Vacinação contra Covid-19 e queda de casos permitem retomada, diz infectologista - Mais Notícias - Notícias
Mais Notícias : Vacinação contra Covid-19 e queda de casos permitem retomada, diz infectologista
Enviado por alexandre em 05/10/2021 09:53:25

A infectologista Raquel Stucchi, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), afirmou, em entrevista à CNN nesta segunda-feira (4), que a evolução da vacinação contra a Covid-19 e a queda de casos da doença no país permitem a retomada das atividades como no pré-pandemia.

“Há a aceleração da vacinação, com 41% da população brasileira completamente vacinada, além de termos há semanas uma queda importante no número de casos, na taxa de ocupação de leitos e na queda da mortalidade. Manter a mortalidade em 500 óbitos por dia é muito, mas sabemos que ela demora um pouco mais para diminuir. Vacinação e flexibilização podem caminhar juntos, porque nossos números há semanas nos permitem isso”, explicou a infectologista.

Contudo, mesmo com a melhora nos índices da pandemia no país, Stucchi reitera a importância de não abrirmos mão das medidas não farmacológicas, como o uso de máscara, o distanciamento social e a higienização frequente das mãos, para evitar a propagação do vírus.

Ela lembra ainda que é preciso completar a imunização com a aplicação da segunda dose, e as pessoas que já estão escaladas para receber a dose de reforço devem comparecer aos postos.

“Isso porque quem precisa [da dose reforço] são indivíduos que estão novamente sob o risco de adoecer de forma grave e poder vir a óbito por Covid-19.”

Variante Delta

Sobre a variante Delta no Brasil, Stucchi afirmou que os profissionais de saúde ainda estão receosos com sua ação.

“A impressão que temos é que a Delta está esperando o momento para poder eventualmente causar a mesma maldade que causou nos Estados Unidos, no Reino Unido e em Israel, aumentando muito o número de casos e hospitalizações. Mas talvez isso não aconteça aqui, porque temos uma população que está sendo rapidamente vacinada e que foi vacinada recentemente, coincidindo com a chegada da Delta”, argumentou.

De acordo com a especialista, estes fatores favorecem que a Delta encontre uma população com uma proteção maior do que aconteceu em outros países.

(Publicado por Daniel Fernandes)

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo