Educação - INVESTIMENTO - Notícias
« 1 2 (3) 4 5 6 ... 17 »
Educação : INVESTIMENTO
Enviado por alexandre em 22/05/2012 15:41:59



ARFLORA presente no Rondônia Rural Show em Ji-Paraná

A ARFLORA – Associação Rondoniense dos Produtores e Consumidores de Floresta Plantada, que tem como seu Presidente o Deputado Estadual Jaques Testoni (PSD – Ouro Preto) está presente na 1ª Feira de Tecnologias e Oportunidades de Negócios Agropecuários (Rondônia Rural Show) que tem início dia 24 (quinta-feira) e vai até o dia 27 (domingo) no Parque de Exposições em Ji-Paraná. O evento está sendo realizado pelo Governo do Estado de Rondônia através da SEAGRI e tem como finalidade divulgar e comercializar o que tem de inovador no setor agropecuário.

A ARFLORA é um segmento novo e um forte aliado do produtor interessado em desenvolver a Floresta Plantada. A ARFLORA está focada principalmente no cultivo da Teca e Eucalipto, por se adaptar perfeitamente ao clima (tropical) e por se adaptar aos sistemas agroflorestais, pois pode ser uma alternativa de recuperação de áreas de pastagens abandonadas e degradadas, bem como uma maneira de conter a pressão de desmatamento sobre florestas nativas e promover o desenvolvimento social, econômico e ecológico sustentáveis nessa região.

A ARFLORA está situada ao lado do estande da SEDAM e do SENAR e toda a equipe técnica está à disposição do público para dirimir todas as dúvidas quanto ao plantio e comercialização do produto.

Assessoria

Educação : PAPO
Enviado por alexandre em 21/05/2012 15:27:37



Salário de professor será de R$ 3 mil até 2014, diz secretário de Educação

O secretário estadual de Educação (Seduc), Júlio Olívar, foi o entrevistado desta segunda-feira (22), do programa A Voz do Povo, da rádio cultura FM 107,9, apresentado pelo jornalista e advogado Arimar Souza de Sá. O programa é retransmitido pela rádio Antena FM 98,3, de Alvorada do Oeste.

Olívar começou a entrevista falando sobre os desafios e problemas. "O volume de problemas é muito grande, com mais de 20 mil servidores, com muita capilaridade em 416 escolas, com 50 delas não tinham refeitórios, quando assumimos", disse.

Ele reconheceu que os servidores da pasta tem baixos salários, apesar do R$ 611 milhões gastos com folha de pagamento, que segundo ele inviabiliza mais investimentos. "Sabemos dos baixos salários, mas o atual Governo já concedeu reajuste de 14,5%, o auxilio saúde aumentou de R$ 75,00 para R$ 150,00, aumentamos as gratificações e a nossa meta é de que o professor não vai ganhar menos de R$ 3 mil por mês, até o final de 2014", afirmou.

Ele disse que o grande desafio é diminuir a evasão escolar e a repetência. "Esse o grande desafio. Para isso, temos que melhorar as condições de nossas escolas, com melhores espaços para a prática desportiva, melhor estrutura e outras melhorias. A merenda escolar e atividades esportivas são fundamentais para manter os alunos na escola", declarou.

O secretário anunciou que todas as escolas estaduais serão climatizadas. "Vamos licitar e adquirir ar condicionado, para assegurar a climatização das salas de aula, garantindo mais conforto aos alunos e professores. Promover melhorias, com certeza assegura a permanência dos alunos em sala de aula", destacou.

Segundo Olivar, "escolas indígenas é um conto de fadas, um cenário dantesco e que tem professores que precisam levar barracas para ficar acampado, em razão da falta de estrutura".

Em relação à contratação emergencial, o secretário disse que o Governo anterior programou o final do contrato de 2010, para este mês de maio. "Tivemos que esperar todo o processo, para fazer novo processo seletivo. Até o dia 06 de junho, vamos convocar os cerca de 1.590 professores, dentre os mais de 6.000 inscritos", completou.

Sobre os boatos de que a sua recém-empossada secrtária-adjunta Izabel Luz, estaria 'mandando' mais do que ele na Seduc, ele desconversou. "Ela é uma pessoa idôena, com muita dedicação ao seu trabalho e temos atuado em parceria. Eu faço o trabalho mais político e ela é uma técnica dedicada", afirmou.

Educação : MODELO
Enviado por alexandre em 18/05/2012 19:15:57



Escola Estadual de Ouro Preto desenvolve modelo de cidadania e vira referência
A Escola estadual de Ensino Fundamental e Médio Aurélio Buarque de Holanda Ferreira, situada no bairro Jardim Aeroporto vem desenvolvendo projetos que visam à melhoria da qualidade do ensino-aprendizagem, que possibilitem a formação de educandos mais críticos e participativos na sociedade em que vivem além de buscar envolver ainda mais a parceria escola/comunidade. De acordo com a direção da unidade escolar tendo a frente a diretora Lucilene Aparecida dos Santos Vieira e a vice professora Erlania Silveira Muniz Nesse sentido o ano letivo foi iniciado com o projeto “Construindo um futuro de paz”, objetivando despertar nos alunos que a paz na sociedade depende de cada um de nós e que precisamos diariamente propagar a paz, para melhor vivermos.

O segundo projeto desenvolvido foi “Arte na Escola”, elaborado e coordenado pela professora Makcilene, executado pelos alunos e apoiados pela equipe gestora da escola, que possibilitou um despertar para verdadeiros talentos “escondidos” na instituição, quando houve a socialização das atividades, presenciamos verdadeiros artistas.

O terceiro projeto foi a Semana da Cidadania, que teve como tema “Os jovens e a violência urbana: o BULLYING”, no qual foram realizadas pesquisas, elaboração de painéis informativos, criação de paródias e encenações, poesias que foram socializados o resultado dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos e coordenados pelos professores e equipe pedagógica, apoiado pela equipe gestora, além de Pit Stop, realizado na Avenida Daniel Comboni.

E por último, a homenagem às mães da escola, que foi oferecido um café da manhã e realizada apresentações pelos alunos, como um gesto de carinho e respeito em comemoração ao Dia das Mães. Para que esses projetos aconteçam, a escola conta com uma equipe comprometida e com alunos, em sua maioria, engajados nas atividades propostas.






Autor: Alexandre Araujo com informações da equipe gestora

Educação : CONTRATAÇÃO
Enviado por alexandre em 10/05/2012 19:25:54



Estado vai contratar 1.545 novos professores

A Assembleia Legislativa autorizou o governo do Estado a contratar, por tempo determinado, de 1.545 professores. A medida tem como meta atender a demanda em vários municípios e os novos professores vão atuar nas áreas de artes, biologia, educação física, filosofia, geografia, história, inglês, espalho, português, matemática, física e química.

De acordo com o governador Confúcio Moura (PMDB), no último concurso realizado em 2010, foram disponibilizadas 2.568 vagas para provimento imediato. “Destas vagas oferecidas, ficaram em aberto 1.176, impossibilitando que as lacunas em nossa rede de educação fossem preenchidas. São fatores importantes que compromete o atendimento às necessidades de lotação e atendimento, nas escolas da rede pública”, explicou.


O baixo índice de aprovação no último concurso e a ausência de candidatos habilitados nas áreas ofertadas hoje pelo Estado também contribuíram para a contratação de novos emergenciais, segundo justificou o governo na mensagem encaminhada ao Legislativo. Essa contratação dos profissionais será por um período de um ano.


O projeto recebeu parecer favorável na Comissão de Orçamento e de Justiça. Chamou atenção dos parlamentares o fato da adequação da carga horária dos professores, em atendimento à Lei Federal 11.738/2008, que criou o Piso Salarial Profissional. “Isto incidiu na redução da carga horária em sala de aula de 30 horas/aula para 26 horas/aulas em 2011, permitindo assim que o docente possa planejar e possibilitar ao educando maior qualidade de ensino”, justificou o deputado Edson Martins (PMDB).


A Gerência de Recursos Humanos do Estado informou que há disponibilidade orçamentária para realizar a contratação. Segundo informou a Secretaria de Estado de Finanças, haverá um pacto mensal na folha de pagamento de R$ 4 milhões e 118 mil para este ano. Pela proposta do governo, os valores dos vencimentos dos professores serão: R$ 1451,00 (Nível I); R$ 1.521,18 (Nível II); R$ 1.722,77 (Nível III) para 40 horas. Já para os cargos de 20 horas semanais: R$ 760,59 (Nível II) e R$ 861,39 (Nível III).

Autor: Marcelo Freire

Educação : OPORTUNIDADE
Enviado por alexandre em 09/05/2012 19:35:28



Alunos da Escola Aurélio Buarque participam de ciclo de palestras de Orientação Profissional

Na ultima terça-feira (08) aproximadamente 110 alunos do ensino médio, da Escola Estadual Aurélio Buarque de Holanda participaram da palestra “Escolhas Promissoras”, ministradas pelos professores Salezio e José Carlos, da Faculdade de Ouro Preto do Oeste-UNEOURO.

A palestra faz parte de uma das etapas do Projeto de Orientação Profissional, que tem a frente a supervisora Michely Moret, que vem sendo realizado na Escola, e destacaram pontos peculiares de cada curso oferecido pela IES, além de reforçar a missão da Instituição e a importância da continuidade dos estudos.

De acordo com a professora Erlania Silveira, vice diretora da unidade escolar, a parceria entre a escola de educação básica e o Ensino Superior permite um intercambio de informações, alem de auxiliar os alunos nessa fase conflituosa da escolha profissional, pois o leque de informações fornecidas por outros profissionais, contribuem para que os alunos tenham uma visão mais global, que com certeza auxiliarão em uma escolha profissional promissora.

Para o prof. Roberto Bertão de Azevedo, diretor da Faculdade, a educação de qualidade e construída coletivamente, e a UNEOURO dentre outros objetivos, tem a missão de disseminar um ensino de qualidade, capaz de preparar não apenas profissionais técnicos, mas formar para a vida.

Os alunos atenciosamente ouviram as dicas do professores: José Carlos e Salezio sobre a importância de escolherem a profissão certa e que lhes dê satisfação em exercê-la. Ele destacou ainda a importância do estágio para a vida profissional, acadêmica e pessoal. Ao final da palestra, os alunos aproveitaram a ocasião para fazer perguntas e esclarecer suas dúvidas.

Fonte: Assessoria






« 1 2 (3) 4 5 6 ... 17 »