RACISMO NÃO - Brasil - Notícias
Brasil : RACISMO NÃO
Enviado por alexandre em 20/07/2021 09:14:02

Radialistas são demitidos após comentários racista sobre cabelo do jogador Celsinho do Londrina do Paraná

'Não é porque eu estou perdendo os cabelos que eu vou achar um negócio imundo desses bonito', disse o comentarista na transmissão

Giovanna Galvani, da CNN, em São Paulo

Radialistas que teceram comentários racistas contra jogador Celsinho
Radialistas que teceram comentários racistas contra jogador Celsinho
Foto: Reprodução

Dois radialistas foram demitidos da Rádio Bandeirantes de Goiânia por tecerem comentários racistas a respeito do meia Celsinho, do Londrina, em transmissão da partida contra o Goiás no sábado (17).

Após o jogador cair em campo, o narrador Romes Xavier comenta: "Tomou uma pancada no tornozelo, tá levantando, mas o cabelo dele deve pesar demais, né, Vinícius?".

Em resposta, o comentarista Vinícius Silva afirma que o cabelo de Celsinho "parece mais uma bandeira de feijão" do que um cabelo. "Não é porque eu estou perdendo os cabelos que eu vou achar um negócio imundo desses bonito", complementa. A transmissão reproduz então o som de risadas.

O Londrina posicionou-se sobre o caso ainda no sábado com uma nota de repúdio entitulada "racismo não!":

"É inadmissível e lamentável, veemente, que tais comunicadores, formadores de opinião, propaguem atos de racismo! Em verdade, o racismo é inadmissível em qualquer situação, lugar, fala e deve ser lutado diariamente, por todos!", diz trecho da nota emitida pelo clube, que também afirmou que tomará medidas legais sobre o caso.

No domingo (18), a Rádio Bandeirantes anunciou que o narrador e o comentarista tiveram o contrato rescindido. "A transmissão do jogo Goiás x Londrina foi realizada pela Equipe Feras do Esporte, que trabalha em regime de parceria com a Rádio Bandeirantes Goiânia", diz o texto após afirmar que as expressões não refletem "sob nenhuma hipótese" a opinião da empresa.

"É nosso dever, enquanto veículo propagador da informação, trabalhar para que atos preconceituosos sejam cada vez mais banidos da sociedade, e possamos contribuir para a construção de uma sociedade justa para todos", complementou a Bandeirantes. 

Jogador Celsinho, do Londrina
Jogador Celsinho, do Londrina
Foto: Reprodução/Gustavo Oliveira/Londrina Esporte Clube

Após a repercussão do caso, o narrador Romes Xavier publicou um pedido de desculpas nas redes e afirmou que foram "colocações erradas que jamais deveriam ter sido ditas", escreveu pouco antes do anúncio que estava demitido.

Já Vinícius Silva afirmou que demonstrou "todo arrependimento pelo comentário infeliz referente ao atleta Celsinho", escreveu também nas redes. Ele afirma que ligou para o jogador para desculpar-se.

Outros clubes de futebol também emitiram notas sobre o caso. O Vasco da Gama afirmou que "racismo é crime e não deve ser tolerado", enquanto o Corinthians solidarizou-se com Celsinho.

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo