Política - Apoio - Notícias
« 1 ... 719 720 721 (722) 723 724 725 ... 776 »
Política : Apoio
Enviado por alexandre em 28/10/2010 11:41:57



Confúcio agradece servidores por nota de repúdio contra as "injúrias" do adversário



O candidato do PMDB ao governo de Rondônia, Confúcio Moura, agradeceu a solidariedade recebida dos servidores públicos, que repudiaram , nesta terça-feira (26), em nota pública, as atitudes rasteiras da candidatura oficial.



Mais de mil servidores públicos e diversos dirigentes sindicais manifestaram, nesta terça-feira (26), apoio e solidariedade ao candidato do PMDB ao governo de Rondônia, Confúcio Moura.



Na ocasião, em ato público ocorrido na sede do Clube Ypiranga, em Porto Velho, lançaram uma “Nota de Repúdio” à campanha de difamação e injúria que, segundo eles, vem sendo difundida pela coligação governista em alguns meios eletrônicos de comunicação contra Confúcio Moura.



Ao discursar, Confúcio Moura reafirmou o compromisso de resgatar os salários dos servidores com o dinheiro oriundo da transposição.



“O primeiro passo será resgatar o poder de compra dos salários, que foram corroídos pela inflação durante oito anos mesmo em um Estado cuja arrecadação saltou de R$ 200 milhões para R$ 5 bilhões por ano”, disse o candidato.



Em seguida, Confúcio disse que pretende criar um plano de cargos e salários para todo o funcionalismo.

“Ai sim chegará a hora de os servidores, depois de oito anos, terem aumentos reais nas suas remunerações”, garantiu.



Confúcio Moura também reafirmou o compromisso de governar em parceria com os servidores.



“Ninguém governa um Estado sozinho, como pretendem certas pessoas. Vocês serão parceiros do governador Confúcio Moura. Juntos, vamos transformar esse Estado”, discursou.



O candidato do PMDB falou ainda da necessidade de se criar bons ambientes de trabalho e de o Estado oferecer oportunidades de qualificação aos servidores.



“Infelizmente, o abandono do servidor não se resume aos salários”, disse.



OUTRAS MANIFESTAÇÕES





O deputado federal e ex-candidato ao governo, Eduardo Valverde (PT), lembrou que Confúcio Moura tem propostas concretas para resgatar os trabalhadores do Estado da situação de lamúria em que se encontram.



“Servidores, vocês já aguentaram quase oito anos e, agora, não podem baixar a cabeça. Aguentem firme que serão só mais dois meses de tortura, ameaças, perseguições, descriminações e arrochos salariais. Um novo tempo e um novo Estado está despontando nos céus de Rondônia”, discursou.



“Confesso que fiquei triste e chateado com o fato de que, no momento em que a campanha deveria ser propositiva e esclarecedora, um dos lados tenha rasgado o termo de compromisso pela ética assinado na OAB e tenha baixado o nível partindo para mentiras, calúnias e injúrias inclusive no plano pessoal”, disse o deputado federal reeleito Mauro Nazif (PSB).



A NOTA



Por fim, os dirigentes sindicais entregaram o documento Confúcio Moura, cuja íntegra é a que se segue:



NOTA DE REPÚDIO



Manifestam veemente repúdio a campanha de difamação e injúria que vem sendo difundida por alguns veículos de comunicação, por entendermos que foi dura e longa a batalha pelo restabelecimento do estado de direito do Brasil, sendo injustificável que no curso de uma campanha eleitoral que deveria se pautar pela apresentação à sociedade rondoniense de propostas concretas, que visassem a melhoria de nossa qualidade de vida, sejam deferidos ataques a honra de um dos candidatos.

Entendemos que o projeto apresentado pela Candidatura de Confúcio Moura representa os reais e legítimos interesses da população do Estado e, em especial, por contemplar uma política de valorização do serviço público em geral e, notadamente, por prever melhoria das condições de trabalho, capacitação e remuneração dos servidores públicos.

Entendemos ainda, que a proposta de relação pacífica e democrática do Poder Executivo Estadual, face às demandas que envolvam os servidores públicos defendida por Confúcio Moura, sempre privilegiando o diálogo ao invés da força bruta, característica do período em que esta se findando, reflete o real interesse da categoria dos servidores públicos que atuam em nosso estado.

Entendemos finalmente, que Confúcio Moura é o candidato que melhor reúne as condições de enfrentar os sérios problemas e os grandes desafios que aguardam o novo governante, na condução de nosso Estado em constante transformação

SINDSEF, SINTERO, SINDPROF, SINDSAÚDE, ANESE, CUT e SINSEPOL

Política : Vergonha
Enviado por alexandre em 28/10/2010 01:32:51



Falta de calçamento e asfalto transformam ruas de Ouro Preto em lamaçal

Uma das promessas do prefeito Alex Testoni (PTN) era o asfaltamento de todas as ruas do setor rodoviario um dos bairros mais populosos do município, de Ouro Preto do Oeste mas isto não se realizou até o presente momento. A situação fica a cada dia mais complicada, principalmente quando chove. As fortes chuvas que vem caindo desde o inicio da semana vem deixando as ruas do bairro completamente cheias de barros e em alguns pontos sem nenhuma condição dos veículos passarem, pois estão sujeitos a ficarem atolados, devidos a situação do local.

Os moradores das Ruas José Wesing, Apolinário Cortes, Duque de Caxias, João de Oliveira e Sebastião Cabral de Souza, são os mais prejudicados por causa da chuva, pois uma quantidade muito grande de lama vem invadindo muitas residências ocasionando prejuizos materiais aos moradores. Segundo os moradores,a lama vem das ruas que estão recebendo material para receber o asfalto que os moradores afirmam que foi iniciado apenas por causa do processo eleitoral vigente.

Várias casas foram invadidas pelas águas, e os quintais por muita lama, causando prejuízos; segundo os moradores sempre que chove a situação é a mesma, a lama que desce deixa tudo cheio de barro, praticamente sem condições de passar pelo local, até mesmo a pé, já que de carro não tem condições. Os moradores, até brincam com a situação que quando chove, é preciso sair de casa em um trator e não com carro, porque o local fica sem a menor condição de se transitar.

Os moradores reclamam que já pediram uma solução da prefeitura municipal, mas foram informados que nada poderia ser feito, porque a responsabilidade é da empresa que ganhou a licitação para executar as obras de asfaltamento no bairro o bairro. “A realidade é que as obras foram anunciadas em época de eleição e como é de praxe toda obra que é eleitoreira só tem tem mesmo o inicio para as formalidades dos politicos, já que sua continuidade é uma incerteza. Lamentavel para nós que pagamos os impostos devidos, esperamos que o Senhor prefeito (Alex Testoni) tenha respeito por todos os moradores do bairro”, disse o morador da Rua José Wesing, Antonio Mendes Renézio.

A grande preocupação dos moradores é que o inverno amazônico está se iniciando e não tem qualquer movimentação para conclusão das obras o que vai piorar a situação dos moradores.


Autor: Alexandre Araujo


Fonte: ouropretoonline.com

Política : Pesquisa
Enviado por alexandre em 27/10/2010 12:48:40



A menos de cinco dias das eleições em segundo turno, o candidato ao governo de Rondônia pelo PMDB, Confúcio Moura, segue com larga vantagem sobre seu adversário João Cahula, do PPS.

Esta foi a segunda pesquisa feita pelo IRPE neste segundo turno em Rondônia, e foi registrada no TRE-RO no dia 22/10, sob o número 31955/2010. O trabalho de campo foi realizado nos dias 24, 25 e 26 de outubro. Foram ouvidos 1450 eleitores em 15 municípios do Estado. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro é de 2 pontos para mais ou para menos.

As tabelas e gráficos estão disponíveis no site do IRPE – www.irpe-ro.com.br, ou nos sites www.ceusderondonia.com.br e www.vilhenaagora.com.br.


Dejanir Haverroth

MTE 1021/RO

(69) 9975-8514

Política : Ética
Enviado por alexandre em 26/10/2010 01:40:33



Confúcio cobra termo ético assinado pelo oponente



O baixo nível da campanha do adversário e as reclamações dos trabalhadores da educação que tem recebido nesta reta final da campanha foram os assuntos de que mais se ocupou o candidato do PMDB ao governo de Rondônia, Confúcio Moura, na entrevista desta segunda-feira (25), no programa “A Hora do Povo”, da Rádio Rondônia FM, de Porto Velho.



“O adversário esqueceu completamente - ou rasgou desrespeitosamente - o termo de compromisso com a ética que todos os candidatos assinaram na OAB. A campanha governista é puro desequilíbrio. Mas vamos superar tudo isso. Vamos neutralizar as agressões no voto”, afirmou.



Ao falar sobre as reclamações dos trabalhadores em educação que tem recebido com mais intensidade por esses dias, Confúcio Moura disse que o setor é vital para o desenvolvimento do Estado e que um ensino de qualidade passa prioritariamente pelos trabalhadores da educação.



“Os trabalhadores da área perderam 25% dos seus salários para a inflação nos últimos oito anos. Trata-se de um empobrecimento real da categoria. Com o dinheiro da transposição vamos corrigir essa distorção e, depois, vamos fazer o plano de cargos e salários prevendo ganhos reais para todos”, disse.



Para Confúcio, no seu governo, a valorização dos trabalhadores na educação será resultado de muito diálogo, capacitação, treinamento, condições dignas de trabalho e estabelecimento de metas.



“O professor tem de ser valorizado no sentido amplo da palavra, os demais agentes da educação também. Assim, o foco no aluno pode ser contemplado em sua plenitude”, defendeu o candidato.



SAÚDE



Confúcio disse que o Sistema Único de Saúde (SUS) é perfeito na concepção, mas é insuficiente na prática. Para o candidato, o sistema hoje é responsável por um verdadeiroapartheid no país, onde de um lado está uma minoria de 20% com seus planos de saúde e, do outro, 80% dependendo das filas do SUS.



“A realidade é que a saúde pública no Brasil hoje tem que ser vitaminada com recurso novo”, opinou Confúcio, acrescentando que, no caso de Rondônia, a realidade impõe o desafio de se administrar com escassez de recursos.



“Nesse caso só há um jeito: ir ao limite da eficiência, ou seja, saber comprar, saber controlar, saber estabelecer prioridades, enfim, é tudo uma questão de gestão. Precisamos fazer uma média entre obras e serviços. Só fazer asfalto não dá. Teremos de dividir os recursos”, explicou o peemedebista.



Confúcio enumerou três passos para organizar o setor público da saúde do Estado: um baratíssimo, um barato e outro caro.



Por baratíssimo, de acordo com Confúcio Moura, enumerou a promoção da saúde, ou seja, campanhas educativas no sentido de praticar exercícios, alimentação correta, campanhas anti-fumo e anti drogas etc.

Por barato o candidato indicou que o Estado pode promover a atenção básica, ou seja, cuidar dos doentes crônicos, promover o PSF (Programa Saúde da Família), controlar endemias, entre outras ações.



“São ações que previnem doenças, desafogam o sistema público de saúde, promovem uma melhor qualidade de vida à população e baixa – e muito – os custos da saúde pública”, detalhou.



Por último, o candidato do PMDB explicou que o Estado tem optado pela terceira alternativa – a mais cara de todas: deixar o cidadão adoecer para depois tentar socorrê-lo.



“É a linha final e é a que temos de evitar”, declarou.



Confúcio explicou que, em termos de assistência médica, o Estado tem de promover a regionalização. Para ele, cabe ao governo ajudar as prefeituras das cidades pólos a estruturar seus hospitais regionais para que se possa atender bem a toda Rondônia.



“É assim que vamos fazer. E o Estado tem de ajudar os municípios a pagarem a conta”, ressalvou.



Uma vez feita a regionalização, Confúcio defende a tese de que os hospitais públicos de Porto Velho, automaticamente, começarão a descongestionar.



“O próximo passo é ajudar o prefeito Roberto Sobrinho a levar novas unidades para os bairros e, depois, construir novos hospitais”, disse o candidato.



Por último, Confúcio falou da necessidade de se formar um corpo profissional de alta qualidade e de médicos especialistas em todas as áreas.



“Hoje estamos perdendo profissionais para o Estado do Acre. Há quem diga, em campanha, que vai fazer grandes hospitais da noite para o dia. Não é assim que se faz saúde. Saúde se faz com ações trabalhadas exaustivamente, dia após dia”, analisou.



ÉTICA



Confúcio Moura disse que se surpreendeu com o tom inapropriado com que o seu adversário tem conduzido a campanha no segundo turno.



“Atravessamos bem o primeiro turno, com apenas alguns pequenos percalços. No segundo turno não esperávamos tanto desatino. O candidato adversário por certo ou não lembra ou, o que é mais provável, decidiu ignorar completamente o compromisso com a ética que todos assinamos na OAB”, cobrou.



Confúcio declarou nunca ter vivenciado – nem na sua ou em outras campanhas – tanto desequilíbrio, xingamentos, ofensas, boatos e mentiras.



“No final das contas, acho engraçado. Parece que é questão de vida ou morte para eles. Que apego é esse ao poder? Isso tem irritado nossos partidários, mas tenho procurado conter o ânimos, pois não é isso que o cidadão espera do futuro governador”, afirmou.



Para Confúcio Moura de pouco adianta a agressividade da campanha do oponente, pois a população observa currículos e perspectiva de futuro.



“Basta observar a vivência de cada um dos candidatos para saber quem está mais preparado para administrar os conflitos e buscar com mais interesse os consensos do Estado”, finalizou.

Política : Descaso
Enviado por alexandre em 25/10/2010 20:43:44



Conselho Tutelar de Ouro Preto passa por dificuldades

As dificuldades em que passa o Conselho Tutelar de Ouro Preto do Oeste, estão cada vez mais agravantes com a omissão do Poder Executivo municipal. Em um documento encaminhado ao juiz de Direito Dr. Maximiliano Darcy David Deitos que a nossa reportagem obteve com exclusividade tivemos acesso ao descaso que a prefeitura municipal trata o Conselho Tutelar o que incluiu os abnegados conselheiros que estão trabalhando em condições precárias.

O documento relata que o telefone fixo cujo os aparelhos foram cobrados com recursos do Fórum local não está funcionando, o telefone celular não tem créditos suficientes para atender as demandas do município, apenas 100 minutos mensais são disponibilizado (diferente dos assessores especiais do prefeito que usa e abusa do telefone móvel). O Conselho ficou sem veiculo por mais de dois meses, já que a Secretaria Municipal de Ação Social – SEMAS através do oficio nº. 264/2010 datado do dia 27/08/2010 recolheu o veiculo sem uma justificativa plausível prejudicando os trabalhos de campo dos conselheiros.

A falta de materiais de expediente, permanentes, gráfico e de limpeza é uma dura realidade. O Conselho dispõe apenas de dois completos que estão obsoletos para desempenhar as funções que se fazem necessárias no setor. Outra irregularidade denunciada é que a SEMAS não conta com o profissional de Assistência Social há quase um ano, assim sendo não estão atendendo as requisições do Conselho. O Salário pago para o conselheiro em Ouro Preto é outro ponto de insatisfação atualmente é de R$ 510, enquanto o município de Mirante da Serra paga dois salários mínimos.

O Conselho Tutelar vem funcionando graças ao apoio do Poder Judiciário o que possibilitou a pintura do prédio, troca de lâmpadas, limpeza de calha e compras de materiais de expedientes. Segundo ficou apurado pela reportagem foi feita uma reunião envolvendo Ministério Público, Poder Judiciário, prefeitura municipal e conselheiros e ficou estipulado um prazo para solucionar os problemas, prazo este que é dia 22 de Novembro.

Autor: Alexandre Araujo

Fonte: ouropretoonline.com

« 1 ... 719 720 721 (722) 723 724 725 ... 776 »