Resenha Políitca por Robson Oliveira - Resenha Política - Notícias
Resenha Política : Resenha Políitca por Robson Oliveira
Enviado por alexandre em 07/12/2016 00:50:36

Resenha política

Robson Oliveira



Ego

Há muito boato em relação à equipe do secretariado do prefeito eleito de Porto Velho, Hildon Chaves. Anteontem, em conversa com a coluna, o prefeito avisou que não fechou ainda os nomes do primeiro escalão e avalia cada um do ponto de vista técnico. O que o está irritando é, ao sondar a pessoa, minutos depois o nome é vazado para mídia pelo próprio convidado por pura vaidade. E pessoas com ego superlativo não se enquadram no perfil do futuro prefeito.



Limite

Os primeiros dados das contas da prefeitura da capital que a coluna conseguiu acesso indicam uma situação de preocupação para Hildon Chaves. A administração da capital está inchada com mais de treze mil servidores e o custeio da máquina ultrapassou o limite prudencial estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Mauro Nazif aguarda a liberação dos recursos arrecadados com o repatriamento dos recursos enviados indevidamente ao exterior para não fechar as contas no vermelho. A situação é preocupante e exigirá do futuro prefeito muito esforço para equilibrar as contas.



Fiero

Ao homenagear o saudoso jornalista Paulo Queiroz com um prêmio de jornalismo, a Federação Estadual das Indústrias de Rondônia homenageia a todos nós profissionais do batente. Paulo foi o jornalista mais brilhante que viveu entre nós. Poucos souberam descrever com tanta competência e refinamento a crônica política rondoniense. Um intelectual da melhor qualidade.



Calote

A informação de que um sindicato teve a sede social penhorada por não quitar honorários com uma banca advocatícia, contratada para defender os interesses de seus sindicalizados (com êxito), poderia ser uma notícia comum caso o sindicato em questão não fosse o dos serventuários da justiça estadual. Diz o ditado: casa de ferreiro espeto de pau.



Aposentadoria

A mais nova mudança das regras da aposentadoria demonstra o desprezo dos governantes com quem passou a maior parte da vida dedicando suas energias com muito trabalho ao crescimento do país. Dizer que os problemas do desajuste contábil das contas públicas são dos velhinhos é uma tremenda covardia. Nossos políticos e autoridades foram lenientes com eventuais abusos ocorridos na previdência social, em particular com os ralos, os roubos e as aposentadorias precoces, e, agora, culpam a todos os aposentados. Este é um bom tema para protestar nas ruas, pois de nada adiantará requerer esse direito na beira da cova.



Sacolejando

A operação feita hoje (6) pelo Gaeco do Ministério Público Estadual, que afastou o prefeito de Pimenta Bueno, Henrique Mendonça, pode revelar muito mais do que veio à tona. Pelo menos esta é a opinião de quem conhece as entranhas da administração municipal do irmão de Kaká Mendonça, ex-deputado estadual encalacrado até o pescoço com outros fatos referentes ao Legislativo Estadual. Se sacolejar, cai muita gente!



Disputa

Um grupo formado por 14 vereadores eleitos discute a formação da futura mesa diretora da Câmara Municipal. O problema é que todos eles querem ser o presidente, daí que o grupo tende a se dispersar. Maurício Carvalho e Alan Queiroz trabalham para ser ungidos e pelas articulações dos bastidores em andamento vão terminar sendo rifados pelos mais espertos. Partido que tem dois candidatos não tem nenhum. É o que ensina a lenda!


Crise

O afastamento do senador Renan Calheiros (PMDB) da presidência do Senado provocou uma crise enorme com o Palácio do Planalto, em particular contra o principal estrategista do governo Temer, Moreira Franco. Calheiros credita ao auxiliar de Temer sua defenestração da presidência do Senado. Embora não explique de que forma o ministro do Executivo tenha influenciado na liminar concedida por um ministro do STF. Franco está na mira de Calheiros e Cunha e começa a ser problema para o presidente da república. Na capital federal o clima é de tensão. Há uma expectativa de novas buscas e apreensões nos gabinetes e residências de senadores determinadas pelo Supremo. O início do recesso judiciário é tudo o que nossos congressistas almejam!


Regabofe

O tradicional jantar natalino em homenagem aos profissionais da imprensa de Rondônia, promovido há dezoito anos pelo senador Valdir Raupp, está marcado para o próximo dia 16 (sexta-feira). O local ainda não foi confirmado.

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo