Aos 71 anos, milionário das travessias amazônicas quer se eleger deputado federal - Regionais - Notícias
Regionais : Aos 71 anos, milionário das travessias amazônicas quer se eleger deputado federal
Enviado por alexandre em 13/01/2018 20:21:40


CUIABÁ – O milionário das travessias amazônicas, empresário mato-grossense Roberto Dorner, que voltar a Câmara dos Deputados na eleição deste ano. Aos 71 anos de idade e já tendo disputado outras eleições e até assumido, em 2013, um pedaço do mandato do deputado Pedro Henry (PP), condenado no mensalão, Dorner pretende se apresentar como ‘sangue novo’.
Roberto Dorner se apresenta como sangue novo, aos 71 anos e já tendo uma carreira política

Roberto Dorner tem negócios em Rondônia e em toda a Amazônia. Ele é dona das balsas que fazem as travessias em vários rios da região amazônica, um negócio considerado uma verdadeira mina de dinheiro. Muitos atribuem à ação de Dorner, na defesa de seus interesses, o fato de não existir pontes em várias travessias, o que reduziria o faturamento do grupo capitaneado pelo empresário.

Em Rondônia, Dorner foi dono de outros empreendimentos, em sociedade com empresários locais.

Dono de uma das maiores fortunas do Norte de Mato Grosso, o empresário Roberto Dorner anunciou, nesta semana, sua pré-candidatura a deputado federal pelo PSD. Em entrevista ao site Sonotícias, o empresário, de 71 anos, revelou sua bandeira de campanha: vai defender que a Câmara Federal precisa de “sangue novo”.

Em 2010, Dorner concorreu a deputado federal e, apesar dos 50,4 mil votos, virou suplente. Em 2011, assumiu a vaga de Pedro Henry (PP) – condenado no Mensalão – por nove meses. No fim de 2013, após a prisão de Henry, reassumiu a vaga na Câmara e ficou até o fim do mandato, em 2014. Alegou motivo pessoal para não disputar a reeleição.

A última empreitada do empresário foi a disputa pela Prefeitura de Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá), em 2016: teve 20,5 mil votos e ficou em segundo lugar. Na época, ele declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$ 24,7 milhões, além de avião e fazendas. É dono de um shopping e de uma emissora de TV na cidade.

FONTE; expressaorondonia e midianews, de Cuiabá

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo