Policial - PRF EM AÇÃO - Notícias
« 1 2 3 4 (5) 6 7 8 ... 179 »
Policial : PRF EM AÇÃO
Enviado por alexandre em 24/08/2020 22:47:15

Ações da PRF aumentam apreensões de drogas nas rodovias federais

As apreensões de drogas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nas rodovias federais, têm aumentado em todo o país. Nesse domingo (23) e na semana passada, foram realizadas ações que resultaram na apreensão de mais de 7 toneladas de drogas.

Ontem, a PRF, em ação conjunta com a Força Tática da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, apreendeu mais de 3 toneladas de maconha. A droga estava escondida em um caminhão que trafegava pela BR-359, em Coxim (MS). Na altura do quilômetro (km) 170, o veículo foi abordado pelos policiais que, após uma busca, localizaram a droga.

Na tarde desse domingo, a PRF apreendeu, também,  cerca de 3 quilos de crack, durante abordagem a um veículo com placas de São Paulo, no km 172 da BR-050, em Uberaba, em Minas Gerais.  Uma vistoria feita no automóvel, os policiais acharam de três embalagens contendo a droga. Ela estava escondida em um compartimento secreto do carro.

Semana passada

Várias apreensões foram também realizadas durante semana passada, que somaram mais de 4 toneladas de maconha. No domingo (16), durante uma ação de fiscalização no km 530 da BR-163, perto de Jaraguari , em Mato Grosso do Sul. Os policiais rodoviários encontraram escondidos, em um caminhão-caçamba, mais de 1,9 toneladas da droga, que estava sendo levada para a cidade de Bandeirantes (MS).

Outra grande apreensão de maconha ocorreu na quinta-feira (20), em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Mais 1 tonelada. Desta vez, os policiais faziam uma fiscalização no quilômetro 478 da BR-381. A droga estava escondida no interior de um Jeep/Renegade.

Na sexta-feira (21), os patrulheiros desconfiaram de um caminhão que trafegava pela BR-423, no município de Canapi, em Alagoas. Ao fazer a busca no veículo, eles encontraram 1 tonelada de maconha escondida em meio a uma carga de fubá de milho.  O motorista informou que a droga estava sendo transportada para São José da Coroa Grande, em Pernambuco. Continue lendo

Material apreendido

Um comerciante de 35 anos foi preso com fuzil, munições e drogas na sexta-feira (21) em Orocó, no Sertão pernambucano. Segundo informações da Polícia Militar, a investigação começou através de uma prisão realizada em Campina Grande, na Paraíba.

De acordo com a polícia, na casa do suspeito foi encontrado e apreendido um fuzil, 300 munições .556, três rádios comunicadores, um colete balístico e munição .40. Na fazenda do comerciante foi encontrada uma espingarda calibre 32, além de 27 quilos de maconha e 36 quilos de sementes.

Depoimento

O suspeito foi autuado por tráfico, porte de arma de fogo de uso restrito e contrabando. Ainda segundo a polícia, o produtor agrícola e comercial informou que trabalha comprando e vendendo frutas. Ele disse que o fuzil encontrado na casa dele foi adquirido há aproximadamente 70 dias em Recife.

Além disso, o homem também contou aos policiais que comprou o fuzil e um colete balístico para se proteger por estar recebendo ameaças de morte. Ele também informou que era usuário de maconha e que costuma armazenar a droga para utilizar durante o ano todo.

O suspeito foi enviado para audiência de custódia onde teve sua prisão preventiva confirmada e depois foi encaminhado para a Cadeia Pública e Salgueiro, onde ficará à disposição da Justiça Federal.


https://i2.wp.com/www.naynneto.com.br/wp-content/uploads/2020/08/WhatsApp-Image-2020-08-23-at-19.34.26-1-620x465.jpeg

A Polícia Militar erradicou mais de 27 mil pés de maconha, dando continuidade a Operação Saturação, na zona rural de Cabrobó, no Sertão Pernambucano, neste domingo.

Segundo informações, após trocas de informações sobre um plantio ilícito de maconha foi realizado deslocamento a fazenda cachoeirinha.

Ao chegar ao local, foi encontrado um plantio de Cannabis Sativa Lineu, “Maconha”, totalizando 27.440 (vinte e sete mil quatrocentos e quarenta pés).

O plantio foi totalmente erradicado no local. Diante o exposto foi encaminhada uma amostra à Delegacia de Polícia Civil de Cabrobó, onde foram adotadas as medidas legais cabíveis.

Policial : LUXÚRIA
Enviado por alexandre em 21/08/2020 11:52:12

No Maranhão presos terão cabines para fazer sexo

Em meio à uma pandemia, governador do Maranhão, Flavio Dino (PCdoB), construirá 22 cabines para visitas íntimas em presídios do estado

Simplesmente inacreditável…

Em meio à uma pandemia que aflige o país, o governador do Maranhão, Flavio Dino (PCdoB), construirá 22 cabines para visitas íntimas em presídios do estado.

O edital lançado na última semana prevê um investimento de R$ 1,7 milhão na obra.

A empresa que vencer a licitação terá que erguer 22 “módulos de encontros íntimos” com 66 cabines em 11 presídios da capital e do interior do estado.

O governo do Maranhão afirma no edital que a construção irá “modernizar e humanizar” as suas unidades prisionais.

“A Secretaria de Estado e de Administração Penitenciária garantirá um equipamento prisional dotado das condições humanas, respeitando o princípio da dignidade, direitos fundamentais entre o homem transgressor e seus familiares”, diz um trecho do edital.

As obras terão início em 21 de setembro.

G1

Policial : PF EM AÇÃO
Enviado por alexandre em 19/08/2020 01:43:48

Em dois anos, PF apreende 11 toneladas de cocaína

Cocaína era transportada por meios aéreos, rodoviários e marítimos, segundo PF — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Desde as investigações até a deflagração da Operação Além Mar nesta terça-feira (18), a Polícia Federal (PF) apreendeu cerca de 11 toneladas de cocaína. Ao todo, quatro organizações criminosas participavam do esquema, que envolvia transporte da droga por meios rodoviários, aéreos e marítimos.

Antes da deflagração, nesta terça (18), as investigações policiais levaram a prisões de envolvidos e apreensões de drogas nos municípios de Canapi (AL), Barueri (SP) e nos estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e no porto de Rotterdam, na Holanda.

Ao longo de 2019, 104,5 toneladas de cocaína foram interceptados por agentes da PF em todo o país, somando diferentes ações e grupos criminosos.

Até às 11h, 90 dos 139 mandados de busca e apreensão foram cumpridos. Dos 50 mandados de prisão, 27 foram cumpridos até o mesmo horário.

Com mandados da 4ª Vara da Justiça Federal de Pernambuco, a PF também apreendeu, até às 11h, 46 veículos, três embarcações e oito aeronaves. Os aviões e helicópteros estavam nos estados de São Paulo, Pará, Pernambuco e no Distrito Federal. Até o mesmo horário, policiais federais haviam apreendido R$ 314.867,00 em espécie. O valor é a soma de quantias apreendidas em vários estados.

Criminosos trocaram aviões por helicópteros

A primeira fase de atuação dos grupos criminosos ocorria com o transporte de cocaína pela fronteira entre Brasil e Paraguai, nas cidades de Ponta Porã (MS) e Pedro Juan Caballero, por meio de helicópteros.

“Diferentemente de outros esquemas de tráfico, que utilizam aviões privados e se submetem a toda a fiscalização do espaço aéreo brasileiro, a organização partiu para o uso de helicópteros, que são menos suscetíveis a esse sistema de fiscalização, mas tem menos autonomia do que os aviões”, disse a delegada federal responsável pelas investigações, Adriana Vasconcelos. Continue lendo


Justiça determinou sequestro de helicópteros dentro de operação da PF contra tráfico de drogas — Foto: Polícia Federal/Divulgação

A Justiça Federal em Pernambuco determinou, nesta terça-feira (18), o sequestro de sete aviões, cinco helicópteros, 42 caminhões e 35 imóveis urbanos e rurais ligados aos investigados por uma operação da Polícia Federal contra o tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro. Também foi ordenado o bloqueio judicial do valor de R$100 milhões.

A Operação Além-Mar cumpre 139 mandados de busca e apreensão e outros 50 de prisão, sendo 20 preventivas e outras 30 temporárias, em 12 estados e no Distrito Federal. A PF apontou que, mesmo diante da pandemia de Covid-19, o esquema criminoso não foi interrompido, tendo sido apreendidos entre os meses de março e julho mais de 1,5 tonelada de cocaína.  

Caminhões foram apreendidos pela Polícia Federal em megaoperação contra tráfico de drogas nesta terça-feira (18) — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Uma equipe da PF foi vista na Avenida Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, nesta manhã. Além de Pernambuco, são cumpridos mandados em Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul, Para, Paraíba, Distrito Federal, Paraná, Rio Grande do Norte e Santa Catarina.

A PF investiga quatro organizações criminosas que atuavam para exportar toneladas de drogas para a Europa via portos brasileiros, especialmente através Porto de Natal.

Uma delas era sediada na cidade de São Paulo e é acusada de trazer cocaína para o Brasil através da fronteira com o Paraguai, levando por transporte aéreo até o estado. Outra, que atuava a partir de Campinas, recebia a droga internalizada no território nacional para distribuição interna e exportação para Cabo Verde e Europa.

Um dos bens que teve o sequestro determinado pela Justiça Federal em megaoperação da Polícia Federal foi uma fazenda — Foto: Polícia Federal/Divulgação

A terceira quadrilha, segundo a Polícia Federal, era estabelecida no Recife e formada por empresários do setor de transporte de cargas, funcionários e motoristas de caminhão. Esse grupo criminoso era responsável pela logística de transporte rodoviário da droga e o armazenamento de carga até o momento de sua ocultação nos contêineres.

A quarta organização criminosa, estabelecida na região do Braz, na cidade de São Paulo, era uma espécie de banco paralelo, segundo a PF. A investigação aponta que ela disponibilizava uma rede de contas bancárias titularizadas por empresas fantasma, de fachada ou em nome de “laranjas”, para movimentação de recursos de origem ilícita. Continue lendo

Policial : EM RISCO
Enviado por alexandre em 17/08/2020 08:49:25

Governo não cria vagas para pericia a associação vê investigação em perigo

Responsável pela elaboração de provas em investigações, a perícia criminal federal enfrenta déficit de servidores. Uma situação que tende a se agravar e preocupa a Associação dos Peritos Criminais Federais (APCF), que representa a categoria. A carreira não está contemplada na relação das 2 mil vagas que serão abertas em concurso da Polícia Federal, anunciadas no último dia 31 pelo ministro da Justiça, André Mendonça.

Segundo o presidente da APCF, Marcos Camargo, o governo federal estuda a edição de uma medida provisória para criar 200 novos cargos para a carreira. A MP está sob avaliação do Ministério da Economia, que estuda seu impacto orçamentário. O número cogitado, ressalta o presidente da APCF, não resolverá todos os problemas, mas poderá ao menos amenizar as dificuldades enfrentadas pela categoria.

“Hoje a gente tem cerca de mil e cem peritos na ativa e em torno de nove mil pendências para resolver. Existe um déficit de peritos e de outras categorias da PF. Mas se vão fazer um concurso necessário, é um problema não repor os peritos. Vai ampliar a distorção e refletir na produção de provas, que é fundamental para a elucidação de crime e o combate à impunidade”, disse Camargo.

Só com a criação das 200 vagas, será possível incluir as vagas para peritos em concurso público. “Essas 200 vagas nos ajudariam bastante. Se chamarem mais mil delegados, vão precisar ainda mais de peritos. Se aumenta a situação da investigação, cresce também a necessidade de produção de provas”, observa o presidente da associação. Continue lendo

Policial : FALTA DE SEXO
Enviado por alexandre em 13/08/2020 08:53:51

Mulher é presa após marido se suicidar por falta de sexo

Uma mulher, de 32 anos, foi presa em Ahmedabad (Gujarat, Índia) após o marido se suicidar alegando sofrer com a “falta de sexo” em casa.


A prisão foi feita após a sogra, identificada como Mjuli, apresentar queixa à polícia local, contou o “Times of India”. Segundo ela, o filho, Surendrasinh, não dormia mais com a esposa, Geeta Parmar, com a qual estava casado havia quase dois anos.

Na queixa, Muli alega que a nora não cumpria as atribuições de esposa, o que levou o filho ao suicídio. Geeta foi acusada de “contribuir para o suicídio do marido”, ocorrido em 27 de julho.

“Uma vez, entrei no quarto de meu filho e descobri que ele e a minha nora estavam dormindo em camas diferentes. Quando perguntei a meu filho sobre isso, ele me disse que eles não tinham relações, pois Geeta havia feito um voto de que não dormiria com seu marido”, declarou Muli.

Dias antes do suicídio, Geeta deixou a casa onde vivia com Surendrasinh e foi morar com os pais.


EXTRA

« 1 2 3 4 (5) 6 7 8 ... 179 »