Hoje no Supremo: Temer x Janot - Mais Notícias - Notícias
Mais Notícias : Hoje no Supremo: Temer x Janot
Enviado por alexandre em 13/09/2017 08:18:38

Hoje no Supremo: Temer x Janot

Postado por Magno Martins

STF deve negar suspeição de Janot, enganado por JBS

Vai ficando mais claro que Joesley manipulou MP e tramou contra Temer

Blog do Kennedy

O plenário do STF (Supremo Tribunal Federal) deve examinar hoje recurso da defesa do presidente Michel Temer para considerar suspeito o procurador-geral da República, Rodrigo Janot. A chance de o recurso ser aceito é muito baixa.

O ministro Edson Fachin já havia negado o pedido da defesa de Temer, que recorreu. Daí o ministro ter levado o caso ao plenário. É importante tomar a decisão enquanto Janot ainda está no cargo. A defesa de Temer basicamente argumenta que Janot persegue o presidente da República.

É improvável que a maioria dos ministros do Supremo considere Janot suspeito, porque isso poderia colocar em dúvida todo o trabalho do procurador-geral da República nos casos da Lava Jato. No entanto, o julgamento deverá servir de palco para que ministros que tenham ressalvas à forma como foi feito o acordo de delação da JBS possam criticar Janot.

É esperada uma atuação dura do ministro Gilmar Mendes contra o procurador-geral da República, que, como vai ficando claro a cada dia, teria sido enganado pela dupla Joesley Batista e Ricardo Saud nas negociações para firmar o acordo de colaboração premiada.

STF: Janot suspeito?



É consenso que o STF não declarará Rodrigo Janot suspeito de atuar contra Michel Temer. A incógnita agora é sobre como os ministros vão votar na questão de ordem que susta qualquer nova ofensiva do MPF enquanto não houver decisão sobre a validade da delação da J&F. Nesse quesito, ninguém arrisca placar. Eventual veredicto a favor do presidente, alertam integrantes da corte, poderá impactar ações, inclusive da primeira instância, que citam acordos de colaboração.

Uma vitória da tese que favorece Temer poderia ser citada como jurisprudência para denúncias que contemplam trechos da delação do ex-senador Delcídio do Amaral, por exemplo. Ela também é alvo de contestação. O ex-presidente Lula é um dos implicados.(Painel - Folha de S.Paulo)

Furacão: 14 pessoas resgatadas chegam ao Brasil



Fazem parte do grupo que desembarcou em Brasília oito brasileiros, um americano, dois venezuelanos e três holandeses

O Globo – Renata Mariz

Quatorze pessoas resgatadas no Caribe após a passagem do furacão Irma, sendo oito brasileiros e três crianças, desembarcaram por volta das 1h35 desta quarta-feira na Base Aérea de Brasília. Elas vieram a bordo de uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) que decolou da ilha de St Martin no início da noite.
São oito brasileiros, um americano, dois venezuelanos (sendo uma criança) e três holandeses (duas crianças), segundo o Itamaraty. Os venezuelanos foram resgatados dentro do acordo de assistência consular do Mercosul. O passageiro americano é casado com uma brasileira e uma passageira holandesa é casada com um brasileiro.

Em nota no domingo, o Itamaraty informou que 60 brasileiros estavam em ilhas do Caribe na condição de afetados pelo furacão. Destes, 32 estariam em St. Martin, somando-se os lados holandês e francês. No entanto, a comitiva foi de 14 pessoas. Segundo o Itamaraty, há brasileiros que já conseguiram sair por outros meios e dois que decidiram ficar. O órgão não tem estimativa de quantos ainda estão na região devastada pelo Irma.

Nenhum passageiro está ferido, ainda segundo o Itamaraty. O Irma deixou pelo menos 38 mortos no Caribe e atingiu diretamente vários pontos da região na categoria cinco, a mais alta: Barbuda, St. Barths, St. Martin, Anguilla, Cuba, as Ilhas Virgens britânicas e americanas e Porto Rico.

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo