Painel Político - Painel Político Alan Alex - Notícias
« 1 2 (3) 4 5 6 ... 179 »
Painel Político : Painel Político Alan Alex
Enviado por alexandre em 22/11/2018 20:24:27

Fujam para as montanhas

Confúcio Moura declarou em seu perfil no Twitter nesta quinta-feira que dedicará seu mandato no Senado para as áreas de “educação, ciência e tecnologia, desenvolvimento regional” e que serão “oito anos de devoção”. Há que se fazer duas observações sobre essas bandeiras que serão abraçadas pelo ex-governador, a primeira e mais óbvia é que ele foi péssimo para a educação de Rondônia. Foi tão ruim que largou o governo no meio de uma das maiores e mais longas greves da educação, deixando a berinjela para Daniel Pereira descascar. A segunda é que sua primeira suplente é proprietária do maior grupo educacional do Estado e vai precisar de toda ajuda possível.
Até porque

O grupo concorrente já tem uma deputada federal e um vereador em Porto Velho para defender os interesses tanto em Brasília quanto no Estado. A primeira suplente de Confúcio Moura, para quem não prestou atenção durante a campanha, é a empresária Maria Eliza de Aguiar e Silva, proprietária da Faculdade São Lucas. Ela já foi sócia de Aparício Carvalho, seu concorrente, que é pai da deputada federal Mariana Carvalho, na FIMCA. Para quem desconhece ou estranha, as letras abreviam Faculdades Integradas Maria Coelho Aguiar (agora Faculdades Integradas Aparício Carvalho). Portanto, ambos grupos estão devidamente representados no Congresso Nacional. Pagar lobista é para os fracos.
Já em relação a Confúcio

É melhor ignorar. Ele não sendo preso no mandato, para nos envergonhar perante o Brasil, já está de bom tamanho. O problema é que essa possibilidade existe, e pelo visto, não demora muito para acontecer. Quem sabe ainda no primeiro ano do mandato.


O conselheiro

Marcos Rocha se fechou em copas em relação a seu secretariado, o que chega a ser até uma deslealdade com seus eleitores. A divulgação dos nomes dos futuros responsáveis pelas pastas administrativas do Estado é o primeiro filtro social que existe na democracia, afinal permite a imprensa e a sociedade avaliar se essas indicações são de fato, aceitáveis. Por conta disso, sobram especulações e uma delas diz respeito ao publicitário Júnior Gonçalves, que vem buscando um lugar ao sol no futuro governo. O problema é que o rapaz, ao menos no setor privado, não consegue manter seus empreendimentos. Além disso, é bom lembrar que ele foi o “marqueteiro” de Mauro Nazif, e deu no que deu, Mauro sequer foi para o segundo turno quando disputou a reeleição.
Relação com a imprensa

Marcos Rocha vai precisar de alguém na comunicação que tenha uma boa relação com a imprensa local, e que saiba o que está fazendo quando assumir o cargo. Circula o nome de Júnior Gonçalves para tal função, o que seria péssimo para as relações do futuro governo com a mídia de uma forma geral. Marcos Rocha deveria seguir a cartilha do que já deu certo, e procurar no mercado alguém que o mercado queira.
Não quer nem saber

Jair Bolsonaro já mandou o recado, não vai tratar de Beron nem de transposição de servidores para folha de pagamentos da União. Foi isso que Marcos Rocha ouviu quando esteve em Brasília e foi isso que ele não contou ainda para seus eleitores. Daniel Pereira, atual governador de Rondônia, que dirigiu por anos o sindicato dos servidores federais, vem tentando vencer os obstáculos apresentados pela União, mas dificilmente conseguirá resolver. E para piorar ainda mais o quadro, nesta quinta-feira, 22, o governo federal anunciou um corte de R$ 2,3 bilhões no Orçamento para conseguir cumprir a meta fiscal de 2018. E a turma que aguarda a transposição de servidores até 1991, pode se preparar para ficar na folha do Estado mesmo, a União não quer nem ouvir falar nesse assunto. Eles só consideram até 1987.
E a coisa está tão séria

Que nesta quinta-feira o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, disse que, para além da reforma da Previdência, outras medidas serão necessárias para complementar o ajuste fiscal e assegurar o fim da trajetória crescente da dívida pública brasileira, entre elas, o fim da atual política de valorização do salário mínimo (SM). “Eventualmente será necessário rever a política do salário mínimo. Se ele continuar crescendo, a gente tem que ver como financiar isso”, disse Mansueto, que participa do Macro Day BTG Pactual sobre Perspectivas e Cenário Macroeconômico 2019, em São Paulo. Ele contou isso ao Estadão (Leia a íntegra AQUI).
R$ 100 milhões

É quanto poderá custar para a Havan ter assediado seus funcionários em ações pró-Bolsonaro durante a campanha eleitoral. Não é novidade nenhuma que o presidente do grupo, Luciano Hang entrou de cabeça na campanha e promoveu todos os tipos de barbáries e assédios a seus funcionários. O Ministério Público do Trabalho de Santa Catarina quer multa de R$ 25 milhões o pagamento de R$ 5 mil a cada funcionário da Havan a título de indenização. E não, não é coisa de “promotor comunista”. O fato de gerar empregos não dá o direito a ninguém de praticar os atos bisonhos que foram feitos por Hang.
Além do mais

A Havan não faz favor a ninguém. Para abrir uma loja o grupo impõe uma série de condições aos municípios, como redução ou até mesmo isenção de impostos por longos períodos, além de uma série de outros incentivos, que fazem os concedidos pela Lei Rouanet parecerem esmola. O difícil vai ser o MPT e a justiça conseguirem fazer Hang pagar alguma coisa. O empresário já foi condenado por sonegação.
Manual de boas maneiras

Um casal deu uma aula de como não se comportar no aeroporto diante de problemas envolvendo companhias aéreas. Veja o show de horror.
Medicamentos previnem riscos cardiovasculares enquanto tratam diabete

Doenças cardiovasculares são a principal causa de morte entre diabéticos, segundo pesquisas e especialistas. Para evitar algum evento cardíaco, como enfarte ou acidente vascular cerebral (AVC), e otimizar o tratamento, algumas medicações que controlam a diabete também reduzem riscos macrovasculares. Um estudo recente chamado REWIND analisou os efeitos do composto dulaglutida, medicamento injetável que trata diabete tipo 2. Disponível no Brasil desde 2016, o remédio tem efeito comprovado para controle glicêmico, mas só agora foi atestado que ele reduz riscos cardiovasculares em adultos. Outros estudos ainda são necessários para identificar por que a dulaglutida reduz o risco de doenças cardiovasculares. Outro composto que trata diabete e apresentou resultados positivos contra doenças cardíacas foi a dapagliflozina. Um estudo que analisou 17.160 pacientes com diabete tipo 2, sendo 10.186 com doença cardiovascular, mostrou uma menor taxa de morte por motivos do coração e de hospitalizações por insuficiência cardíaca.


Curtir isso:

Painel Político : Painel Político
Enviado por alexandre em 21/11/2018 21:31:44

Não é “mera circunstância”

O DEMOCRATAS já garantiu três ministérios no governo de Jair Bolsonaro, e deverá ocupar ainda mais, no decorrer de 2019. É que além do cargo de ministro, a legenda normalmente leva o “pacote completo”, então o partido também deverá indicar ocupantes para cargos de segundo e terceiro escalão tanto em Brasília quanto nos estados. Com isso, Marcos Rogério, que assume uma vaga no Senado em 2019, já prepara uma lista com alguns nomes para “desaparelhar” os “petistas” que ocupam cargos nos ministérios que serão ocupados pelo DEM. A legenda terá Onix Lorenzony na Casa Civil, Henrique Mandetta na Saúde e Agricultura, com Tereza Cristina.
Pedágio

A Polícia Federal prendeu 10 pessoas em Ji-Paraná, entre políticos, empresários e servidores públicos na operação Pedágio, que investiga pagamentos de propina para favorecimento em processos licitatórios na cidade. O esquema é velho conhecido dos empresários que vendem para governos e prefeituras, alguns pagamentos só são feitos mediante um “faz-me rir”. Entre os presos, o ex-presidente da Câmara Nilton Cezar Rios e Jair Marinho.
Organograma da suposta organização criminosa
De acordo com a PF

Os acusados vão responder pelos crimes de corrupção passiva, concussão, peculato, lavagem de dinheiro, fraude a procedimentos licitatórios, falsidade ideológica e organização criminosa. Foram apreendidos 16 veículos, R$ 10 mil em espécie e uma porção de maconha (cujo dono não teve nome revelado).
De surpresa

O ex-prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires que não está envolvido na operação, tomou conhecimento pela imprensa. Ele está em Porto Velho e se disse surpreso com a operação Pedágio. Para Jesualdo, é preciso que se aguarde o desfecho do inquérito e a denúncia do Ministério Público, “não podemos fazer julgamentos precipitados”, declarou à coluna o ex-prefeito que deixou o cargo no início do ano para disputar uma vaga ao Senado.
Preste muita atenção ao texto abaixo

“A automatização dos processos de seleção está crescendo entre 10 e 15% ao ano. Nos Estados Unidos, já são usados com 60% dos trabalhadores em potencial, e 72% dos currículos não chegam a ser analisados por pessoas. Os algoritmos costumam castigar os pobres, enquanto os ricos recebem um trato mais pessoal. Por exemplo, um escritório de advocacia renomado ou um colégio privado de elite se basearão mais em recomendações e entrevistas pessoais durante os processos de seleção do que uma rede de fast food. Os privilegiados são analisados por pessoas, e as massas, por máquinas. Se você quiser trabalhar num call center ou como caixa, tem que passar por um teste de personalidade. Para um cargo no Goldman Sachs há uma entrevista. Sua humanidade é levada em conta para um bom trabalho. Para um emprego de salário baixo, você é simplesmente analisado e categorizado. Uma máquina lhe etiqueta”.
Ele foi extraído

De uma entrevista com a doutora em matemática pela Universidade de Harvard (EUA) Cathy O’Neil, que foi analista de riscos do sistema financeiro americano. Ela faz um alerta para esse importante dado que eu destaco – “Os privilegiados são analisados por pessoas, e as massas, por máquinas”- e são esses algoritmos, opacos, obscuros, que ninguém sabe direito como funciona, que ditam seu futuro, seja através daquele empréstimo, aumento do limite de seu cartão ou até mesmo a sua permanência no emprego. Se aguçou sua curiosidade, a íntegra da entrevista você confere clicando AQUI.
Na mira da PGR

A Procuradoria Geral da República quer que o Supremo Tribunal Federal proíba o deputado federal Nilton Capixaba (PTB) que cumpre pena por envolvimento na máfia dos Sanguessugas, de frequentar o Congresso. O mandato de Capixaba encerra em janeiro de 2019. Na última terça-feira, 20, Raquel Dodge encaminhou pedido ao STF, que deve se manifestar nos próximos dias. Se for concedido o pedido da PGR, pode ser que outros parlamentares na mesma condição sejam afetados.
Pisando na bola

De acordo com o senador Ivo Cassol, o DNIT “pisou na bola” no caso da ponte do Riozinho (Cacoal/Pimenta Bueno) que está interditada desde o último dia 14. E o senador tem razão, e caso similar vai ocorrer na ponte do rio Candeias, próximo à Porto Velho, que há quase uma década tem uma placa avisando “ponte sob observação”. Acho que estão observando quando ela vai cair…
Apendicite: como reconhecer os sintomas?

Uma dor forte no abdômen que surge do nada. Como reconhecer rapidamente os sintomas da apendicite? Os exames clínico e físico são os mais importantes para o diagnóstico. O profissional avalia o estado geral da pessoa, tipo de dor, se tem febre, diarreia. O exame físico (a palpação) indica as chances de apendicite. Se quando aperta a região dói, e quando solta dói mais ainda, as chances são bem grandes. Outros exames que ajudam são os de imagem, como ultrassom e tomografia. Apendicite pode acontecer em qualquer idade, mas é mais comum no adulto jovem e nos homens. Mas, o que é o apendicite? É uma bolsinha que sai do intestino grosso, que produz algumas células de defesa, semelhante às do baço, gânglios e tecido linfoide do intestino. Nas crianças, a produção dessas células é maior que no adulto. Essa é a principal causa de apendicite nas crianças. No adulto, a produção de células de defesa é insignificante. Normalmente, a causa de apendicite nessa fase tem relação com entupimento por um pedacinho de cocô. A inflamação pode evoluir rápido, entre 12 e 24 horas. 1ª fase – começa com inchaço / 2ª fase – ulceração e pus / 3ª fase – pode perfurar – Na primeira fase, a dor é mais próxima do umbigo. Depois ela se move para baixo e para o lado direito. Ela fica o tempo todo e piora quando a pessoa se mexe. Entre os sintomas associados estão: mal estar, febre, náusea, vômito, diarreia, intestino preso e perda de apetite. O tratamento é cirúrgico. Em alguns casos, a cirurgia pode ser postergada com antibióticos. Entretanto, ela sempre é a mais recomendada. Uma pessoa com apendicite em estágio inicial, que não pode passar por cirurgia no momento, pode controlar a crise com antibiótico, mas dificilmente evita uma futura cirurgia.

Painel Político : Marcos Rogério na fila para assumir um ministério no governo Bolsonaro
Enviado por alexandre em 20/11/2018 23:24:54

Feridas abertas

O Brasil não cura suas feridas porque prefere a negação. É esse comportamento que vem criando gerações de pessoas totalmente alheias a questões sociais que afetam milhares diariamente. Um desses problemas é o racismo. E a negação disso nos faz acreditar que “é apenas uma brincadeira” ou que é “vitimismo”, quando ocorrem episódios de racismo. Vamos entender uma coisa, os negros não vieram para as américas espontaneamente. E fomos nós, as ditas “sociedades civilizadas” que fomentamos as lutas tribais para colocar negros caçando outros negros e os vendendo aos colonizadores. Gente ruim e oportunista existe em todos os lugares, independente de raça ou credo.
É fator comum

Em qualquer discussão, o interlocutor dito “branco” passe a proferir adjetivos de cunho racista. Se o outro interlocutor também for branco, ofensas ficam no campo dos palavrões comuns apenas. Além disso, não raro é presenciarmos caras tortas ou sussurros entre os ditos “brancos” quando negros entram em recintos. Não é vitimismo, é realismo, que machuca, que discrimina e que parece, não acaba nunca. Mesmo quando tratamos de cotas, que muitos afirmam ser “frescura”, ou “desnecessário porque fere a igualdade”. Na sociedade todos são diferentes e discordar disso é querer ignorar o óbvio. Desde que o primeiro humano vestiu um adereço para se diferenciar dos demais que temos essas diferenças.
Ainda testemunhamos

Falas preconceituosas contra empregadas, negros, pobres, judeus, cristãos, etc diariamente no Brasil, um país miscigenado que nega as próprias origens. A escravidão foi abolida em 13 de maio de 1888, mas o preconceito se mantém até hoje. Pior, ele existe mas preferia que fosse ignorado, que “os negros parassem de mimimi”, como dizem alguns. Realmente, temos muito que evoluir como sociedade.
Menos médicos

A prefeitura de Machadinho do Oeste tratou de tirar a responsabilidade do município da reta e emitiu comunicado nesta terça-feira alegando que a falta de médicos é “culpa de Cuba”, mas que até o dia 3 de dezembro o problema estará resolvido. Otimismo é tudo.
No Sebrae

O governador Daniel Pereira (PSB) foi eleito nesta terça-feira diretor-superintendente do SEBRAE de Rondônia. Ele assume dia 15 de janeiro.
No Ministério Público

Marcos Rocha, governador eleito, esteve nesta terça-feira na sede do Ministério Público Estadual fazendo uma visita ao Procurador Geral. Na pauta, amenidades e desejos de felicitações e boa sorte. Rocha vai precisar.
Sem saídão

O senador acir Gurgacz não conseguiu o benefício do “saidão” no último feriado, e pode ser que não seja beneficiado também com o “saidão” de natal. A esperança que lhe resta é um indulto por parte do presidente Michel Temer, que terá uma longa lista de pedidos para indultos neste fim de ano. Gurgacz não pode ser beneficiado com o “saidão” em virtude do pouco tempo que está preso. Só tem acesso os presos que cumpriram ⅙ de suas penas.
Bate papo

Nesta terça-feira fui entrevistado pelo jornalista Fábio Camilo, na Cultura FM, de Porto Velho e o programa foi transmitido também pelo Facebook. Falamos sobre crise, novos governos, Mais Médicos, Porto Velho, verbas de publicidade, mídia e Estado de Rondônia. Se estiver com paciência, confira abaixo o bate papo.
Marcos Rogério em alta

O DEM, de Marcos Rogério, vem ocupando importantes espaços no governo de Jair Bolsonaro que começa em janeiro. E a possibilidade do deputado, que assume uma cadeira no Senado, ocupar um ministério não está descartada. No primeiro momento, o DEM dará suporte ao governo no Congresso.
O perigo escondido no iogurte que você consome

Iogurtes são considerados por muita gente um alimento saudável, mas um estudo feito no Reino Unido mostrou que muitos destes produtos podem não ser tão bons assim para a saúde quanto se pensa. Uma equipe liderada por pesquisadores da Universidade de Leeds, no Reino Unido, analisou a tabela nutricional de mais de 900 produtos e concluiu que muitos são feitos com uma grande quantidade de açúcar. Isso inclui até mesmo aqueles classificados como orgânicos. Em alguns casos, os iogurtes superam até mesmo refrigerantes na quantidade de açúcar usada na fabricação. Somente os iogurtes naturais e do estilo grego foram considerados produtos com baixo teor desse ingrediente. “Quando ele é natural, é de fato saudável, mas, depois que recebe corante, açúcar e outros aditivos, vira um produto ultraprocessado. O pai ou a mãe acha que está fazendo algo legal ao dar iogurte para o filho, mas não está. E isso é preocupante também para adultos, porque 54% da população está acima do peso e quase 20% está obesa.” No entanto, os consumidores brasileiros dificilmente têm como saber a quantidade de açúcar dos iogurtes vendidos no país. Os fabricantes não são obrigados a informar seu teor nas tabelas nutricionais dos produtos disponíveis por aqui – e apenas uma pequena parcela deles o faz voluntariamente.

Painel Político : Novo governador pressiona para eleger Mesa Diretora da Assembleia
Enviado por alexandre em 09/11/2018 21:28:22

O que está acontecendo?

Apenas nesta semana PAINEL POLÍTICO recebeu denúncias de irregularidades contra servidores de dois órgãos do governo, da SEJUS e SESDEC. Durante o segundo turno da eleição também revelamos um pedido de propina, cujo dinheiro, supostamente seria usado na campanha de Marcos Rocha. O problema é que todas essas denúncias já foram protocoladas em órgãos de controle como Ministério Público e Tribunal de Contas, e até foram feitas oitivas de testemunhas, mas nenhuma providência foi tomada até hoje.
Os casos

São graves, envolvem servidores que estariam cometendo infrações e crimes, mas eles não são punidos e suas permanências nos locais de trabalho, afrontam os demais servidores que batem ponto diariamente. Um dos casos, é de um casal da SESDEC. A mulher, servidora comissionada, nomeada em janeiro, viajou por 15 dias agora em outubro acompanhada do namorado, para Buenos Aires. O problema é que ela não tinha um ano de trabalho e pior, sua folha de ponto está toda assinada no mês em questão. Outro episódio envolve uma agente penitenciária, que é advogada e exerce a profissão, mesmo sendo vetada pela OAB, pois, em tese, ela tem facilidade na captação de clientes.
Os episódios acima

São de conhecimento de todos os servidores desses órgãos, que se sentem perseguidos e desmerecidos, pois muitos tentam licenças ou justificar faltas e não conseguem, mas para alguns poucos privilegiados, isso é muito fácil. Todos os esses casos já foram denunciados, anexados documentos, nomeações, folhas de ponto e até agora nenhuma providência foi adotada.
Enquanto isso

O novo governo que assume em janeiro começa a pressionar deputados, oferecendo cargos e facilidades, em troca de votos para composição da nova Mesa Diretora. E já até arrumou um interlocutor, que se declara “líder do governo na Assembleia”, o deputado recém-eleito Eyder Brasil, que pelo jeito vai arrumar mais problemas que soluções ao governador Marcos Rocha.
Explicando

O advogado Lauro Fernandes da Silva, que integra a equipe de transição de Marcos Rocha, afirmou em nota encaminhada à PAINEL POLÍTICO (íntegra no final da coluna) afirmou que a informação sobre “ter matado um homem” é, segundo ele, “um tanto tendenciosa e em descompasso com a verdade que imperou no tribunal do júri, pois o cidadão infrator estava armado, havia iniciado um roubo e com a abordagem da guarnição atirou contra o Estado”. À época dos fatos, Lauro era sargento da PM. Ele conclui sua nota afirmando que “Os tempos são outros e muitas práticas costumeiras e imorais tiveram respostas nas urnas que refletirão nas condutas de pessoas que insistem em tirar vantagens mesmo quando cometem crimes”. Ele e o Estado foram condenados ao pagamento de uma indenização no valor de R$ 30 mil à família do morto, que, segundo o Ministério Público, “estava desarmado”.
Tiro no pé

Essa interferência do novo governo nos assuntos do legislativo tem tudo para acabar mal. Em 2010, Confúcio Moura resolveu investir na candidatura de Jesualdo Pires, então deputado estadual reeleito, para presidente da Casa. Não funcionou. Jesualdo amargou a derrota e Confúcio, para variar, fez de conta que não tinha nada a ver com movimentação do deputado. Rocha, ao que tudo indica, segue no mesmo sentido.
Em Rolim de Moura

Jair Benneti e Edson Burgarelli entregaram renúncia e não pretendem disputar o cargo de prefeito e vice na eleição suplementar que acontece na cidade.
Resumo da semana

Acompanhe meus comentários e de Muryllo Ferri no Resumo da Semana. Na pauta, transição, teto do funcionalismo e SEDAM.


Pesquisadores transplantam células-tronco para cérebro para tratar Parkinson

Pesquisadores japoneses disseram nesta sexta-feira (9) que transplantaram células-tronco para o cérebro de um paciente, em um ensaio inovador que busca curar o mal de Parkinson. A equipe de pesquisadores da Universidade de Kyoto injetou células-tronco pluripotentes induzidas (iPS) – que têm o potencial de se desenvolver em qualquer célula do corpo – no cérebro de um paciente homem de cerca de 50 anos, informou a universidade em um comunicado à imprensa. O homem ficou estável depois da operação, que foi realizada no mês passado, e agora será monitorado por dois anos, acrescentou a universidade. Os pesquisadores injetaram 2,4 milhões de células iPS no lado esquerdo do cérebro do paciente, em uma operação que durou cerca de três horas. Se nenhum problema for observado nos próximos seis meses, eles irão implantar mais 2,4 milhões de células no lado direito. As células iPS de doadores saudáveis foram desenvolvidas em precursores de células cerebrais produtoras de dopamina, que não estão mais presentes em pessoas com mal de Parkinson. A operação aconteceu depois que a universidade anunciou em julho que realizaria o estudo com sete participantes de entre 50 e 69 anos. Este é o primeiro estudo envolvendo o implante de células-tronco no cérebro para curar o mal de Parkinson.
COM A PALAVRA LAURO FERNANDES

Em resposta ao veiculado em matéria jornalística, publicada por este sitio de noticias, em 08 de novembro de 2018, é importante esclarecer que, Lauro Fernandes da Silva Junior é advogado respeitado, de caráter ilibado e probo, pois se assim não fosse, sequer poderia ser advogado já que um dos requisitos legais é ter idoneidade moral.

Não menos importante é explicar que, a informação de ter “matado” um homem é um tanto tendenciosa e em descompasso com a verdade que imperou no tribunal do júri, pois o cidadão infrator estava armado, havia iniciado um roubo e com a abordagem da guarnição atirou contra o Estado. Com isso, a verdade real é que o Dr Lauro agiu em estrito cumprimento do dever legal, dever este, que estava obrigado a época, na qualidade de policial militar, sob pena de prevaricação, já que estava em patrulhamento de rotina.

O fato de “estar sendo processado”, juntamente com o Estado, por suposto dano moral, quando agiu legitimamente, trata-se de pratica odiosa que a sociedade não mais tolera. Isto porque aquele que afronta ao Estado e comete crime, esta sujeita a uma reação que independe de proporcionalidade.

Os tempos são outros e muitas praticas costumeiras e imorais tiveram respostas nas urnas que refletirão nas condutas de pessoas que insistem em tirar vantagens mesmo quando cometem crimes.

Por fim, registramos que o advogado Lauro Fernandes, além de todas as qualidades e atribuições para desempenhar uma função publica, é um técnico que não deve nada à justiça, mas a fortalece em atividade diária de advogado, já que em seu ministério privado exerce um múnus público.

Painel Político : 'Ladrão', 'psicopata', 'mentiroso' e 'corrupto': Confira coluna do jornalista Alan Alex e saiba quem disse isso
Enviado por alexandre em 06/11/2018 18:03:48



Pau oco

O engenheiro florestal Oswaldo Pitaluga é um dos quatro que foram presos na manhã desta segunda-feira em Porto Velho na operação “Pau Oco”, que investiga uma série de fraudes ligadas à extração de madeira em Rondônia. Pitaluga, que já ocupou pastas importantes na administração pública, foi nomeado secretário-adjunto em abril deste ano, quando Daniel Pereira assumiu o governo.

“Não sei do que se trata”

O advogado de Pitaluga, Ernandes Segismundo declarou à coluna que “Pitaluga não tem idéia das acusações que estão sendo imputadas”. De acordo com o advogado, Pitaluga teria dito que “nunca recebeu um centavo sequer de propina” e que o mesmo “estava investigando denúncias de corrupção dentro da Sedam”. Segismundo afirmou ainda que seu cliente “vai sair de cabeça erguida desta situação” porque “quem não deve não teme”.

Faltam dois

Foram emitidos seis mandados de prisão, mas apenas quatro foram cumpridos, mas a polícia acredita que nas próximas horas eles devam se apresentar. “Estão sendo ouvidos os presos, testemunhas e outros envolvidos no caso”, informou a equipe responsável pelas investigações. O inquérito tramita em sigilo, e novas prisões podem ocorrer nos próximos dias.

As prisões

São temporárias (cinco dias).

Dor de cabeça

Uma representação que teria sido feita contra o governador eleito Marcos Rocha, atribuída à coligação de Expedito Júnior, pelo uso de menores fardados na campanha eleitoral, ainda não foi proposta, “mas será”, explicou o advogado Diego Vasconcelos. “Na verdade, o número que foi divulgado se refere a um outro processo, que nada tem a ver com esse assunto”, explicou Diego. O advogado afirmou ainda que “gente mal intencionada vem espalhando despachos falsos, montagens e outras notícias para tentar criar um clima de instabilidade e insegurança jurídica”.

Além dessa

O advogado informou ainda que outras representações já foram propostas e outras estão à caminho, “inclusive essa que envolve o suposto trabalho de menores na distribuição de bottons de campanha”, afirmou o advogado, “é uma denúncia grave, um ato sem precedentes que deve ser investigado e coibido, se forem comprovadas as denúncias. Tem fotos e filmagens sobre o episódio”, finalizou Diego Vasconcelos.

Sem transição, ainda

O governador eleito Marcos Rocha ainda não nomeou sua equipe de transição. Alguns nomes estão circulando como “secretariáveis”, mas nada oficial. Um dos nomes dados como certos no próximo governo é o de Evandro Padovani, que pode assumir a Agricultura ou o DER. Até o nome de Carlos Magno já foi ventilado, mas o ex-deputado declarou à coluna que “não recebeu nenhum convite”.

“Ladrão”, “psicopata”, “mentiroso” e “corrupto”

Esses adjetivos nada carinhosos foram usados pelo deputado estadual Hermínio Coelho referindo-se ao ex-governador Confúcio Moura durante discurso na Assembleia Legislativa este ano. Confúcio ingressou com uma queixa-crime contra o deputado, alegando que o mesmo estava “ferindo sua honra”. O Tribunal de Justiça julgou o caso, e absolveu Hermínio ao acatar os argumentos da advogada Cristiane Pavin, do escritório Nelson Canedo advogados associados, que deputado estava protegido pela imunidade parlamentar, ao dar tais declarações na tribuna da Assembleia.

Em Brasília

Nesta terça-feira, a partir das 17 horas, o governador Daniel Pereira estará, acompanhado de procuradores e parlamentares, reunido com o presidente Michel Temer para tratar da dívida do Beron com a União. Pereira defende a tese de que a dívida já está paga. Se não houver a possibilidade de acordo com a União nesse sentido, o governador quer que pelo menos o governo federal concorde com um novo parcelamento para que o pagamento de servidores, conclusão de obras e investimentos não sejam prejudicados.

Fim da publicidade oficial

No último fim de semana, os jornalistas Everaldo Fogaça (Oobservador) e Rubens Coutinho (Tudorondonia) discutiram sobre uma proposta que o governador eleito poderia adotar, que é o fim da publicidade oficial para a imprensa do Estado. PAINEL POLÍTICO apóia essa proposta. O dinheiro usado para pagar empresas jornalísticas deveria ser usado para investimentos nos mais diversos setores, e quando houvesse a necessidade de campanhas de conscientização, elas seriam pontuais. De acordo com Rubens Coutinho, o Estado gasta mais de R$ 40 milhões com a publicidade oficial.

https://youtu.be/Z1x3Ybv3xBo

Taxa de mortalidade por melanoma aumentou em homens, diz estudo

A taxa de homens que morrem de melanoma maligno aumentou em populações em todo o mundo, enquanto em alguns países as taxas são constantes ou decrescentes para as mulheres, de acordo com pesquisa apresentada na Conferência de Câncer do NCRI de 2018. O melanoma é o tipo mais letal de câncer de pele, apesar de não ser o mais comum.

Ele tem origem nos melanócitos, as células que produzem melanina. Representa apenas 5% dos casos de câncer de pele, mas tem uma grande capacidade de produzir metástases e se espalhar para outros órgãos, como fígado, pulmões e o cérebro. Quase sempre surge como uma lesão cutânea enegrecida, ou com uma parte enegrecida e outra de várias cores.

Pesquisadores estudaram dados mundiais sobre mortes coletados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), com foco em 33 países com os dados mais confiáveis. Eles descobriram que as taxas de morte por melanoma em homens estavam aumentando em todos os países, com exceção da República Tcheca.

Em todos os países, as taxas foram maiores nos homens do que nas mulheres. No geral, as maiores taxas de mortalidade entre 2013 e 2015 foram encontradas na Austrália (5,72 por 100.000 homens e 2,53 por 100.000 em mulheres) e Eslovênia (3,86 em homens e 2,58 em mulheres), com as menores no Japão (0,24 em homens e 0,18 em mulheres).

« 1 2 (3) 4 5 6 ... 179 »