‘Ninguém disse que seria fácil enfrentar poderosos’, diz Dallagnol - Regionais - Notícias
Regionais : ‘Ninguém disse que seria fácil enfrentar poderosos’, diz Dallagnol
Enviado por alexandre em 13/08/2019 08:43:57

‘Ninguém disse que seria fácil enfrentar poderosos’, diz Dallagnol

Renova Mídia
'Ninguém disse que seria fácil enfrentar poderosos', diz Dallagnol

Coordenador da Lava Jato indicou que o sistema de corrupção no país foi “dobrado”, mas não “quebrado”.

O coordenador da Operação Lava Jato em Curitiba, procurador Deltan Dallagnol, disse, em postagem no Twitter no último sábado (10), que se sente frustrado com as reações à força-tarefa, mas tem esperança de que a sociedade brasileira evite retrocessos.
O procurador indicou que o sistema de corrupção no país foi dobrado, mas não quebrado, e afirmou: “Nunca ninguém disse que seria fácil enfrentar poderosos”.
Nesta terça-feira (13), o Conselho Nacional do Ministério Público pode discutir eventual afastamento de Dallagnol.
“Existe um oportunismo de buscar identificar qualquer brecha para atacar a operação, distorcer fatos e atacar os personagens que acabaram tendo protagonismo na Lava Jato”, apontou o procurador em postagem no Twitter.

Janaína Paschoal ironiza reação do PT: “Ué, áudio do PCC não pode, mas do Deltan pode ?”

NBO
A deputada Janaína Paschoal ironizou, hoje, a decisão da presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffman, que resolveu processar o ministro Sérgio Moro, porque acha que foi ele quem liberou a gravação apanhada pela PF, na qual fica claro que o PCC tinha “diálogo cabuloso” com o PT, mas “detesta Bolsonaro e Moro”.
Janaína Paschoal revela outra contradição da reação petista:
– Ela (Gleisi) quer processar todo mundo por causa da divulgação do áudio, mas quer que o conteúdo das mensagens hackeadas pelos detratores de Moro sejam  de livre acesso.

Janaína Paschoal quer que o áudio do PCC seja divulgado na íntegra.

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo