Coluna Da Lara - Coluna da Lara - Notícias
« 1 ... 14 15 16 (17) 18 19 20 ... 24 »
Coluna Da Lara : Coluna da Lara
Enviado por alexandre em 02/01/2016 20:14:00

Coluna Da Lara : Que Deus te abençoe!!!
Enviado por alexandre em 29/12/2015 17:02:37

Que Deus te abençoe!!!
“Cria em mim um coração puro, ó Deus, e renova dentro de mim um espírito reto.”
Salmo 51:10

Os primeiros anos do reinado de Davi foram considerados a “época de ouro” na história de Israel. Depois dos anos de conflito e guerra civil após a morte de Saul, a coroação de Davi marcou o início de um período de vitórias e, consequentemente, prosperidade. Israel derrotou seus antigos inimigos, os filisteus. Davi mostrou misericórdia para com a família de Saul. Ele estabeleceu a nova capital em Jerusalém e trouxe a arca de volta para a cidade. Seu objetivo era construir um Templo para o Senhor em Jerusalém, mas isso deveria ser realizado pelo seu filho Salomão.
O sucesso deDavi como rei veio por causa de sua fidelidade a Deus, mas o sucesso também expôs Davi à tentação, exatamente como acontece conosco. A tentação de Davi foi confiar em sua própria força em vez de confiar no poder de Deus, como ele fez durante os longos e difíceis anos antes de se tornar rei.
Apesar de parecer ilógico, muitas vezes é mais fácil confiar em Deus ao enfrentar crises e dificuldades do que no sucesso e na prosperidade.
As histórias da vida de Davi são caracterizadas pela devoção a Deus, mas o elogio que naturalmente seria feito é silenciado por um vergonhoso período de sua vida. Superficialmente, o desejo de Davi por Bate-Seba é frequentemente usado como ponto de partida para os erros quando Davi simplesmente cedeu â tentação, o que preparou o caminho para a queda de Davi.
Amor, assassinato, ação, paixão. A biografia de Davitêm de tudo, num desconcertante drama de intriga, traição e tragédia. Houve arrependimento e confissão ao Senhor, e com certeza Deus perdoou, pois a Graça divina é poderosa e eficaz para dissipar todo mal e limpar as manchas do coração.
No entanto, além de ser um Deus de amor, Ele é justo. As consequências permanecem como lembrete a nós de que não vale a pena distanciarmos desse Pai. Observe como Deus oferece perdão e redenção, mas o pecado ainda tem suas consequências; a importância da disciplina e do castigo; o valor de conselhos sábios e a importância de procurar fazer primeiro a vontade de Deus; os perigos do poder e do orgulho; e a necessidade de submeter-se inteiramente ao infalível Deus.
Pense na sua história. Como tem sido a sua relação com Deus e como isso tem influenciado sua interação social. Como foi o seu ano? Qual rumo você está tomando? Então, você está levando o Deus Todo-poderoso contigo nessa caminhada? Fale com Ele, Se entregue totalmente a Ele. Deixe-O guiar!
Como seres humanos, falhamos. Infelizmente pecamos. Mas a boa notícia é que o magnífico e Soberano Deus, o Criador do Universo, não desiste de você. Ele te aceita mais uma vez e te faz segundo o coração dEle.
Apesar dos pesares, Deus continua sendo o mesmo, mesmo que o ser-humano oscile. Não comece um novo ano sem permitir a presença do Senhor. Ele vai cuidar de você nos altos e baixos da vida. Vai, debaixo de Suas asas há abrigo, você pode confiar no Deus que quer te abençoar!!!

Princesa do Senhor

Coluna Da Lara : Coluna da Lara
Enviado por alexandre em 24/12/2015 15:22:43

Coluna Da Lara : Quando serei rei?
Enviado por alexandre em 20/12/2015 00:54:37

Quando serei rei?
“O Senhor julgue entre mim e ti. Vingue Ele os males que tens feito contra mim, mas não levantarei a mão contra ti”
1 Samuel 24:12

A vitória de Davi sobre Golias o fizera popular entre os israelitas. Mas, antes dos homens reconhecerem o menino, até então apenas um pastorzinho de ovelhas, Deus atentou para ele e o escolheu para ser o novo rei de Israel. Na verdade, nem todos conseguem apreciar o sucesso dos outros. Esse parecia ser um dos principais defeitos de Saul. Inspirado por Satanás, Saul concluiu que Davi desejava seu trono, e daquele momento em diante ele começou a procurar oportunidades para mata-lo. Se não fosse pela intervenção divina, Davi teria sido morto.

A despeito da raiva de Saul, Davi se recusou a fazer qualquer mal contra ele, porque ainda o considerava ungido de Deus, e Davi não permitiria que sentimentos de vingança impedissem seu respeito por Deus. Assim, o Senhor cuidou bem dele e promoveu agentes especiais para este fim, agentes celestiais e humanos, como seu amigo Jônatas. Davi começara a se preparar pra ser rei desde sua mocidade. O profeta Samuel o havia ungido e declarado sucessor de Saul, mas o percurso de Davi até o trono foi longo e cheio de desafios. Durante muitos anos ele lutou para conquistar o direito de assumir o trono de toda a nação.

Em tudo isso, Davi confiou em Deus. Ele creu que a promessa divina iria se cumprir na sua vida, mesmo quando isso parecia improvável. Ele permaneceu aberto à direção divina, mesmo nos momento difíceis. E sua fé foi recompensada. Aos 37 anos de idade ele se tornou rei das 12 tribos de Israel, e deu início ao mais bem-sucedido reinado na história da monarquia judaica.

Também podemos confiar nas promessas e nos planos de Deus para a nossa vida, mesmo quando a estrada é longa e difícil, Mas quando esse propósito parece distante de se cumprir, e a fé enfraquece, é preciso prosseguir e continuar confiando em Deus!
“Nunca pense que a demora de Deus é Sua resposta negativa. A paciência é um dom.” – George-Louis Leclerc de Buffon

Princesa do Senhor

Coluna Da Lara : Atitudes de um vencedor
Enviado por alexandre em 14/12/2015 02:17:25

Atitudes de um vencedor
“Então o mundo inteiro saberá que o povo de Israel tem um Deus, e todos aqui verão que Ele não precisa de espadas ou de lanças para salvar o Seu povo. Ele é vitorioso na batalha e entregará todos vocês nas nossas mãos.”
1 Samuel 17: 46, 47

É bem verdadeo que a escritora norte-americana, Ellen White, registrou em seu livro O Desejado de Todas as Nações: “Deus Se serve muitas vezes dos mais simples meios para produzir os maiores resultados”.
Davi foi intitulado pelo próprio Deus como o homem segundo o coração do Senhor, sendo um exemplo interessante de como Deus pode transformar uma vida simples em uma vida extraordinária. Embora a fisionomia de Dvi contrariasse todas as expectativas em relação ao sucesso, é com ele que podemos aprender das atitudes de um grande vencedor.

Segundo Erthal (2012) a primeira atitude que vemos em Davi é que um vencedor não aceita que o nome de Deus seja envergonhado. Golias, um homem de quase três metros de altura, estava há quarenta dias, de manhã e à tarde, caçoando do Deus de Israel. Ninguém fazia nada a respeito. Quando Davi chegou ao campo de batalha para ver seus irmãos, não pôde aceitar essa situação.

A segunda atitude de um grande vencedor: não se deixa levar por palavras desanimadoras.Eliabe, irmão mais velho de Davi, disse: “O que é que você estáfazendo aqui? Quem é que está tomando conta das suas ovelhas no deserto? Seu convencido! Você veio aqui só para ver a batalha!” (1Sm 17: 28). Saul também tentou desanimá-lo: “Você não pode lutar contra esse filisteu. Você não passa de um rapazinho, e ele tem sido soldadoa vida inteira!” (1Sm 17: 33). Apesar disso, Davi estava disposto a mostrar àquele grande problema o tamanho do seu Deus. Nunca permita que amigos, inimigos, traumas ou circunstâncias da vida o façam desanimar.

Ter um histórico debatalhas vencidas:eis a terceira atitude daqueles que Deus transforma em pessoas extraordinárias. Diante do menosprezo com que fora tratado por parte daqueles covardes que temiam Golias, Davi argumentou com firmeza que já havia matado com as próprias mãos um leão e um urso que colocaram em risco a vida das ovelhas que pastoreava.

Há mais uma atitude que precisa ser destacada: um grande vencedor não faz das armaduras sua estratégia para a vitória. A história diz que os argumentos de Davi foram tão fortes que Saul, rei de Israel, permitiu que o pequenino pastor fosse para o combate. Ele deu sua armadura, com a qual o rapaz Davi não conseguiu andar. Há muitas armaduras atualmente: as habilidades pessoais, com as quais muitos tentam garantir a vitória. – Na vida existem três “eus”: o eu que “penso que sou”, o eu que “pensam que sou” e o eu que “Deus sabe o que sou”. Davi tinha como estilo de vida o terceiro tipo de “eu”. Golias, pelo contrário, tentou se garantir com armaduras.

A quinta atitude diferenciou finalmente o ganhador do perdedor: um vencedor luta suas batalhas na completa dependência de Deus. Golias caçoou de Davi. Ele não tinha armadura. Tinha apenas uma funda e cinco pedrinhas lisas. O gigante seria um cão para serenfrentado dessa maneira? “Você vem contra mim com espada, lança e dardo. Mas eu vou contra você em nome do Senhor Todo-Poderoso, o Deus dos exércitos israelitas, que você desafiou.”(1 Sm 17: 45)

O resultado da batalha você já conhece: Davi acertou a testa de Golias com a primeira pedrada e, com a espada do inimigo, desferiu o golpe mortal. Daquela batalha saiu triunfante o vencedor menos provável, porque sua força era proveniente dos Céus! Abra espaço para que Deus transforme sua vida de maneira extraordinária!
Princesa do Senhor

« 1 ... 14 15 16 (17) 18 19 20 ... 24 »