Caos na Educação do Vale do Paraíso: Ônibus escolar sempre quebrando - Regionais - Notícias
Regionais : Caos na Educação do Vale do Paraíso: Ônibus escolar sempre quebrando
Enviado por alexandre em 22/06/2022 23:29:32

Caos na Educação do Vale do Paraíso: Ônibus escolar sempre quebrando

Alunos que residem, na zona rural do município de Vale do Paraíso, localizado na região central do Estado distante cerca de 370km da capital Porto Velho enfrentam uma dura realidade para chegar à escola e depois para retornarem aos seus lares. De acordo com informações repassadas a nossa reportagem, alunos estão tendo que percorrerem vários quilômetros a pé até chegarem a escola na zona urbana do município.

 

A cena já se tornou comum com os ônibus quebrando a caminho da escola o que vem trazendo sérios transtornos para os alunos. Mesmo ciente do cenário de caos na educação municipal a prefeita Poliana Gasqui (Pros), não move uma palha para se buscar uma alternativa e o mesmo ocorre com a secretária municipal de Educação Marisa Spindola, que mostra ineficiente para conduzir a pasta, com a falta de ações por parte do poder público o quadro tende a piorar, já que não se tem informação que a gestora pública e sua equipe tenha algum plano com a tal finalidade.

 

A empresa que faz o transporte escolar não se manifesta oficialmente a cerca do fato e prefere empurrar com a barriga. A prefeita Poliana Gasqui não mostra disposta a exigir que a empresa coloque ônibus para fazer transporte escola em condições de trafegabilidades e não o que vem ocorrendo.

 

Não é que o povo tenha perdido o respeito, com quem quer que seja. As autoridades devem ser tratadas de forma sempre dentro do devido respeito, mas com a sinceridade de reportar com correção os fatos da vida real que se refiram à comunidade, especialmente quando oriundos daquelas pessoas que tanto anseiam por um serviço público digno, decente, de qualidade, e que por vezes não têm a oportunidade de ser ouvidos nas suas justas reivindicações.

 

Nas redes sociais, publicações não param, com reclamações contra situações que mostram ineficiência do poder público municipal. No caso presente, trata-se da prática do puro exercício de cidadania, responsável, sem palavrões, sem os xingamentos recorrentes em grupos de WhatsApp.

A prefeita Poliana Gasqui que administra o município sempre ouvindo o seu esposo o ex prefeito cassado José Gasqui Perreta uma espécie de “primeiro ministro”, vem sendo taxada como ditadora que não aceita dialogar.

 


Fonte: Alexandre Araujo/www.ouropretoonline.com

 

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo