SÓ TENHO PENA - Política - Notícias
Política : SÓ TENHO PENA
Enviado por alexandre em 11/08/2017 18:42:19


Dunga diz que Renan é oportunista e não representa brasileiros
Ex-técnico desafia Renan a testar respeitabilidade na Paulista

Quatro meses depois de ter seu trabalho na Seleção Brasileira de Futebol comparado ao governo de Michel Temer (PMDB), o ex-técnico Dunga reagiu contra o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), autor da comparação. E desafiou o ex-presidente do Senado a testar quem é mais respeitado entre os brasileiros, em um passeio na Avenida Paulista, em São Paulo.

Renan foi chamado de oportunista que não representa os brasileiros, pelo treinador que foi capitão da Seleção e conquistou o tetra para o Brasil, na Copa de 1994. As declarações de Dunga foram dadas em entrevista exclusiva ao Programa Amaury Jr., da Rede TV!, que vai ao ar na próxima semana.

Dunga critica Renan na TV (Fotos: Rafael Ribeiro/CBF e Li de Paula)
“Oportunismo dele. Só tenho pena, não mágoa. Ele não nos representa. Desafio ele a aparecer na Avenida Paulista comigo. Quero ver quem é mais respeitado”, disparou Dunga, ao ser lembrado da comparação feita pelo senador alagoano.

Dunga negou ter qualquer plano de entrar para a política, apesar do debate sobre política e as críticas do senador ameaçado pela Operação Lava Jato e com mais de uma dezena de acusações de ilegalidades tramitando no Supremo Tribunal Federal (STF). “Já fui convidado, mas não passa pela minha cabeça. Faço minha parte com trabalhos sociais”, disse Dunga.

Enquanto isso, Renan Calheiros segue com intensa agenda de campanha antecipada à reeleição, para não perder o emprego de político profissional, utilizando a agenda do governo de seu herdeiro político, Renan Filho (PMDB), em Alagoas.

E mesmo sendo favorecido por pesquisas encomendadas e financiadas não se sabe por quem, Renan segue ameaçado de não ser reeleito, mesmo com institutos excluindo seus rivais e favoritos do cenário da perspectiva da disputa, a exemplo da ex-senadora Heloísa Helena (REDE-AL) e do deputado federal Ronaldo Lessa (PDT-AL).

Como treinador, o tetracampeão Dunga conquistou a Copa América de 2007 e a Copa das Confederações de 2009, mas deixou o cargo após conduzir o time que foi desclassificado nas quartas de final da Copa de 2010, na África do Sul. Voltou a seleção em 2014, após a trágica derrota do Brasil por 7 a 1 para a Alemanha, sob o comando de Felipão. Mas não durou dois anos, após fracas campanhas.

diário do poder

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo