Brasil - SAÚDE - Notícias
« 1 2 3 (4) 5 6 7 ... 356 »
Brasil : SAÚDE
Enviado por alexandre em 13/02/2017 00:25:41


Conheça os mitos e verdades sobre a vacina contra a febre amarela

Até a última sexta-feira (10), foram confirmados 230 casos de febre amarela, com 79 óbitos

Desde o início do surto de febre amarela em cidades do interior do Espírito Santo, a procura pela vacina em postos de saúde este ano vem aumentando. Com a confirmação de casos da doença em pelo menos três estados, a corrida em busca da imunização tem provocado filas em diversos municípios. É importante destacar, entretanto, que nem todas as pessoas precisam receber uma nova dose – grávidas e idosos, por exemplo, estão entre os grupos onde há contraindicação.

Desde o início do ano, o ministério tem enviado doses extras da vacina contra a febre amarela aos estados que registram casos suspeitos da doença, além de outros localizados na divisa com áreas que tenham notificado casos. No total, 9,9 milhões de doses extras foram enviadas para cinco estados: Minas Gerais (4,5 milhões), Espírito Santo (2,5 milhões), São Paulo (1,2 milhão), Bahia (900 mil) e Rio de Janeiro (850 mil). O quantitativo é um adicional às doses de rotina do Calendário Nacional de Vacinação, enviadas mensalmente aos estados.

Até a última sexta-feira (10), foram confirmados 230, casos de febre amarela. Dos 1.170 casos registrados como suspeitos, 847 permanecem em investigação e 93 foram descartados. Entre os 186 óbitos notificados, 79 foram confirmados, 104 são investigados e três foram descartados. Os estados de Minas Gerais, do Espírito Santo, de São Paulo, da Bahia e do Tocantins continuam com casos investigados e/ou confirmados.

Atualmente, a vacinação de rotina é ofertada em 19 estados onde há recomendação para imunização. Todas as pessoas que vivem nesses locais devem tomar duas doses da vacina ao longo da vida. Também precisam se vacinar, neste momento, pessoas que vão viajar ou vivem nas regiões que estão registrando casos da doença: leste de Minas Gerais, oeste do Espírito Santo, noroeste do Rio de Janeiro e oeste da Bahia. Não há necessidade de corrida aos postos de saúde, já que há doses suficientes para atender as regiões com recomendação de vacinação.

Confira abaixo mitos e verdades sobre a vacina contra a febre amarela, conforme informações divulgadas pelo Ministério da Saúde:

Preciso tomar a vacina a cada dez anos.

MITO. O esquema vacinal da febre amarela é duas doses, tanto para adultos quanto para crianças. As crianças devem receber as vacinas aos 9 meses e aos 4 anos. Assim, a proteção está garantida para o resto da vida. Para quem não tomou as doses na infância, a orientação é uma dose da vacina e outra de reforço, dez anos depois da primeira.

Grávidas e mulheres que estão amamentando não devem se vacinar.

VERDADE. De uma forma geral, não se recomenda a vacinação de grávidas e mulheres que amamentam. Em algumas situações, entretanto, o médico pode indicar a imunização – como em casos de surto no município. Nesse tipo de situação, lactentes que receberem a dose devem suspender a amamentação por um período de 30 dias.

Mesmo tendo tomado as duas doses, tenho risco de pegar febre amarela.

MITO. As duas doses da vacina são suficientes para proteger durante toda a vida contra a doença.

Quanto mais doses eu tomar, mais imunizado eu fico.

MITO. O esquema vacinal da febre amarela é de duas doses, tanto para adultos quanto para crianças. Elas são suficientes para proteger durante toda a vida. Uma terceira dose não vai criar nenhuma proteção adicional.

Se não moro em área onde há recomendação de vacina, não preciso receber a dose.

VERDADE. No Brasil, a vacinação é recomendada a partir de 9 meses de vida para pessoas que residem ou se deslocam para municípios que compõem a chamada Área Com Recomendação de Vacina. Locais com matas e rios, onde o vírus e seus hospedeiros e vetores ocorrem naturalmente, são identificados como áreas de risco. Se você não mora em área onde há recomendação de vacina, não é necessário tomar a dose.

Agência Brasil

Brasil : CRISE
Enviado por alexandre em 12/02/2017 15:22:48


Meio milhão de famílias voltam ao Bolsa Família

Celiane da Silva Neves saiu de São Luiz (MA) com o filho Hyago. Desempregada, vive da ajuda de vizinhos no bairro Jardim das Palmeiras, em Planaltina de Goiás, enquanto aguarda o Bolsa Família - André Coelho / Agência O Globo

O Globo – Renata Mariz

Pouco mais de um ano foi o tempo suficiente para Rosimaria Rodrigues de Santana Amorim deixar o programa Bolsa Família. Há quase uma década, ela deu “baixa” no cartão porque conseguiu emprego como auxiliar de serviços gerais.

O marido, Wagner Amorim, também passou a trabalhar de ajudante de pedreiro com carteira assinada. A renda do casal que mora em Planaltina de Goiás, mais conhecida como “Brasilinha” devido à proximidade de 60 km com a capital federal, permitiu financiar uma casa popular, comprar móveis modestos, ter eletrodomésticos e fazer um agrado vez por outra para os dois filhos, que adoram pizza e sonham com um tablet.

Após o nascimento do mais novo, Enzo, de três anos, que tem crises de asma e fica frequentemente internado, Rosimaria saiu do emprego para cuidar do menino. O setor de construção e reforma ainda estava em alta e o salário do marido, em torno de R$ 1 mil, era suficiente para as necessidades da casa. Em 2014, porém, a firma onde Wagner trabalhava fechou. A família continuou vivendo dos bicos que ele arranjava com frequência. Mas, no fim do ano passado, até os serviços temporários sumiram. O jeito foi recorrer novamente ao Bolsa Família.

Brasil : RELIGIÃO
Enviado por alexandre em 11/02/2017 17:16:06


Pesquisa comprova que a fé 'protege' o cérebro. Confira o que diz o estudo!
Foto: Reprodução

Pessoas que professam algum tipo de fé são menos suscetíveis à depressão

Um estudo realizado pela Universidade de Colúmbia, nos Estados Unidos, revelou que pessoas que professam algum tipo de fé são menos suscetíveis à depressão.

A explicação é altamente cientifica. Os pesquisadores avaliaram o histórico familiar da doença e perceberam que, no caso dos religiosos, o córtex, camada externa do cérebro, era mais espesso do que os demais.

Segundo eles, este espaçamento, intimamente ligado à religião, pode oferecer proteção contra alguns distúrbios psicológicos.

“Nossas crenças e nossos humores são refletidos no cérebro e, com novas técnicas de imagem, já é possível observá-los. O cérebro é um órgão fantástico. Não só nos controla, mas é controlado por nossos humores”, disse Myrna Weissman, professora de psiquiatria e epidemiologia da Universidade de Columbia, à Reuters Health.

Os pesquisadores também afirmaram à revista “JAMA Psychiatry” que não há indícios de que o espaçamento pode despertar a fé nas pessoas. Mas uma coisa é certa: a espiritualidade pode aumentar a resiliência do cérebro contra a depressão de forma física, e ela é mais determinante que as questões genéticas.

iGospel

Brasil : PERIGO
Enviado por alexandre em 11/02/2017 02:01:05


Pesquisa em rodovia aponta 70% de caminhoneiros com problemas de visão

Pesquisa realizada pela concessionária do Sistema Anhanguera-Bandeirantes mostrou que 70% dos caminhoneiros examinados por um programa de saúde nas estradas, em 2016, tinham problemas de visão. Dos 5.716 motoristas de veículos de carga que passaram pelo exame, 4.040 apresentaram acuidade visual alterada. Os exames mostraram ainda que 86% dos caminhoneiros tinham vida sedentária e estavam acima do peso. A pesquisa foi feita sobre o resultado de exames realizados no centro de atendimento do Programa Estrada para Saúde, mantido pelo Instituto CCR e pela concessionária CCR Autoban, no km 56 da Rodovia dos Bandeirantes (pista sul).

De acordo com o coordenador médico da Autoban, Mário Jorge de Castro Kodama, o teste de acuidade visual avalia se o motorista identifica corretamente as cores e enxerga bem as letras, condição indispensável para dirigir com segurança. "De cada dez, sete apresentaram alguma dificuldade, sobretudo para enxergar as letras. Mais raramente, alguns confundiam as cores verde, amarelo e vermelho." Conforme o médico, muitas alterações são pequenas e o caminhoneiro não percebe, podendo ocasionar dor de cabeça constante que muitas vezes a pessoa não associa à visão, e que não o impede de dirigir. Mas também foram detectados problemas de refração mais graves, como miopia ou hipermetropia, em que os motoristas não passariam, por exemplo, no exame para renovar a CNH (Carteira Nacional de Habilitação). "Em todos os casos, a gente orientou para que fossem a um oftalmologista.

Muitos fizeram isso, tanto que, quando passaram outra vez pelo atendimento, já estavam com óculos ou lentes." A mesma pesquisa apontou que 86% dos caminhoneiros examinados apresentaram Índice de Massa Corpórea (IMC) alterado, ou seja, estavam acima do peso. Praticamente todos disseram que levam vida sedentária e não praticam atividades físicas. Segundo Kodama, muitos já apresentavam colesterol alto, hipertensão e diabetes. "São fatores que, combinados, podem causar mal súbito e contribuir para a ocorrência de acidentes." O programa Estrada para Saúde funciona desde 2006 junto a um posto de abastecimento, na Bandeirantes e, nesse período, atendeu mais de 100 mil motoristas.

De acordo com Kodama, o número de atendimentos vem crescendo: foram 12,7 mil em 2013 e 16,8 mil no ano passado. "Muitos já se tornaram nossos clientes e voltam com regularidade, às vezes até mudando sua rota para passar pelo exame. A gente sabe que o caminhoneiro é um profissional que tem pouco tempo para cuidar da saúde", disse. O centro oferece ainda, gratuitamente, serviços de enfermagem, aferição da pressão arterial, tratamento dentário preventivo, corte de cabelo, cuidados com os pés e mãos e acesso à internet.

Brasil : FGTS INATIVO
Enviado por alexandre em 10/02/2017 11:58:04


Calendário de saques de contas inativas do FGTS será divulgado na terça-feira (14)
Saques poderão ser realizados somente em contas que não recebem mais depósitos do empregador porque o contrato de trabalho foi suspenso
Calendário de saques de contas inativas do FGTS será divulgado na terça-feira

O calendário de saques de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) deverá ser anunciado pelo governo na próxima terça-feira (14). O cronograma de liberação ainda não foi divulgado oficialmente, mas os saques deverão ser realizados de acordo com o mês de nascimento do trabalhador. Após a divulgação, a Caixa Econômica Federal poderá começar a receber demandas sobre a retirada do dinheiro.

Os trabalhadores poderão realizar saques apenas em contas que não recebem mais depósitos do empregador porque o contrato de trabalho foi suspenso. O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, defendeu a servidores da Caixa que "a liberação das contas inativas do FGTS é também uma política social". O banco estatal deve criar canais exclusivos para informar os trabalhadores sobre o saque para que não haja tumulto nas agências.

Poderão ser sacados os valores de contas sem movimentação até 31 de dezembro de 2015, sem limite de retirada. O trabalhador pode consultar a existência e o saldo de contas inativas por meio do site ou das agências da Caixa, mensagem SMS e o aplicativo do Fundo de Garantia.

Reforma tributária

Durante evento da Caixa, Padilha também revelou alguns planos do governo para concretizar a reforma tributária. Segundo ele, a ideia é reduzir a tributação aplicada sobre o consumo. "Temos de aprender a fazer como os povos desenvolvidos: tributam mais a renda e o ganho de capital e menor o consumo".

O ministro defendeu que a cobrança de tributos sobre o consumo afeta aqueles que estão na base da pirâmide. "Quem paga mais imposto no Brasil é o mais pobre. É um deformidade que temos no sistema. Estamos trabalhando para ver quanto vamos conseguir avançar na reforma tributária já nessa direção", afirmou.

Saque de contas inativas

De acordo com o governo federal, a liberação de saque de contas inativas foi uma medida para ajudar as pessoas a "quitarem suas dívidas". Para o professor do Departamento de Economia da Universidade de Brasília (UnB), Roberto Ellery, mesmo que mesmo que a intenção não seja gastar o dinheiro, vale a pena sacar o valor disponível. "Hoje, o FGTS rende menos do que qualquer outro investimento, inclusive a poupança. Então, se você tiver condições de sacar o dinheiro das contas inativas, faça isso. Se não tiver dúvidas para pagar, procure um outro investimento que o seu banco ofereça", explica.


IG

« 1 2 3 (4) 5 6 7 ... 356 »