Policial - ESTACA ZERO - Notícias
Tópico Número de Notícias Para Exibir

(1) 2 3 4 ... 100 »
Policial : ESTACA ZERO
Enviado por em 15/04/2014 02:18:26


Deficiência na Segurança Pública motiva reunião entre as autoridades de Ouro Preto do Oeste
A onda de criminalidade crescente que assusta toda população de Ouro Preto do Oeste, motivou uma reunião com as autoridades do município no gabinete da prefeita interina Joselita Araújo (PMDB). Participaram do ato a prefeita Joselita Araujo, os deputados estaduais Jaques Testoni (PSD) e Marcelino Tenório (PRP), os vereadores: Serginho Castilho (PRP), Miltinho do Bar (PRP), Deraldo Pereira (PT), Rosária Helena (Pros) e Ivone Vicentin, o delegado de Polícia Civil Júlio César Souza, o comandante do destacamento local da Polícia Militar tenente –PM Bruno Costa e o comandante do Corpo de Bombeiros tenente- BM Strauss.

A Polícia Civil apresentou durante a reunião um relatório não conclusivo sobre os índices de atos ilícitos que mesmo assim mostra a crescente onda de violência que o cidadão ouropretense vem sendo vitima. Como exemplo no período de Janeiro à Abril de 2012 foi registrado 16 roubo/assalto á mão armada, no ano de 2013 este número foi de 23 e 2014 até esta data já foram registrados 41 delitos desta natureza.

Sobre qual o maior problema para enfrentar a Falta de Segurança as autoridades policiais afirmaram que é a falta de material humano. A falta de respeito por parte do governo do Estado é tamanha que o contingente da Polícia Militar é digno de um pelotão e não uma Companhia militar. Na Polícia Civil o quadro é igual ou pior já que no setor de investigação apenas 3 policiais civis estão lotados para investigar os crimes que ocorre além de Ouro Preto do Oeste, são responsáveis pelos municípios de Teixeiropólis e Vale do Paraíso e o Distrito de Rondominas.

Após as explicações dos presentes ficou decidido que haverá uma reunião nesta quarta-feira entre os deputados estaduais Jaques Testoni e Marcelino Tenório, prefeita Joselita Araujo com o governador do Estado Confúcio Moura. Será apresentado ao chefe do Poder Executivo estadual um relatório da situação caótica que vive a população do município.

Proposta eleitoreira

Durante a reunião foi proposto a criação da Guarda Civil municipal como forma de atenuar a falta de contingente nas Policias Militar e Civil. No entanto a proposta é meramente eleitoreira ou querer jogar para a galera, já que o município de Ouro Preto do Oeste com cerca de 35 mil habitantes legalmente não pode criar uma força auxiliar e somente os municípios com mais de 50 mil habitantes estão aptos a criar a Guarda Civil municipal que nenhum dos 52 municípios possui.

TJ/RO e MP ausentes

A reunião não teve representantes do Tribunal de Justiça e do Ministério Público – MP, o que foi comentado entre os participantes. Extra oficialmente a reportagem apurou que a assessoria da prefeita interina Joselita Araujo não convidou as duas importantes instituições o que é uma falha grave quando se discute a falta de segurança pública no município.









Alexandre Araujo/ouropretoonline.com

Comentários?
Policial : INVESTIGADO
Enviado por em 10/04/2014 20:23:35


PC encaminhou provas contra Confúcio Moura para o STJ

Olha essa

Para poder justificar sua presença em inaugurações e eventos do Departamento de Estradas e Rodagens e da Secretaria de Obras do Estado, o ex-diretor geral do DER e secretário do DEOSP, Lúcio Mosquini foi “nomeado” pelo governador Confúcio Moura “assessor especial do DER”, recebendo um singelo CDS 8, recebendo a singela quantia de R$ 4.782,53. Com isso, além dele “faturar um troquinho”, ainda pode participar dos eventos e continuar circulando pelo DER sem ser acusado de usurpação de função pública.

Assim

Até eu quero ser candidato a deputado federal pelo PMDB. A nomeação data do dia 04 deste mês, mesmo dia da desincompatibilização, mas só foi publicada no Diário Oficial do dia 9.

Silêncio

Até hoje não ouvi ou li qualquer tipo de manifestação do senador Acir Gurgacz sobre a Operação Trama, que desarticulou uma série de esquemas dentro da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de Rondônia, reduto de Acir. A indicação de Ludma de Oliveira partiu do senador, portanto, entende-se que ele é responsável pelos problemas causados por ela.

E o MPF

Ajuizou ações contra a superintendente Ludma de Oliveira Correa Lima; a superintendente substituta Maria Alzinete de Jesus Silva; e os servidores Jorge Washington de Sá, Pedro Oliveira de Sá, Sebastião Waldemir Pinheiro da Silva e Ana Lúcia Guimarães Marcelino.

Bom senso

A cantora Ivete Sangalo decidiu por conta própria adiar o show que faria em Porto Velho agora em abril para o dia 17 de junho, data do jogo da seleção brasileira na Copa do Mundo. Ela explicou que “nesse momento a região não se encontra em clima de festa”. E foi uma decisão acertada. A cidade submersa, pessoas passando por uma situação de necessidades básicas e um trio elétrico não combinam.

Porém

A empresa Ingresso Mix, responsável pelo evento, informou que quem quiser reembolso, basta ir até a loja no terceiro piso do Porto Velho Shopping com o ingresso em mãos que o dinheiro será devolvido. E avisou ainda que os valores promocionais estão em vigor e permanecerão até esse domingo, dia 13 de abril.

Invasões

Na noite da última quarta-feira moradores de uma área de invasão atrás da faculdade Uniron, na Avenida Mamoré, atearam fogo em pneus e impediram a saída de alunos da faculdade. Eles protestavam contra a falta de energia elétrica na região. Ocorre que existem apenas dois transformadores que atendem a área, e um deles é da faculdade. Acontece que “os vizinhos” fazem ligações clandestinas (gatos) que sobrecarregam o transformador e ele estoura.

Ai

Começa o jogo de empurra. A Ceron (atual Eletrobrás Distribuição Rondônia) não coloca postes no local porque a área está sob litígio. O mesmo vale para os demais órgãos. Os habitantes daquela região estão ocupando o local há pelo menos 10 anos. A situação não resolve e todo mundo fica no prejuízo. A lerdeza da justiça nesses casos é irritante. Ou o imóvel é propriedade privada, daí tira-se os ocupantes irregulares e devolve-se ao dono, ou não é. E nesse caso, criem-se mecanismos para doar aos moradores. O que não pode é esse tipo de situação perpetuar-se dessa forma cruel, já que quando mais o tempo passa, mais as pessoas melhoram suas casas e depois não serão indenizados.

No STJ

Por mais atrapalhada que tenha sido a Operação Apocalipse, devido a pressão exercida principalmente por alguns delegados, foi encaminhado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) uma série de documentos, interceptações telefônicas e declarações de presos, com pesadas acusações contra o governador Confúcio Moura. O material foi encaminhado porque a Polícia Civil não tem autoridade para investigar o governador. O STJ já respondeu a polícia, através de ofício, que está tomando as devidas providências.

Nesses casos

A Polícia Federal fica responsável pelas investigações. Sabe-se, e não é de hoje, que uma série de provas contra familiares do governador foram colhidas durante a Operação Termópilas (novembro de 2011) e durante a própria Apocalipse. Se isso vai virar alguma coisa, não se sabe. De concreto mesmo é que as as provas foram encaminhadas e um inquérito foi aberto. Confúcio, dada a sua condição de governador, tem foro privilegiado e só pode ser investigado com autorização do STJ.

Acesso restrito

A imprensa está proibida de ter acesso ao Parque dos Tanques, onde estão abrigadas apenas 17 famílias vítimas da enchente do Madeira. As pessoas que estão nas escolas, não querem ir para o Parque e com a proibição, fica impossível saber em quais condições estão essas famílias. Não existe uma justificativa para tal proibição.

Drama

Pior é que as famílias estão sofrendo com o calor excessivo e com as chuvas e as precárias condições do acampamento. Por enquanto são apenas 17 famílias, e quem mais sofre são as crianças.

CPF na nota?

Alguém sabe o que foi feito do tal programa Nota Legal? Tem gente reclamando que não recebe, que não existem informações, que a coisa está solta.

Fale conosco

Pelos telefones (69) 3225-9979 ou 9363-1909. Também estamos no Facebook.com/painel.político e no Twitter (@painelpolitico). Caso prefira, envie correspondência para Rua da Platina, 4326, Conjunto Marechal Rondon. Para fazer parte de nossos grupos no whatsapp envie um whats para 9248-8911 com a seguinte informação: nome+sobrenome+NOTÍCIAS (apenas para receber informações); Caso queira participar de debates e interagir com os demais membros envie nome+sobrenome+DEBATES; Não incluímos ninguém por indicação, a própria pessoa deve enviar o pedido. Notícias são enviadas até às 22 horas, a partir desse horário só se for algo de grande relevância. Também estamos com grupos no aplicativo Telegram.. Para mais informações clique AQUI.

Bebês e crianças que têm ‘hora do soninho’ aprendem mais

Um estudo apresentado pela Sociedade de Neurociência Cognitiva (CNS), nos Estados Unidos, durante o simpósio de Mecanismos de consolidação de memórias durante o sono, mostrou que bebês conseguem aprender novas habilidades mais rapidamente se tirarem cochilos e que crianças na idade pré-escolar conseguem reter melhor novos conhecimentos depois de uma soneca. A neurocientista co-autora do estudo, Susanne Diekelmann, da Universidade de Tübingen, na Alemanha, explicou que o sono não é apenas um mecanismo fisiológico necessário para que o organismo se mantenha funcionando, mas é também essencial para a formação de memórias duradouras. Ainda segundo ela, o sono pode ajudar a criança a tirar lições de experiências que a ajudarão a lidar com mais eficiência com situações parecidas no futuro. O estudo mostrou que os bebês que dormiram logo em seguida de aprender uma nova estrutura e regras de linguagem foram capazes de aplicar esses conhecimentos para reconhecer frases novas. Os pesquisadores conseguiram medir essa habilidade pelo tempo em que as crianças dispensaram com a cabeça virada para ouvir a versão correta e incorreta das frases. Um bebê tem necessidade diária de 12 a 14 horas de sono. Uma criança maior já pode dormir tranquilamente de 8 a 10 horas. No entanto, o pediatra e neonatologista Jorge Huberman explica que, quanto mais uma criança dormir, melhor é.

Comentários?
Policial : NADA A DECLARAR
Enviado por em 09/04/2014 08:37:44


Raupp tenta se fazer de morto/vivo com a prisão do doleiro Alberto Youssef o doleiro do PMDB

O rastro de atuação de Alberto Youssef com o mundo político começou a aparecer. Conforme o Estado de S.Paulo mostrou ontem, a investigação da Polícia Federal revela que Youssef intermediou doações da Queiroz Galvão a PP e PMDB de Rondônia.

Valdir Raupp, senador por Rondônia e presidente do PMDB, adotou a estratégia de tergiversar sobre o papel de Youssef na contribuição financeira dada ao partido. Quando perguntado se não considera, no mínimo, constrangedores os fatos revelados pela reportagem, Raupp tem a resposta pronta:

- A doação foi registrada na Justiça eleitoral. Então, pronto. O que eu sei é isso, não sei de mais nada. Nada a declarar.

Pois se ainda não sabe mesmo, a prudência sugere a Raupp procurar informações, porque a PF já está sabendo de tudo.

Por Lauro Jardim

Comentários?
Policial : ABANDONADA
Enviado por em 06/04/2014 19:04:58


DP de Ouro Preto do Oeste está abandonada pelo governo do Estado
A delegacia da Polícia Civil de Ouro Preto do Oeste está completamente abandonada pelo Governo do estado. Falta de Policiais Civis e deficiências na estrutura do prédio, são alguns dos problemas visíveis do local. Veículos aprendidos ficam expostos ao tempo e dentro do mato que toma conta da DP sem que nenhuma providência seja adotada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado. A delegacia encontra-se instalada em um imóvel cujo projeto original era para ser uma escola estadual e desde então, ou seja, há quase 15 anos nunca passou por uma reforma completa. Neste período a unidade policial passou por pequenos retoques e uma pintura “meia boca”.

O delegado titular Roberto dos Santos nada pode fazer, já que a estrutura que o estado oferece para o combate a violência é muito pouco e deficiente. A DP conta com pouco mais de 15 funcionários distribuídos: delegados, agentes de Polícia, escrivão para realizar investigações, registrar queixas, entregar intimações e Etc. Este quadro tende a se agravar já que cinco servidores estão prestes a se aposentar por tempo de serviço.

O Serviço de Inteligência e Captura (SEVIC), setor responsável por investigações, conta com quatro agentes de polícia. Além disso, os dois delegados de Ouro Preto também respondem por Teixerópolis, Vale do Paraíso, além dos municípios integrados Mirante da Serra e Nova União.
Vaquinha.

O abandono do governo do estado é tanto com a DP que estão sendo feitas vaquinhas para comprar material de expediente e de limpeza. Muitas das vezes algum comerciante faz a doação de material (papel sufite, toner, pó de café entre outros) denuncia um servidor que preferiu não ter o seu nome divulgado temendo represália.


Alexandre Araujo/ouropretoonline.com

Comentários?
Policial : LASCOU-SE
Enviado por em 31/03/2014 17:02:49


Governo Confúcio abandona segurança pública no Estado

Delegacias de polícia em ruínas, viaturas paradas por falta de manutenção, equipamentos ultrapassados e servidores desvalorizados. Este é o retrato fiel da segurança público no Estado de Rondônia, setor que estava nas promessas de campanha do governador Confúcio Moura como uma das prioridades.

A denúncia é feita pelo Sinsepol – Sindicato dos Servidores da Polícia Civil de Rondônia, que anunciou o início da “Operação Cumpra-se a Lei”, em protesto contra o descaso do governo.

O sindicato denuncia que após mais de três anos de governo, Confúcio Moura não só descumpriu o que prometeu, como também conseguiu piorar ainda mais as condições de trabalho e o salário dos servidores da Polícia Civil.
A insatisfação atinge todas as categorias, pricipalmente os Agentes de Polícia, os Peritos e os Delegados de Polícia.

Desde que foi iniciada, no dia 24 de março, a “Operação Cumpra-se a Lei” tem revelado à população a situação precária em que se encontra a segurança pública e as péssimas condições de trabalho dos servidores da Polícia Civil.
De acordo com o sindicato, a Polícia Civil sempre desenvolveu atividades além das suas atribuições para colaborar com o governo. Entretanto, o governo não reconhece esse esforço, e não reconhece os direitos dos servidores da Polícia Civil.

O governo não cumpriu, por exemplo, o compromisso feito com a categoria para aprovar um novo Plano de Carreira, uma luta que já dura três anos.

Com a “Operação Cumpra-se a Lei”, os servidores decidiram que não vão mais tirar dinheiro do bolso para pagar pequenos consertos em equipamentos e viarutas, reparos nas instalações, nem para comprar material de expediente.
A consequência dessa decisão é que viaturas policiais estão sendo recolhidas por falta das condições mínimas exigidas para trafegar, como farol queimado, falta de documentos, pneus carecas, e serviços estão deixando de ser executados nasa delegacias por falta de equipamento e de material.

Os servidores também decidiram que não trabalharão mais horas além das estabelecidas em seus contratos de trabalho, e executarão apenas as tarefas pertinentes a função que ocupam.

A direção do Sinsepol alerta que a tendência é que a situação piore a cada dia, pois o sindicato vai formalizar denúncia ao Ministério Público do Trabalho (MPT) e vai pedir o fechamento de delegacias que não possuem as condições para funcionar.

SINSEPOL

Comentários?
(1) 2 3 4 ... 100 »