Regionais - O programa “Tchau Poeira” está sendo utilizado em tese como propaganda eleitoral. - Notícias
« 1 (2) 3 4 5 ... 11492 »
Regionais : O programa “Tchau Poeira” está sendo utilizado em tese como propaganda eleitoral.
Enviado por alexandre em 05/07/2022 23:04:16

LIMITES 

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE), ao proibir o pré-candidato a deputado federal Breno Mendes de usar indevidamente material de propaganda eleitoral antecipada em veículo, sinaliza que não vai permitir os abusos mesmo de forma dissimulada. Breno é um dos pré-candidatos que tem feito campanha ostensiva ao utilizar material gráfico fora do padrão, slogan que lembram a última candidatura e remetendo ao pleito que se aproxima, antes do período eleitoral permitido pela legislação. Nas mídias sociais há também extrapolação dos limites vedados.  

ABUSO 

O programa “Tchau Poeira” do governo do estado, que promete asfalto para os municípios, também está sendo utilizado em tese como propaganda eleitoral. Quem participa dos eventos das obras percebe nas falas alusão a uma continuidade das ações com o alinhamento político. Marcos Rocha até tenta disfarçar no discurso, mas vereadores e prefeitos foram escalados para afagar o ego governamental e sugerir a continuidade da parceria por mais tempo, ou seja, alusão a mais quatro anos.  

PROIBIÇÃO 

Desde sábado passado, fica proibido a participação dos candidatos em inaugurações e contratações de shows artísticos pagos com recursos públicos, bem como o comparecimento de qualquer candidato ou candidata a inauguração de obras. Daqui pra gente, por exemplo, a presença de Marcos Rocha no “Tchau Poeira”, fica vedada. A proibição se estende ao alcaide vassalo que tentar fazer proselitismo entre a obra e a eleição para privilegiar o governador, uma vez que alguns desses agentes públicos acham que podem tudo. E não podem.  

TRANSFERÊNCIA 

Até a posse dos eleitos as vedações valem para gestão de pessoal na esfera pública, transferência de recursos entre entes da federação e publicidade governamental. Esta última o Congresso Nacional chegou a flexibilizar driblando a legislação eleitoral, contudo o STF concedeu liminar suspendendo a manobra. 

DECISÃO 

Um dirigente do Diretório regional do MDB informou `a coluna que o partido define nos próximos dias o caminho a tomar sobre as eleições estaduais. Dividido entre as mais diversas candidaturas a governador lançadas, os emedebistas não deverão lançar um candidato próprio a governador, embora queiram participar efetivamente na composição da chapa majoritária que optar em apoiar. É uma legenda importante uma vez que é estruturada em todos os municípios e que mais governou Rondônia. Além da titularidade de uma vaga senatorial até os próximos quatro anos, exercida por Confúcio Moura.  

CRÍTICAS 

Há uma pressão externa para que o MDB reforce a coligação chapa branca de Marcos Rocha, capitaneada pelo deputado federal Lúcio Mosquini. Existe também um grupo expressivo que rejeita a adesão ao governador por diversas razões, especialmente depois que Marcos Rocha andou criticando duramente o governo emedebista que o antecedeu.  

PRESSÃO 

Dividido, caberá aos próceres históricos da legenda escolher a melhor alternativa para a agremiação partidária mais vitoriosa nas eleições de Rondônia. A pressão pela qual vem sendo alvo é uma força exercida em todas as direções que o MDB sabe tirar de letra sem que seja suficiente para acuar seus dirigentes. Aliás, em todas as crises, aos velhos militantes é que se busca socorro.  

NOMEAÇÕES 

Nos bastidores os governistas estão espalhando que emedebistas graúdos teriam condicionado adesão ao governo por nomeações de parentes e apaniguados. A coluna deu uma espiada no Diário Oficial do final de semana e não constatou a informação, mas o boato em si mexeu com os ânimos e o humor de alguns dirigentes. Cooptações nestas condições e neste momento são devastadoras para qualquer legenda que preza o verniz da seriedade.  

CONTRADITANDO 

O senador Marcos Rogério, pré-candidato a governador, tem contraditado ações governamentais nas áreas em que o governo é fragorosamente ruim. A última bordoada revela os dados estarrecedores da violência que aumentou consideravelmente. O cardápio de críticas deve acentuar na medida que as convenções ocorram.  

CONTRAPONTO 

Léo Moraes, candidato independente que tem apresentado propostas de ‘Rondônia pode Mais’, tem apontado os graves problemas da saúde e a falta de empenho para a entrega das unidades de Guajará-Mirim e Ariquemes. O deputado é um entusiasta da duplicação da BR 364, obra de responsabilidade federal, mas que exige das autoridades liderança para que seja priorizada. Outra proposta do pré-candidato que afeta os rondonienses é a solução definitiva da regularização das terras para que o produtor tenha acesso mais rápido a crédito. Algo que o atual governo foi inepto.  

CUTUCADAS 

Já o provável candidato dos partidos de esquerda, Vinicius Miguel, tem pontuado as críticas em temas mais gerais; embora se prepare para questionar as ações governamentais de forma incisiva após a definição das legendas que compõem o espectro dos partidos neolulistas sobre todas as candidaturas majoritárias uma vez que existem algumas desconfianças entre elas. Nas mídias sociais o professor cutuca as políticas afirmativas que o atual governo tanto despreza. Portanto, Marcos Rocha não vai ter vida facilitada por nenhum deles, o que é absolutamente normal visto que todos querem a mesma cadeira.  

ESPÓLIO

Ao que parece ninguém reconhecido nos meios políticos com representatividade aceita a inglória função para dirigir o PSDB que a deputada federal Mariana Carvalho, o vice-prefeito da capital Maurício Carvalho, o deputado estadual Laerte Gomes e o ex-senador Expedito Junior abandonaram. Por último, o prefeito da capital Hildon Chaves chegou a anunciar que assumiria o espólio, mas foi avisado de que era uma massa falida a ser administrado com credores exigindo quitação de débitos pretéritos. 

BOTINADA

Acrescente-se, também, que o Tribunal Regional Eleitoral reprovou, por unanimidade, a prestação de contas do partido e condenou o PSDB a devolver mais de 280 mil ao Fundo Partidário, referente as ilegalidades constatadas nas contas das eleições passadas. Razão pela qual Hildon Chaves desistiu de presidir a legenda e avisou que também vai bater a poeira das botas e dar tchau ao ninho. 

ESTEPE

O PSDB, que outrora governa a capital e outros municípios, está reduzido a uma espécie de estepe das legendas mais robustas e vem sendo comandada por assesores dos políticos que mudaram de partido. Embora José Guedes resista para que o partido não vire uma espécie de suporte ao projeto de reeleição do governador, conforme querem os novos dirigentes, há um esvaziamento proposital para que o tucanato agonize até ceder as tentações governamentais. A direção nacional tem conhecimento dos problemas de Rondônia e pode ser a salvação do tucano raiz que sonha com uma candidatura própria para que o partido não se torne um mero estepe do bolsonarista Marcos Rocha. 


Por Robson Oliveira

Regionais : Pacientes com e sem Covid-19 misturados no HM de Vale do Paraíso
Enviado por alexandre em 05/07/2022 15:16:16

Hospital municipal de Vale do Paraíso sem as mínimas condições de atender pacientes com Covid-19

Pacientes com e sem Covid-19 misturados no HM de Vale do Paraíso

O caos na saúde do município de Vale do Paraíso a cada dia só aumenta e quem paga a conta é a população que fica a mercê da própria sorte, enquanto a prefeita Poliana Gasqui (PROS) e a secretária municipal de Saúde a professora do quadro estadual de ensino Monica Moraes que é irmã da mandataria municipal, ficam dando desculpas esfarrapas e sem contexto. E o quadro negro da saúde de Vale do Paraíso fica cada vez mais escuro e a prova é que o município enfrenta nos últimos dias um aumento alarmante no números de pessoas infectadas com a Covid-19 e como meio legal os acometidos com o vírus procuram o HM que já passa por uma grave crise com a falta de medicamentos e outros.

 

De acordo com denuncia a recepção do hospital não há divisão para pessoas que estão com suspeitas de estarem com o coronavírus e dos pacientes com outras doenças. Eles ficam sentados um ao lado do outro. Outro fato agravante é que na unidade hospitalar só tem um único médico para fazer todo e qualquer tipo de atendimento.

 

“Fui no hospital municipal em busca de atendimento médico, já que estava sentindo fortes dores e com suspeita de ter sido contaminada com o Covid o que ficou confirmado. O atendimento no hospital municipal para quem tá com suspeita de Covid é feito normalmente com os outros pacientes que não estão com o sintomas da doença o que traz um perigo constante para quem não tá contaminado e vim ser acometido deste terrível vírus. Após passar pelo médico depois de esperar mais de 5 horas para ser atendido foi diagnosticado com a Covid e o médico receitou os remédios e como o HM não tem em estoque os mencionados medicamentos tive que comprar os mesmo em uma farmácia particular isso é uma vergonha para uma pessoa que já ganha um salário mínimo e ter que gastar com remédios que sabemos que o governo federal manda para os municípios e ai pergunto onde é que a prefeita (Poliana Gasqui) e sua irmã que é a secretaria (Monica Moraes), estão aplicando o dinheiro que é enviado?”, disse um morador de Vale do Paraíso há 22 anos que preferiu não ter sua identidade divulgada por temer represália.

Enquanto a população humilde e trabalhadora de Vale do Paraíso sofre com o descaso na saúde pública a prefeita Poliana Gasqui o seu esposo o ex-prefeito cassado José Gasqui Peretta uma espécie de primeiro ministro da administração municipal, estão preocupados em acomodar afilhados políticos de outros municípios na sua equipe e desta forma desvalorizando os munícipes que tem capacidade. Por seu turno a titular da pasta da saúde municipal Monica Moraes que não domina a área está preocupada em garantir o seu gordo salário no final do mês, enquanto o povo que se vire nos trinta ou até mesmo nos cem.

 

Prefeita Poliana Gasqui e o 1º ministro José Gasqui Peretta

Monica Moraes secretária municipal de Saúde

Fonte: Alexandre Araujo/www.ouropretoonline.com

 

 

Regionais : Mulher tem sobrenome trocado por 'vagabunda' em cartão de crédito e pede indenização de R$ 50 mil
Enviado por alexandre em 05/07/2022 14:35:18


A mulher tomou um susto assim que abriu a correspondência e encontrou o xingamento estampado no cartão de crédito. O banco C6 Bank diz estar à disposição para apurar o caso.

Uma mulher, que preferiu não ser identificada, teve o sobrenome trocado pelo xingamento de "vagabunda" no cartão de crédito. A vítima, de 29 anos, entrou com processo por danos morais e pede indenização de R$ 50 mil pela situação vexatória.

 

Ao receber a correspondência, em Campo Grande, a mulher disse ter ficado completamente constrangida. O g1 conversou com o advogado Ederson Lourenço, que representa vítima no processo.

 

"A minha cliente me procurou logo depois que recebeu o cartão. Ela me disse que estava em casa em uma confraternização com amigas e tinha deixado para abrir o envelope em que o cartão estava depois do serviço. Quando abriu o papel, leu 'vagabunda' no cartão, ela disse ter começado a dar risada, mas depois se deu conta do que tinha acontecido", detalha o advogado.

 

Veja também 

 

Funcionário dos Correios mata colega após briga por capacete

 

Ciúmes após ménage provoca briga generalizada em navio. TUDO FILMADO. VEJA VIDEOS

Lourenço detalhou que a cliente havia pedido o cartão de crédito e dois dias depois o objeto chegou. Até então, na correspondência, o nome da mulher estava correto, a surpresa maior foi quando abriu e viu o xingamento no cartão.

 

O advogado descreve o caso como "humilhante e vexatório".

 

Em nota, o C6 Bank, banco em que o cartão foi solicitado, detalhou que acompanha o processo, mas não pode fornecer informações. Leia a posicionamento abaixo:

 

"Em cumprimento ao disposto na Lei Complementar nº 105/2001, não podemos fornecer a terceiros informações de operações ativas e passivas de serviços bancários, sob pena de quebra de sigilo bancário. As informações somente podem ser fornecidas diretamente ao consumidor ou na forma autorizada na citada lei. Estamos à disposição dos clientes para esclarecer dúvidas, resolver qualquer problema e apurar todos os casos". 

 

Fonte: G1

LEIA MAIS

Regionais : CRM/RO alerta para novo avanço do Coronavírus: ‘‘Ritmo acelerado de transmissões’’
Enviado por alexandre em 05/07/2022 14:29:54

Entidade reforçou a importância do uso de máscara em locais fechados e de concentração de pessoas. Veja a manifestação

Conselho Regional de Medicina de Rondônia alerta para novo avanço do Coronavírus: ‘‘Ritmo acelerado de transmissões’’
 
Leia Também
Hildon lidera o PSDB regional e deixa claro que a legenda não apoia Guedes; e Confúcio assume oposição a Bolsonaro
OPINIAO DE PRIMEIRA
Hildon lidera o PSDB regional e deixa claro que a legenda não apoia Guedes; e Confúcio assume oposição a Bolsonaro

Regionais : Rondônia é exemplo de Estado que já admitiu trisal e garantiu efeitos jurídicos
Enviado por alexandre em 05/07/2022 14:28:24

Reportagem de Rafaela Polo cita decisão da 4ª Vara da Família de Porto Velho

Matéria do UOL cita Rondônia como exemplo de Estado que já admitiu trisal e garantiu efeitos jurídicos

Leia Também
Tribunal de Justiça de Rondônia conta com inovações e aperfeiçoamentos nas contratações
JUDICIÁRIO DE RONDÔNIA
Tribunal de Justiça de Rondônia conta com inovações e aperfeiçoamentos nas contratações

« 1 (2) 3 4 5 ... 11492 »