de ser interpretado de forma errada, causando a impressão de que o corpo da moça foi usado para te ajudar a aliviar o tesão.

6. Não dar atenção para a parceira

Em vez de começar a mexer no celular, ver TV ou fazer qualquer outra coisa após uma transa, passe alguns minutos trocando carícias leves e aproveitando o momento de intimidade com a sua parceira, que se sentirá bem mais valorizada.

Essas são apenas algumas dicas para você que não quer cometer gafes após uma bela noite de sexo com a gata dos seus sonhos.

Fonte: Com informações de Santo Papo
Tópicos

Coisas,Depois,Mulheres,Odeiam’,Sexo


Tudo o que você precisa saber sobre ménage à trois


Aposto que na sua lista de coisas pra fazer antes de morrer, o ménage à trois está entre as primeiras, acertei? Bom, se você não tem essa lista deveria começar a fazer e colocar o sexo a três no topo dela. E por que tanto mistério em torno dessa fantasia sexual? Já vou te dizer tudo o que você precisa saber sobre ménage à trois, mas antes quero comentar que ele estava na minha lista e que tive o prazer de riscá-lo de lá por já ter realizado mais de uma vez.

A experiência de estar na cama com duas mulheres é o sonho de muitos caras, mas muitos nunca realizaram e não sabem ao certo como funciona. Por fim, acabam temendo fazer tudo errado ou “não dar conta do recado”. Por isso, preparei algumas informações importantes a seguir.

Conheça tudo o que você precisa saber sobre ménage à trois

Antes de tudo o que você precisa saber sobre ménage à trois, vou te contar o que ele não é:

– Ménage à trois não se trata só de você, são três pessoas envolvidas para dar e receber prazer.

– Um ménage à trois não é um conceito exclusivo dos homens, existe também a versão de dois homens e uma mulher.

– Essa não é uma fantasia exclusiva dos homens, muitas mulheres também sonham em experimentar.

– Fazer um ménage à trois não precisa, necessariamente, revelar sexualidades diversas, mas muitas mulheres que curtem são bissexuais.

Depois de ter isso em mente, vamos às dicas para iniciantes na prática:

– Sobre o antes:

Muitos caras ficam na dúvida se dariam conta de duas mulheres cheias de desejo na cama. Bom, para um ménage é preciso manter não só a ereção e mas também a performance. Então ficar muito ansioso, nervoso e desconfiado não ajuda, certo? Em primeiro lugar, é preciso confiar no seu taco e entrar nessa com a autoestima em alta. Se você for ansioso naturalmente, procure pensar apenas no sexo e não no “plus” para não gerar muitas expectativas sobre a fantasia.

Além disso, prepare o terreno, escolha um lugar neutro e confortável, convidativo ao sexo. Se você tem sua garota e a parceira convidada não é uma completa desconhecida, pode ser na sua casa. Mas se for para algo bem casual com duas estranhas, o mais indicado é que seja em um motel para não criar laços e nem referências entre os três.

– Sobre o durante:

As preliminares são fundamentais e durante o sexo a três você e suas parceiras devem partir para o estímulo mútuo. Depois proponha posições em que você possa tocar em uma delas enquanto o seu membro está ocupado com a outra, esta é a hora de colocar as mãos e a boca para funcionar, o sexo oral é muito importante no ménage à trois.

Lembre-se de cuidar de sua proteção e das garotas, você precisará trocar de preservativo para evitar que bactérias e vírus sejam transmitidos entre os três. Mantenha várias camisinhas por perto e também um lubrificante para melhorar as investidas na hora H.

– Sobre o depois:

Se você estiver em um relacionamento sério, a decisão sobre manter ou não contato com a parceira convidada deve ser tomada em casal. Uma dica se sua garota for ciumenta é sugerir que a cada ménage escolham uma parceira diferente, assim não criam vínculo com nenhuma delas e ainda variam mais nas possibilidades.

Se não tiver relacionamento com nenhuma delas, fique à vontade para trocar seus contatos, quem sabe rola mais algumas vezes? Se elas curtirem, sem dúvida vão voltar a te procurar e eu recomendo: não desperdice essa oportunidade.

Tudo bem até aqui? Bem, há muito mais sobre o universo do sexo para te ensinar, coisas que aprendi com muita prática e paciência nesses anos todos. Mas para mais dicar sobre como ter uma conversa sexual com as mulheres, fazendo com que elas o desejem cada vez mais, assista ao meu vídeo de apresentação do curso Guerra da Sedução: Jogo do Sexo e torne-se um rei da sedução.

Fonte: Com informações de Santo Papo

Amor e Sexo : Como usar o gelo para elevar a temperatura no sexo
Enviado por alexandre em 01/06/2017 18:50:00


6 práticas sexuais que podem quebrar o pênis do gato; fique atenta



1. Você por cima

A forma mais comum de fraturar o pênis é durante o sexo com penetração e na posição na qual a mulher está por cima. Segundo o urologista Laurence Levine contou a Cosmopolitan americana, o movimento do pênis é o motivo pelo qual o acidente é mais comum, já que na tentativa de voltar, o pênis possa acabar “errando a entrada” e dobrando. “Quando as mulheres estão por cima, elas controlam o movimento e não conseguem parar quando o pênis sofre algum tipo de lesão no momento”, explicou.

2. Cowgirl reversa

Não é surpresa que outra posição na qual a mulher está por cima possa causar riscos para o homem, ainda mais uma na qual o movimento se torna mais complicado. Esta posição coloca o pênis em um ângulo muito arriscado e também adiciona muita pressão ao movimento, o que aumenta as chances de algo sair bem errado.

3. Sexo anal

“A penetração anal pode adicionar muita pressão ao pênis, ainda mais se a pessoa sendo penetrada não está confortável com a situação”, explicou o urologista. Portanto, essa é mais uma razão pela qual vocês precisam investir no aquecimento antes do sexo anal.

4. Masturbação muito intensa

Sim, os boys podem quebrar seus próprios pênis se eles estiverem se masturbando de forma muito intensa e em um ângulo errado. Entretanto, geralmente estes acidentes não acontecem quando eles estão tranquilos em seus quartos, mas em situações nas quais eles não deveriam estar se masturbando. A mesma regra se aplica se você estiver dando prazer ao gato com as suas mãos. Portanto, cuidado!

5. Dobrar o pênis

Sabe quando rola aquela ereção indesejada? A melhor coisa é o cara não tentar escondê-la ao apertar o pênis com muita força. Isso pode acabar levando-o para o hospital!

6. “Jelqing”

Se você não sabe o que é jelqing, a gente explica para você! É uma técnica para aumentar o tamanho do pênis, na qual os homens apertam suas zonas P na base para aumentar a circulação de sangue. Não há nenhum estudo que comprove que a prática vá deixar o pênis maior permanentemente, mas ele pode dar uma leve aumentada momentânea e, de quebra, também causar uma fratura. Será que vale arriscar?

Fonte: COSMOPOLITAN EUA


Confira cinco boas razões para deixar o sexo fora da água



Facto: os rigores do inverno ficaram para trás. Facto: já se sente no ar que a combinação explosiva de pele à mostra com um calor de ananases influencia diretamente o aumento do desejo sexual.

Facto: este mesmo calor e esta mesma luxúria podem, por momentos, fazer supor que seria boa ideia levar o sexo para dentro de uma piscina, um jacuzzi, o mar, num cenário idílico de corpos molhados em fundo azul. E por isso lhe dizemos desde já que é melhor pensar duas vezes antes de mergulhar de cabeça no fetiche.

«Ainda que nos custe a convencermo-nos disso, a água é um péssimo lubrificante», adiantou ao El Mundo o ginecologista espanhol Cubillo Rodríguez. «Em vez de facilitar a penetração, só complica.»

Claro que nos sentimos mais sexy no verão, com uma disponibilidade diferente para tentar contextos ousados, confirma a psicóloga e sexóloga Ana Carvalheira. «Baixamos os níveis de controlo do nosso comportamento com estímulos novos, o que leva a que nos deixemos ir mais facilmente.» Contudo, diz, quebrar a rotina não significa correr riscos desnecessários.

Caso continue a sentir-se aventureiro depois do rol de motivos que lhe apresentamos a seguir, experimente trocar a fantasia da piscina por uma outra que envolva toalhas numa duna branca, à sombra de coqueiros (de preferência num local deserto e sem areia nos calções, ou acabará a braços com outro tipo de problemas). Se ainda assim insistir em meter água no cenário, tente o duche: tem na mesma a sua dose de romantismo, mas com menos riscos associados.

1. FRICÇÃO
A última chamada de atenção, mas não menos importante, prende-se com o facto de a lubrificação deficiente dentro de água acentuar a fricção durante o ato sexual, aumentando as probabilidades de o preservativo se romper, com todos os riscos daí decorrentes. No caso das piscinas coloca-se ainda a hipótese de alguém poder escorregar e magoar-se a sério, pelo que na dúvida calce uns chinelos (arrisca-se menos ao ridículo do que se lhe fugirem os pés em plena performance).

2. PRESERVATIVO
O improviso e querer curtir ao máximo o momento não servem como desculpas para não se usar preservativo – o que, convenhamos, é difícil, sobretudo se a água for fria e interferir com o desempenho masculino. Independentemente de o casal decidir ir em frente com o sexo na água ou em terra, é sempre melhor tratar desta parte cá fora.

3. LUBRIFICAÇÃO
A água elimina quase por completo a lubrificação natural do nosso organismo, pelo que aquilo que devia deslizar tende a parecer borracha, aumentando o risco de lesões. Para quê insistir quando há tanto por onde dar largas ao desejo?

4. INFEÇÕES
Ainda na sequência dos desinfetantes na água (ou da falta deles), uma pesquisa levada a cabo pela Universidade de Alberta, no Canadá, concluiu que uma piscina média costuma conter cerca de dez litros de urina de banhistas que não quiseram interromper a diversão para irem à casa de banho. Se as outras razões não chegam para o convencer…

5. QUÍMICOS
Água do mar turva é um contentor de bactérias que se introduzem na vagina com o ato sexual, tanto quanto o são as piscinas sem as devidas quantidades de cloro (e quem somos nós para avaliar se os níveis de desinfetante estão, ou não, no ponto?). Também o cloro em excesso é propício ao aparecimento de fungos na zona genital durante o sexo, potenciados pela humidade e pelos fatos de banho sintéticos e apertados. Irritações, inflamações e vaginoses bacterianas são sempre uma potencial ameaça a evitar.

Fonte: Notícias Magazine


Como usar o gelo para elevar a temperatura no sexo



Embora possa parecer um pouco estranho ou assustador, é realmente muito fácil colocar o gelo na hora do sexo com seu parceiro ou parceira; isso sem contar que não é necessário gastar dinheiro com sex toys, né? Esse detalhe vai tornar as preliminares muito mais divertidas e ousadas, apresentando os dois a novas sensações.

Como funciona?
Simplificando, é uma técnica usada frequentemente (mas não exclusivamente) em BDSM, assim como as preliminares com chantilly que usam a mudança de temperatura para estimular a pele e provocar uma reação sensual. Vale até combinar com uma venda ou algemas, tá?

Por que é tão bom?
O objetivo principal do jogo da temperatura é provocar a excitação usando a percepção da pele. A estimulação através do calor ou do frio dá ao corpo um misto de sensações que, durante as preliminares, é convertido na excitação. Ou seja, tudo de bom! O fato de ser imprevisível é o ponto principal.

Quais são as possibilidades?
Como já dissemos, é interessante combinar o quente e o frio. Portanto, não basta limitar-se a cubos de gelo, sorvete ou morangos e creme da geladeira – líquidos quentes, como cera derretida (certifique-se de usar velas próprias para esse tipo de uso), chocolate derretido, xarope de chocolate ou óleo comestível podem ser adicionados à mistura para tornar a transa mais agradável.

O que você precisa?
Objetos de vidro ou metal, que retém a temperatura, são instrumentos chave para fazer as brincadeiras ficarem mais divertidas.

Como fazer isso?
Você pode colocar um cubo de gelo na boca e esperar ele derreter na sua língua e lábios, assim as preliminares terão um estimulo a mais. Se o seu parceiro tem um pênis, brincar com as mãos pode ser muito divertido. Você pode segurar um pacote de gelo em uma mão e deixar o outro à temperatura do corpo. Ao mudar de mãos durante a masturbação, ele vai sentir uma grande variedade de sensações.

Fonte: Com informações de Cosmopolitan

Amor e Sexo : Confira as 10 fantasias mais idealizadas durante a masturbação
Enviado por alexandre em 21/04/2017 13:07:26


Confira as 10 fantasias mais idealizadas durante a masturbação


Segundo Paulo Nobuo desejos, fetiches e preferências sexuais são bastante íntimos e variáveis e raramente são tão explícitos quanto no momento da masturbação, já que a prática solitária não sofre julgamentos ou precisa ser explicada. Algumas fantasias, porém, costumam aparecer de forma comum entre homens e mulheres heterossexuais durante a masturbação. Conheça as principais:

Fantasias comuns entre homens na masturbação

1. Recordações de momentos excitantes e transas com parceiras do passado, com algumas alterações mais picantes, são fantasias comuns entre os homens na masturbação.

2. É comum ainda os homens fantasiarem sexo casual com mulheres com quem encontram no dia a dia, como vizinha, colegas de trabalho, aluna da academia, etc.

3. Transas em lugares públicos ou proibidos também fazem parte do imaginário masculino durante a masturbação.

4. Sexo com duas ou mais mulheres ao mesmo tempo é outra fantasia clássica entre os rapazes no prazer solitário.

5. Apesar de nem sempre admitirem ou colocarem em prática, muitos homens fantasiam na masturbação um sexo mais ousado, com fetiches sadomasoquistas, variando os papéis de dominador e submisso.

Fantasias comuns entre mulheres na masturbação

1. Na prática, nem sempre as mulheres se sentem confortáveis com o papel de submissão, mas, durante a masturbação, podem ficar excitadas com fantasias em que são dominadas pelo parceiro. Algumas também gostam de se imaginar no papel dominador, mesmo que não pratiquem isso na vida real.

2. As mulheres ainda costumam lembrar de momentos eróticos vividos com o parceiro atual ou anteriores, geralmente focando em um aspecto da transa que foi especialmente excitante para elas - como uma posição ou um diálogo quente.

3. Elas gostam de fantasiar com um cenário em que são extremamente desejadas por mais de um homem.

4. Também faz parte da fantasia feminina sexo com estranhos ou com pessoas do convívio com quem têm pouca intimidade: um colega de trabalho ou de academia, por exemplo. mesmo com um chefe, funcionário, colega da academia, etc., também fazem parte das fantasias comuns entre as mulheres na masturbação.

5. É comum, ainda, as mulheres não imaginarem nenhum cenário específico neste momento e apenas focarem a atenção no toque e as sensações do próprio corpo.

Fonte: Com informações de Bolsa de Mulher


Conheça a forma ideal para estimular o clitóris e aumente o prazer

Alguma vez você provavelmente já deve ter se perguntado o que fazer para melhor estimular o corpo feminino.

É claro que a mulher vai muito além de um único órgão. Estimular a mulher em todas as suas possibilidades é o indicado.

O clitóris é a parte mais sensível da mulher. Por este motivo ele não deve ser tocado com força, nem com a mão seca.

O melhor é sempre ter alguma lubrificação sobre ele, para que algo sobre ele seja deslizado.

Essa lubrificação pode ser a própria lubrificação feminina gerada pelo prazer que a mulher está sentindo ao já ser estimulada em outras partes do corpo, ou pode ser um gel lubrificante comprado em qualquer farmácia, sex shop, ou loja de produtos voltados ao mundo do sexo. O que não é indicado são estímulos secos.

Detalhe: se for comprar um lubrificante, compre sempre os que são a base de água, e evite outros compostos. A base de água é saudável e não causa lesões nos genitais.

Não tente estimular o clitóris com o pênis

A melhor maneira de estimular o clitóris é não usar somente o pênis.

Se você quiser estimular o clitóris de uma ótima maneira é preciso usar a mão e os lábios.

Se você usar somente o pênis, como ensinaram aos homens através dos filmes pornôs, ficará muito aquém do que a mulher pode sentir.

Pênis em ereção tocado diretamente no clitóris, em geral, não é gerador dos melhores estímulos para as mulheres.

Faça movimentos agradáveis

O clitóris pede movimentos leves e úmidos, ou seja, a sensação de prazer na mulher virá através de movimentos não agressivos.

Este prazer é percebido pelos receptores sensíveis ao toque, ao movimento e a temperatura que existem no corpo inteiro, mas que tem no clitóris uma intensa concentração deles.

As posições sexuais

Em raríssimas posições durante a penetração se consegue estimulação do clitóris. Praticamente em nenhuma das centenas de posturas praticadas se toca o clitóris como deveria ser tocado, como explico alguns segredos no meu livro sobre Orgasmos Femininos.

O melhor estímulo do clitóris não ocorre durante a penetração.

Uma das poucas posições durante a penetração que estimula o clitóris é quando a mulher se posiciona por cima do corpo masculino, como se cavalgasse sobre o seu.

Esta posição, se a mulher estiver sendo penetrada e inclinar levemente o corpo dela pra frente, aproximando um pouco mais de um ângulo de 45º, em geral facilita o toque no clitóris.

Mas mesmo assim, nesta posição, a mulher ainda estará tocando o clitóris dela de forma limitada, porque o toque do clitóris será na base da sua barriga bem próximo do pênis, em uma área que você tem um osso ali (identificado como baixo ventre) onde normalmente iniciam os seus pelos pubianos (pentelhos) e esta parte nem sempre está úmida e nem é tão quente quando a boca por exemplo.

A boca é imbatível no estímulo do clitóris

Sem dúvida nenhuma a boca é o melhor estímulo que se pode proporcionar ao clitóris.

A grande maioria das mulheres prefere receber uma estimulação neste órgão exatamente com a boca.

Então, você pode usar o que quiser, mas a boca, é ainda a preferência nacional para as mulheres. A boca é quente, úmida e excitante para a grande maioria delas.

E sabe o que as mulheres gostam?

Que quando for estimular o clitóris, que não vá direto com a boca em cima dele.

Mais ou menos assim, olha só: quando for estimular um clitóris, depois da mulher já estar permitindo o toque, de você perceber que ela já está aberta para este prazer, para este estímulo, e os corpos já estão excitados, comece a passar a sua boca e os seus lábios nas coxas, na parte interna das coxas, sem pressa.

Assim que tirar a calcinha não bote a boca já direto no clitóris, mulheres adoram uma expectativa, mais do que a objetividade que homens tem nesta hora.

Voltando a falar do estímulo, passando a sua boca vá subindo, chegue na virilha, bem próximo da vagina, mas quando estiver bem perto, pule o toque direto na vagina e evite neste momento já tocar o clitóris.

Deixe ela esperando o toque que vai vir, que a qualquer momento pode acontecer. Isto estimula as mulheres, este vai-não-vai.

Então quando passar perto, deixe ela sentir a sua respiração e a temperatura da sua boca próxima da vagina, dos grandes lábios, mas passe perto, bem perto, e pule esta área.

Vá para o outro lado, para a outra virilha. Beijo levemente, morda levemente, lamba este lado também.

Passe perto mas não toque

Chegue na cintura, passe por ali, de estímulo onde quiser nesta área definitivamente feminina, passe se quiser perto do umbigo e depois volte para próximo do clitóris.

Quando chegar perto do clitóris, rodeie, passe a língua e os lábios em volta dele como se fosse circular com a sua língua todos os lados do clitóris, em volta dele.

Tão perto que neste momento já estará estimulando o clitóris, sem ela ter se dado conta de que você chegava ali, mas não toque nele como se fosse a última oportunidade da vida.

Chegando no clitóris, pode toca-lo bem de leve.

Deixe a mulher entrar no seu jogo, não entre no jogo dela. Você só precisa dar o estímulo, deixe ela ir aumentando a excitação.

Se você der o estímulo certo a excitação vai subir.

Na primeira vez que chegar com a boca nessa área lembre, passe perto, tão perto que ela irá querer mais.

Detalhe: se no meio do caminho, estando excitada, a mulher quiser toque mais forte, pode ficar tranquilo que ela irá sinalizar.

Vai trazer a sua cabeça para perto dela, vai se posicionar de um jeito diferente, vai tentar puxar você para o toque mais forte naquela hora, no entanto, somente se ela quiser.

Se não, faça toques leves e decididos, próximo mas não já diretos no foco, são os campeões no estímulo. Aproveite.

O que você precisa saber e nunca esquecer

A insistência em penetrar o pênis mantém o clitóris longe do prazer possível de ser alcançado com ele. Para melhor estimula-lo vá além do contato genital, use outras partes do seu corpo, use a boca e as mãos, muito mais que o pênis.

Sempre que for ao sexo, lembre de que clitóris existe, e elas adoram um bom estímulo recebido.

Fonte: Sexo sem dúvidas

Amor e Sexo : Confira 3 coisas para você não fazer depois do sexo
Enviado por alexandre em 02/03/2017 00:33:41

Confira 3 coisas para você não fazer depois do sexo

Você pode ter tido a sua melhor relação sexual, com orgasmos e muito prazer, mas algumas atitudes depois disso tudo podem trazer problemas

Quem não gosta daquela sensação de bem-estar, depois de ter tido uma transa maravilhosa com o parceiro? Vocês fizeram tudo o que tinham direito e estãos prestes a dormir. Entretanto, depois desse momento de prazer, algumas coisas que parecem simples podem te trazer muitos problemas.

Como explica a ginecologista Leslie E. F. Page ao site da revista "Women's Health", depois do sexo o corpo apresenta certas reações que fazem com que aumente o risco problemas e doenças. "Durante a relação, os tecidos da vagina foram lubrificados, ficaram inchados e sofreram fricção. Isso tudo muda a maneira como o corpo reage em relação ao ambiente. Há um grande risco de contrair alguma infecção", diz a especialista. E as coisas que você fizer neste instante podem influenciar diretamente neste cenário.

Diante disso, veja dicas do que evitar logo após o sexo para manter a saúde em dia:

Não se esqueça do xixi

Quando xixi encosta na vagina, bactérias podem ser empurradas para sua bexiga. "Isso pode resultar em uma infecções da bexiga pós-coito," diz o obstetra Robert Lã. A sugestão dele é que você espere uma hora depois do sexo para urinar.

O médico ainda lembra que durante a relação sexual, há o inchaço e podem ocorrer pequenas lesões, deixando a pele da vulva da mulher mais sensível e propensa a infecções. Portanto, depois do xixi, outra coisa que pode ser feita é limpar da frente para trás, para evitar a propagação matéria fecal a partir do seu ânus para a zona V.

Sem excessos na hora da higiene íntima

Algumas mulheres podem sentir vontade de tomar um banho e lavar com sabão a região íntima depois do coito, mas isso é realmente desnecessário. A pele pode reagir de maneira diferente a produtos de limpeza no pós-sexo e o uso de sabão pode levar a irritação vaginal e secura", diz Lã.

Leslie também explica que a "vagina é um órgão de auto-limpeza, que precisa ser tratada muito, muito gentilmente". Ela sugere a seguinte comparação: "Se você não coloca em sua boca, não deve colocar na sua vagina".

Se você quiser tomar um banho depois da relação, use apenas água para enxaguar a região íntima.

Não durma de lingerie sexy

"Depois do sexo, sua pele tende a ficar quente e úmida, graças à transpiração, às secreções vaginais e ao sêmen", comenta Leslie. Por isso, neste momento ela precisa "respirar". Pensando nisso, você pode até usar uma lingerie de algodão, mas nem pense em vestir qualquer peça ou coisas de nylon, rayon ou poliéster na região íntima. "A vagina gosta de ar para respirar", diz Lã.

Delas / iG

(1) 2 3 4 ... 57 »