Regionais - Ponte e bueiro danificados pelas chuvas oferecem riscos em Ouro Preto do Oeste - Notícias
« 1 2 3 (4) 5 6 7 ... 10973 »
Regionais : Ponte e bueiro danificados pelas chuvas oferecem riscos em Ouro Preto do Oeste
Enviado por alexandre em 28/02/2017 23:03:45


As fortes chuvas, nunca vistas antes com tanta intensidade em Ouro Preto do Oeste, vêm castigando as estradas da região. O resultado vem sendo calamitoso, como na linha 4, no trecho entre a RO-470 (linha 81) e o travessão do Japonês, onde a força das águas pluviais deixaram uma ponte e um bueiro em situação precária, colocando em risco a vida de quem transita por aquela vicinal.

A força da enxurrada arrancou várias pranchas da ponte localizada naquele trecho e causou erosões no aterro do bueiro vindo a deixá-los quase que intransitáveis.

Contatado, Rogério Brustolim, responsável pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Meio Ambiente (Seminfra), relatou que já esteve no local tomando conhecimento dos estragos e que, no mais tardar nesta quarta ou quinta-feira, sua equipe irá aterrar o bueiro e repor as pranchas da ponte.

GAZETA CENTRAL

Regionais : Conheça a tenebrosa prisão Tuol Sleng, onde 14 mil pessoas ficaram presas e somente 7 sobreviveram
Enviado por alexandre em 28/02/2017 22:58:55


A prisão Tuol Sleng, localizada em Phnom Penh, capital do Camboja, possui uma das historiais mais cruéis da humanidade.

Comandada pelo Khmer Vermelho no período entre 1975 e 1979, por lá passaram 14 mil pessoas mas somente 7 saíram com vida.

TuolSleng era na verdade a escola secundária Tuol Svay Prey, mas em 1975 a escola foi transformada em um centro de prisão e interrogatório.

Foi mais precisamente em agosto de 1975, pouco tempo depois dos Khmer Vermelho – seguidores do Partido Comunista da Kampuchea liderado por Pol Pot – chegarem ao poder, a escola secundária virou Unidade de Aprisionamento e Interrogatório S-21.

O que antes era um centro de ensino foi fechado com cercas de arame farpado e as salas de aulas foram transformadas em minúsculas celas. O governo do Khmer Vermelho perseguia todos aqueles que se diziam ou pareciam ser contrários a ele.

No início da existência da S-21, a maioria dos presos e vítimas era de trabalhadores do regime de Lon Nol, bem como pessoas com nível de educação formal, como professores, médicos, oficiais do governo, engenheiros, funcionários públicos e até mesmo monges budistas.

As estimativas de pessoas mortas estão na casa de 14.000, das quais apenas 7 sobreviveram. Os detentos dessa prisão eram torturados e mortos em nome do regime. Os mortos eram jogados em valas comuns e quase 9.000 corpos foram encontrados ali. Hoje existe um memorial às vítimas onde estão guardados os crânios e ossos de cadáveres.

Até hoje, só existem notícias de 7 sobreviventes, sendo que alguns deles somente tiveram suas vidas poupadas pois possuíam habilidades consideradas úteis. Por exemplo, um dos sobreviventes chamado Vann Nath era artista e foi indicado para pintar quadros do ditador Pol Pot.

A prisão só encerrou as atividades quando as relações entre Camboja e Vietnam ficaram abaladas. O ditador Pol Po temia um ataque vietnamita, então decidiu se antecipar e atacar as ilhas próximas à fronteira, mas o Vietnam revidou o ataque, invadiu o Camboja e tomou a cidade de Phnom Penh, onde estava localizada a prisão S-21.

A prisão foi transformada em museu no ano de 1980 para mostrar e denunciar as atrocidades cometidas pelo Khmer Vermelho. Ele está aberto até hoje recebe cerca de 500 visitantes por dia. Algumas celas foram deixadas intactas para servir de registro fiel de como era essa prisão macabra. Também são exibidas fotos que foram encontradas, para mostra até onde pode chegar a crueldade humana.

Chum Mey é um dos sobreviventes da prisão de Tuol Sleng. Ele escreveu um livro sobre o tempo que passou no local. Confira o vídeo de Chum explicando um pouco de como era estar preso em Tuol Sleng:


BBC / Jornal Ciência

Regionais : Cachorro sofre overdose de heroina
Enviado por alexandre em 28/02/2017 22:53:28


As drogas fazem mal não só para os humanos, mas aos animais também. O caso aconteceu em Carrollton, Estados Unidos. Um filhote de cachorro quase morreu por conta de uma overdose de heroína.

De acordo com o departamento policial de Carrollton Texas, os donos deixaram o cão dentro do veículo enquanto trocavam as etiquetas de preço da droga, durante esse período, o animal acabou comendo do chão do caminhão a substância. Foi assim que levou a uma overdose de heroína .

O casal de traficantes acabou sendo preso e o animal foi encaminhado para uma clínica veterinária de emergência. O cachorro foi salvo e está se recuperando.

Nesta terça-feira a polícia local publicou uma foto do filhote no Facebook. Na legenda, o departamento agradece a clínica (North Texas Emergency Pet Clinic) pelos cuidados ao animalzinho, diz que ele está se recuperando por completo do acontecido e foi encaminhado para uma instituição de abrigo de animais (City of Carrollton Animal Adoption Center).

O cachorro foi batizado de Lucky ("Sortudo", em inglês).

O cachorro pode ter sido sortudo, mas muitos não costumam ser. Por isso, é importante denunciar maus-tratos contra animais. Evite que outros animais sofram uma overdose de heroína como Lucky. Veja no link como fazer isso: Delegacia Eletrônica de Proteção Animal - como funciona a DEPA?

IG

Regionais : Jovem morre após beber garrafa de tequila em um só gole
Enviado por alexandre em 28/02/2017 22:51:51


Um jovem de 23 anos morreu após beber de uma só vez uma garrafa de tequila para ganhar uma aposta em uma boate na cidade de La Romana, no leste da República Dominicana, informaram nesta terça-feira (28) fontes oficiais.

O rapaz foi identificado como Kelvin Rafael Mejía, que morreu na madrugada de segunda (27) para terça por conta de uma intoxicação alcoólica, de acordo com o relatório do médico legista. O episódio foi registrado em um vídeo divulgado nas redes sociais, que mostra o jovem bebendo a tequila, recebendo o dinheiro e posteriormente desmaiando no banheiro da boate.

Mejía teria recebido 30 mil pesos dominicanos (R$ 1,9 mil) por ganhar uma aposta realizada após observar um grupo de dez pessoas tomando tequila em uma mesa da boate Vacca Lounge. O administrador do local, Ellis Gómez, negou à agência Efe participação do estabelecimento no caso.

De acordo com Gómez, foi o próprio Mejía que se aproximou do grupo para realizar a aposta, "apesar de algumas pessoas o aconselharem a não fazê-lo". O jovem insistiu "que iria tomar a garrafa" em um só gole, acrescentou.

Após ingerir a bebida, Mejía recebeu o pagamento e, visivelmente alterado, foi amparado por uma pessoa para não cair no palco da boate. Gómez explicou que o jovem, que frequentava o estabelecimento, se dirigiu posteriormente ao banheiro, desmaiou e teve que ser levado a um hospital, onde morreu.

EFE

Brasil : ABORTO SEGURO
Enviado por alexandre em 28/02/2017 22:49:36


Países se unem para criar fundo internacional de aborto seguro
O encontro internacional é uma resposta a Trump, que decidiu eliminar o financiamento que os EUA davam a uma série de agências de planejamento familiar e aborto que ajudavam milhões de mulheres em países em desenvolvimento
Países se unem para criar fundo internacional de aborto seguro

Cerca de 40 países participarão de uma conferência em Bruxelas na próxima quinta-feira para apoiar e financiar a criação de um fundo internacional de aborto seguro que pretende atuar o corte financeiro a esse tipo de programa feito pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

O encontro internacional é uma resposta a Trump, que decidiu eliminar o financiamento que os EUA davam a uma série de agências de planejamento familiar e aborto que ajudavam milhões de mulheres em países em desenvolvimento.

"É fantástico que tantos países mostrem seu compromisso com as mulheres e meninas, que agora provavelmente já não terão acesso à educação sexual, à anticoncepcionais, ao cuidado na maternidade ou ao aborto segura", disse a ministra de Cooperação da Holanda, Lilianne Ploumen, que propôs a criação do fundo.

O fundo proposto por Ploumen deverá compensar o corte de US$ 600 milhões às ONGs especializadas no tema.

"É preciso atenuar essa lacuna como for possível. Não podemos abandonar essas milhões de mulheres e meninas. Com uma ampla coalizão internacional, poderemos ir muito longe", disse a ministra.

Já confirmaram participação no encontro vários países europeus, africanos e asiáticos como, por exemplo, Bélgica, Luxemburgo, Suécia, Finlândia, Canadá, Quênia, Etiópia, Moçambique, Vietnã, Nepal e Japão. A Holanda, como promotora da iniciativa, se comprometeu a fornecer 10 milhões de euros ao fundo.

Além dos governos, participarão da conferência internacional ONGs, fundações privadas e empresas de diferentes países;

Segundo diferentes órgãos, o corte de Trump permitirá 6,5 milhões de gestações não desejadas, 2,2 milhões de abortos inseguros, e a morte de 21,7 mil mães jovens durante os próximos quatro anos.

EFE

« 1 2 3 (4) 5 6 7 ... 10973 »