Mais Notícias - Ataque de Maia ao Bolsa Família agrada eleitor de direita - Notícias
« 1 (2) 3 4 5 ... 3255 »
Mais Notícias : Ataque de Maia ao Bolsa Família agrada eleitor de direita
Enviado por alexandre em 19/01/2018 09:38:36

Ataque de Maia ao Bolsa Família agrada eleitor de direita

Postado por Magno Martins

Deputado erra; é a miséria que escraviza pessoas

Blog do Kennedy

Numa palestra em Washington, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse que o Programa Bolsa Família “escraviza” as pessoas por gerar “dependência”.

“Criar um programa para escravizar as pessoas não é um bom programa social. O programa bom é onde você inclui a pessoa e dá condições para que ela volte à sociedade e possa, com suas próprias pernas, conseguir um emprego”, afirmou o presidente da Câmara.

Esse tipo de declaração dificulta muito o êxito de qualquer candidatura presidencial. Maia tem se movimentado para tentar se viabilizar como postulante do DEM ao Palácio do Planalto.

Em eleições passadas, candidatos do PSDB sofreram danos políticos diante da suspeita de que poderiam modificar ou acabar com o Bolsa Família. Aliados do PSDB à época, como políticos do DEM e do PMDB, fizeram críticas duras, parecidas com essa de Rodrigo Maia.

O efeito sempre foi negativo, porque o Brasil é um país com enorme desigualdade social. Essas críticas sempre beneficiaram o PT nas eleições.

Nos últimos anos, com o encolhimento da economia, a miséria voltou a crescer. Bater no Bolsa Família é repetir um erro que outros políticos já cometeram, pois se trata de um programa que faz parte do colchão social brasileiro e tem muita eficiência no combate à miséria _tanto que é tido como exemplar por organismos internacionais.

A única explicação lógica para um ataque desse tipo ao Bolsa Família vindo de um político com a experiência do Rodrigo Maia é encontrar eco num setor da sociedade que sempre criticou as políticas sociais dos governos Lula e Dilma. Ou seja, falar para uma faixa do eleitorado de direita e centro-direita que vê o Bolsa Família com preconceito.

Mais Notícias : Marun provocado por aliado ao defender Previdência
Enviado por alexandre em 19/01/2018 09:37:59

Marun provocado por aliado ao defender Previdência

Postado por Magno Martins

O deputado federal Fábio Ramalho disse que apoiaria mudanças na aposentadoria se governo estipulasse teto de juros bancários em 12%

ÉPOCA- Murilo Ramos

Num almoço realizado na sede da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) nesta quinta-feira (18), em Belo Horizonte, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, passou por um constrangimento enquanto defendia a reforma da Previdência.

Ele foi interrompido pelo deputado federal Fábio Ramalho (MDB-MG). O parlamentar, do mesmo partido de Marun, disse que apoiaria as mudanças na Previdência se o governo estipulasse em 12% o teto dos juros bancários e explicitasse quanto gasta com o pagamento de juros da dívida pública.

Marun fingiu que não era com ele e prosseguiu com o discurso.

Já o governador do Acre, o petista Tião Viana, esteve no Palácio do Planalto na noite de ontem para um encontro com o presidente Michel Temer, mas parece ter ficado embaraçado com a situação. Tanto que ignorou a reunião em suas redes sociais. No Twitter, por exemplo, publicou apenas uma foto de uma audiência, em Brasília, com uma autoridade do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Para a comodidade de Viana, não foram tiradas fotografias para registrar seu encontro com Temer.

Mais Notícias : Procurador nega vá pedir prisão cautelar de Lula
Enviado por alexandre em 19/01/2018 09:37:21

Procurador nega vá pedir prisão cautelar de Lula

Postado por Magno Martins
Bolsonaro sugeriu que ex-presidente vá pedir asilo político na Etiópia

Jornal do Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) divulgou nota nesta quinta-feira (18) negando que o procurador regional da República Maurício Gotardo Gerum tenha formalizado qualquer pedido de prisão cautelar do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Nos últimos dias, diante da informação que Lula viajará à Etiópia, na África, dois dias após o julgamento do recurso contra sua condenação pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), na próxima quarta-feira (24), o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) especulou, na imprensa, que o ex-presidente pedirá asilo político naquele país.

Ainda segundo o Ministério Público Federal, o procurador regional "não formalizou, e não vê razões para formalizar, qualquer pedido em relação à prisão cautelar do ex-presidente".

"Gerum esclarece ainda que, em caso de condenação dos réus da referida ação penal, qualquer medida relativa ao cumprimento de pena seguirá o normal andamento da execução penal, não havendo razões para precipitá-la", completa a nota do MPF.

No dia 26, Lula embarcará para Adis Abeba, capital da Etiópia, para participar de um evento sobre combate à fome, organizado pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), entidade que tem sede em Roma e é chefiada pelo brasileiro José Graziano.

O convite para o evento foi feito em outubro, e ele decidiu manter o compromisso. Se for condenado, Lula, líder nas pesquisas, pode ficar inelegível para as eleições de 2018 e corre até mesmo o risco de ser preso.

Lula só ficaria impedido de viajar se os desembargadores do TRF-4 decidissem impor alguma restrição, e se a Justiça considerar que há risco de fuga.

Mais Notícias : Podemos eleger um Hitler ou um Trump, diz FHC
Enviado por alexandre em 19/01/2018 09:36:43

Podemos eleger um Hitler ou um Trump, diz FHC

Postado por Magno Martins

Em entrevista à Radio Bandeirantes nesta quinta-feira, Fernando Henrique Cardoso disse que "é preciso ficar atento para que não se eleja um regime autoritário".

"Há um clima que é propício a isso, nós já tivemos experiências dessa natureza. É preciso que haja também outras pessoas capazes de dizer de uma maneira direta, que toque nas pessoas, mas que respeite algumas regras da democracia, do bem-estar, que tenha compromisso com o país e não só com a vitória. Temos que olhar com muita atenção o desenrolar dessas eleições, porque pode haver, mal comparando, um Hitler, como pode haver um Trump ou pode haver um Macron".

Ao comentar as candidaturas do ex-presidente Lula e de Jair Bolsonaro, Fernando Henrique avaliou que há mais chances para uma candidatura de centro: "Acho que há todas as condições para ter um candidato de centro qualificado, que tenha história e posição".

Ele afirmou que o governador de São Paulo é o nome do partido que tem mais chances de vencer a eleição: "Tem vários que são bons, mas quem tem mais chance nesse momento, quem pode levantar a bandeira, em nome do PSDB, é o Alckmin"."não há risco de Geraldo Alckmin não ser o candidato do PSDB à presidência da República".

Para FHC, o julgamento do ex-presidente Lula, na próxima semana, não será político. Ele pondera que não pode haver condenação se não houver provas: "Eu espero só uma coisa: que a Justiça seja correta. Qual é a prova e, se tem prova, condena. Se não tem, absolve. Eu não conheço o processo. O juiz vai ter que explicar, fundamentar o voto". (BR 247

Mais Notícias : Justiça manda retirar outdoor de Bolsonaro na Bahia
Enviado por alexandre em 19/01/2018 09:36:06

Justiça manda retirar outdoor de Bolsonaro na Bahia

Surgem casos similares na Justiça de outros estados

EPOCA – Marcelo Rocha

Uma decisão da Justiça na Bahia ordenou que um outdoor com a imagem do presidenciável e deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), com a inscrição "Deus, Pátria e Família", seja retirado do local onde foi instalado no município de Capela do Alto Alegre.

Segundo a juíza, o "direito de manifestar-se sobre a pessoa que anseia a participação no processo eleitoral é livre e tal não poderá ser cerceado. Contudo, fazê-lo em formato de ampla imagem, que caracteriza-se como outdoor, e de forma a configurar-se como possível propaganda eleitoral cuja intenção seja angariar votos em período que fora ao estipulado na lei, não pode ser acolhido pelo Judiciário".

Enquanato isso, o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho está irritado com a dissolução do diretório estadual do PR, partido que presidia, e promete tirar até 150 dirigentes da legenda no estado, incluindo presidentes de diretórios municipais e zonais. Garotinho disse a EXPRESSO que a legenda se tornou uma "sucursal do Temer". Afirmou, ainda, estar decidindo para qual partido seguirá.

« 1 (2) 3 4 5 ... 3255 »