Reativados, grupos de WhatsApp bolsonaristas, pró Previdência e pau no Supremo - Mais Notícias - Notícias
Mais Notícias : Reativados, grupos de WhatsApp bolsonaristas, pró Previdência e pau no Supremo
Enviado por alexandre em 14/03/2019 08:45:03


Daniela Lima - Painel - Folha de S.Paulo

Aqui me tens de regresso - Liderados por bolsonaristas, grupos de WhatsApp que tinham sido desativados após a campanha voltaram a operar. A retomada coincidiu com o apelo da cúpula do Congresso para que o presidente religasse, em nome da reforma da Previdência, a rede de contatos que o ajudou a chegar no Planalto. Além de textos de defesa da medida, as comunidades elegeram um alvo comum: o Supremo. Montagens pedem o “fim do STF”, apontam “a toga contra o povo” e chamam os ministros de criminosos.

Além do tom de protesto, mensagens que circulam nesses grupos disseminam informações falsas sobre a função, o funcionamento e os membros do STF.

Uma das postagens chega a afirmar que a corte tem “clientes como o BNDES”, e que “OAB e Judiciário estão aparelhados com essa máfia comunista e o narcotráfico de toda a América Latina”. “O STF só pode ser derrubado com uma ação efetiva e massiva do povo. O governo não pode os tirar de lá (sic)”.

Pose de vítima - Há ainda postagens que pedem apoio a Jair Bolsonaro, que estaria sendo “engolido pelo sistema” e “jogado aos leões”. “Ele precisa de nós. (…) Pare de compartilhar bobagens e intriguinhas feita pela mídia podre.”



Filho de Bolsonaro faz mea culpa: “Às vezes a gente passa dos limites”

Talvez mais “polêmico” dos filhos do presidente Jair Bolsonaro, Carlos Bolsonaro concedeu uma rara entrevista nesta quarta-feira, 13. Para o canal da jornalista Leda Nagle no Youtube, Carlos justificou toda sua “truculência” nas redes sociais à vontade de defender o pai.

“Eu só quero defender meu pai. É lógico”, afirmou. Entretanto, ressaltou também que até o próprio Jair Bolsonaro e amigos próximos têm lhe aconselhado a baixar um pouco o tom. “Às vezes, sim, a gente passa dos limites. É humano. Eu respondo na hora. Tenho escutado de amigos meus que o período eleitoral já passou”, afirmou.

“Com o passar do tempo, as coisas amadurecem. Vou levando puxão de orelha do meu pai. Ele me dá bronca, meus amigos me dão bronca”, disse Carlos. “Me sinto culpado de vez em quando, aliviado de vez em quando. Eu sempre procuro evoluir.” Confira abaixo a íntegra da entrevista.  (Estadão – BR 18)



Bolsonaro diz que dorme com arma do lado da cama no Alvorada

Leadro Colon – Folha de S.Paulo

presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (13) que dorme com uma arma ao lado de sua cama, no Palácio da Alvorada. A informação foi dada pela manhã, em um café com jornalistas no Palácio do Planalto, para o qual a Folha foi convidada.

Segundo ele, há riscos no Alvorada, apesar do esquema forte de segurança. Com isso, Bolsonaro disse que só consegue dormir sabendo que tem uma arma ao seu lado. 

A declaração foi dada antes da divulgação do episódio em Suzano (Grande SP) no qual dois atiradores deixaram ao menos oito mortos, incluindo cinco alunos. 

Questionado, o presidente disse que a primeira-dama, MichelleBolsonaro, compreende seu gesto de dormir com arma.

O presidente disse ainda que um projeto de lei deve ser enviado ao Congresso tratando do porte de arma. De acordo com o presidente, a regra não pode ser tão "rígida" como atualmente. Ele não deu mais detalhes sobre o texto.

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo