Regionais - Atlético-PR é multado em R$ 70 mil por manifestação pró-Bolsonaro - Notícias
« 1 2 (3) 4 5 6 ... 7647 »
Regionais : Atlético-PR é multado em R$ 70 mil por manifestação pró-Bolsonaro
Enviado por alexandre em 20/10/2018 01:20:47

Atlético-PR é multado em R$ 70 mil por manifestação pró-Bolsonaro

Foto: Reprodução / Twitter / Atlético-PR

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) definiu nesta sexta-feira a punição ao Atlético-PR por manifestação política em uma partida do Campeonato Brasileiro. O clube foi multado em R$ 70 mil devido à ação na qual expressou apoio ao candidato a presidência do Brasil Jair Bolsonaro antes da partida diante do América-MG, na Arena da Baixada. No último dia 6, véspera do primeiro turno das eleições, os jogadores do Atlético-PR entraram em campo com uma camiseta amarela com os dizeres: "Vamos todos juntos por amor ao Brasil", em alusão ao presidenciável Jair Bolsonaro, do PSL. Somente o zagueiro Paulo André, que já havia se posicionado contra o candidato nas redes sociais, se recusou a vestir a peça. De acordo com o STJD, com a ação, o clube paranaense descumpriu o Regulamento Geral das Competições. Pesou contra o Atlético-PR o fato de a diretoria ter consultado a CBF na véspera da partida sobre a possibilidade de usar a camiseta e ter o pedido negado. "O Atlético-PR deveria ter precaução. O pedido foi indeferido. Entendo por condenar por descumprir um ofício da CBF", avaliou o auditor Eduardo de Mello. "Temos que ter em mente que pessoas estão morrendo por questões políticas. Não posso entender que aquela manifestação política é boa e correta", completou o auditor José Nascimento. Em julho, o STJD puniu o Atlético-PR pelo uso de um telefone celular em campo pelo goleiro Santos, alegando ser parte de campanha para conscientização contra o uso do aparelho no trânsito. À época, os paranaenses sequer procuraram a CBF para pedir autorização e acabaram multados em R$ 50 mil. (Notícias ao Minuto)

Regionais : PROPINA: Oferta de 1 milhão de reais para o Coronel Marcos Rocha
Enviado por alexandre em 19/10/2018 16:23:15

De acordo com processo no TCE foi detectado que agiu com dolo no ‘emergencial’ do transporte de alunos
RONDONIAOVIVO - PAULO ANDREOLI MTB 923/RO

PROPINA: Oferta de 1 milhão de reais para o Coronel Marcos Rocha

FOTO: (Divulgação)

Estamos em 2018. Crianças estão fora da sala de aula em Porto Velho. Uma queda de braço entre Prefeitura e empresários do setor do transporte escolar, que já gerou até uma operação da Policia Federal.


Um problema grave, que não começou em 2018. Tem seu inicio na gestão de Mauro Nazif (PSB) e acabou chegando ‘por tabela’ até o prefeito Hildon Chaves (PSDB).
Inicio do ano de 2013, após tomar posse na capital, o ex-prefeito Mauro Nazif nomeou o Coronel Marcos Rocha para ser o titular da Semed – Secretaria Municipal de Educação.


E foi durante sua gestão na Semed, que Rocha protagonizou uma situação que necessita de mais esclarecimentos para a sociedade. Para piorar, no período eleitoral deste ano, Cel. Marcos disse que foi ofertada a sua pessoa, uma propina no valor de um milhão de reais.


Também existem dúvidas sobre sua conduta ‘não republicana’ de não denunciar a proposta de corrupção e deixar literalmente, ‘rolar’ o barco do transporte escolar.




IMPROBIDADE


De acordo com processo 2408/2016 de fiscalização de atos e contratos, promovido pelo TCE – Tribunal de Contas do Estado, foi detectado que Marcos Rocha agiu com dolo ao renovar pela segunda vez, emergencialmente, o contrato 073/2013 com a Flecha Transporte e Turismo para o transporte fluvial dos alunos da rede municipal de ensino.




Esta renovação emergencial, com dispensa de licitação na monta de R$ 3.116.000,00 (Três milhões, cento e dezesseis mil), de acordo com Relatório Técnico do TCE/RO, foi realizado por falha no planejamento das ações administrativas preliminares à conclusão do processo regular.


Estão citados no relatório além de Marco Rocha, o ex-Coordenador Municipal de Transporte Escolar, cidadão Severino Silva Castro. Ao final, os gestores relapsos foram apenas multados.


Marcos Rocha em apenas R$1.620,00 e seu auxiliar, também em R$ 1.620,00.

MINISTÉRIO PÚBLICO


Na fiscalização, o Ministério Público de Contas opinou no sentido de que as justificativas apresentadas não foram capazes de afastar as irregularidades e demonstram que a segunda contratação emergencial foi firmada por ausência de planejamento eficaz, má administração do tempo aliado a eventual entendimento de que a conduta embora proibida (dois contratos emergenciais por falta de planejamento).

PROPINA


Em entrevista recente, o Coronel Marcos Rocha disse que já teria durante sua vida pública, recebido a proposta de propina que chegou ao valor de um milhão de reais. E foi durante sua gestão na Semed.


“Já fui secretário de Educação de Porto Velho e na época eu recebi uma proposta indecente de corrupção de R$ 200 mil. Não aceitei e eles aumentaram a oferta para R$ 400 mil, depois para R$ 500 mil e depois para R$ 1 milhão. Nunca aceitei”, disse em entrevista ao jornal Folha do Sul on-line.


Em recente operação polícial federal, batizada de ‘Ciranda’, a investigação sobre o contrato de transporte fluvial de alunos da prefeitura de Porto Velho levou a ser preso o ex-secretário de Educação, que também teria assinado uma renovação emergencial do mesmo contrato. Num claro caso de “dois pesos e duas medidas”.


Mas, para se avançar no inquérito e entender o que realmente se passou nos bastidores do referido contrato, urge interrogar o Coronel, que prevaricou ao não denunciar aos órgãos fiscalizadores a oferta de propina.




Regionais : NÃO RESISTIU: Morre funcionário da Eucatur crivado de balas na zona Sul
Enviado por alexandre em 19/10/2018 16:16:44

RONDONIAOVIVO

NÃO RESISTIU: Morre funcionário da Eucatur crivado de balas na zona Sul

FOTO: (Divulgação)

De acordo com a assessoria do hospital João Paulo II, o funcionário da Eucatur, José Ferreira da Silva, idade não divulgada, morreu na unidade médica vítima de disparos de arma de fogo nesta manhã. O homem foi crivado de balas por volta das 3h20 da madrugada desta sexta-feira (19) na Rua Monte Azul com Rua Algodoeiro, bairro Conceição, zona Sul de Porto Velho.

Populares disseram que ouviram barulho de disparos de arma de fogo e após alguns minutos encontraram a vítima caída pedindo socorro na Rua Valência. Próximo ao rapaz foi encontrada uma mochila aberta que continha o crachá da empresa onde ele trabalha. A vítima não conseguiu dizer quem teria sido o autor do crime. José foi socorrido por populares e lavado para o hospital João Paulo com pelo menos quatro tiros nas costas. Agentes da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV) investigam o caso.

Regionais : Morre soldado do Exército vítima de grave acidente na capital
Enviado por alexandre em 19/10/2018 16:13:22


FOTO E TEXTO: (Rondoniaovivo)

Morreu no hospital João Paulo II, na quinta-feira (18) o soldado do Exército Brasileiro, Matheus Souza, 19, vítima de um gravíssimo acidente de trânsito na tarde de sexta-feira (12) da semana passada. O jovem conduzia uma motocicleta e colidiu com um poste na Avenida Mamoré, bairro Cascalheira, próximo de uma faculdade, na zona Leste de Porto Velho.

Ele transitava sentido a BR-364, quando em uma curva acentuada teria perdido o controle da direção e se chocado fortemente em um poste. Companheiros de trabalho que seguiam na frente em outras motocicletas estranharam que a vítima demorou a se aproximar e ao retornarem para verificar acabaram encontrando o soldado caído inconsciente.

Rapidamente uma equipe do Samu foi acionada e encaminhou a vítima em estado gravíssimo ao hospital João Paulo II. Os militares estariam vindo de uma obra realizada pelo Exército no bairro Ulisses Guimarães. O soldado deixa uma filha, ainda bebê.


Regionais : Soldado morre após passar mal em quartel
Enviado por alexandre em 19/10/2018 16:06:23

Soldado morre após passar mal em quartel

G1

Um militar do Exército morreu após passar mal durante serviço no quartel de Deodoro, na Zona Oeste do Rio, no último dia 6 de outubro, e a família ainda desconhece a causa da morte do jovem.

O soldado Matheus da Conceição Santos Morais, de 19 anos, passou o fim de semana com a família e voltou para o quartel no dia 1º de outubro, aonde iria passar por um treinamento. Dois dias depois, a família descobriu que o jovem estava internado, em coma induzido, no Hospital Geral do Exército, em Benfica, na Zona Norte. Três dias após a internação, o militar veio a óbito.

De acordo com o médico que atendeu Matheus, o jovem já chegou à unidade desacordado. O Exército informou que o militar teria tido um mal estar depois de um exercício, mas o médico disse que ele teve febre alta, evacuava e tinha urina escura. Segundo a mãe de Matheus, a família foi impedida de ver o corpo do rapaz quando chegou à unidade de saúde.

O atestado de óbito não disse qual foi a causa da morte, e informou que era necessário aguardar um prazo de cinco dias para receber o resultado. Mas após 15 dias da morte do militar, a família ainda não recebeu repostas.

« 1 2 (3) 4 5 6 ... 7647 »