Conchinha: A posição que sempre funciona no sexo - Amor e Sexo - Notícias
Amor e Sexo : Conchinha: A posição que sempre funciona no sexo
Enviado por alexandre em 22/03/2019 01:00:32

Conchinha: A posição que sempre funciona no sexo


Ficar deitado de conchinha não recebe todo o crédito que merece: se você é preguiçoso, mas também quer namorar com um certo conforto, então não existe outra posição melhor. As informações são do Huffpost Brasil.

“A conchinha é uma posição realmente gostosa e íntima”, disse Vanessa Marin, terapeuta sexual e criadora de um curso de terapia sexual online. 

“E para as mulheres, também é fácil fazer que seu parceiro (a) toque no clitóris ou até mesmo usar um brinquedo para que você possa obter a estimulação clitoriana se houver a penetração”, explica.

De acordo com um estudo recente da Universidade de Indiana, realizado em parceria com a OMGYes, 36% das mulheres precisam de algum tipo de estimulação clitoriana para atingir o orgasmo durante o sexo. 

Mas vamos voltar à parte “preguiçosa” dessa posição... Logisticamente falando, é relativamente simples ficar na conchinha. Vocês dois simplesmente deitam de lado, olhando na mesma direção. O parceiro que vai ser penetrado deve estar na frente.

Dependendo do diferencial de altura entre você e seu parceiro, a penetração pode envolver um pouco de sutileza.

“A penetração inicial pode ser um pouco complicada”, disse Marin. “O parceiro penetrado pode querer levantar a perna de cima ou dobrar para a frente na cintura, enquanto o parceiro penetrante guia o pênis ou a mão.”

Aqui está um pequeno auxílio visual (sim, você também pode ter um pouco de peitos ali):

Ilustração do sexo de conchinha
Ilustração do sexo de conchinha    ISABELLA CARAPELLA/HUFFPOST

 

Ilustração do sexo de conchinha.

Fora dessa pequena manobra, a posição da conchinha exige muito pouca energia de um dos parceiros. 

“Qualquer um dos parceiros pode fazer encaixe da posição, enquanto o outro fica parado”, disse Sadie Allison, sexóloga.

Allison disse que também é uma ótima posição para explorar o sexo anal pela primeira vez, porque o parceiro receptor pode estar “relaxado e com controle da intensidade da penetração”.

Ficar de conchinha sem necessariamente fazer sexo também tem suas vantagens. Quando você abraça o seu parceiro depois do sexo (ou a qualquer momento, na verdade), a oxitocina (também conhecida como “o hormônio do aconchego”) é liberada, fazendo com que você se sinta quentinho e tranquilo por dentro.

O hormônio também tem sido associado à intimidade. Então, você deve se sentir um pouco mais perto do parceiro depois de uma conchinha.

Outro privilégio não celebrado da posição? É ótima para o sexo matinal porque você não tem contato cara a cara e provavelmente não consegue sentir o mau hálito de manhã do seu amor... Um baita alívio!

Ou seja, a conchinha é realmente a posição que continua dando muito certo.


Fonte: Com informações do Huffpost Brasil

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo