Jesus - Lei do retorno: muitas coisas na vida não têm preço. Mas todas têm troco - Notícias
(1) 2 3 4 ... 33 »
Jesus : Lei do retorno: muitas coisas na vida não têm preço. Mas todas têm troco
Enviado por alexandre em 07/02/2019 10:41:42

Lei do retorno: muitas coisas na vida não têm preço. Mas todas têm troco

Reciliênciamag.com
A lei do retorno é uma engrenagem exata onde todas as peças se encaixam e funciona na inteligência suprema de Deus, que nós, seres humanos, não somos capazes de alcançar.
A todo momento que você pensa e age, um bumerangue na energia que você produziu é lançado no universo. Ele pode ir longe ou não. Mais uma coisa é certa: seja o bem ou seja o mal que foi jogado, ele sempre retorna ao ponto de origem: você! Muitas coisas na vida não têm preço. Mas todas têm troco.
A lei do retorno tem seu jeito próprio de agir. Ela é uma ordem criada por Deus para se desenvolver naturalmente. Os pesos e as medidas são exatos, conforme nosso ato e bagagem de todas as vidas já experimentadas. Funciona exatamente como uma semente plantada que dará o fruto que a ela corresponder e nunca outro.
Retorno Imediato
Às vezes, a lei do retorno é direta. Alguém o derruba nessa esquina e na próxima leva um tombo. Você ajuda o próximo aqui e logo ali um anjo aparece em sua vida, trazendo-lhe a solução que tanto esperava. Se acontecesse sempre assim, teríamos mais clareza de sua existência e precisão. Mas essa é aquela semente que brota rapidamente, como a do feijão que começa a germinar em dois dias. Na lei do retorno são mais raras, mas ainda possíveis.
Retorno a médio prazo
Existem ocasiões em que o bumerangue da lei do retorno demora anos para voltar ao ponto de origem. Alguém o rouba hoje e somente quando essa pessoa estiver idosa é que o carma criado vai se manifestar. E… pimba! no momento em que mais precisava, o universo vem cobrar a dívida do passado, e sem qualquer negociação. Você passa a vida toda ajudando todo mundo, e quando desiste dos seus sonhos, vem Deus e o coloca onde você sempre quis estar.

Retorno a longo prazo
Mas na maioria dos acontecimentos, o retorno pode demorar literalmente uma vida. Ou até mais. Tudo depende de uma conjuntura de fatores. Primeiro você precisa estar preparado para o fardo. Deus nunca lhe traz aquilo que você não pode suportar. Então, antes de pagar a dívida, é preciso que a alma evolua. Muitas vezes, a pessoa o humilhou a vida toda, pela soberba de sua riqueza, e só na próxima vida ela virá pobre para evoluir sua alma na dificuldade financeira, sendo vítima de todas aquelas situações em que, outrora, ela o havia humilhado.
Ausência aparente de retorno.
Alguém que o prejudicou pode nunca pagar por isso, uma vez que o mal causado vem do débito que você tinha com tal pessoa, desde vidas passadas. Na verdade, ela que está acertando as contas com você. Isso não quer dizer que ela esteja livre da dívida pelo que lhe causou. Mas, se esse retorno vier, será na razão e no mistério de Deus, bem longe do nosso entendimento. Da mesma forma, alguém que muito ajuda os outros, mas padece em sua própria vida, pode estar devolvendo aquilo que um dia tirou. E seu retorno será a quitação das dívidas do passado. Portanto, também invisível aos nossos olhos.
A lei do retorno é uma engrenagem exata onde todas as peças se encaixam e funciona na inteligência suprema de Deus, que nós, seres humanos, não somos capazes de alcançar.
Para nos mantermos no melhor de nós mesmos e evitar dívidas desnecessárias e perigosas, nesta ou nas próximas vidas, devemos sempre ter em mente aquela musiquinha da banda Legião Urbana linda de se ouvir: “Tudo que você faz, um dia volta para você.
E se você fizer o mal, com o mal mais tarde terá de viver. (…) Como um bumerangue, tudo vai voltar…”

Jesus : Pessoas Que Choram Muito São Pessoas Poderosíssimas
Enviado por alexandre em 05/02/2019 10:48:54

Pessoas Que Choram Muito São Pessoas Poderosíssimas

Todas as emoções não são iguais nem encontram o mesmo grau de aceitação em nossa sociedade.
A tristeza, entretanto, está catalogada como uma emoção negativa, uma emoção que se deve esconder e que inclusive deveríamos ter vergonha.
As expressões da tristeza, com os ombros caídos, o olhar triste e choro, são considerados sinais de debilidade e insegurança.
Uma sociedade que sempre demanda que estejamos felizes e alegres, dispostas a comermos o mundo, simplesmente é tremendamente injusta. Porque não funcionamos assim, frequentemente nos entristecemos.
Leia mais: Não me peça pra ser forte quando eu estiver chorando
Estigmatizar a tristeza só serve para nos fazer sentir pior, para que pensemos que não somos o suficientemente fortes como para aguentar os problemas sem virmos abaixo. Por que as pessoas que choram são mais equilibradas emocionalmente?
1. Não reprimem as suas emoções: Não há motivos para esconder a tristeza. Só as pessoas seguras de si mesma, com uma grande Inteligência Emocional, são capazes de reconhecer as suas emoções e expressá-las, mesmo que estas sejam consideradas “negativas”.
Leia mais: O perigo de silenciar os sentimentos
É necessário muita coragem para nadar contra a corrente e expressar quem você realmente é ou como se sente nesse momento. Na verdade, o filósofo Séneca afirmou que “Não tem maior causa para chorar que não poder chorar“.
Manter a mente fria e reprimir as emoções tem um grande custo, não só para nossa saúde psicológica como também física. Numerosos estudos tem vinculado a repressão emocional com um maior risco de desenvolver enfermidades como asma, hipertensão e patologias cardíacas.
2. Aproveitam as lágrimas para mudar a perspectiva: As lágrimas não só são a água que limpamos a alma senão que também limpamos os nossos olhos, para permitir-nos ver a situação a partir de outra perspectiva.
As lágrimas nos fortalecem e nos permite crescer. Com já dizia a poeta uruguaia Sara de Ibáñez: “Vou chorar sem pressa. Vou chorar até esquecer o choro e alcançar o sorriso”.
Leia mais: Um brinde aos chorões: estudo revela que são mais fortes
Na verdade, 70% das pessoas pensam que chorar é reconfortante. E que o choro nos permite ver a situação por uma perspectiva mais positiva.
Quando terminamos de chorar, a nossa mente se encontra mais clara e em poucos minutos seremos capazes de analisar a situação a partir de outro prisma. Isto se deve a que as nossas emoções se equilibraram e nossa mente racional está preparada para entrar em ação.
3. Sabem que o choro é terapêutico: O choro estimula a libertação de endorfinas em nosso cérebro, que nos ajudam a aliviar a dor e também fomentam um estado de relaxamento e paz. É por isto que depois de chorar, nos sentimos muito melhores e relaxados.
Na verdade, foi verificado que não é conveniente cortar o choro, mas deixar que flua porque a primeira fase só tem um efeito ativador mas a segunda fase tem um efeito calmante que reduz a frequência cardíaca e respiratória, propiciando um estado de relaxamento. Ás vezes, o choro é mais benéfico que o riso.
Leia mais: Estudo comprova que chorar pode melhorar disposição
Um estudo realizado na Universidade da Florida descobriu que o choro é profundamente terapêutico, sobretudo quando se une com um “remédio relacional”, ou seja, quando se aproxima outras pessoas e estas nos dão consolo.
Também perceberam que o choro triste, esse que está destinado a criar novos vínculos depois de uma perda, tem um poder catártico.
4. Não se submetem as expectativas sociais: As pessoas que não tem medo de chorar se sentem muito mais livres, são capazes de expressar-se sem se verem pressas pelos convencionalismos sociais.
Estas pessoas não tem medo de decepcionar os demais nem a mostra sua suposta “debilidade”, porque sabem que na realidade chorar não implica em nada disso.
Leia mais: Você tem direito a um dia cinza
As pessoas que choram são mais verdadeiras e não querem se ver maquilhadas pelas expectativas sociais. Essa consciência as levam a serem mais livres e a levar uma vida segundo suas próprias regras.
Estas pessoas são verdadeiros “ativistas” que lutam por uma sociedade mais saudável emocionalmente onde as pessoas não se vêem obrigadas a esconder o que sentem.
5. Conectam emocionalmente através das lágrimas: O choro é uma das expressões mais íntimas dos nossos sentimentos.
Quando choramos na frente de alguém, é como se estivéssemos desnudando nossa alma. Por isso, as lágrimas ajudam a criar um conexão muito especial, é como se conectássemos diretamente através do nosso “eu” mais profundo.
Leia mais: Quem tem vergonha de chorar?
Quando uma outra pessoa “aceita” essa tristeza, sem tentar fugir dela ou nos brindar de falsas palavras de alento, simplesmente nos apoia e se mantém ao nosso lado, se cria uma conexão única.
Na verdade, uma das funções das lágrimas é precisamente a de pedir ajuda, mesmo que seja de maneira indireta, mostrando nossa impotência, para que os demais se acerquem e nos conforte.
Portanto, o choro e a tristeza não devem ser percebidos como um sinal de debilidade, senão como um sinal de fortaleza interna e atenção plena.
Não choramos porque sejamos débeis ou incapazes, senão porque estamos vivos e não nos envergonhamos de expressar o que sentimos.
Lembramos que o comparativo da pesquisa não exprime algum tipo de ideologia ou apologia a tal tema de responsabilidade do site, estamos apenas reproduzindo um conhecimento científico.

Jesus : Liberdade religiosa é direito constitucional dos cidadãos
Enviado por alexandre em 23/01/2019 00:24:31

Liberdade religiosa é direito constitucional dos cidadãos


Na semana que marca o combate à intolerância religiosa no Brasil, a Constituição Federal serve como orientação para como todos os brasileiros devem se portar: é um direito dos brasileiros escolher o credo que mais condiz com seus valores. "Todas as expressões religiosas devem ser igualmente respeitadas e protegidas, assim como a opção de não ter nenhuma religião", afirmam a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, e o secretário Nacional de Proteção Global, Sérgio Augusto de Queiroz, em nota oficial. Segundo o Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), existem 40 grupos religiosos no País. Naquele ano, 64,6% dos brasileiros se declararam católicos. Outros 22,2% se disseram evangélicos e 2% eram espíritas. O levantamento ainda registrou que 0,3% eram seguidores da umbanda e do candomblé. Essa diversidade demanda que o respeito à crença religiosa seja a tônica das relações sociais.

O que diz a lei sobre a intolerância religiosa?
A discriminação motivada pela religião é considerada crime no Brasil. A Lei 9.459/2007 pune com multa e até prisão de um a três anos quem zombar ou ofender outra pessoa por causa do credo que ela professa ou impedir e atrapalhar cerimônias religiosas. Nesses casos, não cabe sequer o pagamento de fiança para que o acusado responda ao processo em liberdade. Além disso, esse tipo de crime não prescreve. Deste modo, os acusados podem ser responsabilizados independentemente da data da denúncia.

O que significa a expressão "intolerância religiosa"?
Esse conjunto de discursos de ódio e práticas ofensivas contra seguidores de determinado segmento religioso ou aos elementos, deuses e entidades. Há casos que envolvem não só violência psicológica e física, mas também perseguições. O preconceito por conta da religião vai de encontro à liberdade e à dignidade, já que cerceia o direito dos cidadãos de expressar seus credos.

O que é o preconceito religioso?
É quando as pessoas são humilhadas por causa da religião que seguem. Em 2017, o Disque 100 recebeu 537 denúncias de intolerância religiosa. O mecanismo para registro de ocorrências funciona 24 horas por dia e recebe as denúncias via telefone e internet. Quando há violência nessas agressões, o artigo 208 do Código Penal prevê que a pena para os condenados seja ampliada em um terço.

O que a Constituição fala sobre religião?
O artigo 5º da Constituição Federal, que descreve os direitos fundamentais dos cidadãos, especifica que a liberdade de consciência e de crença não pode ser violada. Desse modo, a lei garante que o culto religioso é livre para todos os brasileiros. Por isso, os locais considerados sagrados para cada credo e os símbolos e elementos religiosos devem ser protegidos.

O que é liberdade de expressão religiosa?
É o direito de exercer livremente sua religião, em um ambiente de respeito às diversas crenças, religiões, ritos e símbolos sagrados. Por isso, em 21 de janeiro é celebrado o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa. A data marca justamente a luta para que a expressão religiosa possa ocorrer sem qualquer tipo de constrangimento. Isso porque, nos anos 2000, a Iyalorixá Mãe Gilda morreu vítima de um infarto, após o terreiro comandado por ela ser atacado e outros seguidores agredidos.

O que diz o governo sobre intolerância religiosa?
Para a ministra Damares Alves, é preciso "fortalecer e dar visibilidade às mais diversas crenças e convicções". A ministra ressaltou ainda, por meio de nota, a diversidade cultural do País, que abriga várias manifestações religiosas, que devem ser protegidas. Entre as primeiras ações do novo governo para o setor, houve a sanção pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, da Lei 13.796/2019. A medida garante aos estudantes o direito de se ausentar da sala de aula em dias em que sua religião não permita a realização de atividades. Desde o ano passado, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já segue esse modelo: as provas agora são aplicadas em dois domingos consecutivos, em vez de acontecerem em um único fim de semana. Assim, os candidatos sabatistas não precisam mais esperar o pôr do sol para iniciar a resolução das questões. (Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Senado Federal e IBGE)

Jesus : Quando se afastarem de você, não lamente! Foi Deus lhe protegendo.
Enviado por alexandre em 15/01/2019 10:31:03

Quando se afastarem de você, não lamente! Foi Deus lhe protegendo.
Papo Reto

Hoje, depois de tantos afastamentos e perdas, com o amadurecimento, eu entendi que quem é para estar na sua vida, sempre estará. Mesmo que se passem anos, mesmo que o outro mude para outro país, vocês sempre estarão conectados, unidos pelo coração.

Quantas vezes você ficou arrasado por um amigo ter se afastado depois de lhe dizer coisas as quais você não esperava jamais ouvir? Quantas vezes você quis tanto aquela pessoa perto de si, que sofreu durante anos por ela partir.

Muitas coisas, mas muitas mesmo, que acontecem na vida, não temos a menor noção do porquê acontecem. Muitas vezes não aceitamos e nos rebelamos, tornando-nos pessoas amargas e difíceis, como se culpássemos a todos por algo ter acontecido e por não termos formas de mudar.

Hoje, depois do amadurecimento, depois de tantos afastamentos, perdas, eu entendi o que acontece. Entendi que quem é para estar na sua vida, sempre estará. Mesmo que se passem anos, mesmo que o outro mude de estado ou país, vocês sempre estarão conectados, sempre unidos pelo coração.

Sabe aquela pessoa que o feriu, machucou muito e partiu? Não era para ela estar na sua vida. Com certeza, esse mal que ela causou foi apenas 10% do que ela poderia ter causado se continuasse ao seu lado.

Sabe aquele romance que não vingou e sumiu depois sem dar notícias? Não era para ser o SEU romance. Provavelmente, e tão certamente, seria o romance de outra pessoa e não o seu. Fará outra pessoa feliz, mas, quem garante que o faria feliz? Um sofrimento imenso poderia aguardá-lo e sabe lá qual loucura faria?

Não sabemos os desígnios de Deus. Não sabemos o que o destino reservou para nós, em como nossa vida seria e mesmo com nossas próprias escolhas que nos levam por caminhos difíceis, ainda assim, somos protegidos, conforme nosso merecimento.

Talvez, eu não merecesse que aquela pessoa me fizesse ainda mais mal do que me fez e Deus a afastou de mim. Talvez, aquele cara me fizesse sofrer de forma tão intensa, que Deus o fez partir…

Entenda, mesmo que nem tudo seja obra Dele, mesmo que nós tenhamos feito nossas escolhas e aquele outro também feito as dele, saiba que se alguém se afasta de nós, e por mais que a gente insista na presença ela continua se afastando, é porque devemos deixar que se vá.

Lutar contra as obras do destino é o mesmo que retardar nossa evolução ou o curso do nosso rio. E quando somos ofendidos, machucados por quem não esperávamos e essa pessoa que fez tanta presença em nossa vida se vai, depois disso, abra o portão da sua casa, deixe que ela saia.

Algumas pessoas não merecem estar na sua vida, algumas pessoas não trazem luz, somente sombras. Então, deixe-as ir e compreenda que toda perda, mesmo que brusca, pode ter sido Deus protegendo-o contra o mal.

Sempre faço minhas preces pela manhã, meus agradecimentos ao dia, ao Universo e sempre peço que “seja afastado de mim aquilo que não me fará bem.” E logo, quando vejo afastamentos bruscos, eu compreendo e aceito a proteção do Pai.

Só temos a agradecer por esse livramento.

Fonte: osegredo / Cris Souza Fontês

Jesus : Estado laico acima de todos
Enviado por alexandre em 25/12/2018 11:44:19

Estado laico acima de todos


Neste Natal, reforcemos nossa fé no Estado laico acima de todos

Ministra evangélica deu exemplo ao prometer deixar fé restrita à igreja

Como hoje é Natal, nada melhor do que falar sobre Deus.

Ranier Bragon

Estamos a sete dias da posse do governo que se elegeu sob o lema "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos". Nenhum outro dos sete presidentes civis do pós-ditadura assumiu com tal amparo na Bíblia.



Incontáveis atrocidades humanas foram e são cometidas em nome de Deus. Felizmente estamos longe das brutalidades de outras épocas e outros países —mas nunca dá boa coisa misturar governo com religião.

Bolsonaro foi durante quase 30 anos um deputado zero à esquerda. Em 2011 começou a sair da obscuridade na aba da bancada religiosa, criadora da fake news do kit gay.

Um material educativo aprovado pela Unesco e que seria distribuído a escolas do ensino médio com histórico de discriminação contra alunos homossexuais virou, no discurso dessa turma, um amontoado de putarias que seria apresentado a criancinhas de seis anos. Muita gente caiu e ainda cai nesse conto do vigário.

Pensamentos de tal quilate ameaçam nublar a gestão de áreas do novo governo, como a educação.
Um sopro de alento, porém, surgiu de onde menos se esperava, da ministra pastora evangélica. Damares Alves (Mulheres, Família e Direitos Humanos) é autora de declarações patéticas sobre as mulheres. Mas mostrou coragem ao prometer combater a discriminação contra gays.

Ela diz ter sido estuprada por pastores na infância. E que a visão de Jesus, quando cogitava se matar em cima do pé de goiaba, salvou-lhe a vida.

No quintal da minha casa havia duas goiabeiras, onde passei incríveis dias da minha meninice. Nunca vi Jesus. Mas jamais menosprezaria a epifania de uma criança que sofreu o que ela diz ter sofrido. Décadas depois, a agora futura ministra sinaliza entender que, não importa a fé, Estado e religião não devem se confundir. "Quem está assumindo esse ministério é uma advogada e militante dos direitos humanos. A pastora fica lá na igreja, no domingo."

Que essa visão contagie colegas e o chefe a partir de 1º de janeiro.

(1) 2 3 4 ... 33 »