Mais Notícias - PF mentiu para o juiz Moro, diz deputado - Notícias
(1) 2 3 4 ... 1999 »
Mais Notícias : PF mentiu para o juiz Moro, diz deputado
Enviado por alexandre em 03/07/2015 09:42:32

PF mentiu para o juiz Moro, diz deputado

O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) disse que a revelação de que escutas ilegais foram implantadas na sede da Superintendência da Polícia Federal no Paraná demonstram que o juiz Sérgio Moro foi enganado. "Mentiram para o juiz", concluiu.

Na tarde desta quinta, 2, o agente da PF Dalmey Fernando Werlang contou na CPI da Petrobras que implantou escutas na cela do doleiro Alberto Youssef e no fumódromo da Superintendência a pedido do superintendente da PF no Paraná, Rosalvo Franco, e dos delegados Igor Romário de Paula e Márcio Anselmo. A escuta no fumódromo teria sido pedida por uma outra delegada, que é mulher de outro delegado.

No depoimento anterior, o ex-diretor de Inteligência da PF, José Alberto de Freitas Iegas, confirmou que foi encontrada uma escuta na cela de Youssef. O aparelho, segundo Iegas, era diferente do que foi colocado com autorização judicial na época do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. A PF chegou a informar que a escuta encontrada estava inativa e o juiz Sérgio Moro considerou, com base na sindicância da PF, que não havia irregularidades. (AE)

Mais Notícias : Renan antecipa férias e viaja ao Caribe
Enviado por alexandre em 03/07/2015 09:39:38

Renan antecipa férias e viaja ao Caribe

Dois dias depois de o Senado emplacar uma nova derrota ao governo Dilma Rousseff, com a aprovação do reajuste para o Judiciário, o presidente da Casa, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), decidiu antecipar o descanso e embarcou em viagem internacional.

Segundo a Folha apurou, o peemedebista e a mulher viajaram nesta quinta-feira (2) para Punta Cana, cidade litorânea da República Dominicana, para participar do casamento da filha do ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça) Humberto Martins.

Em 2008, Martins, natural de Alagoas, compareceu ao casamento de Renan Filho, então prefeito de Murici (AL), filho do senador e atual governador do Estado. O evento ocorreu em salão de eventos localizada em área nobre de Brasília –ele foi ao local em carro oficial do tribunal.  (Da Folha de S.Paulo)

Mais Notícias : Cássio quer Dilma fora: "Não há como escapar"
Enviado por alexandre em 03/07/2015 09:38:11

Cássio quer Dilma fora: "Não há como escapar"

O senador Cássio Cunha Lima, líder do PSDB no Senado, voltou, nesta quinta-feira (2), a elevar o tom contra a presidente Dilma Rousseff. Segundo ele, o mandato dela está com os dias contados. "Não há como ela escapar", disse. O senador foi cassado em 2006, quando governador eleito da Paraíba, acusado de abuso de poder político por, segundo a justiça, ter realizado um programa de assistência social sem lei específica,

Para o Cunha Lima, o PT faz ataques de "desespero" ao PSDB e que não há como piorar ainda mais o Brasil do que os petistas fizeram. Num duro pronunciamento, ele declarou que o governo do PT será limpo com benzina porque é uma "mancha".

Ao defender novamente a saída espontânea de Dilma do cargo, Cássio afirmou que o dono da UTC, Ricardo Pessoa, vai confirmar no próximo dia 14 ao Tribunal Superior Eleitoral que deu dinheiro ilegal para a campanha à reeleição da presidente. Ele citou ainda a investigação das "pedaladas" fiscais no Tribunal de Contas da União e os pedidos de apuração feitos pela oposição no Ministério Público Federal contra Dilma para mostrar que o suposto certo está se fechando.

"Acabou o jogo. O que Dilma poderia fazer? Renunciar ao mandato para termos novas eleições", afirmou ele, ao ressaltar que fala em nome do PSDB. Ele disse que o presidente do seu partido, senador Aécio Neves (MG), não vai assumir o mandato e frisou que os tucanos querem novas eleições presidenciais. Ele mencionou ainda que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva poderá disputar o pleito.

Cassação do tucano

Governador reeleito da Paraíba em 2006, Cássio Cunha Lima teve o mandato cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) sob a acusação de ter distribuído 35 mil cheques a cidadãos carentes durante a campanha eleitoral daquele ano, por meio de programa assistencial da Fundação Ação Comunitária (FAC), vinculada ao governo estadual. Segundo a denúncia, os cheques totalizam cerca de R$ 4 milhões.(Portal BR 247)

Mais Notícias : STF: pela 1ª vez, ministro bate duro em Cunha
Enviado por alexandre em 03/07/2015 09:36:36

STF: pela 1ª vez, ministro bate duro em Cunha

Kennedy Alencar

Pela primeira vez, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), sofreu duras críticas de um ministro do STF (Supremo Tribunal Federal).

Marco Aurélio Mello considerou ilegal a manobra regimental que Cunha fez na madrugada desta quinta para votar novamente a redução da maioridade penal, tema no qual havia sido derrotado na noite anterior.

Por enquanto, o presidente da Câmara é o grande vitorioso. Conseguiu o apoio da bancada do PSDB na Casa para transformar uma derrota em vitória. Com um texto mais brando, a redução da maioridade foi aprovada com 323 votos favoráveis _ 20 votos a mais do que a proposta rejeitada na quarta.

Mas Cunha ainda enfrentará duas batalhas, uma política e outra jurídica.

No Senado, há um movimento para tentar barrar a redução da maioridade penal.

Na frente jurídica, a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) argumentou que são inconstitucionais a redução da maioridade e a manobra regimental feita por Cunha. Um grupo de deputados pretende recorrer ao STF.

A guerra ainda não acabou.

Mais Notícias : Adesivo: ação no MP por ofensa sexual a Dilma
Enviado por alexandre em 03/07/2015 09:35:50

Adesivo: ação no MP por ofensa sexual a Dilma

Mônica Bergamo - Folha de S.Paulo

Adesivos comercializados em sites de vendas na internet que mostravam a presidente Dilma Rousseff numa montagem em que o corpo de uma mulher aparece com as pernas abertas geraram reação imediata da Secretaria de Política para as Mulheres. A ministra Eleonora Menicucci decidiu encaminhar denúncia ao Ministério Público Federal, à AGU (Advocacia-Geral da União) e ao Ministério da Justiça.

A ministra pede "ação urgente" para "impedir a produção, veiculação, divulgação, comercialização e utilização do material". E ainda que os responsáveis pelo adesivo, se descobertos, sejam responsabilizados penalmente. Ela afirma que "as pessoas precisam distinguir diferenças políticas do respeito à dignidade humana".

Os adesivos foram feitos para serem colados na entrada no tanque de gasolina dos carros. Quando abastecidos, eles passariam a ideia de que a bomba de gasolina estaria penetrando sexualmente a figura falsa da presidente.

Adesivo: ação no MP por ofensa sexual a Dilma

Mônica Bergamo - Folha de S.Paulo

Adesivos comercializados em sites de vendas na internet que mostravam a presidente Dilma Rousseff numa montagem em que o corpo de uma mulher aparece com as pernas abertas geraram reação imediata da Secretaria de Política para as Mulheres. A ministra Eleonora Menicucci decidiu encaminhar denúncia ao Ministério Público Federal, à AGU (Advocacia-Geral da União) e ao Ministério da Justiça.

A ministra pede "ação urgente" para "impedir a produção, veiculação, divulgação, comercialização e utilização do material". E ainda que os responsáveis pelo adesivo, se descobertos, sejam responsabilizados penalmente. Ela afirma que "as pessoas precisam distinguir diferenças políticas do respeito à dignidade humana".

Os adesivos foram feitos para serem colados na entrada no tanque de gasolina dos carros. Quando abastecidos, eles passariam a ideia de que a bomba de gasolina estaria penetrando sexualmente a figura falsa da presidente.

(1) 2 3 4 ... 1999 »