Mais Notícias - Dilma e o programa - Notícias
(1) 2 3 4 ... 1595 »
Mais Notícias : Dilma e o programa
Enviado por alexandre em 01/09/2014 09:18:35

dilma e marina

Lupa no programa de Marina

Desde que o programa de governo de Marina Silva foi divulgado na sexta-feira passada, uma turma escolhida a dedo pelo Palácio do Planalto passou a lê-lo com lupa, página por página.

A ordem era encontrar contradições e contas que não fecham. Se encontraram algo, será usado hoje por Dilma Rousseff no debate que vai ao ar pelo SBT, no final da tarde.

Por Lauro Jardim
Recadastramento à vista

Desenturmado

Felix Fisher deixará a presidência do Superior Tribunal de Justiça (STJ) hoje e passará a ser mais um ministro, membro da quinta turma da corte. Só não sabe quem serão seus colegas.

Quatro dos cinco integrantes da quinta turma estão saindo do colegiado: Paulo Dias Moura Ribeiro, Regina Helena Costa, Marco Aurélio Belizze e Laurita Vaz.

Não se pode fazer uma relação direta da debandada com a chegada de Fisher, exclusivamente.

Laurita Vaz sai para virar vice-presidente do STJ. Moura Ribeiro, Regina Helena e Belizze ocuparão cadeiras vagas há pouco tempo em outras turmas, que tratam de temas com os quais eles têm mais afinidade.

E, obviamente, nenhuma vossa excelência admitirá o alívio de estar longe do ex-presidente. Ainda assim, Fischer sabe que está longe, muito longe de ser unanimidade entre seus colegas.

Por Lauro Jardim
Prioridade traçada

Não tem conversa

Henrique Eduardo Alves já fez chegar ao Palácio do Planalto que não há conversa sobre a possibilidade de retirar da pauta o projeto de Mendonça Filho que anula o decreto de Dilma Rousseff dos conselhos populares, que passarão a ser consultados a respeito das políticas públicas do governo federal.

Henrique Alves foi ao seu xará e líder do governo, Henrique Fontana, avisando que a oposição não aceita o adiamento da votação. Ou seja, a fatura será liquidada nesta semana (Leia mais aqui).

Henrique Fontana entendeu, mas deverá fazer de tudo para impedir a apreciação do projeto, inclusive obstruir a sessão.

Por Lauro Jardim

Casa de ferreiro

Abusos no ministério

Abusos no ministério

Eleonora Menicucci tem um problema de razoáveis proporções para resolver e evitar que seu ministério fique conhecido como a casa de ferreiro da Esplanada.

Funcionários da Secretaria de Política das Mulheres da Presidência da República – grande parte, mulheres – estão denunciando práticas de assédio moral, abuso de poder e ameaças.

O grupo protocolou uma carta dentro do próprio ministério, no dia 14 de julho, para ser entregue a quem manda: Eleonora Menicucci.

O texto fala em:

* chacotas e comentários sobre roupas e outras marcas de identidade estética, como tatuagens, cabelos coloridos e penteados afro;

* constrangimentos relacionados à possibilidade das servidoras engravidarem – “você não está pensando em engravidar não, né”? – redução de função no retorno da licença maternidade;

* restringir o acesso a espaços públicos, como banheiros; sugerir a servidoras que tenham que abrir portas e segurar bolsas de autoridades; ameaçar publicamente; enviar e-mails com ameaças implícitas e veladas.

Eleonora Menicucci tomou conhecimento das denúncias, e o ministério encampou parte dos pleitos da turma que passou pelas agressões.

Na lista de providências, entre outras: reformulação do comitê de gestão de pessoas, e a ouvidora receberá qualquer denúncia interna e dará livre acesso aos casos investigados.

Por Lauro Jardim
E-mail para servidores

E-mail para servidores

O notório Agaciel Maia tem nos amigos deixados no Senado um ativo importante para obter contatos do quadro de servidores – e eleitores, claro. E tome-lhe mala-direta.

Disputando a reeleição como deputado distrital, além das mensagens de feliz aniversário (Leia mais aqui), agora Agaciel partiu para a campanha: enviou e-mails pedindo votos para a caixa dos funcionários públicos do Senado.

Agaciel vende-se como o candidato do funcionalismo, lista pseudo-vitórias como deputado, mas, obviamente, não lembra aos ex-colegas como deixou a secretaria-geral do Senado: varrido em 2009, no centro do escândalo dos atos secretos.

Por Lauro Jardim
guido

Política econômica com menos credibilidade

A consultoria Arko Advice compilou todas as justificativas de Guido Mantega para o pífio desempenho do PIB no país: seca, Copa do Mundo, crise no exterior, inflação, câmbio, juros altos, economia americana, política do FED, safra ruim, seguro-desemprego, mercado de trabalho, excesso de feriados e desaceleração global. Nenhuma delas se refere à perda de credibilidade da política econômica.

Por Lauro Jardim
Fazendo as honras

Suplicy: lembrado por Marina

Um petista paulista, integrante da cúpula do partido, ironizou hoje Marina Silva que, no debate da Band, disse que governaria com os bons quadros do PT, citando Eduardo Suplicy. Disse o petista, colega de partido de Suplicy há 30 anos:

- Se ela botar o Suplicy na Casa Civil vai ser uma beleza. Ele vai virar do avesso o célebre lema  de JK. Serão cinco anos em cinquenta…

Por Lauro Jardim
aécio e dilma

Aécio e Dilma: é preciso desconstruir Marina

A palavra da moda entre tucanos e petistas é uma só: desconstrução. No caso específico, de Marina Silva. Os figadais adversários só pensam nisso.

Por Lauro Jardim

Mais Notícias : A biografia de Guga
Enviado por alexandre em 01/09/2014 09:16:09

guga

Guga: em livro

Depois de cinco anos sendo preparada, finalmente, a biografia de Gustavo Kuerten chega às livrarias. Guga, Um Brasileiro (Editora Sextante), escrita por Luis Colombini, será lançado no dia 10, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo.

A tiragem será colossal para os padrões brasileiros: 100 000 exemplares.

Por Lauro Jardim

Mais Notícias : Não fecha
Enviado por alexandre em 01/09/2014 09:15:02

Juntas?

Juntas?

O mercado financeiro não entendeu o anúncio, feito pela Oi, da contratação do BTG Pactual para que o banco estude formas de comprar uma fatia da TIM.

Não sabe como uma empresa com um endividamento de 47 bilhões de reais poderá fazer um investimento de bilhões de reais neste momento.

A propósito, hoje quem dá as cartas na Oi, na área financeira, é o BTG.

Por Lauro Jardim

A crise da indústria

A propósito, em julho, comparado a julho de 2013, o Brasil registrou uma queda de 6,9% no consumo de energia pelas indústrias.

Por Lauro Jardim
Termelétricas em ação

Termelétricas em ação

De acordo com dados oficiais, do Operador Nacional do Sistema Elétrico, em setembro choverá abaixo da média histórica no Sudeste, Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Apenas no Sul as chuvas ficarão “próximas da média”.
Assim, o ONS autorizou um volume recorde de acionamento de termelétricas para esta semana. Um total de 18 900 MWmed.
O governo deve estar aliviado pelo Pibinho registrado este ano. Se o país estivesse crescendo, o apagão era certo.
Por Lauro Jardim
odebrecht

Odebrecht: dinheiro só a candidatos ao Legislativo

A pouco mais de um mês das eleições, a Odebrecht não se mostra tão generosa com os candidatos quanto suas concorrentes OAS, Queiroz Galvão e Andrade e Gutierrez. A empreiteira ainda não pingou um centavo sequer nas campanhas presidenciais, de acordo com as prestações de contas dos partidos ao TSE.

Na segunda parcial das contas entregues à Justiça eleitoral, cinco candidatos a deputado estadual e dois a deputado federal, todos de Minas Gerais, registraram tímidos 160 000 reais em doações da construtora.

Tito Torres, do PSDB, Tiago Ulisses e Juarez Távora, ambos do PV, Tarcisio Caixeta, do PT, e Adalclever Ribeiro Lopes, do PMDB, que disputarão vagas na assembleia mineira, levaram 20 000 reais cada um. Já Gustavo Mitre e Marcelo Aro, candidatos à Câmara Federal pelo nanico PHS, receberam 30 000 cada da Odebrecht.

A propósito, está faltando dinheiro para praticamente todas as campanhas majoritárias do país.

Por Lauro Jardim

Mais Notícias : A força do Bolsa Família
Enviado por alexandre em 01/09/2014 09:12:51

bolsa familia

Bolsa Família: bilhões de reais a milhões de famílias 

O Bolsa Família transferiu em agosto 2,4 bilhões de reais a 13,9 milhões de famílias. De um lado, o governo oferece recessão ao país; e de outro, o Bolsa Família.

Por Lauro Jardim

Mais Notícias : Lula versus Marina
Enviado por alexandre em 01/09/2014 09:11:55

lula e marina

Trajetórias semelhantes

O PT conta com Lula na tarefa de desconstrução de Marina Silva. O problema é que Lula não se mostra disposto – ao menos até agora – a bater em Marina diretamente. Já disse a interlocutores que a biografia de Marina, semelhante à dele, dificulta o ataque.

A propósito de desconstruir Marina Silva, tanto o PSDB quanto o PT vislumbram, nos bastidores, um caminho para desgastar Marina. Encontrar algum desvio de conduta nas gestões de Fábio Lima, marido da ex-senadora. Fábio trabalhou por mais um uma década em governos petistas do Acre.

Como antídoto a esse tipo de ataque, Marina costuma mostrar a interlocutores um pedido de investigação sobre as atividades do marido feito por ela ao Ministério Público.

Por Lauro Jardim

(1) 2 3 4 ... 1595 »