Mais Notícias - Ensino Médio de Pernambuco é destaque nacional - Notícias
(1) 2 3 4 ... 2612 »
Mais Notícias : Ensino Médio de Pernambuco é destaque nacional
Enviado por alexandre em 23/09/2016 08:41:39

Ensino Médio de Pernambuco é destaque nacional
Postado por Magno Martins

O governador Paulo Câmara foi o escolhido para falar em nome de todos os governadores do Brasil, hoje, na cerimônia no Palácio do Planalto em que foram anunciadas mudanças no Ensino Médio. A escolha se deu em face ao 1º lugar de Pernambuco no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do País (Ideb). O estado lidera o ranking, relativo ao ano de 2015, junto com São Paulo, ambos com nota 3,9.

Em seu discurso, Paulo destacou os avanços obtidos no Estado na Rede Pública Estadual de Ensino e a importância de investir na Educação Pública de qualidade.

“O Brasil ainda tem gargalos do século passado, desigualdades profundas, que precisam ser trabalhadas, que precisam ser discutidas, que precisam ser, cada vez mais, enfrentadas. E eu não vejo outro caminho para enfrentar o momento que o Brasil vive, e o futuro do Brasil, que não seja investir de maneira intensiva na Educação das futuras gerações deste país”, discursou Paulo, nas presenças do presidente da República, Michel Temer, do ministro da Educação, Mendonça Filho, e de vários governadores.

“Quase metade da rede do Ensino Médio de Pernambuco é formada por escolas em Tempo Integral. Isso mostra um diferencial. Isso é um fator determinante na atratividade e na vontade dos alunos e dos professores terem condições de aprender e ensinar”, explicou Paulo Câmara.

O governador lembrou que as escolas de tempo integral existem há mais de 10 anos em Pernambuco. “Existiam oito, em 2006 e, ao longo do Governo Eduardo, elas saltaram para 300. E, agora, são 335 no meu governo. É um trabalho de médio e longo prazo que enseja não apenas cuidar da Escola em Tempo Integral, mas, também, cuidar das escolas regulares. Isso é fundamental. Buscar melhorar permanentemente e ver formas de motivar o aluno e motivar o professor”, afirmou Paulo Câmara em entrevista após a cerimônia no Planalto.

O governador lembrou que, de 2007 para cá, Pernambuco foi o único Estado do país no qual todo o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) melhorou, pois saiu da 21ª colocação para a 1ª colocação no ranking nacional. “Além disso, temos a menor taxa de abandono no Brasil. Éramos 26º colocado em 2007, e, hoje, temos a menor taxa do País, com apenas dois alunos que abandonam o Ensino Médio depois que entram. Outro ponto importante é também conseguirmos a menor diferença entre a escola pública e a escola privada, o Ideb também mostrou isso”, destacou Paulo Câmara.

Para o governador, esse conjunto de indicadores mostra que Pernambuco está no caminho certo. “Mas um caminho que ainda precisa ser muito bem trabalhado, muito bem cuidado, com muito pé no chão, pois a Educação tem de estar sempre colocada no olhar do gestor e tem que ser o maior valor, sempre”.

Sobre as mudanças que serão implantadas pelo Governo Federal, o governador Paulo Câmara acredita que seja uma forma de “conectar” o Ensino Médio a uma flexibilização que hoje o mundo exige. “Um mundo globalizado, conectado e com muita velocidade. Portanto, precisamos também que a Educação esteja antenada com essa realidade”.

Mais Notícias : Lula: “Eu duvido que Moro seja mais honesto do que eu”
Enviado por alexandre em 23/09/2016 08:40:03

Lula: “Eu duvido que Moro seja mais honesto do que eu”
Postado por Magno Martins

Do Blog da Folha

Em ato em prol da candidatura de João Paulo (PT) à PCR realizado no Centro da cidade, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou o andamento das investigações da Operação Lava Jato. Desta vez ele afrontou diretamente o juiz Sérgio Moro.

“Não se preocupem comigo, eu estou tranquilo. Eu duvido que dentro do Ministério Público, da Polícia Federal, ou o tal do juiz Moro seja mais honesto que eu”, afirmou o líder-mor do PT.

Ele também criticou os procuradores de Curitiba. Segundo ele, os magistrados são “um grupo de meninos” que investigam sua vida realizando um “show de pirotecnia sem provas”.

“Não adianta não ter provas e ter convicção. Eu tenho história de luta nesse País. É preciso que eles aprendam a respeitar”, disse.

“Hoje tem um conluio entre uma parte da imprensa, uma parte do MP e uma parte da PF e no meu caso eu acho que eles erraram um pouco na mão. Porque eles sabem que eu não preciso de imprensa para ter o carinho do povo brasileiro. Vocês têm concurso, mas não foram escolhidos para ser Deus”, completou o petista.

Lula espera que depois das investigações os magistrados peçam desculpas “a mim e a minha família”.

Mais Notícias : Recife: Lula cobra desculpas de Moro, MP e imprensa
Enviado por alexandre em 23/09/2016 08:39:13

Recife: Lula cobra desculpas de Moro, MP e imprensa
Postado por Magno Martins



Ex-presidente Lula e o candidato a prefeito do Recife, João Paulo em carreata nesta quinta (22)

Com informações do Portal BR 247 e Folha de S.Paulo – Kleber Numes

O ex-presidente Lula disse agora á noite em comício no Recife que o juiz Sergio Moro, o Ministério Público e a imprensa terão que "pedir desculpas", a ele e sua família, após a devassa feita no PT dentro da Operação Lava Jato. Lula bateu duro também na ação de hoje da Polícia Federal, acionada pelo juiz Sérgio Moro prendendo o ex-ministro Guido Mantega. "Foram buscar o Guido dentro da sala de cirurgia da sua mulher que está com um câncer, para depois com a maior desfaçatez dizer que não sabia que ela estava com câncer. Sabiam, a pessoa não está numa sala de cirurgia para fazer maquiagem”.

Ainda no comício desta noite em apoio ao candidato do PT a prefeito do Recife, João Paulo Lula, disse que a coletiva feita pelo Ministério Público na semana passada para denunciá-lo foi um "show de pirotecnia". Ele também cobrou respeito e voltou a afirmar que os procuradores não apresentarão qualquer prova de ilegalidades praticadas por ele.

Para Lula, a nova etapa da Operação Lava Jato, deflagrada há dez dias das eleições municipais, tem para Lula, a intenção de criminalizar o PT e atrapalhar a eleição de seus candidatos. Pela manhã, em Fortaleza, o ex-presidente chegou a rebatizar a fase chamada de Arquivo X, de "Boca de urna".

"Querem destruir o PT porque nós fizemos em menos de 20 anos o que eles não fizeram em cinco séculos. Mas não se preocupem, eu estou tranquilo. Duvido que dentro do Ministério Público Federal, ou o próprio juiz Sérgio Moro, seja mais honesto do que eu", disse Lula.

Durante a fala de 30 minutos, Lula voltou a acusar "a imprensa, parte da Polícia Federal, do Ministério Público Federal e das elites, de conluio" contra ele. "Eu tenho consciência do ódio que eles têm por mim", afirmou.

Acompanhado de deputados federais como Silvio Costa (PTB), senadores como Armando Monteiro (PTB) e Humberto Costa (PT), candidatos a vereadores e líderes de movimentos sociais, Lula seguiu em carro aberto sendo ovacionado pela militância.

"É hora de dar o troco no golpe, vamos fazer isso nas urnas", disse Humberto Costa, único a citar o presidente Michel Temer, afirmando que ele "não gosta de nordestino".

"Não adianta não ter provas e ter convicção. Eu tenho história de luta nesse país. É preciso que eles aprendam a respeitar. Vi um grupo de meninos que investigam minha vida há dois anos fazer um show de pirotecnia contra mim sem provas, só com convicções. Vocês têm concurso, mas não foram escolhidos para ser Deus", afirmou.

Lula defendeu que o Brasil "volte à normalidade". "É preciso que este país volte à normalidade, que a instituições respeitem a sociedade e que os membros das instituições poderosas sejam pessoas que ajam com responsabilidade", disse.

Mais Notícias : Mais um na porta de saída
Enviado por alexandre em 23/09/2016 08:34:12

Mais um na porta de saída
Postado por Magno Martins

Carlos Chagas

Desautorizado pelo telefone, e de Nova York, o ministro Geddel Vieira Lima não tem outra saída senão pedir para sair. Acusado pelo presidente Michel Temer de possuir uma posição personalíssima a respeito de anistiar quantos praticaram o Caixa Dois em todas as eleições, o deputado baiano deixou claro ter sido um dos artífices da malograda emenda que anistiava todo mundo, no Congresso e fora dele, por haver doado e recebido dinheiro podre.

O ministro-chefe da Secretaria de Governo é o segundo, da trinca do barulho dos ministros palacianos que pretendiam atropelar o presidente da República, opinando mais do que ele, e na contramão. Romero Jucá já havia sido defenestrado do ministério do Planejamento. Agora falta Eliseu Padilha, da Casa Civil, que igualmente vem batendo de frente com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

Há semelhança entre Michel Temer e Itamar Franco, que também não deixava ministros esquentarem lugar quando batiam de frente com ele. Ambos caíram de paraquedas no palácio do Planalto, vice-presidentes que eram de dois presidentes vitimados pelo impeachment. E ambos, Itamar o tempo todo e Michel ao menos por enquanto, não colocavam amizades acima de suas obrigações.

Inscreve-se no rol dos inusitados o tratamento dado pelo falecido senador mineiro ao seu melhor amigo e chefe da Casa Civil, Henrique Hargreaves, quando acusado de irregularidades. O então presidente mandou que se afastasse para dispor de melhores condições para defender-se. Demitido, provou estar sendo vítima de uma armação. Quando absolvido no Judiciário, retornou com tapete vermelho e tapinhas nas costas.

VÃO VISITÁ-LO?

A dúvida, ontem, era se o Lula e Dilma Rousseff iriam visitar Guido Mantega na cadeia. Afinal, foi ministro da Fazenda de ambos. A ausência revelará pouco caso. A presença poderá ser interpretada como provocação.

Mais Notícias : Mantega é degrau na escalada até Lula e Dilma
Enviado por alexandre em 23/09/2016 08:31:58

Mantega é degrau na escalada até Lula e Dilma
Postado por Magno Martins

Josias de Souza

Ministro mais longevo de governo em que a brigada do PT levou a amoralidade às fronteiras do paroxismo, Guido Mantega é a demonstração de que quem sai aos seus não endireita. Ao alcançar o ex-ministro da Fazenda, a Lava Jato estabeleceu um elo entre as duas ruínas que derreteram o poder petista: a derrocada econômica e a decadência ética.

Como chefe da Fazenda, Mantega servira de biombo para que Dilma Rousseff conduzisse a economia até o buraco. Descobre-se agora que o personagem fazia também o papel de cupido das boas relações do PT com empresários provedores de dinheiro sujo para campanhas da legenda.

Mantega passou mais de oito anos na Fazenda. Atravessou os governos de Lula e de Dilma. Experimentou o céu do boom econômico e o inferno da recessão. Seu envolvimento com a coleta de recursos para o PT mostra o estágio da metástase que o câncer da corrupção alcançou no organismo do Estado. Nem a Fazenda foi deixada em paz.

O ex-ministro petista é um alvo intermediário da Lava Jato. Mantega é visto pelos investigadores como um degrau na escalada que levará a investigação até Lula e Dilma. Chegou-se a Mantega a partir do cerco ao caixa das campanhas eleitorais do PT, chefiadas pelo casal do marketing João Santana e Monica Moura. A delação de Marcelo Odebrecht, à espera de homologação, reforçará o papel paralelo de Mantega.

No momento, o grande temor do PT é que Mantega, fragilizado psicologicamente e com a mulher gravemente adoentada, acabe se transformando num novo delator a serviço da Lava Jato.

(1) 2 3 4 ... 2612 »