Painel Político - Painel Político por Alan Alex - Notícias
« 1 2 (3) 4 5 6 ... 172 »
Painel Político : Painel Político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 14/04/2017 02:40:05

Senador usou argumento para justificar a inclusão de seu nome na lista de Fachin. Conselheiro afirma ainda que Cassol atuou em causa própria, já que é dono de pequenas hidrelétricas no Estado; e ainda, ex-deputados federais de RO estão na lista da Odebrecht, um deles é o presidente estadual do PT

Dia tenso

Brasília amanheceu na ressaca da divulgação da “lista do Fachin” e os políticos deram graças pelo feriadão que começa nesta quinta-feira. Durante todo o dia, voos saíram lotados da capital federal carregando deputados e senadores, que retornam à seus estados de origem para tentar minimizar os estragos causados pela delação dos executivos da Odebrecht, uma das maiores financiadoras de campanhas eleitorais e pagadoras de propina do país. Mas, além dos nomes, digamos, principais, a chamada “lista de Fachin também trouxe o nome de dois ex-deputados federais de Rondônia, que pelo fato de não terem foro privilegiado, tiveram seus inquéritos encaminhados diretamente para a justiça federal.

Mariton de Holanda

Também conhecido como “Padre Ton”, o presidente estadual do Partido dos Trabalhadores, Mariton Benedito de Holanda teve seu processo encaminhado ao TRF (Pet 6692 – Edson Antônio Edinho da Silva (que foi ministro dos Esportes de Lula, Lúdio Frank Mendes Cabral (do Mato Grosso) e Mariton Benedito de Holanda – TRF da 3ª Região). PAINEL POLÍTICO tentou contato com o ex-deputado mas não obteve retorno.

Rubens Moreira Mendes

O ex-deputado federal Rubens Moreira Mendes Filho, que também foi candidato ao Senado em 2014, também aparece na lista de Fachin. No caso de Moreira, a Petição 6819 foi encaminhada a Justiça Federal do DF. No despacho, o ministro não detalha os motivos do pedido. Por telefone, o ex-deputado declarou: “meu nome aparece por um detalhe, apresentei um projeto de lei herdado do ex-ministro José Eduardo Cardoso, porque essa é uma manobra legal. Se trata de uma retaliação em função desse projeto, que era contra os interesses das seguradoras do país”. O ex-deputado também reafirma “ter a certeza de estar com a consciência tranquila em relação a esse assunto ou a qualquer outro”, e pontuou, “minha vida pública é pautada pela certeza que sempre representei Rondônia dignamente e a justiça vai mostrar a verdade”.

A lista completa dos “sem foro” você confere no final da coluna

Outra

Aportou na Justiça Federal da Primeira Região, pedido de abertura de inquérito por crime de peculato contra os ex-deputados federais Rubens Moreira Mendes, Miguel de Souza, Ernandes Amorim, Natan Donadon e Anselmo de Jesus, além de Astrobaldo Fragoso Casara. O inquérito 2294 teve origem no processo 00250397220164010000 e ainda não apresenta detalhes do caso.

pet.jpeg

E agora?

O senador Ivo Cassol alegou em sua defesa ter sido ele o autor de denúncias em relação à isenção fiscal para as usinas do Madeira e por isso não poderia ter recebido propina conforme o delator da Odebrecht afirmou. Cassol disse ainda acreditar que exatamente por ter “ter feito à denúncia, sofre retaliações”. Acontece que a história não é bem essa, conforme relatou o então secretário de Finanças do Estado (e atual conselheiro do TCE) Benedito Antônio Alves em audiência pública para tratar da questão em novembro de 2012, na Assembleia Legislativa. Veja abaixo o que disse o secretário e CLIQUE AQUI para ler a transcrição na íntegra da audiência. A fala de Benedito está a partir da página 1159.

fala_bene.png

Saiba por que sapatos sujos são uma ameaça à sua saúde

Você tem o hábito de tirar os sapatos antes de entrar em casa? Caso não tenha, você deveria incorporar esse hábito ao seu dia a dia. Segundo pesquisadores da Universidade de Houston, Universidade do Arizona e Universidade Baylor, nos Estados Unidos, não tirar os sapatos antes de entrar em casa pode expor você e sua família a um risco aumentado de doenças causadas por bactérias trazidas da rua para dentro de casa pelas solas dos sapatos. Em casa, esses microrganismos multiplicam-se nos pisos e carpetes e estão relacionados a problemas de saúde que vão desde diarreia até câncer. Em outro levantamento, realizado pela Universidade do Arizona, também nos Estados Unidos, foram detectados 421.000 tipos diferentes de bactérias nos sapatos. Os coliformes, presente nas fezes humanas, foram rastreados em 96% dos sapatos analisados pela pesquisa. Já um estudo realizado pela Universidade Baylor, nos EUA, mostrou que as pessoas que viviam nas proximidades de estradas asfaltadas com alcatrão de hulha, líquido escuro derivado do carvão, tinham um maior risco de contrair câncer devido as toxinas levadas pelos sapatos.

Investigações remetidas a outras instâncias

Por não terem o foro privilegiado (direito de serem processados no STF), diversos outros políticos, como governadores, secretários e prefeitos, por exemplo, tiveram pedidos de investigação enviados a outros tribunais. Veja a lista:

Pet 6631 – Palminio Altimari Filho, Diga Salomão e Demerval da Fonseca Nevoeiro Júnior – JFSP
Pet 6632 – Irregularidades na obra de requalificação da orla da Barra – Salvador-BA – JFBA
Pet 6633 – Paulo César Hartung Gomes – STJ
Pet 6634 – Eduardo Cosentino da Cunha – JFPR
Pet 6635 – Wilma Maria de Faria – JFRN
Pet 6636 – Pagamentos indevidos Rodovia SP-225 – DER-SP – JFSP
Pet 6637 – Metrô de São Paulo – Linha 2 – JFSP
Pet 6639 – Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho – STJ
Pet 6640 – Sérgio de Oliveira Cabral Santos Filho, Maria Auxiliadora Pereira Carneiro, Pedro Ramos de Miranda e Wilson Carlos Cordeiro – JFRJ
Pet 6642 – José Marcelo do Nascimento Nilo – TRF da 1ª Região
Pet 6643 – Jorge Afonso Argello – JFPR
Pet 6644 – Acordo de mercado Centro Administrativo de Brasília – CENTRAD – JFDF
Pet 6645 – Jorge Sayeda Picciani – TRF da 2ª Região
Pet 6646 – Aldemir Bendine e André Gustavo Vieira da Silva – JFPR
Pet 6647 – Edson Antônio Edinho da Silva – TRF da 3ª Região
Pet 6649 – Licitação Ferrovia de Integração Oeste-Leste – JFGO
Pet 6652 – Tiago Brandão Correia – JFBA
Pet 6653 – João Paulo Rillo – TRF da 3ª Região
Pet 6654 – José Ricardo Franco Montore e Felipe Monto Jens – JFSP
Pet 6658 – Mário Silvio Mendes Negromonte – STF e STJ
Pet 6659 – Irregularidades Angra 3 – STF
Pet 6660 – Gleise Helena Hoffmann e Paulo Bernardo Silva – STF
Pet 6661 – Humberto Sérgio Costa Lima – STF
Pet 6662 – MP 703, Luiz Inácio Lula da Silva e Jaques Wagner – STF e JFPR
Pet 6664 – Antônio Palocci Filho, Dilma Vana Rousseff, Guido Mantega e Luiz Inácio Lula da Silva – STF e JFPR
Pet 6665 – Carlos Alberto Richa – STJ
Pet 6666 – Aluísio Teles Ferreira Filho – JFRJ
Pet 6667 – José Eduardo Cavalcanti de Mendonça – JFPR
Pet 6668 – Luiz Roberto de Albuquerque – JFRS
Pet 6669 – Fernando Haddad e João Cerqueira de Santana Filho – JFSP
Pet 6670 – Jaison Cardoso Souza – JFSC
Pet 6673 – Aloizio Mercadante Oliva e Edson Antônio Edinho Silva – TRF da 3ª Região
Pet 6674 – Pagamento de vantagens indevidas Projeto Habitacional Jardins Mangueiral – JFDF
Pet 6675 – João Felipe de Souza Leão – JFBA
Pet 6676 – Fernando Damata Pimentel – STJ
Pet 6677 – Paulo Sérgio de Sá Bittencourt Câmara – JFBA
Pet 6678 – Geddel Vieira Lima – JFBA
Pet 6680 – José Pontes e Plínio Serpa Pinto – JFRJ
Pet 6681- Anderson Braga Dorneles – JFDF
Pet 6682 – Henrique Santana Carballal – JFBA
Pet 6683 – Othon Luiz da Silva Pinheiro – JFRJ
Pet 6684 – Manuela Pinto Vieira d’Ávila – TRE – RS
Pet 6685 – Sebastião Alves de Almeida – JFSP
Pet 6686 – Roberto Massafera – TRF da 3ª Região
Pet 6687 – Paulo Roberto Costa – JFPR
Pet 6688 – Paulo Rubem Santiago Ferreira – JFPE
Pet 6690 – Ronnie Peterson Colpo Mello, Antônio Egício Rufino de Carvalho, Francisco Azambuja Barbará, IIson Mauro da Silva, Josefina Soares Bruggemann, Jussara Osório de Almeida, Luiz Augusto Fuhrmann Schneider, Luiz Fernando Franco Malfussí e Rafael da Silva Alves – TRF da 4ª Região
Pet 6691 – Jorge Khoury Hedaye – JFBA
Pet 6692 – Edson Antônio Edinho da Silva, Lúdio Frank Mendes Cabral e Mariton Benedito de Holanda – TRF da 3ª Região
Pet 6693 – Antônio Duarte Nogueira Júnior – TRF da 3ª Região
Pet 6694 – Relação com o Grupo Petrópolis (Cervejaria Itaipava) – JFPR
Pet 6695 – Abelardo Luiz Lupion Mello – JFPR
Pet 6696 – Alexandre Rosa Santos Padilha – JFSP
Pet 6697 – Aloísio dos Santos Júnior, Eduardo Cosentino da Cunha, Andréia Légora, Helil Cardozo, Carlos Roberto Casteglione Dias, José Irineu de Oliveira, Rodrigo Coelho, Marcos André Riscado de Brito, Jean Vieira de Lima, Alcebíades Sabíno dos Santos e Everaldo Dias Pereira – TRF da 2ª Região
Pet 6698 – José Genoíno Guimarães Neto – JFSP
Pet 6699 – Pedro José Barusco Filho – JFPR
Pet 6700 – Márcio Henrique Leite – JFDF
Pet 6701 – Henrique Eduardo Alves e Geddel Vieira Lima – JFPI
Pet 6702 – Estilac Martins Rodrigues Xavier – STJ
Pet 6704 – Flávio Dino de Castro e Costa – STJ
Pet 6705 – Francisco Chaves – JFSP
Pet 6706 – Campanha Eduardo Henrique Accioly Campos (falecido) – JFPE
Pet 6707 – Oswaldo Baptista Duarte Filho e Paulo Roberto Altomani – JFSP
Pet 6708 – Riverton Mussi Ramos e Adrian Mussi – JFRJ
Pet 6709 – Irregularidades na obra Arena da Amazônia – JFAM
Pet 6710 – Rubens Merguizo Filho – TRF da 3ª Região
Pet 6711 – Cristina Conceição Bredda Carrara e Francisco de Assis Pereira de Campos – JFSP
Pet 6713 – Pagamentos indevidos à campanha eleitoral de São Luís – MA para liberação de recursos federais nas obras do Porto de Itaqui – JFMA
Pet 6714 – Eduardo da Costa Paes – JFRJ
Pet 6715 – Revista Carta Capital – JFSP
Pet 6716 – Paulo Magalhães Júnior – JFBA
Pet 6717 – Clécio Luís Vilhena Vieira – TRF da 1ª Região
Pet 6719 – Paulo César de Melo Sá – TRF da 1ª Região
Pet 6720 – Mário de Melo Kertesz – JFBA
Pet 6721 – José Maria Eymael – JFSP
Pet 6722 – Paulo Eduardo de Barros – JFSP
Pet 6723 – Carlos Alberto Grana e Nilson Bonome – JFSP
Pet 6724 – Irregularidades nas obras do Adutor Pirapama – JFPE
Pet 6725 – Eduardo Celso de Araújo Marinho e Ronaldo Chaer do Nascimento – JFPR
Pet 6726 – João Castelo Ribeiro Gonçalves – JFMA
Pet 6727 – Irregularidades nas obras de terraplanagem da RNEST – JFPR
Pet 6728 – José Renato Casagrande, Luciano Santos Rezende e Paulo Brusque – TRF da 2ª Região
Pet 6729 – Transferência do Setor de Operações Estruturadas e destruição de provas – JFPR
Pet 6730 – Anthony William Matheus de Oliveira e Rosângela Barros Assed Matheus de Oliveira – JFRJ
Pet 6731 – Edson Aparecido dos Santos – JFSP
Pet 6732 – Fernando Damata Pimentel- STF e STJ
Pet 6733 – Luiz Marinho e outros – STF e JFPR
Pet 6734 – Construção de Sondas Pré-sal e Partido dos Trabalhadores (PT) – STF e JFPR
Pet 6735 – Irregularidades na PRA1, P59 e P60 – STF e JFPR
Pet 6736 – Eduardo Cosentino da Cunha, André de Souza e Fábio Cleto – STF e JFDF
Pet 6737 – Delcídio do Amaral Gómez – STF e JFPR
Pet 6738 – Angola e Luiz Inácio Lula da Silva – STF e JFPR
Pet 6739 – Atividades Braskem S/A – STF
Pet 6740 – Guido Mantega e Luiz Eduardo Melin de Carvalho e Silva – JFDF
Pet 6741 – Guido Mantega, João Cerqueira de Santana Filho e João Vaccari Neto – STF e JFPR
Pet 6742 – Inaldo Rocha Leitão – JFPB
Pet 6743 – Setor Petroquimico Brasileiro – JFPR
Pet 6745 – Luiz Fernando de Souza – STJ
Pet 6746 – Sérgio de Oliveira Cabral Santos Filho – JFRJ
Pet 6747 – Pagamento indevido a executivo da Light por interesse da Supervia -JFRJ
Pet 6751 – Antônio Palocci Filho – STF e JFPR
Pet 6752- Jonas Lopes de Carvalho – STJ
Pet 6753 – Programa Minha Casa Minha Vida e empresa Bairro Novo – JFDF
Pet 6754 – Carlito Merss e Ideli Salvatti – JFSC
Pet 6755 – Marconi Ferreira Perillo Júnior – STJ
Pet 6761 – Fernando Capez – TRF da 3ª Região
Pet 6762 – João Raimundo Colombo – STJ
Pet 6763 – José Roberto Arruda e Sérgio de Andrade do Vale – JFDF
Pet 6764 – Carlos Busatto Júnior e outros (PROSUB) – TRF da 2ª Região
Pet 6765 – Pedro Eurico de Barros e Silva – JFPE
Pet 6766 – Acordo de mercado Estádio Mané Garrincha – JFDF
Pet 6767 – Maria da Conceição Caldas Rabha – JFRJ
Pet 6768 – Firmino da Silveira Soares Filho – TRF da 1ª Região
Pet 6769 – Geraldo Simões de Oliveira e Juçara Feitosa de Oliveira – JFBA
Pet 6770 – Rogério Pascon – TRF da 3ª Região
Pet 6771 – Caixa 2 Braskem S/A – JFPR
Pet 6772 – Vantagens indevidas nas obras da Lagoa da Barra e do Norte Nordeste Fluminense, duplicação da Avenida Salvador Allende, entorno do Parque Olímpico e Projeto Fábrica de Escolas do Amanhã – JFRJ
Pet 6773 – Eliseu Daniel, Lusenrique Quintal e Paulo Hadish – JFSP
Pet 6775 – Márcio Araújo de Lacerda – JFMG
Pet 6776 – Lázaro Noé da Silva e Valtimir Ribeirão – JFSP
Pet 6777 – Acordo de mercado entre empresas para construção do Arco Metropolitano do Rio de Janeiro – JFRJ
Pet 6778 – Saldanha Leivas Cougo e Renata Anchão Braga – JFSP
Pet 6779 – Licitação Usina Hidrelétrica de Jirau – JFPR
Pet 6780 – Luiz Inácio Lula da Silva e Paulo Tarciso Okamotto – JFPR
Pet 6781 – Carlos Roberto Lupi e Osmar Fernandes Dias – JFDF
Pet 6782 – Marcelo de Carvalho Miranda – STJ
Pet 6783 – Hugo Napoleão do Rego Neto – JFPI
Pet 6784 – Geraldo Alves Ferreira Júnior – JFBA
Pet 6785 – Adolfo Viana de Castro Neto – TRF da 1ª Região
Pet 6786 – Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro Neto – TRF da 1ª Região
Pet 6787 – Antônio Carlos Magalhães Neto – TRF da 1ª Região
Pet 6788 – José Severiano Chaves – JFPE
Pet 6789 – Carlos Chagas, Donisete Peireira Braga e Vanessa Damo Orosco – TRF da 3ª Região
Pet 6790 – Mário Silvio Mendes Negromonte – STJ
Pet 6791 – Autódromo de Jacarepaguá – JFRJ
Pet 6792 – Guido Mantega – JFPR
Pet 6793 – Fernando Antônio Falcão Soares e Gustavo Falcão Soares – JFRJ
Pet 6794 – Fernando Henrique Cardoso – JFSP
Pet 6795 – Aquisição da Quattor Petroquímica pela Braskem S/A – JFPR
Pet 6796 – Pagamentos indevidos a José Mohamed Janene (falecido) – JFPR
Pet 6797 – João Almeida dos Santos- JFDF
Pet 6798 – Carlos José de Almeida – JFSP
Pet 6799 – Colbert Martins da Silva Filho – JFBA
Pet 6800 – Perimetral de Porto Alegre/RS – JFRS
Pet 6801 – Francisco Waldir Pires de Souza – JFBA
Pet 6802 – Demóstenes Lázaro Xavier Torres – JFGO
Pet 6803 – Edson Antônio Edinho Silva e Dilma Vana Roussef – TRF da 3ª Região
Pet 6804 – João Paulo Cunha – JFSP
Pet 6805 – Jaques Wagner – JFBA
Pet 6806 – Eduardo Cosentino da Cunha e Raimundo Coimbra Júnior – TRF da 1ª Região
Pet 6807 – Eduardo Cosentino da Cunha – JFRJ
Pet 6808 – Irregularidades na obra TRANSFOR – JFCE
Pet 6812 – Sandro Antonio Scodro – JFGO
Pet 6813 – Eronildes Teixeira de Queiroz, Laurez da Rocha Moreira, Marcelo de Lima Lélis, Ronaldo Dimas e Zélia Ribeiro – TRF da 1ª Região
Pet 6814 – Eduardo da Costa Paes – JFRJ
Pet 6815 – José Antônio Barros Munhoz – JFSP
Pet 6816 – Alcebiades Sabino dos Santos e Wayner Fajardo Gasparello – JFRJ
Pet 6817 – Germano Antônio Rigotto – JFRS
Pet 6819 – Rubens Moreira Mendes Filho – JFDF
Pet 6820- Antônio Palocci Filho, Benjamin Steinbruch e Paulo Antônio Skaf – JFPR
Pet 6821 – Leur Antônio de Brito Lomanto Júnior – TRF da 1ª Região
Pet 6822 – Sérgio de Oliveira Cabral Santos Filho e obras da Linha 4 do Metrô – JFRJ
Pet 6823 – Pagamentos indevidos – Petroquímica Suape – JFPR
Pet 6825 – Rosely Nassim Jorge Santos e Hélio de Oliveira dos Santos – JFSP
Pet 6826 – Pagamentos indevidos – Créditos com os Estados do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul – JFMT e JFMS
Pet 6827 – Pagamentos a João Cerqueira de Santa Filho – JFPR
Pet 6828 – Ricardo Fortunato de Oliveira – JFGO
Pet 6829 – Projeto Parque da Cidade junto à Prefeitura Municipal de São Paulo – TJSP
Pet 6831 – Everaldo Dias Pereira, Eduardo Cosentino da Cunha e Luiz Rogério Ognibeni Vargas – JFRJ
Pet 6832 – Irregularidades no contexto da montagem do GASDUC III – JFPR
Pet 6833 – Frederico Cantoni Antunes e Ronnie Peterson Colpo Melo – TRF da 4ª Região
Pet 6835 – Luiz Paulo Vellozo Lucas – JFES
Pet 6836 – Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro – JFRJ
Pet6838 – José Roberto Arruda e Márcio Machado – JFDF
Pet 6839 – Irregularidades na Arena Pernambuco – JFPE
Pet6840 – Jorge Afonso Argello – JFPR
Pet6841 – Luiz Inácio Lula da Silva e José Ferreira da Silva – JFPR
Pet 6842 – Luiz Inácio Lula da Silva e Luis Cláudio Lula da Silva – JFPR
Pet6844 – José Aníbal Peres de Pontes – JFSP
Pet 6845 – Acordo judicial relativo ao contrato da Rodovia Carvalho Pinto – DERSA-JFSP
Pet 6846 – Tribunal de Impostos e Taxas de São Paulo – JFSP
Pet 6847 – Antônio Carlos de Campos Machado – TRF da 3ª Região
Pet 6848 – Obras Aeroporto de Goiânia/GO – JFGO
Pet 6849 – Carlos Wilson Rocha de Queiroz Campos – JFRJ
Pet 6850 – Agnelo dos Santos Queiroz Filho – JFDF
Pet 6851 – Iris Rezende Machado – JFGO
Pet6852 – Roberto Carlos de Souza – JFSC
Pet 6853 – Sandoval Lôbo Cardoso – JFTO
Pet 6854 – Irregularidades nas obras da Refinaria Getúlio Vargas – REPAR – JFPR
Pet 6855 – Construção da sede administrativa da Petrobrás S/A em Vitória – ES – JFPR
Pet 6856 – Licitação referente à reforma da Arena Castelão – JFCE
Pet 6857 – José Eduardo Siqueira Campos e José Wílson Siqueira Campos – TRF da 1ª Região
Pet 6858 – Jean Jackson Kuhlmann – TRF da 4ª Região
Pet 6859 – Jairo Jorge da Silva – JFRS
Pet 6860 – Jonas Lopes de Carvalho e outros – STJ
Pet 6861 – Paulo Ferreira – JFRS
Pet 6862 – Robério Bandeira de Negreiros Filho – TRF da 1ª Região
Pet 6863 – Obras da Refinaria Abreu e Lima – RNEST-CONEST – JFPR
Pet 6864 – Irregularidades na obra Refinaria Henrique Lage (REVAP) – JFPR
Pet 6866 – Jorge Ricardo Bittar – JFRJ
Pet 6867 – Valmir Queiroz Mariano e Heleno Costa – JFPA

Painel Político : PF tem 30 dias para investigar Cassol e ex-deputados estaduais podem ter surpresas
Enviado por alexandre em 11/04/2017 23:05:52

Senador se diz “surpreso” com denúncias e acredita que delação foi “uma retaliação por ter sido contra a isenção de impostos dado aos consórcios que construíram as usinas de Jirau e Santo Antônio”

The house fell

Caiu e pelo jeito vai ser levada pelas corredeiras da falecida cachoeira do Santo Antônio. Nesta terça-feira, o articulista do jornal Estadão de São Paulo Fausto Macedo fez a terra tremer em Brasília e derrubou a casinha de nada menos que nove ministros do governo Temer, 29 senadores e 42 deputados federais, entre eles os presidentes da Câmara e do Senado, serão investigados na Lava Jato a partir das delações da Odebrecht na maior ofensiva contra políticos com foro privilegiado. E entre os 29 senadores está o identificado como “Dallas“na lista de propinas da Odebrecht.

Dallas

No caso é Ivo Cassol, que na época da construção das usinas do Madeira era governador de Rondônia. Ele era chamado por esse apelido, por usar um chapéu igual ao do personagem do ator Larry Hagman, J.R. na série Dallas. Cassol, segundo o delator Henrique Serrano do Prado Valadares, teria recebido R$ 2 milhões para favorecer os procedimentos administrativos no início das obras de Santo Antônio. E o ex-secretário de Planejamento do Estado, João Carlos Gonçalves Ribeiro (que não tem foro privilegiado), também conhecido como “Maçaranduba” na lista da propina, abocanhou R$ 1 milhão para “ajudar” nos procedimentos, segundo a denúncia.
J.R de Dallas inspirou apelido de Cassol na lista da Odebrecht

No despacho

O ministro Edson Fachin aponta que o delator apresentou documentos que corroboram seu depoimento e estabelece um prazo de 30 dias para que a Polícia Federal atenda às diligências determinadas. CLIQUE AQUI para ler o despacho. O senador Ivo Cassol, em nota, se defendeu e atribuiu as denúncias a “uma retaliação por ter sido contra a isenção de impostos dado aos consórcios que construíram as usinas de Jirau e Santo Antônio”.

COM A PALAVRA O SENADOR IVO CASSOL SOBRE A DELAÇÃO DA ODEBRECHT (EM NOTA)

O Senador Ivo Cassol, foi surpreendido com a inclusão de seu nome na lista divulgada pelo Jornal Estadão na data de hoje (11/04), com base na delação do executivo do Grupo Odebrecht.

Segundo o Senador, “Não só entendo que é o dever da justiça investigar e fiscalizar os políticos, como é meu dever também lembrar que fui o único parlamentar que denunciou formalmente a isenção fiscal para as usinas do Rio Madeira em 2.011.
O prejuízo ao estado foi estimado em 1 Bilhão de Reais, valores que poderiam ser investidos em melhor qualidade de vida para o povo de Rondônia.

A época dos fatos denunciei essa isenção de impostos à vários órgãos públicos, tais como: Ministério Público, Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas e Assembleia Legislativa do Estado de Rondônia e mesmo assim essa isenção foi concedida pelo atual governo do Estado de Rondônia em 2.011.

Portanto, julgo totalmente injusto e descabido a citação do meu nome.
Vejo isso como uma retaliação por ter sido contra a isenção de impostos dado aos consórcios que construíram as usinas de Jirau e Santo Antônio.”

Corre João

O ex-secretário de Planejamento de Cassol deve começar a colocar a vida em ordem porque ele não tem foro privilegiado e logo os “homens de preto” devem começar a bater em portas rondonienses. Vale lembrar que, conforme PAINEL POLÍTICO adiantou em novembro do ano passado, as delações atingem 18 deputados estaduais da legislatura que criou a tal “CPI das Usinas”, cujo relatório afundou nas corredeiras.

Outro

Que aparece na chamada “delação do fim do mundo” é o senador Valdir Raupp, apontado como “Alemão” no setor de operações estruturais ou “departamento da propina” da Odebrecht. Mas a inclusão de Raupp não era novidade, a de Cassol sim. Até então ele estava saindo ileso da Lava-Jato.

COM A PALAVRA O SENADOR VALDIR RAUPP SOBRE A DELAÇÃO DA ODEBRECHT (EM NOTA)

O senador Valdir Raupp afirma que recebeu com tranquilidade a sua citação na lista do Ministro Fachin publicada no dia de hoje, baseada em declarações de delatores que no desespero falam e ninguém pode impedir.Este será o momento que o senador terá para provar que as doações legais destinadas ao Partido foram declaradas e aprovadas pela Justiça Eleitoral.

Com isso

Enterra-se qualquer possibilidade de candidatura para Ivo Cassol em 2018. A probabilidade dele obter um registro já era praticamente nula. Ao ter o nome incluso na lista da propina da Odebrecht, a volta ao palácio se torna um sonho distante. Em seu grupo político já não havia concordância com a aventura sob liminar e com a Lava-Jato no currículo torna-se praticamente impossível.

Olho gordo na vaga

Já Confúcio Moura, atual governador de Rondônia, não esconde que é candidato ao Senado, “independente da situação de Raupp”, cogitando até uma mudança de legenda, já que Raupp também não esconde que “só abre mão da disputa se tiver impedido”, o que não deve acontecer. Mesmo “baleado” o “alemão” é um páreo duro. Resta saber para onde Confúcio migraria e nesse caso, como fica a situação de Maurão de Carvalho?

Pesado

E conforme relatamos em coluna anterior, o vice-governador Daniel Pereira (PSB) vem trabalhando pesado nos bastidores para ser candidato ao governo em 2018. Pereira, bem assessorado, conseguiu importantes vitórias principalmente no setor de segurança pública, ponto fraco das duas gestões Confúcio Moura. Uma das mais importantes foi a institucionalização do Serviço voluntário administrativo na PM e Corpo de Bombeiros. Ele não apenas brigou pelo projeto, como sancionou em março deste ano. Rápido, Daniel promete dar trabalho aos demais concorrentes e pode ser um importante apoio para Confúcio em sua briga pelo senado. De novo fica a pergunta, e Maurão?

Mobiliza, deputado

Maurão, para variar, continua igual o slogan da série Arquivo X, “eu acredito”. Devagar a irmã de Confúcio, Cira, vai cavando a sepultura política do deputado, que sonha em ser governador. Cira não esconde que não gosta de Maurão, mas continua dando corda. É só esperar pelo puxão.

Esperma pode ser estratégia de tratamento contra o câncer

A ideia de utilizar espermatozoides como uma ‘arma‘ contra o câncer tem ares de ficção científica? Pois saiba que isso já está acontecendo. Segundo informações do site especializado Science Alert, o tratamento de tumores, sem prejudicar células saudáveis, sempre foi um desafio e uma questão de ‘pensar fora da caixa’ para a ciência. Por isso, não é surpreendente que pesquisadores tenham decidido usar espermatozoides na luta contra doenças do sistema reprodutivo feminino, como tumores ginecológicas, endometriose e doenças inflamatórias pélvicas. Cientistas do Instituto de Nanociências Integrativas e da Universidade de Tecnologia de Chemnitz, ambos na Alemanha, decidiram envolver espermatozoides em uma espécie de “armadura” de ferro e, em seguida, orientá-los para um alvo com a ajuda de campos magnéticos. De acordo com os autores, essas células já são adequadas para navegar nesse ambiente. Além disso, suas membranas oferecem uma maneira perfeita de “embalar” drogas de forma a evitar problemas de percurso, como diluição, respostas imunes ou quebra de enzimas pelo corpo – como pode acontecer com outros possíveis mecanismos, como lipossomas (uma espécie de ‘bolha’) ou bactérias. Embora ainda haja muito trabalho a ser feito para determinar o quão eficaz este método de entrega pode realmente ser e a possibilidade de efeitos colaterais associados às armaduras descartadas, este é um primeiro passo em direção a um tratamento que poderia ajudar a salvar a vida de milhares de mulheres ao redor do mundo que são diagnosticadas com câncer ginecológico anualmente.

Painel Político : Painel Político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 05/04/2017 23:21:16

E ainda, Caerd sem cloro e mais uma ameaça para a longa coleção de PAINEL POLÍTICO

A caminho

O deputado estadual Jesuíno Boabaid não gostou nem um pouco de saber que está sendo acusado de injúria racial por uma policial militar. Na Assembléia, em tom ríspido, disse que vai processar PAINEL POLÍTICO por ter dado publicidade ao caso “civil e criminalmente”. Jesuíno declarou que “pode puxar pelo seu CPF para ver se tem alguma ação”. Calma deputado, as intimações estarão sendo entregues em breve e não se trata apenas de uma ação, várias outras estão sendo protocoladas baseadas em conversas tratadas em grupos de Whatsapp. PAINEL POLÍTICO apenas antecipou as ações.

Censura

Nervoso, Jesuíno chegou a defender que o Senado “tome providências” em relação “a esses sites”, sem especificar que “providências” seriam essas. Na verdade, em Brasília deputados e senadores estão loucos para dar um jeito de criar mecanismos de censura contra a imprensa. Tenho pena deste país cujas leis estão sendo produzidas por alguns “representantes” do povo semi-alfabetizados que não conseguem enxergar nada além do próprio umbigo. Mas, fazer o que, se essa é a essência da democracia. Cada povo tem o governo que merece, diria o filósofo francês Joseph-Marie Maistre (1753-1821).

Interessante

Que Jesuíno esquece que ele só é deputado graças a “esses sites” que lhe deram voz e foram solidários a ele desde quando iniciaram os movimentos em busca de melhores salários para a Polícia Militar, enquanto a grande mídia ignorava e batia nele dia e noite. Foram “esses sites ai” que sempre abriram as portas para suas demandas, dando credibilidade a ele enquanto a máquina governamental moía o que ele diz ser “a única coisa que o político tem, que é seu nome”.

Não vão me calar

Não é a primeira vez que sou ameaçado (e processado) por político ou autoridade que se sente ofendido. Já fui ameaçado de morte diversas vezes, assim como minha família. Já tive que andar com escolta policial, já fui ofendido publicamente e pelas costas falam todo tipo de merda. Tento cumprir meu papel de informar a população da forma mais isenta possível. Esse é meu trabalho, foi a profissão que escolhi para minha vida. Posso ter cometido excessos por algumas vezes, ou mesmo ter errado, mas todas as vezes tentei corrigir. Não sou leviano, tampouco dou ouvidos a fofocas envolvendo a vida pessoal das pessoas. Vou continuar sim, levando informações sobre desmandos ou injustiças cometidas por pseudo autoridades. Só quero lembrar que conheço dezenas de “ex’ que um dia foram poderosos e hoje amargam o ostracismo e alguns até a cadeia.

Portanto

Essas valentias não me intimidam. Pode processar, temos advogados e principalmente, temos a certeza que aqui a gente acerta muito mais do que erra e que a justiça de Rondônia sempre foi justa em relação às ações movidas contra PAINEL POLÍTICO. Perdemos e ganhamos, como qualquer outra empresa de comunicação. As contas da minha empresa são pagas por mim, não tenho laranjas, nunca me envolvi com polícia a não ser para denunciar desmandos. Mas uma coisa é bem certa, goste ou não de PAINEL POLÍTICO aqui é ainda o local onde a gente dá voz a quem precisa. Na próxima coluna mostro os motivos do processo contra o deputado e esposa.

Jesuíno deveria se preocupar com isso

Conforme PAINEL POLÍTICO vinha antecipando desde 2013, Porto Velho perdeu os recursos de saneamento que haviam sido destinados ainda no PAC 1, do governo Lula. O valor inicial era de pouco mais de R$ 1 bilhão, caiu para R$ 750 milhões e por último restavam pouco mais de R$ 460 milhões. Caerd e Governo de Rondônia (Cassol e Confúcio) fizeram tanta lambança no processo que o prazo expirou. O prefeito de Porto Velho Hildon Chaves recebeu a confirmação da perda de recursos pelo próprio ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas da União.

Acabou o cloro

Falando em Caerd, uma circular da empresa comunica as superintendências e aos químicos que acabou o cloro desde o dia 9 de março deste ano, e que o pedido, feito à empresa Hidromar Produtos e Comércio de Produtos Químicos só será entregue no próximo dia 8. Como “medida” a circular determinou que “se não houver nenhuma medida alternativa, as operações devem ser suspensas”. Ou seja, se faltou água na sua casa é porque a Caerd estava sem cloro e se teve foi porque arrumaram “uma alternativa”. Vai saber qual…

Procuradoria

O Procurador geral de Porto Velho, José Luiz Stoler informou à coluna nesta quarta-feira que de fato existe uma lei que autoriza o pagamento de sucubência, mas que ela foi aprovada pela Câmara em novembro do ano passado, ainda na gestão Nazif. Ele informou ainda que, apesar dos altos valores estabelecidos, existe uma determinação do Ministério Público para que os procuradores não recebam acima do teto do funcionalismo público, “nós cumprimos essa determinação com rigor, sob pena de prisão no caso de desobediência”, declarou Stoler.

‘Erros’ aleatórios no DNA causam maioria das mutações do câncer

“Erros” imprevisíveis durante o processo de cópia do DNA são responsáveis por dois terços das mutações que podem levar ao desenvolvimento de câncer, revela um estudo divulgado nesta quinta-feira na revista Science. Coordenada por cientistas da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, a pesquisa analisou dados de 4,8 bilhões de pessoas – mais da metade da população mundial – de 69 países diferentes, utilizando uma nova fórmula matemática para avaliar a proporção das mutações que provocavam o crescimento anormal das células. A descoberta pode ajudar a compreender por que pessoas que seguem um estilo de vida saudável e não possuem histórico de câncer na família desenvolvem a doença mesmo assim. Segundo os pesquisadores, para os 32 tipos de câncer analisados, os resultados mostram que essas falhas acontecem aleatoriamente durante o processo de duplicação das células. As outras mutações são frutos de fatores externos, como ambiente ou estilo de vida, que são responsáveis por 29% das mutações, ou fatores hereditários, que estão presentes em 5% dos casos. De acordo com os estudiosos, esses erros, que ocorrem naturalmente durante a divisão celular, são imprevisíveis, independem da conduta da pessoa e, portanto, não podem ser evitados – segundo os novos cálculos, cada vez que uma célula se divide, três erros são cometidos aleatoriamente na duplicação do DNA. Geralmente, eles não são prejudiciais – porém, se ocorrerem duas ou mais mutações críticas, o câncer pode aparecer.

Painel Político : Painel Político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 04/04/2017 18:06:57

Jesuíno Boabaid e Ada Dantas são acusados de chamar policial militar de “macaca”

Não marque na mesma postagem

O deputado estadual Ezequiel Neiva e o ex-deputado Neodi Carlos. A disputa entre os dois na região de Machadinho é acirrada e a coisa anda tão complicada que Neodi “fechou” sua rádio para o deputado, “lá na rádio dele só falo em horário eleitoral’ se queixa Neiva. Neodi anda trabalhando para tentar ser vice do senador Acir Gurgacz (PDT) que pretende disputar o governo em 2018. Mas o senador busca alguém da capital para o cargo.

Tomando de conta

A irmã do governador Confúcio Moura, Cira que ocupa o cargo de secretária direta do chefe do Executivo, vem crescendo igual “impingem em costa de gato”. Ela vem se intrometendo nas mais diversas áreas do governo e causando confusão com outros secretários, desrespeita servidores e para variar dá um chilique de vez em quando. Dia desses ela andou falando, para quem quisesse ouvir, que o deputado estadual Hermínio Coelho é uma das piores coisas que existem no parlamento estadual.

O deputado

Por sua vez, nunca deixou de tecer fortes críticas em relação à atuação das irmãs de Confúcio. O problema é que além de Hermínio, que já é desafeto antigo, ela andou reclamando também de Maurão de Carvalho e Jesuíno Boabaid, ambos “chegados” do Palácio. Maurão é pretenso candidato ao governo pelo PMDB e aliado de primeira hora do governador. Se a “primeira irmã” anda reclamando dele, é sinal que as coisas devem ter azedado em algum lugar…

Falando em Jesuíno

Corre contra o deputado e sua esposa, a vereadora Ada Dantas, uma ação por injúria racial movida por uma policial militar que teria sido chamada de “macaca” e “Chica da Silva” em grupos de Whatsapp no qual ela teve acesso. Já foi marcada a primeira audiência do caso e a policial afirmou que “já vem tendo problemas com esse pessoal faz tempo”. Voltaremos com detalhes sobre o caso.

Interessante

Que Jesuíno é PM e sua esposa presidente da associação que “defende familiares de PMs”. Imagine se não fossem ligados à categoria…

Caso Chico Pernambuco

A Polícia Civil prendeu um suspeito de matar o prefeito de Candeias do Jamari, Chico Pernambuco no dia 19 de março deste ano. Junto com o homem, foi apreendida uma arma que pode ter sido usada no crime. O caso está sendo investigado sob sigilo mas a polícia acredita que nos próximos dias deve conseguir concluir. Pernambuco foi morto com cinco tiros quando chegava em sua casa. De acordo com testemunhas, quatro homens em duas motos teriam participado do crime.

Deixa eu cuidar de você

O prefeito de Porto Velho Hildon Chaves assinou mês passado autorização para pagamento de sucumbência aos procuradores do município. Com isso, eles passarem de R$ 22 mil que seria o salário para a casa dos 50 a 80 mil.

Por que algumas pessoas são ‘resistentes’ aos exercícios?

Algumas pessoas são “resistentes” a exercícios. Isso significa que se elas praticarem exercícios com a mesma intensidade e frequência que outras, elas não terão tantos resultados. Mas, por que isso acontece? De acordo com um estudo publicado recentemente na revista científica Nature Medicine, a culpa dessa resistência à prática de atividade física pode estar relacionada a uma proteína secretada pelo fígado, a selenoproteína P. Segundo a descoberta, essa substância pode reduzir a capacidade dos próprios exercícios de fornecer benefícios à saúde. De acordo com as diretrizes sobre atividades físicas do governo americano, os adultos devem praticar cerca de 150 minutos de exercícios aeróbicos de intensidade moderada ou 75 minutos com maior intensidade, por semana. Entretanto, os resultados, em termos de resistência e metabolismo, podem ser bastante diferentes de pessoa para pessoa. A pesquisa poderia lançar luz sobre as doenças que podem surgir ou se agravar com um estilo de vida sedentário, como obesidade e diabetes tipo 2. Os cientistas acreditam que os achados podem indicar avanços em relação a medicamentos que reduzam a produção de selenoproteína P e melhorem a resistência física. No entanto, estudos adicionais são necessários para obter mais detalhes sobre como a proteína poderia afetar o treino.

Painel Político : Painel Político por Alan Alex
Enviado por alexandre em 29/03/2017 19:44:19

E ainda, Cassol bota o time em campo e dá largada às eleições do ano que vem. IDERO racha após visita à OAB

Semana passada

Nós falamos aqui na coluna sobre uma reunião ocorrida em Pimenta Bueno para tratar da retomada, por parte do governo, do serviço de águas no município. A reunião aconteceu na Câmara, à portas fechadas e até os celulares foram tomados para evitar gravações ou vazamentos do teor da conversa. Porém, um dos participantes confidenciou à Painel Político que o chefe da Casa Civil, Emerson Castro, garantiu que vai obter uma liminar no Tribunal de Justiça de Rondônia para retomar o contrato. O Estado já entrou com várias ações e em uma delas, no caso Rolim de Moura, perdeu até no STJ.

Liminar

O Estado quer vender a Caerd. Isso é fato. O problema é que os compradores querem contratos, para que a empresa seja rentável. A Caerd está com problemas em Porto Velho, a maior praça do Estado porque o prefeito Hildon Chaves quer licitar a concessão do serviço. O governo pediu até o fim desse ano para sanear a companhia, alegando que a empresa tem condições de executar os serviços que o município precisa. Não vai conseguir. O que o governo quer de verdade é uma liminar que dê tempo para vender a Caerd com os contratos para “anabolizar” o valor venal. Depois, o comprador que se vire na justiça.

Não marque na mesma publicação

Os senadores rondonienses Ivo Cassol e Acir Gurgacz, que estão em pé de guerra. Gurgacz, que não costuma bater boca, colocou seu advogado e suplente, Gilberto Piselo para responder a denúncia de Cassol, que a Eucatur, empresa da família Gurgacz, estaria devendo mais de R$ 1 bilhão em impostos. O assunto não é novidade para quem lê PAINEL POLÍTICO, que em maio do ano passado mostrou o débito e ainda, que até a casa de Gurgacz em Ji-Paraná estava sendo penhorada pela Justiça para quitar parte desses débitos.

Na verdade

Cassol deu início à sua campanha ao governo. Ele já decidiu que vai concorrer mesmo sob liminar (para isso tem que conseguir uma primeiro) e começou a colocar seu time em campo. Por todo o Estado, emissários do senador começam a montar equipe para a campanha, já contratou até locutor. O publicitário Jari Luiz, responsável pela conta do governo quando Ivo comandava Rondônia, começou a organizar reuniões em diversas cidades. O italiano acha que dá, quem entende diz que ele está perdendo tempo.

Cassol

Governou Rondônia por dois mandatos e sua primeira gestão foi marcada por confrontos com a Assembleia Legislativa. Partiu dele a iniciativa de gravar deputados que pediam propina em troca de “governabilidade”. O esquema foi desmontado através da Operação Dominó, da Polícia Federal. Sofre forte rejeição junto às categorias de servidores públicos e no Judiciário. Além disso, foi condenado no STF por direcionar licitações quando era prefeito em Rolim de Moura e responde a pelo menos mais 5 processos na justiça federal, alguns já com condenações.

Racha

O Instituto de Direito Eleitoral de Rondônia (Idero) está rachado. Criado pelos advogados Juacy Loura e Manoel Veríssimo, atualmente é presidido pela advogada Érika Gerhardt e pelo advogado Luiz Felipe, que na semana passada resolveram fazer uma visita institucional ao presidente da OAB de Rondônia, Andrey Cavalcante. Estaria tudo bem se não fosse por um mero detalhe, os fundadores do Idero foram oposição à Andrey na eleição da OAB, Juacy foi candidato à presidência.

A visita

Na verdade tem o objetivo de angariar apoio à participação de Manoel Veríssimo na lista para juiz eleitoral. O Idero, sozinho não tem força para emplacar Manoel, mas com a ajuda da OAB, que é uma instituição forte, fica mais fácil. O resultado da visita, meramente institucional e cordial, foi uma longa discussão no grupo de Whatsapp IDERO Oficial, conforme relatado por um advogado com estreitas relações com uma casa legislativa.

Homens que veem pornografia são menos felizes no casamento

O homem que consome conteúdo erótico regularmente tende a ser mais insatisfeito em seus relacionamentos — casamentos e namoros. É o que comprova estudo da Universidade de Indiana e da Universidade do Havaí, nos Estados Unidos, publicado no jornal Human Communication Research. Para as mulheres, no entanto, os resultados foram diferentes. Não foram identificadas relações entre o hábito de assistir à pornografia e a felicidade (ou infelicidade) no relacionamento das participantes. Uma das explicações levantadas foi a de que os homens tendem a assistir a pornô sozinhos — e isso seria prejudicial. Já as mulheres, acompanhadas de seus parceiros… Outra possível justificativa pode ser o fato de a pornografia exceder para o homem as expectativas em relação a prática sexual, levando à decepção em situações da ‘vida real’. No início deste mês, o site PornHub revelou que as mulheres utilizam o mobile para acessar conteúdo erótico com muito mais frequência que os homens. O serviço mostrou que 71% dos usuários do sexo feminino visitam o portal usando smartphones, 16% a mais do que os homens. Ainda em seu relatório anual, o portal descobriu que 26% dos visitantes são mulheres.

« 1 2 (3) 4 5 6 ... 172 »