A DIFERENÇA - Política - Notícias
Política : A DIFERENÇA
Enviado por alexandre em 07/11/2018 10:23:09

Moro não vai de Curitiba para Brasília a passeio

Josias de Souza

Na sua primeira entrevista coletiva depois de aceitar o convite para ocupar o ministério da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro deixou claro que não vai de Curitiba para Brasília a passeio. Deseja levar o “padrão Lava Jato” para dentro do Poder Executivo. Quer consolidar os avanços obtidos no combate à corrupção. Prepara um lote de projetos que submeterá ao Congresso Nacional.

A corrupção funciona mais ou menos como o futebol. O sujeito pode ser um craque da roubalheira. Mas não marca gol sozinho. Há toda uma estrutura por trás: o clube (ou o governo), o time em campo (ou o partido), o técnico (ou o presidente República)… Nos últimos anos, o que se viu foi todo mundo preparando a jogada para que o gol (ou o assalto) acontecesse.

O que Moro disse, com outras palavas é que, com a sua chegada à Esplanada, o clube, o time e o técnico deixarão de fazer gols contra a sociedade. Em vez de criar condições para o roubo, o governo fará uma barreira na frente do cofre. De duas, uma: ou o juiz da Lava Jato enverniza o governo de Jair Bolsonaro ou afunda a sua própria biografia. Diante da expectativa criada, não há meio-termo.


Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo