Brasil - PROTEÇÃO - Notícias
« 1 2 3 4 (5) 6 7 8 ... 558 »
Brasil : PROTEÇÃO
Enviado por alexandre em 14/06/2020 23:33:46

Empresário do Amazonas cria cápsula contra Covid-19 também para dentista

MANAUS – O empresário Fram Canto, de Parintins (a 163,7 quilômetros de Manaus), desenvolveu o ProtecMax Odonto, uma cápsula de proteção para dentistas e pacientes. O equipamento é feito de acrílico e, segundo Canto, impede o contato do dentista com a saliva do paciente. Esse é o segundo equipamento de proteção criado por Fram Canto durante a pandemia. 

De acordo com o empresário, a ideia surgiu depois da cápsula Hood. “Com o bom desempenho da cápsula de Hood, fui procurado por alguns dentistas interessados em um equipamento similar. Decidi pensar em algo que protegesse esse profissional e fosse de fácil higienização. Observei o modo de atendimento do dentista e propus um equipamento confortável tanto para quem atende quanto para o paciente. Foi assim que surgiu o ProjectMax Odonto”, disse.

Segundo Canto, a dificuldade de acesso aos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) o motivou a pensar em alternativas. “Os grandes centros urbanos estão com dificuldades de conseguir EPIs para comprar e não é diferente no interior do país. Aqui em Parintins, tentamos comprar a primeira vez, assim que começou a pandemia, sem sucesso. Decidi, então, aliar a minha experiência no setor gráfico e de malharia com a necessidade de proteger os profissionais da saúde”, explicou.

A produção inicial foi com uma máscara com três camadas, prensada a 280 graus. “Em seguida, fizemos o protetor facial de acrílico e acetato, batas, capotes até que chegamos na cápsula de Hood”, disse.         

O empresário também coordena na cidade o projeto ‘Todos contra o coronavírus’, que doou R$ 40 mil em EPI’s na região do Baixo Amazonas.

Brasil : TESTE FINAL
Enviado por alexandre em 11/06/2020 23:04:09

Conheça as vacinas do Instituto Butantan que curaram epidemias

O Instituto Butantan está desenvolvendo, em parceria com o laboratório chinês Sinovac Biotech, uma vacina contra a Covid-19 que já está em fase final de testes e poderá ser distribuída gratuitamente para a população até junho de 2021. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (11) pelo governo do estado de São Paulo em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

 

Na etapa atual, serão selecionados 9 mil brasileiros voluntários para receber a vacina antes que ela possa chegar aos postos de saúde, sendo que a prioridade deverá ser para os profissionais da medicina.

 

O ensaio clínico vai verificar eficácia, segurança e o potencial do medicamento para produção de respostas imunes, sendo que as análises vão ser feitas em centros de pesquisa para condução dos estudos em todo o Brasil.

 

Veja também

 

Cingapura testará anticorpos contra a covid-19 em seres humanos

 

Ministério da Saúde quer diagnosticar a Covid-19 sem fazer testes

Com esse anúncio, a CoronaVac (nome que a vacina de combate novo coronavírus recebeu) se soma às várias imunizações que o Instituto Butantan já contribuiu para desenvolver. Veja abaixo quais as vacinas a instituição ajudou a criar para combater epidemias.

 

Influenza sazonal trivalente


A vacina Influenza protege contra os três tipos de vírus Influenza mais prevalecentes e sua composição é alterada anualmente, devido à alta taxa de mutação do vírus.

 

Ela é produzida a partir da inoculação do vírus em ovos de galinhas. Após um período de incubação, o líquido que envolve o embrião é colhido, centrifugado, concentrado, fragmentado e inativado, originando uma suspensão da vacina monovalente. A mistura das suspensões de cada monovalente resulta na vacina trivalente.

 

Hepatite A


A vacina adsorvida hepatite A (inativada) é indicada para vacinação contra a infecção causada pelo vírus da hepatite A.

 

Ela é produzida a partir de um vírus hepatite A, propagado em uma cultura de células humanas. Depois dessa etapa ela é purificada e inativada, o que significa dizer que o vírus entra no corpo quando já está morto ou apenas uma parte dele é injetada.

 

Hepatite B


A vacina adsorvida hepatite B (recombinente) é utilizada para prevenção da infecção provocada pelo vírus da hepatite B.

 

Ela é produzida a partir de leveduras recombinantes que criam uma molécula capaz de provocar a produção de um anticorpo específico para o vírus da Hepatite B. A vacina do Butantan é a única vacina recombinante para uso humano totalmente desenvolvida e produzida no Brasil.

 

HPV


A vacina para papiloma vírus humano (HPV) tipo 6, 11, 16 e 18 é indicada para a vacinação contra a infecção causada pelo vírus responsável pela ocorrência de câncer genital tanto em mulheres como em homens.

 

As proteínas virais do HPV tipos 6, 11, 16 e 18 são produzidas separadamente em leveduras para serem formuladas em uma única dose quadrivalente.

 

Raiva


A vacina da raiva é indicada quando há necessidade de proteger indivíduos expostos ao vírus da doença em decorrência do contato com a saliva de animais transmissores ou como tratamento preventivo em pessoas com exposição ocupacional ao risco da infeção.

 

A vacina do Butantan é produzida sem a utilização de componentes de origem animal, um alto grau de pureza e resposta imunológica eficiente.

 

Tríplice bacteriana


Para a produção da vacina tríplice bacteriana (DTP), são fabricadas separadamente a vacina de células inteiras do agente causador da coqueluche, combinada com os toxóides tetânico e diftérico, que causam o tétano e a difteria.

 

DTPa


Uma variação da tríplice bacteriana, a DTPa é indicada para crianças menores de sete anos que apresentaram eventos adversos que contraindicam outra dose da vacina DTP de células inteiras.

 

 

A aplicação também é recomendada para gestantes como reforço ou complementação do esquema da vacina dupla adulta para difteria e tétano, com o objetivo de diminuir a mortalidade de coqueluche em recém-nascidos. 

 

São Paulo produzirá vacina contra covid-19 com laboratório chinês

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Droga, no entanto, está em fase de testes; produção é parceria com laboratório chinês

O governador João Doria (PSDB) anunciou na manhã desta quinta-feira, 11, uma parceria entre o Instituto Butantan e um laboratório chinês para a produção de uma vacina contra o novo coronavírus.

 

De acordo com ele, a droga contra a covid-19 já estaria na terceira fase de testes, o último estágio antes da distribuição. O anúncio foi feito ao lado de Dimas Covas, presidente do Instituto Butantan, em um vídeo no Twitter.

 

Segundo Doria, novas informações serão divulgadas às 12h30, durante coletiva de imprensa do governo de São Paulo.

 

Veja também

 

Covid-19 mata mais no Brasil do que nos EUA e no Reino Unido

 

Brasil segue como líder mundial em casos e mortes nas últimas 24h

 

Na última semana, já foi anunciado que o Brasil poderia se tornar um dos produtores mundiais de uma vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a Astrazeneca, com produção local liderada pelo Instituto Butantan e pela Fiocruz, além de capacidade de distribuição para toda a América Latina.

 

Na quinta-feira, 4, a AstraZeneca anunciou acordos internacionais para a produção de 1,7 bilhão de doses. Os acordos já firmados incluem o Reino Unido, os Estados Unidos, a CEPI (Coallition for Epidemic Preparedness Innovations), a Aliança de Vacinas (Gavi) e o Instituto Serum, da Índia. "Essa é uma oportunidade muito grande para o nosso país não só no campo da pesquisa clínica, mas também na produção de imunizantes", afirmou a infectologista brasileira Sue Ann Clemens, diretora da Iniciativa Global de Saúde da Universidade de Siena e pesquisadora da Unifesp, que coordena os centros de testagem da vacina por aqui.

 

Até o momento, dois mil voluntários participarão dos testes em São Paulo e no Rio de Janeiro. Das mais de 70 vacinas em desenvolvimento no mundo, a britânica é a que se encontra em estágio mais avançado de desenvolvimento e uma das mais promissoras. A expectativa é que, se sua eficácia for comprovada, ela receba o sinal verde das agências reguladoras antes do final deste ano. 

 

iG

Brasil : EXTRAORDINÁRIO!
Enviado por alexandre em 11/06/2020 23:00:45

Veja 18 coisas incríveis que dificilmente você verá na vida

Você sabia que, segundo a ciência, é possível que cada um de nós experiencie algo excepcional pelo menos uma vez por mês? É isso mesmo! Porém nem sempre paramos para prestar atenção nas coisas que nos rodeiam.

 

Todavia, sendo você uma pessoa atenta ou não, nós queremos aumentar esse número. Afinal, a internet tem espaço para tudo e porque não o usarmos para deixar o dia de alguém mais extraordinário, não é mesmo?

 

Pensando nisso, trouxemos uma chance para você ver 16 coisas incríveis ao mesmo tempo que jamais verá na vida:

 

Veja também

 

Polvo-dumbo é filmado a 7 mil metros abaixo do nível do Mar

 

Sphynx: conheça a curiosa raça de gatos sem pelo

18 – Essas maçãs raras são cultivadas apenas no Tibete

 

 

17 – Essa ponte no Vietnã

 

 

16 – A menor folha de bordo do mundo:

 


15 – Parece que essa árvore terminou de jogar o jogo “paciência” do Windows:

 

 

14 – Parece um portal para outro universo, mas esse “arco-íris circular” se formou através de um olho mágico de uma porta durante o pôr do sol:

 

 

13 – Acredite se quiser, mas isso é uma lâmpada:

 


12 – “Minha lampada de lava fez o sinal da paz hoje”

 

 

11 – Um poste marcado por anos de anúncios que foram pregados ali:

 

 

10 – Parece que está acontecendo um voo à Lua:

 

 

9 – Uma nuvem esférica:

 

 

8 – Dragões existem!

 

 

7 – “Esta árvore foi queimada em um incêndio continua viva”

 

 

6 – O ciclo de um mirtilo:

 

 

5 – Essas flores nem parecem de verdade:

 

 

4 – Deve ter sido difícil cultivar esse arbusto:

 

 

3 – “Achei uma moeda dupla hoje”

 


2 – “Minha tangerina estava grávida”

 


Curtiu? Siga o PORTAL DO ZACARIAS no FacebookTwitter e no Instagram. 

Entre no nosso Grupo de WhatApp.

 

1 – “Minha mãe colocou algumas sementes para pássaros para desinfetá-las e elas acabaram virando pipoquinhas”

 

Fotos: Reprodução

 

Mistérios do Mundo

 

 

Brasil : MÉDICOS
Enviado por alexandre em 09/06/2020 23:15:00

Cuba recebe como heróis médicos que retornam de missão na Itália

Cuba recebeu de maneira triunfal na segunda-feira à noite seus médicos que passaram dois meses na Itália para ajudar na luta contra o coronavírus.


A brigada médica, integrada por 36 médicos, 15 enfermeiras e um administrador, exibiu pequenas bandeiras da Itália e de Cuba ao desembarcar do avião, que pousou no fim da tarde em Havana, procedente de Milão.


A chegada foi exibida ao vivo pela televisão cubana.

 

Veja também 

 

Policiais são suspensos após derrubar idoso em protesto nos EUA. VEJA VÍDEO

 

Protestos contra o racismo entram no nono dia nos EUA

 

Todos de máscara, luvas e jaleco branco, os membros da brigada receberam uma rosa vermelha e uma medalha durante a cerimônia de recepção oficial no aeroporto da capital. O grupo viajou em 22 de março para a Lombardia, na ocasião o epicentro da pandemia na Itália.

 

Com todos os cuidados exigidos em um período de pandemia, o discurso do presidente Miguel Díaz-Canel, que estava na reunião do Conselho de Ministros, acompanhado por vários membros do governo, foi exibido em uma tela gigante instalada em uma sala do aeroporto.

 

"Vocês representam a vitória da vida sobre a morte, da solidariedade sobre o egoísmo, do ideal socialista sobre o mercado", disse o governante, também de máscara.

 

"Vocês mostraram ao mundo uma verdade, que os inimigos de Cuba tentaram silenciar ou tergiversar: a força da medicina cubana", completou.
O apoio ao programa de missões médicas de Cuba no exterior, que existe desde década de 1960, e que registrou uma grande retomada durante a pandemia, não é unânime.

 

O programa é muito criticado por Estados Unidos e Brasil, que denunciam em particular as condições de trabalho dos profissionais, que têm parte dos salários destinados ao Estado.

 

Cuba começou a cobrar dos países mais ricos na década de 2000 por este serviço, que se tornou uma de suas principais fontes de renda: em 2018 o país arrecadou 6,3 bilhões de dólares.

 

Mas no ano passado a ilha foi afetada pela reconfiguração política da América Latina, com uma guinada à direita.

 

O país teve que renunciar a contratos para enviar médicos ao Brasil, Bolívia, Equador e El Salvador, um golpe político e financeiro.

 

Mas desde o início da pandemia de coronavírus, o programa vive um retorno: Cuba enviou 1.870 profissionais da saúde a 26 países, incluindo México, Principado de Andorra, África do Sul e Catar.

 

'Salvamos vidas'


Para os médicos que retornaram da Itália, a polêmica não afeta o trabalho.

 

São profissionais experientes, muitos que já participaram de outras missões no exterior, e retornam com a sensação de dever cumprido.

 

"Na Itália foi um trabalho duro porque era o epicentro da COVID-19 na região da Lombardia. Mas, como em outras missões, conseguimos fazer o melhor", disse Carlos Carrilla, enfermeiro de 53 anos.

 

"Soubemos fazer, fizemos bem e salvamos vidas", completou.


O decano da brigada, o doutor Leonardo Fernández, de 68 anos, participou da oitava missão no exterior.

 

"Estive na Nicarágua, no terremoto no Haiti, no Paquistão (...) no ebola na Libéria, em Moçambique em duas ocasiões. Você enfrenta sabendo os riscos, mas com decisão. Com medo, mas com decisão", afirmou.

 

Para Roberto Arias, médico de 28 anos, foi sua primeira missão no exterior, "uma experiência inimaginável" na Itália.

 

"Encontramos um hospital completamente lotado, com pacientes inclusive nos corredores, quase todos os pacientes com respiração assistida, uma grande quantidade de falecidos, as ambulâncias passando constantemente e todas as ruas desoladas", recordou.

 

Agora está feliz de retornar para sua família.

 

 

"Meu filho completa um ano hoje", disse, emocionado. Mas ele precisará de paciência: os membros da brigada devem passar por 14 dias de isolamento antes de retornar para suas casas.

 

O Dia


Ex-participante de concurso Miss Hitler é presa por integrar grupo neonazista

Ela participou de concurso como "Miss Buchenwald", um campo de extermínio, e esteve em atos com cartazes de "Hitler estava certo"

Alice Cutter, ex-participante do concurso "Miss Hitler" de 24 anos, foi presa nesta terça-feira (9) em West Midlands, na Inglaterra , por participar de um grupo neonazista National Action, proibido desde 2016 no país.

 

Cutter nega ser integrante do grupo neonazista . Ela participou do concurso como "Miss Buchenwald", em referência a um campo de extermínio nazista, e compareceu a atos com a presença de cartazes com frases como "Hitler estava certo".

 

A ex-participante do " Miss Hitler " foi presa junto com seu namorado, Mark Jones de 25 anos, e outros dois membros do grupo, Garry Jack, de 24, e Connor Scothern, de 25.

 

Veja também

 

Jovem ganha Mustang e bolsa de estudos após virar a noite limpando avenida nos EUA

 

Policiais são suspensos após derrubar idoso em protesto nos EUA. VEJA VÍDEO

Os quatro haviam sido condenados à prisão em março. A jovem responderá por três anos, seu namorado por cinco anos e meio, Garry Jack por quatro anos e meio, e Scothern por 18 meses.

 

 

O grupo neonazista foi o primeiro de extrema direita a ser banido pelas leis antiterrorismo do Reino Unido. O Ministério do Interior do país define o grupo como "virulentamente racista, antisemita e homofóbica". 

 

iG

Brasil : COVID-19/BOLA
Enviado por alexandre em 08/06/2020 00:30:58

CBF divulga guia médico e prevê cinco fases no retorno do futebol

CBF divulga guia médico e prevê cinco fases no retorno do futebol

CBF — Foto: Lucas Figueiredo/CBF
A CBF divulgou seu "Guia Médico de Sugestões Protetivas para o Retorno às Atividades do Futebol Brasileiro". O documento foi elaborado por uma comissão médica especial e seguiu orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Ministério da Saúde, do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Médica Brasileira (AMB).
O documento reforça a importância de os clubes seguirem medidas preventivas, como lavar as mãos, não cumprimentar pessoas tocando-as, não cuspir em campo, usar máscaras quando não estiverem em atividade nos campos, limpar com mais frequências equipamentos usado nas atividades, entre outras.
Quanto a retomada das atividades, a CBF definiu cinco fases: preliminar, de treinamentos individuais ou em pequenos grupos, de treinamentos coletivos, de competições e de acompanhamento.
A Fase preliminar é marcada principalmente pela testagem de jogadores, comissão técnica e funcionários. Os testes em familiares é facultativo, mas um questionário detalhado deverá ser aplicado. Os casos suspeitos serão isolados.
Na fase seguinte, que prevê treinos individuais ou em pequenos grupos, todos "deverão utilizar condução própria e individual, uniforme de treino desde a sua residência e, após o término, retornar imediatamente para a sua residência". Será preciso verificar a temperatura de todos, de preferência ainda no veículo, e barrada a entrada dos que apresentarem medida acima de 37,5ºC.
Na terceira fase, de treinamentos coletivos, a CBF afirma que suas competições voltarão "em concordância com as normas das autoridades de saúde". Medidas de segurança, como verificação de temperatura, uso de máscaras, avaliação clínica, continuarão nesta fase.
Durante a sessão de treinamento, os atletas estarão dispensados do uso de máscaras. Não será servidas refeições e o nutricionista do clube deverá preparar kits individuais. Caso seja necessário fisioterapia ou massagem, a ideia é agendar horários individualizados.
"No treinamento coletivo, o período de aquecimento deverá respeitar a distância mínima de 1 metro entre os atletas e membros da comissão técnica", afirma o documento. "A cada intervalo do treino todos deverão higienizar as mãos com álcool em gel a 70% e utilizar garrafas individuais para hidratação", acrescenta.
O guia ainda determina que todos os vestiários devem ser utilizados para evitar aglomeração e que os uniformes devem ser separados pelos próprios jogadores para recolhimento posterior da equipe de rouparia. Todos os funcionários também deverão usar máscaras.
Sobre o retorno das competições, que corresponde à quarta fase, o documento afirma que "a dinâmica da epidemia certamente influenciará no período de treinamento mínimo necessário para um retorno seguro às competições. Ajustes na tabela de jogos podem ser necessários para acomodação das datas disponíveis para a disputa das partidas".
Todas as partidas serão realizadas sem a presença de público e a participação de imprensa deve ser organizada previamente em reunião por videoconferência com a participação da CBF.
Além disso, o documento prevê diversas outra medidas, como proibição de troca de camisas, fechamento de salas não utilizadas, locais específicos para enfermaria e comemoração de gols individualizada No banco de reservas, todos devem utilizar máscaras e respeitar distância de um metro.
Por fim, na fase de acompanhamento, a CBF diz que os clubes devem enviar dados semanalmente e prevê a realização de testes aleatórios nos jogadores.

Fonte: Estadão Conteúdo


De Paquetá a Reinier, o status das joias do Flamengo na Europa

Compartilhar:
Foto: GloboEsporte.com

Nos últimos anos, o clube negociou seis jovens para o Velho Continente

 O futebol começou a voltar, aos poucos, na Europa, e é a chance de a torcida do Flamengo acompanhar alguns dos garotos criados no Ninho do Urubu em ação por lá. Nos últimos anos, o clube negociou seis jovens para o Velho Continente: Vinicius Junior, Lucas Paquetá, Reinier, Felipe Vizeu, Léo Duarte e Jean Lucas.

 

Cada um deles está num estágio diferente na Europa. Enquanto Vinicius Junior ganhou seu espaço no Real Madrid, Lucas Paquetá ainda não decolou no Milan. Felipe Vizeu, Léo Duarte e Jean Lucas, cada qual à sua maneira, ainda buscam maior destaque. E o caçula Reinier vive fase de adaptação.

 

Veja também

Cristiano Ronaldo se torna o primeiro jogador bilionário na história do futebol

Jogador tem contrato rescindido após comentários racistas de esposa

 

Abaixo, o GloboEsporte.com mostra a situação de cada um dos meninos revelados no Flamengo:

 

 — Foto: INFO ESPORTE

Foto: Infoesporte

 

Clube atual: Akhmat Grozny (Rússia)


Valor da transferência: 6 milhões de euros


A trajetória de Felipe Vizeu é marcada por oscilação. Após criar expectativa pelo bom desempenho no Flamengo, vestiu a camisa da Udinese no meio de 2018 - com contrato de cinco anos. Contudo o centroavante não aconteceu no futebol italiano e pouco tempo ficou. Desde então, dois outros clubes na carreira.

 

Voltou ao Brasil no início de 2019, emprestado ao Grêmio. Com Renato Gaúcho, 26 jogos, mas uma passagem marcada pela irregularidade. O resultado foi um novo empréstimo no início de 2020: cobiçado pelo Athletico-PR, acabou fechando com o Akhmat Grozny, da Rússia. Dois jogos oficiais pelo clube na liga, parada desde março.

 

 — Foto: INFO ESPORTE

Foto: Infoesporte

 

Clube atual: Lyon


Valor da transferência: 8 milhões de euros


Em sua primeira temporada na Europa, Jean Lucas teve pouco espaço no Lyon. O volante foi titular em quatro das 17 partidas que disputou pelo clube francês, com três gols marcados. Das vezes em que começou em campo, apenas uma foi no Campeonato Francês.

 

Jean teve mais espaço nas copas locais: foi titular em três partidas e marcou dois gols. Em janeiro, o jornal "L'Equipe" noticiou a possibilidade de o volante ser emprestado, com o Atlético-MG como uma das possibilidades. O plano, porém, não avançou. Jean tem contrato com o Lyon até junho de 2024.

 

 — Foto: Info Esporte

Foto: Infoesporte

 

Clube atual: Milan


Valor da transferência: 11 milhões de euros


As lesões têm atrapalhado a primeira temporada de Léo Duarte pelo Milan. Desde que chegou, em julho de 2019, o zagueiro teve duas lesões importantes.

 

Primeiro, em novembro, operou o calcanhar e ficou fora por quatro meses. Recentemente, na retomada após a paralisação do futebol na Itália, teve uma lesão muscular na coxa e deve ficar mais um mês fora de combate.

 

Até o momento, Léo atuou em apenas cinco partidas pelo Milan: quatro delas como titular.

 

 — Foto: Info Esporte

Foto: Infoesporte

 

Clube atual: Milan


Valor da transferência: 35 milhões de euros


Contratado a peso de ouro no fim de 2018, Paquetá não conseguiu ainda mostrar no Milan o futebol que o fez se destacar no Flamengo. Ele até começou como titular, mas aos poucos foi perdendo espaço na equipe, que também não faz boa campanha na atual temporada italiana.

 

No início do ano, Paquetá chegou a deixar de ser relacionado para o jogo contra o Brescia - segundo a imprensa italiana, um pedido do próprio jogador. Foi titular em apenas três das últimas 10 partidas que disputou.

 

Ao todo, o meia tem 36 jogos pelo Milan (25 como titular) e apenas um gol marcado. Em maio, foi incluído pelo jornal "Gazzetta dello Sport" em uma seleção de decepções do Campeonato Italiano nos últimos dois anos.

 

 — Foto: Info Esporte

Foto: Infoesporte

 

Clube atual: Real Madrid (Espanha)


Valor da transferência: 30 milhões de euros


Reinier é a última grande promessa do Flamengo negociado com o futebol europeu. Lançado por Jorge Jesus e contratado a peso de ouro pelos merengues no início do ano, o garoto de 18 anos, que se emocionou na apresentação ao novo clube, dá os primeiros passos com a camisa do Real Madrid Castilla, comandado por Raúl González. O jogador surge como uma grande aposta de Florentino Pérez para os próximos anos.

 

De acordo com o diário "As", da Espanha, o meia foi chamado por Zidane para treinamentos com a equipe principal logo na retomada às atividades após a parada devido ao coronavírus. O "Marca", de Madri, noticiou um possível empréstimo na próxima temporada para Reinier ganhar bagagem.

 

 — Foto: Info Esporte

Foto: Infoesporte

 

Clube atual: Real Madrid (Espanha)


Valor da transferência: 45 milhões de euros


A maior das joias dos últimos anos do Flamengo, Vinicius Junior é quem mais ganhou destaque na Europa até o momento. E segue entre os grandes. O garoto teve brilho logo após a estreia em agosto de 2018 e foi capa dos principais jornais do mundo. Com nível de exigência elevado, alternou bons e maus jogos, mas teve a infelicidade de uma lesão grave nos ligamentos do tornozelo logo num momento de crescimento dentro da equipe e acabou cortado da lista de convocados de Tite para a Seleção.

 

 

Após dois meses parado, voltou ainda para os jogos finais da temporada 2018/19. Começou o novo ciclo com forte concorrência e sem a mesma performance, levantando rumores de empréstimo na Europa. Bancado por Zidane, ganhou confiança e cresceu de nível em 2020. Um dos destaques da equipe antes da parada devido à pandemia - eleito melhor jogador de fevereiro do Real em eleição realizada por um patrocinador do clube -, Vinicius ainda deixou sua marca no Superclássico contra o Barcelona, na vitória por 2 a 0 no Santiago Bernabéu.

 

Globo Esporte



Gabriel Jesus e Willian levantam voz contra racismo: 'É importante que muitos se posicionem'

Compartilhar:
Foto: Reprodução

Gabriel Jesus e Willian pedem apoio a protestos antirracistas

 É preciso se posicionar. Essa é a mensagem que dois atacantes negros da seleção brasileira querem passar a todos que lutam contra o racismo. Em depoimentos gravados para o programa Esporte Espetacular, Gabriel Jesus, do Manchester City, e Willian, do Chelsea, ampliaram as vozes de combate ao preconceito.

 

“Infelizmente vem piorando, vem aumentando os acontecimentos e os casos. A gente tem que dar um basta. Não pode mais acontecer isso nesse mundo que a gente vive. Então temos que lutar muito, sim, contra o racismo, porque vidas negras importam”, disse Jesus.
JOGO EM CASA - Paulinho e Yuri falam sobre morte de João Pedro: "Poderia ter sido eu"

 

Veja também

Cristiano Ronaldo se torna o primeiro jogador bilionário na história do futebol

Jogador tem contrato rescindido após comentários racistas de esposa


Os manifestos são reflexos da onda de protestos pelo mundo causada pelo assassinato de George Floyd. Ex-segurança negro, ele foi morto por um policial branco, em Mineápolis, nos Estados Unidos, no último dia 25 de maio.

 

No Brasil, outro caso recente chocou e também ampliou o debate sobre racismo. O garoto João Pedro, de 14 anos, foi morto dentro de sua casa, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, alvejado por tiros disparados pela polícia durante uma operação na comunidade onde vivia. Diante do episódio, Willian reforça: não há como tratar tal fato como normal.

 

– A gente costuma tratar assuntos assim como um assunto normal, e não é normal. Mais um menino negro sendo assassinado dentro de casa e ninguém sabe explicar o porquê. Com certeza isso mexe muito comigo e com as outras pessoas negras que moram no Brasil e ao redor do mundo também – comenta o atacante do Chelsea.

 

"É importante o posicionamento de muitas pessoas, principalmente negras. Eu estou do lado do protesto, estou do lado do posicionamento para que isso possa acabar de uma vez por todas”, declarou Willian.

 


Enquanto o futebol na Inglaterra não retorna, Gabriel Jesus e Willian usam a voz ao invés dos pés. A volta do Campeonato Inglês será no dia 17 de junho. O Manchester City encara o Arsenal, às 16h15 (de Brasília). O Chelsea volta a jogar no dia 21, contra o Aston Villa, fora de casa.

 

Globo Esporte



« 1 2 3 4 (5) 6 7 8 ... 558 »