Painel Político - Painel político - Notícias
« 1 ... 173 174 175 (176) 177 178 179 ... 183 »
Painel Político : Painel político
Enviado por alexandre em 17/06/2011 18:05:58

Tiroteio

O deputado estadual petista Hermínio Coelho “desceu o pau” no prefeito Roberto Sobrinho na última quinta-feira na Assembleia Legislativa e com ele fez coro o também parlamentar petista Ribamar Araújo, desafeto antigo de Roberto, mas que já fez parte do staff, como secretário de agricultura e naquela época não criticava o alcaide. Pois bem. Hermínio quer ser prefeito e Ribamar adora jogar gasolina em fogueira. Mas dessa vez eles exageraram.

Limite

PAINEL POLÍTICO sempre criticou a gestão Roberto Sobrinho por discordar da forma como o prefeito conduz sua administração. Ele não conclui suas obras, não cumpre as promessas que foram feitas nas duas campanhas e mantém no primeiro escalão assessores incompetentes e incapazes de realizar as tarefas mais simples. Prejudica a população e deve ser responsabilizado por isso. Mas para que isso ocorra é necessário seguir a tramitação necessária, ou seja, cabe à Câmara de Vereadores apurar e se for o caso, acusar e até afastar o prefeito.

Porém

A forma que Hermínio e Ribamar atacaram o prefeito pode ser classificada como leviandade. Se eles têm denúncias concretas contra a administração, que podem terminar com a cassação de Sobrinho, que falem na tribuna, mas também que apresentem documentos e denúncia formal no Ministério Público, Câmara de Vereadores e se for o caso, na Polícia Federal. Mas ficar jogando para a galera, usando adjetivos pejorativos e ofensivos, como “chefe de quadrilha” e “bandido” é uma total falta de respeito, não pela pessoa de Roberto Sobrinho, mas pelo que ele representa, que é a prefeitura da Capital.

Prejuízos

Devido a esse comportamento complicado, que vem sendo reafirmado com a intenção de se lançar candidato a prefeito em 2012, Hermínio Coelho foi chamado à dar explicações na manhã desta sexta-feira à Executiva do Partido dos Trabalhadores. Ele e Ribamar, o fogueteiro. Hermínio saiu da reunião dizendo que “querem calar sua boca” e “acobertar essa administração corrupta”, mas não acrescentou uma vírgula sequer a respeito da denúncia, que foi rebatida pela prefeitura em nota. Tanto as denúncias quanto a defesa estão publicadas em sites, caso o leitor queira mais detalhes.

Distante

Mas, caso Hermínio ainda não saiba, o candidato do PT a prefeitura de Porto Velho é uma mulher e atende pelo nome de Fátima Cleide da Silva. Cláudio Carvalho, vereador petista que disputa com Hermínio a indicação da legenda para o cargo de prefeito, quando soube dessa notícia, ficou triste e irritado. Ele estava certo que seria o escolhido. Mas tanto ele quanto Hermínio esqueceram que o grupo de Fátima é quem detém o controle do partido no Estado e ela obteve em Porto Velho na disputa pelo Senado, mais de 70 mil votos, que é quase quatro vezes a soma dos votos que Hermínio Ribamar Araújo e Cláudio Carvalho tiveram juntos na disputa por vagas na Assembleia Legislativa.

Portanto

Em que pese o fato de Fátima ter rejeição na Capital, ela também tem uma grande aceitação. E entre os nomes que compõe atualmente os quadros do PT, ela é disparada a quem tem mais chances de ser indicada. Ou alguém duvida que em um país comandado por mulheres o PT local vai perder a chance de indicar uma mulher para essa disputa? Pelo visto só Hermínio ainda não enxergou isso.

Comedido

O deputado Hermínio Coelho também tem que ser mais comedido na forma em que vem se colocando no parlamento. Recentemente gerou um tremendo mal estar entre seus pares ao pedir que fosse analisada a ficha de cada um dos quase oitenta pastores evangélicos que iriam ser homenageados pela Casa. Não que o fato de ser pastor seja sinônimo de “ficha limpa”, mas a forma como ele levantou a questão foi no mínimo deselegante. Hermínio é bem intencionado e ainda está patinando no legislativo estadual, que tem um equilíbrio delicado e frágil. E nesse jogo, ou entra jogando ou observa, para não perder a partida. Até para ser grosso, tem que ter estilo.

“Sartou de banda”

Pegou mal entre os colegas de parlamento a nota enviada pelo vereador Sid Orleans onde ele dizia ser favorável ao afastamento de Chico Caçula, vereador condenado em primeira instância pelo crime de estupro de uma menor de 13 anos, que renunciou ao mandato após intensa pressão popular. É que na Câmara havia uma espécie de acordo de unidade, se fosse para cassar Chico Caçula, o que estava para acontecer, seria de comum acordo, do contrário, todos manteriam a unidade. Orleans, como dizem por aí, teria “roído a corda” ao emitir uma nota.

Para a galera

Na opinião dos demais vereadores, Orleans “jogou para a galera” ao divulgar a nota em que ele afirmava não ser possível cassar o mandato de Caçula. Outro que também ficou em maus lençóis por declarações dadas à imprensa sobre o caso, foi Mário Sérgio, titular da vaga, cujo retorno poderia ter evitado o desgaste. Mas Mário preferiu continuar na Emdur, onde se depender de seus companheiros de parlamento, não fica muito tempo. Os vereadores querem o retorno imediato de Mário Sérgio à Câmara, sob pena de atrapalharem a vida do prefeito Roberto Sobrinho. A confusão começa de verdade na segunda-feira.

Torrando

E o Tribunal de Contas continua dando mau exemplo quando se trata de dinheiro público. Quando se trata das prefeituras não pode nada, mas quando é com eles, pode tudo. A última da turma foi gastar R$ 890 mil comprando notebooks e aparelhos de TV. Para se ter uma idéia, o TCE comprou em abril 80 notebooks por R$ 455.999,20, da marca HP, modelo Pavillion, com maleta especial ao custo de R$ 5,7 mil cada. Na internet acha-se o mesmo pela metade do preço.

Claro

Que alguém vai dizer que os notebooks são necessários para o trabalho e não discordo, mas cá entre nós, o TCE não precisa de máquinas tão possantes assim. Para montar planilhas, acessar a internet e usar editor de texto, com menos de R$ 100 mil qualquer empresário compraria 80 notebooks muito bons para esse tipo de trabalho.

Curioso

É que o egrégio Tribunal sequer conseguiu montar uma rede integrada entre a sede e as regionais.

Evangélicos

A partir das 19 horas deste sábado acontece no Cetene, situado na Avenida Jorge Teixeira com Migrantes, o show da cantora evangélica Fernanda Brum. O show também celebra o Centenário das Assembleias de Deus e marca o lançamento da Campanha de Doação de Medula Óssea em Rondônia. Ainda no sábado, às 15 horas, será concedida entrevista coletiva no Braz Buffet, à Avenida Beira Rio, 45, bairro Arigolândia, na capital próximo à Assembleia Legislativa.

Lançamento

Neste sábado, a partir das 19 horas, acontece o lançamento do livro “Integração Sul-Americana: Desafios e perspectivas”, uma coletânea de pesquisadores que conta com a participação dos professores rondonienses João Paulo Saraiva Leão Viana, Patrícia Mara Cabral de Vasconcellos e Vinicius Valentin Raduan Miguel. O evento será na Casa de Cultura Ivan Marrocos, situada na esquina das Avenidas Carlos Gomes e Rogério Weber.

Alerta

Após analisar dados de mais de 105 mil pessoas submetidas a cirurgia para perda de peso, pesquisadores americanos montaram uma lista com os seis fatores que mais aumentam o risco de o paciente morrer antes de receber alta. O estudo foi apresentado nesta semana no congresso da Sociedade Americana de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, em Orlando. O fator que apresentou maior peso foi o tipo de cirurgia realizada. Pacientes submetidos à técnica do by-pass gástrico apresentaram 5,8 vezes mais risco de morrer. O aumento foi de 4,8 vezes quando compararam a cirurgia aberta (na qual é feito um grande corte na barriga) com a laparoscopia - menos invasiva. Entre os pacientes do sexo masculino e os que não tinham plano de saúde particular, o risco foi cerca de três vezes maior. Aqueles com 60 anos ou mais apresentaram o dobro de risco dos mais jovens. E o risco dos diabéticos foi 1,5 vez maior. Outro estudo recente mostrou que apenas 1 em cada 1 mil pacientes submetidos à colocação de banda gástrica ajustável por laparoscopia morre. O número sobe para 2 em cada 1 mil no caso dos que fizeram by-pass gástrico por laparoscopia. "Entre aqueles que fizeram o by-pass por meio de cirurgia aberta, morreram 2 em cada 100, ou seja, dez vezes mais", relata o cirurgião Marcos Leão Vilas Boas. Estudos anteriores também mostraram que o risco de conviver com as doenças causadas pela obesidade superam os riscos associados à cirurgia bariátrica. Após a operação, pacientes podem aumentar sua expectativa de vida em até 89%.

Contatos

Contatos com a coluna podem ser feitos pelo alan.alex@gmail.compainelpolitico@hotmail.comwww.painelpolitico.com - @painelpolitico – telefones 3225-7495 e 9248-8911.

Painel Político : painel politico
Enviado por alexandre em 17/06/2011 11:12:35

Abrindo

Quando aconteceu o leilão da Aneel para a construção das usinas do Madeira, ficou estipulado quanto seria gasto nas obras e quanto seria pago de impostos pela geração de energia, incluindo ICMS e outros encargos. As usinas estão quase prontas e eis que surge um gênio governista conhecido por ter uma boca enorme, que comanda uma importante secretaria e resolve que as usinas podem ter isenção fiscal, ou seja, não pagariam mais ICMS para o Estado.

Mas

Para que seja concedido esse benefício são necessários alguns trâmites. O primeiro é que aja um convênio, ou melhor, um acordo com os demais estados para que Rondônia possa dar essa isenção. Isso é feito para evitar a chamada “guerra fiscal” e tem que ser unânime. Se um estado reclamar, nada feito. Como as usinas ficam em Rondônia e não poderiam estar em outro lugar, o convênio foi feito. Após a assinatura do convênio, é preciso aguardar 15 dias para a ratificação. Traduzindo, se nesse espaço alguém chiar, nada feito. Rondônia já tem o convênio e ele já foi ratificado.

Agora

O próximo passo é criar uma lei estadual e para isso é necessário, ao menos em tese, que o governo encaminhe para a Assembleia, mas historicamente em Rondônia as isenções vem sendo dadas por decreto, sem passar pela Casa de Leis. Tanto o projeto quanto o decreto estão prontos, falta apenas o encaminhamento. Mas se a Assembleia quiser, pode vetar o decreto. Se for aprovada, a isenção só começa a valer no ano fiscal subseqüente, porque ela precisa constar na Lei de Diretrizes Orçamentárias, já que o Estado deixa de ter essa receita.

Contas

Mas no caso das usinas, para variar, existe um coelho do tamanho de um elefante escondido atrás dessa moita. É que quando foi feito o leilão, já estava previsto o pagamento dos impostos. Se eles deixarem de ser arrecadados, algo em torno de R$ 600 milhões, esse dinheiro vai “sobrar” para os consórcios, que poderão fazer o que bem entenderem com essa dinheirama. Um negócio de velhacos que o governador embarcou não se sabe se às cegas ou se mal intencionado. Se for às cegas, agora deve clarear para ele.

Tem mais

Há tempos PAINEL POLÍTICO recebeu a informação que andava se reunindo com diretores dos consórcios um secretário de Estado e um parente de Confúcio. A conversa girava em torno de uma comissão de 5% para eles, caso fosse aprovada a isenção. Ou seja, eles receberiam 5% de R$ 600 milhões.

Denuncia

Uma denúncia contra esse rombo gigantesco nas contas do Estado foi protocolada no Ministério Público Estadual e Tribunal de Contas. Alguém acha que isso vai dar em alguma coisa?

Pior

É que os políticos fazem tanto alarde por uma economia de R$ 30 milhões com a transposição e o governo de Rondônia joga fora R$ 600 milhões. O Estado deveria era cobrar a mais dessas usinas, já que elas continuam trazendo tantos problemas para Rondônia. Mas pelo visto, vamos continuar trocando nossas riquezas por espelhinhos e bugigangas.

Renunciou

Após intensa pressão, 26 dias após ter sido condenado a seis anos de prisão por crime de estupro, o vereador Chico Caçula renunciou ao mandato. Mas agora a Câmara quer o retorno imediato de Mário Sérgio Leiras Teixeira ao cargo. Isso porque o titular da vaga, que havia se afastado para assumir a Emdur, deu uma declaração afirmando “não ter nada a ver com o crime de Caçula e que iria ficar exatamente onde estava”.

Claro

Que as declarações de Mário Sérgio deixaram os vereadores furiosos. Desde que Caçula foi condenado, eles pediam o retorno do presidente da Emdur, pois dessa forma o suplente seria afastado. Com essa “saída de banda”, Mário Sérgio arrumou confusão das grandes. Mesmo que ele fique na Emdur, sua vida não será nada fácil por lá. Melhor seria ele voltar o quanto antes.

Diferenciado

E as pessoas que precisa ser atendido pelo DER em contato com a coluna informaram que o órgão só atende o público pela manhã. A partir das 14 horas “só atendimento interno”. Realmente, é cada uma que não dá para entender. Pior é que por “atendimento interno” leia-se, prefeitos, vereadores, deputados e amigos.

Brincadeira

O jornal Folha de Rondônia completou oito meses sem pagar salário de seus funcionários. Ano passado a Justiça do Trabalho havia autorizado a direção do jornal a sacar, de contas que estavam bloqueadas, uma quantia para pagar salários atrasados. Funcionários dizem que isso não aconteceu. Novembro, dezembro e os seis primeiros meses desse ano completam os oito meses de atraso. Na quarta-feira a Ceron cortou a energia do prédio do jornal em Ji-Paraná por falta de pagamento e os funcionários resolveram cruzar os braços por tempo indeterminado.

Chapa esquentou

Na Assembleia Legislativa os deputados petistas Hermínio Coelho e Ribamar Araújo não pouparam adjetivos pejorativos contra o prefeito de Porto Velho Roberto Sobrinho, a quem classificaram de “marginal”, “bandido”, “chefe de quadrilha” e outros, se referindo a uma licitação que teria sido direcionada para favorecer uma empresa, no valor de R$ 30 milhões. Também acusaram Roberto de estar “destruindo o PT”.

Há tempos

Que o clima entre Hermínio e Roberto anda tenso. Coelho, que é vice-presidente da Assembleia vem tecendo pesadas críticas e fazendo denúncias contra a gestão de Roberto, mas elas não surtem efeito. No Ministério Público e Tribunal de Contas, as denúncias não encontram eco e o prefeito vai tocando a vida como se nada estivesse acontecendo.

Interessante

É que na propaganda exibida pela prefeitura nas emissoras de TV, aparece uma Porto Velho completamente diferente. Quem não conhece a cidade até acredita. É capaz até de se emocionar e cair em lágrimas, diante de tantas “realizações”. A Agência Norte, responsável pelas peças está de parabéns, mas deveria ser processada, junto com a prefeitura, por propaganda enganosa. Será que via Procon dá para processar a prefeitura? Via MP e TCE, já se sabe que não.

Lançamento

Neste sábado, a partir das 19 horas, acontece o lançamento do livro “Integração Sul-Americana: Desafios e perspectivas”, uma coletânea de pesquisadores que conta com a participação dos professores rondonienses João Paulo Saraiva Leão Viana, Patrícia Mara Cabral de Vasconcellos e Vinicius Valentin Raduan Miguel. O evento será na Casa de Cultura Ivan Marrocos, situada na esquina das Avenidas Carlos Gomes e Rogério Weber.

Azeite x AVC

Pessoas idosas que ingerem azeite de oliva correm menos risco de sofrer um derrame do que aquelas que não o fazem, sugeriu um estudo com mais de 7.000 franceses publicado nesta quarta-feira nos Estados Unidos. Pesquisadores do Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica, em Bordeaux, França, acompanharam 7.625 pessoas, de 65 anos de idade ou mais, em três cidades --Bordeaux, Dijon e Montpellier-- por um período de cinco anos. Durante esse tempo, houve 148 derrames. Os indivíduos foram divididos em grupos de acordo com o seu consumo de azeite de oliva, indo daqueles que não consumiam nada àqueles que usavam o produto em molhos, em receitas e no pão. Quando os pesquisadores levaram em consideração fatores como a massa corporal, atividades físicas e a dieta, constataram que os consumidores "intensivos" de azeite de oliva tinham 41% menos risco de derrame comparados aos que nunca consumiam azeite. "Nossa pesquisa sugere que uma nova série de recomendações de dieta precisa ser elaborada para prevenir derrames em pessoas de 65 anos ou mais," disse a autora do estudo Cecilia Samieri. "Os derrames são tão comuns em pessoas idosas e o azeite de oliva pode ser uma forma barata e fácil de ajudar a prevenir isso." As descobertas foram publicadas no "Medical Journal of the American Academy of Neurology".



Painel Político : Painel Político
Enviado por alexandre em 15/06/2011 17:40:30

Lista negra

Na coluna PAINEL POLÍTICO de 16 de maio deste ano, avisamos que o governo tinha em mãos uma “lista negra” com 63 nomes de policiais militares que teriam participado do movimento grevista, que responderiam processos administrativos e seriam expulsos da corporação. No dia 18 a Associação de Familiares de Policiais Militares enviou nota afirmando “que todo o procedimento terá de ser realizado de forma imparcial e sem nenhuma perseguição a nenhum dos envolvidos, isso de segundo acordo firmado com o próprio Governo do Estado, Comando da Polícia Militar e ASSFAPOM”.

Pois bem

Quase um mês depois, Confúcio Moura vetou a anistia aos policiais militares dada pela Assembleia Legislativa. E podem anotar: os revoltosos serão expulsos. É questão de tempo.

Começando

Ricardo de Souza Rodrigues, secretário-adjunto da segurança pública de Rondônia é filho do médico, empresário e fazendeiro de Ariquemes, conhecido como “Dr. Rodrigues”, amigo de Confúcio Moura e que sempre ajudou financeiramente nas campanhas. “Ricardinho” como é conhecido na região, teria tentado emplacar como vice de Confúcio, ainda na eleição para prefeito, mas teve o nome vetado na convenção. Para agradar ao velho amigo, Confúcio teria colocado o rapaz, aprovado no concurso para delegado de polícia, na função de adjunto da SESDEC.

Campanha

Enquanto Marcelo Bessa se engalfinha com o “Primeiro Cunhado” Francisco de Assis e o chefe da Inglaterra, ops, da Casa Civil, Ricardo Sá por uma vaga de conselheiro no Tribunal de Contas, que deverá ser aberta com a aposentadoria de José Gomes, Ricardo de Souza Rodrigues começa a pavimentar uma possível candidatura para a Assembleia Legislativa, contando supostamente com o apoio do Sinsepol, sindicato dos policiais civis, sob o comando de Jales Moreira. Informativos levando o nome de Ricardo estão sendo distribuídos via e-mail aos policiais.

Anistia não

Em 13 de maio deste ano, oito dias após o segundo movimento grevista, quando já havia sido aprovada a anistia aos policiais militares, um e-mail enviado por Ricardo de Souza Rodrigues informava “a SESDEC não coaduna com qualquer anistia para os autores de crimes ou infrações administrativas”. Veja abaixo:





Portanto

Os policiais militares só podem contar com a Assembleia Legislativa para tentar fazer valer o acordo feito com Confúcio Moura durante o movimento grevista. Também é importante o Ministério Público Eleitoral ficar de olho no secretariado de Confúcio Moura. Além de Lúcio Mosquini, que quer ser governador, o jovem delegado, secretário-adjunto de segurança pública, quer ser deputado. E eles usam a máquina administrativa para isso.

Falando em Mosquini

PAINEL POLÍTICO não pára de receber informações sobre irregularidades no DER, órgão chefiado pelo empresário jaruense. A última é sobre casos de nepotismo entre servidores comissionados no órgão. Recebemos uma relação de nomes que estamos verificando o parentesco com publicações no Diário Oficial e vamos divulgar, caso realmente sejam verdadeiras.

Publicidade

No primeiro round da licitação da publicidade venceu a empresa rondoniense Minha Agência, de propriedade do publicitário Júnior Melgarejo, que teve uma discussão séria com Vicente Moura (Cambuquira) na manhã da última terça-feira. Em segundo lugar ficou a agência Casa de Idéias e em terceiro a Casa Brasil, ambas de outros estados. A DPZ ficou em sexto lugar. A empresa teria deixa de “ se esforçar” após a divulgação por PAINEL POLÍTICO, que ela seria a vencedora do certame. Veja abaixo a pontuação de cada concorrente:

1º LUGAR: ALÍNEA “J”, correspondente à proposta da empresa MINHAGÊNCIA PROPAGANDA E MARKETING LTDA, alcançando a pontuação TOTAL de 95,00;

2º LUGAR: ALÍNEA “E”, correspondente à proposta da empresa CASA D’IDÉIAS MARKETING E PROPAGANDA LTDA, alcançando a pontuação TOTAL de 86,07;

3º LUGAR: ALÍNEA “B”, correspondente à proposta da empresa CASA BRASIL COMUNICAÇÃO ESTRATÉGICA LTDA, alcançando a pontuação TOTAL de 83,46;

4º LUGAR: ALÍNEA “I”, correspondente à proposta da empresa OANA PUBLICIDADE LTDA, alcançando a pontuação TOTAL de 83,37;

5º LUGAR: ALÍNEA “L”, correspondente à proposta da empresa IDÉIA3 COMUNICAÇÃO E EXPANSÃO DE NEGÓCIOS LTDA, alcançando a pontuação TOTAL de 82,27;

6º LUGAR: ALÍNEA “C”, correspondente à proposta da empresa DPZ – DUALIPI PETIT ZARAGOZA PROPAGANDA LTDA, alcançando a pontuação TOTAL de 81,96;

7º LUGAR: ALÍNEA “N”, correspondente à proposta da empresa CANNES PUBLICIDADE LTDA, alcançando a pontuação TOTAL de 80,60;

8º LUGAR: ALÍNEA “M”, correspondente à proposta da empresa STAFF DE COMUNICAÇÃO LTDA, alcançando a pontuação TOTAL de 79,90;

9º LUGAR: ALÍNEA “F”, correspondente à proposta da empresa DEBRITO PROPAGANDA LTDA, alcançando a pontuação TOTAL de 79,00;

10º LUGAR: ALÍNEA “A”, correspondente à proposta da empresa NORTE COMUNICAÇÃO E MARKETING S/S LTDA, alcançando a pontuação TOTAL de 77,77;



Definiu

Expedito Júnior fica exatamente onde está, presidindo o PSDB em Rondônia. Se a justiça decidir convalidar a eleição que foi feita elegendo Jean Oliveira como presidente da legenda, a nacional no dia seguinte intervém e coloca Júnior de volta. Moral para isso ele já provou que tem e vem investindo na reorganização do partido. Pagou todas as contas atrasadas, inclusive salários e se prepara para inaugurar no próximo dia 20 o novo ninho tucano, que vai ser instalado na Avenida Brasília, próximo à Emdur.

Visitantes

E Expedito já fechou com a nacional uma vinda à Rondônia do senador Aécio Neves e José Serra, possivelmente ainda este ano. A agenda organizada por Júnior prevê passagens por Porto Velho, Ariquemes, Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena. A data ainda vai ser confirmada.

Prefeitura

Em conversa informal com juristas, Expedito foi informado que existe uma grande possibilidade de poder ser candidato em 2012, com isso ele estaria apto a disputar a prefeitura de Porto Velho. Mas essa é uma alternativa que ele ainda não consolidou. Ele tem cacife para disputar Senado e governo e ficar amarrado na Capital, não seria muito coerente. Mas ele garante que essa é uma possibilidade real.

Nomes

O grande problema do PSDB atualmente é a falta de nomes de peso para disputar a prefeitura de Porto Velho. À exceção de Expedito, não sobra nada. Vejamos. Os tucanos dispõe de Jean Oliveira, Mariana Carvalho, Euclides Maciel e Alexandre Brito. Os dois primeiros são herdeiros políticos com nenhuma experiência no Executivo. Maciel sabe que não se elege, querendo apenas montar uma base eleitoral em Porto Velho e Alexandre Brito teve uma votação pífia para prefeito e mais pífia ainda para deputado estadual. Com essa nominata o mais perto que os tucanos podem chegar é a uma vice-prefeitura. E olhe lá.

Portanto

Cabe mesmo a Expedito Júnior a responsabilidade de conduzir a legenda com maestria para não perder o rumo. Os próximos meses serão decisivos e a construção de um nome é algo complicado. Sem contar que o próximo prefeito vai pegar uma cidade em frangalhos, com inúmeras obras inacabadas e certamente um monte de dívidas. De repente não é mesmo vantagem para Expedito entrar nessa fria.

TV demais mata

Pessoas que ficam mais horas em frente à televisão correm um risco maior de morrer ou de desenvolver diabetes e doenças cardíacas, sugere um novo estudo. "A mensagem é simples", segundo o autor da pesquisa, Frank Hu, da Faculdade de Saúde Pública de Harvard. "Diminuir as horas em frente à TV é uma forma importante de reduzir comportamentos sedentários e as chances de desenvolver diabetes e doenças cardíacas." As pessoas que passam muitas horas em frente à televisão não só não se exercitam, como provavelmente comem alimentos pouco saudáveis, explicou Hu. "A combinação de sedentarismo, alimentação inadequada e obesidade cria um 'terreno fértil perfeito' para o diabetes tipo 2 e doenças cardíacas." Este não é o primeiro estudo que associa o tempo em frente à TV a efeitos nocivos --muitas pesquisas encontram uma forte ligação com a obesidade. Hu e sua equipe descobriram que, para cada duas horas de televisão diária, o risco de diabetes aumenta 20%, enquanto o risco de doença cardíaca, 15%, e o risco de morte, 13%. Com base nesses resultados, os pesquisadores estimaram que, entre um grupo de 100 mil pessoas, reduzir o tempo de TV em duas horas por dia pode prevenir 176 novos casos de diabetes, 38 casos de doenças cardiovasculares fatais e 104 mortes prematuras por ano.

Contatos

Contatos com a coluna podem ser feitos pelo alan.alex@gmail.compainelpolitico@hotmail.comwww.painelpolitico.com - @painelpolitico – telefones 3225-7495 e 9248-8911.

Painel Político : Painel político
Enviado por alexandre em 14/06/2011 19:56:08

Arrumando confusão
Vicente Moura, o “Cambuquira” se envolveu em um bate-boca que quase termina em vias de fato na manhã desta terça-feira com o publicitário Júnior Melgarejo (Minha Agência) que atende o governo no contrato de publicidade emergencial. Cambuquira está emperrando os pagamentos dos veículos de comunicação grandes, como TV Rondônia, Candelária e jornais impressos. Os processos já estão prontos e só faltam ser pagos, mas Cambuquira estaria se recusando a dar encaminhamento. O bate-boca teve direito a gritos, portas batendo e gritos.
Não foi
A primeira vez que alguém se estressou com Cambuquira. Em fevereiro, o ex-deputado e delegado de polícia Paulo Moraes chutou a porta da Coordenadoria Geral de Apoio a Governadoria querendo receber o aluguel de um imóvel que está à disposição do governo. Na ocasião Moraes pegou Cambuquira pelo colarinho e parece que recebeu os atrasados.
Direcionando
Além da confusão com Melgarejo e Paulo Moraes, uma sombra paira sobre a cabeça de Cambuquira, a suspeita de direcionamento na licitação para locação de aeronaves. O processo 01-1109.00091-00/2011, que deverá ser aberto nos próximos dias, estaria sendo direcionado para uma empresa que atendia o governo anterior. A empresa, que tem nome de um anfíbio da boca grande, deve ser a vencedora do certame.
Outra
A CGAG, órgão chefiado por Cambuquira, não é mais responsável pela Imprensa Oficial desde a promulgação da Lei Complementar 619, de 26 de maio de 2011. Mesmo assim, no expediente do Diário Oficial, Cambuquira figurando como responsável.
Gasolina
E de Ouro Preto chega a informação que o diretor geral do DER, Lúcio Mosquini seria o feliz proprietário de um posto de combustíveis que atende o órgão. O negócio anda tão bem que ele estaria abrindo outro posto e o galpão ao lado, que também é dele foi alugado. Para ser garagem do DER. Realmente, ser amigo do rei em Rondônia rende. Se o Brasil ficou chocado com o aumento patrimonial de José Palocci...
Em branco
Em denúncia encaminhada ao Ministério Público do Trabalho, servidores concursados do DER reclamam que seus contratos são de 40 horas semanais, mas praticamente todos os dias eles trabalham mais de 12 horas e sem horas extras. Eles se queixam que os residentes não deixam as folhas de ponto para que eles assinem ao chegar e ao sair, dizem que só podem assinar os papéis em branco, que posteriormente são preenchidas pelos residentes.
Pau de arara
Também se queixam da forma como são transportados para os locais de trabalho. Segundo a denúncia, isso é feito em carroceria de caminhões, junto com ferramentas, como pás, picaretas, marretas, enxadas, enxadões e outros, como um pau de arara. Nos locais de trabalho, não usam equipamentos de proteção individual, que são obrigatórios. No fim da coluna, a íntegra da denúncia.
Curioso
É que o DER firmou um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) perante o Ministério Público do Trabalho (o nº 02/2008) se comprometendo a realizar concurso público e a se abster de nomear pessoas para ocuparem cargos em comissão que não fossem os realmente de “direção, chefia e assessoramento”, conforme determina a Constituição da República, mas vem diuturnamente desrespeitando TAC. O Diário Oficial 1743 de 31 de maio deste ano, trás várias nomeações em cargos diversos, em um claro desrespeito ao TAC.
Pior
É a forma como Confúcio Moura lida com a situação. Ele simplesmente ignora as denúncias contra seus assessores e faz de conta que ele não tem responsabilidade sobre o caso.
Off-line
A tal “cidade digital” de Confúcio Moura não funciona em Ariquemes. Na sessão itinerante da Assembleia, que acontece no “espaço Ariquemes” o sinal da internet não aparece. Realmente esse parece ser mais um engodo confuciano.
Outra
Em Ariquemes moradores informam que o tal programa de casas populares, que foi tão alardeado pelo então candidato Confúcio Moura, não passa de três casas, feitas de madeira. Depois disso, não construíram mais nada.
Porco
O recapeamento feito na Avenida Abunã pela secretaria de Obras de Porto Velho foi um dos serviços mais porcos que já se teve notícia por essas bandas. Asfalto cheio de irregularidades, já abriram diversos buracos nos trechos novos. Dinheiro jogado fora. E isso o Ministério Público parece que não enxerga.
Barulho
Mas o Ministério Público enxergou um condomínio que fica próximo ao local onde será realizado o arraial Flor do Maracujá e determinou que o governo arrume, dentro de um ano, espaço definitivo para a mais tradicional festa folclórica de Rondônia. De acordo com o MP, “além do condomínio, a Fatec e o Hospital de Base ficam próximos”. Na verdade, os principais incomodados são os moradores do condomínio de luxo.
Dois pra que?
Na sessão itinerante da Assembleia Legislativa em Ariquemes, o governador Confúcio Moura não apareceu. Alegou “agenda anterior” e mandou o chefe da Casa Civil, Ricardo Sá e o adjunto da Casa Civil, Edvaldo Soares. O primeiro se desculpou pela ausência do chefe e o segundo entrou mudo e saiu calado.
Nada mudou
Passados seis meses, a administração de Confúcio Moura continua patinando. A saúde, que o governador médico afirmava que seria “modelo” continua exatamente igual. Pacientes nos corredores, hospitais lotados e para piorar, denúncia de superfaturamento na contratação de médicos. Na segurança, tivemos o assassinato de um líder camponês, duas greves da Polícia Militar, crise interna na Polícia Civil. Nas estradas, apesar dos e-mails “incentivadores” de Lúcio Mosquini, pontes continuam caídas, estradas continuam esburacadas. Na administração, os cargos comissionados podem até terem sido diminuídos, mas os concursados não foram chamados. E o valor do CDS aumentou.
Guru
E o governo também diz que não pode revelar “os termos do contrato” com o guru de Confúcio Moura, Mangabeira Unger. Ele não recebe salário, apenas “mimos” com um apartamento mobiliado, passagens aéreas de onde ele estiver para Porto Velho e vice-versa. Ele também presta “consultoria” para empresas multinacionais. Funciona assim.
Orientando
Mangabeira Unger faz um levantamento dos potenciais econômicos do Estado. Negocia (intermédia) incentivos com o governo e viabiliza a implantação da empresa no Estado. Nada contra a iniciativa, é até salutar, já que precisamos de investimentos. Mas as empresas poderiam pagar as passagens para Unger e não o Estado. Rondônia paga para Mangabeira ganhar dinheiro em Rondônia. Assim é bom demais. E ninguém fala nada.
Cadeiras
Valdir Costa, atual coordenador de imprensa da Assembleia Legislativa foi convidado para ocupar a mesma função no governo do Estado, no lugar de Fred Perillo. Costa, que tem trânsito livre em todos os jornais e sites, está pensando na proposta.
Lentamente
Os seres humanos podem estar evoluindo um terço mais lentamente do que se pensava. Essa é a conclusão de um estudo sobre mudanças genéticas feito com duas gerações de famílias. O código genético compreende cerca de 6 bilhões de nucleotídeos ou blocos de construção de DNA, sendo a metade herdada do pai e a outra metade, da mãe. Até agora, a teoria convencional entre os cientistas era de que os pais contribuíam, cada um, com cem a 200 mudanças nestes nucleotídeos. O novo estudo, porém, aponta para a ocorrência de muito menos mudanças. Cada pai contribuiria com 30, em média.
Contatos
Contatos com a coluna podem ser feitos pelo alan.alex@gmail.compainelpolitico@hotmail.comwww.painelpolitico.com - @painelpolitico – telefones 3225-7495 e 9248-8911.

Painel Político : Painel Político
Enviado por alexandre em 13/06/2011 18:27:47

Q.I.
A arrogância e a soberba são dois comportamentos condenáveis e desagradáveis. E parece que para ser comissionado no DER, tem que ter esse tipo de comportamento no perfil. O assessor especial do órgão, Rodrigo Tadeu Viana não se cansa de apresentar essas “qualidades”. Em conversa com uma amiga, que foi aprovada em 3º lugar no concurso do DER, mas não foi chamada, ela questiona ao saber que ele está lotado no órgão: “você passou no concurso?” Ao receber a negativa dele, ela afirma: “queria ter um Q.I. desses que você tem”, referindo-se a “Quem Indica”. Ele então, soberba e arrogantemente responde, “eu sou o Q.I.”, deixando claro que pode demitir ou contratar quando bem entender. Veja abaixo o diálogo.


Encostado
Em outra conversa, Rodrigo Tadeu e o pastor licenciado Paulo Barros, falam sobre o servidor efetivo do DER que foi “encostado” a mando do diretor-geral, Lúcio Mosquini. O funcionário encostado é José Osmar, que foi transferido para Rolim de Moura. No diálogo, Rodrigo pergunta a Paulo, “cadê o jow”? Referindo-se a José Osmar, e o outro responde, “sumiu, foi pra Rolim, apertou pro seu lado agora”. Veja a conversa:


Enquanto isso
O silêncio continua predominando nas bandas do DER. O engenheiro Lúcio Mosquini, diretor geral do órgão viajou para o interior desde que PAINEL POLÍTICO deu início às denúncias, ainda na semana passada e não retornou mais à Capital, recusando-se a dar explicações sobre seu comportamento e de seus subordinados. Retrato de uma administração virtual.
Denúncia
Uma denúncia contra Lúcio Mosquini, Rodrigo Tadeu e Paulo Barros foi encaminhada ao Ministério Público do Trabalho. No documento, servidores do DER acusam o órgão de obrigá-los a trabalharem sem os equipamentos de proteção individual, que são obrigatórios. Os veículos que transportam os servidores, assim como as condições de trabalho, ilustram a denúncia. Na próxima coluna traremos mais detalhes, inclusive com a íntegra das acusações, que revelam, inclusive, que o pastor Paulo Barros utiliza a camionete L200, de cor prata, pertencente ao DER como se fosse um veículo particular e sequer se deu ao trabalho de adesivá-la, conforme determinação do próprio Lúcio Mosquini, que é conivente, já que Paulo é seu “fiel escudeiro”.
Degradação
As imagens que você vai ver no fim da coluna são retratos do estado em que se encontra o sistema prisional em Rondônia e as condições miseráveis que são impostas aos agentes penitenciários. As fotos mostram a colônia penal 3, criada pela secretária Míriam Spréafico. Lixo, umidade extrema e até uma cobra aparecem nas imagens. A total falta de zelo por parte do governo, aliada a falta de compromisso para resolver o problema, que vem sendo gerenciado pela inexperiente Míriam Spréafico, vem agravando a situação. As imagens falam por si.
Reunião
Em conversa com os agentes penitenciários, Míriam Spréafico se compromete a realizar uma série de investimentos no setor. Os participantes da reunião consideraram as falas da secretária, “papo-furado”. Estamos transcrevendo a reunião e voltaremos ao assunto. Enquanto isso, lá da Sejus não chegou nenhuma notícia sobre as denúncias feitas por PAINEL POLÍTICO na semana passada. Parece que ficar mudo virou moda no governo. Interessante é que quando começam a surgir ações judiciais por improbidade, todos se dizem inocentes.
Vez em quando
O governo de Rondônia não paga salário a Mangabeira Unger, guru de Confúcio Moura, considerado o “homem que vai salvar Rondônia”. Mas em compensação alugou um luxuoso apartamento, mobiliado, pela bagatela de R$ 6 mil, para que o "assessor de quê mesmo?” fique hospedado quando vir à Rondônia, cerca de três dias por mês. Ele não gosta de hotéis e quer privacidade. Resta saber quais as outras exigências feitas pelo guru ao governo. De repente ficaria mais barato pagar um CDS 20, de R$ 8 mil, do que ficar atendendo os gostos do “salvador”.
Afasta
O senador Ivo Cassol se afasta do cargo na próxima semana por um período de quatro meses, conforme havia antecipado há cerca de duas semanas PAINEL POLÍTICO. De acordo com sua assessoria, Cassol vai realizar uma cirurgia e aproveitar o pós-operatório para fortalecer o PP no Estado. Em seu lugar, assume Reditário Cassol, pai do senador.
De novo
Porto Velho mais uma vez aparece como referência negativa em rede nacional. Dessa vez foram os símbolos da incompetência e descaso do município, os seis viadutos, cujas obras estão paralisadas desde o ano passado por irregularidades. Enquanto isso, a prefeitura vai fazendo gambiarras no trânsito. A coisa já está tão descarada, que no cruzamento da Avenida Jatuarana com a BR 364, colocaram um semáforo, indicando que a solução está longe. Em janeiro fomos notícia após o desnecessário decreto de calamidade pública na saúde, que não mudou absolutamente nada o setor. Em maio fomos notícia graças a Operação Saúde, que detectou irregularidades em licitações na prefeitura e agora os viadutos. Imagine o que vai acontecer quando resolverem olhar nosso sistema prisional.
Adiado
Mais uma vez a assinatura da transposição dos servidores de Rondônia foi adiada pelo Planalto. A nova data é o próximo dia 22.
Solteiras
Hoje (13) é dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro.
Nova técnica
Mais uma técnica para identificação de lesões mamárias não detectáveis pelo autoexame deve chegar ao mercado brasileiro no início do próximo mês. Mas a novidade, desenvolvida pela Universidade Federal de Juiz de Fora, em Minas Gerais, enfrenta resistência dos especialistas. Batizado de BLD Marker, (marcador de distância da lesão mamária, na sigla em inglês), o produto é composto por agulha, seringa e um polímero extraído do silício. A substância, semelhante ao silicone, aposentaria o uso do iodo como contraste em exames de imagens (ultrassonografias e mamografias) para identificação de tumores. Mas a técnica é contestada por Carlos Alberto Ruiz, presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM). “Não é nada inovador. E também é um procedimento limitado”, diz. Para defender o método mineiro, o mastologista Geraldo Sérgio Vitral, que desenvolveu o método cita a literatura médica, os seis anos de pesquisa e certificações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para comercialização e desenvolvimento do BLD Marker. “Os riscos de erro na localização de tumores variam de 5% a 10% com a aplicação de contraste iodado”, afirma. “Já com o polímero, a eficácia é de 100%”, completa o mastologista. Entre os benefícios da precisão do polímero, Vitral lista a “diminuição da quantidade menor de tecido mamário extirpado e a possibilidade de novas intervenções cirúrgicas.”
Contatos
Contatos com a coluna podem ser feitos pelo alan.alex@gmail.compainelpolitico@hotmail.comwww.painelpolitico.com - @painelpolitico – telefones 3225-7495 e 9248-8911.

« 1 ... 173 174 175 (176) 177 178 179 ... 183 »