PSL ENTRA COM REPRESENTAÇÃO NO TRE-RO CONTRA O DEP. LÚCIO MOSQUINI POR FRAUDE ELEITORAL - Regionais - Notícias
Regionais : PSL ENTRA COM REPRESENTAÇÃO NO TRE-RO CONTRA O DEP. LÚCIO MOSQUINI POR FRAUDE ELEITORAL
Enviado por alexandre em 15/09/2018 02:05:51

Justamente para não ter o nome e a imagem de seu presidenciável JAIR MESSIAS BOLSONARO vinculada a políticos profissionais ficha suja acusados ou condenados por corrupções, seguindo as diretrizes estatutárias e resoluções internas.
Material de campanha de Lucio Mosquini
O PSL/RO acusa o deputado federal e candidato a reeleição LÚCIO MOSQUINI de ambição e oportunismo ao utilizar-se da imagem do presidenciável do PSL e não a de seu partido MDB conforme verifica-se em imagem acima obtida pelo partido de Bolsonaro.

Na representação protocolada nesta sexta feira 14/09, no TRE-RO, "a infidelidade abjeta do representado, que, de forma maquiavélica, anseia indevidamente se aproveitar da imagem de JAIR BOLSONARO, sem que haja qualquer ligação entre os partidos, pois o PSL não teve, não tem e não terá a intenção de peregrinar ao caminho da mudança ao lado de partidos e políticos da índole de LÚCIO MOSQUINI."

O partido também acusa MOSQUINI de ter se apropriado do slogan de campanha de BOLSONARO: "Muda Brasil de Verdade."

Na peça representativa o PSL cita ainda que o candidato a reeleição foi preso em 2014 sob suspeita de fraude em licitação na operação LUDUS, deflagrada pelo Ministério Público de Rondônia. O Candidato do MDB, diferentemente do candidato do PSL, tem sua imagem manchada perante a opinião publica, portanto, benéfico para ele estar ao lado de um candidato da índole de Bolsonaro.

Assim, o candidato do MDB utilizou-se da imagem de Bolsonaro para que alijasse de sua própria imagem a fama de corrupto.

Sendo assim, o partido requer, com ANTECIPAÇÃO DE TUTELA, que o candidato seja proibido de seguir distribuindo os adesivos e santinhos com a imagem de JAIR BOLSONARO, ou qualquer outra ligação do mesmo com o PSL, e que todo o material já produzido seja destruído sob pena de multa diária de 10 mil reais.

Nº PROCESSO: 0601373-69-2018.6.2.2.0000 

BLOG DO CALDEIRA

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo