MUNDO CÃO - Coluna:Mundo Cão - Notícias
Coluna:Mundo Cão : MUNDO CÃO
Enviado por alexandre em 16/09/2015 02:23:00

Coluna Mundo Cão

Gatos pingados

11 pessoas não é um equipe de futebol e sim a quantidade que compareceu ao encontro do PP em Ouro Preto do Oeste esta semana na Câmara municipal. Dessa multidão (sic) 4 pessoas estavam acompanhando a ex – candidata a governadora do Estado Jaqueline Cassol que está percorrendo o Estado alegando ser um projeto de fortalecimento político da sigla que tem o senador da República Ivo Cassol que está na “boca da begônia”  para perder o mandato e ter o mandado de prisão cumprindo. O encontro do PP nem de longe lembra os tempos em que Cassol era governador do Estado e até para entregar um saco de semente fazia a maior pirotecnia com direito a show de demagogia estrelado pelos “cassolistas” e como diz o adágio popular rei morto, rei posto”.

 

Rosaria Helena diz não

 

A vereadora Rosaria Helena (Pros) vem sendo pressionada a assinar sua ficha de filiação no PP controlado no Estado pelo ainda senador Ivo Cassol e sua família. A vereadora vem resistindo não se sabe por quanto tempo, mas que a pressão é enorme pra cima da primeira suplente de deputado federal que tem como titular o deputado Luiz Claudio ai está o motivo para a palavra não ainda está de pé. Luiz Claudio é um dos deputados de Rondônia na Câmara federal que pode perder o mandato por está enrolado na Justiça, mas como estamos no Brasil não é bom contar com o ovo da galinha então Rosária Helena aceita o convite e pode disputar uma candidatura a prefeita pelo PP, neste caso é bom lembrar o que o senador Ivo Cassol aprontou para cima do atual presidente da Assembleia Legislativa do Estado – ALE/RO deputado Maurão de Carvalho passou o tempo todo do jogo dando apoio a pretensão do parlamentar de disputar o governo de Rondônia e aos 45 minutos do segundo tempo emplacou sua irmã Jaqueline Cassol como a candidata do grupo e palavra de político é como escrever nas areias da praia na primeira onda$ tudo vai embora.

 

E os nomes para prefeito

 

Estamos a pouco mais de um ano para as eleições de 2016 e o cenário político em Ouro Preto do Oeste ainda está na fase de embrião, ou seja, tudo ainda no campo da hipótese e nada de surgir um nome novo para a disputa do cargo de prefeito. Até o momento aqui acolá se ventila os nomes de Rosaria Helena, vereadora pelo Pros que pode ter o apoio do ex – deputado federal Carlos Magno e também do deputado estadual Marcelino Tenório (PRP), o presidente da Câmara municipal vereador Edis Farias (SD) já está demonstrou cobiça pela cadeira de alcaide e para isso costura uma ampla coalizão de partidos políticos em torno do seu nome e no estilo mineiro o prefeito Alex Testoni tem dado sinais que Edis deverá ser o seu nome escolhido para ser o seu sucessor e por fim o vereador Dr. Deraldo Pereira diz que vai colocar o seu nome a disposição do partido no caso o PT que vem descendo ladeira abaixo mais rápido do que carro sem freio o que dificilmente seu nome será emplacado. E outros nomes que estão sendo propagados não passam de balão de ensaio que estão querendo valorizar o passe e que na pior das hipóteses tem musculatura para disputar uma vaga de vereador e olhe lá, já que liderança não se constrói dando tampinhas nas costas, pagando rodada de cerveja ou indo até em velório de cavalo, portando a água apenas está no dedão do pé quando bater a canela o jogo fica bruto.

 

Vaga para a vereador páreo duro

 

A vida dos vereadores de Ouro Preto do Oeste que vão tentar a reeleição não será nada fácil nas eleições de 2016. Com a popularidade em baixa perante os munícipes os vereadores terão que se virar nos 30 para convencer o eleitor a dar mais uma chance a quem não está produzindo conforme preconiza o trabalho de um legislador mirim que tem como papel principal fiscalizar os atos do ocupante do cargo de prefeito de forma imparcial e zelando pelo erário. E como a hora é de mudança nada melhor do povo buscar o novo com nomes comprometidos com o bem da coletividade e não com o individual ou de grupo.     

 

Promoção pessoal

 

Alguns gestores públicos estão abusando da chamada promoção pessoal nas paginas oficiais na internet e isso é caracterizado como improbidade administrativa e certamente o Ministério Público Estadual – MP deverá coibir tal pratica danosa ao erário que só serve para promover prefeitos e até mesmo presidentes de Câmaras municipais que em comum tem o objetivo focado nas eleições de 2016.

 

Sangria Municipal

 

A maioria dos municípios está afetada pela crise uma verdadeira “pindaíba”provocado pela queda nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e do acúmulo de atribuições sem as contrapartidas de responsabilidade do governo federal. Somente no primeiro semestre deste ano a crise fez com que o governo reduzisse em 50% o valor das emendas parlamentares destinadas aos municípios e em 50% o valor dos repasses referentes a convênios firmados com as administrações municipais.

 

Governo já cortou cause R$ 800 mil do Bolsa Família

 


Primeiro, chega a "cartinha". Com carimbo do Ministério do Desenvolvimento Social, ela pede ao beneficiário do Bolsa Família que se apresente na prefeitura da cidade para agendar a visita de um assistente social à sua casa. A partir desse momento, o dinheiro do programa já para de entrar na conta da família. Semanas depois, o assistente social toca a campainha.Prancheta, caneta e almofadinha de carimbo na mão (para os casos em que o beneficiado não sabe escrever), ele faz perguntas sobre cada morador da casa: quem estuda, quem trabalha, quanto ganha. Caso note a presença de uma moto, de uma TV de LED ou de qualquer elemento que destoe do cenário de pobreza obrigatório, indaga quando a família adquiriu o bem e com que recursos. Encerrada a entrevista, pede ao beneficiário que assine o formulário preenchido e encaminha o papel à prefeitura. Feito isso, o resultado é quase sempre o mesmo: adeus, Bolsa Família. Poucos dos que recebem a visita do assistente social conseguem manter o benefício. Sem anúncio nem alarde, o governo federal começou a passar a tesoura nos programas sociais. Bem isso pode está acontecendo em outros municípios porque aqui em Ouro Preto do Oeste ta difícil ter uma fiscalização rigorosa e acima de tudo transparente, porque não é preciso muito esforço para descobrir os vivaldinos que estão se locupletando do dinheiro do Bolsa Família é comum neguinho ter carro, moto e outros bens que em nada lembra um pobre coitado. O bom seria a Secretaria Municipal de Ação Social – Semas deixar de ficar em teoria e passar a exercer a pratica, certamente o cidadão de bem iria ficar muito grato, mas a realidade é outra quando tem forças ocultas para que a verdade não seja revelada.

 

   

   



Coluna Mundo Cão

Gatos pingados

11 pessoas não é um equipe de futebol e sim a quantidade que compareceu ao encontro do PP em Ouro Preto do Oeste esta semana na Câmara municipal. Dessa multidão (sic) 4 pessoas estavam acompanhando a ex – candidata a governadora do Estado Jaqueline Cassol que está percorrendo o Estado alegando ser um projeto de fortalecimento político da sigla que tem o senador da República Ivo Cassol que está na “boca da begônia”  para perder o mandato e ter o mandado de prisão cumprindo. O encontro do PP nem de longe lembra os tempos em que Cassol era governador do Estado e até para entregar um saco de semente fazia a maior pirotecnia com direito a show de demagogia estrelado pelos “cassolistas” e como diz o adágio popular rei morto, rei posto”.

 

Rosaria Helena diz não

 

A vereadora Rosaria Helena (Pros) vem sendo pressionada a assinar sua ficha de filiação no PP controlado no Estado pelo ainda senador Ivo Cassol e sua família. A vereadora vem resistindo não se sabe por quanto tempo, mas que a pressão é enorme pra cima da primeira suplente de deputado federal que tem como titular o deputado Luiz Claudio ai está o motivo para a palavra não ainda está de pé. Luiz Claudio é um dos deputados de Rondônia na Câmara federal que pode perder o mandato por está enrolado na Justiça, mas como estamos no Brasil não é bom contar com o ovo da galinha então Rosária Helena aceita o convite e pode disputar uma candidatura a prefeita pelo PP, neste caso é bom lembrar o que o senador Ivo Cassol aprontou para cima do atual presidente da Assembleia Legislativa do Estado – ALE/RO deputado Maurão de Carvalho passou o tempo todo do jogo dando apoio a pretensão do parlamentar de disputar o governo de Rondônia e aos 45 minutos do segundo tempo emplacou sua irmã Jaqueline Cassol como a candidata do grupo e palavra de político é como escrever nas areias da praia na primeira onda$ tudo vai embora.

 

E os nomes para prefeito

 

Estamos a pouco mais de um ano para as eleições de 2016 e o cenário político em Ouro Preto do Oeste ainda está na fase de embrião, ou seja, tudo ainda no campo da hipótese e nada de surgir um nome novo para a disputa do cargo de prefeito. Até o momento aqui acolá se ventila os nomes de Rosaria Helena, vereadora pelo Pros que pode ter o apoio do ex – deputado federal Carlos Magno e também do deputado estadual Marcelino Tenório (PRP), o presidente da Câmara municipal vereador Edis Farias (SD) já está demonstrou cobiça pela cadeira de alcaide e para isso costura uma ampla coalizão de partidos políticos em torno do seu nome e no estilo mineiro o prefeito Alex Testoni tem dado sinais que Edis deverá ser o seu nome escolhido para ser o seu sucessor e por fim o vereador Dr. Deraldo Pereira diz que vai colocar o seu nome a disposição do partido no caso o PT que vem descendo ladeira abaixo mais rápido do que carro sem freio o que dificilmente seu nome será emplacado. E outros nomes que estão sendo propagados não passam de balão de ensaio que estão querendo valorizar o passe e que na pior das hipóteses tem musculatura para disputar uma vaga de vereador e olhe lá, já que liderança não se constrói dando tampinhas nas costas, pagando rodada de cerveja ou indo até em velório de cavalo, portando a água apenas está no dedão do pé quando bater a canela o jogo fica bruto.

 

Vaga para a vereador páreo duro

 

A vida dos vereadores de Ouro Preto do Oeste que vão tentar a reeleição não será nada fácil nas eleições de 2016. Com a popularidade em baixa perante os munícipes os vereadores terão que se virar nos 30 para convencer o eleitor a dar mais uma chance a quem não está produzindo conforme preconiza o trabalho de um legislador mirim que tem como papel principal fiscalizar os atos do ocupante do cargo de prefeito de forma imparcial e zelando pelo erário. E como a hora é de mudança nada melhor do povo buscar o novo com nomes comprometidos com o bem da coletividade e não com o individual ou de grupo.     

 

Promoção pessoal

 

Alguns gestores públicos estão abusando da chamada promoção pessoal nas paginas oficiais na internet e isso é caracterizado como improbidade administrativa e certamente o Ministério Público Estadual – MP deverá coibir tal pratica danosa ao erário que só serve para promover prefeitos e até mesmo presidentes de Câmaras municipais que em comum tem o objetivo focado nas eleições de 2016.

 

Sangria Municipal

 

A maioria dos municípios está afetada pela crise uma verdadeira “pindaíba”provocado pela queda nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e do acúmulo de atribuições sem as contrapartidas de responsabilidade do governo federal. Somente no primeiro semestre deste ano a crise fez com que o governo reduzisse em 50% o valor das emendas parlamentares destinadas aos municípios e em 50% o valor dos repasses referentes a convênios firmados com as administrações municipais.

 

Governo já cortou cause R$ 800 mil do Bolsa Família

 


Primeiro, chega a "cartinha". Com carimbo do Ministério do Desenvolvimento Social, ela pede ao beneficiário do Bolsa Família que se apresente na prefeitura da cidade para agendar a visita de um assistente social à sua casa. A partir desse momento, o dinheiro do programa já para de entrar na conta da família. Semanas depois, o assistente social toca a campainha.Prancheta, caneta e almofadinha de carimbo na mão (para os casos em que o beneficiado não sabe escrever), ele faz perguntas sobre cada morador da casa: quem estuda, quem trabalha, quanto ganha. Caso note a presença de uma moto, de uma TV de LED ou de qualquer elemento que destoe do cenário de pobreza obrigatório, indaga quando a família adquiriu o bem e com que recursos. Encerrada a entrevista, pede ao beneficiário que assine o formulário preenchido e encaminha o papel à prefeitura. Feito isso, o resultado é quase sempre o mesmo: adeus, Bolsa Família. Poucos dos que recebem a visita do assistente social conseguem manter o benefício. Sem anúncio nem alarde, o governo federal começou a passar a tesoura nos programas sociais. Bem isso pode está acontecendo em outros municípios porque aqui em Ouro Preto do Oeste ta difícil ter uma fiscalização rigorosa e acima de tudo transparente, porque não é preciso muito esforço para descobrir os vivaldinos que estão se locupletando do dinheiro do Bolsa Família é comum neguinho ter carro, moto e outros bens que em nada lembra um pobre coitado. O bom seria a Secretaria Municipal de Ação Social – Semas deixar de ficar em teoria e passar a exercer a pratica, certamente o cidadão de bem iria ficar muito grato, mas a realidade é outra quando tem forças ocultas para que a verdade não seja revelada.

 

   

   

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo