Anulação no STF joga no lixo R$10 milhões gastos com pessoal que investigou Lula - Justiça em Foco - Notícias
Justiça em Foco : Anulação no STF joga no lixo R$10 milhões gastos com pessoal que investigou Lula
Enviado por alexandre em 19/04/2021 14:54:17


Pagar mesada é comum nos três níveis de governo no Brasilhttps://diariodopoder.com.br/wp-content/uploads/2018/05/SCO-STF-Justica-Supremo-Tribunal-Federal-STF-1500x750.jpeg 1500w, https://diariodopoder.com.br/wp-content/uploads/2018/05/SCO-STF-Justica-Supremo-Tribunal-Federal-STF-360x180.jpeg 360w, https://diariodopoder.com.br/wp-content/uploads/2018/05/SCO-STF-Justica-Supremo-Tribunal-Federal-STF-750x375.jpeg 750w" data-expand="700" data-pin-no-hover="true" width="620" height="310" />

A decisão do Supremo Tribunal Federal de anular as condenações do ex-presidiário Lula cinco anos depois, e voltar processos à estaca zero, vai custar ao bolso do contribuinte bobão no mínimo R$10 milhões só em gastos com pessoal.

Levantamento junto às respectivas plataformas de Transparência mostra que essa foi à despesa aproximada do pagador de impostos com salários e benefícios auferidos por servidores mobilizados nas apurações, incluindo 13ª Vara Federal em Curitiba, TRF-4 e STJ.

Entre a denúncia do tríplex e a condenação mantida pelo STJ, foram 31 meses e cerca de R$5 milhões pagos a magistrados e auxiliares.

No caso do sítio de Atibaia, foram 34 meses da denúncia à condenação em segunda instância. Mais R$5 milhões gastos para nada.

O contribuinte, que teve a fortuna retirada do bolso e jogada fora, pagará tudo de novo, revelam os dados obtidos nas Transparências dos órgãos.

O custo preciso do prejuízo provocado pela decisão do STF é maior e só vai aumentar, com o processo “zerado” e sujeito aos mesmos prazos. As informações são do Diário do Poder.

Página de impressão amigável Enviar esta história par aum amigo Criar um arquvo PDF do artigo