Mais Notícias - PF investigará relação da Odebrecht com jornalistas - Notícias
« 1 ... 5 6 7 (8) 9 10 11 ... 3730 »
Mais Notícias : PF investigará relação da Odebrecht com jornalistas
Enviado por alexandre em 27/08/2019 08:16:44

Justiça autoriza PF a investigar relação de Odebrecht com jornalistas.

Folha de S. Paulo - Por Mônica Bergamo

 

A Polícia Federal pediu à Justiça autorização para acessar, numa operação de busca e apreensão, “documentos físicos” que indicassem relacionamento de Maurício Ferro, genro de Emílio Odebrecht e ex-executivo da empreiteira, com “jornalistas e veículos de imprensa”.

A relação de qualquer pessoa com repórteres é protegida pelo sigilo da fonte, previsto na Constituição. Ainda assim, a juíza Gabriela Hardt, da 13ª Vara Federal de Curitiba, autorizou a medida.

A operação foi desencadeada na sexta (23). A apreensão dos documentos na casa de Ferro acabou não se concretizando porque, quando os mandados foram expedidos, ele já havia sido preso em outra operação. E sua casa já tinha sido vasculhada.

A PF justificou o pedido afirmando que há indícios de tentativa de obstrução das investigações envolvendo a empresa e a imprensa.

Na representação, os policiais relatam um suposto conselho recebido por Marcelo Odebrecht, ex-presidente da construtora, para que ele divulgasse a jornalistas que a Suíça estaria repassando documentos aos investigadores brasileiros.

Segundo a PF, isso seria feito “de modo a transparecer que teria ocorrido violação do sigilo das informações” por agente público, o que atrapalharia as investigações. No pedido, a PF não mostra evidências de que isso tenha ocorrido.



CNMP promete desengavetar caso contra Deltan

Integrantes do CNMP prometem desengavetar caso contra Deltan como resposta a recurso na Justiça.

Folha de S. Paulo - Painel
Por Daniela Lima

 

A ação de Deltan Dallagnol para suspender um julgamento contra ele no Conselho Nacional do Ministério Público fez piorar o clima para o procurador no colegiado. Uma ala numerosa do órgão relata incômodo e chama de “inaceitável” a decisão judicial que retirou de pauta processo disciplinar que envolve o chefe da Lava Jato. Em resposta, na sessão desta terça (27), conselheiros defenderão um recurso contra a determinação e prometem desengavetar um outro caso que envolve Deltan.

Ministros de tribunais superiores avaliam que Deltan está mais suscetível a punições no colegiado. Além de ter provocado irritação ao enfrentar o conselho, o procurador perdeu apoio entre bolsonaristas, o que o deixa mais vulnerável.

Deltan recorreu à Justiça e alegou não ter tido tempo para se defender no processo aberto por críticas feitas por ele a ministros do STF. O juiz Nivaldo Brunoni acatou o pedido.

Enquanto isso, membros do CNMP fizeram chegar a Raquel Dodge provocação para que ela questione a decisão ou ao menos endosse recurso da Advocacia-Geral da União nesse sentido, em gesto aos conselheiros.

Mais Notícias : Caminhoneiros: aceno do governo preocupa empresários
Enviado por alexandre em 26/08/2019 07:56:19

Novo aceno do governo a caminhoneiros preocupa empresários, que cogitam recorrer ao Congresso.

(Foto: Reuters)

Folha de S. Paulo - Painel
Daniela Lima

 

Donos de cargas que negociam com caminhoneiros a tabela do frete perceberam mudança no discurso do governo. De um suporte transitório, que levaria a um “desmame” gradual, o governo parece defender agora uma renda mínima perene à categoria. Os termos desagradam o setor produtivo, que questiona o tabelamento no Supremo.

Empresários dizem que há pressão do governo a favor dos caminhoneiros para que um acordo seja fechado antes do julgamento, no dia 4. O aceite, porém, prejudicaria o pleito na Justiça.

Certos de que o governo Bolsonaro se curvou aos caminhoneiros, donos de cargas, muitos dos quais do setor rural, já se preparam para levar a discussão ao Congresso. Querem que os parlamentares fixem data de validade para a tabela, com o argumento de que amanhã outros empresários serão vítimas da política presidencial.



Alinça entre Moro e Bolsonaro está perto do fim

Para a centro-direita, aliança entre Moro e Bolsonaro está perto do prazo de validade.

(Foto: Lula Marques | Marcos Corrêa/PR)

Folha de S. Paulo - Painel
Daniela Lima

 

Um político experimentado da centro-direita avalia que o esvaziamento dos atos deste domingo (25) indica que a máquina de mobilização a serviço de Sergio Moro, e ora de Bolsonaro, pode estar perdendo força.

Casamento de fachada Disseminou-se na classe política a impressão de que as cotoveladas entre Bolsonaro e Moro aumentarão, em público e em privado, e a relação se esgarçará até a inviabilidade. Se o ministro tem pretensões políticas, diz liderança da centro-direita, o timing da ruptura está passando.

Mais Notícias : Crise ambiental pode minar base política de Bolsonaro
Enviado por alexandre em 23/08/2019 08:37:19


(Foto: PR | Reprodução)

Folha de S. Paulo - Coluna Painel
Por Daniela Lima

 

A ponta solta que mais ameaça a equação do presidente é a política ambiental. Um bloqueio externo teria fortíssima repercussão no agronegócio, setor que é caro a Bolsonaro e altamente representado no Congresso.

Cobrados nas redes, integrantes do Novo não descartam recurso ao conselho de ética contra a permanência de Ricardo Salles (Meio Ambiente) na sigla.




PT quer apuração do adiamento de pesquisa do IBGE

Foto: reprodução                                                                                                                                      Fonte: site Contexto Livre

 
Folha de S. Paulo - Coluna Painel
Por Daniela Lima

 

O PT no Senado quer que o TCU apure o adiamento da divulgação da POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares), do IBGE. O estudo é usado na atualização do cálculo da inflação e deveria ter saído mês passado. A sigla questiona os riscos e prejuízos decorrentes do atraso e de supostas ingerências nas estatísticas.

O IBGE teve o orçamento reduzido e está sob forte crítica de acadêmicos por ter encolhido o questionário do Censo de 2020.

Mais Notícias : Crise ambiental pode minar base política de Bolsonaro
Enviado por alexandre em 23/08/2019 08:37:08


(Foto: PR | Reprodução)

Folha de S. Paulo - Coluna Painel
Por Daniela Lima

 

A ponta solta que mais ameaça a equação do presidente é a política ambiental. Um bloqueio externo teria fortíssima repercussão no agronegócio, setor que é caro a Bolsonaro e altamente representado no Congresso.

Cobrados nas redes, integrantes do Novo não descartam recurso ao conselho de ética contra a permanência de Ricardo Salles (Meio Ambiente) na sigla.




PT quer apuração do adiamento de pesquisa do IBGE

Foto: reprodução                                                                                                                                      Fonte: site Contexto Livre

 
Folha de S. Paulo - Coluna Painel
Por Daniela Lima

 

O PT no Senado quer que o TCU apure o adiamento da divulgação da POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares), do IBGE. O estudo é usado na atualização do cálculo da inflação e deveria ter saído mês passado. A sigla questiona os riscos e prejuízos decorrentes do atraso e de supostas ingerências nas estatísticas.

O IBGE teve o orçamento reduzido e está sob forte crítica de acadêmicos por ter encolhido o questionário do Censo de 2020.

Mais Notícias : Governo Bolsonaro quer facilitar repasses a municípios
Enviado por alexandre em 22/08/2019 08:25:08

Governo Bolsonaro quer facilitar repasses a municípios

(Foto: Reprodução NBr)

De O Estado de S. Paulo - Coluna do Estadão

 

O governo de Jair Bolsonaro elabora medidas para desburocratizar o repasse para obras em Estados e cidades por intermédio da Caixa, a pouco mais de um ano das eleições municipais. Quer pular etapas que, no entender do Executivo, atravancam o processo, como a necessidade de técnicos do banco avaliarem até o número de eixos dos caminhões usados e o quanto é gasto com vale-transporte de funcionários. Uma das propostas, da Câmara Brasileira da Indústria da Construção, é criar uma padronização e liberar os recursos por etapa da obra.

Com menos exigências, a Caixa poderia reduzir o valor cobrado de taxa de administração. Alguns estudos apontam que ele poderia cair até a 4%. Dependendo do contrato, hoje, o valor chega a 12%.

Pela sugestão da Cbic, a Caixa projetaria o porcentual de dinheiro gasto em cada etapa. Dessa forma, o recurso para a fase seguinte só seria liberado depois que o fiscal atestasse a conclusão da anterior.

Dessa forma, os engenheiros avaliariam apenas o andamento das obras. A fiscalização ficaria a cargo dos órgãos de controle e dos Estados e municípios contratantes, como determina a lei.



Senadores derrubam trabalhos aos domingos

(Foto: Roberto Castelo/ Assessoria)

De O Estado de S. Paulo - Coluna do Estadão

 

A tropa de choque que derrubou a regulamentação dos trabalhos aos domingos não foi petista. Integrantes do MDB (Simone Tebet e Renan Calheiros), PSD (Otto Alencar) e até PSDB (Antonio Anastasia e José Serra) impuseram a derrota.

Para o relator da MP da Liberdade Econômica, o efeito será reduzido. A portaria 604 já autoriza 79 categorias a trabalhar no domingo. O intuito do texto era dificultar que futuros governos a revogassem.







Coluna desta quinta na Folha

Felipe desabafa e ataca Bolsonaro

Tão logo foi acusado pelo Governo de celebrar contratos milionários na era petista, o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, não encarou o assunto nem mesmo no programa Roda Vida. Falando, ontem, no entanto, com exclusividade, no Frente a Frente, Felipe disse que nunca recebeu um tostão como advogado de forma ilegal e classificou o contra-ataque como uma “indústria de notícias falsas”.

O líder dos advogados em plano nacional vai mais além e diz que a intenção do presidente é manchar a imagem da OAB e atacar sua família por uma visão torpe, de má fé. “Não recebo pensão do Governo, meus contratos são todos regulares”, enfatizou.

Quanto à versão de Bolsonaro, de que o pai (Fernando) ter sido morto pelos próprios colegas da Ação Popular (AP), Felipe afirmou ser uma mentira deslavada e que seu pai, na verdade, foi morto pelos militares, conforme arquivos em poder das Forças Armadas e da Polícia Federal.

Cidadão olindense – Felipe Santa Cruz, embora carioca da gema, se considera pernambucano, filho de pernambucanos e casado com uma pernambucana. O presidente da OAB vai virar, primeiro, cidadão de Olinda por proposição do vereador Marcelo Soares (PCdoB). A entrega da outorga, segundo Soares, está marcada para o próximo mês e deve se transformar num evento nacional.

Foi lá – O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (sem partido), que reclama do tratamento discriminatório do Governo estadual, fez questão, na condição de anfitrião, de bater ponto na abertura, ontem, em sua cidade, do seminário “Todos por Pernambuco”. Mas não deixou de mandar seu recado pelas redes sociais. “Continuamos abertos a parcerias”, escreveu no Instagram.

Repercussão – Entre as empresas na lista de privatizações anunciadas, ontem, pelo Governo, aparece a CBTU, que interfere na vida do cidadão recifense. A Companhia Brasileira de Trens Urbanos controla os sistemas de transporte de passageiros em cinco regiões metropolitanas, incluindo o Recife. A CBTU tornou-se empresa pública em 21 de junho de 2018, após assembleia extraordinária.

O melhor – Não foi só o deputado Lucas Ramos (PSB) que lamentou, em discurso na Alepe, a saída do presidente da Compesa, Roberto Tavares. Em Brasília, em pronunciamento, o líder do PSD na Câmara, André de Paula, disse que Tavares foi, de longe, o melhor presidente da estatal.

Mãe joana – O Governo Bolsonaro está virando vitrine para o mundo artístico. Na Embratur, em seu gabinete, o presidente Gilson Neto tocou sanfona e cantou com Bruno e Marrone. No Palácio, o padre Periquito, de Goiás, soprou berrante e ainda fez memes na frente do presidente.

CALUMBI – A vice-governadora Luciana Santos (PCdoB) foi a Calumbi, no Pajeú, para dar o start da pré-candidatura da vereadora Maria de Lourdes à Prefeitura nas eleições do ano que vem. No pleito passado, Lourdes apoiou a prefeita Sandra da Farmácia (PT), mas rompeu e é forte adversária.

Perguntar não ofende: Quanto Petrolina, administrada por gestor não aliado a Paulo Câmara, recebeu, ontem, do Todos por Pernambuco?

« 1 ... 5 6 7 (8) 9 10 11 ... 3730 »