Marcos Rogério governador, dragas atracadas nas madrugadas na margem esquerda do Madeira, deputado Lazinho da Fetagro critica orçamento baixo para agricultura - Regionais - Notícias
Regionais : Marcos Rogério governador, dragas atracadas nas madrugadas na margem esquerda do Madeira, deputado Lazinho da Fetagro critica orçamento baixo para agricultura
Enviado por alexandre em 05/12/2018 19:10:23

Federal – Muito diz-que-diz nos bastidores da política nos últimos dias. Existe um clima de tensão no ar envolvendo políticos. As ações constantes nas últimas semanas da Polícia Federal (PF) em operações no Rio de Janeiro e em outros Estados sinalizam que a nossa polícia de elite, ainda, ira trabalhar muito até o Natal. Antes da posse no próximo dia 1º de janeiro dos eleitos em outubro último poderá ocorrer ação da PF em Rondônia. Como temos muitos políticos e empresários corruptos, que desafiam a Justiça muita gente irá colocar pulseira de aço, antes mesmo da ceia de Natal. É o que se comenta a boca pequena.

Dragas – O garimpo na orla do rio Madeira, em Porto Velho está liberado? Pelo que saiba, não. Mas há dias ocorrem movimentações de dragas no Madeira às imediações da ponte sobre a BR 319 que está incomodando os moradores da margem esquerda durante a madrugada, inclusive com festas lotadas de mulheres numa orgia desenfreada. A capitania dos portos, Marinha ou a quem de direito precisa checar o que está ocorrendo no local. Ou está tudo liberado? É o fim da rosca...

Aplicativo – Novos políticos, ou políticos novos, que se elegeram ou reelegeram nas eleições de outubro último liderados por paranaenses irão utilizar aplicativo eletrônico, para que o eleitor saiba online como será o desempenho dos eleitos no Congresso Nacional (Senado, deputado). Na última semana deputados eleitos pelo Paraná participaram do programa da jornalista Mariana Godoy (Rede TV!) para explicar como funcionará o aplicativo que proporcionará ao cidadão, saber a qualquer momento de todas as ações no Congresso na apresentação de projetos, indicações, discursos, comissões. A idéia dos paranaenses poderia ser utilizada também pelos senadores, deputados (federais e estaduais) e vereadores de Rondônia. É a chegada do mundo digital um caminho sem volta.

Governador – O deputado federal, presidente do diretório regional do DEM e senador eleito em outubro último com mais de 320 mil votos, Marcos Rogério já está preparando o partido para as eleições municipais de 2020, quando serão eleitos os novos prefeitos e vereadores. A meta de Marcos Rogério e da cúpula do partido é eleger em 2020 o maior número de prefeitos e vereadores e consolidar a sigla no Estado. Também já está definido que Marcos Rogério disputará o governo do Estado em 2022.

Agricultura – O deputado estadual reeleito para mais um mandato, Lazinho da Fetagro (PT-Jaru) demonstrou esta semana, na reunião da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa (Ale) sua preocupação com o setor produtivo de Rondônia. É que no orçamento 2019 do Estado superior a R$ 8 bilhões, que tramita nas Comissões da Ale tem apenas R$ 3.650 milhões para investimentos no setor, sendo que R$ 2 milhões são para a feira Rondônia Rural Show. “Não sobrará nada para investimentos”, argumentou. O deputado Adelino Follador (DEM-Ariquemes) também demonstrou preocupação e disse, que é preciso “rever a questão”. O orçamento que é relatado pelo deputado Cleiton Roque (PSB-Pimenta Bueno) deverá ser discutido e votado até o próximo dia 15.

Respigo

O deputado estadual Adelino Follador (DEM-Ariquemes) denunciou da tribuna da Ale, esta semana a cartelização do preço do leite em Rondônia. Segundo Follador, as grandes empresas de outros estados com laticínios em Rondônia estão impondo preços ao produtor, fora da realidade resultando em sérios prejuízos para o setor +++ Devido as festas natalinas o movimento nas lojas aumentam de forma considerável, pois todos querem dar e receber presentes no dia de Natal. É importante que a gloriosa Política Militar, responsável pelo policiamento ostensivo-preventivo amplie o efetivo nas ruas e nas avenidas da capital +++ As áreas comerciais do centro de Porto Velho, bem como as zonas Leste e Sul precisam de um policiamento especial. A violência e a criminalidade, infelizmente, fazem parte do dia a dia da população que precisa ser mais bem protegida +++ O conturbado, violento e perigoso trânsito também merece atenção especial, pois o movimento aumenta muito durante as festividades de Natal e Ano Novo. Os agentes de trânsito, os chamados “cabeças de tapioca”, que só multam precisam ocupar as ruas e avenidas para orientar e organizar o trânsito da capital.

Autor / Fonte: Waldir Costa / Rondônia Dinâmica

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo