Mais Notícias - Circo: deputado se declara preso e vira herói na Casa - Notícias
(1) 2 3 4 ... 2303 »
Mais Notícias : Circo: deputado se declara preso e vira herói na Casa
Enviado por alexandre em 06/02/2016 13:48:55

Circo: deputado se declara preso e vira herói na Casa

Postado por Magno Martins

Leandro Mazzini – Coluna Esplanada

O deputado federal Hildo Rocha (PMDB-MA) se deu voz de prisão na Casa. Isso mesmo – e pelo ocorrido, pela coragem no episódio, foi muito cumprimentado pelos seus pares, que também não deixaram de ironizá-lo.

Na última terça-feira, ao saber que o motorista e assessor foram detidos pela Polícia Legislativa numa confusão, ele se apresentou ao chefe da Polícia no Senado e, ao ter pedido de soltura da dupla negado, declarou: “Então eu me prendo!''.

E Hildo ficou na sala-cela com os subordinados, de braços cruzados e beiço, até pegar o telefone e ligar para o “advogado'' Renan Calheiros.

Ocorreu o seguinte: na pressa para ver a presidente Dilma Rousseff na sessão de abertura do Ano Legislativo, o deputado ordenara ao motorista que furasse o bloqueio da viatura da Polícia Legislativa já no perímetro do Congresso, e ele desviou o carro passando pelo gramado.

Hildo subiu correndo, mas os assessores foram detidos em seguida. O impasse só terminou, sem auto de infração, com o 'habeas corpus' concedido pelo presidente do Congresso, após a ligação do aliado, e a Legislativa os liberou, mesmo contrariada.

Mais Notícias : Zika vírus: aborto clandestino na América Latina
Enviado por alexandre em 06/02/2016 13:45:54

Zika vírus: aborto clandestino na América Latina

Postado por Magno Martins

Falta de acesso a métodos contraceptivos e a proibição do aborto levam a práticas inseguras

Do El País: María R. Sahuquillo

O alerta contra o zika vírus no continente americano e sua vinculação com casos de microcefalia em bebês nascidos de mães infectadas têm levado as autoridades de países como Equador, Colômbia e El Salvador a aconselhar que mulheres evitem a gravidez. Uma recomendação difícil de cumprir em uma região onde os programas de educação sexual são quase inexistentes. Cerca de 24 milhões de mulheres não têm acesso a métodos contraceptivos modernos na região, segundo a ONU.

O vírus também se espalha por uma das regiões com mais restrições à interrupção da gestação no mundo: apenas seis países permitem o aborto por malformação fetal; em outros sete, não é autorizado nem para salvar a vida da mulher. Especialistas alertam que as dúvidas sobre os riscos do zika vírus, somadas à falta de opções para que as mulheres decidam se querem ou não ser mães, podem causar um aumento dos abortos clandestinos, inclusive no Brasil.

Na América Latina e no Caribe, cerca de 56% das gestações não são planejadas, como mostra a pesquisa do Instituto Guttmacher — especializado em saúde sexual —, com base em dados do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA).

Leia mais: Temor do zika vírus ameaça disparar aborto clandestino na América Latina

Mais Notícias : Cunha quer esticar calvário de Dilma na Câmara
Enviado por alexandre em 06/02/2016 13:45:04

Cunha quer esticar calvário de Dilma na Câmara

Postado por Magno Martins

Do blog do Kennedy

Presidente da Câmara busca arrastar discussão sobre impeachment

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), manteve a estratégia de esticar o calvário do governo Dilma no Congresso. É nesse contexto que deve ser entendida a afirmação de Cunha de que só instalará a comissão especial que analisará o impeachment da presidente depois de o STF (Supremo Tribunal Federal) apreciar um recurso da Câmara sobre o tema.

Enquanto não votar o pedido de abertura de impeachment, esse assunto tende a atrasar a discussão de outros projetos importantes na Câmara. Assim, Cunha coloca lenha na fogueira da crise. Se a economia continuar piorando, o peemedebista acredita que a presidente poderá ser afastada do cargo.

O ministro do STF Marco Aurélio Mello criticou Cunha, dizendo que não cabem recursos enquanto não for publicada oficialmente a decisão do Supremo sobre o rito do impeachment, que foi tomada em dezembro.

Mas o ministro Roberto Barroso decidiu que o STF deve ouvir as manifestações do PC do B, da Presidência da República e do Senado a respeito dos argumentos da Câmara no recurso apresentado por Cunha. Em resumo, o recurso vai ganhando o tempo que Cunha acha conveniente para complicar a vida de Dilma.

O governo também quer evitar que Cunha impeça o funcionamento das demais comissões da Câmara.

Mais Notícias : Aécio deve mais explicações
Enviado por alexandre em 06/02/2016 13:44:14

Aécio deve mais explicações

Postado por Magno Martins

Do blog do Kennedy

É preciso ter cautela em relação à delação de Fernando Moura, que já negou uma primeira versão dada aos investigadores e ontem recebeu nova chance do juiz Sergio Moro para falar o que sabe. Como todas as demais delações, precisará ser acompanhada de provas.

Como Moura já admitiu que mentiu, é razoável que haja ainda mais cuidado ao levar ao pé da letra as suas afirmações. Mas é importante que o senador Aécio Neves (MG), presidente do PSDB, manifeste-se diretamente sobre essa delação.

Moura disse que ouviu em 2002 do então futuro ministro José Dirceu que Aécio havia pedido ao presidente eleito, Lula, para manter Dimas Toledo na diretoria de Furnas. Segundo Moura, Dimas Toledo teria dito a ele que um terço da propina de contratos da estatal elétrica seria destinado a Aécio.

Não é a primeira vez que há uma menção a Aécio na Lava Jato. Até hoje, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não viu consistência para pedir uma investigação a respeito do senador.

No entanto, como um dos principais líderes da oposição e crítico do PT, politicamente é necessário que Aécio trate do tema diretamente.

Em 2002, ele manteve boa relação política com Lula. Isso gerou ciúme no PT e no PSDB. Esse bom relacionamento durou todo o governo Lula. Em 2014, quando Lula entrou pra valer na campanha à reeleição de Dilma, ele atacou duramente Aécio. Hoje, não são mais amigos, mas adversários ferrenhos.

A guerra política entre petistas e tucanos explodiu pontes. A política brasileira está ficando envenenada. Em relação à Lava Jato, do mesmo jeito que são cobradas explicações de Lula, também devem ser cobradas de Aécio.

O argumento de que o PT tenta envolver o PSDB na Lava Jato é frágil. Se tivessem algum poder sobre a Operação Lava Jato, os petistas não estariam na situação atual de extrema dificuldade, alguns presos em Curitiba.

Mais Notícias : Sítio: Lula aconselhado a dizer que reforma foi presente
Enviado por alexandre em 06/02/2016 13:43:27

Sítio: Lula aconselhado a dizer que reforma foi presente

Postado por Magno Martins

Da Folha de S.Paulo – Marina Dias e Daniela Lima

Atingido pela maior crise desde que deixou a Presidência, Luiz Inácio Lula da Silva está sendo aconselhado por aliados e integrantes do governo Dilma Rousseff a adotar oficialmente a tese de que "recebeu de presente" a reforma feita no sítio que frequenta em Atibaia (SP).

Essa linha de defesa ainda divide opiniões dentro do próprio PT e no entorno dele. Primeiro, há o temor de que as bases do partido não recebam bem esse discurso, que foge à tese de que a cúpula petista age em favor da legenda, não em benefício próprio.

O segundo empecilho está no fato de a Odebrecht já ter avisado que não assumirá publicamente que custeou a reforma. A decisão foi tomada internamente pela empreiteira e comunicada a pessoas próximas a Lula.

Reportagem da Folha revelou que, segundo testemunhas e depoimentos colhidos pelo Ministério Público, uma espécie de consórcio informal de empresas (Odebrecht, OAS e Usina São Fernando) dirigidas por amigos do ex-presidente bancou as obras.

A ex-dona de uma loja de material de construção em Atibaia disse que a Odebrecht bancou R$ 500 mil em produtos para a obra. Um engenheiro da construtora admitiu ter participado da reforma, em "caráter informal".

O Instituto Lula diz que o ex-presidente frequenta o local, de propriedade de amigos da família, em dias de descanso. Um dos interlocutores do petista ouvido pela reportagem resumiu o estado de ânimo dos personagens envolvidos na aquisição e reforma do sítio: todos estão "em pânico" com o caso.

Ainda assim, pessoas próximas a Lula já começaram a testar a teoria. Como publicou a Folha nesta quinta (4), o ex-ministro Gilberto Carvalho, bastante próximo a ele, disse que seria "a coisa mais normal do mundo" se a Odebrecht tivesse bancado a reforma do sítio.

Nos bastidores, desde que o caso ganhou atenção, petistas de primeiro escalão têm citado que, entre ex-presidentes dos EUA, por exemplo, é comum o recebimento de presentes após o mandato.

No caso de Lula, a reforma começou no fim de 2010, quando ele ainda ocupava o Planalto. Para rebater esse ponto, Carvalho disse que a primeira vez que Lula esteve na chácara foi em 2011.

(1) 2 3 4 ... 2303 »