ABACAXI - Brasil - Notícias
Brasil : ABACAXI
Enviado por alexandre em 10/11/2019 21:18:40

Da fruta coroada, majestosos usos e sabores

A grande oferta do abacaxi no país possibilitou sua rápida incorporação aos hábitos alimentares já dos indígenas, como também após a colonização do Brasil


Chegamos ao mês de Novembro, penúltimo do ano, início da temporada de inverno amazônico com ocorrência de chuvas torrenciais e nossos dramas como alagamentos, trânsito caótico, dentre outros comuns a grandes cidades. Mas também é tempo de acerola, caju, maçã, mamão, manga, espinafre, brócolis, cenoura, pimentão, tomate. E principalmente do abacaxi.

 

E por que o destaque a ele?

 

O abacaxi, a exemplo, da jabuticaba, da goiaba, do caju e do maracujá, é uma fruta nativa do Brasil. O Ananas comosus é na verdade uma infrutescência, ou seja, sendo o resultado da fecundação de várias flores, este processo resulta na geração de vários pequenos frutos (os gomos), que crescidos perto uns dos outros assumem a forma que conhecemos. Outro exemplo é a fruta que conhecemos como ata, em outros lugares chamada de pinha  ou fruta-do-conde.

 

Foto: Pixabay

Abacaxi vem do tupi i’bá (“fruto”) e ká’ti (“que exala cheiro agradável”) e era cultivado pelas populações indígenas no centro-sul do Brasil, bem como na Argentina e no Paraguai, sempre bem adaptado a zonas tropicais.

 

A grande oferta do abacaxi no país possibilitou sua rápida incorporação aos hábitos alimentares já dos indígenas, como também após a colonização do Brasil, mais à frente na história com a consolidação do primeiro grande ciclo econômico do país: o açúcar. O abacaxi era consumido em calda de açúcar, como uma compota. Ou, misturado à rapadura, subproduto da produção do açúcar, a casca da fruta era deixada fermentar, para que então se transformasse em álcool, resultando na primeira bebida gaseificada produzida no Brasil, o aluá.

 

O Brasil é o terceiro maior produtor de frutas no mundo, com uma área cultivada em torno de 2,5 milhões de hectares. De abacaxi, somos o segundo colocado, ficando atrás apenas da Tailândia, com 1,8 bilhões de abacaxis produzidos por ano. 

 

O Pará, lidera atualmente o ranking da produção nacional da fruta, com quase 427 milhões de frutas produzidas, sendo que o município de Floresta do Araguaia desponta como a “Capital Nacional”. No mês de maio, ocorre na cidade o Festival do Abacaxi, que foi reconhecido pela Assembleia Legislativa do Estado como patrimônio artístico e cultural paraense. Outros municípios produtores, também fazem festividades semelhantes, como Condeixa, na Ilha do Marajó.

 

Em segundo lugar, na região Norte, o Amazonas é um importante produtor da fruta. Somente os municípios de Itacoatiara e Careiro da Várzea são responsáveis por mais de 80% da produção estadual. Duas características sensoriais interessantes das variedades amazonenses são sua baixa acidez e maior doçura.

 

Refrescante, doce e caudaloso. Podendo ser comido cru, assado, caramelizado, polvilhado com canela, na forma de sucos, molhos ou doces, seja acompanhando carnes de porco, peixes e frutos do mar, o abacaxi é uma excelente e saudável para todas as idades e nesta época, em que as chuvas se iniciam, sua oferta possibilita preços baixos e maior variedade.

 

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo