Amor e Sexo - Novidade para casal: Conheça a posição sexual 68 e saiba como fazer - Notícias
(1) 2 3 4 ... 59 »
Amor e Sexo : Novidade para casal: Conheça a posição sexual 68 e saiba como fazer
Enviado por alexandre em 13/01/2018 02:38:47


Todos conhecem a posição 69. Um estilo acrobático que exige sincronia para dar prazer aos dois. E não é que alguém arrumou um jeito de fazer uma variação?

O 68 é uma variação da 69, mas no lugar de dar prazer para os dois ao mesmo tempo, ela dá prazer a um de cada vez com mais intensidade. É que enquanto você tem prazer no 69, também precisa se concentrar em fazer o oral. Aqui, você pode ter aquele seu momento egoísta em que realmente se foca no que o cara está fazendo e poderá conseguir algo mais intenso.

COMO FAZER

Um dos dois vai ficar deitado de costas com os joelhos flexionados e os pés apoiados no chão ou no colchão. O outro vai se deitar de costas em cima do parceiro, como na ilustração. Deve ser com os pés e mãos apoiados para não jogar todo peso do corpo. O homem vai ter total acesso à vagina e poder explorar cada cantinho. Na vez da mulher, ela vai poder ter uma visão privilegiada do pênis do companheiro.


Médico pede para que mulheres evitem urinar antes do sexo;entenda
Para o bem da saúde, mulheres devem evitar fazer xixi antes do sexo

Para o bem da saúde, mulheres devem evitar fazer xixi antes do sexo. O conselho foi dado pelo urologista David Kaufman para uma reportagem para o site norte-americano Yahoo! e tem mais de uma justificativa médica - incluindo o risco de quadros de infecção urinária.

Xixi antes de transar: por que não fazer

A primeira razão pela qual a mulher deve evitar urinar antes do sexo é que, de acordo com o especialista, a bexiga vazia fica mais suscetível a bactérias.

Durante a relação sexual, bactérias da vagina podem ser empurradas para dentro da uretra e, se há um armazenamento de urina, ou seja, uma espécie de “estoque”, ele cria um fluxo que impede a entrada de bactérias.

Além disso, fazer xixi antes de transar diminuiria a vontade de urinar depois do sexo, algo considerado de extrema importância para o combate a infecções.

Ir ao banheiro cerca de 45 minutos depois da relação sexual ajuda a expulsar as bactérias que podem ter entrado na vagina, já que o xixi é capaz de “lavar” a região e evitar contaminações.

Estudos indicam que fazer xixi depois do sexo reduz em até 80% nos riscos de uma infecção urinária na mulher, além de diminuir do contato da área íntima com bactérias, micróbios e secreções que aumentam as chances de doenças na vagina.

É importante ressaltar, no entanto, que se a mulher estiver com muita vontade de urinar, não deve esperar o término da relação. Afinal, segurar o xixi por muito tempo tampouco é recomendável, uma vez que também pode provocar problemas de saúde.

Fonte: Com informações do Vix

Amor e Sexo : Fazer sexo antes de dormir é o melhor remédio para insônia
Enviado por alexandre em 06/01/2018 01:17:05

Fazer sexo antes de dormir é o melhor remédio para insônia
A pesquisa foi feita com 460 pessoas

Se você estiver com dificuldades para dormir, fazer sexo pode ser uma boa opção para a tão sonhada noite de descanso. Segundo um estudo feito pelo especialista em sono Michele Lastella, ter uma relação sexual antes de dormir é o segredo para um sono perfeito. No entanto, a qualidade do sono está diretamente associada ao orgasmo e à satisfação mútua dos parceiros.

No estudo, realizado com 460 adultos com idade entre 18 e 70 anos, Lastella, que é pesquisador da Universidade Central Queensland, na Austrália, concluiu que a maioria das pessoas têm muita dificuldade de ‘desligar’ antes de dormir. Por outro lado, 64% dos participantes relataram dormir melhor após fazerem sexo com um parceiro e chegarem ao orgasmo.

“Existem fortes evidências para você trocar o tempo em frente às telas por um período de ‘brincadeiras’. Quando você está envolvido no sexo, você não está pensando no que tem que fazer no dia seguinte, você não está mexendo no telefone. Isso o distrai.”, afirmou o pesquisador.

Um estudo semelhante, conduzida pela Oxford Economics e pelo Centro Nacional para Pesquisa Social, da Inglaterra, descobriu que uma boa noite de sono e sexo bde qualidade superam o impacto do dinheiro no bem-estar.

“Um sono de qualidade é o maior contribuinte para uma vida melhor”, disseram os pesquisadores. Aqueles que se descreveram como mais felizes, também relataram estar mais satisfeitos com sua vida sexual.

Fonte: Com informações da Veja São Paulo

Descubra quanto tempo dura uma relação sexual satisfatória

estudo também demonstrou que 75% dos homens atingem orgasmo

O tempo no sexo é relativo e depende de quão excitado você esteja. Se você tomou álcool ou não, do lugar, do momento, da pessoa. No entanto, alguns especialistas realizaram cálculos, cujos resultados são bastante surpreendentes.

Eles descobriram que o sexo para a maioria dos casais heterossexuais dura em média 19 minutos: 10 minutos de carinhos e 9 de sexo. Além disso, a enquete mostrou que 52% dos casais entrevistados estão satisfeitos com o tempo, mas 23% dos homens e 19% das mulheres disseram que o tempo gasto é insuficiente, apesar de passarem mais tempo na cama do que a média.

O estudo também demonstrou que 75% dos homens atingem orgasmo em todas as relações sexuais, enquanto apenas 28% das mulheres chegam ao clímax. Ainda de acordo com a enquete, um orgasmo compartilhado ocorre uma a cada três vezes, mais ou menos.


Fonte: Com informações do Noticias ao Minuto

Amor e Sexo : Há 3 tipos de orgasmos vaginais, diz especialista que ensina a atingir cada um
Enviado por alexandre em 01/01/2018 22:30:12


Uma mulher pode alcançar o orgasmo de diferentes formas, mesmo em uma única região do corpo.

Apesar de não ser um fato amplamente conhecido, há 3 tipos distintos de orgasmos vaginais e cada um deles pode ser experimentado de forma variada, segundo defende o coach em relacionamentos Jordan Gray.  Como atingir o orgasmo vaginal de diferentes formas

Orgasmo clitoriano: como o nome indica, trata-se do prazer máximo que pode ser alcançado através do estímulo do clitóris. É o tipo de prazer mais comum e facilmente experimentado pela maioria das mulheres e sequer exige penetração do pênis, ou seja, pode ser obtido através da masturbação e, claro, do sexo oral.

Orgasmo pelo ponto G: o clímax pela região caracterizada como um tecido esponjoso de cerca de 1,5 polegadas localizado dentro da vagina, na parede superior, produz excitação sexual profunda, orgasmos poderosos, mas raramente é experimentado pela maioria das mulheres, já que ponto nem sempre é facilmente identificado e estimulado corretamente. Muitos especialistas duvidam de sua existência, mas, se a área for descoberta, deve haver uma leve pressão inicial até que os movimentos se tornem mais vigorosos e acelerados.

Orgasmo cervical: de acordo com o especialista, é, de longe, o orgasmo vaginal mais profundo e intenso. Muitas vezes, resulta em uma sensação de prazer e formigamento ao mesmo tempo, que pode durar vários minutos. Também bastante difícil de ser experimentado, esse tipo de clímax teria mais chances de ocorrernas posições de cavalgada, quando a mulher se senta sobre o parceiro, ou na pose de quatro apoios, com a penetração vaginal por trás.

Vix.com


Sexo faz bem, mas qual é a frequência ideal? VEJA O QUE DIZEM OS ESPECIALISTAS!


Sexo bom é com consentimento e com camisinha, hein!

Não há dúvidas de que fazer sexo nos deixa mais felizes, dispostos, de bem com a vida, com a pele brilhando e uma vontade maluca de dançar qualquer música do Sinatra pelas ruas da cidade. A questão é: quantas vezes por semana precisamos fazer sexo para ter uma melhora significativa de humor? Antes de continuar lendo a matéria, pense com calma e veja, depois, se você consegue acertar o resultado.

A resposta para essa dúvida intrigante e bastante sensata foi dada por uma pesquisa divulgada no Social Psychological and Personality Science. O documento foi uma análise de duas pesquisas, sendo que uma delas foi realizada durante 23 anos com mais de 25 mil pessoas.  Dos indivíduos pesquisados, dois terços eram casados ou estavam em relacionamentos sérios de longo prazo. A análise revelou que, de fato, fazer sexo traz inúmeros benefícios para a nossa saúde física e mental, e que a média necessária para que tenhamos a sensação de felicidade é a de uma vez por semana.

Acha pouco ou está bom assim?

De acordo com a responsável pelo estudo, Amy Muise, é comum que os casais se sintam pressionados a fazer muito sexo. Segundo ela, estabelecer essa média de sexo uma vez por semana é uma forma de ter um objetivo realista. Muise nos lembra também de que a pressão por sexo diário ou em uma frequência muito alta faz com que, com o passar do tempo, as pessoas acabem perdendo o interesse pela atividade.

A pesquisadora comenta, no entanto, que a média ideal pode ser, sim, de uma vez por semana, mas que isso não deve fazer com que casais que façam sexo com mais frequência tentem diminuir o ritmo. Muise explica que, para alguns casais, reduzir o ritmo seria reduzir a sensação de satisfação e felicidade, o que não é a intenção. Agora conte para a gente o que você achou dessa pesquisa: uma vez por semana é pouco ou está de bom tamanho?

Mega curioso

Amor e Sexo : Casal cria regras e propõe desafio de fazer sexo todos os dias por um mês
Enviado por alexandre em 30/10/2017 11:09:56

A lista de tarefas que o casal deve cumprir foi compartilhada por um usuário do Reddit e tem como objetivo tentar fugir um pouco da temida rotina

Os “desafios dos 30 dias” não são exatamente algo novo. Na internet, é possível encontrar temáticas variadas para o desafio, que normalmente consiste em repetir uma atividade durante esse período rumo a um objetivo ou a uma conclusão. Ainda que a maioria deles foque em atividades físicas (visando, por exemplo, fortalecer o abdômen ou eliminar algum tipo de gordura localizada), um casal decidiu adaptá-lo. Para quem topar, o plano é fazer sexo ao menos uma vez por dia durante um mês e, em cada um dos dias, o casal terá uma tarefa a cumprir.

A ideia foi compartilhada por um usuário do Reddit que afirma estar começando as tarefas e, antes de listá-las, ele explica que, como todo desafio, há regras. Segundo ele, os dois parceiros ganham o direito de vetar duas tarefas cada um e, em dias “vetados”, eles podem fazer sexo sem focar em uma atividade específica. Os dias em que a mulher estiver menstruada ou em que algum dos dois estiver em uma viagem de trabalho, por exemplo, podem ser tratados como uma pausa, se necessário. Além disso, se o casal perder um dia, deve adicionar um dia a mais na duração total do desafio.

Mas, afinal, qual é o objetivo de um desafio como esse? Segundo o usuário, a meta é testar práticas novas e sair da rotina, motivo de reclamação de muitos parceiros após passarem muitos anos em um relacionamento.

Ainda que a meta seja positiva, a ideia dividiu opiniões entre os usuários do fórum. Nos comentários, um internauta afirma: “Meus testículos ficariam doloridos após o décimo dia consecutivo“. Outro afirma que o desafio pode não ser uma boa ideia para quem tem a libido baixa. Enquanto isso, outras pessoas expressaram a vontade de tentar e comentaram sobre as tarefas.

Jogo para esquentar a relação

Para a psicóloga e sexóloga Priscila Junqueira, novidades, brincadeiras e jogos eróticos podem ser a chave para retomar aquele fogo do início do relacionamento. Ainda assim, na hora de incorporar algo assim na rotina, é importante lembrar que tudo o que envolve sexo , também envolve consenso. Apesar de experimentar novas práticas ser algo positivo, ninguém deve se obrigar a fazer coisas desconfortáveis.

Se seu parceiro ou parceira estiver de acordo com a brincadeira, confira algumas das tarefas mais interessantes para se inspirar e criar o próprio desafio:

- Fazer apenas sexo oral até que os dois tenham chegado ao orgasmo;

- Testar posições avançadas do Kama Sutra (tomando cuidado para evitar acidentes, é claro);

- Fazer com que os dois cheguem ao orgasmo sem que haja penetração, usando apenas as mãos, a boca ou brinquedos eróticos;

- Fazer provocações por baixo da mesa em um jantar fora de casa (sem comportamentos ilegais, por favor!);

- Fazer sexo em um lugar da casa onde isso nunca tenha acontecido.
Fonte: Com informações do iG/ Delas

Amor e Sexo : Pompoarismo: 4 razões para você começar a praticar já
Enviado por alexandre em 21/10/2017 02:34:09

Conheça os benefícios da ginástica íntima

Lu Riva dificilmente teria entrado em contato com o pompoarismo se não fosse através de uma infecção urinária intermitente. A prática, ainda mal vista por muitas pessoas, não só melhorou a saúde de Lu como revolucionou sua vida sexual e profissional: além de feliz na cama, a ex-bancária toca uma das primeiras escolas em São Paulo dedicadas ao pompoarismo.

"Quando as pessoas conseguem entender que o pompoar é um exercício físico, que traz vários benefícios à saúde e também à vida sexual, que se trata de valorização do feminino e que toda mulher deveria aprender, percebem o quanto essa técnica é rica.", explica a especialista sobre como o olhar tanto das mulheres como dos homens tem mudado em relação ao pompoarismo.

Ainda discute-se bastante sobre a origem da técnica, mas a ginástica íntima começou a ser assunto quando o Dr. Arnold Kegel desenvolveu, na década de 40, vários exercícios voltados à musculatura genital feminina. Desde então, a saúde e vida sexual de muitas mulheres e casais tem mudado e a "ginástica do prazer" se popularizou.

Da recuperação pós-parto até orgasmos mais intensos, leia a seguir 4 razões pelas quais você já deveria ter começado a praticar o pompoarismo!

1. O pompoarismo vai melhorar sua saúde

"Eu tinha muitas crises de infecção urinária, foi então que pesquisando descobri que é cientificamente comprovado que o pompoar ajuda mulheres que têm incontinência urinaria, apesar de não ser meu caso, Comecei a treinar e estudar vários livros sobre pompoar, e quando não sabia direito como fazer o exercício marcava consulta médica, para tirar dúvida.", conta a expert em pompoarismo, Lu Riva.Além de serem benéficos para quem sofre com cistites e incontinência urinária, os exercícios do pompoarismo são ideais também para as gestantes, facilitando a abertura do canal para o parto e na recuperação da musculatura genital depois do nascimento do bebê. Quem sofre de infecções genitais reincidentes também sentirá diferença na saúde depois da prática do pompoarismo.

2. Você pode revolucionar sua vida sexual

Um assoalho pélvico forte é garantia de mais prazer tanto para você como para o seu parceiro. O pompoarismo se concentra em desenvolver a musculatura dos três anéis vaginais, que quando fortalecidos, podem gerar orgasmos históricos para o casal.Assim funcionam os exercícios sexuais, para quem está em um estágio mais avançado do pompoarismo: apenas com a musculatura dos anéis vaginais a mulher pode simular o efeito do sexo oral no homem ("sugar") ou "estrangular" -- técnica que consiste em apertar o pênis do parceiro no momento da ejaculação garantindo um orgasmo mais longo.

3. Você pode começar a fazer pompoarismo em casa

Preguiça ou falta de tempo não são desculpas para não começar já a fazer sua ginástica vaginal. Você pode fazê-la em qualquer momento do dia, em casa, no trabalho, no metrô e até sentada!A especialista em pompoarismo Lu Riva passou as dicas para quem quer começar a praticar o pompoar now:1) "Para achar primeiro anel: a mulher deve se sentar na cadeira, em cima de sua mão. Ela vai se concentrar na entrada da vagina, então ela vai tirar o ar tentando contrair a entrada da vagina. O exercício estará correto se ela sentir o períneo (músculo que divide a vagina do ânus) movendo em sua mão."2) "Segundo anel: fique em pé com as pernas um pouco abertas, com a bexiga vazia, faça um movimento como se estivesse segurando a urina. O movimento estará correto se você sentir o clitóris mexendo sutilmente."3) "O terceiro anel: deite-se de costas e relaxada. O terceiro anel fica no pé da barriga, onde fica a marca da cesárea ou para quem não fez cesárea, no pé da barriga. Tire todo o ar dessa região. Aí estará o terceiro anel."Para quem quer começar usando os brinquedinhos, Lu Riva dá as dicas:"O colar tailandês é ótimo pois ele ajuda a aluna a desenvolver a coordenação entre os anéis vaginais. O ben wa (duas bolinhas com peso) desenvolve a força, e o vibrador específico para o treino desenvolve o músculo e a velocidade dos movimentos."

4. Aumente a sua libido

Quem acha que o pompoarismo só entra em ação na hora do ato sexual, pense de novo. Os exercícios também estimulam a consciência corporal e criam uma ligação mental maior com os órgãos genitais, fazendo com que a mulher consiga controlar sua libido a partir da contração e descontração da musculatura da região pélvica.A ginástica do pompoarismo estimula a área genital e gera maior fluxo sanguíneo na região, estimulando o órgão fazendo você entrar no clima quando quiser.
Fonte: Tão feminino

(1) 2 3 4 ... 59 »