Amor e Sexo - As maiores mentiras sobre o sexo - Notícias
« 1 2 (3) 4 5 6 ... 65 »
Amor e Sexo : As maiores mentiras sobre o sexo
Enviado por alexandre em 17/02/2019 23:37:32

As maiores mentiras sobre o sexo

As maiores mentiras sobre o sexo

Fotos: Shutterstock e Pixabay

As mulheres sangram na primeira vez: Quanto mais relaxada e lubrificada, menor a hipótese de sentir dor. Quanto ao sangramento só depende do tipo de hímen que a mulher tiver. Alguns não sangram ao ser rompidos e os mais elásticos não se rompem na primeira relação.

Usar o mesmo preservativo duas vezes é seguro: Após a ejaculação o preservativo fica cheio. E se tiverem vontade de repetir o sexo, já que ele não perdeu a ereção, esse sémen vai acabar por jorrar da “camisinha”. Além disso, o líquido funciona como um lubrificante interno do preservativo, que pode fazer com que ele fique dentro da vagina.

Tamanho do pé dita tamanho do «dito»: Não é por calçar o 45 que tem o pénis do mesmo tamanho. Nenhum estudo prova tal mito. Por isso, não vale a pena comprar sapatos maiores para impressionar as mulheres.

Mamas grandes dão mais prazer: Não há relação entre uma coisa e outra. A mulher que veste o 34 pode sentir tanto ou mais prazer do que a que usa 44.

Pénis grande dá mais prazer: Não é mesmo verdade. Além da maioria das mulheres atingir o orgasmo com a estimulação do clitóris, a parte da vagina com mais sensibilidade está no seu primeiro terço, logo, o extra não serve para nada. Em alguns casos pode ser incomodo, até.

Penetração anal é dolorosa: Não necessariamente e depende de pessoa para pessoa. O que acontece muitas vezes, é que o casal faz sexo anal de forma incorreta. Diversas mulheres acham que é muito prazeroso. Lubrificação meninas… Mas se sentirem dor, parem, não vale a pena insistir e ninguém condenará. (Texto: Revista Maria)

Amor e Sexo : Orgasmo combinado: dá para ter prazer clitoriano e vaginal ao mesmo tempo?
Enviado por alexandre em 09/02/2019 21:55:02

ORGASMO FEMININO - Orgasmo combinado: dá para ter prazer clitoriano e vaginal ao mesmo tempo?

O orgasmo feminino tem muitas nuances e não segue regras rígidas. Até mesmo mulheres em relacionamentos monogâmicos e longevos não gozam sempre do mesmo jeito, ainda que sigam um roteiro pré-estabelecido de preliminares frequente.

A maioria das mulheres atinge o clímax com estímulo clitoriano, o que tem levado, erroneamente, muita gente a buscar o chamado “orgasmo combinado” para ampliar o prazer da penetração vaginal. Isso é possível?

Claro que sim! Acontece que, segundo especialistas, todo orgasmo feminino é combinado, o que muda é a maneira de, digamos, tratar o clitóris na hora H.

“Quando as estatísticas pregam que 80% das mulheres têm orgasmo do tipo clitoriano na verdade se referem à excitação direta na cabecinha do clitóris, manual ou oralmente. Porém, durante a penetração, há diversas terminações nervosas femininas em jogo: o ponto G, o clitóris, a inervação da própria vagina… A estimulação de toda essa área também ajuda a gozar. Se formos levar tudo isso em consideração, então, em princípio, todo orgasmo seria misto”, informa a psicóloga e sexóloga Tatiana Presser, autora do livro “Vem Transar Comigo” (Ed. Rocco).

Já Carla Cecarello, psicóloga, sexóloga consultora do site C-Date e fundadora da ABS (Associação Brasileira de Sexualidade), lembra que é um erro ainda muito comum achar que o clitóris é só aquele botãozinho sensível visível ao abrirmos os lábios vaginais com os dedos.

 “O clitóris conta com uma parte interna significativa que também é estimulada durante a penetração”, conta. Existem outras estruturas por trás do único órgão do corpo humano 100% dedicado ao prazer e é válido saber que elas se estendem entre 8 e 9 centímetros e são ricas em nervos e vasos sanguíneos. Assim, durante a penetração, ainda há estímulo no clitóris, só que ele é reduzido porque entre o corpo do pênis e o corpo do clitóris há mucosa e músculo.

 “Quando a mulher diz que teve orgasmo vaginal, provavelmente aconteceu porque, durante o vaivém da penetração, o pênis roçou a cabecinha do clitóris e causou um prazer intenso. O orgasmo vaginal, na verdade, é clitoriano também”, conta Carla.

Não é só com através dessas “roçadinhas” acidentais –ou estratégicas– que é possível desfrutar das duas sensações, a da penetração e a excitação direta no clitóris. Algumas posições sexuais permitem que você ou o par fiquem com as mãos livres para fazer o estímulo enquanto rola a penetração.

“A posição do ‘cachorrinho’, deitada ou ajoelhada de quatro, é ideal para conseguir a combinação de orgasmo”, informa Valéria Walfrido, sexóloga e terapeuta corporal de Recife (PE), que aconselha usar um travesseiro embaixo dos quadris para tornar o encaixe, devido ao ângulo da penetração, mais gostoso.

Outra sugestão, dessa vez dada por Leila Cristina, terapeuta sexual e autora de “O Grande Livro do Amor e Sexo” (Ed. Literare), é tentar a posição de “cowgirl” (mulher por cima) –de preferência no sofá– com o parceiro com as costas apoiadas nas almofadas e você sentada no colo dele.

A tática, que serve para estimular o ponto G, fica mais excitante se o homem usar os dedos dessa vez.

“Vibradores ou bullets também são ótimos para excitar o clitóris durante a penetração. E não deixe de escolher um bom lubrificante à base de água, que torna os órgãos genitais mais eroticamente sensíveis e as mulheres mais propensas a terem orgasmos”, fala Leila.

Fonte: Uol

Amor e Sexo : Estudo finalmente revela qual o tamanho ideal do pênis
Enviado por alexandre em 13/12/2018 09:45:21

Estudo finalmente revela qual o tamanho ideal do pênis
Um estudo publicado na revista científica Plos One, descobriu que as mulheres heterossexuais preferem um pênis ligeiramente maior do que a média.

Homens e mulheres tendem a falar muito sobre isso, mas, será que a ciência finalmente chegou a uma conclusão do tamanho ideal do pênis? Uma nova pesquisa diz que sim. Um estudo publicado na revista científica Plos One, descobriu que as mulheres heterossexuais preferem um pênis ligeiramente maior do que a média.


O tamanho ideal é de cerca de 15 centímetros de comprimento e 12 cm de circunferência (ereto). No entanto, o pênis ideal é um pouco diferente, dependendo do período de relacionamento.


O estudo foi feito com 75 mulheres entre as idades de 18 e 65 anos de idade que são hetrossexuais. Cada mulher preencheu um questionário que perguntava sobre sua história sexual, com investigações sobre o número de parceiros sexuais e se o tamanho do pênis já foi decisivo em um rompimento passado.

O questionário também incluiu informações sobre o "atividade sexual atual", tais como taxas de orgasmo e status de relacionamento atual.


Para dar aos participantes uma visão dos diferentes tamanhos pênis, pesquisadores da UCLA e da Universidade do Novo México criaram órgãos impressos em 3D para as mulheres escolherem. Depois de criar uma matriz de 100 possíveis tamanhos de pênis, os pesquisadores estreitaram as opções para 33 opções de falo porque "tal conjunto poderia sobrecarregar os participantes."

Os órgãos em 3D foram impressos em plástico azul, a fim de "minimizar pistas de preferências étnicas. Os modelos não incluíam as veias, testículos ou outros detalhes realistas. Os pesquisadores observaram que essas características não foram incluídas porque "as mulheres avaliaram nus masculinos como menos atraente do que os homens heterossexuais avaliavam nus femininos".


De acordo com essa pequena amostra, as mulheres preferem um pênis maior para relacionamentos que não são sérios. Quando se trata de um caso de uma noite, as mulheres relataram que preferem um pênis de aproximadamente 16 centímetros de comprimento com uma circunferência de 12 cm.

Para um parceiro de longo prazo, no entanto, as mulheres preferem um pênis de 15 centímetros de comprimento e cerca de 10 centimetros de circunferência.

Em relacionamentos de longo prazo os homens tendem a ser mais conscientes dos pontos do corpo e do prazer da parceira, que pode ser uma razão pela qual as mulheres preferem pênis um pouco menores em relacionamentos de longo prazo. No final, o tamanho do pênis não é tão importante quando você sabe o que está fazendo com o referido pênis.

Fatos Desconhecidos

Amor e Sexo : Moro na justiça: críticas são refutadas por Janaina
Enviado por alexandre em 04/11/2018 01:25:06

Moro na justiça: críticas são refutadas por Janaina



Confirmação do juiz Sérgio Moro no Ministério da Justiça rende críticas ao magistrado.
Imagem: Produção Ilustrativa / Correio do Poder

Folha de S. Paulo - Coluna Painel
Por Daniela Lima



Um dos autores do pedido de impeachment de Dilma Rousseff, o advogado Miguel Reale Jr. critica a decisão de Sergio Moro de integrar o próximo governo. “Era uma figura não contaminada. Agora vai perder tempo para justificar que suas decisões não foram políticas, mas fica o tema solto. Desnecessariamente.”

A defesa de Lula prepara uma manifestação ao Comitê de Direitos Humanos da ONU sobre o ingresso de Moro na gestão de Jair Bolsonaro.

Os advogados vão lembrar que, na peça inicial apresentada ao organismo internacional em 2016, sustentaram que Moro poderia projetar uma carreira na seara da política.

Num dos tópicos da petição de 2016, a defesa de Lula disse que o juiz era apontado como possível candidato a presidente e que respondia de forma dúbia sobre o assunto.

Na verdade, Moro sempre negou intenção de ingressar na política.

Enquanto isso, Janaina Paschoal, deputada estadual eleita (PSL-SP), se pronuncia sobre sobre os ataques do PT à escolha de Sergio Moro para o Ministério da Justiça.

"O Moro mostra patriotismo. Quem procura motivos escusos, assim procede por medir os outros pela própria régua".

Amor e Sexo : Dia do Sexo: especialista ensina como encontrar o Ponto G
Enviado por alexandre em 01/11/2018 17:38:01

Véspera do Dia do Sexo e um assunto ainda ronda a cabeça de muitas mulheres: afinal, esse tal de Ponto G existe mesmo? De acordo com a ginecologista e obstetra Denise Gomes, diretora da Plena Clínica, em São Paulo, o Ponto G não só existe como pode ser até fácil chegar até ele com noções básicas. Veja os conselhos da especialista:

“Embora pensem que encontrar o caminho até o orgasmo dependa somente do parceiro, as mulheres têm que entender que o esforço precisa ser de ambas as partes, tanto dele quanto dela”, comenta Denise Gomes.

Conheça o próprio corpo - Primeiro a mulher tem que se conhecer -não adianta querer que alguém descubra como fazer você sentir prazer se você mesma não sabe como. Por isso é importante o conhecimento do próprio corpo. É necessário quebrar o tabu, perder a vergonha e se tocar. O orgasmo só vem quando elas se estimulam e encontram pontos que as favorecem na hora do sexo.

O toque - Acariciar o clitóris é um dos fatores mais importantes durante a relação. Algumas mulheres só conseguem um orgasmo quando são estimuladas na hora da penetração, pois essa área possui a sensibilidade parecida com a do pênis. Um toque mais forte num momento inoportuno acaba colocando tudo a perder. Por isso, o ideal é deixar os carinhos exagerados para quando a parceira estiver bastante excitada, já que o clitóris enrijece nas preliminares. Sãos os 15 mil nervos que compõem o clitóris e interagem com as 8 mil terminações nervosas que promovem o auge poderoso. Nesse momento o parceiro não pode ter uma ejaculação precoce,senão ele não dará o tempo necessário para a mulher atingir o Ponto G.

A posição - A posição também influencia.Aquela que a maioria dos homens não aguenta mais fazer (papai-e-mamãe) proporciona grandes chances de elas caminharem ao clímax. Na situação - mulher por cima - também é possível chegar lá. Mas a certeira é a posição cachorrinho. O pênis toca a parede superior da vagina onde fica localizado um ponto que proporciona bastante prazer. É legal saber: depois de exaltado o clitóris fica ainda mais sensível e precisa de alguns minutos para se recuperar. Então para não perder o fervor, continue acariciando outras partes do corpo dela. Retome os carinhos e os beijos e continue as prévias.

Sexo oral e brinquedinhos - O sexo oral favorece e costuma ser um grande aliado. Além disso, o homem pode acrescentar a ajuda do dedo para saciar a vontade de uma possível penetração durante esse período. Introduza somente de 4 a 5 centímetros do dedo na vagina e movimente-o em sentido horário. Para alcançar o céu, muitas mulheres gostam de chegar lá sozinhas, então uma boa dica são os diversos acessórios vendidos no sex shop. Os vibradores facilitam o encontro com o orgasmo, não pelo tamanho que possam ter, mas pelas pulsações. Comece devagar e vá aumentando a intensidade aos poucos até você está totalmente preparada. Tome cuidado quando for a hora de introduzi-lo na vagina. Evite empurra-lo por completo, pois pode machucar. De resto, é só se prevenir.

« 1 2 (3) 4 5 6 ... 65 »