Brasil - O Gênio - Notícias
« 1 ... 408 409 410 (411) 412 413 414 ... 462 »
Brasil : O Gênio
Enviado por alexandre em 14/01/2011 15:06:05



Coleta do lixo nas ruas de Ouro Preto é uma farra para os cachorros

Esta linda visão a população de Ouro Preto do Oeste está tendo a oportunidade de ter no dia a dia deste inverno amazônico. Os multicoloridos sacos de lixo são amontoados na via pública e ficam ali realizando a humanitária tarefa de alimentar os cachorros vádios, moscas, mosquitos e baratas, que ficam gordas, lustradas e falantes, para gáudio do prefeito Alex Testoni (PTN) que de tão entusiasmado pegou um avião e segundo ás, más línguas se encontra em Miami curtindo o sol da costa americana.

O problema da coleta de lixo em Ouro Preto do Oeste é que um especialista em gestão urbana enfiou na cabeça do prefeito Alex e Ele acreditou que o procedimento antes do caminhão coletor pegar as sacolas de lixo é necessário que se amontoei em um só local o máximo possível. E como o tempo deste incrível procedimento é longo até a chegada do caminhão coletor a festa fica por conta principalmente dos cachorros que não são poucos que perambulam pelas vias da cidade.

Os garis são questionados diariamente pelos moradores, mas não podem fazer nada já que são cumpridores de ordens, vindas de pessoas que não conhecem a realidade de uma boa coleta de lixo sejam domestico ou hospitalar. “Se por um lado o prefeito (Alex Testoni) acerta na coleta por outro erra feio quanto ao procedimento de recolhimento que sinceramente só vi na nossa cidade”, questiona a dona de casa Lourdes Maria Alves moradora do bairro Novo Estado.


Autor: Alexandre Araujo

Fonte: ouropretoonline.com

Brasil : Apertando
Enviado por alexandre em 14/01/2011 13:36:13



Lugar de ladrão do dinheiro público é na cadeia



O ex-diretor-geral da Polícia Federal Luiz Fernando Corrêa em entrevista publicada hoje, na Folha de São Paulo, trás à tona um tema que deve provocar urticária em muita gente espalhada por esse Brasil afora além de muita indignação na sociedade.

Em manchete de duas colunas, a Folha anuncia em destaque, a existência de mais de três mil inquéritos abertos pelo PF contra prefeitos municipais para apurar desvios de verbas federais em prefeituras.

Como há cerca de 5.600 municípios em todo o território nacional, mais da metade das prefeituras está sob investigação acusadas de cometerem irregularidades com o dinheiro enviado pelo Governo Federal. Isso, infelizmente, demonstra que a grande maioria dos gestores municipais é constituída de pessoas desprovidas de honestidade e de zelo com a coisa pública.

Conforme afirmou o ex-diretor da PF, políticos de diversos partidos serão investigados nos próximos meses pela Polícia Federal. Uns sob a suspeita de recebimento de propina e prática de caixa dois em campanha e outros por desvios de verbas públicas oriundas do Governo Federal.

O ex-diretor-geral da PF Luiz Fernando Corrêa, que será substituído nesta semana pelo atual superintendente de São Paulo, Leandro Coimbra, foi mais além, ao afirmar que o foco da PF nos próximos anos será o enfretamento sistêmico da atividade criminosa e um dos exemplos é o combate ao desvio de dinheiro público em prefeituras.

Está comprovado que no Brasil não é fácil fazer investigações quando envolve pessoas públicas, mais tanto a polícia como o judiciário tem o dever de impedir que o dinheiro do contribuinte seja desviado por gestores corruptos e oportunistas.

Para que isso ocorra, basta tão somente, que sejam feitas investigações permanentes, que se aumento os órgãos fiscalizadores e que se puna com severidade o corrupto que seja flagrado roubando os cofres públicos.

O que é triste e lastimável, é a falta de pudor por parte dos prefeitos desonestos, pois, como se sabe, o dinheiro roubado sempre é destinado para setores vitais do município, a exemplo da saúde e da educação. Com o desvio das verbas quem sempre sofre é a população carente que fica desprovida de assistência médica/hospitalar e com sérias precariedades no setor educacional.

Geralmente, conforme dados da PF, os recursos são desviados com o apoio de executivos ligados à construtoras bem como através de empresas fictícias. Para evitar tais procedimentos seria necessária à implementação de novos mecanismos que culminassem com a punição severa e a retirada da vida pública desses gestores corruptos e desonestos.

Já é tempo de ser considerado crime hediondo aquele cometido contra o patrimônio público, especificamente, o praticado no exercício de cargo público. Há quem diga que o ladrão de carro ou ladrão de banco é menos prejudicial à população do que o ladrão do dinheiro do contribuinte.

Enquanto não se defina que o lugar de ladrão do dinheiro público é na cadeia e não “abotelado” no espaldar de uma confortável cadeira, costeado pelo contribuinte, nada se muda e quem pagará o “pato” sempre será o pobre pai de família, quando precisar ir em busca de um hospital ou de uma escola decente para o filho.

E o que é pior: ainda ficam dando uma de bacana, se exibindo e zombando daquele que o colocou no poder, o cidadão!

Se pelo menos a metade desses três mil malandros fosse punido, que o dinheiro desviado fosse devolvido e se alguns fossem para a cadeia, servia de exemplo aos demais.

Mas, se a impunidade continuar e a roubalheira aumentar, só nos resta dá viva à Maria Preá.



Fonte folha de são de paulo

Brasil : Até quando?
Enviado por alexandre em 10/01/2011 16:12:56



Cassol e Cahulla continuam desfrutando de segurança paga com dinheiro público


Durante a campanha eleitoral, o então candidato a governador Confúcio Moura (PMDB) prometeu que um de seus primeiros atos seria acabar com a regalia de segurança para os ex-governadores.

Uma semana após tomar posse, Confúcio ainda não se mexeu para acabar com o privilégio e os ex-governadores Ivo Cassol e João Cahulla continuam tendo a sua disposição um aparato de segurança pessoal considerável, incluindo, segundo a Casa Militar, proteção aos seus familiares.

A Casa Militar está cumprindo o seu papel, conforme determina a lei que foi aprovada pela Assembleia Legislativa em 2010, após mudanças promovidas em virtude de uma Ação Civil Pública. A nova lei não regulamentou o quantitativo de policiais e nem de equipamentos e viaturas à disposição. Mas, segundo fontes da Casa Militar, o efetivo foi reduzido e inclusive a guarda das residências dos ex-governadores foi retirada.

O tempo a que cada ex-governador fará jus aos mimos da segurança paga com dinheiro do contribuinte é proporcional ao período em que exerceu o mandato. Assim, Cassol terá direito a segurança durante 7 anos e 3 meses e Cahulla fará jus a 9 meses de segurança.

Cassol tem ainda mais de seis anos de mordomia, caso não seja revogada a lei pelo atual Governo. Já Cahulla, caso o benefício perdure, em setembro ele deixará de andar acompanhado de seguranças.

Durante a campanha eleitoral, foram muitas as promessas de acabar com a segurança pessoal de ex-chefes do Executivo. Até agora, entretanto, não houve nenhuma mobilização nesse sentido. Caso a coisa não mude, até Confúcio vai ser beneficiado com a regalia, ao final de seu mandato.


Autor: Rondonoticias

Brasil : Dinheiro do povo
Enviado por alexandre em 10/01/2011 15:45:30



PEC eleva repasse para câmaras de vereadores de RO

As câmaras de vereadores de Rondônia serão beneficiadas com maior volume de recursos, caso seja aprovado no Congresso Nacional a Proposta de Emenda Constitucional nº 514/10 (PEC) que eleva em até um ponto percentual os recursos repassados pelo executivo. A medida prevê ainda um gasto maior com salários dos vereadores e de funcionários. A PEC beneficiaria a maioria dos municípios de Rondônia que, de acordo com o último Censo do IBGE, tem população de até 30 mil pessoas.

Desde janeiro, as câmaras de municípios com até 100 mil habitantes têm direito a um repasse equivalente a 7% do orçamento da prefeitura. A PEC 514 cria uma nova faixa, elevando para 8% o índice das câmaras de cidades com população até 30 mil pessoas e 7,5% para aquelas entre 30.001 e 50 mil moradores. A partir daí, segue a mesma proporção atualmente em vigor. Ao mesmo tempo em que aumenta os recursos para a grande maioria das câmaras brasileiras, a PEC estabelece como limite para o gasto com a folha de pessoal 80% do orçamento do Legislativo – em vez dos atuais 70%.


A medida não contempla os municípios de Ariquemes, Jaru, Porto Velho e Vilhena. Esses municípios têm população acima de 50 mil moradores. A PEC favorece com aumento do índice em 7,5% as seguintes câmaras de vereadores: Guajará-Mirim; Ouro Preto; Pimenta Bueno; Buritis; Machadinho e Rolim de Moura. Em Rondônia, a maioria dos municípios tem população de até 30 mil pessoas.



Autor: Marcelo Freire

Brasil : Turismo
Enviado por alexandre em 09/01/2011 13:16:58



Cacoal Selva Park Hotel o lugar ideal para suas férias com comodidade e segurança

O Estado de Rondônia se destaca pelo seu grande potencial na área turística e dentre os quais temos o turismo ecologicamente correto. E neste seguimento a referencia é o Cacoal Selva Park Hotel, localizado no município de Cacoal, distante 470 km da capital Porto Velho. O local é um empreendimento auto-sustentável instalado em meio à selva tropical e que tem como foco principal a preservação do meio-ambiente, proporcionando desta forma aos visitantes o contato direto com o eco-sistema.
Quase a totalidade da propriedade de 165 ha, uma RPPN (Reserva Particular de Patrimônio Natural) está plenamente coberta pela floresta tropical, utilizando apenas 100 mil m2 para as necessidades físicas do equipamento de hospedagem.

O Cacoal Selva Park Hotel, preparou uma vasta programação para a temporada de férias, tendo como mote a “Colônia de férias” que é uma alternativa para crianças e adolescentes realizarem atividades em grupo, coordenadas por pessoas altamente qualificadas. Além da questão do divertimento a Colônia de férias do Cacoal Selva Park Hotel, também visa preparar um futuro cidadão, com noções de preservação de meio ambiente, conselhos e atividades que desenvolva o raciocínio das crianças e adolescentes. São desenvolvidas movimentadas atividades esportivas sempre ligadas ao meio ambiente para que desperte no participante a consciência ecológica que existe em cada um de nós.

O local dispõe de uma equipe multifuncional para servir e orientar os hóspedes e visitantes que busca a perfeita sintonia entre o homem e a natureza o que faz do empreendimento um dos mais qualificados a nível de país, valorizando cada vez mais o nome de Rondônia. Maiores informações pelo site www.cacoalselvapark.com.br para que os visitantes conheça melhor o local e o telefone para contato (69) 69) 3441-1039 / (69) 3459-2322 / (69) 9960-2511 reservas@ cacoalselvaparkhotel.com.br





Autor: Alexandre Araujo



« 1 ... 408 409 410 (411) 412 413 414 ... 462 »