Regionais - Chamado de pilantra, bandido, safado e psicopata, governador Confúcio processa deputado - Notícias
« 1 (2) 3 4 5 ... 6211 »
Regionais : Chamado de pilantra, bandido, safado e psicopata, governador Confúcio processa deputado
Enviado por alexandre em 29/03/2017 09:15:35


O parlamentar teria afirmado o seguinte: “Nós temos um governador pilantra, é safado, é psicopata, que você olha nele parece um santo ele, parece, mas aquilo, meu amigo, aquilo só engana trouxa, porque eu ele não engana. É do mal esse Confúcio Moura".
Da reportagem do Tudorondonia

Chamado de pilantra, bandido, safado e psicopata, governador Confúcio processa deputado

Tramita nas Câmaras Especiais Reunidas do Tribunal de Justiça de Rondônia, tendo como relator o desembargador Valdecir Castelar Citon, ação penal (queixa crime) impetrada pelo governador de Rondônia, Confúcio Aires Moura (PMDB), contra o deputado estadual Hermínio Coelho (PSD), ex-presidente da Assembleia Legislativa do Estado.Segundo consta do processo, Confúcio acusa Hermínio da prática de supostos crimes de calúnia, injúria e difamação contra ele.

Por meio de áudios postados em grupo de whatsapp o deputado Hermínio Coelho teria agredido a honra do chefe do Poder Executivo Estadual rondoniense, " sem que essa manifestação guarde alguma relação com o exercício do mandato parlamentar", como enfatiza a queixa crime.

O parlamentar teria afirmado o seguinte: “Nós temos um governador pilantra, é safado, é psicopata, que você olha nele parece um santo ele, parece, mas aquilo, meu amigo, aquilo só engana trouxa, porque eu ele não engana. É do mal esse Confúcio Moura. E o, e a bandidagem, meu amigo, vive aí com proteção”. Teria dito ainda : “infelizmente é isso, meu amigo, infelizmente é isso. Esse Governador é um bandido”.

Nessa terça-feira,28, o desembargador Valdecir Castelar Citon determinou a remessa do processo para manifestação do Ministério Público.

Regionais : Jaru: Sem promover manutenção e investimentos, empresa administradora da Rodoviária Interestadual, tem concessão cancelada
Enviado por alexandre em 29/03/2017 08:58:47


A Prefeitura Municipal de Jaru cancelou o contrato de concessão de serviços público do Terminal Rodoviário Interestadual com a empresa OSMIR JOSÉ LORENSETI, detentora do direito administrativo desde o ano 2000.

Relatórios de vistoria técnica apontaram as péssimas condições de uso, falta de manutenção na pintura, rede elétrica, calçadas, cobertura, forro, bem como irregularidades de acessibilidade, dentre outras falhas de natureza estrutural o que demonstrou descumprimento de cláusulas contratuais.

Entre outras irregularidades também foi identificado ilegalidade da prorrogação contratual sem a realização de nova licitação.

Dadas às constatações, o prefeito João Gonçalves Junior revestido de legalidade, cancelou por meio do decreto municipal N. 9.625/2017, o contrato de concessão de serviço público proveniente da concorrência pública n. 001/2000.

Um novo processo de licitação será aberto para participação de novos interessados, que terão por obrigação contratual, investirem no Terminal Rodoviário valores que segundo informações serão de 1 a 1,5 milhão de reais no período de vigência do contrato que poderá ser de até 20 anos.

A empresa que teve seu contrato suspenso, entrará com mandado de segurança na justiça, na tentativa de reaver o direito sobre o terminal.

JARUONLINE

Regionais : Carteirada dará punição a autoridade que a praticar
Enviado por alexandre em 29/03/2017 08:54:45

Carteirada dará punição a autoridade que a praticar



Veja - Da redação

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, entregou hoje ao Congresso Nacional um anteprojeto de lei que tipifica o abuso de autoridade e prevê uma série de penas, entre elas a indenização pelo dano causado, a perda ou suspensão do cargo e detenção de até cinco anos.

A medida de Janot é uma forma de se contrapor à discussão de um projeto de lei sobre o tema no Senado, que ganhou força nos últimos dias devido à investigação de políticos de vários partidos – principalmente os ligados à delação da Odebrecht – e à desastrada ação da Polícia Federal na Operação Carne Fraca, acusada de ter cometido excessos.



A apresentação da proposta do Ministério Público Federal ocorre um dia antes de o relator do projeto no Senado, Roberto Requião (PMDB-PR), entregar o seu relatório aos senadores. O documento foi entregue por Janot aos presidentes do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

O anteprojeto de Janot tem várias das medidas já discutidas pelos senadores, mas inclui garantias de que juízes, promotores, procuradores e delegados não sejam punidos por causa de atividades rotineiras do cargo – o texto diz, por exemplo, que não pode ser punido como abuso de autoridade “a divergência na interpretação da lei ou na avaliação de fatos e provas, desde que fundamentada” e o “exercício regular das funções”.

Outras duas novidades chamam a atenção no projeto do MPF. Um deles prevê como abuso de autoridade a famosa “carteirada” – utilização do cargo ou função para se eximir do cumprimento de obrigação legal ou para obter vantagem ou privilégio, como define o anteprojeto de Janot.

O outro é “o uso abusivo dos meios de comunicação ou de redes sociais pela autoridade encarregada da investigação que antecipa a atribuição de culpa, antes de concluída a investigação e formalizada a acusação”. Segundo o projeto, quem conduz uma investigação “não deve fazer acusações ou adiantar conclusões sobre a culpa do suspeito”.

Regionais : Estudante de direito de 20 anos cria marca de bolos finos para alcançar independência financeira
Enviado por alexandre em 28/03/2017 20:41:47




Da Redação - Isabela Mercuri

Bolo três amores
A paixão pelos doces surgiu desde cedo, mas foi há pouco mais de um ano que Isabel Haddad Alli, 20, decidiu vender bolos para alcançar independência financeira. Estudante de direito, ela viu na faculdade uma oportunidade para divulgar seu trabalho.

No início, os doces eram feitos somente para festas de família e amigos do curso. Depois, ‘desconhecidos’ passaram a lhe contatar para experimentar os sabores. “Doces sempre foram meu maior vicio, meu ponto fraco. E meu grande objetivo profissional era que eu trabalhasse com algo que amasse e que me instigasse a ser cada vez melhor, junto a uma independência financeira. Com os bolos consegui concretizar esse sonho almejado”, contou a cuiabana ao Olhar Conceito.

Para criar suas receitas, ela uniu os ensinamentos de sua avó com cursos que fez para se especializar. Uma de suas professoras, com quem ela já fez dois workshops (e deve fazer mais um no mês de maio) é a confeiteira Simone Izumi, proprietária do ‘Chocolatria’, em São Paulo. Com ela, Isabel aprendeu principalmente a fazer os recheios diferenciados de seus bolos.

Mesmo com pouco tempo de atividade profissional, Isabel conta que a reação do público tem sido boa. “De acordo com as críticas construtivas de meus clientes, e o feedback que sempre procurei, consegui agradar a muitos paladares, principalmente pelos produtos de qualidade utilizados desde o início até hoje”, afirma. Para ela, a ‘pegada rústica e ao mesmo tempo sofisticada’ é o diferencial da marca.

A ‘Belhbolos’, nome de sua loja virtual, possui opções desde as mais tradicionais, como brigadeiro caseiro, prestígio e leite ninho, até os mais sofisticados como os bolos de palha italiana, de dois e três amores. Este último, o mais pedido, é feito com massa de baunilha, brigadeiro tradicional, brigadeiro de doce de leite e brigadeiro de ninho, e ainda é enfeitado com morangos ou brigadeiros.


Isabel atende somente sob encomenda, recebendo pedidos e entregando em horário comercial estendido (até 20h30). Seus preços variam de R$50 a R$230, dependendo do tamanho e dos adicionais.

Para conhecer mais sobre o trabalho de Isabel, basta acessar seu INSTAGRAM. Informações e encomendas no telefone (65) 99807-8278.

Regionais : APÓS SUSPEITO SER PRESO POR ROUBO PELA PM, NA UNISP ACABA ROUBANDO ARMA DE AGENTE DE POLÍCIA CIVIL
Enviado por alexandre em 28/03/2017 20:33:19


ROLIM DE MOURA - Por volta das 22h40 da noite da última segunda-feira (27), houve um roubo a um estabelecimento Comercial, localizado na Rua Cecília Meireles, Bairro Cidade Alta. O roubo foi praticado por dois elementos, um deles armado com uma arma de fogo e o outro com uma faca, vindo a render as vítimas, trancando-as no interior de um quarto, em seguida subtrairam alguns produtos do gênero alimentício, bebidas, aparelho celular e joias. Após o roubo, a dupla fugiu do local.

A Polícia Militar foi imediatamente acionada, e Guarnições de Rádio Patrulha enquanto deslocavam-se ao local, obtiveram informações de que os suspeitos estariam num pátio de um Posto de Combustível, também no Bairro Cidade Alta. De acordo com a ocorrência policial, os policiais militares foram até o local, avistando os dois suspeitos. Um dos suspeitos que estava em posse de uma arma de fogo, teria colocado a mão na cintura para sacar da referida arma, acabou sendo advertido pelos militares com dois disparos de arma de fogo ao solo. Neste momento os dois elementos fugiram, abandonando a arma e os produtos oriundos do roubo, que foram localizados posteriormente pelos policiais.

Um dos suspeitos, identificado até então como Rodrigo Nunes de 24 anos acabou sendo interceptado e preso após alguns minutos. Na fuga, o suspeito acabou se lesionando. O segundo suspeito acabou conseguindo fugir e até o momento não foi preso.

O Corpo de Bombeiros Militar de Rolim de Moura foi acionado pela PM, e uma Unidade de Resgate foi até o local, vindo a prestar atendimentos pré-hospitalares ao suspeito, que e em seguida foi encaminhado para o Hospital Municipal de Rolim de Moura, onde recebeu atendimentos médicos e posteriormente foi conduzido até a Unisp de Rolim de Moura, onde foi apresentado e autuado em flagrante delito pela Autoridade Policial por crime de roubo.

Fato após a prisão

Já praticamente após todos os procedimentos já realizados pela Polícia Civil, e ainda de acordo com informações não oficiais, na madrugada desta terça-feira (28), enquanto o acusado de roubo Rodrigo Nunes estava sendo preparado para o processo de transferência para uma Unidade Prisional do município, mesmo algemado, acabou conseguindo sacar a arma de um Agente de Polícia Civil, vindo a apontar a arma em direção a cabeça do Funcionário Público e em seguida veio a fugir do local em posse da arma do policial.

A partir deste momento, policiais civis sairam em diligências atrás do acusado, e cerca de 04 quadras da Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Rolim de Moura, na Avenida Boa Vista, Bairro São Cristóvão, os Agentes de Polícia Civil localizaram o acusado que ainda teria sacado da arma e apontado para os policiais, que revidaram, vindo a atingir o bandido com dois disparos de arma de fogo. O bandido foi desarmado e os policiais acionaram os Bombeiros que foram até o local, vindo a socorrer novamente o bandido até o Hospital. Rodrigo Nunes encontra-se recebendo atendimentos médicos.


Fonte: Alerta Rolim

« 1 (2) 3 4 5 ... 6211 »