Vereador na mira do MP - Coluna:Mundo Cão - Notícias
Coluna:Mundo Cão : Vereador na mira do MP
Enviado por alexandre em 16/09/2016 00:30:27

Coluna Mundo Cão

Vereador na mira do MP

A situação de um vereador que busca a reeleição não é nada confortável perante o Ministério Público uma das últimas instituições que tem a credibilidade do povo brasileiro. O fato é que o vivaldino pegou o veículo oficial da Câmara municipal alegando que iria até a cidade de Ji – Paraná, mas precisamente na sede do Poder Legislativo municipal para tratar de assuntos de interesse da comunidade junto ao departamento jurídico daquela Casa de Leis. Mas como nada fica escondido chegou até o conhecimento do MP que o vereador esperto foi mesmo é fazer uma consulta com um médico particular e o que é grave ninguém na Câmara municipal de Ji – Paraná, conhece esse tal de edil que agora está enrolado feito cobra na vara de marmelo é o fim da rosca.

Pouca Vergonha

Dando uma passada no portal transparência da prefeitura de Vale do Paraíso visualizo que uma funcionária recebeu R$ 127,43 como diária para vim até Ouro Preto do Oeste e tratar de assuntos na Caixa Econômica Federal e no Banco do Brasil isso é uma vergonha e uma falta de respeito com o povo de Vale do Paraíso um município que está em dificuldades e agora pagar uma diária para um funcionário percorrer 37 km e a farra das diárias é uma festa certamente o MP/RO vai querer saber os detalhes desta pouca vergonha com o erário.

Vereador gastador

Na região central do Estado tem um dos candidatos a vereador que vem apresentando uma campanha maior que a dos candidatos a prefeito, trata-se de uma campanha muito rica para o cargo em disputa. Já passou da hora da Justiça Eleitoral tomar as providências e averiguar de onde está vindo tanto dinheiro para abastecer a campanha. O fato é um só o dito cujo tá gastando sem dó e sem piedade.

Palhaços que se dizem ser intelectuais

Enquanto os universitários americanos ganham prêmios e são destaques no mundo inteiro por sua capacidade intelectual, boa parte dos universitários brasileiros, principalmente os de universidades públicas, se limitam a fazer palhaças e bandalheiras.

Eles se dizem fazer parte de um grupo de intelectuais. Fala sério!


Fica a dica

Antes de votar, primeiro faça uma pesquisa do histórico do seu candidato, procure saber como é o seu relacionamento familiar com filhos, esposa e marido (se tiverem) e também no meio social. Quem não cuida da sua própria família, não vai cuidar da sua e muito menos da cidade. Reflita!


Vereador ou Office boy de prefeito (a)


No dia 02 de outubro o eleitor tem a responsabilidade de escolher os representantes para o Poder Legislativo municipal de sua cidade e é importante que faça isso com muita responsabilidade. O vereador de verdade é aquele que tem a capacidade de discutir os problemas do município focando no bem da coletividade e não ser um “Office boy”, do prefeito ou prefeita algo comum e para tanto esses que são representantes do povo estão preocupados em resolver suas situações de seus bandos transformando as Câmaras municipais em balcão de negociatas onde a podridão impera sem o menor pudor.

Candidato leso, liso e Louco

Leso, liso e louco é o candidato que faz campanha sozinho porque, sem recurso, deixa o eleitor puto da vida. O esperto só participa de caminhada e reuniões. Vai andando beijando criança e dando tapinha nas costas, quase correndo, e atrás vêm os seus “considerados” distribuindo “santinhos”.

PT verde e amarelo

Começa a circular nas redes sociais timidamente a bandeira vermelha do PT com tiras verde e amarela, na tentativa de construir uma identificação eleitoral com o Brasil e seu povo do que com o comunismo de Cuba de Fidel. Esta orientação já pode ser notada aqui em Ouro Preto do Oeste.

Entrou água, o barco começou a afundar!

"Não têm jeito, já fizemos de tudo, mas a cada dia o "Home" se torna mais antipatizado pelo eleitor, estou é perdendo votos por causa dele”. Declaração feita por um 'forte' candidato a vereador de um município da região central do Estado.

Falta transparência no horário eleitoral

Costumeiramente os debates eleitorais polarizam-se entre duas questões: saúde e educação. Os demais temas, parece que tocam muito pouco nos nossos postulantes aos cargos públicos eletivos. Ao assistir aos programas eleitorais gratuitos (pasmem!!!), me deparei com a total falta de abordagem de temas como transparência, controle social e enfrentamento à corrupção. Talvez, pelo aconselhamento, pois se sabe que os candidatos só falam aquilo que as pesquisas mostram como assuntos que despertam o interesse do eleitor e, por conseguinte, possam lhes render alguns votinhos. Muitos leitores podem se perguntar de que adianta tratar destes assuntos nos programas eleitorais? A resposta é simples. Quem trata do assunto acaba se comprometendo com estas bandeiras. Para nós eleitores, o desafio é votar em candidatos que tenham propostas viáveis para enfrentar a corrupção. Pena que o horário eleitoral não está nos permitindo enxergá-los ainda.

As companhias, ou más companhias

Os aliados são a força motora de todo projeto político, capaz de conduzir qualquer candidatura na direção do bem ou do mal. A legislação eleitoral brasileira prevê a possibilidade de construção de alianças, coligações, que englobam em si a representatividade dos mais diversos setores da sociedade.
Uns podem representar um projeto de desenvolvimento, alguns são a personificação do desejo de perpetuação e outros se comportam mais como aquilo que o Código Penal Brasileiro define como Organização Criminosa, tal qual a desmontada pela Operação Lava Jato após saquear os cofres da Petrobras.

Arranca rabo entre candidatos a vereador

Uma acirrada discussão via telefone entre dois candidatos a vereador da região central do Estado, quase termina em tragédia, do outro lado da linha um candidato um chegou a dizer para o outro: "Me diz onde tu está que vou ai agora para acertarmos os ponteiros". A confusão começou quando o candidato "X" soube que o candidato "R$, estaria assediando moralmente alguns de seus eleitores com ameaças de demitir-los do cargo que ocupam no município. Irritado o candidato "X" foi tomar satisfação com o candidato "R$", quem presenciou a discussão disse que a esculhambação foi grande. Detalhe deste arranca rabo os personagens disputam a reeleição e ambos estão no libo perante a opinião pública.


Reta final vale tudo


Na reta final das campanhas eleitorais para o pleito de 2016, os bastidores da política ouro-pretense estão fervendo, com os dois grupos disputando quem irá conduzir os destinos do município nos próximos quatro anos a disputa continua acirrada e as idas e vindas não param, os bastidores estão cada dia mais movimentados e até 2 de outubro muitas coisas poderão acontecer. Fato é que quanto mais se aproxima o pleito, a tendência é o clima ficar cada vez mais quente, as movimentações irão ser intensificadas e bastidores vão ferver dia e noite, a pergunta que fica é como fica a cabeça do eleitor diante dos fatos? Em breve teremos os resultados, quem viver verá.



Pegou fogo


Informações dão conta de que nos bastidores de uma das alas que disputa a eleição no Vale do Paraíso a coisa esquentou nos últimos dias, e em meio à discursões, houve candidato dando murro na mesa e ameaçando chutar o pau da barraca.


Por: Alexandre Araujo







Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo