Coluna:Mundo Co - MUNDO CO - Notcias
« 1 2 (3) 4 5 6 ... 15 »
Coluna:Mundo Co : MUNDO CO
Enviado por alexandre em 28/10/2014 19:46:44

Qual a serventia?

 

Criado no século V, na idade média, introduzido no Brasil no início do século XIX, a concessão de títulos e honrarias as pessoas merecedoras e de destaques, no município. Atualmente esta honraria de valor inestimável, vem sendo concedida de maneira aleatória, nos municípios de Rondônia, sem nenhum critério de escolha por parte daqueles que fazem a indicação. Já aconteceram casos que chegaram a ser cômicos, como as indicações que foram feitas por dois vereadores que disputando o 'patrocínio' de um empresário da cidade, concederam Título de Cidadão para toda a sua família. Outros casos chegam a ser esdrúxulos. Vale lembrar que os agraciados com o recebimento do Título de Cidadão, em regra deveria ser cediço somente para pessoas de relevada importância para o município, com serviços prestados para a comunidade ou que já tenham realizado atos de bravura

 

A briga já começou

 

As eleições só se finda neste dia 26 (domingo) é quando vamos ficar sabendo quem será o próximo governador eleito de Rondônia, mas antes mesmo do resultado das urnas as brigas já iniciaram por espaço a partir do dia primeiro de Janeiro de 2015. Esta semana na região de Ouro Preto houve o maior quebra pau (por sorte somente agressões verbais) entre um candidato derrotado e um deputado reeleito, tudo porque o espoca urna quer indicar seus afilhados políticos para ocupar os cargos de confiança. A briga foi tão feia que a palavra mais amena foi “vossa excelência é filho de uma mãe boa”, o certo é que tem muita gente contando com o ovo da galinha sem a mesma está choca.

 

Fim da reeleição

 

A reforma política nesse país é mais que necessária! Esse modelo que está aqui se esgotou, o Brasil vive uma enxurrada de partidos, onde muitas siglas servem como partido de aluguel, que se mantém para vender, ou comercializar seu tempo de televisão.  Daqui a dois anos teremos eleições novamente quando vamos voltar as urnas para elegemos prefeitos e vereadores. Precisamos urgente de uma reforma política que faça a convergência das eleições e acabe com a reeleição para cargos executivos. Sei que é um direito, mas muitos que estão aí só servem como partidos de aluguel, não acrescentam em nada no cenário da vida pública. Acredito, que devemos repensar esse modelo existente, fundindo alguns partidos, e assim, reduzindo a quantidade de siglas.

 

Falta de energia á quem reclamar?

 

A região polarizada por Ouro Preto vem convivendo diariamente as freqüentes oscilações de tensão e as quedas no fornecimento de energia elétrica têm causado sérios prejuízos, com perda de equipamentos e outros danos. No entanto o povo não sabe a quem reclamar já que no escritório local da Eletrobras Distribuição Rondônia (antiga Ceron) os funcionários são proibidos de presta informação e joga a responsabilidade para a chefia que fica em Ji-Paraná que por seu turno faz o verdadeiro “não é comigo é contigo”, e Rondônia caminha para regredir quando a população tinha poucas horas de energia elétrica então viva as Usinas do Madeira.

 

Fraudes e mais fraudes

 

O Ministério Público Federal (MPF) também atua no combate às fraudes em licitações, investigando indícios de irregularidades em processos de contratação de fornecedores. Na lista de cidades investigadas pelo órgão estão municípios em que os gestores públicos são tidos como exemplo de moralidade e transparência com a coisa pública, mas, a investigação está ocorrendo sob sigilo absoluto.

 

Dom Juan

 

Vida pessoal é vida pessoal… Mas, se comenta numa cidade do interior que depois de eleito, aquele prefeito tido como homem família e temente a Deus se tornou um generoso galanteador. Olhou, gostou, empregou. É desse jeito. Lembrando que nas suas viagens a capital Porto Velho o nosso Dom Juan é sempre visto em boas companhias ou seja somente petelzinhas.

 

 

Coluna:Mundo Co : MUNDO CO
Enviado por alexandre em 19/10/2014 16:54:14

Carlão e Marcelino muy amigos

Por: ALEXANDRE ARAÚJO

19102014-112736-alexandre_araujo.png

Não convidem para sentar na mesma mesa os deputados Carlos Magno (PP) e Marcelino Tenório (PRP), ambos não dividem mais o mesmo prato de baião de dois, tudo por conta das eleições deste ano. No primeiro turno o deputado Carlão foi vice de chapa da Jaqueline Cassol (PP) e o deputado Marcelino, que foi reeleito, estava e continua apoiando a reeleição do governador Confúcio Moura. Agora Carlão é um dos coordenadores de campanha do candidato do PSDB Expedito Junior e esperava a adesão do seu afi lhado político que entrou na vida pública pelas mãos de Magno e seu grupo, este fato gerou o racha entre ambas as lideranças que agora caminham em lados opostos.

APENAS UM TEM LIDERANÇA


Dos cincos prefeitos da região central do Estado: Alex Testoni (PSD - Ouro Preto), José Silva (PR – Nova União), pastor Jandir Louzada (PMDB - Mirante da Serra), Luiz do Hotel (PTN - Vale do Paraíso) e Valdir do Posto (PP - Teixeirópolis) que foram anunciados como sendo lideranças que agora apóiam a reeleição do governador Confúcio Moura (PMDB). Apenas Alex ainda mantém liderança e conseguiu dar vitória no primeiro turno para o candidato peemedebista os demais além de estarem sofrendo forte rejeição junto aos seus munícipes, não conseguiram somar em nada para o candidato a governador que estavam dando apoio, o que implica em dizer que o apoio destes gestores em nada vai acrescentar na campanha do candidato do PMDB.

PENDENGA RESOLVIDA À BALA

Ressaca de campanha o clima estaria tenso entre dois homens de Deus no interior do estado. Um religioso que apoio um candidato a deputado culpa o outro pelo fracasso eleitoral do seu escolhido. Os irmãos estão orando para que os dois ‘não se tope’ pela rua, é arriscado que os dois queiram resolver as coisas na violência podendo acontecer até uma troca de tiros.

EXEMPLO QUE DEVERIA SER SEGUIDO


O Ministério Público Federal – MPF/PB celebrou termos de cooperação técnica com a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), com o objetivo de fiscalizar licitações e gastos públicos nos municípios paraibanos. Graduandos do curso de Ciências Contábeis e Gestão Pública, terão acesso aos procedimentos licitatórios homologados pelos municípios e vão elaborar relatórios sobre as licitações. Eles receberão arquivos enviados pelas prefeituras e farão as análises através de consultas dos portais de transparências e bancos de dados públicos. Esta iniciativa bem que poderia ser adotada aqui em Rondônia porque tem muitos gestores públicos que fazem do erário público o seu erário particular, enquanto os munícipes ficam de pires na mão.

EDUCAÇÃO NÃO É PRIORIDADE


Todos os governantes têm um discurso afiado quando o assunto é Educação, são projetos mirabolantes e até mesmo surreais que na verdade não passam de engordo de gestores públicos sem compromisso com a sua gente. O exemplo é o prefeito do município de Nova União José da Silva (PR) que mandou derrubar uma escola municipal localizada no km 32 da RO 470 (foto) com o argumento de que não tinha alunos sufi cientes para manter a unidade escolar. Esta atitude prejudicou muitos alunos que agora tem que se deslocar para estudar na zona urbana o que vem ocasionando sérios transtornos para os mesmos por culpa de uma falta de respeito por parte do prefeito José da Silva que já mandou avisar não vai buscar uma solução para o fato.

O GATO COMEU

Um festejado deputado estadual que tentava a sua reeleição e não conseguiu está até agora procurando os seus votos na região de Ouro Preto do Oeste. Ocorre que o político fez um acordo com um líder religioso que por seu turno prometeu dar uma votação expressiva. Ao término da apuração o festejado deputado obteve pouco mais de 80 votos que indignado foi procurar saber o que houve para baixa votação já que foi feito um investimento muito alto na região e teve como resposta a seguinte frase “o gato comeu”.

Fonte: Alexandre Araújo

Autor: Alexandre Araújo

Coluna:Mundo Co : MUNDO CO
Enviado por alexandre em 12/10/2014 21:17:45

Coluna Política por  Alexandre Araujo

 

Justiça cega

 

Enquanto a Justiça neste País continuar com os 'olhos vendados', o cidadão honesto e de poucos recursos não terá vez e condições de poder representar os demais. Verdadeiros absurdos aconteceram nestas eleições Brasil afora, onde candidatos se elegeram abusando do poder econômico. É fácil saber quem são eles, a Justiça é que demonstra não ter muito interesse acabar com a corrupção eleitoral neste País.

 

Voto a preço de ouro

 

Um deputado estadual que foi derrotado diga-se passagem justamente teria contratado a peso de ouro os trabalhos de um 'cabo eleitoral', que se diz o representante de deus (minúsculo) aqui na terra, derrotado nas ultimas eleições municipais. Quando foram abertas as urnas, apareceram pouco mais de 100 votos no reduto do cabo eleitoral religioso que por sinal é capaz de vender até a mãe para mamar no erário público. Fazendo as contas, cada voto saiu em torno de R$ 3 mil reais.

 

2016 é logo ali

 

Mal findou as eleições de 05 de Outubro último e já tem neguinho de olho na sucessão do prefeito Alex Testoni (PSD) em 2016. Entre os nomes o vereador Gilvanes Fernandes (SDD) que foi derrotado nas urnas quando obteve 6.468 dos votos validos, sendo que 3.774 foram no colégio eleitoral de Ouro Preto e cá entre nós é muito pouco para quem almeja ser prefeito de uma importante cidade e não custa lembrar até lá virão dois carnavais e muita gente pode ser barrada no baile por circunstâncias jurídicas que só estão começando.

 

Carlos Magno versus Alex Testoni

 

Guerra de lideranças neste segundo turno promete um round bem interessante de um lado o deputado federal Carlos Magno (PP) que foi vice na chapa da Jaqueline Cassol do outro lado Alex Testoni (PSD) prefeito de Ouro Preto. Ambos estão na linha de frente de seus candidatos a governador Magno vai de Expedito Junior (PSDB) e Testoni abraçou a candidatura de Confúcio Moura (PMDB) é a chamada tese dos bastidores da política a criatura contra seu criador quem viver verá o grande vencedor desta peleja política.

 

Corrupção um ato banal

 

O brasileiro está tão familiarizado com a corrupção, que não dar mais importância para as denuncias que surgem todos os dias contra integrantes dos governos: federal, estadual e municipal. A corrupção virou um ato banal e parece que a sociedade já não liga mais para este câncer na administração pública que se agarra na impunidade e na lentidão da Justiça para se fortalecer a cada dia. O País apodreceu, virou carniça!

 

Sistema corrupto

 

Lamentavelmente o sistema eleitoral corrupto que temos em nosso País, que privilegia os candidatos com maior poder econômico, dificilmente candidatos com poucos recursos financeiros, mas com boas propostas, terão chances de vencer uma eleição e o grande culpado somos nós eleitores que ainda teimamos em viver no sistema corrupto.

 

Candidato escondido

 

Os assessores de um candidato a deputado derrotado, 'esconderam' tanto o 'home', que na hora do voto os eleitores não lhe acharam nem usando uma 'lupa'. Ai o espoca urnas terá que lamber as feridas e esperar a próxima eleição isso se até lá o antes salvador da pátria não tenha resolvido fixar residência na cidade de Fuginópolis.

 

 

Médicos cubanos

 

Uma prefeitura da região central do Estado os médicos cubanos estão atendendo no Hospital municipal. A pratica é proibida pelo programa “Mais Médicos” que limita o atendimento dos médicos estrangeiros às Unidades Básicas de Saúde – UBS. Esperto o prefeito que é protegido de um assessor do primeiro escalão do governo do Estado vem obrigando os médicos a tender no HM já que durante quatro dias da semana nesta unidade de saúde não existe a figura do profissional médico e malandramente o alcaide vem se aproveitando dos serviços dos médicos cubanos seria prudente que a denuncia chegasse até o conhecimento do Ministério Público - MP  

 

Coluna:Mundo Co : MUNDO CO
Enviado por alexandre em 21/09/2014 22:06:43

Corrupção um ato banal

 

O brasileiro está tão familiarizado com a corrupção, que não dar mais importância para as denuncias que surgem todos os dias contra integrantes dos governos: federal, estadual e municipal. A corrupção virou um ato banal e parece que a sociedade já não liga mais para este câncer na administração pública que se agarra na impunidade e na lentidão da Justiça para se fortalecer a cada dia. O País apodreceu, virou carniça!

 

Sistema corrupto

 

Lamentavelmente o sistema eleitoral corrupto que temos em nosso País, que privilegia os candidatos com maior poder econômico, dificilmente candidatos com poucos recursos financeiros, mas com boas propostas, terão chances de vencer uma eleição e o grande culpado somos nós eleitores que ainda teimamos em viver no sistema corrupto.

 

Deu diarréia nos governistas

 

O resultado da pesquisa IBOPE para a corrida do governo do Estado provocou diarréia em muita gente ligada ao atual inquilino do Palácio Getúlio Vargas sede do governo estadual! De uma lapada só, encomendaram três pesquisas eleitorais, todas a serem realizadas por "aqueles institutos de pesquisas" que erram em tudo até a grafia dos nomes dos candidatos. Tudo isso para provar que o Ibope errou, mas este mesmo Ibope a pouco mais de um mês era tido como um instituto de conduta ilibada pelos governistas.

 

 

Médicos cubanos

 

Uma prefeitura da região central do Estado os médicos cubanos estão atendendo no Hospital municipal. A pratica é proibida pelo programa “Mais Médicos” que limita o atendimento dos médicos estrangeiros às Unidades Básicas de Saúde – UBS. Esperto o prefeito que é protegido de um assessor do primeiro escalão do governo do Estado vem obrigando os médicos a tender no HM já que durante quatro dias da semana nesta unidade de saúde não existe a figura do profissional médico e malandramente o alcaide vem se aproveitando dos serviços dos médicos cubanos seria prudente que a denuncia chegasse até o conhecimento do Ministério Público - MP  

 

Coluna:Mundo Co : MUNDO CO
Enviado por alexandre em 08/09/2014 00:23:09

Coluna Política por Alexandre Araujo

Culto via online

A picaretagem com a palavra de Deus parece que não tem limites para muitos falsos profetas que estão se utilizando da falta de cultura das pessoas e prometem até mesmo a venda com garantia no reino do senhor. E a coisa ficou tão sem controle que agora temos o culto via “whatSapp”, o que implica dizer que você não precisa sair da sua casa para receber a benção que os picaretas prometem e com um detalhes a sua contribuição pode ser feita também via internet com os aplicativos que “os salvadores do mundo” , instalam em seu aparelho celular e ainda dizem que o fim não está próximo.

 

Bolsa esmola com força

 

Você sabia que 57% da população da região Nordeste vive sustentada por programas do Governo Federal como o "Bolsa Família". O Município de Lago do Junco – Maranhão, concentra percentualmente o maior número de pessoas que dependem da "esmola" do governo, chegando a quase 90%. Você que faz parte do restante dos 43%, está trabalhando para sustentar esse povo!

 

Falta gás para a justiça

 

Tem candidatos a cargos proporcionais que estão fazendo verdadeiras campanhas milionárias nos municípios do interior do Estado. Não seria recomendável que a Justiça Eleitoral e o Ministério Público entrassem em ação, e iniciassem um processo de investigação quanto a veracidade destas denúncias?

 

Candidatos não querem mudanças

 

Observe que nenhum dos candidatos a Presidente tem apresentado propostas que visem mudar o atual Código Penal brasileiro, propondo uma reforma profunda das leis. Sem que isso aconteça, nada vai mudar, o país vai continuar do jeito que está, onde a roubalheira passou a fazer da cultura das pessoas e o crime em todas as suas vertentes cresce a cada dia. Tudo com a certeza da impunidade.

 

A coisa está feia

 

A campanha eleitoral vem se transformando em um derramamento de dinheiro. São denúncias cabeludas, que merecem serem investigadas e punir os acusados. Em alguns casos é visível o disparate econômico entre um candidato e outros. Uma dúzia de candidatos rasga dinheiro de manhã, de tarde, de noite e de madrugada na campanha eleitoral. A grana sem limites compra votos de lideranças que vão de prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, comunitários e principalmente muitos lideres religiosos. A "riqueza" de campanha é tão grande, que não é necessário nenhuma investigação minuciosa para se descobrir a existência de irregularidades. Depois quem paga a conta "dobrada", é o eleitor otário!

 

Povo não sabe o quer

 

A polícia erra quando negocia, mas também erra quando não negocia; a polícia erra quando age, mas também quando não age. Quando a polícia age com energia, erra pelo excesso, mas quando age de forma comedida erra pela negligência. A sociedade tem de decidir de uma vez por todas o que realmente espera da polícia.

 

Fidelidade partidária o que é isso?

 

O povo está sem saber em quem votar, por que os próprios candidatos não sabem em quem vota. A conjuntura política está deixando os eleitores em uma saia justa. Faltando pouco mais de 30 dias para o dia das eleições, os políticos ainda não tomaram posições fixa. É político pulando de galho em galho. E o povo acompanhando sem entender. Os partidos não servem mais de nada, pois, seus próprios filiados não respeitam mais suas decisões. É o partido numa coligação, e o filiado apoiando outra.

 

Cadê a Justiça?

 

Com a falha na fiscalização por parte da Justiça Eleitoral, a campanha eleitoral, vem se transformando em um derramamento de dinheiro. São denúncias cabeludas, que merecem serem investigadas e punir os acusados. Em alguns casos é visível o disparate econômico entre um candidato e outros. A "riqueza" de campanha é tão grande, que não é necessário nenhuma investigação minuciosa para se descobrir a existência de irregularidades. Depois quem paga a conta "dobrada", é o eleitor que neste caso funciona como um analfabeto político.  

« 1 2 (3) 4 5 6 ... 15 »