Urgente - VÍDEO MOSTRA FILHO DE VEREADOR ESPANCANDO MULHER A SOCOS, JOELHADAS E CHUTES. VEJA - Notícias
« 1 2 (3) 4 5 6 ... 49 »
Urgente : VÍDEO MOSTRA FILHO DE VEREADOR ESPANCANDO MULHER A SOCOS, JOELHADAS E CHUTES. VEJA
Enviado por alexandre em 01/11/2016 19:38:59


A Polícia Civil vai indiciar por lesão corporal nesta terça-feira, 1º, o pedreiro Kelvin Luiz Assis Soares, de 24 anos, acusado de ter agredido com socos, joelhadas e chutes uma jovem de 18 anos, em Álvaro de Carvalho, no interior de São Paulo. O espancamento foi gravado por uma câmera de monitoramento, e as imagens foram divulgadas nesta segunda-feira, 31.

O agressor é filho de um vereador da cidade e tem fama de violento. Ele manteve relacionamento com a vítima, com quem tem uma filha de 3 anos. O suspeito já foi condenado por lesão corporal grave durante uma briga, mas continuou em liberdade.

As imagens mostram a vítima sentada em uma mesa, na frente de um bar, com outra jovem, quando Kelvin chega e vai desferindo socos. A jovem se levanta e tenta escapar, mas ele a puxa pelos cabelos e desfere vários golpes com o joelho. Foram oito joelhadas no peito e no rosto, além de um chute na cabeça da vítima.

O nariz dela começa a sangrar e, quando tenta se afastar do local, já fora do alcance da câmera, a jovem volta a ser agredida. Um funcionário do bar, que já estava com as portas baixadas, tentou ligar para a polícia, mas foi ameaçado pelo agressor.

O agressor dá várias joelhadas na vítima
A jovem foi socorrida pela amiga e só prestou queixa à Polícia Civil dois dias depois, o que evitou que o agressor fosse preso em flagrante. Ela passou por exame de corpo de delito e foi colocada sob medida protetiva, deferida pela Justiça local.

De acordo com a delegada Darlene Rocha Costa, o rapaz já tem ao menos dez registros de violência contra pessoas, de agressões a tentativa de homicídio, além de desacato. Há ainda um registro anterior de violência contra a jovem.

A delegada informou que o pai de Kelvin, o vereador Luiz Geraldo Assis Soares (DEM), procurou a Polícia Civil nesta terça-feira, e manifestou condescendência com o comportamento do filho.

Procurado pela reportagem, o rapaz, que trabalha como pedreiro na construção da penitenciária da cidade, não deu retorno. Até o início da tarde, ele não tinha constituído advogado. O vereador também foi procurado e não retornou.

Fonte: Estadão


ATENÇÃO! IMAGENS FORTES!
http://portaldozacarias.com.br/site/noticia/imagens-fortes--video-mostra-filho-de-vereador-espancando-mulher-a-socos--joelhadas-e-chutes.-veja/

Urgente : Pesquisa revela que uso do crack é consequência da exclusão social
Enviado por alexandre em 22/10/2016 02:40:52

Pesquisa revela que uso do crack é consequência da exclusão social

Pesquisa revela que uso do crack é consequência da exclusão social

Ao contrário do que o senso comum acredita, o crack não causa exclusão social. Pelo contrário, segundo especialistas, o uso da droga é consequência de uma vida precária que leva à dependência e faz com que muitos sejam encontrados em situação de pobreza extrema, usando a droga nas ruas de cidades brasileiras, vulneráveis a riscos, como homicídios. A constatação é de Pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgada nesta sexta-feira no Rio de Janeiro. Depois de analisar cerca de 200 entrevistas com usuários e profissionais de saúde mental, o levantamento mostra que o uso da droga apenas piora a situação de pessoas que não têm laços familiares, moradia, trabalho e estudo – problemas que chegaram antes da dependência. "O crack não é a causa da exclusão, é um elemento a mais, que reforça a exclusão social, processo que é anterior [à droga], no entanto, é reversível”, afirmou um dos autores da pesquisa, Roberto Dutra Torres, professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF), ao divulgar os resultados, na Fiocruz. “Ninguém vira zumbi pelo crack”, reforçou.

Segundo ele, reverter a dependência é possível por meio de políticas públicas sociais, de saúde e de reintegração na comunidade e nas próprias famílias. Como exemplo, citou o programa da prefeitura de São Paulo, De Braços Abertos, que tirou usuários das ruas do centro, oferecendo moradia em hotéis próximos e empregos como gari, pagando salário e oferecendo tratamento. As análises divulgadas hoje são um desdobramento da Pesquisa Nacional sobre o Crack, encomendada em 2014 pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad), que traçou um perfil dos usuários da droga. O estudo identificou que compõem menos de 1% da população – bem menos do que dependentes de álcool – chamando atenção para o “pânico social” criado em torno do crack. A situação gerou estigma e afastou usuários da cidadania, diz o texto.

O psiquiatra Leon Garcia, ex-diretor de Articulação e Projetos da Senad, lembrou que, nos questionários, quando perguntados sobre o que precisavam para largar a droga, as respostas dos usuários eram claras: um local para morar, para tomar banho, para comer, trabalho e tratamento. “A gente precisa atender a essas necessidades. Não podemos achar que a internação é uma solução para todos”, afirmou. Na psiquiatria, lembrou, a necessidade de internação é uma exceção e o desafio é manter pessoas longe das drogas no cotidiano de cada uma. “Para conseguir isso [que pessoas se afastem do crack], se eu estou morando em um lugar onde eu consigo dormir à noite, em vez de estar na calçada, talvez, isso me faça usar menos drogas, como mostram análises sobre o programa de São Paulo, no qual o consumo individual caiu 60%”", acrescentou o especialista, que participou da divulgação do estudo hoje no Rio. Antes, na capital paulista, usuários moravam em barracas, fumando pedras nas ruas, como ocorre bem perto da Fiocruz, com dependentes morando às margens da Avenida Brasil.

Dados já divulgados mostram ainda que a maioria dos usuários de crack são homens negros, de até 30 anos, sendo que 40% vive nas ruas e são mais suscetíveis a homicídios do que o restante da população. Eles também são mais vítimas de violência sexual do que a média. As entrevistas da Fiocruz foram realizadas na região metropolitana de Porto Alegre, Rio de Janeiro, Fortaleza, Recife, Salvador e Campos Goytacazes, no norte-fluminense.

Agência Beasil

Urgente : Ouro Preto: campanha de arrecadação busca ajudar Missionária Creuza
Enviado por alexandre em 10/10/2016 18:59:06


Uma campanha de arrecadação está sendo realizada em prol de Creuza Alves de Oliveira, mais conhecida por Missionária Creuza. A ação busca angariar materiais de construção para a elevação de um muro na residência da missionária.

Creuza explica que reside sozinha e que seu quintal não possui muro e quando chove a enxurrada invade sua propriedade. A missionária conta que passa a maioria do tempo viajando pregando o evangelho e quando retorna se depara com estragos em seu quintal e até mesmo na sua casa provocados pelas águas da chuva.

Segundo a evangélica, já conseguiu arrecadar tijolos. E que caso consiga construir esse muro, além de prevenir contra a enxurrada, poderá possuir um cachorro que irá ajudar a cuidar do quintal durante sua ausência.

De acordo com Creuza, a mesma não recebe salários ou qualquer outra renda fixa para realizar o trabalho missionário e constantemente viaja para diversas cidades do estado pregando o evangelho e em muitas das vezes fica até 30 dias fora de casa.

Os interessados em ajudar a Missionária Creuza devem entrar em contato pelos telefones: (69) 9-8104-0521 / 9-9909-5937.

GAZETA CENTRAL

Urgente : PROMOTORA DE JUSTIÇA ABANDONA A COMARCA DE HUMAITÁ
Enviado por alexandre em 07/10/2016 23:46:17


Nem bem foram divulgado os número finais das Eleições Municipais, a promotora de Justiça eleitoral da comarca de Humaitá, Sul do Amazonas, Eliana Leite Guedes, bateu em retirada, deixando para trás uma quantidade imensa de processuais judiciais pendentes de sua apreciação.

O PORTAL DO ZACARIAS, desde terça feira vem recebendo inúmeras reclamações da população humaitanese face ao descaso da promotora eleitoral para com as questões judicias pendentes de análise e julgamento.

Aliás, o município de Humaitá sofre permanentemente com a falta do representante do MP-AM, embora a cidade disponha de instalações modernas e confortáveis para o desempenho do trabalho dos fiscais da lei.

Vale resaltar que a sociedade paga R$ 4.300,00 (quatro mil e trezentos reais) só de auxilio-moradia para esses marajás do serviço público.

Com a palavra o procurador-geral de Justiça Fábio Monteiro para responder aos reclamos do povo da terra da mangaba do rio Madeira.

Urgente : Aplicativo ajuda eleitor a denunciar irregularidade e conhecer candidatos
Enviado por alexandre em 21/09/2016 18:26:31

Aplicativo ajuda eleitor a denunciar irregularidade e conhecer candidatos

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já disponibilizou o aplicativo para dispositivos móveis – smartphones e tablets – chamado ‘Pardal’. Essa ferramenta permite ao eleitor denunciar infrações eleitorais, por meio do envio de textos, vídeos, fotos ou áudios contendo informações que auxiliem a Justiça Eleitoral na fiscalização e na manutenção da regularidade das campanhas eleitorais. Em Campina Grande, a Justiça já recebeu 130 representações. O TSE também disponibiliza do ‘DivulgaCan’ para o eleitor conhecer seu candidato.

No aplicativo Pardal, os ilícitos eleitorais estão classificados em: propaganda eleitoral, compra de votos, uso da máquina pública, crimes eleitorais, doações e gastos eleitorais e outros. As irregularidades serão encaminhadas automaticamente para bancos de dados com acesso do Ministério Público Eleitoral (MPE). O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) também será informado sobre as supostas infrações e analisar se houve para multar o candidato.

A solução Pardal foi desenvolvida em 2012 pelo TRE do Espírito Santo. No pleito de 2014, o aplicativo também foi utilizado de forma localizada por alguns estados e, agora, será ampliado para todo o país.

O Pardal Móvel já está disponível para ser baixado via Google Play e Apple Store (iOs e Android). Já o DivulgaCan pode ser acessado no site do TSE (www.tse.jus.br ).

« 1 2 (3) 4 5 6 ... 49 »